A Prefeitura iniciou na semana passada o projeto Outubro nas Escolas, com o objetivo de integrar todos os profissionais da rede municipal de educação. As primeiras escolas municipais visitadas foram Monsenhor João de Deus, em Pedro do Rio (8/10) e Alto Independência (9/10). Os encontros contaram com palestras do professor Murilo Guerra, sobre motivação e inovação para cerca de 800 funcionários.  

O projeto vai promover dez encontros em instituições centrais para cada região da cidade. Dessa forma, todas as 180 escolas da rede municipal serão atendidas. “A proposta é tornar a Secretaria mais próxima das escolas. Nas reuniões, apresentamos todas as iniciativas do governo Rubens Bomtempo nesses nove meses e também todos os projetos a serem desenvolvidos até 2014. Queremos estreitar os laços da administração pública com os profissionais da educação”, afirmou a secretária de Educação, Mônica Freitas.

Durante as reuniões foram abordados temas como pedagogia, administração pública, concursos, rendimento escolar e proatividade.  “Estaremos, durante todo este mês, nos reunindo com os profissionais de todas as escolas e Centros de Educação Infantil (CEIs). Estamos integrando todas as equipes, desde o zelador até as diretoras, ouvindo as sugestões e apresentando quais investimentos têm sido feitos na Educação”, explicou a secretária.  

Para a diretora da Escola Municipal Monsenhor João de Deus, Maria Inês Alves, o encontro foi proveitoso e esclarecedor. “Com certeza, fortaleceu a aproximação da secretaria com os profissionais que participaram da reunião. O interessante é que ajudou a integrar as equipes de todas as escolas da região”, disse. A diretora da Escola Municipal Alto Independência, Ana Paula Espinheira, também aprovou a iniciativa: “O Outubro nas Escolas está trazendo a possibilidade de um contato direto com os gestores da rede”, afirmou. A próxima reunião será realizada no dia 16/10, na Escola Municipal Dr. Rubens de Castro Bomtempo (Alto da Serra), às 13h.

Frango, filé de merluza e filé de cação. Esses são os itens proteína que abastecem esta semana a Escola Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio. Nesta terça-feira (22.05) representantes da Secretaria de Educação estiveram no local para conferir a confecção da merenda escolar.

Os integrantes do CAE – Conselho de Alimentação Escolar também visitaram a escola e vistoriaram estoques e geladeiras. Durante a visita, o secretário de Educação afirmou que uma nutricionista vai orientar as cozinheiras da escola. “Uma nutricionista do Núcleo de Alimentação Escolar vai ficar durante uma semana no Liceu para orientar os funcionários com relação ao mapa da merenda, que informa a quantidade necessária de cada gênero alimentício para o período de um mês, e o correto descongelamento das carnes”, explicou.

“As merendeiras serão orientadas sobre as refeições, armazenamento dos alimentos, descongelamento correto das carnes e a importância da proteína no cardápio diário”, afirma a nutricionista Érica de Araújo.

Na ocasião, o diretor do Liceu Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio, Hélio Werneck, ressaltou que a alimentação oferecida na escola é diversificada. “O boato de que os alunos estão sempre comendo arroz com feijão é isso, um boato. Estamos em contato com a Secretaria de Educação, sempre buscando o melhor atendimento para os nossos alunos”.

A secretaria de Educação nomeou uma equipe de onze professores da rede municipal de ensino das áreas de Português, Matemática, História e Geografia de Petrópolis para o desenvolvimento dos trabalhos da Maratona Escolar 2014. O projeto, que acontece desde 1952, incentiva o estudante a conhecer a história e a geografia do município, promover a produção literária e o conhecimento da língua portuguesa e da matemática. Este ano as provas acontecem em setembro.

O grupo formado também inclui uma comissão coordenadora e ainda um professor responsável por todo o processo. Os nomeados, por meio de uma resolução publicada no Diário Oficial do Município, vão trabalhar na elaboração e correção das provas.

Mais de 800 estudantes do 5º ao 9º ano de escolas públicas e privadas vão participar desta edição. As provas para o 5º ano acontecem no dia 12 de setembro. No dia 13 de setembro serão as provas para os alunos do 9º ano, ambas no Liceu Municipal Professor Cordolino Ambrósio. A premiação está marcada para o dia 30 de setembro na Universidade Católica de Petrópolis (Campus Benjamin Constant).

A secretária de Educação, Mônica Freitas, foi eleita coordenadora regional da União dos Dirigentes Municipais de Educação do Estado do Rio (Undime-RJ) na Região Serrana. Pelos próximos dois anos, ela representará secretários de Educação de 18 municípios junto à direção estadual do Undime. A proposta da entidade é debater políticas públicas de educação para os municípios e promover a formação desses dirigentes municipais.

“Fico feliz com essa eleição, que foi por unanimidade, porque representa um reconhecimento ao trabalho que temos feito em Petrópolis. Como coordenadora, poderei promoverei a troca de experiências na Região Serrana sobre boas práticas de gestão da educação nos municípios. Farei essa ponte junto à direção estadual da Undime, da qual faço parte, para que, juntos, possamos conquistar avanços para a educação”, disse Mônica Freitas.

A eleição foi no Rio de Janeiro, em abril, durante o Fórum Estadual da Undime. Ainda em maio, Petrópolis vai promover um encontro entre os secretários da Região Serrana, para que em junho a secretária Mônica Freitas leve o que foi discutido para a reunião da direção estadual.

Após dez dias de trabalho, a Secretaria de Educação finalizou nessa sexta-feira (26.05) a reforma no telhado da Escola Municipal Abelardo de Lamare, no Caxambu. O muro do Centro de Educação Infantil Romano Canavese, no Independência, também foi reconstruído. 

A E.M Abelardo de Lamare sofria com infiltrações ocasionadas pelo estado precário das telhas desde 2014. Por causa da falta de conserto, a parte elétrica da escola foi danificada e precisou ser refeita. 

A E.M Abelardo de Lamare tem 211 alunos e atende da educação infantil até o 9º anos do ensino fundamental. “Agora o telhado ficou ótimo. Estamos felizes”, disse a diretora Neide Gebrail. 

Já o CEI Romano Canavese teve o muro destruído após uma forte chuva em março. Além da reforma, a Secretaria de Educação implantou um sistema de drenagem com o objetivo de evitar que a água da chuva provoque estragos no muro.  O CEI Romano Canavese atende 76 crianças do berçário até o 5º período da Educação.

Famílias estão sendo contatadas por telefone.

O setor de matrícula da secretaria de Educação estará realizando, no período de 17 de abril até o dia 17 de maio, a atualização do cadastro de espera para vagas em Centros de Educação Infantil. O serviço será feito apenas por telefone. Vale destacar que a colocação das crianças na fila será mantida, apenas os dados cadastrais serão atualizados.

Os funcionários do setor ligarão para os pais e responsáveis para atualizar as informações necessárias, confirmando a permanência na fila de espera do CEI específico.

“O objetivo desse recadastramento é indicar a veracidade do número real de crianças que estão à espera de vagas. É uma forma mais transparente de mostrar como o trabalho está sendo feito, disse Tânia Maltez, diretora do setor de matrículas.

Ainda de acordo com Tânia, a equipe está realizando cerca de 140 ligações por dia para o cumprimento da meta.

A lista atual de espera estará no site da prefeitura na segunda-feira

A partir da próxima segunda-feira (17.04), a listagem de espera existente  será publicada no site da prefeitura de Petrópolis (www.petropolis.rj.gov.br). A lista contará com o nome completo da criança, faixa etária, unidade de preferência e bairro, além da data de inscrição.

“O grande número de crianças na fila de espera é resultado da falta de investimentos no setor educacional nos últimos doze anos. Ainda assim, nos primeiros meses de atuação conseguimos atender 406 crianças e assegurar o direito da vaga na rede municipal”, explicou o prefeito Bernardo Rossi.

A lista será atualizada periodicamente, atendendo a uma recomendação do Ministério Público Estadual. “Tudo está sendo planejado de acordo com as leis que defendem os diretos das crianças. Dessa forma os pais poderão acompanhar a lista pelo site, não precisando se deslocar até a secretaria de Educação. É uma forma transparente de mostrar como o trabalho é elaborado”, completou Anderson Juliano.

Atualmente, o número de crianças que estão à espera de uma vaga em CEIs é de 2.776 crianças. Em janeiro, o número era de 3.182 crianças, ou seja, mais de 400 crianças foram atendidas através de logística e adaptação de espaços.

A Secretaria Municipal de Educação inscreve até sexta-feira, dia 25 de julho, candidatos a sete vagas no Conselho Municipal de Acompanhamento e Controle Social do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). A chamada tem como objetivo o preenchimento das cadeiras sem representação atualmente. Os interessados em participar do processo eleitoral devem se inscrever na Casa da Educação Visconde de Mauá, na Praça da Confluência, número 3, no centro.
 
Há vagas para suplente do representante de diretores das escolas públicas; para titular e suplente do representante de estudantes da Educação Básica pública; para suplente do representante de estudantes indicado pela entidade de estudantes secundaristas; para dois suplentes do representante de pais de alunos da Educação Básica Pública e para um titular do representante de professores.
 
As eleições, conforme prevê a resolução número 8 de 23 de maio de 2014, publicada no Diário Oficial do dia 9 de julho, serão realizadas no dia 28, das 9h às 14h, na Casa de Educação Visconde de Mauá. O mandato deste grupo termina no dia 27 de maio de 2015. 

O Departamento de Obras da Secretaria de Educação iniciou nessa quarta-feira (28.08) uma obra na EM Celina Schechner, localizada em Itaipava. O portão de entrada da unidade escolar está sendo transferido de lugar, com uma nova entrada para os alunos. A entrada da escola ficou alagada na noite da última segunda-feira (26.02) por causa da forte chuva que caiu na região.  Não houve perdas materiais e as aulas acontecem normalmente. O local foi limpo pela manhã cedo. O alagamento é proveniente de um desnível na rua e já houve relatos de problemas semelhantes em 2016.
 
A EM Celina Schechner atende 307 alunos, matriculados do 4º período da educação infantil até o 9º ano do ensino fundamental. Além da mudança de lugar do portão principal, nessa terça-feira foi feita a limpeza do terreno. No local, um desnível foi corrigido com a colocação de pedras, o que vai evitar que a água chegue à varanda da escola.
 
“Assim que a Secretaria de Educação foi informada sobre o alagamento, uma equipe se dirigiu à escola. Essa obra que está sendo feita evita que, em caso de chuva forte, a água entre na escola”, disse a secretária de Educação Interina,
 
Samea
 
Ázara.
 
Durante essa semana, a equipe da Secretaria de Educação ainda vai realizar a troca das telhas da casa anexa à escola, onde funciona uma sala de apoio da instituição. Em janeiro desse ano a secretaria fez a reforma no telhado da escola e direção da unidade escolar realizou a pintura interna da escola e foi feita uma reforma no telhado do refeitório. 
 
No terreno, há uma obra de ampliação da unidade escolar que foi paralisada pelo governo passado. A obra foi iniciada em maio de 2016 e paralisada em setembro do mesmo ano. Em março de 2017 a Secretaria de Educação entrou em contato com a empresa que era a responsável pela obra para viabilizar a retomada dos trabalhos, mas, a empresa não se interessou em continuar a reforma. A segunda colocada no processo licitatório foi convocada para dar continuidade ao projeto e os documentos necessários para a retomada das obras nesse ano estão em andamento.

Prorrogação da parceria com a instituição foi conquistada a partir de decisão judicial

A Secretaria de Educação continuará com a parceria com o Colégio Anglicano de Araras. O pedido de prorrogação do convênio foi solicitado à Vara da Infância e Juventude com anuência do Ministério Público. De acordo com a decisão, revelada durante uma audiência nesta quinta-feira (02.08), o juiz da Vara da Infância e Adolescência, Alexandre Teixeira, e a Secretaria de Educação continuará a parceria com a instituição de ensino até dezembro de 2018.

“Para garantir o atendimento dos alunos, a Secretaria de Educação solicitou a prorrogação do contrato, através da interveniência do Ministério Público e Vara da Infância e Juventude. A unidade é importante para a comunidade, diante da quantidade de alunos e todos os esforços foram feitos para que as aulas fossem mantidas e o ano letivo assegurado”, explica a secretária de Educação, Samea Ázara.

No final de ano ocorrerá um novo chamamento público para firmar parcerias com o município e a expectativa é de que o Anglicano participe do chamamento. 

Parceria foi pedida judicialmente para garantir as aulas

Em 19 de maio de 2017, a Secretaria de Educação publicou no Diário Oficial um chamamento público na modalidade termo de colaboração para o atendimento de alunos da Rede Pública Municipal, obedecendo à Lei federal 13.019 de 2014, bem como o decreto municipal 064/17, que estabelece novas regras para a efetivação de parcerias.

A proposta apresentada pela direção do Colégio Anglicano de Araras não obedeceu às diretrizes estabelecidas pelo chamamento – o valor per capita solicitado por aluno era muito maior do que o município paga às demais unidades parceiras do município, o que inviabilizou a renovação com o Colégio Anglicano de Araras.

Mas, para não prejudicar os alunos da rede pública que são atendidos na unidade, a Secretaria de Educação assinou um termo de parceria com o Colégio Anglicano – no dia 2 de fevereiro de 2018 - conforme decisão judicial proferida pela Vara da Infância e Juventude, com a interveniência do Ministério Público. O termo de parceria tinha vigência até o dia 31 de julho e agora está renovado.

Pintura, adequações nos banheiros infantis e colocação de telas de segurança. Essas são algumas melhorias que estão sendo realizadas pela Secretaria de Educação no CEI Primeira Infância, localizado na Rua Buarque de Macedo, no Centro Histórico. Nesse ano, o espaço atenderá 60 crianças, matriculadas na educação infantil, do 2º ao 5º período.

Essa é mais uma escola que está recebendo melhorias antes do início do ano letivo. O investimento em reformas nesse mês será de R$ 300 mil em 20 unidades escolares. Aos poucos, a cidade vai conseguir realizar as melhorias necessárias na rede municipal de Educação.

Além da pintura e adequações nos banheiros, a obra inclui a reforma completa da parte elétrica e do telhado, para acabar com os problemas de infiltração.

Nesse início de ano, 20 escolas serão contempladas com reformas. Os espaços serão preparados para atender 3.770 alunos no início do ano letivo, marcado para começar no dia 5 fevereiro. A previsão é de que R$ 2,5 milhões que estão previstos no orçamento sejam utilizados para grandes obras em outras 20 escolas ao longo do ano. Em 2017, mesmo com as dificuldades orçamentárias, a Secretaria de Educação promoveu reformas em 19 escolas, com o uso de R$ 150 mil.

As obras nas demais unidades escolares como EM Geraldo Ventura Dias, EM Herminia Matheus (que vai virar Centro de Educação Infantil) e EM Ana Mohammad começarão nos próximos dias.

Notícias por data

« Junho 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP