Segunda, 26 Outubro 2015 - 09:39

Prefeitura zera fila de cirurgia mastológica e avança nos cuidados com a saúde da mulher

No mês do Outubro Rosa – dedicado ao trabalho de conscientização sobre o câncer de mama – Petrópolis comemora avanços nos cuidados com a saúde da mulher. As ações desenvolvidas pela Prefeitura na rede municipal, em especial no Hospital Alcides Carneiro (HAC), já evidenciam uma série de mudanças: no último ano, o governo municipal zerou a fila de cirurgia mastológica, passou a oferecer cirurgias de reconstrução de mama e implantou novos serviços para facilitar e agilizar o diagnóstico da doença.

Os números do Hospital Alcides Carneiro mostram o quanto Petrópolis já avançou: apenas entre janeiro de 2013 e setembro de 2015 foram realizadas no HAC 511 cirurgias de mama. “Estamos avançando muito quando o assunto é a saúde da mulher. Capacitamos e sensibilizamos as equipes da rede de atenção básica e estruturamos a rede para atender as mulheres, oferecendo tudo o que é necessário para um diagnóstico preciso. Também organizamos o serviço de cirurgias, o que nos permitiu chegar onde estamos hoje: não temos mais fila de espera pelas cirurgias mastológicas”, lembrou o prefeito Rubens Bomtempo, acrescentando que, hoje, 10 mulheres estão em fase de exames pré-operatórios, algumas inclusive já com a cirurgia agendada. “Isso representa um grande avanço. Quanto antes essas mulheres forem diagnosticadas e tratadas, maiores serão as chances de cura. Todo este trabalho é para elas, para que possam passar por este momento da melhor forma possível e, lá na frente, comemorar a vitória”.

Secretária Chefe de Gabinete e presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (Comdim), Luciane Bomtempo, que, ao lado de toda a equipe da Associação Petropolitana dos Pacientes Oncológicos (APPO), é uma das maiores entusiastas do trabalho em prol da saúde da mulher na cidade, lembra que, para que os resultados começassem a aparecer, foi preciso trabalhar muito. “Esses resultados só apareceram porque há uma equipe comprometida e empenhada por trás disso. São profissionais da área de saúde que amam a profissão e vestiram a camisa da nossa luta. Temos muito a agradecer a todos os que, de alguma forma, deram sua contribuição para que chegássemos até aqui, incluindo, aí, a equipe da APPO, que sempre esteve ao nosso lado, nos mostrando onde havia necessidade de melhorar e comemorando, conosco, cada conquista. Agora, vamos continuar trabalhando para avançarmos ainda mais”, disse.

Luciane Bomtempo lembrou os investimentos feitos no hospital em prol da saúde da mulher. “Nos primeiros nove meses deste ano, quase alcançamos a marca de cirurgias feitas em 2014. Vamos fechar 2015 com um número ainda maior de procedimentos realizados no HAC. Esse aumento é fruto dos investimentos que estão sendo realizados no hospital. Contratação de profissionais, estruturação do setor cirúrgico, criação de novos serviços e aquisição de equipamentos que permitem desenvolver dentro do HAC uma linha de cuidado com a saúde da mulher”, frisou.

Novo Centro de Imagem de Radiologia Mamária

A implantação do Centro de Imagem de Radiologia Mamária para Diagnóstico e Procedimentos Invasivos de Mama foi fundamental para o diagnóstico e planejamento do tratamento das pacientes com câncer. Os procedimentos começaram a ser realizados no fim de junho e 20 mulheres já foram beneficiadas. Ao todo, são cinco procedimentos: biópsia percutânea com agulha grossa - "ou core biópsia" - guiada por ultrassonografia; marcação pré-cirúrgica de lesões impalpáveis; marcação de nódulo pré-quimioterapia neoadjuvante; punção aspirativa por agulha fina (PAAF); e colocação de clipe metálico. A medida coloca o HAC em destaque no trabalho pela implantação de uma política ainda mais eficaz no rastreamento e tratamento da doença.

“O principal ganho é a praticidade, já que as pacientes não têm que deixar o hospital para recorrer a outros centros de diagnóstico. Além disso, o município garante uma economia significativa, uma vez que, antes, o serviço era terceirizado. A integração e a possibilidade de comunicação direta com a médica radiologista que realiza os procedimentos também representam ganhos para a equipe da mastologia. São avanços no tratamento e diagnóstico da paciente com câncer de mama, que hoje pode realizar todos os procedimentos – desde a detecção do nódulo até a reconstrução da mama pelo Sistema Único de Saúde dentro da nossa rede”, disse a ginecologista e mastologista do HAC, Marilda Plácido, ressaltando que o Hospital Alcides Carneiro é a única unidade em Petrópolis que faz a colocação de clipe metálico.

Conscientização fez aumentar número de mamografias

O aumento da quantidade de mamografias realizadas na rede também é um destaque. Entre janeiro e setembro de 2014, foram 7.624 exames. No mesmo período de 2013, foram 6.388 procedimentos, ou seja, houve um aumento de 20%. Este ano a meta é realizar mais de 8 mil exames.

“O equipamento para a realização e exames de mamografia disponível no HAC é um dos melhores que a rede oferece, Tem capacidade para fazer 400 exames por mês. É importante que as mulheres façam a mamografia para detecção precoce da doença, aumentando as chances de cura”, alertou Marilda.

Presidente da Associação Petropolitana dos Pacientes Oncológicos (APPO), Ana Cristina Coelho Mattos lembrou que a Campanha do Outubro Rosa tem como finalidade conscientizar a mulher sobre a doença. “Hoje em dia, depende muito mais dela a procura pelo tratamento e a prevenção do que do próprio sistema, que atualmente está bem mais estruturado para cuidar dessa paciente. Em um ano, percebemos os avanços dentro do HAC e isso é fundamental para continuarmos na luta contra o câncer”, disse.

Dados do Setor de Epidemiologia da Secretaria de Saúde revelam que em 2015, 45 mulheres morreram vítima de câncer de mama. Em 2014, 311 casos foram registrados em Petrópolis. O rastreamento da doença é uma estratégia de detecção precoce utilizada em políticas públicas a fim de reduzir a mortalidade. Essas diretrizes visam aprimorar a política de atenção ao câncer, garantindo também que todas as mulheres, independente da idade, com pedido médico, façam o exame. Em Petrópolis, esse atendimento é totalmente gratuito. Postos, Centros e Unidades Básicas de Saúde contam com equipes especializadas no atendimento à mulher. “O câncer de mama é a segunda causa de morte em mulheres, por isso a importância da detecção precoce”, finalizou Marilda.

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo