Equipes da Prefeitura (Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania - Setrac) promoveram nesta quinta-feira (18/2) uma grande ação de sensibilização da campanha “Tenha Atitude”. A panfletagem foi realizada nas Praças Dom Pedro e da Inconfidência, além da Rua do Imperador. A campanha, criada pela Prefeitura e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), tem como finalidade conscientizar a população sobre a importância do combate ao abuso e à exploração sexual contra crianças e adolescentes.

De acordo com a secretária de Trabalho, Assistência Social e Cidadania, Fernanda Ferreira, a ação foi bem recebida pelo público. “A aceitação foi muito boa. Sentimos que, cada vez mais, a população se preocupa com esta questão e tem a consciência de que esta é uma luta de todos. Desde que iniciamos a campanha Tenha Atitude, em 2014, percebemos um aumento no número de pessoas que passaram a denunciar casos de abuso e exploração dos menores”, destacou a secretária, que participou da ação.

O público que estava presente no Centro Histórico apoiou a ação de divulgação. “Isso tem que ser feito, mesmo. Atualmente, muitos adultos se aproveitam das crianças e de adolescentes, e esta prática precisa acabar. A campanha de esclarecimento e conscientização é correta, e torço para que surta efeito”, afirmou o aposentado Jorge Henrique dos Santos. Mãe de uma jovem com 14 anos, a professora Ana Maria da Cruz entende que esta questão deve ser uma preocupação de todos. “Isso tem que ser combatido. É preciso tomar muito cuidado com os perigos que encontramos”, afirmou.

A campanha “Tenha Atitude”, criada em maio de 2014, é uma iniciativa pioneira do município. Todos os meses, a Prefeitura e o CMDCA realizam uma ação e ocupam um espaço público, com panfletagem e discussões sobre o combate ao abuso e a exploração sexual contra menores de idade.

Termina na próxima quarta-feira (19.12) o período para o cadastramento dos desabrigados das chuvas. Até o momento foi registrado o atendimento de 456 pessoas que perderam ou tiveram suas casas interditadas em áreas de risco no município. Essas pessoas poderão receber uma das 1.028 unidades habitacionais do Minha Casa Minha Vida, que estão pré-aprovadas pela Caixa Econômica Federal e serão construídas pela Prefeitura.

Até o dia 19 de dezembro, os agentes da Secretaria de Assistência Social realizam atendimento em postos avançados instalados pela cidade. Os cadastros ainda podem ser feitos, das 9h às 17h, nos terminais rodoviários do Centro e de Itaipava, no calçadão do Cenip e na sede da Defesa Civil (Rua Buarque de Macedo, 128 – Centro).

 A Secretaria de Assistência Social, desde o dia 26 de novembro, realiza chamamento público para contemplar a população que se enquadra no perfil exigido. A estimativa é de que até 2020 mais casas sejam construídas, contemplando um número ainda maior de pessoas que perderam suas residências em tragédias das chuvas.

Além da intensificação dos cadastros nos postos avançados, as equipes da Assistência Social estão percorrendo os bairros com carros de som e fazendo o alerta nas escolas. Entre as localidades onde serão construídas as novas unidades habitacionais, estão as regiões de Benfica, que receberá 120 imóveis; Vale do Cuiabá, 140; Mosela, 48 e Caetitu, com 720 moradias.

Para se cadastrar as pessoas devem comparecer a um dos postos, onde receberão todas as informações sobre a inclusão no programa habitacional. Entre as documentações exigidas, estão Identidade, CPF, comprovante de residência e laudo da Defesa Civil com o registro da ocorrência.  As pessoas devem comparecer mesmo que não tenham o laudo da ocorrência que atesta a perda da casa ou a interdição da mesma.

Agentes da Assistência Social ainda fazem atendimentos das 9h às 17h

No penúltimo dia de funcionamento, o movimento foi maior nesta terça-feira (18.12), nos pontos de atendimento avançado para o cadastro de desabrigados das chuvas. Até o momento 500 pessoas foram atendidas em todos os dias. Quem ainda não compareceu nos estantes de para a inclusão no programa Minha Casa Minha Vida, tem até esta quarta-feira (19.12). Os agentes da Assistência Social continuam, das 9h às 17h, no Calçadão do Cenip, no Terminal Rodoviário do Centro e na sede da Defesa Civil, na Rua Buarque de Macedo – 128.

Petrópolis tem o projeto pré-aprovado pela Caixa Econômica Federal (CEF) para a construção de 1.028 unidades habitacionais do Minha Casa Minha Vida. O programa visa beneficiar famílias vítima das chuvas, que perderam ou tiveram suas casas interditadas, total ou parcialmente. A prefeitura vai trazer mais empreendimentos para Petrópolis. Parte da população já foi contemplada com as unidades construídas na Posse e no Vicenzo Rivetti. O objetivo é trazer ainda mais moradias paras as pessoas que perderam tudo com as chuvas.

Entre as localidades onde serão construídas as novas unidades habitacionais, estão as regiões de Benfica, que receberá 120 imóveis; Vale do Cuiabá, 140; Mosela, 48 e Caetitu, com 720 moradias. Essas construções são voltadas especificamente para atender a demanda as vítimas de calamidades, que ainda não conseguiram recuperar suas moradias.

O cadastramento é feito com a apresentação dos documentos de Identidade, CPF, comprovante de residência e laudo de defesa civil com o registro da ocorrência. Quem tiver perdido o laudo, pode se apresentar a solicitar a segunda via do documento.

Muitas pessoas ainda vivem em áreas de risco ou perderam suas casas tendo que recorrer ao aluguel ou à ajuda de familiares e amigos. Muitas pessoas não possuem condições de conquistar novas moradias e algumas ainda vivem em áreas de risco por não terem para onde ir. É muito importante que as pessoas compareçam e se cadastrem.

Na 13ª edição da Ação Social no município, uma variedade de serviços foi oferecida para a comunidade do bairro Bela Vista e arredores, neste sábado (08.12). A população pode fazer a emissão da segunda via de documentos, recebeu atendimentos de profissionais da área de saúde, jurídica, de programas sociais, entre outros. O evento, realizado na Escola Paroquial São Francisco de Assis, contou ainda com o trabalho voluntários que realizaram o corte de cabelo em adultos e crianças. Essa foi a última ação de 2018 e cerca de 400 pessoas foram atendidas.

Com mais essa edição, foram mais de 12 mil pessoas atendidas. Esse número  mostra que a população tem aderido ao evento que visa facilitar o acesso aos serviços que o município oferece. A Ação Social foi realizada das 9h às 14h e começou o atendimento logo pela manhã. A chuva não atrapalhou a participação da população, que se envolveu em todas as atividades oferecidas.

Famílias inteiras se deslocaram para receber os atendimentos direcionados a homens e mulheres de todas as idades. A cozinheira Julia Chazan, 34 anos, mora em Nogueira e aproveitou para levar a família toda. Foi fazer a emissão do documento de identificação do filho de um ano de idade, o Tom, que também aproveitou para fazer o primeiro corte de cabelo. “Eu vim para fazer o documento dele, mas vou cortar o cabelo e verificar as minhas taxas de glicose e minha pressão”, contou Julia, que aguardou o marido cortar os cabelos também.

O zelador Adjair Jorge Galdino Júnior, 36 anos, ficou contente com o novo visual do filho e aproveitou para se cuidar também. “Essa é a primeira vez que participo, a ação é muito importante para a comunidade, facilita muito o acesso à serviços que muitas vezes não conseguimos fazer durante a semana por conta da correria do dia a dia. Hoje aproveitei para cortar o cabelo e vou aproveitar outros serviços. É muito bacana”, destaca.

A ação contou com profissionais da rede pública do município, que deram orientações diversas. Na área social foram dados esclarecimentos sobre os serviços disponibilizados no município, feito o cadastramento em programas sociais, como o de habitação e emprego, dado o alerta sobre a questão da violência doméstica, entre outros. Os profissionais do Detran agilizaram a emissão de documentos, os da área jurídica prestaram esclarecimentos e os da saúde fizeram testes.

Além das aferições da pressão e da glicose, os profissionais realizaram o teste rápido para da detecção de infecções como as hepatites B e C, Sifilis e HIV/Aids. “Esse é um trabalho de fundamental importância para a comunidade. Aproxima o público da rede de serviços oferecidos e promove o acesso à saúde”, destaca o coordenador dos atendimentos de saúde durante a ação, Oswaldo Alberto Filho.

Com os bons resultados de adesão nos eventos da Ação Social pela cidade, para ano que vem os trabalhos vão continuar, buscando sempre atender todas as regiões. Ao longo do ano, as ações percorreram as regiões Vale do Carangola, Oswaldo Cruz, Glória, Castelo São Manuel, Posse, Independência, Madame Machado, Vila Rica, 24 de Maio, Duarte da Silveira, Thouzet e Lopes Trovão.

 

Atualização de dados acontecerá até 01 de dezembro de9 às 16h

329 famílias recebem o benefício na região

Os moradores da Estrada da Saudade, Machado Fagundes e Boa Vista terão até o dia 01 de dezembro para atualizar o cadastro do Cartão Imperial. São 329 famílias que recebem o benefício na região e o recadastramento ocorrerá excepcionalmente em uma salada LBV - Legião da Boa Vontade localizado na Rua Luiz Pelegrini, 128, Estrada da Saudade de 9 às 16h.

O processo iniciado nesta segunda-feira (23.10) foi dividido em ordem alfabética para que contemplasse toda a região até dezembro. A meta da prefeitura é manter ativo o benefício dos que comprovarem a situação de vulnerabilidade social, de insegurança alimentar e/ou nutricional para manter o recebimento de R$ 70 mensais.

 A prefeitura vem realizando a convocação dos beneficiados por telefone e divulgado junto às unidades de Saúde, igrejas e Centro Comunitários próximos à Estrada da Saudade, Machado Fagundes e Boa Vista.

  “Por ser uma região muito populosa nós dividimos o recadastramento em ordem alfabética. Procuramos divulgar em todo o bairro, mas se por um acaso a pessoa perder a data prevista, ela pode realizar o cadastro em outro dia, o importante é não deixar de se recadastrar. É preciso agradecer a Legião da Boa Vontade que gentilmente nos disponibilizou o espaço para realizar esse processo”, explica Denise Quintella, secretária de Assistência Social.

O cronograma encerra o programa de recadastramento previsto para este ano. O processo será retomado em janeiro em outras regiões, o objetivo da prefeitura é recadastrar todas as 4.910 famílias assistidas pelo programa no município.

“Neste ano, 720 beneficiários foram desligados por não comprovarem a situação de vulnerabilidade social, de insegurança alimentar e/ou nutricional então é de extrema importância que as famílias compareçam no recadastramento”, afirma Denise Quintella.

 O recadastramento do Cartão Imperial garante o recebimento do benefício aos atendidos que estejam dentro dos critérios do programa, ou seja, que comprovem situação de vulnerabilidade social e estejam devidamente cadastradas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico).

 “A Secretaria está atuando integrada junto às demais secretarias conforme diretriz do nosso prefeito e estamos ainda unindo esforços junto aos líderes comunitários e representantes de comércios, igrejas para multiplicar esta informação junto à população. Mesmo a Assistência convocando as famílias por telefone muitas pessoas trocam de número ao longo do ano e a gente acaba não conseguindo fazer este contato com todos, então essa parceria é fundamental para que possamos garantir que todos se atualizem”, explica Denise Quintella, lembrando que quem não se cadastrar inicialmente tem o benefício bloqueado. 

Como se recadastrar?

A Secretaria de Assistência Social disponibiliza uma equipe para convocar as famílias por telefone. Para fazer o recadastramento, o usuário deve levar documento de identificação, CPF, comprovante de residência, carteira de trabalho ou comprovante de renda, certidão de nascimento dos filhos menores, comprovante de escolaridade e carteira de vacinação dos menores de 10 anos. 

Pessoas com deficiência ou portadores de doença crônica devem apresentar laudo ou comprovante de acompanhamento médico.

Em casos de dúvidas, os moradores podem entrar em contato pelos telefones (24) 2233-8109 e 2233-8110.

O recadastramento ocorrerá de acordo com o cronograma:

23 a 25 de outubro – Letra A

26 a 30 de outubro – Letras B, C e D

31 outubro a 06 de novembro – Letras E e F

07 a 09 de novembro – Letras G, H, I, J e K

10 a 13 de novembro – Letra L

14 a 21 de novembro – Letra M

22 a 24 de novembro – Letras N, O, P. Q e R

27 a 29 de novembro – Letras S, T e U

30 de novembro a 01 de dezembro – Letras V, W, X, Y e Z

Programa Saúde da Mulher tem 77.541 mulheres cadastradas na rede SUS

Município realizou 8.988 mamografias e 17.801 exames de preventivo em 2017

A Secretaria de Saúde, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, realizou nesta quinta-feira (08.03) diversas ações de conscientização e prevenção para a saúde feminina. O município realizou no ano passado 8.988 mamografias – o triplo do registrado em 2016 e 17.801 exames de preventivos. A expectativa é que neste ano os índices continuem altos, e por conta disso, as equipes além de realizarem ações educativas e de beleza, também reforçaram a importância da prevenção de doenças junto às frequentadoras da rede SUS.

As ações se estendem durante toda essa semana nos postos e unidades básicas de saúde. O foco principal será na realização do preventivo, principal exame para detectar doenças femininas, como o câncer de colo de útero. Além das coletas do preventivo, ocorrerão palestras, atividades junto a grupos de convivências e oficinas.

A Secretaria de Saúde atingiu a meta pactuada junto ao Estado com a realização de 17.801 exames ano passado. Este ano a meta é que esse número seja ultrapassado. Para isso, a Secretaria de Saúde vai fortalecer as ações nas comunidades com o trabalho das agentes comunitárias de saúde.

A participação da população e seu envolvimento fortalece os vínculos junto à atenção básica. No caso da saúde da mulher, a preocupação é aumentar a divulgação da prevenção de doenças e o incentivo a procura dos postos para realização dos exames de rotina, como é o preventivo. Quanto maior o envolvimento das equipes de saúde em proporcionar essa conscientização, melhor será a assistência à população.

Centro de Saúde ofereceu Dia da Beleza e orientação jurídica às usuárias

O Centro de Saúde Coletiva teve programação variada neste Dia Internacional da Mulher, além de aferição de pressão, palestra sobre meditação e cuidados preventivos de doenças, a unidade também ofereceu consultoria jurídica e prestou uma homenagem às servidoras e usuárias com um Dia de Beleza e distribuição de brindes doados por parceiros e próprios funcionários.

A diretora do Centro de Saúde, Elida Marta dos Santos, reforça que a unidade sempre buscou acompanhar as mulheres não só nos atendimentos clínicos, como também nos grupos de planejamento familiar, de hipertensão e diabetes e da Saúde da Mulher.

“Nós envolvemos toda equipe nessa ação do Dia da Mulher. Temos algumas funcionárias que fazem artesanatos e confeccionaram lembrancinhas para as nossas servidoras e conseguimos doação de brindes para sortearmos entre as usuárias. São ações simples, mas que reforçam a importância da mulher se cuidar e ter mais autoestima”, avalia Elida Marta dos Santos.

A cozinheira Monica Pereira Nogueira, 49 anos, comemorou a alta médica realizando uma maquiagem logo na recepção do Centro de Saúde, para ela foi um presente depois do acompanhamento ginecológico.

“Eu estou muito feliz hoje porque tive alta daí vi a moça fazendo a maquiagem e já perguntei logo se poderia fazer. Vou para o trabalho hoje de alto astral e mais bonita”, afirma.

A aposentada Olímpia Balbino Coelho, 80 anos, foi buscar um exame no Centro de Saúde e aproveitou para aferir a pressão e ser maquiada, no final do atendimento ainda ganhou um brinde do sorteio que aconteceu entre as pacientes que aguardavam na recepção.

“Hoje eu estou com sorte. Vim aqui pegar um exame, fui maquiada e ainda ganhei um brinde. Eu acho muito importante ter esses eventos, pois a gente sai daqui com o sorriso no rosto e nos sentindo mais importante”, disse

Em outubro o sinal analógico dos televisores será desligado em 18 cidades do Estado do Rio, entre as quais Petrópolis. Para facilitar o acesso da população aos kits para conversão no sinal digital de TV, a prefeitura está reforçando a divulgação do processo de inscrição para que os beneficiários com CadÚnico. O Cadastro Único permite que as famílias recebam o equipamento gratuitamente. As equipes dos Centros de Referência de Assistência Social – CRAS estão mobilizando os usuários para que no município sejam entregues 22.197 kits com antena, conversor digital e controle remoto.

Para se cadastrar o interessado precisa fornecer o número do NIS –  Número de Identificação Social por receberem benefícios como Bolsa Família, Tarifa Social de Energia Elétrica, Minha Casa Minha Vida, entre outros, e com renda mensal de até três salários mínimos. A ONG Seja Digital ficará responsável por entregar os kits aos moradores de Petrópolis. O cadastro deve ser feito por um formulário no site http://www.sejadigital.com.br ou pelo telefone 147.

No início do mês uma ação em conjunto com a Caravana da TV Digital no Quitandinha foi feita para mobilizar os moradores da região. Ainda ocorrerão ações em escolas até o inicio de outubro. Vamos trabalhar juntos na realização deste projeto que vai possibilitar que a população faça a transição do sistema analógico para o digital de forma tranquila e sem custos. Isso garantirá o acesso a um sistema que é moderno e oferece muito mais qualidade.

A Seja Digital é uma entidade não governamental responsável pelo processo de digitalização do sinal de TV no Brasil. A parceria com a prefeitura tem o objetivo de orientar a população sobre o desligamento do sinal analógico de TV, que acontecerá no dia 25 de outubro na cidade do Rio de Janeiro e em outros 18 municípios da região, quando a programação dos canais abertos de televisão será transmitida apenas pelo sinal digital.

 "O nosso objetivo é que a informação sobre o processo de desligamento do sinal analógico de TV chegue a toda população para que ela possa se preparar para receber o sinal digital e viver essa nova experiência, que traz som e imagem com qualidade de cinema, gratuitamente. Não vamos deixar ninguém para trás", afirma Vivian Bilhim, gerente regional da Seja Digital no Rio de Janeiro. 

Saiba como se cadastrar: 

Terão direito ao kit com antena, conversor digital e controle remoto os beneficiários do Cadúnico - Cadastro Único com renda mensal de até três salários mínimos.Para receber o kit é preciso preencher um formulário no site http://www.sejadigital.com.br ou ligando para o  147 e informando o número do NIS – Número de Identificação Social. 

 Quinzenalmente, são sorteados pela Seja Digital 60 cartões com crédito de dois mil reais cada. Para concorrer à promoção, o beneficiário precisa instalar em casa o kit gratuito e entrar no site sejadigital.com.br/concorra

Os Centros de Referências de Assistência Social estão localizados nos bairros:

CRAS Quitandinha

Horário de funcionamento: das 8h às 17h, de segunda-feira à sexta-feira, sem horário de almoço - Rua Alagoas, s/nº – Quitandinha.

CRAS Centro

Horário de funcionamento: das 8h às 17h, de segunda-feira à sexta-feira, sem horário de almoço - Rua 24 de Maio, S/N– Alto da Serra, Antiga Escola Estadual Professor Augusto Meschick.

CRAS Retiro

Horário de funcionamento: das 8h às 17h, de segunda-feira à sexta-feira, sem horário de almoço - Rua Henrique Dias, 221 – Retiro.

CRAS Posse

Horário de funcionamento: das 8h às 17h, de segunda-feira à sexta-feira, sem horário de almoço - Estrada União e Indústria, S/N, ao lado do CIEP Gabriela Mistral (CEU da Posse).

CRAS Corrêas

Horário de funcionamento: das 8h às 17h, de segunda-feira à sexta-feira, sem horário de almoço. Rua Vigário Correa, 443 – Corrêas.

CRAS Vale do Carangola

Horário de funcionamento: das 8h às 17h, de segunda-feira à sexta-feira, sem horário de almoço. Rua Waldemar Vieira Afonso, 19 – Antiga ONG - Vale do Carangola.

CRAS Itaipava

Horário de funcionamento: das 8h às 17h, de segunda-feira à sexta-feira, sem horário de almoço. Estrada União e Indústria, 11860 – Itaipava.

CRAS Madame Machado

Horário de funcionamento: das 8h às 17h, de segunda-feira à sexta-feira, sem horário de almoço. Rua Geraldo Lourenço Dias, s/nº (ponto final do ônibus 704) – Madame Machado.

Sexta, 01 Dezembro 2017 - 17:42

Vereadores mirins visitam sede da Prefeitura

Dezenove alunos de escolas do município conheceram nesta sexta-feira (01.12) a sede da Prefeitura de Petrópolis. A visita faz parte do projeto Câmara Mirim, criado em 2001, que tem como objetivo construir cidadãos mais conscientes e interessados na política. Os estudantes, que cursam entre o 5º e 9º ano do ensino fundamental, foram instruídos sobre as funções dos três poderes na sociedade e pediram melhorias que consideram relevantes à cidade.

A 28ª edição do projeto, que acontece duas vezes por ano - uma edição por semestre, sendo uma com escolas públicas e outra com particulares - elegeu sua Mesa Diretora a partir de votação realizada pelos estudantes. A eleita como presidente da Câmara Mirim foi Thamine Lago Miquelotte Julião, estudante do 7º ano no Colégio Petrópolis, que tem 13 anos. “Foi muito legal, aprendi muito! Fiquei super feliz em ter sido votada como presidente, um cargo de muita responsabilidade”, disse Thamine.

Os conhecimentos adquiridos na experiência como vereador mirim contribuem para a construção da cidadania nos jovens petropolitanos. A cidade precisa incentivar os estudantes a participarem da política, sabendo como funcionam os poderes Legislativo, Executivo e Judiciário e descobrindo quem eles devem cobrar quando acharem algo errado. É um projeto muito positivo, que possui apoio total da Prefeitura.

Para o professor de história da escola São Judas Tadeu, Fábio Marques, a ideia é muito positiva também pela oportunidade de conhecer locais históricos da cidade. “Eles adoraram conhecer a sede da Prefeitura, por onde muitos passam na frente, mas nunca tinham entrado. Eles ficaram por dentro da história do prédio e estavam todos muito animados. Além disso, é uma ótima forma de ajudar na formação destes alunos”, destacou Fábio.

Com apenas 10 anos, Guilherme Corrêa obteve a mesma quantidade de votos para presidente que Thamine, mas perdeu devido à idade inferior, critério de desempate. Mas Guilherme não ficou de fora da Câmara: o estudante do 5º ano da Escola Sesi foi escolhido como secretário de gabinete. “Não sabia que um vereador tem tanto trabalho, foi muito legal aprender sobre o assunto. Fiquei muito feliz em ter tantos votos, é uma honra”, destacou Guilherme.

Professora e mãe de uma das vereadoras eleitas no plenário mirim, Marta Rocha aprova a iniciativa. “É muito importante para a sociedade que as pessoas saibam como funciona a Câmara dos Vereadores e a Prefeitura. Minha filha, de 11 anos, gostou muito de fazer parte do projeto, e eu estou muito orgulhosa. Em uma prova realizada ontem, caiu uma questão sobre os três Poderes e ela soube responder graças ao conhecimento adquirido no projeto. Adorei”, declarou a professora.

Moradores de Vila Rica, em Pedro do Rio, já contam com a Academia da Terceira Idade, inaugurada na manhã do último domingo (3/11). Os equipamentos de ginástica instalados ao lado da quadra são fruto de uma parceria entre a Prefeitura e a Secretaria de Estado de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida (SEESQV). A proposta é que os idosos da região tenham mais qualidade de vida, por meio de exercícios regulares com acompanhamento profissional.

O prefeito Rubens Bomtempo, que é médico, ressaltou a importância de exercícios físicos para o envelhecimento saudável da população. Ele frisou que a inauguração da Academia da Terceira Idade é um investimento na saúde do município, já que assim menos idosos recorrerão a postos e hospitais da rede pública.

“Quem faz mais exercício físico vive mais, tem mais qualidade de vida, precisa menos do médico. O exercício cumpre o papel da insulina, ajuda a levar a glicose para dentro da célula. Quem faz exercício físico e não fuma tem uma chance muito menor de ter câncer no pulmão”, disse o prefeito Rubens Bomtempo durante a inauguração.

O acompanhamento das atividades físicas na academia é feito por uma equipe formada por cinco profissionais: um nutricionista, um fisioterapeuta, um professor de educação física, um profissional de apoio e um técnico de enfermagem. Já são mais de 120 idosos inscritos. A inscrição pode ser feita no mesmo horário do funcionamento da academia: de segunda a sexta-feira, de 7h as 10h e de 16 as 19h.

Os idosos com mais de 60 anos que queiram participar precisam apenas comparecer à Associação de Moradores da Vila Rica, em frente ao posto de saúde do bairro, na Rua A, com identidade e comprovante de residência. O idoso passará por uma avaliação e física e receberá um kit, com mochila, camisas, toalha e garrafa.

Entre os idosos já inscritos, está a aposentada Maria Lúcia dos Santos Almeida, de 66 anos. Ela argumentou que os idosos precisam fazer exercícios e já faz planos para frequentar a academia três vezes por semana. Já a aposentada Sebastiana Pereira Neves, de 73 anos, fará academia todo dia. “Acho essa iniciativa ótima e maravilhosa. Fazer academia é fácil, mas é importante ter orientação médica e acompanhamento profissional”, disse Sebastiana. A aposentada Maria da Conceição Fernão de Oliveira, de 68 anos, explicou que sente dor na perna e espera que, com os exercícios, passe a se sentir melhor. “Estou precisando muito da academia, então vou vir aqui todo dia”, disse.

O secretário de Estado de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida, Marcus Vinicius, também participou da inauguração. Ele ressaltou a importância da parceria da prefeitura com a secretaria para garantir projetos para Petrópolis, em prol das melhorias que a cidade precisa. “O Rio de Janeiro é o estado que mais envelhece no Brasil, e nós precisamos acompanhar essa nova realidade. Precisamos melhorar a qualidade de vida da Vila Rica”, disse Marcus Vinicius.

A presidente da Associação de Moradores da Vila Rica, Zilda Damião de Freitas, representou a comunidade no evento de inauguração. Ela atuou na divulgação da academia, contribuindo para que o programa recebesse mais de 120 inscrições. “Hoje todos precisamos de exercício físico. O pessoal está adorando. Os mais novos querem participar. Eu tenho certeza que a academia ficará muito movimentada”, disse Zilda.

Vinte casais poderão realizar o sonho de regularizar o casamento sem custos tendo como cenário nada menos que o Palácio de Cristal. Promovido pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac) e Fundação de Cultura e Turismo, o Projeto Casamento no Palácio está previsto para acontecer no dia 30/8, com cerimônia ecumênica e fornecimento do registro civil aos casais beneficiados.

Nos próximos dias um encontro entre os casais e representantes da Setrac e da Fundação de Cultura e Turismo irá definir os detalhes da cerimônia. “Vinte casais foram habilitados e agora estão e fase de entrega de documentação no cartório. Essa é uma nova e importante ação de cidadania da Prefeitura. Muitos casais não conseguem regularizar a união simplesmente porque não têm como arcar com os custos do cartório e com a cerimônia. Vamos assegurar mais proteção à família com as garantias que a legislação oferece”, afirma a secretária de Trabalho, Assistência Social e Cidadania, Fernanda Ferreira. Foram habilitados a participar do projeto casais que comprovaram renda de até dois salários mínimos.

Pagina 63 de 64

Notícias por data

« Junho 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP