Iniciativa do Sebrae contou apoio da Prefeitura de Petrópolis, Sistema FIRJAN e Sindtec

Promover a interação entre diferentes setores produtivos, incentivando o networking e facilitar a geração de novos negócios. Com esse intuito, foi realizado nessa quinta-feira (30/11), o primeiro encontro de negócios do setor de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), na sede da Representação Regional da FIRJAN na região Serrana, em Petrópolis. Na ocasião os empresários puderam conhecer as tendências do mercado e as particularidades do setor em constante crescimento no município que já é considerado um dos principais polos tecnológicos do Rio de Janeiro. O encontro foi idealizado pelo Sebrae com apoio da Prefeitura de Petrópolis, Sistema FIRJAN e SindTec – Sindicato das empresas de tecnologia do Rio de Janeiro.

“Esse é um importante encontro para possibilitar a criação de novos negócios, já que Petrópolis conta com cerca de 200 empresas ligadas ao setor. A ideia é promover novos eventos como este para continuar incentivando o desenvolvimento. O município já trabalha na criação da Lei da Inovação e o Sebrae atua na consultoria e na aproximação de cursos e faculdades com o empresariado”, afirmou Claudia Pacheco, coordenadora Regional do Sebrae/RJ.

Presidente da Representação Regional da FIRJAN na Região Serrana, a empresária Waltraud Keuper, acredita que este é um segmento promissor e com grande potencial inovador. “As empresas de tecnologia são muitas em nossa cidade. É um setor que cresce de forma inovadora e que precisa ter espaço para mostrar todo o seu potencial. As indústrias daqui precisam de oportunidades como esta para concretizar novos negócios e se expandirem promovendo o desenvolvimento ao seu redor”, destacou.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini, agradeceu a parceria das instituições. “Esse tipo de atividade é muito importante para o crescimento do setor. Fizemos encontros com os atores do setor cervejeiro e design e, agora estamos focados na tecnologia. Pudemos nesse encontro apresentar as empresas para seus pares, fomentando as negociações”.

O andamento da criação da Lei da Inovação, que está sendo criada pela Secretaria de Desenvolvimento, também foi abordado. “A Prefeitura está estudando ações para facilitar o desenvolvimento do setor na cidade. A Lei da Inovação é uma delas, e por isso, estamos conversando com os empresários do setor, ouvindo as sugestões para construir o documento final de forma colaborativa. Queremos que não só os empresários, mas também os investidores sejam beneficiados com a nova legislação”, explicou o subsecretário da pasta, Fernando Pessoa.

A programação ainda contou com a palestra do especialista setorial em TIC da Federação das Indústrias, Rafael de Jesus que apresentou um panorama atualizado sobre o mercado TIC e novas tendências de mercado e consumo.

O encontro ainda contou com um bate papo sobre Ambiente de Inovação, realizada por Bernardo Manzo, do programa de Start Up do Sebrae; uma explanação sobre os processos e critérios adotados para a contratação de produtos e serviços pela Prefeitura e, a palestra do especialista setorial em TIC da Federação das Indústrias, Rafael de Jesus, sobre as novas tendências de mercado e consumo do setor TIC.

Unindo tecnologia e educação, a empresária Marcilene Scantamburlo aprovou o formato do encontro e mostrou otimismo com a possibilidade de concretizar novos negócios. “Fiquei animada com a quantidade de novas empresas deste setor em Petrópolis, com a possibilidade de interação entre os profissionais e a chance de falar para muitos de uma só vez. Com certeza teremos parcerias e projetos concretizados em breve”, destacou.

Empresário do setor de telecomunicações, Luiz Daud e, representante do SindTec na região, destacou a oportunidade unir fornecedores e compradores na mesma mesa. “Quem veio buscar clientes acabou se tornando fornecedor de algum serviço. Essa dinâmica aproxima as partes e propõe o início de um relacionamento que pode ser finalizado com negócios e contratos. É o que buscamos para desenvolver o nosso setor e mostrar todo o potencial das empresas daqui”, disse.

Inscrições ainda podem ser feitas

Sessão de Negócios - Tecnologia e Inovação

O mercado tecnológico em constante crescimento encontra em Petrópolis uma cadeia produtiva consolidada: empresas e instituições de ensino superior que formam a mão de obra especializada. Para esses estudantes e para os empresários que investem na inovação será realizado nesta quarta e quinta-feira, dias 22 e 23 de agosto, a 3ª edição do Rio Info Petrópolis, no Cefet/RJ campus Petrópolis, das 14h às 20h. O evento é uma realização da Riosoft, promovido e organizado juntamente com o Sebrae/RJ, TI Rio e Prefeitura de Petrópolis, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Petrópolis.  A 3ª edição da Rio Info Petrópolis é aberta ao público e ainda dá tempo de se inscrever através do site http://rioinfo.com.br/encontro-petropolis

A intenção é aproximar as universidades e seus projetos do mundo empresarial e do empreendedorismo e dar oportunidade para a criação de negócios entre os atores envolvidos. “Abrigar a Rio Info é presente para Petrópolis. Oportunidade única para os empresários, estudantes e empreendedores que têm na inovação a vontade de crescer os seus negócios. O público poderá tirar dúvidas e conhecer as novidades do setor diretamente com especialistas sobre os assuntos”, afirma o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.

Na abertura do evento, dia 22, serão lançados o Desafio Rio Info Petrópolis e uma Sessão de Negócios, conduzida pelo Sebrae, com apoio da Riosoft , TI Rio e o Programa Ciência em Movimento. A Sessão vai reunir empresários fornecedores de serviços de Tecnologia e Informação, empresas de diversos setores que demandam esses serviços, empresas juniores e startups, além de representantes de universidades em um encontro multissetorial tendo como base a oferta de produtos e serviços intensivos em conhecimento. O Desafio Rio info Petrópolis congregará estudantes que serão estimulados a apresentar soluções para problemas das seguintes áreas de cidades inteligentes: Agronegócio Familiar, Mobilidade Urbana, Turismo Inteligente e Cervejarias Artesanais.

No dia 23, estão programados quatro painéis temáticos: um sobre formação profissional e oportunidades de negócio; um sobre Tecnologia no ramo de Cervejas Artesanais – Beertech; outro tratando de Negócios e Tecnologia em infraestrutura e serviço de Cidades Inteligentes e por fim, o painel de Negócios e Tecnologia em Turismo Inteligente. Entre os Painéis acontecerão os Pitchs gerados a partir do Desafio Rio Info. O evento se encerrará com a premiação dos vencedores do Desafio.

As inscrições devem ser feitas em http://rioinfo.com.br/encontro-petropolis. O Cefet campus Petrópolis fica na Rua Do Imperador, 971, Centro. O evento também conta com o apoio da Turispetro, do Cefet/RJ campus Petrópolis, Programa Ciência em Movimento, TV Rede Petrópolis e SerraTec.

“Petrópolis tem um viés forte no ambiente da inovação e o Rio Info Petrópolis tem esse papel importante de juntar academia, empresas e poder publico e proporcionar oportunidades. Ótima oportunidade para participar das conferencias, rodadas de negócios e encontros”, afirma o coordenador geral do Rio Info Petrópolis, Alberto Blois.

Confira a programação:

Dia 22 de agosto

14h – Credenciamento

14h30 – Abertura

15h – Coffee Break

15h30 às 18h30h – Sessão de Negócios

15h30 às 20h – Desafio Rio Info Petrópolis. Temas para cidades inteligentes: Agronegócio Familiar, Mobilidade Urbana, Turismo Inteligente e Cervejarias Artesanais.

Dia 23 de agosto

Fórum de Oportunidades em Transformação Digital

14h às 14h45h – Painel: Formação Profissional de Base Tecnológica  e as Oportunidades no Mercado

Duas palestras sobre a formação profissional de base tecnológica e a questão empreendedora.

– Rodrigo Curcio, HumanAaZ

– Marcelo Conceição

– Moderadora: Paola Baroncini

15h – Divulgação Hacking Serra e TEDx Petrópolis

15h às 15h45 – Painel Beer Tech, cervejas aresanais

Duas palestras sobre o mercado de produção de cerveja artesanal e oportunidades para as cervejarias de Petrópolis

– Ana Cláudia Pampillon

– José Renato

– Moderação: indicação SEBRAE

15h45h às 16h – Sessões de Pitchs do Desafio Rio Info Petrópolis

16h às 16h30 – Coffee Break

16h30 às 17h15 – Painel Cidades Inteligentes

Duas palestras sobre cidades inteligentes e oportunidades de transformação digital para a cidade de Petrópolis

– Rodolfo Sabois, InMetro e o projeto cidades inteligentes

– Carlos Eduardo, ENEL

– Moderação: Marcelo Simões

17h15 às 17h30 – Sessões de Pitchs do Desafio Rio Info Petrópolis

17h30 às 18h15 – Painel Turismo Inteligente

Duas palestras sobre turismo inteligentes  e oportunidades de transformação digital para a cidade de Petrópolis

– Guido Varela, Serra Brasilis

– Patrick Cunha

– Moderação: Frederico Oliveira

18h15 às 18h30 – Sessões de Pitchs do Desafio Rio Info Petrópolis

18h30 às 19h – Encerramento e Premiação

Para estimular a inovação nas três cidades serranas: Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo, o Serratec foi lançado oficialmente como instituição sem fins lucrativos nessa quarta-feira (12.06). A solenidade, que ocorreu no auditório do LNCC, contou com a participação de mais de 100 pessoas, entre empresários das três cidades e representantes dos poderes federal, estadual e municipal. Dados do Serratec apontam que, na região serrana, são mais de 170 empresas diretamente ligadas ao serviço de tecnologia, que empregam mais de 3 mil pessoas. Em Petrópolis são 100 empresas, que empregam cerca de 2 mil pessoas. O setor também fatura na cidade R$ 355 milhões anuais. E a expectativa é de aumento para os próximos anos: crescimento de 6% no número de empresas até 2021 e 12% na contratação de mão de obra, mais 3.360 empregos na área.

Como forma de incentivar o desenvolvimento econômico e sustentável regional, foram formatados a Diretoria Executiva, o Conselho Fiscal e o Conselho Consultivo do Serratec, composto por empresários e representantes do segmento.

A intenção da presidência do Serratec é de que, com a nova formulação, sejam construídos pilares e metas que preveem a constituição de cursos de qualificação para mão de obra, a construção de um portal de negócios, com a apresentação de soluções, demandas, banco de currículos, tudo estruturado para fortalecer o arranjo produtivo local.

“Nosso objetivo é engajar todos os setores para fortalecer o desenvolvimento baseado na tecnologia e o Serratec será o catalisador desse movimento. O Serratec pode ajudar novas empresas a se estruturar, poderá realizar convênios e estabelecer metas para desenvolver a inovação nos três municípios. Hoje, temos mais de 170 empresas de tecnologia na região, mas, a expectativa, é de aumento em 6% do setor nos próximos anos”, explicou Marcelo Carius, CEO da Neki-It e presidente do Serratec.

Ainda de acordo com levantamento do Serratec, o setor deve gerar mais 3.360 empregos em toda a região serrana, um crescimento de 12%. O faturamento também deve aumentar 30% até 2021.

Na ocasião, empresários das três cidades demonstraram o apoio ao Serratec. Julio Talon, presidente da Firjan e da GE Celma, falou um pouco sobre a experiência de sucesso da empresa na cidade, que cresceu e tem intenção de crescimento de 40% nos próximos anos, graças ao investimento em inovação e mão de obra qualificada.

“Qualificação de pessoas foi essencial para o crescimento da empresa. Hoje, 2900 pessoas trabalham em cinco oficinas da empresa. A possibilidade de crescimento é real e estimamos em 40% nos próximos anos, o que significa aumento de vagas. E é isso que precisamos para crescer, investimento nas pessoas. Petrópolis tem capacidade de crescimento e acreditamos muito nisso por isso estamos aqui, fortalecendo o Serratec”, disse Julio Talon.

Paulo Alvim, secretário de Empreendedorismo e Inovação, representando o Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, também parabenizou a iniciativa. “Fortalecer a cultura da inovação faz toda diferença no crescimento desse setor. Estamos avançando, produzindo riqueza através do universo de conhecimento que a região serrana tem e isso é maravilhoso não só para as três cidades, mas para todo Brasil”, disse.

“Parabenizo o Serratec pelo esforço em prol do desenvolvimento da área tecnológica e a prefeitura que vem se mostrando uma grande apoiadora do setor”, afirmou o diretor do LNCC, Augusto Gadelha. 

Evento será realizado no dia 29 de agosto, na Bohemia

Debater o desenvolvimento da Inovação no interior do Estado do Rio de Janeiro. Esse é o principal objetivo da 4ª edição o Rio Info Petrópolis, que será realizada no dia 29 de agosto, na Bohemia, a partir das 16h e reunirá empresários, empreendedores, profissionais, estudantes e interessados em inovação, empreendedorismo e tecnologia em paineis e sessões de negócios. O evento é uma realização da Rio Soft, com promoção da TI Rio e conta com apoio da Prefeitura de Petrópolis por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Sebrae, e universidades. As inscrições podem ser realizadas pelo site https://rioinfo.com.br/rio-info-petropolis

Neste ano a Rio Info Petrópolis tem como tema a Cultura Digital e em Petrópolis, especificamente voltada para a criatividade e inovação. “Petrópolis tem no setor tecnológico um atrativo para empreendedores. Não é à toa que a cidade abriga centros de pesquisa, universidades, faculdades e empresas do setor e é por isso que a Rio Info é tão importante. Atualiza os conhecimentos dos empresários, aproxima a academia das empresas e revela talentos. É uma honra ter mais uma edição da Rio Info na nossa cidade”, afirma o prefeito Bernardo Rossi.

Os objetivos da Rio Info são apoiar o ambiente de inovação na região; aproximar universidade e seus projetos ao mundo empresarial e de empreendedorismo intensivo em conhecimento; auxiliar no desenvolvimento de canais para a ampliação de negócios; aproximar empresariado da capital e do interior e desenvolver socialmente e economicamente o interior do estado do Rio de Janeiro.

Entre os destaques da edição estão a “Mostra Hélice Tripla de Petrópolis” - Empresas selecionadas para divulgação do ambiente de inovação na cidade: SDE/PMP(Secretaria de Desenvolvimento Econômico), SAS/PMP (Secretaria de Assistência Social), Empresa Júnior do CEFET, CRTL+CAFE, TV Rede Petrópolis, Empresa Júnior da FASE, Incubadora da UFF, CIEE, Sebrae, TI Rio/ RioSoft, CENIPII); a Sessão de Negócios - organizada pelo Sebrae contará com âncoras nos segmentos de inovação e vocacionados da cidade de Petrópolis e os debates sobre cultura digital, economia criativa e Lei da Inovação.

“O evento em Petrópolis é muito importante para valorização das competências locais e integração dos ambientes de Inovação, empreendedorismo e desenvolvimento tecnológico do Estado. O Circuito Rio Info começou em Petrópolis em 2016 e, desde então, vem realizando o fomento da inovação na cidade”, explicou Alberto Blois, um dos organizadores do evento e integrante da Rio Info, Rio Soft e TI Rio.

Como contribuição social, os organizadores do evento estão solicitando a doação, por participante, de uma lata de leite integral em pó que será doada para a Escola Doméstica de Nossa Senhora do Amparo. A doação deverá ser feita no local do evento da Mostra Tripla Hélica, no stand da Secretaria de Assistência Social.

Confira a programação – ainda sujeita a alterações:

16h - Abertura

TI Rio; RioSoft; Prefeitura Municipal; Sebrae Ciência em Movimento; CEFET; CENIPII;FASE;UFF)

16h30 - Oferecimento de coffee-break

16h30 - Mostra Empresarial Tecno-Científica de Petrópolis

Empresas apoiadoras; startups; empresas de economia criativa;

16h30 - Sessão de Negócios

Sessão de Negócios organizada pelo Sebrae. Serão convidados quatro empresas âncoras em áreas vocacionadas da cidade tais como Saúde, Agricultura; Moda, Industrial e instituições de ensino, empresas e projetos inovadores para a sessão.

18h30 - Pitch Inova Petrópolis

Seis minutos de apresentação e quatro de perguntas

*O Rio Info Petrópolis: a tripla hélice em ação, Marcio Campos

*Co-working: a evolução do trabalho, Roberta Cassiano

*Pitch FASE

*Pitch UFF

*Pich CEFET

*Pitch CENIPII

19h - Coletiva: Cultura Digital e Vocações de Petrópolis - Mediador Humberto Medrado

Debate dinâmico com quatro convidados, tendo cada um 6 minutos de apresentação e em seguida com perguntas do mediador e da plateia

Debatedores: Denise Fiorini (Moda/ARTE); Rodrigo Boaventura (Mostra Audiovisual de Petrópolis); Frederico Oliveira, AgroTurismo e Marcelo Simões, (projeto Cidade Inteligente de Petrópolis)

20h - Coletiva: Oportunidades da economia criativa de Petrópolis - Mediador Marcio Campos

Debate dinâmico com quatro convidados, tendo cada um 6 minutos de apresentação e em seguida com perguntas do mediador e da plateia

Debatedores: Moacyr Figueiredo/UFF (Cadeia produtiva do Turismo); Thatiana Mesquita (Film Commission); Ronaldo Fiani, a Lei de Inovação da Cidade de Petrópolis e Poliana Duarte (SEBRAELab)

21h – Encerramento - Marcelo Fiorini e Celso Pansera

21h30 - Encerramento - Networking no Bar da Bohemia

Encontro de negócios no bar da Bohemia

Centro de Referência e Excelência Tecnológica

Petropolitanos já podem ser inscrever para as oficinas gratuitas que são oferecidas no CERT - Centro de Referência e Excelência Tecnológica que funciona no Bingen. Estão sendo disponibilizadas vagas para os cursos: Educação Orçamentária, Pacote Office, Montagem e Manutenção de Micros e Escrita Criativa.

Podem participar das aulas jovens a partir de 12 anos de idade. As inscrições podem ser feitas diretamente no CERT que funciona na Rua Bingen, n° 520, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h.

Mais uma vez estão sendo disponibilizados cursos gratuitos em um equipamento público com o objetivo de fomentar o conhecimento tecnológico na cidade. Petropolitanos não podem perder essa chance. O investimento em conhecimento pode garantir melhores oportunidades no mercado de trabalho.

O curso de educação orçamentária ocorre às quartas-feiras em dois horários: das 14h às 15h e das 19h às 20h. O curso de montagem e manutenção de micros também ocorre nas quartas-feiras, das 14h às 15h. Já as aulas do pacote Office acontecem nas sextas-feiras, das 9h30 às 10h30 e o curso de escrita criativa nas segundas-feiras, das 14h às 15h.

“Vale salientar que, além dos cursos gratuitos, o CERT é um importante instrumento de recuperação de eletrônicos da prefeitura de Petrópolis. Só nesse ano foram realizados 190 atendimentos nas secretarias e Centros de Inclusão Digital”, explica do secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.

No CERT também funciona o EcoPonto – local onde podem ser depositados lixos eletrônicos como máquinas fotográficas, computadores e impressoras.

“Desde o início do ano, já foram depositados no CERT quase 2 mil quilos de material eletrônico que passam por uma triagem e são encaminhados para o descarte correto, para garantir que esse material não polua o meio ambiente”, contou o diretor do Departamento de Políticas Públicas de Ciência e Tecnologia, Marcelo Simões.

O Certo funciona na Rua Bingen, nº 520. Informações adicionais podem ser adquiridas através do telefone 2249-5900.

Capacitação iniciará em maio no Centro de Excelência e Referência Tecnológica 

Estão abertas as inscrições para o projeto Capacita Petrópolis que fornecerá cursos gratuitos de formação e qualificação profissional no Centro de Excelência e Referência Tecnológica (Cert) localizado no Bingen. Os interessados devem entrar em contato com os CRAS - Centro de Referência da Assistência Social localizados nos bairros Retiro, Madame Machado, Centro, Itaipava, Vale do Carangola, Posse, Quitandinha e Corrêas. Serão oferecidas inicialmente 20 vagas para as aulas que começam dia 02 de maio. 

O Capacita Petrópolis é uma iniciativa da prefeitura, por meio da Secretaria de Assistência Social, integrada ao Departamento de Ciência e Tecnologia, e oferecerá uma grade de estudos em módulos que proporcionará treinamento para quem busca o primeiro emprego e a atualização de profissionais que estão fora do mercado de trabalho em busca de uma oportunidade profissional. 

“Faz parte do nosso plano de governo promover a inclusão e criar oportunidades de ressocialização e de trabalho para todos os assistidos pela Secretaria. São cursos rápidos com algumas horas cada um, dividido em módulos então a pessoa pode escolher qual módulo gostaria de se especializar”, aponta Denise Quintella. 

A iniciativa proporcionará a reativação do Centro de Excelência e Referência Tecnológica (Cert) localizado no Bingen que conta com pelo menos 20 computadores que estavam em desuso desde a gestão passada. 

A secretária da pasta, Denise Quintella, explica que inicialmente a parceria beneficiará a população que recebe Bolsa Família, Aluguel Social e Cartão Imperial e também aos jovens que estão cumprindo medidas socioeducativas. 

O professor que iniciará o Capacita Petrópolis, Paulo Salles, antecipa que irá buscar outros professores para completar a grade dos cursos que iniciará com pacote office, gerenciamento de projetos, comunicação e oratória. 

“É um trabalho voluntário em que irei doar algumas horas do meu tempo, duas vezes na semana para proporcionar essa capacitação. Todos os módulos têm de 18h a 24h e terão ficha de avaliação e certificado de conclusão. A proposta é que ao início do projeto outros professores queiram participar e ofertar alguma disciplina complementar”, anuncia Paullo Salles. 

As inscrições são gratuitas para pessoas a partir dos 16 anos com ensino fundamental completo nos CRAS - Centro de Referência da Assistência Social no horário de 9 às 16h, localizados nos bairros: 

Retiro – Rua Henrique Dias, 221 – Retiro. 

Madame Machado – Centro Comunitário Maria do Carmo, Comunidade 1º de Maio. - Madame Machado. 

Centro - Endereço: Avenida Dom Pedro I. 198. Centro. 

Itaipava - Estrada União Indústria, nº 11860 - Itaipava. 

Vale do Carangola - Servidão Ivan Luiz de Jesus – Carangola. 

Posse - Estrada União Indústria, nº 33877 - Posse. 

Quitandinha - Rua Amazonas, s/n° (esquina com a Rua Alagoas).

Corrêas - Rua Vigário Correa, 1345 – Corrêas.

Sessão de Negócios - Tecnologia e Inovação

Empresários, empreendedores, profissionais, estudantes e interessados em inovação, empreendedorismo e tecnologia já podem se inscrever para a 3ª edição do Rio Info Petrópolis, que será realizado nos dias 22 e 23 de agosto no CEFET Petrópolis. Com o objetivo de promover o debate do desenvolvimento da inovação no interior do Estado do Rio de Janeiro, a terceira edição do evento contará com sessão de negócios, Desafio Rio-Info, fórum, palestras e painéis, com o Tema "Transformação Digital".

A intenção é aproximar as universidades e seus projetos do mundo empresarial e do empreendedorismo e dar oportunidade para a criação de negócios entre os atores envolvidos. O evento será realizado no Cefet/RJ campus Petrópolis, das 14h às 20h e é uma realização da Riosoft, promovido e organizado juntamente com o Sebrae/RJ, TI Rio e Prefeitura de Petrópolis, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Petrópolis.  A 3ª edição da Rio Info Petrópolis é aberta ao público.

Na abertura do evento, dia 22, serão lançados o Desafio Rio Info Petrópolis e uma Sessão de Negócios, conduzida pelo Sebrae, com apoio da Riosoft , TI Rio e o Programa Ciência em Movimento. A Sessão vai reunir empresários fornecedores de serviços de Tecnologia e Informação, Empresas de diversos setores que demandam esses serviços, empresas juniores e startups, além de representantes de universidades em um encontro multissetorial tendo como base a oferta de produtos e serviços intensivos em conhecimento.

O Desafio Rio info Petrópolis congregará estudantes que serão estimulados a apresentar soluções para problemas das seguintes áreas de cidades inteligentes: Agronegócio Familiar, Mobilidade Urbana, Turismo Inteligente e Cervejarias Artesanais.

No dia 23, estão programados quatro painéis temáticos: um sobre formação profissional e oportunidades de negócio; um sobre Tecnologia no ramo de Cervejas Artesanais – Beertech; outro tratando de Negócios e Tecnologia em infraestrutura e serviço de Cidades Inteligentes e por fim, o painel de Negócios e Tecnologia em Turismo Inteligente. Entre os Painéis acontecerão os Pitchs gerados a partir do Desafio Rio Info. O evento se encerrará com a premiação dos vencedores do Desafio.

“A Rio Info já se estabilizou como um dos eventos mais importantes do setor de tecnologia de Petrópolis. A ampliação de negócios através da aproximação entre os empresários e os estudantes de tecnologia auxilia no desenvolvimento econômico de Petrópolis”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.

“Essa é uma ação importante que valoriza as empresas locais e o surgimento de novos negócios. Petrópolis tem um viés forte no ambiente da inovação e o Rio Info Petrópolis tem esse papel importante de juntar academia, empresas e poder público e proporcionar oportunidades, valorizando starups e promovendo rodadas de negócios. Para os empresários e estudantes, será o melhor lugar para se estar no mundo”, afirma o coordenador geral do Rio Info Petrópolis, Alberto Blois.

As inscrições devem ser feitas em http://rioinfo.com.br/encontro-petropolis. O Cefet campus Petrópolis fica na Rua Do Imperador, 971, Centro. O evento conta com o apoio do Cefet/RJ campus Petrópolis, Programa Ciência em Movimento, TV Rede Petrópolis, Prefeitura de Petrópolis e SerraTec.

Confira a programação:

Dia 22 de agosto

14h – Credenciamento

14h30 – Abertura

15h – Coffee Break

15h30 às 18h30h – Sessão de Negócios

15h30 às 20h – Desafio Rio Info Petrópolis. Temas para cidades inteligentes: Agronegócio Familiar, Mobilidade Urbana, Turismo Inteligente e Cervejarias Artesanais.

Dia 23 de agosto

Fórum de Oportunidades em Transformação Digital

14h às 14h45h – Painel: Formação Profissional de Base Tecnológica  e as Oportunidades no Mercado

Duas palestras sobre a formação profissional de base tecnológica e a questão empreendedora.

– Rodrigo Curcio, HumanAaZ

– Marcelo Conceição

– Moderadora: Paola Baroncini

15h – Divulgação Hacking Serra e TEDx Petrópolis

15h às 15h45 – Painel Beer Tech, cervejas aresanais

Duas palestras sobre o mercado de produção de cerveja artesanal e oportunidades para as cervejarias de Petrópolis

– Ana Cláudia Pampillon

– José Renato

– Moderação: indicação SEBRAE

15h45h às 16h – Sessões de Pitchs do Desafio Rio Info Petrópolis

16h às 16h30 – Coffee Break

16h30 às 17h15 – Painel Cidades Inteligentes

Duas palestras sobre cidades inteligentes e oportunidades de transformação digital para a cidade de Petrópolis

– Rodolfo Sabois, InMetro e o projeto cidades inteligentes

– Carlos Eduardo, ENEL

– Moderação: Marcelo Simões

17h15 às 17h30 – Sessões de Pitchs do Desafio Rio Info Petrópolis

17h30 às 18h15 – Painel Turismo Inteligente

Duas palestras sobre turismo inteligentes e oportunidades de transformação digital para a cidade de Petrópolis

– Guido Varela, Serra Brasilis

– Patrick Cunha

– Moderação: Frederico Oliveira

18h15 às 18h30 – Sessões de Pitchs do Desafio Rio Info Petrópolis

18h30 às 19h – Encerramento e Premiação

Polo de tecnologia no Quitandinha recebe debate sobre o fomento ao empreendedorismo como solução para o mercado

Evento lança de uma só vez três parcerias que trazem programas de financiamento aos municípios serranos

O “Investimento em Startups: da inovação ao desenvolvimento” será o tema de um encontro nesta quarta-feira (11.07), a partir de 14h, na Av. Afrânio de Melo Franco 333, no Quitandinha, promovido pelo Distrito de Inovação da Serra (DIS) e pelo Serratec, que tem como objetivo debater o fomento ao empreendedorismo como solução para o mercado e o que os investidores buscam hoje nas startups. O evento marca um novo momento para o ecossistema de inovação local, trazendo o lançamento dos programas Startup Rio Serra, Sai do Papel (pré-aceleração e aceleração) e, ainda, os Programas de Aceleração da Firjan.

Cada programa possui critérios próprios e definidos de seleção e condução dos projetos de startup ao investimento. O empreendedor e, também, o investidor interessados poderão participar gratuitamente para entender as oportunidades existentes de negócios. O encontro acontece a partir de 14h, no auditório do Serratec, no Quitandinha.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini, o setor de tecnologia é uma das vocações de Petrópolis e vem crescendo na cidade com o incentivo e a parceria da prefeitura, e eventos como este fortalecem o setor. “É importante para fomentar empresas de tecnologia do município e manter essas empresas instaladas aqui, evitando assim que elas saiam de Petrópolis. Isso fortalece o nosso pólo e a nossa região”, destaca ele.

O Programa Startup Rio da Serra é fruto de uma parceria entre a Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Social (SECTIDS), o DIS e o Serratec, com o objetivo de replicar na serra o sucesso do Startup Rio, programa da FAPERJ apoiado pelo Sebrae, que atualmente investe até R$ 95 mil por empresa. Essa iniciativa é aderente ao Programa Rio Estado Inteligente da SECTIDS, que visa promover soluções de “smartcities”, com foco em mobilidade urbana, segurança, saúde e educação, utilizando tecnologias, como big data, inteligência artificial, realidade aumentada e internet das coisas.

Já os Programas da Sai do Papel atendem a dois perfis de empreendedores diferentes, selecionando tanto startups locais que já tenham validado seu modelo de negócios junto ao mercado quanto projetos que ainda estão na fase de ideação. A proposta para o Programa de Pré-Aceleração em parceria com o DIS da Sai do Papel é uma das poucas iniciativas privadas com este foco de ação, uma vez que a maioria dos investidores “seed” já buscam startups mais maduras.

Parceria entre o Dis e o Serratec

O lançamento dos Programas marca também a primeira ação conjunta entre o DIS e o Serratec, que estão trabalhando na consolidação de um hub serrano para a promoção do empreendedorismo local através da geração de inovação e tecnologia própria.

“Acreditamos que este será um grande divisor de águas para o empreendedorismo e desenvolvimento econômico sustentável da região serrana. Por isso é tão importante estudar a vocação econômica da região, engajando os pesquisadores das faculdades locais”, avaliou Luis Fernando Pessoa, CEO do DIS.

O vice-presidente do Serratec, Alexandre Macedo, é outro entusiasta do movimento. “Todas as empresas do Serratec estão envolvidas com o evento e vamos oferecer as condições necessárias para que seja um sucesso! Somos os primeiros a incentivar a promoção de qualificação e iniciativas de fomento à inovação”, disse.

Festa com direito a show do cantor petropolitano Júlio Ferreira

Os alunos do Liceu Municipal Carlos Chagas participaram da cerimônia de reinauguração do laboratório de informática do Liceu Municipal Carlos Chagas, nessa segunda-feira (14.05). No local, os alunos poderão participar de cursos de informática. Além de conhecerem o espaço onde os quinze computadores estão armazenados, os estudantes puderam conferir um show com o cantor petropolitano Júlio Ferreira.

Os computadores foram consertados graças a uma parceria entre o Programa Municipal de Pacificação Restaurativa Petrópolis da Paz, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e a Secretaria de Educação.

“É muito gratificante ver que o projeto Petrópolis da Paz, que propaga a mediação escolar como a melhor forma de resolver conflitos, foi abraçada pela escola e está colhendo bons frutos. O laboratório é um exemplo disso. Aproveitem, alunos. Esse espaço que é de vocês. Tenho certeza que vocês aprenderão muito nesso laboratório”, disse a subsecretária de Educação, Marcia Palma.

Elsie Ellen de Carvalho, responsável pelo Programa Municipal de Pacificação Restaurativa Petrópolis da Paz, os alunos terão a oportunidade de se inscrever em capacitações específicas na área da informática. “A intenção é de que eles possam aprender a usar os computadores e, por outro lado, os professores também usarão o espaço como suporte nas aulas. É uma alegria muito grande participar dessa reinauguração desse laboratório”.

A sinergia entre as secretarias de Educação e Desenvolvimento Econômico, por meio do Departamento de Ciência e Tecnologia e o Departamento de Tecnologia Educacional foi destacada pelo diretor do Departamento de Ciência e Tecnologia, Marcelo Simões. “Através do fomento das novas tecnologias incentivamos os alunos a estudarem cada vez mais e a apostar em novos conhecimentos. Agradeço a cooperação de todos os agentes envolvidos nessa ação”, disse.

Marcelo Botelho, comissário de Justiça, participou do evento, representando, juiz responsável pela Vara da Infância, Juventude e do Idoso, Alexandre Teixeira, e  também destacou o trabalho das secretarias. “Parabenizo a iniciativa da prefeitura em restaurar esse laboratório através do trabalho conjunto entre as secretarias. Estamos acompanhando os esforços que estão sendo feitos para proporcionar melhores oportunidades para os jovens. A Vara da Infância sempre apoia os projetos que garantem os direitos dos estudantes”.

O diretor da escola, Marcos Souza Machado, explicou que a reinauguração do laboratório era um sonho de todos os profissionais que atuam no Liceu Municipal Carlos Chagas. “Quando foi inaugurado, em 2008, não tínhamos acesso à internet, por isso essa reinauguração é um motivo de muita comemoração. A escola está sempre aberta a novos projetos porque nós acreditamos nos nossos alunos. Alunos, aproveitem esse espaço. Tenho certeza que esse espaço vai abrir novas portas para vocês.

Um estagiário será disponibilizado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico para atuar na escola. “Queremos replicar esse modelo em outras escolas”, comentou Leonardo Sindorf, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

Beatriz Afonso Emídio tem 12 anos e é aluna do 6º ano e já está ansiosa pelas aulas. “Não tenho computador em casa, então, vai ser importante poder aprender a mexer certinho no computador. Ficou muito bonita a sala”.

Também participaram da reinauguração, Wesley Barreto, da Coordenadoria de Juventude e Ângela Motta, responsável peloDepartamento de Tecnologia Educacional.

Alunos do Liceu Carlos Chagas participam do Programa Municipal de Pacificação Restaurativa Petrópolis da Paz

O Programa Municipal de Pacificação Restaurativa Petrópolis da Paz é pioneiro no Estado e foi criado através da Lei nº 7.532. No Liceu Carlos Chagas, 60 alunos – matriculados do 6º ano do ensino fundamental – participam, desde o ano passado, dos encontros promovidos na escola pelo programa.

Junto aos alunos da instituição, o Programa utiliza técnicas de mediação escolar, que tem como objetivo a prevenção contra o bullying, conflitos familiares e de gerações, problemas entre alunos e professores e respeito às crenças, atuando sempre em conjunto com a família, comunidade, professores e funcionários da unidade escolar.  Solucionando assim, rivalidades e prevenindo as dificuldades no dia a dia escolar, estimulando a promoção da autonomia, inclusão e paz social.

“O laboratório vai somar com as ações que são desenvolvidas pelo programa na sala de aula. Para vivermos em um mundo melhor, temos que acreditar na transformação dos espaços junto à cultura da paz”, disse Vanessa Siqueira, professora da rede municipal atuante no Programa.

Primeira legislação especifica para o setor criada no Estado, a Lei da Inovação pretende fortalecer o setor que já cresce 10% ao ano

Incentivo à criação de parques tecnológicos e núcleos de inovação e a criação do Plano de Inovação Municipal e do Fundo Municipal de Inovação são alguns dos destaques da Lei da Inovação de Petrópolis, lançada oficialmente nessa terça-feira (16.10) pela prefeitura durante a abertura da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, no LNCC - Laboratório Nacional de Computação Científica. Aprovada pela comunidade acadêmica e empresários, a Lei da Inovação será encaminhada para a Câmara Municipal nos próximos dias.
A história comprova que Petrópolis sempre foi uma cidade à frente do seu tempo e, agora, com mais uma lei incentivadora, o município vai fortalecer o segmento da tecnologia que já mantém 2 mil empregos e forma mão de obra especializada anualmente. A preocupação do governo é a de desburocratizar, facilitando a vida das empresas que já estão instaladas na cidade e chamando a atenção do potencial econômico da cidade para novas empresas.

Na ocasião, a prefeitura agradeceu o apoio das empresas do setor. A cidade tem empresas de ponta que são destaque no mercado tecnológico e foi uma honra contar com o auxilio dessas pessoas na formalização deste documento.
A Lei da Inovação prevê o incentivo a aceleradoras e incubadoras, parceria com instituições de ensino superior para compartilhamento de laboratórios, simplificação do processo burocrático para a instalação de novas empresas e criação do Plano de Inovação Municipal - as secretarias municipais terão que elaborar um Plano Anual de Inovação que estudará projetos com o objetivo de pesquisar novas soluções para problemas do município.

"Petrópolis será a primeira cidade no Estado a ter uma lei segmentada para esse setor. Fizemos o mesmo com as microcervejarias e estamos acompanhando o crescimento desse setor e, consequentemente, o aumento na oferta de vagas de emprego. O objetivo é o mesmo, de forma organizada e com o auxilio da academia, empresários e alunos da área, vamos fortalecer a criação de novas empresas, incentivar a criação de programas e start ups e mostrar que o estudante que se forma na área de Tecnologia da Informação em Petrópolis terá a oportunidade de ingressar em um mercado de trabalho que paga bem e que está em constante crescimento", disse o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.

O documento também prevê a criação do Sistema Municipal de Inovação (SMI); do Conselho Municipal de Inovação (CMI), do Fundo Municipal da Inovação (FMI) e do selo de inovação de Petrópolis. O Conselho Municipal de Inovação terá caráter deliberativo e vai formular, avaliar e fiscalizar ações e políticas públicas de promoção da inovação para o desenvolvimento do município, além de sugerir políticas de captação e alocação de recursos. Já o Fundo de Inovação Municipal vai promover atividades inovadoras, tecnológicas, sociais e sustentáveis do sob a forma de programas e projetos. Os recursos do Fundo serão provenientes de transferências financeiras do governo Federal e do Estado, convênios e contratos com pessoas físicas ou jurídicas, doações, legados, contribuições em espécie, valores, bens móveis e imóveis recebidos de pessoas físicas e jurídicas. Já o selo da Inovação, que será chamado de “Petro-Inova” identificará a participação das entidades integrantes do Sistema Municipal de Inovação credenciadas.

"A lei é um marco e representa a boa vontade do poder público em incentivar o setor tecnológico que é uma referência na cidade. Temos grandes empresas, cursos de excelência e um mercado que tem tudo para crescer. Com o auxilio do poder público tenho certeza que essa Lei vai transformar a realidade tecnológica da cidade. Agradeço ao prefeito em nome do Serratec e das instituições de ensino superior da área de TI da cidade por essa iniciativa", disse Augusto Gadelha, diretor do LNCC.

A Lei da Inovação também prevê o fomento de projetos nas escolas - promoção da cultura empreendedora e de inovação nas escolas públicas, a partir do estabelecimento de parcerias com organizações que auxiliam no processo de criação e de fomento ao empreendedorismo entre os estudantes.
"A Lei da Inovação surge como uma nova alternativa para os jovens que desejam estudar tecnologia. Eles terão no futuro um ambiente em crescimento com mais ofertas de vagas. A cidade já possui universidades de excelência que formam mão de obra especializada e a lei vai fortalecer isso", afirmou Bruno Guingo, vice-presidente da Faeterj.

Setor de tecnologia cresce 10% ao ano

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, o setor tecnológico da cidade possui potencial de crescimento de 10% ao ano. Já são 480 empresas que faturam R$ 350 milhões por ano e a tendência é de aumento no número de empresas a partir das iniciativas criadas pela Lei da Inovação.
Adozindo Neto, diretor da empresa Robot Genesis, que presta consultoria em TI e desenvolve aplicativos, está formalizando a sua empresa em Petrópolis. Em 2019, o negócio de Adozinho - que vai funcionar no Alto da Serra - vai oferecer de 5 a 10 novas vagas de emprego na cidade.

"A empresa é do Rio de Janeiro, mas escolhemos Petrópolis como novo local por causa da cidade e o mercado. Eu adoro a cidade e acredito que o setor de tecnologia tem tudo para crescer ainda mais. A Lei da Inovação com certeza serve como incentivo. Em um primeiro momento vamos oferecer de 5 a 10 vagas, mas, a expectativa é de aumentar esses números", contou Adozino.

A lei da Inovação foi criada com o auxílio do Sebrae. "Conseguimos ouvir os empresários e representantes do setor para garantir que a lei atenda a expectativas deles. Um ponto interessante da lei é que ela aponta medidas que também devem ser tomadas pela prefeitura para que a Inovação tenha papel importante no atendimento e na busca por soluções para melhorar o trabalho nas instâncias municipais", afirmou Marcelo Simões, diretor do Departamento de Políticas Públicas de Ciência e Tecnologia.

A 15ª edição da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia -  "Ciência para a Redução das Desigualdades” - continua até o dia 18 de outubro no LNCC. A programação completa pode ser conferida no site www.lncc.br

Pagina 6 de 13

Banner INFOS ATUAIS2

Notícias por data

« Agosto 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31            

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo