Atividade prevê atendimento individual de empresários

Na próxima terça-feira (02.07) os empresários petropolitanos terão mais uma oportunidade para tirar as dúvidas sobre setor tecnológico. A partir de 11h, a TI Rio - Sindicato das Empresas de Informática do Estado do Rio de Janeiro – estará no Espaço Empreendedor da Secretaria de Desenvolvimento Econômico para tirar as dúvidas dos empresários sobre a lei Geral de proteção de Dados Pessoais. O EE fica na Av. Barão do Rio Branco, 2846, Centro, Petrópolis. O encontro é gratuito.

Segundo a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, o setor de tecnologia cresce cerca de 10% ao ano e emprega duas mil pessoas na cidade. “É um setor representativo na cidade e que vem conquistando cada vez mais adeptos. Temos empresas, mão de obra especializada, que é formada nas universidades locais e agora, mentoria para aqueles que desejam apostar no setor”, explica o diretor do Departamento de Ciência e Tecnologia, Marcelo Simões.

"A Mentoria Empresarial da TI Rio em parceria com a PMP é uma oportunidade de as empresas da cidade terem acesso a vários temas importantes e contemporâneos. A questão da interiorização dos mercados, e-social, responsabilidade social, reforma trabalhista, inteligência artificial entre outros são alguns destes temas. É uma oportunidade para as empresas se atualizarem nesses assuntos", salientou Marcio Campos do Departamento de Ciência e Tecnologia da Secretaria de Desenvolvimento.

A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD ou LGPDP), Lei nº 13.709/2018, é a legislação brasileira que regula as atividades de tratamento de dados pessoais. A legislação se fundamenta em diversos valores, como o respeito à privacidade; à autodeterminação informativa; à liberdade de expressão, de informação, de comunicação e de opinião; à inviolabilidade da intimidade, da honra e da imagem; ao desenvolvimento econômico e tecnológico e a inovação; à livre iniciativa, livre concorrência e defesa do consumidor e aos direitos humanos liberdade e dignidade das pessoas.

Mais informações através dos telefones: TI Rio: (21) 3974-5000. Espaço Empreendedor: (24) 2233-8145. Inscrições gratuitas via email O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . O tema será ministrado pela assessora jurídica da TI Rio, Candida Machado.

Confira a programação:

2 de julho - Responsabilidade Social, com Benito Paret, presidente da TI Rio e Martha Affonso, coordenadora executiva da TI Rio

6 de agosto - Mentoria para empresas maduras e iniciantes com Alberto Blois, diretor da TI Rio

3 de setembro - Contribuição sindical e participação empresarial com Candida Machado

1º de outubro - Nova lei Trabalhista com Candida Machado, assessoria jurídica da TI Rio

5 de novembro - Ciência de dados, Inteligência Artificial e demais tecnologias emergentes com Newton Fleury

O prefeito Rubens Bomtempo inaugurou hoje o Centro de Inclusão Digital (CID) do bairro Madame Machado. O espaço, que leva o nome da moradora Zilá Canuto (in memorian), garante à comunidade acesso gratuito a cursos de capacitação na área de tecnologia e também serve de instrumento para que os moradores acessem serviços públicos. O evento faz parte das comemorações pelos 172 anos de Petrópolis e ainda marca o início de um mutirão de serviços na comunidade.

“Estamos recolocando os CIDs nas comunidades com toda a estrutura que o espaço precisa para funcionar. Os monitores foram treinados para atuarem garantindo que os moradores possam utilizar mais este equipamento público da maneira mais útil possível. Precisamos cada vez mais democratizar o acesso à tecnologia e também aos principais serviços públicos disponíveis na internet”, disse o prefeito Rubens Bomtempo ao anunciar que a localidade receberá uma série de serviços da Prefeitura durante esta semana.

A secretária de Educação, Mônica Freitas, destacou a importância do centro como instrumento de apoio ao trabalho desenvolvido nas unidades escolares da região: “Aqui os alunos poderão realizar as suas pesquisas e trabalhos lúdicos no contraturno escolar. Sem sombra de dúvidas o equipamento trará uma importante contribuição ao processo de ensino aprendizagem”.

O CID, que vai funcionar de segunda a sexta, das 8h às 12h, leva o nome de uma antiga moradora da região, Zilá Canuto (in memorian), em reconhecimento à sua dedicação a comunidade: “Estamos muito felizes. Zilá sempre esteve pronta para nos ajudar e buscava diariamente melhorias para o nosso bairro. Tenho certeza que o Centro de Inclusão Digital vai ser de grande utilidade para todos nós. Só temos a agradecer a Prefeitura por mais esta conquista”, afirmou a presidente da Associação de Moradores, Sueli Lopes.

Para o secretário de Ciência e Tecnologia, Airton Coelho, a implantação dos centros facilita o acesso a serviços, como emissão da nota fiscal eletrônica e agendamento de perícias, entre outros. “O objetivo dos Centros de Inclusão Digital vai além da capacitação. É um espaço para atender as necessidades da comunidade, para aproximar as pessoas do poder público e dos serviços disponíveis por meio digital”, ressaltou. Com essas unidades, o município chega à marca de 53 CIDs implantados.

Na ocasião, a secretária Chefe de Gabinete e primeira-dama, Luciane Bomtempo, fez uma homenagem à filha de Zilá Canuto, Ana Maria Canuto. Também participaram do evento secretários municipais, os vereadores Maurinho Branco, Pastor Sebastião, Luizinho Sorriso e moradores da região.

Mais de 200 pessoas assistiram, nesta segunda-feira (13/10), à abertura da 11ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, no Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), no Quitandinha. O secretário de Ciência e Tecnologia, Airton Coelho, e o diretor do LNCC, Pedro Leite da Silva Dias, discursaram na solenidade, convidando a população para participar das palestras, debates, apresentações, workshops e oficinas que serão realizados até sexta-feira (17/10). Neste ano, o tema da semana é “Ciência e tecnologia para o desenvolvimento social”.

O secretário Airton Coelho afirmou que o evento permite que os jovens se descubram na área, criando assim uma nova geração de cientistas em Petrópolis. “O município que busca se consolidar como um polo de tecnologia tem que ajudar a promover eventos como este que democratiza, integra e populariza a ciência e a tecnologia, fazendo com que mais pessoas se apropriem do que é desenvolvido aqui e, também, possam estimular novas ideias e processos. Neste ano, procuramos articular e concentrar todos os eventos no entorno do LNCC para facilitar a participação efetiva do público e também permitir que a população conheça com mais detalhes o próprio laboratório, um importante ativo da cidade”, disse o secretário Airton.

A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia é coordenada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). À Prefeitura, por meio da Secretaria de Ciência e Tecnologia, cabe a articulação das instituições do município que irão realizar atividades no evento. Para o diretor do LNCC, Pedro Leite, a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia é uma grande oportunidade para atrair jovens para o mundo da ciência. Ele afirmou que ficou muito feliz em ver o auditório do LNCC lotado de estudantes para a abertura da semana.

“É uma carreira difícil a de cientista, mas cheia de oportunidades. O que aconteceu no Brasil nos últimos 60 anos me deixa muito satisfeito. A ciência brasileira era pequenininha e cresceu bastante, mas ainda não está no ponto certo que o Brasil precisa. Hoje o país forma 15 mil doutores por ano. Teríamos que formar 50 mil”, disse Pedro Leite.

Estudante do 4º período de Tecnologia da Informação da Faculdade Tecnológica do Estado do Rio (Faeterj), no Quitandinha, Murilo Moreira, de 21 anos, se interessou pela palestra sobre modelagem computacional, realizada na segunda-feira. Ele afirmou que a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia é importante para a sua área. “A semana abre a sua mente para os diversos aspectos da tecnologia. Ela te dá mais visão. Há assuntos que não veríamos normalmente, e nós vemos aqui”, disse Murilo.

A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, realizada nacionalmente desde 2004, conta com a colaboração do setor público e privado, de fundações de apoio à pesquisa, de entidades e instituições de ensino, divulgação e pesquisa, além de secretarias estaduais e municipais, em especial de Ciência e Tecnologia (C&T) e Educação.

A programação completa está no site da Prefeitura de Petrópolis: www.petropolis.rj.gov.br.

O site da Prefeitura de Petrópolis está de cara nova. A página do governo disponibilizada nesta quarta-feira (19.04) prioriza os serviços e as informações, dando mais dinamismo, leveza e facilitando a navegabilidade dos internautas. O portal também traz novas funcionalidades, como por exemplo, a possibilidade de busca pelos horários de ônibus já na home page. Mais moderno e atraente, o site buscou referências atuais, sem deixar de lado a importância histórica do município.

As cores utilizadas no site também foram aplicadas levando em consideração Petrópolis, sua natureza e história. Com tons de azul, verde e o rosa grão-pará, a paleta foidesenvolvida com base nas cores do céu, da vegetação e dos pórticos da cidade – que é a mesma utilizada por D. Pedro na pintura do Museu Imperial.

“O site da prefeitura não era atualizado desde 2012 e estava completamente defasado. Pedi a equipe de comunicação e de tecnologia da prefeitura que trabalhassem em um portal atual e moderno, que facilitasse a vida dos petropolitanos e daqueles que utilizam o site para se informarem sobre as ações do governo. O resultado foi excelente. Fico feliz em poder apresentar um site limpo, intuitivo e que vai facilitar a vida de quem precisar utilizá-lo”, destaca o prefeito Bernardo Rossi.

A coordenadora de comunicação social da prefeitura, Estela Siqueira, explica que o trabalho de desenvolvimento do layout levou em consideração os serviços mais utilizados pelas pessoas, além de informações e avisos que passam a ocupar uma área nobre do site, visando atingir o maior número possível de pessoas.

“Fizemos todo o trabalho em parceria com o Departamento de Tecnologia, que cuidou da parte técnica do site. Ele foi todo pensado para facilitar a vida de quem busca um serviço ou uma informação sobre a prefeitura. Agora as pessoas têm acesso as notícias sobre todas as áreas da prefeitura, além de vídeos sobre os mais variados assuntos. Criamos um site dinâmico, com atualizações diárias e com maior qualidade”, explica Estela.

Segundo o diretor de tecnologia da informação, Luís Cláudio Hammes Abreu, a ideia é dar visibilidade às notícias e ao conteúdo de destaque. “Nossa intenção é mostrar os pontos mais importantes do site. Demos um visual mais clean, mais limpo e, consequentemente, mais eficiente. Esperamos que as pessoas gostem do resultado. Agora vamos dar continuidade as mudanças de sites de outras secretarias, que terão um visual padronizado, mas mais eficiente”, explica.

O link para acessar o site da prefeitura é: www.petropolis.rj.gov.br/.

Lei específica vai incentivar a instalação de novas empresas na cidade

Setor tem 228 empresas na cidade e fatura R$ 750 milhões anuais

Empresários do setor de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) apresentaram suas sugestões para a nova lei municipal para o setor. A interação entre poder público e empresas reuniu 15 pessoas no primeiro encontro com discussão direta das propostas já em fase de minuta de lei. A reunião foi realizada no Sebrae nesta quinta-feira (14.08) organizada pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico.  O setor movimenta R$ 750 milhões anuais em negócios de 228 empresas na cidade. O encontro contou com o apoio e assessoria do Sebrae.

“Esse foi o ponta pé inicial para a construção da lei. Incluímos empresários e investidores do setor nessa discussão porque a lei será finalizada de forma colaborativa. A lei contempla todos os agentes da inovação, construindo um ambiente favorável para o município crescer. Vamos replicar o modelo que foi usado para a construção da lei de incentivo às microcervejarias, sempre fomentando a economia e fortalecendo o crescimento das empresas”, explicou o subsecretário de Desenvolvimento Econômico, Fernando Pessoa.

Na ocasião, o consultor do Sebrae, Felipe Diaz Bello apresentou a minuta da lei e os empresários chamando a atenção para o incentivo às micro e pequenas empresas. “Nesse primeiro encontro foi lida a minuta e discutidas pontos específicos da lei. É uma lei inovadora, muitos municípios ainda não têm esse tipo de legislação. Incentiva o estabelecimento de novas empresas e estimula o crescimento das já existentes”, explicou Felipe.

As sugestões foram anotadas e serão inseridas na minuta que voltará a ser estudada pelo grupo em uma segunda reunião. “Os empresários que não participaram desse encontro serão muito bem vindos no próximo que deverá ocorrer na segunda quinzena de janeiro”, explicou Fernando Pessoa.

Entre as ideias em destaque estão as parcerias entre a administração pública com instituições públicas, estaduais e federais visando o compartilhamento de laboratórios e centros de pesquisas e a criação de Prêmio Municipal de Inovação para inventores, instituições e empresas de inovação instalados no município.

Outro importante será o apoio à criação de incubadora e acelerações de inovação, que ficariam encarregadas pela organização e apoio logístico e técnico a micro e pequenas empresas. Ainda segundo a minuta, os programas de incentivo e apoio ao desenvolvimento de inovação deverão fixar as condições de acesso e o respectivo destaque orçamentário para garantir condições diferenciadas, favorecidas e simplificadas para produtores rurais, agricultores familiares, microempreendedores individuais, microempresas e empresas de pequeno porte.

A simplificação dos processos de legalização de infraestrutura, de empresas e de instituições atuantes em inovação e a racionalização das exigências para concessão de licenças municipais, além da concessão de incentivos fiscais também estão descritas na minuta de lei.

“É muito importante esse esforço em criar um ambiente de inovação na cidade. Alguns pontos precisam ser aprofundados como o envolvimento da inovação na educação. Esses encontros fortalecem a interação entre os envolvidos no setor e contribuem para o fortalecimento de Petrópolis como cidade inteligente”, disse o empresário e mestre em computação pela COPPE / UFRJ, Márcio Campos.

O empresário Luiz Adaud também participou do encontro e agradeceu o apoio da prefeitura. “Fico feliz em ver o poder público atuante, pensando em melhorar o ambiente de crescimento das empresas na cidade. É um fator motivador para investimentos futuros”.

“O encontro foi muito importante porque aproximou os empresários da prefeitura. Tivemos a oportunidade de conhecer as dificuldades enfrentadas por eles e sugerir soluções”, contou o diretor do Departamento de Políticas Públicas de Ciência e Tecnologia, Marcelo Simões.

Representantes das prefeituras de Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo participaram de uma reunião nesta quarta-feira (09.01), na empresa Alterdata Software, onde foram recebidos pelo presidente Ladmir Carvalho, na sede da empresa, em Teresópolis. O objetivo do encontro foi estreitar os projetos que serão apresentados ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, em Brasília. O foco é conseguir investimentos com a nova equipe do Governo Federal para fomentar a economia da região serrana, além de gerar novos negócios e empregos.

Uma das pautas discutidas para ser ressaltada na reunião que está marcada para fevereiro, com o Governo Federal, foi a capacitação de mão de obra para o segmento de TI, assim cumprindo a meta de geração de novos empregos, capacitação de jovens e desenvolvimento de novos projetos.

“Fortalecer a vocação tecnológica dessas cidades contribuiu para a visibilidade de outras vocações que os municípios têm, como turismo, agricultura e moda. A tecnologia é base e pode fomentar essas vocações”, pontuou o Diretor do Departamento de Ciência e Tecnologia de Petrópolis, Marcelo Simões.

Mais de 40 entidades de organizações públicas e privadas sem fins lucrativos estão habilitadas a participarem do chamamento público para a instalação de 14 Centros de Inclusão Digital (CID) no município. O edital foi publicado pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Ciência e Tecnologia, no Diário Oficial da última quinta-feira (8/8). Os interessados devem entregar os documentos necessários até o dia 16 de agosto.

“Os novos CIDs são fruto de um convênio firmado entre o município e o Ministério da Ciência e Tecnologia em 2009, mas a administração anterior não colocou em funcionamento. É mais um convênio que o atual governo conseguiu resgatar e vai beneficiar a população com a garantia da inclusão digital”, disse o secretário de Ciência e Tecnologia, Airton Coelho.

Cada centro recebe um servidor, oito computadores, nove cadeiras e filtros de linha, um roteador, nobreak, impressora de jato de tinta, mesa para impressora, armário para material e quadro branco.

O secretário destacou que atualmente o município conta com 59 CIDs e que uma nova proposta pedagógica será implantada para que o espaço atenda de forma didática e eficaz, e se transforme em mais um importante instrumento de prestação de serviços para as comunidades beneficiadas. Os interessados no edital devem consultar o Diário Oficial do município do dia 8/8. A publicação está disponível na internet, pelo site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Aulas de criptomoeda são novidade

Uma boa notícia para quem está à procura de cursos gratuitos: o CERT está com inscrições abertas para aulas de Informática básica, nível avançado do pacote office e até a novidade de 2020: curso de criptomoeda. As inscrições podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. As aulas são direcionadas para pessoas a partir dos 12 anos. O CERT fica na Rua Bingen, nº 520.

Mais de 100 pessoas participaram dos cursos em 2019 e, nesse ano, a expectativa da Secretaria de Desenvolvimento é de que número aumente.

Para se inscrever é necessário apresentar documento de identidade e comprovante de residência.

Os cursos com inscrições abertas são: Informatica básica, montagem de microcomputadores, educação financeira, investimento e criptomoedas, word aplicado a escrita criativa e excel intermediário e avançado (aulas à noite). A novidade fica por das aulas de criptomoedas que será o tema do terceiro módulo do curso de educação financeira. “Falaremos das principais moedas virtuais, dentre elas Bitcoin e ethereum, que são as mais conhecidas, mineração de moedas virtuais, sua história e como adquirir e negociar essas moedas em exchances virtuais”, contou o professor Carlos Daniel Montes.

Vale salientar que criptomoeda é um meio de troca que se utiliza da tecnologia de blockchain e da criptografia para assegurar a validade das transações e a criação de novas unidades da moeda. As inscrições podem ser feitas por telefone - 2249 -5900 ou no próprio CERT, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. Para se inscrever nos cursos os interessados devem levar carteira de identidade e CPF.

Quem mora nos bairros pode fazer a inscrição para os cursos nos CIDs – Centros de Inclusão Digital. São 21 equipamentos espalhados pelo município com aulas gratuitas para a comunidade. “A atualização dos conhecimentos para quem busca uma recolocação no mercado de trabalho é essencial, por isso os conteúdos das aulas são de fácil entendimento e também ficamos a disposição para auxiliar”, explica Leonardo Sindorf, responsável pelos CIDs.

Recuperação de computadores

O CERT também funciona como ponto de recolhimento de materiais eletrônicos: computadores, impressoras, máquinas fotográficas, teclados e mouses. Tudo o que é recebido no CERT passa por uma triagem e o que pode ser reaproveitado, retorna para a administração pública e é utilizado por secretarias municipais. Além disso, computadores também são consertados no CERT. Em 2019 mais de 200 serviços de manutenção foram executados. Os consertos realizados nesse ano geraram uma economia de, aproximadamente, R$ 85 mil, para a administração pública. Em todo ano, foram realizadas pelo CERT mais de 300 doações e empréstimos de aparelhos tecnológicos e 65 computadores foram cedidos para outras secretarias municipais.

Os computadores, impressoras e teclados consertados são direcionados para secretarias e também para os CIDs – Centros de Inclusão Digital – que oferecem aulas gratuitas de informática nas comunidades.

O Palácio de Cristal, um dos pontos turísticos mais tradicionais e antigos de Petrópolis, receberá até sábado, o que há de mais moderno em tecnologia. Para a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, a Prefeitura instalou uma tenda nos jardins do monumento, com 12 estandes de empresas parceiras, que apresentam suas soluções tecnológicas para o público presente.

“A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia é um evento que congrega empresas do setor na cidade e vem de encontro com a ideia de Petrópolis se tornar um polo tecnológico”, afirma o secretário de Ciência e Tecnologia, Airton Coelho.

O gerente de Inclusão Social da Secretaria de Ciência e Tecnologia, Anderson Palma, explica que no estande da Secretaria estão expostos folhetos e vídeos informativos sobre os projetos que estão sendo desenvolvidos pela Prefeitura na área de tecnologia, educação e sustentabilidade. “Temos muitos programas interessantes, como os Centros de Educação Digital (CIDs). Este evento é importante porque integra as instituições parceiras e também é uma oportunidade de mostrar o que o município produz”, afirmou.

Gilvana Carneiro e Lucas Marques são os responsáveis pelo estande da Microsoft Innovation Center (MIC)/ Allen. Eles contam que adaptaram um jogo usado para captar os movimentos das pessoas e mostrar em um vídeo em tempo real, para que as crianças que visitarem o local pudessem brincar. Mas, o sucesso não foi só com os pequenos. Durante todo o dia, dezenas de adultos, entre eles, os próprios atendentes dos outros estandes, brincaram diante do computador. “Esse jogo é bem primário, queremos mostrar o início de tudo. A partir desse programa podem ser desenvolvidos outros bem mais complexos”, explicou Gilvana, que é coordenadora do MIC.  

No estande do Sesi, por exemplo, pode ser encontrado um jogo mais complexo, chamado Kinet. Mariana Libonatti, responsável pelo espaço, explica que o jogo está sendo implantado nas indústrias, para, junto com a ginástica laboral, incentivar os funcionários a se movimentarem. “Nesse jogo temos vários tipos de esportes, como futebol, vôlei, salto a distância, atletismo. Tudo isso pode ser realizado no escritório, para estimular a prática esportiva.”

Marcelo Santos, da Zeiss, está realizando a medição das armações de óculos com o auxílio da máquina i-Terminal. “Aqui nós também vemos qual a armação mais adequada para cada tipo de rosto e as pessoas podem também experimentar o photofusion, uma tecnologia para os que tem foto sensibilidade”, disse.

Grasiele Kapps e Raquel de Oliveira apresentam, no espaço do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), soluções com realidade virtual, ambientes colaborativos e comunicação à distância. Como, por exemplo, o dispositivo que permite aos funcionários de uma empresa estar em uma plataforma de petróleo virtualmente e o que permite o treinamento de massagem cardíaca.

Juliana Possas, da Fiocruz, ensina as pessoas a plantarem suas próprias mudas de calêndolas, pelo projeto Trilha do Arboreto, que divulga os benefícios das plantas medicinais. Ela também convida aos presentes a experimentarem algumas ervas. “A tecnologia deve ser aliada da sustentabilidade, só assim haverá desenvolvimento”, disse.

A estudante de psicologia da UCP, Louise Haas, que plantou sua primeira muda de calêndola, conta que em casa tem um pequeno pé de tomate-uva. “Eu mesma plantei os meus tomates. Aqui estou aprendendo algumas dicas para conservar melhor as plantas, como cuidar para que fiquem sempre sadias”, disse.

A Universidade Católica de Petrópolis (UCP), a FMP/Fase e a Faetec estiveram presentes divulgando os cursos disponíveis pelas instituições. A Faetec está com inscrições abertas para alguns cursos gratuitos na área de tecnologia. Já a Orange, está recebendo currículos de pessoas interessadas em trabalhar na empresa.    

Dentro do Palácio está sendo exibido o curta metragem “Ver Ciência”, sobre esporte, saúde e sustentabilidade, para crianças das escolas da rede municipal. 

O Palácio de Cristal vai receber, nesta terça-feira (22.10), um planetário inflável. A atividade faz parte Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão (Sepex) 2019, do Cefet/RJ, que acontece entre os dias 22 e 24 de outubro, a partir do tema “Bioeconomia – Diversidade e Riqueza para o Desenvolvimento Sustentável”. O planetário é do projeto de extensão "Astronomia para todos no Cefet/RJ" e realizará sessões de hora em hora, com intervalo apenas entre 13h e 14h. A atividade, que conta com o apoio da Turispetro, oferece aos visitantes a oportunidade de refletir sobre a nossa posição no universo, de conhecer um pouco do sistema solar, de discutir a história das civilizações e a importância da observação do céu noturno pelos povos da antiguidade e de entender a diferença entre astronomia e astrologia, dentre outros aspectos.  Os interessados em se inscrever com antecedência devem enviar e-mail para  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ", colocando no assunto "Planetário no Palácio". É possível fazer agendamento de grupos também.

Pagina 7 de 13

Banner INFOS ATUAIS2

Notícias por data

« Agosto 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31            

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo