Com o tema “Empreendedorismo na Juventude – Desafios e Oportunidades”, o secretário de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Social, Gustavo Tutuca, abriu nesta segunda-feira (16.10) a Semana do Jovem Empreendedor, no Centro de Cultura Raul de Leoni. As ações que acontecem até a próxima segunda (23.10) visam despertar nos jovens o espirito empreendedor por meio de depoimento e experiência de profissionais que já atuam nesse nicho de mercado. A abertura também contou com as palestras “Empreendeder para Inovar” de Ramon Farias e “Empreendedorismo Organizacional”, de Alison Monteiro. 

Tutuca, que palestrou o tema para cerca de 150 pessoas, destacou que o jovem é quem tem mais disposição em identificar problemas e oportunidades para ter seu próprio negócio. Segundo ele, os mais novos são aqueles com mais possibilidade de errar, uma vez que estão dispostos a arriscar mais. “Mas isso faz, também que tenham mais sucesso”, disse. Para o deputado estadual licenciado, é a vontade acertar e de crescer, que faz do jovem conseguir empreender de forma mais dinâmica e qualificada. 

“Quantos já pensaram em abrir um negócio, mas não conseguiram porque não sabem nem por onde começar? A informação é essencial nesse processo e vocês devem buscar o conhecimento sempre para que possam acertar mais. As cabeças frescas ajudam a ter ideais bacanas, que vão trazer à luz bons empreendimentos e sucesso na vidade de vocês”, disse Tutuca. 

Estudante do segundo ano do ensino médio, Pedro Henrique Couto, de 16 anos, disse que nunca pensou em abrir o próprio negócio, mas que participar de palestras como as da Semana do Jovem Empreendedor pode abrir ideias que serão essenciais para o seu futuro. 

“Acredito que o empreendedorismo pode ser usado em vários locais, independente de ser para abrir uma empresa. As palestras falam muito sobre oportunidades e elas estão em qualquer lugar, cabendo a nós e saber olhar de maneira mais adequada. As palestras são claras no que diz respeito a isso”, disse o adolescente. 

Para o coordenador de juventude de Petrópolis, Wesley Barreto, levar esse conhecimento aos jovens é muito importante porque mostra outras opções e oportunidades no mercado de trabalho. “As pessoas precisam do conhecimento para começar alguma coisa e essas palestras servirão exatamente para isso. Acredito que os jovens terão outra visão do mercado de trabalho após essa semana”, falou. 

A abertura da Semana do Jovem Empreendedor segue ao longo da semana. Confira a programação: 

17.10 – Terça-feira – 20h30 

Local: Liceu Municipal Cordolino Ambrósio 

- Palestra 1: “Empreendedorismo no Sé XXI: a vocação que se transforma em engajamento”. – Jaydes Fuly (Psicólogo)

- Palestra 2: “Aprender e Empreender” – Ramon Farias (Mestre em Inteligência Artificial) 

18.10 - Quarta-Feira - 8h, 10h e 19h 

Local: Colégio Estadual Rui Barbosa

- Palestra 1: “Empreendedorismo no Séc. XXI: a vocação que se transforma em engajamento”.  - Jaydes Fuly (Psicólogo)

- Palestra 2: “ Como ser um Empreendedor?” – Anderson Pereira (Administrador de Empresas). 

19.10 - Quinta-Feira – 10h 

Local: Colégio Estadual Princesa Isabel

- Palestra 1: : “Empreendedorismo no Séc. XXI: a vocação que se transforma em engajamento”.  - Jaydes Fuly (Psicólogo)

- Palestra 2: Empreender: Por onde começar? Onde quero chegar? – Fernanda Ortega (Especialista em Análise Comportamental) 

20.10 - Sexta-Feira 

Local: Colégio Pedro II 

8h40 - “Empreendedorismo no Séc. XXI: a vocação que se transforma em engajamento”.  - Jaydes Fuly (Psicólogo)

10h -  Empreender: Por onde começar? Onde quero chegar? – Fernanda Ortega (Especialista em Análise Comportamental)

14h40 -  Aprendendo a Empreender – Ramon Farias (Mestre em Inteligência Artificial)

16h - Liderança Empreendedora – Ewander de Macedo (Especialista em Coaching e Gestão de Pessoas) 

23.10 – Segunda-feira – 11h 

Local: Ciep Brizolão 472 Candido Portinari

- Palestra 1: : “Empreendedorismo no Séc. XXI: a vocação que se transforma em engajamento”.  - Jaydes Fuly (Psicólogo)

- Palestra 2: Motivacional - Marcelo Moreira – (Empresário)

Petrópolis está na rota da Caravana da Ciência prevista para a última semana de outubro. O projeto visa incentivar o contato dos jovens e da população com a área da ciência, tecnologia e inovação, a partir da educação informal em ambiente lúdico e dinâmico. A inclusão da cidade na programação foi articulada pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Coordenadoria de Juventude do município.

A Caravana da Ciência é um centro de ciências itinerante que percorre os municípios do Estado do Rio de Janeiro. Sua estrutura física é composta por: uma carreta adaptada com sala de exposições, tendas, planetário inflável, jogos e experimentos científicos interativos. Suas atividades são compostas por exposições de experimentos, sessões de planetário e sala escura, explicadas por monitores presentes no local.

“A intenção é incluir a cidade na rota de atividades que agreguem conhecimento ao petropolitano. Trazer a caravana para o município dará a oportunidade de acesso a este tipo de conhecimento. O local do evento está sendo definido, mas a intenção é que seja disponibilizado em espaço que dê, ao maior número de pessoas possível”, destaca o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.  

O projeto é uma iniciativa da Fundação Cecierj (Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro) e da Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Social (SECTIDS). Esta iniciativa integra à população que está afastada de grandes centros urbanos a espaços científico-culturais. Ao longo de sete anos, a Caravana da Ciência já percorreu 36 municípios do estado do Rio de Janeiro, quatro cidades de outros estados e atendeu um público 260 mil pessoas. 

“Nosso objetivo em trazer a Caravana da Ciência para a cidade foi proporcionar para a juventude e a população em geral o acesso à ciência, tecnologia e inovação, de uma forma diferenciada, por meio de experiências dinâmicas, em um local incomum de aprendizado. A Caravana conta com salas de exposições, planetário, jogos interativos e experimentos científicos. Dando aos jovens, entretenimento inteligente aliado ao aprendizado e obtenção de conhecimento”, destaca Wesley Barreto, coordenador de políticas públicas para a juventude.

A prefeitura está expandido e melhorando a oferta de internet gratuita em seis pontos do município. Importante dispositivo de conexão, o objetivo é oferecer ao petropolitano e turista a possibilidade de utilização da web em tempo real durante as visitas em pontos turísticos e locais de grande fluxo de pessoas. A melhora acontece, principalmente, porque o município adotou a fibra óptica, em detrimento à conexão por rádio – que apresenta instabilidade conforme a adesão das pessoas à conexão.

Os pontos turísticos que contam com a rede Wi-fi  são a Praça da Liberdade, o Palácio de Cristal e a Praça Visconde de Mauá (Praça da Câmara). A intenção é que os visitantes utilizem, nessas áreas, as redes sociais, fazendo postagem e consequentemente, divulgando as belezas do município para outras pessoas.

“A utilização da rede dá a oportunidade ao visitante de fazer suas postagens em tempo real, destacando nossos pontos turísticos e mostrando aos seus amigos os detalhes dessas áreas. Isso faz com que mais pessoas queiram vir a nossa a cidade, movimentando nossa economia em diversos segmentos”, destaca o secretário de Turismo, Marcelo Valente.

Outro ponto que conta com a rede liberada é a Biblioteca Municipal Gabriel Mistral. O objetivo é que os estudantes e usuários deste espaço possam fazer suas pesquisas também pela web. Já no Palácio Sérgio Fadel, sede da Prefeitura, a liberação da rede é importante para garantir aos visitantes que possam acessar e-mails ou informações no próprio site da Prefeitura.

“Fizemos uma mudança no que se refere ao equipamento para disponibilização da rede. Antes era à rádio e isso significa que os problemas com o acesso eram constantes. Agora, com a fibra óptica, conseguimos melhor estabilidade na conexão sendo usada por várias pessoas simultaneamente. Isso, sem dúvidas, é um grande ganho para o usuário”, explica Luís Cláudio Hammes Abreu, diretor de departamento de tecnologia da informação da prefeitura.

Na Rua do Imperador, a disponibilidade do wi-fi acontece na altura do número 876 e abrange a área da Praça Nelson Sá Earp Filho (próximo à General Osório). Para acessar a qualquer uma das redes é só ter um aparelho seja smartphone, tablete ou notebook que ofereça conexão wi-fi e buscar pela rede “Petrópolis Wi fi”. Ela é aberto e não precisa de senha para acesso. 

Já em vigor, legislação fortalece setor que movimenta R$ 355 milhões/ano

Pioneira no Estado, a Lei da Inovação – um avanço na área tecnológica – já está em vigor. A nova legislação, assinada pelo prefeito Bernardo Rossi e publicada no Diário Oficial do município de sexta-feira (07.06), fortalece um setor que tem hoje 480 empresas e registra um faturamento anual de R$ 355 milhões. A lei de autoria do executivo, cria a política pública de incentivo à inovação e a pesquisa tecnológica, ao desenvolvimento sustentável e à consolidação dos ambientes de inovação nos setores produtivos e sociais da cidade, tornado a cidade mais atraente para empresas que querem investir no setor.

A lei da Inovação prevê a criação de instrumentos que fortalecerão o setor, como o Sistema Municipal de Inovação (SMI), o Conselho Municipal de Inovação (CMI), o Fundo Municipal da Inovação (FMI), o Selo de Inovação de Petrópolis e o Plano de Sustentabilidade e de Inovação do Executivo Municipal.

A partir da nova lei o município pode incentivar, por exemplo, a pesquisa e o desenvolvimento de produtos, serviços e processos inovadores, sem fins lucrativos. “Isso pode ser feito mediante a concessão de recursos financeiros, humanos, matérias ou de infraestrutura, destinados a apoiar atividades de pesquisa, desenvolvimento e inovação, para atender as prioridades das políticas de desenvolvimento econômico e de inovação do município”, pontua Rossi.

Entre os estímulos previstos às empresas estão: subvenção econômica, financiamento, participação societária, bônus tecnológico, encomenda tecnológica, incentivos fiscais, concessão de bolsas, uso de poder de compra do município, fundos de investimentos, fundos de participação, títulos financeiros, incentivados ou não e previsão de investimento em pesquisa e desenvolvimento em contratos de concessão de serviços públicos ou em regulações setoriais.

Petrópolis passa a ter um Selo de Inovação

A lei prevê a criação do Selo de Inovação de Petrópolis, chamado de “Petro-Inova” – uma marca que terá como objetivo identificar a participação das entidades integrantes do Sistema Municipal de Inovação credenciados, nas ações de inovação do município e indicar a procedência de serviços e produtos das empresas inovadoras de Petrópolis. A marca poderá ser utilizada pelas empresas credenciadas pelo Conselho Municipal de Inovação em portais, prospectos, projeções, publicações, cartazes, filmes e outros elementos de promoção, divulgação e informações.

O Conselho Municipal de Inovação (CMI)  será responsável por formular, propor, avaliar e fiscalizar as ações e políticas públicas de promoção da inovação para o desenvolvimento do município, promover a democratização do conhecimento, sugerir políticas de captação e alocação de recursos para as finalidades da lei e fiscalizar e avaliar o correto uso dos recursos do Fundo Municipal de Inovação, além de propor o aperfeiçoamento profissional e a introdução de métodos de trabalho e técnicas operacionais, visando à qualificação da esfera pública municipal na prestação de serviços públicos com aplicação de inovação.

A criação do Fundo Municipal de Inovação (FMI) tem como objetivo a promoção de atividades inovadoras, tecnológicas, sociais e sustentáveis do município, sob a forma de programas e projetos. O fundo terá autonomia administrativa e financeira e o apoio será para planos, estudos, projetos, programas, serviços tecnológicos e de engenharia, capacitações, eventos e outras atividades de cunho inovador que resultem em soluções de interesse para o desenvolvimento do município.

Os recursos do fundo serão formados por transferências financeiras eventualmente realizadas pelo Governo Federal e pelo Governo do Estado, dotações orçamentárias, doações, legados, contribuições em espécie, valores, bens móveis e imóveis recebidos de pessoas físicas e jurídicas, entre outros. Tais recursos poderão ser aplicados através de convênios, termos de cooperação, termos de parceria e outros instrumentos legais de contratação que vierem a ser celebrados pelo município com entidades da administração pública direta e indireta, da União, Estado e municípios e entidades privadas.

Em outra frente o Plano de Sustentabilidade e de Inovação do executivo estudará a aquisição de produtos inovadores e contratação de projetos de ciência, tecnologia e inovação para o plano de Sustentabilidade da Política Pública de Inovação.  As unidades organizacionais do executivo deverão desenvolver o Plano de Sustentabilidade de suas atividades, com propostas para uso racional de recursos naturais, ação de responsabilidade social para servidores, ações de eficiência energética, investimentos em tecnologias limpas e ações de compensação ambiental, além da preservação da água, saneamento básico e mudança nos padrões de consumo. Além disso, o município estabelecerá em seus processos de compra os requisitos de sustentabilidade a serem exigidos dos fornecedores, de acordo com Plano de Sustentabilidade elaborado e atualizado anualmente.

A lei também prevê a difusão da promoção da cultura empreendedora e de inovação nas escolas públicas e unidades de educação na cidade, permitindo que a administração pública apoie programas que desenvolvam os conhecimentos, as habilidades e as atitudes de empreender e inovar.

Evento apresenta startups com soluções inovadoras para os municípios

O Departamento de Ciência e Tecnologia da prefeitura de Petrópolis realizou mentoria para seis projetos de startups que serão apresentados no DemoDay BrazilLAB 2019, no dia 28 de março, em São Paulo. O evento tem como objetivo apresentar as criações tecnológicas inovadoras que podem auxiliar municípios no desenvolvimento de setores diversificados. Após votação, as melhores startups poderão ser implantadas nas prefeituras que se interessarem pelos projetos – sem custo para o poder público.

O  DemoDay BrazilLAB 2019 é um evento que conclui a 3ª edição do Programa de Aceleração do BrazilLAB. Durante o evento, gestores municipais poderão pontuar as startups de acordo com critérios determinados e as três melhores poderão implementar sua solução de forma gratuita nos municípios que se interessarem pelo projeto.

Marcelo Simões, diretor do Departamento de Ciência e Tecnologia, realizou mentoria para seis projetos – ao todo foram inscritos 32 projetos e 20 foram pré-selecionados.

“Das seis startups que intermediei, quatro foram incluídas. Para o dia do DemoDay, os projetos serão apresentados para uma banca e os vencedores terão seus projetos financiados para implantá-los em cidades. Foi muito interessante poder conhecer os projetos e auxiliar os criadores. A tecnologia pode e deve ser útil, inclusive na resolução de problemas como mobilidade urbana”, disse.

Evento acontece m Nova Friburgo

Petrópolis está participando do Seminário Governo Eletrônico e Cidades Inteligentes: Transparência e Cidadania, que seguirá até sexta-feira (29.03) na Câmara de Dirigentes Lojistas de Nova Friburgo. O evento reúne lideranças de vários municípios com objetivo de trocar experiências voltadas à transparência e cidadania.

Na ocasião, gestores e empresas de tecnologia mostraram sistemas eletrônicos que podem auxiliar as ações governamentais e promover a maior aproximação entre poder público e cidadãos. Professores e estudantes também foram estimulados a criar pesquisas direcionadas à busca de soluções nesses campos do conhecimento.

“Importante conhecer a realidade das outras cidades e o que o setor de tecnologia pode fazer para auxiliar na criação se soluções públicas eficientes. Petrópolis está caminhando nesse sentido, desburocratizando serviços, ouvindo a população e estimulando criações acadêmicas e esperamos continuar criando projetos de eficiência na gestão pública”, afirmou Marcelo Simões, diretor do Departamento de Ciência e Tecnologia, que representou a prefeitura de Petrópolis no evento.

Nessa quinta o evento contou com palestras sobre modernização de gestão em cidades como Niterói, o papel da Inovação no Estado, Cidades Inteligentes e Políticas públicas de fomento à inovação fluminense. No segundo dia do seminário serão realizadas palestras sobre sistemas de gestão pública, governo eletrônico e acesso à Internet, culminando com mesa redonda, que contará com a participação de coordenadores e professores de cursos técnicos, de graduação e pós-graduação nas áreas de engenharia, computação e sistemas de Nova Friburgo e região.

Terça, 04 Junho 2019 - 18:21

Petrópolis presente no Smart City Day

Evento, em São Paulo, é organizado pela Microsoft e SPIN- Soluções Públicas Inteligentes

Petrópolis foi uma das 30 cidades do Brasil que marcaram presença no Smart City Day, evento criado pela Microsoft e SPIN - Soluções Públicas Inteligentes, realizado na última segunda-feira (03.06), em São Paulo, com a intenção de discutir e planejar ações que ajudem as cidades a conseguir soluções, através da tecnologia da informação, para problemas do cotidiano como eficiência energética, por exemplo.

A inovação pode e deve ser uma aliada dos municípios na busca por soluções para problemas diagnosticados pelo poder público. E a participação do evento foi importante porque a prefeitura teve a oportunidade de trocar informações e discutir as soluções públicas que podem ser utilizadas na cidade.

O conceito de “smart cities” vem se tornando comum e Petrópolis tem potencial para se tornar referência. Petrópolis tem um setor de tecnologia que vem crescendo a cada ano e também forma mão de obra especializada que pode contribuir para o planejamento de soluções administrativas para a cidade. O poder público também criou a Lei da Inovação, para incentivar o crescimento do setor. O município tem, ainda, um Centro de Operações todo equipado com monitoramento em tempo real de diversos pontos da cidade e está estudando uma forma de melhorar a eficiência da internet local. O município está avançando e a prefeitura quer mostrar que Petrópolis tem o potencial para abrigar todas as soluções públicas criadas em favor do desenvolvimento da cidade.

O evento, organizado pela Microsoft e SPIN - Soluções Públicas Inteligentes, contou com palestras e apresentações de cases sobre o investimento "inteligência" nos municípios brasileiros (iluminação pública, mobilidade urbana, saneamento básico, segurança pública, saúde e educação). Segundo o conceito abordado no evento, a adoção de recursos baseados em Internet das Coisas ("IoT") e Big Data na prestação de serviços públicos típicos do ambiente urbano, podem ser usados em equipamentos municipais (luminárias, semáforos, lixeiras, bueiros, câmeras, drones etc.), dotados de inteligência embarcada e capacidade de comunicação em tempo real, entre si e com o gestor público, o que pode proporcionar ao gestor, parâmetros extremamente confiáveis para a tomada de decisões precisas, acertadas e eficientes.

“Fomos convidados a participar do evento e tivemos a oportunidade de discutir projetos inovadores e de cidades inteligentes. Nosso interesse está em implantar um projeto piloto de IOT - Internet das Coisas - em Petrópolis. Será mais um passo para projeto maior, com priorização de ações, para o projeto “Petrópolis, Cidade Inteligente”, explicou o diretor do Departamento de Ciência e Tecnologia, Marcelo Simões.

       Também foram temas de discussões assuntos como “O Papel do Governo Federal, a Nova Frente Parlamentar Mista em Apoio às Cidades Inteligentes e Humanas e os Desafios da Legislação 4.0”; “O Plano Nacional da Internet das coisas (IoT)”; “Redes de Iluminação Pública Inteligentes - Estado da Arte no Brasil e no Mundo, PPPs, Receitas Acessórias e Perspectivas de Mercado” e “Proteção de Dados e Segurança - Cibernética nas Smart Cities”.

O prefeito Rubens Bomtempo vai inaugurar nesta segunda-feira (16/12), às 10h30, com a presença do governador Sérgio Cabral, o Centro Vocacional Tecnológico (CVT) de Petrópolis, em Cascatinha.  Os CVTs são unidades de ensino e profissionalização, da Fundação de Apoio à Escola Técnica do Estado do Rio de Janeiro (Faetec), ligado à secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia.

Voltados para a difusão do acesso ao conhecimento científico e tecnológico, os CVTs objetivam incentivar a prática na área de serviços técnicos, possibilitando a transferência de conhecimentos tecnológicos e oferecendo cursos profissionalizantes. Além do CVT, também serão entregues, na ocasião, as novas instalações do Polo do Centro de Educação a Distância do Estado do Rio de Janeiro (Cederj) e assinados Protocolos de Intenção no âmbito do Programa Somando Forças.

O secretário de Ciência e Tecnologia, Airton Coelho, afirma que o Centro Vocacional Tecnológico e a expansão do Polo Cederj vão contribuir para a qualificação dos petropolitanos e, do município em geral, para os desafios que o Estado do Rio de Janeiro terá nos próximos anos. “A inauguração do CVT contribuirá definitivamente para a qualificação dos petropolitanos e preparação do município para os grandes eventos esportivos que vão acontecer no Rio de Janeiro”, assegurou.

O Centro Vocacional Tecnológico ficará localizado na Estrada Machado Fagundes 326, em Cascatinha e oferecerá duas mil vagas para cursos na área de tecnologia, turismo e línguas (inglês e espanhol).

Segunda, 27 Novembro 2017 - 19:24

Petrópolis recebe mais uma edição do Tedˣ

Evento foi realizado no Quitandinha no sábado

A Cidade Imperial, polo tecnológico do estado, recebeu no sábado (24.11) a 2ª edição do Tedˣ Petrópolis, ciclo de palestras que abordam temas tecnológicos, científicos e sociais, no formato Ted, que já atingiu mais de 50 milhões de pessoas ao redor do mundo. O evento, que contou com apoio da Prefeitura por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, contou com a presença de 100 pessoas, entre estudantes (de ensino médio e superior), empresários do setor de tecnologia e professores - sem contar com os espectadores da transmissão ao vivo, realizada no site do Tedˣ. O evento foi realizado na sede do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), no Quitandinha.

Ted (sigla que significa tecnologia, entretenimento e design) é uma organização sem fins lucrativos que organiza conferências anuais desde 1990, convidando os principais pensadores do mundo a seu palco, para falarem por exatamente 18 minutos cada. Todas as edições tem como base o lema “Ideias que merecem ser espalhadas”, abordando tecnologia, ciência e sociedade. O Tedˣ é um programa de eventos locais, que une pessoas para compartilhar uma experiência ao estilo Ted. A marca x identifica o evento como de organização independente. Atualmente, a iniciativa alcança mais de 50 milhões de pessoas, em 150 países. O Tedˣ Petrópolis é um programa idealizado com o objetivo de incluir ainda mais Petrópolis na atmosfera cultural, cientifica e tecnológica do país.

“Tedˣ é uma das propostas mais interessantes do mundo, pois em menos de 20 minutos se adquire um grande conhecimento sobre cada assunto tratado. Como Petrópolis respira tecnologia, é de extrema importância apoiarmos e prestigiarmos este tipo de iniciativa, que só tem a agregar à cidade. Somos um polo de tecnologia, e cada vez mais empresas têm intenção de se instalarem na cidade. Na esfera atual, onde empresas pequenas crescem em um espaço pequeno de tempo, nossa tarefa é democratizar a informação, mostrando ao jovem que ele tem espaço em nossa cidade, não necessariamente em locais já existentes, mas sim criando o seu próprio emprego, e por isso nosso forte investimento na área de Empreendedorismo. São novos conceitos que visamos implantar em Petrópolis”, destaca o subsecretário de desenvolvimento econômico Fernando Pessoa, que marcou presença no evento.

As inscrições do Tedˣ Petrópolis foram abertas no dia 25.10, com as palestrantes sendo divulgados posteriormente. As cem vagas disponíveis foram distribuídas entre estudantes universitários e de ensino médio, professores e empresários de tecnologia, que lotaram o auditório da LNCC no sábado.

“Não conhecia o Tedˣ, e estou muito feliz por ter a oportunidade de participar. Como são tantos temas diferentes, em diversas vertentes, é impossível escolher um preferido. Adorei tudo!”, disse a estudante de engenharia mecânica Jéssica Freire, de 21 anos.

O evento foi dividido em três blocos: Tecnologia, Ciência e Sociedade. No primeiro, foram abordados assuntos como Internet 4.0 e movimento maker. O segundo tratou da radiação síncroton, suicídio, entre outros, e o terceiro bloco falou sobre fake news, transexualidade e a necessidade de novas utopias na sociedade atual. Parte do segundo bloco, a médica e pesquisadora Adriana Bonomo falou sobre o assunto “Câncer e sistema imune: Parceiros ou rivais?”, alvo da equipe de pesquisa de combate ao câncer da Fundação Oswaldo Cruz, Fio-Câncer, coordenada por Adriana.

“É maravilhoso poder levar informações à todos, não tem nada melhor. Poder divulgar o trabalho que estamos fazendo é muito gratificante e uma forma de captar fundos para nossas pesquisas, então é uma honra ter esta oportunidade. Nunca participei do Tedˣ, e estou muito tensa devido ao tempo limitado, mas acredito que vá correr tudo bem”, destacou Adriana.

Suicídio também foi abordado durante o evento

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, a cada 40 segundos uma pessoa se suicida em algum lugar do mundo e 32 se suicidam por dia no Brasil. Para tratar do assunto, foi convidada ao Tedˣ Petrópolis Dayse Miranda, professora e pesquisadora do Laboratório de Análise da Violência (LAV) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), onde é responsável pelo Gepesp - Grupo de Estudo e Pesquisa em Suicídio e Prevenção. Dayse ministrou a palestra “A Vida é Cara! Salvar Vidas É Barato!”, falando sobre a conscientização e prevenção dos suicídios, além de mostrar o quanto todos estamos despreparados para essa realidade, que cada vez mais se torna parte do dia-a-dia de todos.

“O Tedˣ é uma oportunidade dos pesquisadores conhecerem outras pesquisas e instruir os jovens, que são nosso futuro. É a primeira vez que participo do evento, e não tenho palavras para explicar minha animação. Precisamos dar visibilidade à depressão e aos problemas psiquiátricos, que ainda são um tabu em nossa sociedade”, declarou Dayse.

Muitos inscritos se mostraram interessados pelo assunto, como a estudante de medicina Rafaela Bezerra Lima, de 22 anos. “Me atraí muito pelos temas que abordam ciência e sociedade, estou especialmente animada para a palestra “A Vida é Cara! Salvar Vidas é Barato!”, da Dayse Miranda, pois se trata de um tema de grande importância, que ainda é muito pouco abordado”, disse Rafaela.

“Temos o jovem como prioridade, e por isso fico muito emocionada em saber que o eu tenho a falar é de interesse para pessoas como a Rafaela. Sou apenas um cidadã que abre o diálogo para pensarmos em propostas de mudanças acerca deste assunto, e é muito gratificante saber que estou sendo ouvida”, frisou Dayse ao saber da declaração da estudante.

 Tedˣ aconteceu na mesma semana em que foi aprovada a lei Geral de Empreendedorismo

Na última quinta-feira (23.11), foi aprovada pela Câmara Municipal de Petrópolis o projeto de Lei 8227, que amplia e atualiza o tratamento diferenciado e favorecido concedido às micro e pequenas empresas. As propostas da lei incluem a adoção de sistemas informatizados, a ação integrada entre os agentes públicos, o compartilhamento e a entrada única de cadastros e documentos, a racionalização de exigências, a ampla informação ao empreendedor, a classificação do risco da atividade e a adoção do cadastro CNPJ como identificação única das empresas instaladas no município.

“O Tedˣ acontece em um ótimo momento, em que estamos sancionando a Lei Geral do Empreendedorismo, que possui um artigo especifico para a Semana do Jovem Empreendedor, que visa capacitar os jovens da nossa cidade e mantê-los aqui. Estamos lutando para adotar o modelo da Hélice Tripla, criado observando os polos tecnológicos mais importantes do mundo. Este modelo defende que só é possível o desenvolvimento da tecnologia a partir do momento em que o poder público, as universidades e as empresas se unem, e essa é nossa intenção”, declarou Fernando Pessoa, subsecretário de desenvolvimento econômico.

Basicamente, a ideia base da Hélice Tripla é que a inovação tecnológica só é possível no momento em que o conhecimento desenvolvido nas universidades é canalizado para atender demandas econômicas-sociais que as entidades privadas e empresas analisam, gerenciam e comercializam, com o apoio de políticas públicas que visem coordenar o desenvolvimento do potencial de setores e regiões e gerir os modelos contratuais das parcerias entre os diferentes atores. Dentro desta perspectiva, governos, indústrias e universidades precisam aumentar sua interação para criar inovações que contribuam para o desenvolvimento econômico e para o bem-estar social.

Sábado, 04 Julho 2015 - 15:12

Petrópolis recebe supercomputador

Petrópolis conquistou nesta sexta-feira (3/7) uma vitória histórica no campo da ciência e tecnologia: o maior supercomputador da América Latina chegou ao município para ser instalado no Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), no Quitandinha. O equipamento, com capacidade de realizar 1,1 quatrilhão (15 zeros) de operações de soma e subtração por segundo, será um atrativo para empresas de grande porte de alta tecnologia se instalarem no município, gerando emprego, além de colocar Petrópolis no mapa mundial da computação de alto desempenho.

O equipamento é da empresa francesa Atos Bull e representa um investimento de R$ 60 milhões. Após chegar ao porto do Rio de Janeiro, todo o sistema que forma o supercomputador precisou de quatro carretas para o transporte até Petrópolis. A vinda do supercomputador foi resultado de um encontro, em 2013, entre o prefeito Rubens Bomtempo e o então ministro da Ciência, Teconologia e Informação, Marco Antonio Raupp. Na ocasião, Bomtempo mostrou que o município tem infraestrutura para receber o equipamento.

“É um momento histórico para Petrópolis, que se reafirma como polo tecnológico e dá um novo e gigantesco salto nesse sentido. Agora, estamos criando novas condições para empresas de grande porte se instalarem em Petrópolis, o que irá gerar muitos empregos no ramo da alta tecnologia”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Como explicou o diretor do LNCC, Pedro Leite da Silva Dias, o supercomputador possibilita grandes avanços em pesquisas em diversas áreas, como energia, engenharia, química, meio ambiente, meteorologia, banco e mineração de dados, ciências biológicas e, principalmente, a nanotecnologia. Para utilizar o supercomputador, a empresa interessada deverá fazer a solicitação ao Sistema Nacional de Processamento de Alto Desempenho (Sinapad), coordenado pelo LNCC, ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Em agosto, o supercomputador estará em operação, em fase de testes, para estar disponível aos usuários em setembro.

“É um marco da computação de alto desempenho no Brasil, porque abre portas para toda a comunidade científica e tecnológica brasileira. Em relação a Petrópolis, o supercomputador torna o município muito mais atrativo para o desenvolvimento de grandes projetos. A Atos Bull já está construindo também um centro de pesquisa de ponta no Quitandinha para funcionar já no segundo semestre. Tenho certeza que nos próximos cinco, seis anos, muitas empresas virão para cá”, disse Pedro.

“A conquista da implantação do supercomputador, somada com as demais, como a implementação da Rede Metropolitana de Alta Velocidade e a implantação do Campus da UFF, colocará Petrópolis em destaque no país como um dos mais importantes polo tecnológico no desenvolvimento cientifico e tecnológico na área de computação de alto desempenho”, disse o secretário de Ciência e Tecnologia, Airton Coelho.

Pagina 8 de 13

Notícias por data

« Setembro 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30        

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo