A Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac) está com inscrições abertas para 60 vagas em curso de Técnicas de Impermeabilização. As aulas, oferecidas pela empresa Sika, são gratuitas, e serão realizadas nos dias cinco e seis de agosto, das 18h às 20h30. A empresa, abriu, ao todo, 120 vagas para o curso, mas 60 delas, para os cursos que serão oferecidos nos dias três e quatro, já foram preenchidas. As inscrições devem ser feitas na Casa do Trabalhador, na Av. Dom Pedro I, 253, Centro, até segunda-feira (3/8). É preciso levar documento de identidade e comprovante de residência. Para participar é preciso ter mais de 18 anos.

A Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania - Setrac está intensificando a abordagem de moradores de rua, por conta das baixas temperaturas registradas nos últimos dias. O trabalho, que vem sendo realizado desde o mês de fevereiro, está sendo reforçado em todo o Centro Histórico, principalmente no Bosque do Imperador e Terminal Centro. Os acolhidos são encaminhados para o Núcleo de Integração Social - NIS, no Alto da Serra.

“A ação de abordagem é uma prioridade do governo municipal, no sentido de atender essas pessoas principalmente numa época como essa, de frio intenso”, explica o secretário de Trabalho, Assistência Social e Cidadania, Jorge Maia.

Desde a última segunda-feira, foram feitas 30 abordagens e mais da metade dessas pessoas concordou em pernoitar no NIS, onde atualmente há 68 abrigados. O trabalho, de acordo com Jorge Maia, está sendo fortalecido com equipes do setor de Saúde Mental, da Secretaria de Saúde e com profissionais do CAPs – Centro de Atenção Psicosocial. Duas equipes técnicas percorrem as ruas do município diariamente até às 23h30. Segundo Jorge Maia, com o trabalho é possível mostrar aos moradores de rua que no NIS todos são bem atendidos e contam com alimentação e medicamentos, quando necessário.

A Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac) já está funcionando em novo endereço: no futuro Centro Administrativo da Prefeitura, na Avenida Barão do Rio Branco, 2.846, Centro, que está passando por intervenções para receber outras secretarias e será inaugurado em março. Os serviços da Setrac já estão sendo prestados ao público no local, como recadastramento de beneficiados em programas sociais.

A secretária de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac), Fernanda Ferreira, destacou que a nova sede garante a acessibilidade à população. “Pessoas com deficiência, idosos e pessoas com mobilidade reduzida terão agora um acesso mais fácil à Setrac, já que o novo prédio é equipado com rampas e elevadores. Além disso, é uma rua com ponto de ônibus na mesma calçada, perto da entrada, e por onde passam muitos ônibus que vão aos distritos”, disse Fernanda Ferreira.

Redução do aluguel – A mudança de endereço faz parte do conjunto de medidas do prefeito Rubens Bomtempo para reduzir custos com aluguéis de imóveis. Outras seis secretarias também serão transferidas para o prédio, onde funcionava uma escola particular, nas próximas semanas.

Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac)

Endereço: Avenida Barão do Rio Branco, 2.846, Centro (Centro Administrativo da Prefeitura)

Horário de atendimento: 8h às 18h

A Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac) realizou na última segunda-feira (19/8) um café da manhã especial para as 68 pessoas atendidas no Núcleo de Integração Social (NIS) em comemoração ao Dia Nacional de Luta da População em Situação de Rua (21/8). A data marca a passagem do massacre na Praça da Sé, centro de São Paulo, em 2004.

Durante o café da manhã foi apresentada a proposta de realização de um forum regional para discutir ações e projetos que podem ser desenvolvidos por Petrópolis e cidades vizinhas. “Queremos trocar experiências com os outros municípios e apontar as responsabilidades de cada um nas ações desenvolvidas com a população em situação de rua”, comentou o secretário de Trabalho, Assistência Social e Cidadania Jorge Maia.

A participação de cidades vizinhas no forum, segundo o secretário é devido ao grande número de pessoas em situação de rua atendidas no NIS que são de outros municípios, o que corresponde atualmente a 20% dos atendimentos feitos no local. O forum também servirá para a qualificação das equipes que realizam o acolhimento da população em situação de rua.

Outra proposta discutida foi a transformação de Petrópolis em um polo regional de atendimento à pessoa em situação de rua. “Vamos discutir uma ação tripartite entre os municípios, estado e união permitindo que Petrópolis tenha o aporte para aprimorar e potencializar as ações na região”, explicou Jorge Maia. As pessoas atendidas no NIS também puderam dar sugestões, propostas e ações para melhorar o atendimento na unidade. “Elas fizeram uma avaliação positiva do NIS, enfatizando que o atendimento está mais humanitário”, concluiu o secretário.

Começa neste sábado (22/8) a capacitação para profissionais da área de acolhimento institucional, promovido pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac) através do Departamento de Proteção Social Especial (DEPSE). O curso será ministrado pela coordenadora da Casa de Acolhida Leiva Veni Gonçalves, pela psicóloga Leila Maria de Souza e pelo assistente social Hélito Couto. Na programação estão palestras, apresentação de vídeos motivacionais e dinâmicas pertinentes aos temas apresentados.

Os empreendedores de Petrópolis terão, neste mês, a oportunidade de conhecer alternativas para enfrentar a atual crise econômica do país e incrementar os seus negócios. A Prefeitura, por meio da Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania, está promovendo o 1º Ciclo de Palestras Empresariais, no dias 17, 22 e 29 de setembro, na Casa do Trabalhador, na Avenida Dom Pedro I, 253, no Centro.

As Inscrições são gratuitas e vão até a próxima terça-feira (15/9), na Casa do Trabalhador ou pelo telefone (24) 2249-4319. A iniciativa, feita em parceria com o instituto Cnep (Centro Nacional de Estudos e Projetos), tem o objetivo de identificar necessidades dos empreendedores locais e incentivar a criatividade e o conhecimento.

“As nossas pequenas e microempresas são fundamentais para o município, para a geração de emprego e renda. Então é importante que esses empresários sempre busquem se qualificar cada vez mais para desenvolver os seus negócios. E uma boa ferramenta para isso é o conhecimento, aprender sempre mais. Então esse ciclo de palestras busca fortalecer os empresários e, consequentemente, gerar emprego e manter os que já existem”, disse a secretária da Setrac, Fernanda Ferreira.

Entre os temas que serão abordados no 1º Ciclo de Palestras Empresarias, estão: relacionamento e confiança como valor agregado; fidelização de clientes; técnicas para ouvir o seu cliente; comunicação; conceitos de marketing; cuidados que o empresário precisa ter para garantir o foco no seu cliente; premissas básicas para formação de estoque;  conceitos de gestão; produção de conhecimento; processo de tomada de decisão; entre outros.


Palestras:

17/9, às 10h – “Gestão competitiva”

17/9, às 14h – “Planejamento de estoque”

22/9, às 10h – “Atendimento ao cliente gera vendas”

29/9, às 14h – “Estratégia de vendas”

166 famílias recebem o benefício e 96 precisam se recadastrar.

A prefeitura, por meio da Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac), prorrogou até quarta-feira (15.03), o recadastramento do Cartão Compra Saudável, antigo Cartão Imperial, para os beneficiários do programa que moram no Castelo São Manoel e Caititu. Atualmente apenas 70pessoas compareceram no CRAS Corrêas para realizar o registro. A Setrac solicita que os 96 beneficiados que ainda não se atualizaram, compareçam até a próxima semana para efetuar o recadastramento. A falta da confirmação dos dados implicará o corte do recebimento do benefício no valor de R$70,00.

A secretária da pasta, Denise Quintella, explicou que o recadastramento ocorrerá por etapas no município e o objetivo é recadastrar todas as 5.630 famílias assistidas pelo programa.

“O recadastramento é uma ação anual da Setrac e este ano iniciamos pelos moradores assistidos pela nossa equipe do CRAS de Corrêas. Resolvemos prorrogar já que das 166 famílias cadastradas, apenas 70se recadastraram, por conta disso, solicitamos aos que os ainda não atualizaram o cadastro, que compareçam no CRAS para regularizar a situação o quanto antes.”, explicou.

O Cartão Imperial é uma iniciativa cujo objetivo é de garantir que todos os atendidos estejam dentro dos critérios do programa, ou seja, que comprovem situação de vulnerabilidade social, de insegurança alimentar e nutricional, e estejam devidamente cadastradas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico).

A secretária Denise Quintela destaca a importância do recadastramento e explica que o próximo passo é iniciar a atualização do aluguel social.  “É importante que façamos a checagem dos dados, pois em 01 ano nós sempre temos que acrescentar novos beneficiados e a única maneira de se garantir justiça social e fazer com que os reais objetivos do Cartão Imperial sejam cumpridos”.

A Setrac disponibiliza uma equipe para convocar as famílias por telefone. Para fazer o recadastramento, o usuário deve levar documento de identificação, CPF, comprovante de residência, carteira de trabalho ou comprovante de renda, certidão de nascimento dos filhos menores, comprovante de escolaridade e carteira de vacinação dos menores de 10 anos. As pessoas com deficiência ou portadores de doença crônica devem apresentar laudo ou comprovante de acompanhamento médico. O CRAS Corrêas está localizado Rua Vigário Correa 443, no horário de 9 às 16h.

261 famílias recebem o benefício e 87 ainda precisam se recadastrar.

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac), prorrogou até sexta-feira (17.02) o recadastramento do Cartão Imperial para os beneficiários do programa que moram na Estrada Mineira e bairro da Glória. Atualmente, apenas 174 pessoas compareceram no CRAS Corrêas para realizar o registro. A Setrac solicita que os 87 beneficiados que ainda não se atualizaram, compareçam nesta semana para efetuar o recadastramento. A falta da confirmação dos dados implicará o corte do recebimento do benefício.

A secretária da pasta, Denise Quintella, explicou que o recadastramento ocorrerá por etapas no município e o objetivo é recadastrar todas as 5.630 famílias assistidas pelo programa que concede ajuda mensal de R$ 70.

“O recadastramento é uma ação anual da Setrac e este ano iniciamos pelos moradores assistidos pela nossa equipe do CRAS de Corrêas. Resolvemos prorrogar já que das 261 famílias cadastradas, apenas 174 se recadastraram”, explicou.

O Cartão Imperial é uma iniciativa cujo objetivo é de garantir que todos os atendidos estejam dentro dos critérios do programa, ou seja, que comprovem situação de vulnerabilidade social, de insegurança alimentar e nutricional, e estejam devidamente cadastradas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico).

A secretária da Setrac, Denise Quintela, destacou a importância do recadastramento e explicou que o próximo passo é iniciar a atualização do aluguel social.

 “É importante que façamos a checagem dos dados, pois em um ano nós sempre temos que acrescentar novos beneficiados e a única maneira de se garantir justiça social e fazer com que os reais objetivos do Cartão Imperial sejam cumpridos”, explicou.

A Setrac disponibiliza uma equipe para convocar as famílias por telefone. Para fazer o recadastramento, o usuário deve levar documento de identificação, CPF, comprovante de residência, carteira de trabalho ou comprovante de renda, certidão de nascimento dos filhos menores, comprovante de escolaridade e carteira de vacinação dos menores de 10 anos. As pessoas com deficiência ou portadores de doença crônica devem apresentar laudo ou comprovante de acompanhamento médico. O CRAS Corrêas está localizado Rua Vigário Correa 443, no horário de 9 às 16h.

 

A IX Conferência Municipal de Assistência Social reuniu mais de 200 pessoas, entre delegados, participantes, ouvintes e palestrantes usuários da política de assistência no último sábado (10/08), no auditório da Fase – Faculdade Arthur de Sá Earp Neto. A Gestão e o Financiamento na Efetivação do Sistema Único da Assistência Social (SUAS), que organiza, de forma descentralizada, os serviços socioassistenciais no Brasil, foi um dos principais temas discutidos no encontro, que começou às 8 horas.

“Todos os objetivos foram atingidos com a discussão de conteúdo, apresentação e aprovação de propostas, que vão ao encontro das políticas públicas do governo, cada vez mais voltadas para a assistência social. Agora as propostas serão levadas para a Conferência Estadual”, explicou o secretário de Trabalho, Assistência Social e Cidadania, Jorge da Silva Maia.

O evento contou com as palestras da subsecretária de Estado de Assistência Social, Nelma Azeredo, com o tema “A Gestão e o Financiamento na Efetivação do SUAS” – Sistema Único de Assistência Social e da assessora técnica do Estado, Edileuza de Oliveira, que falou sobre a “Política de Assistência Social Brasileira”. “Estamos vivendo um momento ímpar e temos que aproveitá-lo para uma reflexão de críticas do trabalho, onde os avanços podem ser avaliados. É aqui que estaremos debatendo, discutindo e fazendo as mudanças que a cidade precisa”, destaca a subsecretária Nelma Azeredo.

“É fundamental olhar para a realidade do município, pois somente a partir daí será possível perceber as necessidades da cidade. Temos a convicção de que nossas deliberações serão levadas a Conferência Estadual e irão ainda subsidiar a conferência federal”, disse a atual presidente do CMAS, Jaqueline Cleffs.

A Conferência contou com seis eixos temáticos: o cofinanciamento obrigatório da assistência social; a gestão do SUAS: vigilância socioassistencial, processos de planejamento, monitoramento e avaliação; a gestão do trabalho; dos serviços, programas e projetos; gestão dos benefícios no SUAS e regionalização.

A Prefeitura de Petrópolis, por meio da Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania promove, nesta quinta-feira (10/11), uma atividade de terapia ocupacional. A partir de 16h, será realizado, no Restaurante Popular, o “Chá com Dama”. A ação com o jogo de tabuleiro é voltada para os idosos, e tem o objetivo de estimular a memória e o desenvolvimento cognitivo dos participantes. A entrada é gratuita.

A secretária de Trabalho, Assistência Social e Cidadania, Fernanda Ferreira, destacou que a atividade diverte e, ao mesmo tempo, contribui com a educação e a saúde dos idosos. “Desde quando a Farmácia Popular do Governo do Estado, que realizava ações voltadas para os idosos, foi fechada, estamos oferecendo os bailes da terceira idade, no Restaurante Popular. O jogo de dama é mais uma atividade para estimular a memória dos idosos”, afirmou Fernanda.

O Restaurante Popular Regina de Lourdes Vieira funciona na Estação Rodoviária Imperatriz Leopoldina, na Rua Dr. Porciúncula, no Centro Histórico.  Mais informações podem ser consultadas pelo telefone (24) 2233-8101.

Pagina 65 de 68

Alvará Online - BANNER

Notícias por data

« Outubro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31      

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo