A próxima prova acontece neste sábado e vale pontos para o ranking de corrida de rua

O calendário esportivo de Petrópolis oferece oito corridas de rua até o final do ano. Neste sábado (29.09), acontece a Petrópolis Night Run, com largada em frente à Câmara Municipal, no Centro, às 21h. São dois percursos: 5 e 10 quilômetros, que seguem em direção ao Bingen após o início da prova. O evento vai contar para o ranking municipal de corredores de rua, criado neste ano pela prefeitura. A próxima prova prevista é a Corrida Master, no dia 21 de outubro, a última que vale para a pontuação dos atletas. O calendário esportivo completo do município, com todos os eventos previstos em 2018, está disponível no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Na última quinta-feira (28.09) o Conselho Municipal de Esportes e Lazer (CMEL) aprovou a inclusão no calendário do Circuito de Corridas de Rua do Bramil, que vai ser realizado em Petrópolis no dia 11 de novembro. A ideia da prefeitura é estimular a participação dos petropolitanos nas provas. Considerado o esporte mais democrático do mundo, a corrida de rua é sinônimo de saúde e bem-estar.

É importante que a população abrace as provas e participe cada vez mais. Neste ano, a Superintendência de Esporte e Lazer criou o ranking municipal dos corredores de rua, com o objetivo de valorizar os atletas de alto rendimento do município e motivar a participação de mais pessoas nos eventos.

Serão premiados os atletas mais bem colocados, buscando estimular a presença nas provas da cidade. O ranking era um pedido antigo dos atletas e dos treinadores, e vai ajudar no fomento da modalidade no município. É importante que todos estejam atentos a  programação.

A corrida é um dos exercícios físicos mais eficientes para quem quer perder peso com saúde. O exercício acelera o metabolismo, fazendo a queima de calorias acontecer mais eficientemente. Dessa maneira, o organismo continua acelerado por mais algumas horas após o término, ou seja, não é só durante a corrida que há queima de gordura. Por isso é tão importante a regularidade da atividade física.

Os benefícios para a saúde são diversos. Existe a melhora da autoestima, melhora a qualidade do sono, além de ativar a circulação sanguínea, diminuindo problemas do coração. A corrida é uma ferramenta importante na prevenção a diversos tipos de doença, e por causa disso, a gente trabalha para que mais pessoas pratiquem a atividade.

Ranking municipal dos corredores de rua

Em janeiro deste ano, o Conselho Municipal de Esportes e Lazer (CMEL) aprovou a criação desse ranking para os atletas que participam das corridas de rua do município. A proposta é valorizar os atletas de alto rendimento da cidade e motivar a participação de mais pessoas nas provas que contam, em média, com mil pessoas. O ranking atualizado está disponível no site da prefeitura.

Provas que valem pontos para o ranking neste ano:

01/05 - Corrida do trabalhador

16/06 - XC Run

22/07 - Etapa Tecno Day do Circuito Desafio

16/09 - Petrópolis-Itaipava

29/09 - Petrópolis Night Run

As academias da Saúde do município vão passar a contar, a partir desta terça-feira (18.09), com as Práticas Integrativas e Complementares de Saúde (PICS), que são procedimentos terapêuticos baseados em conhecimentos tradicionais oferecidos pelo Sistema Único de Saúde. São exemplos destas práticas atividades como yoga, acupuntura, shiatsu e shantala, por exemplo. Estes tratamentos ajudam a melhorar quadro de doenças e dar mais qualidade de vida.

“Estas terapias são bastante conhecidas e ajudam a trabalhar a prevenção à Saúde. Já realizamos este tipo de prevenção fomentando o incentivo à atividade física nas quatro academias da Saúde e, agora, temos este estímulo, promovendo estas práticas integrativas e dando acesso para quem não tem condições de buscá-las em um espaço privado”, disse a secretária de Saúde interina, Fabiola Heck.

Para que as atividades pudessem se tornar realidade nas academias da Saúde, a Secretaria de Saúde assinou um convênio com a Associação Petropolitana de Profissionais de Práticas Integrativas Complementares de Saúde (APPPics). A APPPics vai disponibilizar profissionais para atender as quatro academias com sete práticas: yoga, shiatsu, acupuntura, fitoterapia, florais, shantala e terapia comunitária integrativa.

“A implantação das PICS no município vem ao encontro de um desejo, tanto da população, que nas duas últimas conferências municipais de Saúde já incluíram na pauta a implementação e integração destas práticas na rede pública, como do ex-secretário Silmar Fortes, que, quando vereador, já havia criado um grupo para discutir as formas como iríamos implantar as PICS em Petrópolis. Com a assinatura deste convênio, de fato, a APPPics vai poder oferecer para a população as sete práticas integrativas”, disse o presidente da APPPics, Jorge Ponce.

A primeira Academia a contar com o serviço vai ser a do Vale do Carangola. As inscrições estão abertas. Para participar, basta procurar a unidade, com documentos pessoais (RG ou CPF). Na quarta, os trabalhos vão ter início na Academia da Saúde do Castelo São Manoel. As práticas são totalmente gratuitas.

“A ideia é que, com a implantação destas práticas na rede pública, a gente consiga fazer um trabalho de caráter de prevenção de doenças, de promoção da Saúde, focalizando a ideia de “cuidado de si”, que consideramos um aprendizado fundamental. Todos estamos muito satisfeitos. Esta implantação transforma o município numa vanguarda em termos de estado, pois é a única cidade do estado a disponibilizar sete práticas integrativas em sua rede pública”, completou Ponce.

O município conta com quatro academias da Saúde. Além do Vale do Carangola e Castelo São Manoel, há, ainda, as unidades do Parque Cremerie e do Parque Municipal de Itaipava. Atualmente, cerca de 200 pessoas são atendidas com aulas de ginástica, alongamento, karatê, capoeira e zumba, entre outras atividades.

Colégio São Tomás de Aquino conquista o troféu em quatro das cinco categorias

Foram três dias de jogos, 27 partidas realizadas e muitos gols: terminou nesta quinta-feira (06.09) a disputa da segunda fase do futebol de campo dos Jogos Estudantis Unificados de Petrópolis (JEUPs). Nas categorias sub-13 e 15 masculino, o vencedor foi o Colégio São Tomás de Aquino. No 18, o título ficou com CIEP Cândido Portinari. Entre as meninas, não houve disputa na sub-13, já que apenas uma escola se inscreveu na categoria. No sub-15 e 18, a vitória também ficou com as equipes do Colégio São Tomás de Aquino.

Neste ano, a prefeitura estima que mais de dois mil alunos participem dos jogos. São 44 instituições participantes, três a mais que em 2017, quando 41 disputaram os jogos. Em 2016, havia sido apenas 19 inscritos na competição. Os jogos estudantis são fundamentais no fomento ao esporte entre os jovens.

O investimento da prefeitura nos jogos estudantis é uma demonstração de que acredita no potencial dos jovens. A Superintendência de Esporte e Lazer está trabalhando para oferecer mais tempo e espaços para os jovens praticarem atividades físicas na cidade, começando pelas crianças e adolescentes. As tabelas com os jogos de todas as modalidades disputadas estão disponíveis no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Após os jogos de futebol de campo, o 32° Batalhão de Infantaria Leve/Batalhão Dom Pedro II, na Vila Militar, recebe o atletismo e o judô nos dias 11 e 12 de setembro. No dia 13, começam os jogos de handebol. Ao todo são nove modalidades, sendo quatro coletivas: futebol de campo, futsal, basquete e vôlei; e quatro individuais: tênis de mesa, xadrez, judô e atletismo.

A comissão organizadora dos JEUPs, composta por professores de educação física que trabalham em escolas participantes, está priorizando as partidas das modalidades coletivas aos finais de semana com o objetivo de garantir a presença dos pais nas partidas. No ano passado, a fórmula funcionou e os ginásios utilizados na competição ficaram lotados.

É uma forma de incentivar a prática esportiva desde cedo. O esporte é uma ferramenta importante na prevenção de doenças, garantindo mais saúde e bem-estar. É importante a participação dos pais, motivando os filhos a participarem dos jogos. As escolas também estão aderindo a proposta de aumentar o número de jovens nas modalidades em disputa.

Trabalho é feito dentro do programa “Novo Campinho” e é apoiado pela prefeitura

A quadra esportiva do Chácara Flora começou a ser reformada nesta segunda-feira (24.09). O local vai ganhar grama sintética, novo alambrado, iluminação e banco de reservas. O trabalho é feito pelo programa “Novo Campinho”, da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer, em parceria com a Ambev e tem apoio da prefeitura.

Essa quadra é utilizada para jogos e campeonatos na comunidade. Em julho, por exemplo, o Festival das Comunidades passou pelo local com jogos, brincadeiras e dois torneios de futebol (categorias sub-13 e sub-15), que reuniram mais de 60 crianças e adolescentes do bairro e de localidades próximas, como Alto da Serra, Sargento Boening e Vila Felipe.

Com essa reforma, mais uma quadra da cidade passa por melhorias. Petrópolis já tem recursos federais para reformas em mais 10 quadras em comunidades e está com obras em andamento na Posse. Esses trabalhos são fundamentais para desenvolver o esporte da cidade, porque vão proporcionar locais mais adequados para a disputa de jogos e competições entre os próprios moradores.

Hoje, a quadra é terra batida. Por isso, está sendo feito contrapiso para receber o gramado sintético. Ela quase 40 metros de cumprimento por 20 metros de largura, o tamanho máximo de uma quadra oficial. O alambrado já começou a ser removido para instalação de novas telas. A previsão é de que tudo fique pronto até o fim de outubro.

Parte da mão de obra utilizada é de moradores da própria comunidade. É o caso de Vanil Borges, que vive no Chácara Flora há mais de 30 anos e destaca que, além dos frequentadores da quadra, também haverá outros beneficiados com essa reforma.

“Como a quadra é terra, sempre tinha muita poeira. Então as crianças sempre ficavam sujas, as casas próximas também. Esse é um trabalho que nunca teve desde que eu moro aqui, é a melhor coisa que poderia ter para todo mundo”, disse o morador.

Petrópolis tem quase 50 quadras em comunidades. Em Cascatinha, Taquara, Bairro da Glória, Madame Machado, Amazonas, Carangola, Comunidade Oswaldo Cruz, Vila Rica, Comunidade Alemão e Vila São José, serão feitas reformas em piso, vestiário, troca de telas até a construção de coberturas. Outra que já está em andamento é na quadra que fica ao lado do Centro de Esportes Unificado (CEU) da Posse. Além cobertura com telhas de alumínio e grama sintética, ainda serão feitos sistema de drenagem, calçamento e jardinagem na área externa, com instalação de bancos e brinquedos para criar uma área de lazer, arquibancada de alvenaria, gradil de proteção entre a área de jogo e a torcida, alambrado com portão.

Aulas são realizadas na Fábrica do Saber e atendem crianças e adolescentes dos oito até 18 anos

Existem vagas para todas as categorias

A escolinha de basquete do Flamengo em Petrópolis está com 30 vagas gratuitas para novos alunos. As aulas atendem crianças e adolescentes, de oito até 18 anos, todas às quartas e sextas-feiras no Centro Esportivo da Escola Municipal Fábrica do Saber, na Estrada da Saudade. As inscrições podem ser realizadas presencialmente na sede da Superintendência de Esportes e Lazer, que fica na Praça Visconde de Mauá, no Centro, no horário das aulas na Fábrica do Saber, ou através do telefone: (24) 2233-1218.

As aulas atendem mais de 100 jovens da cidade com carga horária de 12 horas semanais. Além do treinamento, os alunos inscritos contam com palestras dos jogadores profissionais do Flamengo, membros da comissão técnica, além de assistirem jogos do rubro-negro no Novo Basquete Brasil (NBB). A proposta da escolinha é oferecer o máximo de vivência na modalidade para os jovens atletas.

A escolinha em Petrópolis é uma parceria da prefeitura com o time carioca e a Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude. O objetivo é proporcionar a prática esportiva para os jovens, além de ser uma oportunidade para a descoberta de novos talentos.

É uma honra para a cidade contar com uma escolinha do Flamengo. O núcleo é uma ferramenta importante no fomento à prática esportiva no município. O trabalho da prefeitura busca oferecer as mais diversas modalidades nos bairros da cidade, atendendo todas as idades. A ideia principal é que os jovens da cidade pratiquem algum esporte, prevenindo doenças, garantindo mais saúde e qualidade de vida.

O Flamengo acompanha o desenvolvimento e a evolução dos alunos, além de disponibilizar o suporte necessário para os treinamentos, como uniforme, bolas e o lanche após a atividade. O rubro-negro enxerga em Petrópolis a possibilidade de encontrar novos talentos para o time de basquete.

O treinador da escolinha, José Augusto Leal, destaca a importância da atividade no desenvolvimento das crianças e dos adolescentes. "O esporte é uma ferramenta importante na vida dos jovens. Aprendem sobre disciplina, respeito ao próximo, além de ser oportunidade de se tornarem atleta profissional. O basquete é uma modalidade que está ganhando mais espaço em todo o país, então a procura pela escolinha também está grande", explicou.

A prefeitura também mantém em aberto as inscrições para as atividades do programa Agita Petrópolis. As atividades acontecem em 13 bairros da cidade, atendendo regularmente cerca de duas mil pessoas com aulas de ginástica, alongamento, dança, e modalidades esportivas coletivas.

Hoje o município oferece uma série de atividades para a população e seguimos trabalhando para aumentar cada vez mais. Por determinação do prefeito Bernardo Rossi, vamos manter a população da cidade mais ativa, promovendo mais saúde e bem-estar.

Evento acontece no Sesc Quitandinha e vai premiar as escolas que participaram do JEMs e do JEUPs

A festa de encerramento e a entrega da premiação dos Jogos Estudantis acontece nesta quarta-feira (17.10) no Sesc Quitandinha. Pela manhã, às 10h, serão entregues 979 medalhas e 36 troféus para as 21 escolas participantes do Jogos Estudantis Municipais (JEMs). À tarde, a partir das 16h, será a vez das 44 instituições que disputaram o Jogos Estudantis Unificados de Petrópolis (JEUPs). São mais 2.215 medalhas e outros 55 troféus para os alunos e colégios. A cerimônia é uma novidade implementada no ano passado pela Superintendência de Esportes e Lazer, com o objetivo de integrar as escolas participantes dos jogos.

Somando as duas competições, foram realizadas cerca de 400 horas de atividades com os alunos. Os números demonstram a preocupação da prefeitura em proporcionar mais saúde e qualidade de vida para os estudantes da cidade, abrindo mais espaço para que os jovens mostrem seus talentos. Ferramenta na prevenção de doenças, o esporte também é uma forma de transformar a realidade das crianças e dos adolescentes. Por conta disso, a ideia é que mais escolas e alunos participem dos jogos no ano que vem.

No ano passado a festa de encerramento do JEUPs lotou o Theatro D. Pedro. Por solicitação das escolas que participaram do JEMs, a entrega da premiação foi realizada de maneira individual, em cada instituição. A ideia desse ano é aumentar a interação entre os colégios e os alunos.

É preciso inserir os jovens nas mais diversas modalidades esportivas, contribuindo com a saúde, bem-estar, além de contribuir no desenvolvimento individual de cada um. A cerimônia é uma maneira de aumentar a interação entre os alunos, além de ser uma boa oportunidade para os pais estarem presentes em um dia muito especial para esses jovens.

No JEMS foram oito esportivas em disputa, sendo cinco coletivas: basquete, futebol de campo, futsal, handebol e vôlei - e três individuais - tênis de mesa, xadrez e atletismo. Os jogos aconteceram em duas categorias: sub-13 e 15. Já o JEUPs teve uma modalidade a mais, que foi o atletismo, além de agregar na disputa os alunos também na categoria sub-18.

Cada vez mais as escolas estão aderindo a nossa proposta de inserir os jovens nos jogos estudantis. A prefeitura determinou que a gente aumentasse a oferta de atividades físicas para as crianças e adolescentes da nossa cidade e os jogos são fundamentais neste sentido.

Evento de encerramento do JEDs também foi um sucesso

Em junho, a prefeitura entregou 612 medalhas e 11 troféus no evento de encerramento da 3ª edição dos Jogos Estudantis dos Distritos (JEDS). Meninos e meninas participaram de 130 jogos em sete modalidades diferentes nas categorias sub-13 e 15. A cerimônia de encerramento foi realizada no Sesc de Nogueira.

Participaram da edição desse ano 612 alunos das escolas municipais: Celina Schechner, Municipalizada Moysés Furtado Bravo, Augusto Pugnaloni, Municipalizada Santa Terezinha, Amélia Antunes, Theodoro Machado, Dr. Paula Buarque, Monsenhor João de Deus, Beatriz Zaleski, Barros Franco e Liceu São José de Itaipava.

Corrêas conquista o título no campo nas categorias sub-11 e também no 13

Clube havia conquistado também no sub-17 de futsal

Duas finais no futebol de campo definiram os últimos vencedores do primeiro semestre dos campeonatos municipais, em partidas realizadas no domingo (26.08). Na categoria sub-11, o Corrêas venceu por 2 a 0 o Carangola e ficou o título. No 13, o Corrêas novamente levou a melhor ao bater o Laginha por 2 a 1. Em seis meses de disputa, foram realizados 220 jogos de futsal e futebol em cinco categorias diferentes, reunindo mais de 500 crianças e adolescentes. As competições são organizadas pela Liga Petropolitana de Desportos (LPD) e contam com o apoio da prefeitura, através da Superintendência de Esportes e Lazer.

A outra categoria em disputa no futebol de campo neste semestre foi o sub-20, em que o Carangola venceu nos pênaltis o Boa Esperança por 4 a 3, após o empate no tempo normal por 1 a 1.A partida colocou frente a frente os dois melhores times da primeira fase da competição e uma rivalidade que já vinha desde ano passado, quando as equipes se encontraram também na decisão e, naquela oportunidade, o Boa venceu e faturou o caneco.

Já no futsal, o Palmeira conquistou de maneira invicta o bicampeonato do sub-15, após vencer o Serrano na final por 7 a 6. O tricolor do Itamarati, comandada por Tiago Coutinho, havia terminado a primeira com sete vitórias e um empate e confirmou o favoritismo no final da competição. No 15, o Palmeira também chegou na decisão, mas quem levantou o troféu foi o Corrêas, com uma vitória por 9 a 4. Na fase classificatória, a equipe campeã venceu todos os 10 jogos.

Investimento da prefeitura no campeonato municipal aconteceu também no ano passado

No ano passado, a prefeitura garantiu o pagamento da taxa de arbitragem das competições, no valor de R$ 58 mil e também as medalhas para os atletas, com o investimento de R$ 2.250,00. As dívidas da outra gestão também foram sanadas, no valor de R$ 63.168,00. O investimento garantiu que 980 atletas participassem dos jogos.

O apoio tem o objetivo de fortalecer os clubes da cidade, que são a porta de entrada para muitas crianças e adolescentes. Quem ganha com isso é a população da cidade, com os jovens das comunidades recebendo a oportunidade de jogar e mostrar o seu potencial.

É importante ressaltar que são quase mil atletas somando os dois torneios. O número é muito significativo e que comprova que a prefeitura busca que todos tenham acesso ao esporte na nossa cidade, começando pelas crianças e adolescentes.

Seis profissionais renomados do país palestram sobre o desenvolvimento da modalidade

Voltado para professores de educação física, evento vai contribuir na formação destes profissionais

Nesta quinta-feira (30.08) será realizado o I Meeting Serrano de Futsal no Centro de Cultura Raul de Leoni. O evento conta com palestras sobre treinamento e performance, conceitos de jogo, experiências dentro e fora das quadras e gestão e estrutura da modalidade no país, com seis renomados profissionais do esporte. São 110 professores de educação física da cidade inscritos para participar da programação. O I Meeting Serrano de Futsal conta com o apoio da prefeitura, através da Superintendência de Esportes e Lazer, fazendo parte do calendário esportivo da cidade.

O treinador do Minas, Peri Fuentes, apresentando o case de sucesso do clube mineiro, abre a atividade. Na sequência, Marco Bruno, do Vasco da Gama, vai palestrar sobre gestão de estruturas de futsal. O técnico Zé Ricardo, do futebol profissional do Botafogo, encerra o ciclo da manhã com uma apresentação sobre futsal e futebol. Após o almoço, acontecem as palestras com o professor da Universidade Estácio de Sá, Sávio Badinni, Sandrinho Falcetta, ex-jogador da seleção brasileira de futsal, e com o treinador Miltinho Ziller.

“A ideia é promover um grande encontro de nomes consagrados do futsal no país com os profissionais da nossa cidade, que também são bem preparados. São pessoas muito qualificadas que vão passar um pouco do que já vivenciaram dentro do esporte. É importante a troca de experiências, já que o futsal é um esporte que está em constante evolução”, explica José Augusto Leal, organizador do evento, que é professor de educação física e por oito anos fez parte da comissão técnica do extinto Petrópolis Esporte Clube (PEC).

O apoio da prefeitura tem o objetivo de qualificar e preparar os profissionais e estudantes de educação física. Será mais uma oportunidade gratuita de desenvolvimento e evolução de treinadores e auxiliares da cidade. No futsal, mais de 500 crianças e adolescentes disputam o campeonato municipal. 

O desenvolvimento dos profissionais garante que os jovens sejam orientados da melhor maneira possível e desenvolvam sua capacidade. É importante também para os clubes da cidade, que ganham com a evolução de toda comissão técnica. Será um dia de troca de experiências para os profissionais.

Desde o ano passado, graças a uma parceria com a prefeitura, o Conselho Regional de Educação Física (CREF1) ofereceu cursos de capacitação e atualização na cidade. Além disso, o movimento Olimpíadas Especiais do Brasil trouxe uma capacitação dos estudantes e professores para atuarem com pessoas com deficiência intelectual. A ideia é que os profissionais estejam sempre atualizados para oferecer um melhor atendimento para a população.

O objetivo da prefeitura é proporcionar oportunidades para o contínuo desenvolvimento profissional da categoria. O trabalho de desenvolvimento e capacitação dos professores de educação física é importante para o município como um todo, contribuindo para um melhor atendimento aos praticantes de atividades físicas.

Modalidade é a última a ser disputada na programação dos jogos estudantis

Partidas serão realizadas no Centro Esportivo da Escola Municipal Fábrica do Saber

Os jogos de basquete da fase final do Jogos Estudantis Unificados de Petrópolis (JEUPs) começam nesta sexta-feira (28.09) no Centro Esportivo da Escola Municipal Fábrica do Saber. Até o próximo domingo, acontecem 31 partidas que definem os vencedores nas três categorias: sub-13, 15 e 18. A modalidade será a última disputada na programação do JEUPs deste ano. O encerramento da competição, com a entrega da premiação aos atletas e escolas participantes, acontece no dia 17 de outubro no Sesc Quitandinha às 16h.

Na sexta, acontecem os jogos classificatórios da categoria sub-18 masculina. A primeira partida será entre Bom Jesus Canarinhos e Colégio Koeler às 15h. No sábado, acontece a disputa do sub-13 e 15 masculino e 15 e 18 feminino, começando às 8h. O domingo será repleto de decisões, com seis jogos valendo o título em cada categoria.

A prefeitura determinou que a Superintendência de Esporte e Lazer aumentasse a oferta de atividades físicas para as crianças e adolescentes da cidade. Os jogos estudantis são parte fundamental nessa ideia. As escolas também estão aderindo a proposta de aumentar o número de jovens nas modalidades em disputa, oferecendo a competição em duas fases, garantindo que os estudantes se mantenham ativos.

A prefeitura estima que mais de dois mil alunos participem dos JEUPs em 2018. São 44 instituições participantes neste ano, três a mais que em 2017, quando 41 disputaram os jogos. Em 2016, haviam sido apenas 19 inscritos na competição. Ao todo são nove modalidades, sendo cinco coletivas: handebol, futebol de campo, futsal, basquete e vôlei; e quatro individuais: tênis de mesa, xadrez, judô e atletismo.

A comissão organizadora dos JEUPs priorizou as partidas nos fins de semana na segunda fase da competição, com o objetivo de garantir a presença dos pais nas partidas. No ano passado, a fórmula já havia funcionado e os ginásios utilizados na competição ficaram lotados.

A Superintendência de Esporte e Lazer trabalha sempre para que a competição seja ainda mais organizada, sempre com boas novidades, proporcionando mais saúde e qualidade de vida. A pasta vai trabalhar para que mais escolas participem no ano que vem, com ainda mais alunos participando do JEUPs. E espera que no domingo os pais estejam presentes na Fábrica do Saber para comemorar com seus filhos.

O encerramento do JEUPs acontece em grande estilo: no teatro mecanizado do Sesc Quitandinha, no dia 17 de outubro, a partir das 16h. Além da entrega das medalhas e dos troféus para as escolas vencedoras, um show de abertura promete animar os estudantes que participaram dos jogos. Um certificado pelos resultados obtidos também será entregue aos alunos neste dia.

A prefeitura e a Liga Petropolitana de Desportos (LPD) também são parceiras no Campeonato Municipal de Vôlei na categoria adulto, que começou no último domingo (07.07) no Centro Esportivo da Escola Municipal Fábrica do Saber. São seis clubes disputando a competição no feminino e cinco no masculino, reunindo cerca de 120 atletas da modalidade. A cooperação já acontece desde o início da gestão nos torneios de futsal e de futebol de campo nas categorias de base.

O incentivo ao esporte é uma das marcas da gestão. A LPD faz um grande trabalho e a prefeitura ampliou essa parceria também para o vôlei. "Esse apoio da prefeitura é fundamental para que a competição esteja ainda mais fortalecida", completa Geraldo Barros, presidente da Liga.

Após os jogos no fim de semana, Laginha, Corrêas e Vera Cruz lideram a competição no feminino com três pontos. Palmeira, Serrano e Internacional ainda não pontuaram. Já entre os homens, Magnólia e Internacional estão empatados em primeiro lugar com três pontos, enquanto Laginha e Corrêas têm 0. O Palmeira folgou e fará a estreia na próxima rodada, que acontece no dia 18 de agosto, em local ainda a ser definido.

Em agosto, terá início o Campeonato Municipal de futebol de campo e de futsal. A parceria com a LPD é fundamental no fomento ao esporte, principalmente, entre os mais jovens. O apoio da prefeitura também tem o objetivo de fortalecer os clubes da cidade.

A Superintendência de Esporte e Lazer segue apoiando as competições nas categorias sub-9, 11 e 13, justamente para incentivar as crianças e adolescentes na prática esportiva. Os campeonatos municipais envolvem quase mil jovens, e agora, com o vôlei, ainda mais pessoas são atingidas.

Pagina 1 de 88

Notícias por data

« Julho 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31        

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP