Núcleo Especializado, da Prefeitura, é pioneiro no estado no trabalho de combate e de assistência às crianças vítimas de violência sexual

Pioneiro em todo o Estado do Rio de Janeiro no trabalho de combate e de assistência às crianças vítimas de violência sexual, o Núcleo de Atendimento Especializado – Infantojuvenil (NAPE-IJ) já registrou 359 denúncias desde sua implantação no ano passado. Este número gerou 1.454 intervenções das equipes de psicólogas do Núcleo. E do total de denúncias, 89 foram confirmadas e remetidas ao Ministério Público.

O NAPE-IJ foi implementado graças a uma parceria com a GE Celma, que foi fundamental para dar continuidade a este trabalho. A prefeitura articulou junto à empresa a obra de instalação e hoje a cidade tem um local apropriado para receber esta grande quantidade de denúncias e dar todo o apoio psicológico e assistencial também às famílias.

Das denúncias recebidas pelo NAPE-IJ, a maior parte é originada de encaminhamentos do Conselho Tutelar. Das 359 denúncias registradas desde a implantação em maio do ano passado, até o início deste mês, 302 foram casos em que as vítimas eram crianças ou adolescentes (57 foram registradas em pessoas acima de 18 anos, mas considerado ainda público adolescente).  Destes, 89 apresentaram reais indícios de violência sexual e foram encaminhados ao Ministério Público (MP). A cada ocorrência, a pessoa e sua família é atendida várias vezes até que a denúncia seja confirmada e o procedimento legal seja efetuado, como o envio ao MP.

“Estas ocorrências podem levar meses de investigação e, por conta disso, aumenta-se o número de atendimentos, que chegaram a quase 1,5 mil. O município recebeu o reconhecimento pelo trabalho desenvolvido junto a idosos e crianças vítimas de abuso, em novembro do ano passado, e isso fortalece ainda mais o trabalho já desenvolvido, nos motivando a ampliar ainda mais a assistência”, explica a secretária de Assistência Social, Denise Quintella, lembrando a menção honrosa recebida pela prefeitura durante o Seminário Brasileiro de Gestores e Trabalhadores da Política de Assistência Social, realizado em Florianópolis.

NAPE-IJ e Secretaria de Educação vão levar palestras às escolas

Como forma de aproximar os trabalhos desenvolvidos no Núcleo com a comunidade, o NAPE-IJ e a Secretaria de Educação estão promovendo ações para divulgar e fortalecer o serviço nas escolas. Entre os meses de outubro de 2017 e março deste ano, foram realizados encontros e palestras com diretores e orientadores das 184 unidades de ensino do município. Esta foi a primeira etapa da programação, que conta com visitas às escolas, já a partir do fim deste mês.

“Já temos marcada visita à Escola Municipal Amelia Antunes Rabello, na Madame Machado, no dia 25. Queremos apresentar os trabalhos desenvolvidos pelo NAPE-IJ nestas unidades, que estão inseridas em locais onde encontramos muitas demandas. Isto será importante para que pessoas que ainda não conhecem o programa possam saber que há um atendimento diferenciado para casos de suspeita de violência sexual, quando muitas pessoas não sabem exatamente a quem recorrer”, disse a secretária de Assistência Social, Denise Quintella.

As ações integradas entre a Assistência Social e a Educação visam, também, orientar os profissionais da rede municipal de ensino para que possam, caso recebamestas demandas, evitar atendimento equivocado e encaminhá-las ao NAPE-IJ.

“Temos um trabalho muito intenso no Núcleo que é de tentar evitar a revitimização da pessoa, que é quando acaba se criando um sofrimento continuado daquela vítima após o ato violento. Por isso, contamos com espaços pensados e prontos para dar um serviço que passe tranquilidade, relaxamento e um atendimento especial para ela. Com esta orientação, os profissionais da rede, que estão sujeitos a receber situações que envolvam suspeita de abuso sexual, poderão estar ainda mais capacitados para atuarnestas demandas e encaminhar para a gente” explicou a coordenadora do NAPE-IJ, Isabela Wildberger.

Sobre o NAPE-IJ:

A instalação do Núcleo de Atendimento Especializado – Infantojuvenil – NAPE-IJ cumpre uma das resoluções da Lei 7.382 de 14 de dezembro de 2015. A legislação estabelece a criação de um fluxo específico de atendimento às crianças vítimas de violência sexual.O NAPE-IJconta com três salas de atendimento, sendo que duas projetadas exclusivamente para crianças e outra para adolescentes, contendo materiais lúdicos e de recreação. O espaço é uma iniciativa do poder público, em conjunto com a GE Celma, que doou o contêiner para instalação da unidade, bem como a equipou e proporcionou treinamento da equipe formada por quatro psicólogas.

O NAPE-IJ fica anexo ao Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), na Avenida Dom Pedro - 199. O núcleo funciona de segunda a sexta-feira, de 8 às 17h, para o atendimento psicológico especializado, de cunho social e não clínico, às supostas vítimas e às suas famílias.

Crianças realizaram apresentações para mais de 100 idosos que marcaram presença no evento de abertura.

“Me sinto honrado”, disse o homenageado Paulo Viana, de 71 anos, que ouviu da neta, a pequena Rebeca Viana Salino, de 10 anos, uma poesia e uma música entoada por ela e pelas amigas do quarto ano da Escola Doméstica do Amparo. Seu Paulo foi um dos cinco a receberem um tributo no evento de abertura da Semana do Idoso, promovido pela Prefeitura e pelo Conselho Municipal da Pessoa Idosa. Durante toda a terça-feira (03.10), foram realizadas uma série de atividades para mais de 100 idosos no Terra Santa.

A abertura oficial contou com a presença da diretora de Proteção Social Básica, Jaqueline Cleffs, representando o prefeito Bernardo Rossi; o deputado estadual Marcus Vinícius Neskau; o vereador e presidente da Comissão do Idoso na Câmara, Marcelo da Pró-deficiente; o coordenador do Fórum Permanente em Defesa da Pessoa Idosa, Gabriel Weinem; Sueli Kal, representante do Educandário Terra Santa e a presidente do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, Gabriela Falconi.

“Os idosos devem ser valorizados em todas as instâncias, são pessoas que tem muito a ensinar e é essa  a determinação do prefeito: criar políticas que beneficiem os idosos”, disse Jaqueline Cleffs. Gabriela Falconi destacou que essas ações são fundamentais para que se mantenham os idosos ativos. “São pessoas que tem muito o que contribuir para a nossa sociedade, por isso devem ser valorizados e respeitados”, disse.

E foi isso o que se viu durante as homenagens aos mais velhos. A pequena Rebeca destacou a importância do seu avô em sua vida. “Ele tem muito o que me ensinar. Respeito, carinho, e outras coisas que a gente aprende todos os dias com eles”, disse a pequena. Seu Paulo confirma: “É uma menina muito carinhosa, que me dá muitas alegrias. Estou muito feliz em ter recebido essa homenagem, porque demonstra o respeito aos ensinamentos que temos a passar”, contou ele, emocionado.

Além do seu Paulo, o seu Pedro Jorge Fonseca, de 83 anos foi homenageado pelas crianças do quarto período do Centro de Educação Infantil Vila Leopoldina com uma música; a senhora Maria do Carmo foi agraciada com a leitura de uma carta dos alunos do sexto ano da Escola Municipal Professor Nilton São Thiago; o mais antigo da comunidade, o senhor Guerra Peixe foi homenageado com uma apresentação de coral, pelos alunos do terceiro ano da Escola Santa Maria Goretti; e os alunos do quarto ano da Escola Municipal Governador Marcello Alencar fizeram a apresentação de um jogral para a senhora Vera Guerra Peixe, de 76 anos.

Ainda na terça-feira (03.10), a apresentação do Coral Protempore, regida pelo Maestro Paulo Afonso, encantou os idosos que participaram das atividades. Houve ainda uma atividade de ginástica, com uma equipe de Educação Física da Universidade Estácio de Sá e uma Tarde de Prêmios, que distribuiu prêmios aos idosos a cada rodada.

As atividades da Semana do Idoso serão realizadas até 16 de outubro, quando encerra com uma Tarde Musical com o grupo Serenata Imperial, na Casa Cláudio de Souza, a partir das 16h30. As atividades continuam já na quarta-feira (05.10) com a Olimpíada da 3ª Idade, que será realizada a partir das 13h, no Centro Esportivo Fábrica do Saber. No mesmo dia, no Terra Santa, será realizado uma Oficina “Projeto Cinema, Memória e Bem-Estar”, com os idosos do Projeto Fórmula do Bem-Estar do Terra Santa, a parir das 14h. Na sexta (06.10), no Restaurante Popular, acontece o Baila Comigo, às 16h. A dança contagia ainda na quarta-feira (11.10), com o Baile da Feliz Idade, às 15h, no Petropolitano.

Uma idosa em situação de rua, que vivia em uma ponte do Bingen há cerca de dois anos, foi retirada do local, nesta quarta-feira (23/11), após ação conjunta de abordagem das equipes da Prefeitura de Petrópolis – por meio das Secretarias de Trabalho, Assistência Social e Cidadania e Saúde – e do Poder Judiciário, através da Vara da Infância, Juventude e do Idoso. A idosa, que possui transtornos mentais, foi levada para leito do Hospital Municipal Dr. Nelson de Sá Earp, onde está sendo acompanhada.

A idosa será avaliada pelos médicos do Hospital e, em caso de estabilização, será encaminhada para Maricá, sua cidade de origem, reestabelecendo o vínculo familiar. “É importante esclarecer que ela já estava sendo cuidada pelo Consultório na Rua e pelo Centro de Referência Especializado para População de Rua (Centro Pop). Esperamos que a situação dela se estabilize, para que ela possa retomar o vínculo familiar”, destacou a secretária de Trabalho, Assistência Social e Cidadania, Fernanda Ferreira, informando que, se isso não ocorrer, ela será encaminhada a um hospital de apoio.

A ação foi acompanhada pelo filho da idosa, que levou todos os seus pertences para sua casa, em Maricá, onde ela será acolhida. “Esta ação de abordagem contou com o apoio da saúde e aconteceu atendendo ao princípio da intersetorialidade, que está previsto nos princípios do Sistema Único de Saúde. Colocamos o Hospital Municipal Nelson de Sá Earp à disposição. Com isso, garantimos a dignidade da pessoa em situação de rua”, destacou o secretário de Saúde, Ricardo Patuléa.

O comissário da Vara da Infância, Juventude e do Idoso, Marcelo Botelho, acompanhou a ação de abordagem. “Essa é uma ação protetiva, para garantir a dignidade dessa senhora, que vive em uma situação de vulnerabilidade. Com a avaliação médica, será possível identificar a melhor solução para o caso, que é emblemático. Estivemos para garantir a legalidade e o respeito aos direitos da pessoa em situação de rua, e todos estão de parabéns pelo trabalho realizado”, afirmou Marcelo Botelho.

Abordagem oferece dignidade para população em situação de rua

O trabalho de abordagem é uma das ações desenvolvidas pelo município para oferecer dignidade e assistência às pessoas que estão em situação de rua. O Núcleo de Integração Social (NIS) passou, entre 2013 e 2014, pela maior reforma desde a sua abertura. O espaço recebeu uma reforma completa, com melhorias nos dormitórios, telhados, lavanderia, pátios e também nas tubulações. Toda a infraestrutura foi recuperada e o imóvel foi pintado.

Além disso, o Centro Pop, na Rua Floriano Peixoto, foi inaugurado em 2015, oferecendo acolhimento durante o dia, além de atendimento social e psicológico. O espaço também oferece à população em situação de rua banho, espaço para convivência, sala para leitura, atividades pedagógicas e palestras. Caso necessário, as pessoas atendidas no Centro Pop serão encaminhadas ao NIS, onde podem passar a noite. Outro foco de atuação é o Consultório na Rua, que realiza intervenções educativas e psicossociais e possui equipe com psicólogo, enfermeiro, assistente social, técnico em saúde bucal, agente social e médico.

A abordagem social acontece todos os dias da semana e, em sua maioria, os usuários possuem famílias, muitos deles residindo fora do município. O principal objetivo é direcioná-los a programas sociais, reintegrando-os à sociedade e retirando-os das ruas.

A Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac), com o apoio da Coordenadoria de Fiscalização da Secretaria de Fazenda e da Polícia Militar, promoveu uma ação na noite desta sexta-feira (2/12) para retirar um grupo de pessoas que insistia em permanecer com barracas na Rua Irmãos D’Ângelo. O grupo – duas pessoas de Petrópolis e dois casais de Curitiba – usava duas barracas e vinha sendo abordado diariamente pela equipe da Setrac, mas recusava acolhimento e sempre voltava ao local. Na ação desta sexta-feira, que foi acompanhada por funcionários de condomínios da região, a secretaria conseguiu retirar as barracas. Todos recusaram acolhimento no Núcleo de Integração Social (NIS), mas aceitaram retornar para casa. As quatro pessoas de Curitiba foram encaminhadas de volta à cidade de origem.

Segundo a secretária de Trabalho, Assistência Social e Cidadania, Fernanda Ferreira, o trabalho de abordagem foi iniciado à noite e se estendeu até o início da madrugada. “Conseguimos mostrar que não podiam ficar ali e acabaram aceitando retornar às suas casas. As duas pessoas de Petrópolis inclusive têm família estruturada, mas enfrentam dificuldades por conta do uso de álcool e drogas. É importante ter o apoio da família neste momento para que, juntos, sigam o acompanhamento e tratamento necessários”, lembrou.

Os dois casais de Curitiba também ouviram as equipes e aceitaram deixar o local, mas pediram para voltar à sua cidade natal. “Embora esse retorno, quando feito de um Estado para outro, seja de responsabilidade da Secretaria de Assistência Social do Estado, decidimos fazer este acompanhamento. Com a falência do Estado, ficaria difícil garantir essa transferência. Então nós mesmos fizemos isso”, explicou.

O trabalho de abordagem a pessoas em situação de rua é permanente e realizado por equipe especializada da Setrac. Hoje, o município mantém o Núcleo de Integração Social e o Centro Pop, para acolhimento dessas pessoas. A Prefeitura também oferece o Consultório na Rua, com atendimento médico e odontológico.

Ação da Semana de Juventude conta com 300 pessoas em Madame Machado

A Semana de Juventude, que foi aberta na última sexta-feira (11.08), realizou uma ação social no sábado (12.08) na Comunidade Primeiro de Maio, em Madame Machado, com a presença de 300 pessoas. O intuito desta ação foi promover ações de esporte, lazer, cultura, educação e saúde para os moradores do local.

Durante a ação, voluntários e colaboradores ofereceram corte de cabelo, maquiagem, aferição de pressão, capoeira, dança, conscientização sobre prevenção a doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), divulgação do Programa ID Jovem (que dá mais acesso a eventos culturais, esportivos e educativos para jovens de mais baixa renda) e campeonato de futebol com distribuição de medalhas para crianças, adolescentes e jovens.

A Semana Municipal da Juventude foi instituída em 2015 com o objetivo de chamar atenção para o debate em torno de políticas públicas para o público entre 15 e 29 anos.

Durante a Semana, a Fundação Ulysses Guimarães terá o aplicativo para smartphone “FUG na palma da mão”, para facilitar o acesso a cursos e ao acervo virtual da instituição. A Fundação mantém uma tenda na Praça Dom Pedro com conexão wi-fi para divulgar os cursos.

Programação da Semana da Juventude

Dia 15/8
18h – Caravana ID Jovem / Colégio Liceu Cordolino Ambrósio

Dia 16/8
10h – Projeto Educacional FUG (Fundação Ulysses Guimarães) na Palma da Mão / Praça Dom Pedro

Dia 17/8
19h – Audiência pública sobre conectividade / Câmara Municipal
21h – Batalha de Rap / Praça Visconde de Mauá

Dia 18/8
10h – Palestras sobre políticas sobre drogas e prevenção a DSTs / Cine Humberto Mauro (Centro de Cultura Raul de Leoni)

Dia 19/8
13h – Curso de Dicção e Oratória da Fundação Ulysses Guimarães / Duarte da Silveira (salão da comunidade)

Campanha de doação de sangue será realizada pela Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias

Será a sexta ação do eixo humanitário do Plano Inverno municipal

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias promove no dia 18 de setembro uma nova campanha de doação de sangue para o banco que fica no Hospital Santa Teresa, em homenagem ao Dia Internacional da Caridade, comemorado pela Organização das Nações Unidas no dia 5 desse mês. O objetivo é contribuir com o estoque do local, que chega a realizar até 650 transfusões por mês e atende a três hospitais da Região Serrana. Será a sexta ação do eixo humanitário do Plano Inverno 2018 de Petrópolis, que busca atender aos mais necessitados através de campanhas solidárias.

Para o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato Vaz, o eixo humanitário é fundamental no sucesso do Plano Inverno municipal. São campanhas voltadas para a estação mais fria do ano, com objetivo de ajudar instituições carentes do município. Além da doação de sangue, já foram realizadas campanhas de arrecadação de agasalhos, entrega de rosas no dia das mães, além de uma Festa Julina solidária.

“O banco de sangue que fica no Hospital Santa Teresa precisa sempre de novas doações. Além dos nossos agentes e familiares, também estamos abrindo a campanha para toda a população petropolitana, com o objetivo de salvarmos ainda mais vidas”, afirmou o secretário, lembrando ainda que a Defesa Civil coordenou o Dia D da campanha “De gota em gota a gente alimenta a vida”, elaborada pela prefeitura em junho desse ano, que arrecadou 23 litros de sangue, garantindo que 180 vidas fossem salvas.

Doar sangue não é apenas uma questão de solidariedade, mas também é um ato de amor e de cidadania. A ida ao banco de sangue é 100% voluntária e pode beneficiar diversas pessoas, independentemente de parentesco. Cada doação pode ajudar a salvar até quatro vidas. Pensando nisso, todos têm um papel importante na manutenção dos estoques.

“Sangue não se compra, não se fabrica e qualquer pessoa a qualquer momento pode precisar dele. É importante que a gente tenha em mente que pode ser um amigo ou parente nosso. Os estoques estão abaixo do ideal e a contribuição será importante para aumentarmos a reserva”, explica Alexandre Paladino, captador do banco de sangue.

O banco de sangue está localizado no Hospital Santa Teresa, na rua Paulino Afonso, 477, no bairro Bingen. O local possui estacionamento próprio, sendo gratuito para o doador. Mais informações pelo telefone (24) 2245-2324/ (24) 99269-4355.

Critérios para doar

Os interessados precisam pesar mais de 50 quilos e estar em boas condições de saúde. Não é necessário fazer jejum, mas é preciso esperar 3 horas após o almoço ou a ingestão de alimentos gordurosos. No local, basta apresentar um documento oficial com foto e ter entre 16 e 69 anos (menores de idade precisam de autorização e estar acompanhados por um responsável).

O voluntário não pode ter ingerido bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação. Quem tiver feito tatuagem e/ou piercing recentemente precisa aguardar 12 meses após o procedimento, e quem fez endoscopia deverá aguardar 6 meses após a realização do procedimento.

Neste sábado (01.12), uma grande ação será realizada pela Secretaria de Assistência Social de cadastramento ao Benefício de Prestação Continuada (BPC), também conhecido como LOAS. O programa é voltado para idosos acima de 65 anos e deficientes físicos, que precisam ser incluídos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. A convocação visa atender o prazo para a regularização do registro, com prazo até dia 31 de dezembro. Em Petrópolis mais de 3000 usuários precisam comparecer às unidades de atendimento.

Os agentes da Assistência Social estarão concentrados neste sábado nas unidades do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) do Centro – Rua Dr. Sá Earp, 39; de Itaipava – Estrada União e Industria, 11.860; e no Centro Administrativo – Barão do Rio Branco, 2.846.

Para efetuar o cadastro as pessoas precisam apresentas os documentos, Identidade e CPF, do idoso ou deficiente beneficiado e de todas as pessoas que residem na mesma casa. Além dos já cadastrados atualmente no BPC/LOAS, o município precisa incluir outras 2400 pessoas que estão dentro do perfil do benefício.

A estrutura montada pela Secretaria de Assistência Social visa garantir que nenhuma pessoa dentro do perfil deixe de receber o benefício. Passado o prazo de 31 de dezembro, quem não estiver incluído no Cadastro Único, pode deixar de receber o auxílio. Através do programa, os idosos acima de 65 anos e deficientes, que vivem com até R$ 238, correspondente a uma renda per capita de 1/4 do salário mínimo, tem o direito ao benefício.  O BPC destina o valor de um salário mínimo para as pessoas que vivem dentro desse quadro.

Em Petrópolis, a prefeitura e o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) assinaram um termo de cooperação em fevereiro que atende às novas regras do Ministério de Desenvolvimento Social (MDS), que determinou que os beneficiados realizem o cadastro para manter o recebimento da renda concedida pelo INSS.

Além do incremento financeiro, a inclusão dos usuários do BPC ao Cadastramento Único, permitirá que as pessoas recebam outros benefícios garantidos pelo Governo Federal. Através do sistema são computadas informações sobre a família, além de características da residência, identificação de cada pessoa, escolaridade, situação de trabalho e renda, entre outros dados.

Quem não conseguir comparecer para o cadastramento neste sábado, pode recorrer a uma das unidades do CRAS no município, que estão localizados nos bairros, com funcionamento de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h:

CRAS Quitandinha - Rua Alagoas, s/nº – Quitandinha.

CRAS Centro – Rua Dr. Sá Earp, nº 39 – Centro.

CRAS Retiro - Rua Henrique Dias, 221 – Retiro.

CRAS Posse - Estrada União e Indústria, S/N, ao lado do CIEP Gabriela Mistral (CEU da Posse).

CRAS Corrêas - Rua Vigário Correa, 443 – Corrêas.

CRAS Vale do Carangola - Rua Waldemar Vieira Afonso, 19 – Antiga ONG - Vale do Carangola.

CRAS Itaipava - Estrada União e Indústria, 11.860 – Itaipava.

CRAS Madame Machado - Rua Geraldo Lourenço Dias, s/nº (ponto final do ônibus 704) – Madame Machado.

Em lembrança ao Dia Nacional da Luta das Pessoas Deficientes Física, no dia 21, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac) promoveu nesta sexta-feira (19/9) ações de conscientização no Calçadão do Cenip. A programação incluiu música, literatura e orientações prestadas a quem passava pelas barracas das seis entidades participantes (Setrac, SOS Vida, Instituto Emmanuel, Comac, Projeto Eficientes e Associação Pró-Deficiente). Centenas de pessoas passaram pelo local. No fim do dia, o Coral dos Anjos encerrou as atividades com apresentação musical. 

Serviços foram oferecidos por profissionais da rede pública de diferentes setores

Cadastro Único (CadÚnico), orientação nutricional, jurídica, informações sobre obras, esclarecimentos sobre violência contra mulher, emissão de documentos, balcão de empregos, aferição de pressão, glicose, teste rápido e corte de cabelo são alguns dos serviços que oferecidos na 6ª edição da Ação Social, realizada neste sábado (14.09). Os moradores do Bairro Espírito Santo foram atendidos desde às 9h, na Escola Municipal Governador Marcello Alencar, na Avenida Amaral Peixoto, s/n. a expectativa é de que até o fim da ação, cerca de 300 pessoas passem pelo evento.

A ação social veio para facilitar a vida das pessoas. Nela, a prefeitura reúne uma série de serviços, de diferentes setores, levando o atendimento para perto da casa das pessoas no sábado, para que todos tenham acesso.  Além dos profissionais da rede, o evento conta com o apoio de profissionais, como cabeleireiros e barbeiros.

A moradora Jéssica Andrade, de 28 anos, aproveitou o evento para levar os filhos de 6 e 8 anos de idade, para cortar os cabelos. "Esse evento é muito bom. É a primeira vez que venho e estou aproveitando para trazer meus filhos", conta. A dona de casa, Márcia Lúcia de Matos, de 55 anos, aproveitou o atendimento de saúde. "Muito bom participar. Aproveitei para aferir pressão e glicose. Todos esses serviços são muito bons para essa comunidade", frisou.  A moradora Juliana Ferreira Dias, de 31 anos, levou o filho para fazer o documento. "Esse serviço ajuda muito, se não fosse assim, eu teria que ir com meu filho para o centro da cidade e durante a semana é sempre difícil. Assim já consigo resolver tudo aqui pertinho de casa mesmo", disse.

O evento agiliza a obtenção de documentos de identidade, a população é orientada sobre os benefícios aos quais pode ter acesso pelo CadÚnico, Cadastro Único para inserção em programas sociais, consegue informações sobre o balcão de empregos, esclarecimentos da Defesa Civil sobre construções, do CRAM sobre a prevenção a violência contra a mulher, além de atendimentos em saúde como avaliação nutricional, aferição de pressão e glicose, além do teste rápido para a identificação de infecções sexualmente transmissíveis.

Ao longo desse ano, aproximadamente 1,8 mil pessoas foram atendidas nas ações que atraem em média, cerca de 300 pessoas cada. Em 2018 foram realizadas 16 Ações Sociais por vários bairros da cidade. Ao todo, 10 mil pessoas foram atendidas pelos diferentes serviços oferecidos durante os eventos. Esse ano, os serviços já forma levados à localidades de Pedro do Rio, Caxambu, Comunidade do Alemão, Oswaldo Cruz e Independência. Também estão programadas ações na região de Duques, Arara, Atílio Marotti,  entre outras.

Prestação de serviço e retirada de documentos em um ambiente animado - as  principais marcas da Ação Social da prefeitura foram vistas novamente na 11a edição, realizada neste sábado (30.06) em Vila Rica. Mais de 300 pessoas foram atendidas na Escola Municipalizada Santa Terezinha com emissão de segunda via de RG, corte de cabelo, aferição pressão e glicose, orientação sobre programas e benefícios sociais, entre outras ações. Também teve aula zumba, com a participação empolgada de mulheres e crianças. O prefeito Bernardo Rossi ressalta a importância do evento promovido pela Secretaria de Assistência Social.

Em cada Ação Social, nós conseguimos ver como a união de todas as secretarias e os demais órgãos e parceiros envolvidos é fundamental para atender as pessoas que tem mais dificuldade para conseguir esses serviços. Já estamos na 11a edição e vamos levar essas oportunidades para cada vez mais bairros e mais moradores.

Durante a Ação Social deste sábado, os moradores tiveram orientações sobre o Programa Municipal de Pacificação Restaurativa, o Petrópolis da Paz, além dos outros equipamentos da Assistência Social, como o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e o Núcleo de Atendimento Especializado – Infantojuvenil (NAPE-IJ). Ainda houve cadastro no CadÚnico, porta de entrada para obter benefícios ou participar de programas sociais. Também houve orientação para pessoas interessadas em abrir pequenos negócios. O Cram também esteve presente orientando sobre os direitos das mulheres com a presença do Ônibus Lilás.

As secretarias de Saúde, de Obras, Habitação e Regularização Fundiária, de Defesa Civil e Ações Voluntárias, de Desenvolvimento Econômico, a Coordenadoria de Juventude e o Gabinete da Cidadania também participaram da ação, junto com Detran-RJ, Sebrae, AgeRio e Instituto Mix.

"Mais uma vez conseguimos reunir todos esses órgãos e parceiros para trazer os serviços para comunidade, sobretudo para quem precisa e as vezes não consegue ter acesso a eles, seja por não saber onde encontra ou mesmo pelo horário de trabalho. O que faz a diferença na Ação Social é exatamente a união de todos em um único local, onde existem essas demandas. Desta forma conseguimos facilitar o acesso aos serviços", destacou a secretária de Assistência Social, Denise Quintella.

Morador há dois anos do bairro, o pedreiro Fabiano Pereira chegou cedo em busca da segunda via do RG.

"A Ação Social foi divulgada pela Associação e pelos moradores e vim aqui fazer minha identidade. Acho muito bom que tenha essa Ação, porque as vezes a gente tem a dificuldade de conseguir ir no Centro e parar o trabalho para resolver essas coisas, muitas pessoas não podem. É uma facilidade quando traz para a comunidade e o atendimento é ótimo", afirmou.

A dona de casa Maria Rita Alves Gonçalves faz parte da Associação de Moradores do Vila Rica e também aproveitou os serviços oferecidos - ela fez aferição de pressão e glicose.

"As vezes a gente só consegue isso indo no posto ou em uma consulta. É muito bom que tenham vindo aqui, eu adorei. A gente precisa muito desses serviços e da prefeitura", falou.

Pagina 4 de 68

Alvará Online - BANNER

Notícias por data

« Outubro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31      

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo