A 2ª Conferência Municipal de Cultura, que levou cerca de 200 pessoas ao Theatro Dom Pedro no último sábado (10/08), discutiu os desafios do Sistema Nacional de Cultura e contou com a presença de representantes de vários segmentos da sociedade civil e do poder público. Segundo o presidente da Fundação de Cultura e Turismo, Juvenil Santos, que representou o prefeito Rubens Bomtempo, a ideia da conferência é fomentar as ações culturais que o setor público promove e incentivar as ações dos grupos locais. “Desejamos ampliar o diálogo entre governo e sociedade, alcançando mais integração em projetos comuns e aumentar a participação da população nas decisões de governo”, afirmou. Uma segunda etapa de discussões aconteceu na segunda-feira (12/08), às 18 horas no Centro de Cultura Raul de Leoni.

Os debates abrangeram quatro eixos temáticos. Por orientação do Ministério da Cultura, foram abordadas propostas para traçar diretrizes que norteiem as políticas culturais dos governos municipal, estadual e nacional. O presidente do Conselho Municipal de Cultura (CMC), Leonardo Randolfo, destacou a importância da participação popular e falou sobre a Lei Municipal de Cultura. Para o diretor de Cultura da Fundação, Cláudio Gomide, o evento de sábado atingiu o objetivo. “Tivemos muitas propostas e proposições e os debates aconteceram de forma democrática e consistente”, resumiu.

Para a estudante de produção cultural Lívia Muniz, os debates são importantes para todos, poder público e sociedade civil. “Eu acredito no potencial criativo da cidade. É necessário que a classe artística e a gestão pública façam uma ponte de mão dupla na qual se possa ouvir e ser ouvido”, disse.

SEGUNDA ETAPA - A segunda etapa de discussões aconteceu na segunda-feira (12/08), às 18 horas, no Centro de Cultura Raul de Leoni. Todas as propostas finais foram votadas e houve também a eleição dos delegados que as defenderão na Conferência Estadual de Cultura. Entre os delegados, sete são da sociedade civil e sete do poder público.

Quarta, 07 Outubro 2015 - 06:56

2ª Festa da Índia supera expectativas

Celebrações à paz e à espiritualidade marcaram a 2ª Festa da Índia – Árati, realizada neste último final de semana (2 a 4/10) no Palácio de Cristal. Promovida pela Associação Cultural Brasil-Índia, em parceria com a Prefeitura de Petrópolis, por meio da Fundação de Cultura e Turismo, a festa teve como um dos destaques as mesas de diálogo inter-religioso, que articularam uma comunicação e um compartilhar de vida, visão e reflexão com todos que admitem Deus e que guardam, em suas tradições, preciosos elementos religiosos e humanos.

Os três dias da festa foram marcados por datas comemorativas importantes: Dia de Mahatma Gandhi (2/10), Dia de Kardec (3/10) e Dia de Francisco de Assis (4/10), figuras significativas que desempenharam um trabalho extraordinário na direção da paz, do diálogo, da tolerância, do respeito mútuo e da espiritualidade de maneira elevada.

A festa teve alguns momentos muito especiais como a apresentação do Grupo Nataraja, que tocou mantras e encantou o público; o show com Maharaj Chandramukha Swami que, junto com o músico norte-americano Titiksava Karunika Das, fez todo mundo dançar ao som da mistura de Kirtan e rock; e a mesa de diálogo inter-religioso conduzida pelo Frei Volney, onde participaram representantes de diversas tradições religiosas, entre eles o Padma Santem, do Budismo Tibetano. O momento mais emocionante foi a Cerimônia do Árati no início da noite de sábado com o Swami Nirmalatmananda, que lotou o Palácio de Cristal. As atrações de dança, yoga, culinária, exposições, palestras, cinema e teatro também foram muito prestigiadas.

De acordo com os organizadores, a participação do público superou as expectativas. “Foi melhor do que esperávamos. Muita gente da cidade participou, e também pessoas de fora, que vieram somente para a festa. O Palácio manteve-se cheio durante todas as palestras e espetáculos”, comemorou o médico Carlos Lyrio, adepto do guru Yogananda e um dos dirigentes do Centro Cultural Brasil Índia. “As pessoas que passaram pela festa foram unânimes em pedir uma nova edição para o ano que vem”, completou.

Para o psicólogo Sandro da Costa Rodrigues, kardecista e membro da Associação Cultural Brasil-Índia, a festa é fruto de um sonho que se tornou realidade. “É uma festa maravilhosa, de amigos. Sinto uma felicidade espiritual muito grande que só quem vivencia sabe”, disse.

A presidente da Fundação de Cultura e Turismo, Drica Madeira, comemorou os resultados. “Chegamos nesse momento porque temos entusiastas que percebem a importância dessa interação e parceria. Foi um privilégio compartilhar esses momentos de muita alegria, vibrações e energias positivas”, concluiu.

Mais uma vez, o Parque Municipal, em Itaipava, vai receber importantes exposições de cavalos durante a Expo Agropecuária. Nesta 30ª edição – que acontece de 1º a 05 de maio -, uma já confirmada é a Expo Campolina Itaipava 2019, que vai trazer para a cidade 120 animais da raça entre os dias 02 e 04. Os eventos de equinos no local movimentam a festa e contam com criadores de todo o país. Haverá julgamentos de morfologia e andamento que serão abertos e poderão ser acompanhados pelo público.

A 30ª Expo Agropecuária já está com os preparativos a todo vapor para receber grandes shows e atividades rurais. Só no ano passado, mais de 100 mil pessoas passaram pelo parque durante a festa. E as exposições de cavalos estão entre os pontos altos do evento.  Em 2018, o setor movimentou R$ 1,150 milhão com os dois leilões de equinos durante a festa.

Para a Expo Campolina Itaipava 2019, a organização é do Clube do Cavalo Campolina do Rio, que já incluiu o evento em seu calendário oficial. Entre os organizadores, a expectativa é boa. “Os julgamentos começam no dia 02 pela manhã e vão até o anoitecer. Acontece isso todos os dias até o dia 04. O público poderá assistir”, frisa William Machado, um dos organizadores.

No ano passado, ao todo, as duas exposições realizadas no período da festa trouxeram quase 400 cavalos para o parque. Nos leilões, que fizeram parte da programação, o animal mais caro foi vendido por quase R$ 100 mil. Criadores e funcionários dos haras que participaram das duas exposições, vindos de diversos estados do país, como São Paulo e Minas Gerais, ficaram hospedados em hotéis da região e movimentaram o trade turístico.

Vale lembrar que toda a organização e estrutura da parte rural e agropecuária da Expo, assim como dos shows principais e praça de alimentação, são de responsabilidade da empresa contrata através de licitação para realização da festa, com parâmetros estipulados pela Prefeitura. No local, deverá ser montado, por exemplo, um galpão do produtor rural com espaço para os produtores da cidade.

Quinta, 06 Junho 2019 - 19:37

30ª Bauernfest terá intensa programação

Petrópolis está prestes a se transformar em um verdadeiro burgo alemão e a cidade vai contar com uma intensa programação durante a 30ª Bauernfest, que acontece este ano entre os dias 14 e 30 de junho (com exceção do dia 20, feriado de Corpus Christi). Entre as atrações estão 13 grupos de dança folclórica – locais e convidados, os tradicionais bailões com a Banda Germânica, desfiles, oficinas e atividades para crianças, concursos de chope a metro e chapéu mais enfeitado, jogos germânicos, teatro, entre outras. As apresentações acontecem nos palcos que serão montados no Palácio de Cristal – núcleo da festa – e na Praça da Liberdade. O evento ainda vai contar com programação cultural na Praça Visconde de Mauá (Praça da Águia), com o Biergarten.

Na abertura do evento, que acontece no Palácio de Cristal, o público já vai poder contar com a apresentação da Associação dos Grupos Folclóricos Alemães de Petrópolis (AGFAP), às 20h, no Palco Koblenz, e, em seguida, com o grupo convidado de Blumenau-SC, Grupo Folclórico Teutônia, além dos grupos da cidade BlumenbergVolkstanz e Bauerngruppe Danças Folclóricas Alemãs de Petrópolis. Às 20h também acontece, dentro do atrativo, o bailão com a Banda Germânica. Já a Praça da Liberdade recebe a Banda Uhul no Palco Koeler. A entrada é gratuita.

A Bauernfest é um importante evento para o turismo da cidade, que movimenta toda a economia da cidade. É uma das maiores festas da região. Mas, além disso, ela é fundamental para manter viva a cultura dos colonos. Para preservar as heranças que eles deixaram na gastronomia, nas danças, na alegria.

Durante os 16 dias de festa, o público vai poder contar com uma programação cultural intensa. O Palácio de Cristal vai receber atrações exclusivamente focadas na cultura germânica. Já a Praça da Liberdade recebe também outros estilos musicais, com artistas petropolitanos, como Tati Cirelli, Letícia Laranja Trio, Anna Hannickel, entre outros. Nos fins de semana, a programação acontece durante todo o dia, já durante a semana será entre tarde e noite. 

No primeiro e no último domingo da festa acontecem os desfiles folclóricos com as famílias de descendentes, pela manhã. E no primeiro e no último sábado são realizados os Desfiles das Lanternas durante à noite. O concurso de chope a metro acontece todos os dias, exceto na abertura da festa. O evento também promove os Jogos Germânicos, na Praça da Liberdade, para adultos e crianças.

O município montou uma programação intensa para valorizar a cultura germânica na cidade, com a maior parte da programação feita por artistas petropolitanos. São diversas atividades ao longo desses 16 dias. A prefeitura está trabalhando para transformar desta uma das melhores festas dos últimos anos. O evento foi expandido, sem perder a qualidade das atrações.

A festa abre no dia 14 às 18h. Nas sextas, sábados e domingos ela funciona a partir de 10h e durante a semana a partir de 11h30.

Grupo se apresenta na abertura da festa, no feriado de 1º de maio, Dia do Trabalhador. A programação também conta com shows do Ferrugem e de bandas locais

Mesclando ritmos como o black, samba, pop e o soul de uma maneira inconfundível, a banda gospel Preto no Branco será a principal atração do Palco Petrópolis na abertura da 30ª Expo Agropecuária de Petrópolis, no feriado de 1º de maio, Dia do Trabalhador. Formado por Clovis Pinho, Weslei Santos e Jean Michel, o grupo sobe ao palco às 19h30 e deverá encantar o público com seus grandes sucessos, como “Ninguém Explica Deus”, cujo clipe no YouTube já ultrapassou 180 milhões de visualizações. Já no palco principal, quem abre a festa é o pagodeiro Ferrugem, às 23h. A entrada é gratuita.

O Preto no Branco tem como marca a versatilidade e dinamismo, tornando única cada música e apresentação. Mas o grupo não é o único a subir no Palco Petrópolis na abertura do evento. Também se apresentam Diego Nunes (14h30), Juliana Limah (15h45), Sarah Sabino (17h), Débora Reis (18h15) e Grupo Magia (21h). O dia ainda vai contar com galpão do produtor rural, exposição de cavalos, fazendinha, recreação infantil, parque de diversões, entre diversas outras atrações.

Para o público que é fã do gospel, o Preto no Branco promete não deixar ninguém parado. Os integrantes mantêm desde o início uma de suas principais marcas: a versatilidade. Assim, os vocalistas seguem com o revezamento de instrumentos a cada música tornando únicas as sonoridades de cada canção.O grupo já ultrapassou a marca de 405 milhões de visualizações no canal oficial do YouTube. Os clipes do projeto“Preto no Branco 2” somados, chegaram, em quatro meses, a mais de 26 milhões de views.

Inscrições ainda estão abertas e podem ser feitas até sexta-feira (18.05)

As diretrizes sobre as políticas públicas na área da cultura em Petrópolis serão debatidas entre os dias 18 e 19 de maio, dentro da programação da 3ª Conferência Municipal de Cultura. A etapa, que é integrante da 4ª Conferência Estadual, será realizada no Centro de Cultura Raul de Leoni. O encontro terá como tema “A cultura como vetor de desenvolvimento social e econômico na cidade de Petrópolis, no estado do Rio de Janeiro e no Brasil”. As inscrições continuam abertas até sexta-feira (18.05) e podem ser feitas através do link: https://goo.gl/forms/OQnMUD8tFQUtHXMo1. A expectativa é receber entre 120 e 150 inscrições.

A conferência é uma forma colocar em debate a cultura de cada município e fazer com que os agentes ligados à área criem propostas de diretrizes sobre políticas públicas, tomando como base a demanda local. No encontro também será realizada uma eleição de delegados para participação na conferência do estado, que será realizada em junho, no Rio de Janeiro. De lá saem os delegados que participam da etapa nacional, em Brasília. Para o diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes, Leonardo Randolfo, que vai presidir a conferência, essa é uma importante ferramenta, que dá voz à sociedade civil.

“Durante a conferência, vamos dar o pontapé inicial na revisão do Plano Municipal de Cultura, algo que vem sendo pedido pelos agentes culturais. Além disso, será um espaço aberto para todos, para que a sociedade civil dialogue com o poder público, estreitem as relações, e juntos criem propostas para a cultura. É um instrumento para que a sociedade civil exponha suas demandas, dentro dos eixos de discussão”, destaca Randolfo.

Para o desenvolvimento do tema proposto, serão discutidos seis eixos: Economia da Cultura e Novas Tecnologias; Infraestrutura Cultural, Integração e Desenvolvimento; Cultura e Sustentabilidade; Democracia, Cidadania e Diversidade; Política Cultural: Gestão e Capacitação; e Preservação e Salvaguarda do Patrimônio Cultural.

A participação na conferência é livre e podem participar tanto integrantes do poder público, quanto da sociedade civil, além das entidades que têm finalidade cultural. As inscrições podem ser realizadas até o dia 18 de maio, por formulário online (através do link: https://goo.gl/forms/OQnMUD8tFQUtHXMo1) ou presencialmente, na sede do IMCE, na Praça Visconde de Mauá, 305, Centro, de 10h às 18h. Vale lembrar que apenas os inscritos na conferência poderão votar e se candidatar a delegados. Mas qualquer pessoa, mesmo que não esteja inscrita, poderá participar das discussões.

Programação

A programação da 3ª Conferência Municipal de Cultura começa na sexta-feira (18.05), às 17h, com credenciamento e uma apresentação do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE). No sábado (19.05), a programação começa cedo, às 9h. Até às 18h terá apresentação dos eixos temáticos; consolidação e apresentação das propostas; e eleição dos delegados para a Conferência Estadual.

Entre os objetivos da Conferência Municipal estão: subsidiar a prefeitura, através do IMCE, de elementos para a elaboração da política cultural do município; consolidar os conceitos de cultura junto aos diversos setores da sociedade; e mapear a produção cultural do município, discutir suas peculiaridades, contradições, necessidades e estabelecer prioridades e metas para o futuro.

Durante a 3ª Semana da Juventude, entre as várias atividades oferecidas para os estudantes, a exposição de artes e as oficinas de desenho, no Centro de Cultura, foram os maiores incentivos culturais do evento. Participaram 50 jovens que se inscreveram com seus desenhos e pinturas com o tema “Petrópolis sob o olhar dos jovens”. Este ano, a Semana da Juventude alcançou um público de mais de mil jovens, com ações dentro e fora das escolas, palestras, visitações, oficinas, debates, além da programação cultural.

As oficinas de desenho aconteceram em dois dias, onde os participantes puderam aprender e trabalhar técnicas de mangá, com influências ainda da festa japonesa Bunka-Sai, paisagismos e pontos turísticos da cidade. Os encontros foram ministrados pelo professor Luique Raia Vila Nova, que participou da exposição com 35 desenhos de alunos que se inscreveram no evento.

“Este tipo de evento é muito bom para despertar a parte artística e cultural dos jovens. Durante a produção eles conseguem interagir, criar e até expor sentimentos durante um desenho. Sei que a Semana da Juventude ofereceu diversas atividades, e isso mostra o interesse da prefeitura em incentivar os jovens da cidade em se tornarem bons adultos”, frisou o professor de desenho Luique Raia Vila Nova.

“Achei muito interessante o corpo de atividades gerais da Semana. Participei da exposição com dois desenhos feitos à óleo – um da catedral e outro do farol do Quitandinha, além das rodas de conversa sobre bullyng foram muito legais. Acredito que a arte é o caminho, a grande saída dos problemas apresentados pelos jovens de hoje. A exposição incentivou os jovens a produzirem e esse é o primeiro passo”, disse o professor e artista Pedro Neves.

De 17 a 20 de novembro o Palácio de Cristal recebe uma vasta programação cultural, com música, teatro, oficinas e gastronomia

Em comemoração à Semana da Consciência Negra, acontece, entre os dias 17 e 20 de novembro, a 5ª Festa da Cultura Afro Brasileira, no Palácio de Cristal. Este ano o evento traz uma roupagem nova, focando no público jovem, com temas comtemporâneos e diferentes atrações, como dança, teatro, oficinas e apresentações musicais. Além disso, também serão montadas barracas de alimentação com comidas típicas. A expectativa é de que passem pela festa entre 10 e 15 mil pessoas.

Promovida pelo Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial (Compir), em parceria com o Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE), a festa terá como tema a “Apropriação e Empoderamento da População Negra”. Segundo a presidente do Compir, Edna Queiroga, esta edição será diferente das anteriores, já que tem como foco a cultura contemporânea.

“Vínhamos trazendo temas de resgate da cultura afro, que também é super importante, mas, desta vez, resolvemos fazer algo novo, focando nos temas mais atuais. Vamos falar do que está em voga no momento. Preparamos uma programação extensa e estamos super lisonjeados com o apoio do Instituto, que abraçou a ideia desde o início”, explica.

A abertura do evento será na sexta-feira (17.11), a partir de 19h, com exposições, performances artísticas e shows. Às 20h quem sobe ao palco é Cristiano Gavioli, com muita música negra dos anos 1960, 70 e 80. Já às 21h será a vez de JP Silva e Banda, tocando samba.

Durante os quatro dias de evento, entre os destaques da programação estão exposições, como as de máscaras africanas; contação de histórias; oficinas de dança, turbante, tranças e máscaras; espetáculos teatrais e de música. Nas barraquinhas de alimentação a novidade é que, este ano, serão servidas apenas comidas típicas da cultura afro brasileira, como feijoada, acarajé, manjar,  entre outras.

“Jamais deixaríamos de apoiar essa festa, que traz todas as belezas da cultura afro. Estamos preparando tudo com muito carinho para receber tanto os petropolitanos quanto os turistas”, disse o diretor-presidente do IMCE, Leonardo Randolfo.

O encerramento da festa acontece no Dia da Consciência Negra, 20 de novembro, com caminhada do Palácio de Cristal até a Praça da Liberdade, onde está o busto de Zumbi dos Palmares, às 10h. Haverá uma solenidade em homenagem ao último dos líderes do Quilombo dos Palmares e, logo após, caminhada de retorno ao Palácio de Cristal. Ao longo do dia, ainda estão programadas uma série de ações, como oficinas de atabaques e jongo, oficina de dança, além de um sarau e shows de música.          

PROGRAMAÇÃO

SEXTA- FEIRA – 17 DE NOVEMBRO

Noturno

19h – Abertura Oficial

19h30 – Abertura das exposições:

Produtos de economia solidária - FESP (Fórum de Economia Popular Solidária de Petrópolis)

Fotografias

Máscaras Africanas

Artesanato

Esculturas Africanas

19h45 – Performance “Saudações dos Antepassados”

Performance “Ciclo sem fim”

Duo “ Mãe África”

Performance “Sangrando”

Performance: “Pérola Negra”

Performance “Canto das 3 Raças”

20h – Show Musical – Cristiano Gavioli (música negra, anos 60,70,80)

20h15 – Deguste Africano

21h – Show Musical – JP Silva e Banda (Samba)

SÁBADO – 18 DE NOVEMBRO

Matutino

10 h – Contação de Histórias

11h - Oficina Abayomi

Oficina de Turbantes

Oficina de Teatro Africano

Vespertino

13h – Almoço

13h30 – Oficina de Breaking Dance

14h30 – Apresentação de Breaking Dance

16h30 – Oficina de Pintura Tribal

17h – Oficina Reciclável e Sustentável

17h30 – Oficina de Fotografia – Como ser fotografado Noturno

18h – Oficina de Samba

19h – Performance “Alabê”

Performance “SER”

Duo Jonathan e Miriam

Performance “Feira de Mangaio”

Performance “Yemanjá”

Performance “Dança Afro”

19h15 –Show Musical - Grupo “Os amantes de Ceci” (Blues)

20h30 – Show Musical – Grupo “Magia” (Pagode)

 

DOMINGO – 19 DE NOVEMBRO DE 2017

Matutino

10h – Oficina de Máscaras Africanas Oficina de Maquiagem para pele negra

11h - Contação de Histórias

Vespertino

13h – Almoço 13h30 – Roda de Conversa - “Apropriação da população negra”

14h30 - Roda de Conversa - “Empoderamento da população negra”

15h30 - Oficina de Dança Charme

16h - Oficina de Dança do Ventre

17h - Oficina de Amarrações

17h45 - Solo – “Reconvexo”

Solo – “Milagres do Povo”

Duo – Jonathan e Miriam Noturno

18h - Apresentação de Dança do Ventre

19h – Desfile Infantil “ZUNDURI”

20h – Show Musical – Gabriela Leandro (pop)

21h – Show Musical – “Vogirl” (Pop)

 

SEGUNDA-FEIRA – 20 DE NOVEMBRO DE 2017

Matutino

10 h - Caminhada – Palácio de Cristal até Praça da Liberdade

10h30 - Solenidade - Homenagem ao Busto do Zumbi dos Palmares

11h – Leitura Dramatizada Roda de Capoeira

12h – Caminhada – Praça da Liberdade até Palácio de Cristal Vespertino

13 h – Seminário dos Povos Tradicionais de Matrizes Africanas

14 h – Oficina de Atabaques e Jongo

15 h – Apresentação de Atabaques e Jongo

16 h – Oficina de Tranças Nagô e Dreads Lock

17h – Oficina de Dança Afro

 

Noturno

18h – Sarau: “Arte é Resistência e o Slam Liberdade” (Batalha Poética)

18h30 – Show Musical – Suzane e Dino (Samba)

19h30 h – Show Musical – Gotan Cru e Os Coringas (Hip Hop)

21h – Show Musical – Samba do Amigo

22 h – Encerramento – Apresentação “We Are The World”

 

A celebração do Dia da Consciência Negra está com programação ampla no município

Petrópolis está recheada de atrações durante o feriado prolongado do mês de novembro. O Palácio de Cristal será palco da 6ª Festa da Cultura Afro Brasileira, que começa no sábado (17.11) e vai até terça-feira (20.11), dia que é celebrado a Consciência Negra em todo Estado do Rio de Janeiro. Serão quatro dias com uma programação ampla e temática valorizando a cultura afro, das 10h às 22h. O evento faz parte do calendário oficial do município e é uma realização do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial (COMPIR) com o apoio do Instituto Municipal de Cultura e Esportes e TurisPetro.

A abertura solene do evento que celebra Zumbi - líder do Quilombo dos Palmares, está marcada para às 17h, em seguida o espetáculo teatral “A escrava Isaura” e fechando o dia com apresentação do “Samba Amigo”. As festividades começam, no entanto, mais cedo, às 10h. Entre as atrações estão exposições de artesanatos, roda de conversa, apresentações teatrais e musicais, oficina, desfiles, roda de capoeira, batalha de rap e passinho, entregas de moções, coral, bloco carnavalesco entre outros.

“O Compir quer celebrar a semana da Consciência Negra com o evento destacando a diversidade da cultura afro brasileira. Teremos a Roda de Conversa, um espaço especialmente dedicado ao debate que promovam a promoção da igualdade racial. O dia 20 está com programação ampla e com a participação dos movimentos negros do município”, destacou a presidente do Compir, Edna Queiroga

No domingo (18.11) os petropolitanos e turistas poderão participar das rodas de conversas com temas: “Importância das Culturas Afro Brasileiras de Cabo Verde e Moçambique e “Kwanza, Congresso Pan Africano e Movimento Equilibrador”. No início da tarde, a festa conta com oficinas de abayomi, dança do ventre, desfile e às 20h, participação especial do cantor Gabriel Silva com um grande show musical.

Já na segunda-feira (19.11) a programação da festa começa animada com aula de zumba e oficina de Macramê. No período da tarde, a roda de conversa reúne as pessoas abordando o tema “Papo Afro”. Logo em seguida, apresentação de dança do ventre, Contação de história e ainda apresentação do Duo Dandara e Tainara Galdino. Fechado a programação do dia, o grupo Magia encerra a noite com muito samba.

O último dia do evento – dia em que se celebra o símbolo da resistência, Dia da Consciência Negra (20.11), além de toda a programação durante todo o dia, às 15h acontece a celebração ao Busto de Zumbi dos Palmares, na Praça Rui Barbosa, mais conhecida como Praça da Liberdade. Às 19h o bloco carnavalesco Guerreiros da Vinte se apresentam no Palácio de Cristal e encerrando com chave ouro toda a programação, às 20h participação do André Campanha.

PROGRAMAÇÃO

SÁBADO – 17.11.2018

10h- Abertura Exposição de Artesanatos / Abertura Exposição de Trabalhos Manuais

10h15 - Roda de Conversa “Economia Solidária – A cor do Trabalho”

17h - Abertura Oficial

18h - Espetáculo Teatral “A Escrava Isaura”

20h - Apresentação “Samba do Amigo”

DOMINGO – 18.11.2018

11h - Roda de Conversa “Importância das Culturas Afro brasileira, de Cabo Verde e de Moçambique”

14h - Roda de Conversa “Kwanza, Congresso Pan Africano e Movimento Equilibrador”

15h - Oficina Abayomi

16h - Apresentação Dança do Ventre

17h - Entrega de Moções Congratulatórias do COMPIR

19h - Desfile Beleza Negra – Agência Brsete

20h - Apresentação “Gabriel Silva”

22h - Encerramento

SEGUNDA FEIRA – 19.11.2018

10h - Aulão de Dança Zumba

11h  - Oficina Macramê

15h - Roda de Conversa “Papo Afro”

16h - Apresentação Dança do Ventre

17h - Contação de Histórias “Projeto Oorum Maiê”

17h30 - Apresentação Duo Dandara e Tainara Galdino

20h - Apresentação “Magia”

22h - Encerramento

TERÇA FEIRA – 20.11.2018

10h - Roda de Conversa “Matriz Africana”

11h - Oficina de Atabaques

12h - Apresentação de Atabaques

14h - Oficina de Turbante / Roda de Samba / Batalha de Rap / Apresentação Dança de Rua / Batalha de Passinho / Roda de Conversa “Cultura Afro brasileira” / Roda de Capoeira

15h - Celebração ao Busto de Zumbi dos Palmares – Praça Rui Barbosa

16h - Plantio de Camélias – Petrópolis da Paz

16h - Roda de Conversa “Reflexão Resistência da População Negra” - MNU

17h - Performance “Projeto Axé”

17h30 - Performance “Contos Africanos” 

18h - Apresentação Coral Municipal de Petrópolis

19h - Bloco Carnavalesco Guerreiros da Vinte

20h - Apresentação “André Campanha”

22h - Encerramento

Foram quatro dias de celebração com música típica, vestimentas da cultura africana, dança e muita alegria que contagiou a todos que passaram pelo Palácio de Cristal no feriadão prolongado. A 6ª Festa da Cultura Afro Brasileira que faz parte do calendário oficial do município, recebeu mais de duas mil pessoas durante todos os dias. O evento é uma realização do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial (COMPIR) com o apoio do Instituto Municipal de Cultura e Esportes e TurisPetro.

Na terça-feira (20.11) Dia da Consciência Negra, feriado em que se lembra a morte de Zumbi dos Palmares, um símbolo da resistência e luta pelos negros do Brasil, os representantes dos movimentos, do Compir e participantes, homenagearam o líder – que possui um busto da Praça da Liberdade – com flores e apresentação de capoeira. A demonstração fez parte da programação da festa que contou com atrações especiais para a data.

O dia começou com oficina e apresentação de atabaques – instrumento musical de percussão típico da cultura afro-brasileira, batalha de rap e roda de conversa com os jovens do Movimento Negro Unificado (MNU), além das apresentações do Coral Municipal de Petrópolis e muita animação com o Bloco Carnavalesco Guerreiros da Vinte.

“Achei tudo maravilhoso. Nosso grupo veio passar o dia em Petrópolis e fiquei muito feliz em ver uma festa com tantas coisas bonitas para se ver e tão animada, sem falar que a cidade é linda”, contou Rosalia Wandowsky Netipanyj, que mora em Rio Negrinho, em Santa Catarina.

Encerrando a festa, o cantor André Campanha levantou o público ao som de muito samba no Palácio de Cristal, remetendo a festa da Liberdade oferecida no mesmo local pela Princesa Isabel, após a abolição da escravatura.

Pagina 10 de 225

Banner INFOS ATUAIS2

Notícias por data

« Agosto 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31            

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo