Petrópolis ganhou mais um espaço para o acolhimento de população de rua. Nesta terça-feira (31/3), o prefeito Rubens Bomtempo inaugurou o Centro de Referência Especializada para População em Situação de Rua (Centro POP Marcelino da Conceição Garcia), na Rua Floriano Peixoto, no Centro. Além do atendimento social e psicológico, o espaço, que funciona das 8h às 17h, também irá oferecer almoço, banho, espaço para convivência e sala para leitura para quem passar por ali. Caso necessário, as pessoas atendidas serão encaminhadas ao Núcleo de Integração Social (NIS), no Alto da Serra, onde poderão passar a noite.

“Essa inauguração foi uma vitória da população. Mostramos que conseguimos sair da teoria para prática, para dar dignidade às pessoas. Conseguimos hoje tirar do papel algo que seja palpável para a vida de centenas de pessoas, que precisam de mais uma chance. Todo mundo precisa de mais um chance, ainda mais aquelas pessoas que perderam suas referências, seus vínculos”, disse Bomtempo.

A secretária de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac), Fernanda Ferreira, explicou que o Centro POP é um espaço de média complexidade, voltado para as pessoas que não necessariamente perderam seus vínculos familiares. Já o NIS, no Alto da Serra, é de alta complexidade.

“A população em situação de rua ainda é vista com muito preconceito. Temos que mostrar para essas pessoas que há uma vida boa para elas, longe das drogas, longe do álcool. Quando o governo Bomtempo teve início, o Centro POP era quase uma lenda urbana. Todo mundo ouvia falar, mas não havia nada de concreto. Mas agora saiu do papel, graças à vontade política do prefeito Rubens Bomtempo de fazer acontecer e à atuação do Conselho Municipal de Assistência Social. Temos agora muito trabalho. Vamos para a rua e trazer essas pessoas para cá, para o acolhimento”, disse a secretária Fernanda Ferreira.

O presidente do Conselho Estadual de Assistência Social, Patrick Ataliba, participou da inauguração. “Fico feliz em ver uma política pública de assistência social sendo realizada de fato, de direito. Se não tivesse uma equipe capacitada aqui, de referência, isso não seria possível”, disse Patrick.

Quarta, 17 Julho 2013 - 09:35

Bomtempo inicia grande mutirão na Posse

O prefeito Rubens Bomtempo deu início a uma grande ação de limpeza e revitalização da Posse nesta terça-feira (16/07) e montou seu gabinete no quinto distrito para acompanhar o mutirão pelos próximos quinze dias. A ação envolve a maioria das secretarias, como a de Obras, Assistência Social, Educação, Comdep, Saúde e CPTrans.

Nos primeiros seis meses de governo, o prefeito fez três visitas ao distrito e encontrou obras abandonadas, como a praça do CEU (Centro de Artes e Esportes Unificados) e a construção de 144 unidades habitacionais, metade delas erguida pelo município. As obras já foram retomadas e agora seguem em ritmo acelerado.

“Estamos retornando hoje com essa grande ação para poder dar continuidade à recuperação da Posse, principalmente em relação à saúde. Hoje, visitamos o posto de saúde que atende a comunidade e diante da situação encontrada, chegamos à conclusão de que a população está certa quando protesta pedindo que a saúde seja prioridade”, disse Bomtempo. Ele também visitou a área que deverá ser destinada à implantação de uma Unidade Básica de Saúde.

A secretaria de Obras está priorizando uma operação tapa-buracos, com a limpeza e desobstrução de ralos. Ao mesmo tempo, a Comdep dá continuidade aos trabalhos de capina, roçada e recolhimento de entulho. Reforma de jardins, pintura de meio-fio e postes, além da reforma de coletoras de lixo fazem parte da ação. Três retroescavadeiras, uma pá mecânica e dez caminhões estão sendo utilizados no serviço, que inclui um pacote de obras de drenagem, captação de águas e asfalto na Rua Noêmia Alves Rattes. A Prefeitura também programa a reabertura do Centro de Referência em Assistência Social da comunidade, fechado desde o ano passado.

O prefeito Rubens Bomtempo participou hoje (29/05) da retomada do projeto Recicla Tecido, que além de cumprir a sua responsabilidade ambiental com a reciclagem de tecidos, ensina a profissão de costureira a aproximadamente 30 mulheres. A chefe de gabinete e primeira-dama, Luciane Bomtempo, também acompanhou o evento, que aconteceu na sede da entidade, na Rua Visconde do Bom Retiro, no Centro.

Devido à falta de apoio, o programa estava prestes a fechar as portas. “É um projeto importante, impactante e precisa estar ativo. Visa à sustentabilidade e também é uma forma de humanizar a relação do poder público com a sociedade”, disse o prefeito.

Segundo a chefe de gabinete e primeira-dama, Luciane Bomtempo, o projeto também estará focado nas mulheres vítimas de violência doméstica e naquelas que forem encaminhadas pelo Centro de Referência e Atendimento Social. “Estamos trazendo o projeto Recicla Tecido para o Conselho Municipal da Mulher e a ideia é avançar ainda mais, levando para as escolas. Estamos orgulhosos de fazer parte de um momento tão importante”, disse Luciane.

A idealizadora do Recicla Tecido, Claudia Martins, destacou que o apoio do governo municipal tem um grande significado: "A primeira-dama se sensibilizou e logo abraçou o projeto. Demonstrou ainda a vontade de levá-lo às comunidades”, disse.

O juiz Jorge Martins também participou do evento, salientando a iniciativa: “É um momento importante e depois de tantos transtornos o projeto saiu vitorioso, sendo verdadeiramente olhado pelo poder público, por pessoas que estão preocupadas em alavancar a cidade”.

A doméstica Marlete Regina Gomes, atendida pelo Recicla Tecido, comemorou a retomada do projeto. “Cheguei aqui triste por conta de problemas de saúde mas fui acolhida e recebi todo o apoio. Me apaixonei pelo projeto que transformou a minha vida e essa mudança foi percebida, inclusive, pela minha família”.

O prefeito Rubens Bomtempo participou hoje (27/09) da Reunião da Pastoral dos Políticos Católicos e Cristãos, que acontece mensalmente nos municípios do Estado. Dessa vez, o encontro aconteceu em Teresópolis, onde Bomtempo foi convidado para falar sobre Políticas Públicas na Prevenção de Deslizamentos e Enchentes. O prefeito apresentou um balanço das ações desenvolvidas nos últimos seis meses.

“É importante fazermos uma reflexão para podermos continuar caminhando e assim ver qual a nossa missão e qual a contribuição para termos uma cidade mais organizada, respeitando a questão ambiental”, disse o prefeito.

A reunião foi presidida pelo bispo de Campos dos Goytacazes, Dom Roberto Francisco Ferreira Paz, responsável pela pastoral no Estado do Rio de Janeiro, e pelo bispo de Petrópolis, Dom Gregório Paixão. “Eu sei das dificuldades do Dr. Rubens Bomtempo para reconstruir uma cidade e como é bom ver Petrópolis sorrir outra vez”, disse Dom Gregório.

Entre as medidas, Bomtempo destacou a criação da Secretaria de Proteção e Defesa Civil e o trabalho realizado na área da prevenção, como a instalação de mais pluviômetros no município. “Realizamos a demolição de cerca de 30 casas em áreas de risco e a previsão é que, até o fim do ano, outras 40 nessas mesmas condições sejam demolidas”, disse, lembrando que mais de 500 famílias estão sendo atendidas com o aluguel social.

O secretário de Ciência e Tecnologia, Airton Coelho, mostrou um resumo de ações realizadas pelas Secretarias de Obras, Habitação, Ciência e Tecnologia e Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania. Também falou sobre o andamento de seis programas habitacionais, que serão desenvolvidos no Caetitu, Vicenzo Rivetti, Hipica (Independência), Posse, Estrada da Saudade e Rua Vassouras, em Quitandinha.

O deputado estadual Luiz Paulo Corrêa da Rocha participou do encontro e destacou que uma das suas preocupações era com a carência de habitações para as famílias que residem em áreas de risco. “No caso de Petrópolis, percebemos que todas as medidas necessárias estão sendo realizadas. Danos ocorridos em 2011 ainda não tinham sido resolvidos. O prefeito Rubens Bomtempo está dando o caminho, basta os parceiros acompanharem”, disse o parlamentar, ao lado do deputado estadual Nilton Salomão, também presente na reunião. Ambos fazem parte da CPI das chuvas na Alerj.

O prefeito Rubens Bomtempo se reuniu, mais uma vez, com moradores que vivem às margens da rodovia BR-040. O encontro aconteceu no Centro de Cidadania, em Itaipava, na noite de quinta-feira, 19/09. As famílias interpeladas judicialmente pela concessionária da via - a Concer -, para a desocupação da faixa de domínio tiveram novamente a garantia de que o município irá intervir no caso.

Na ocasião, Bomtempo determinou que o procurador do município, Marcos São Thiago, prepare um ofício para a superintendente do Patrimônio da União, Marina Esteves, pedindo a doação das áreas para que seja promovida a regularização fundiária do local. No documento será exposto que a região se trata de uma área urbanizada e consolidada, com creches, postos de saúde e coleta de lixo, ou seja, todos os serviços necessários para a comunidade.

“Sei exatamente do lado de quem estou, e é do lado do povo. Essas famílias vivem há anos nessas regiões e não podem continuar vivendo com essa incerteza e apreensivos com as decisões judiciais”, destaca Bomtempo.

No encontro, Marcus São Thiago apresentou o levantamento realizado na última semana dos processos movidos pela Concer contra os moradores das margens da rodovia. Segundo ele, foram localizadas cerca de 300 ações, onde a empresa postula a retirada das famílias e demolição das casas. “Notamos que muitos processos foram perdidos porque não tiveram defesa. Temos que trabalhar para reverter essa situação e, para garantir que isso não volte a acontecer, estamos colocando a procuradoria à disposição do povo”, garante São Thiago.

Representantes do Centro de Defesa dos Direitos Humanos (CDDH), assim como os secretários de Defesa Civil, Rafael Simão, e da Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac), Jorge Maia, participaram do encontro. “Com o município intervindo nos processos judiciais, nosso leque de armas está mais aberto. Precisamos manter a união”, disse a advogada representante do CDDH Francine Pinheiro.

A partir da próxima segunda-feira, a Setrac começa a realizar o cadastramento das famílias no Centro de Cidadania, em Itaipava, no horário de 9h às 16h. O trabalho irá se estender até o dia 22 de outubro, seguindo um calendário por ordem alfabética. Entre os dias 23 e 27 de setembro, as pessoas cujas iniciais sejam de A a J devem procurar o local. Em seguida, entre os dias 4 e 8 de outubro, será a vez das iniciais L a N. Nomes com iniciais de O a R serão cadastrados entre os dias 11 e 15, enquanto as com iniciais de S ao Z devem procurar o local de 18 a 22 de outubro.

NECESSIDADE DE REUNIÃO COM CONCER E ANTT

O tema foi novamente debatido na sede da prefeitura, na manhã de sexta-feira, 20/9. O prefeito Rubens Bomtempo, o procurador da República Charles Estevam e a advogada representante do CDDH Francine Pinheiro concordaram com a necessidade de uma reunião com a Concer e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) – órgão responsável por fiscalizar concessões de rodovias federais.

Na ocasião, Bomtempo voltou a defender que as famílias que vivem às margens da BR-040 continuem na região, já que o local não representa risco iminente para os moradores. Ele lembrou que está prevista a construção de 2,5 mil moradias até o fim do governo, que serão destinadas aos que perderam suas casas nas chuvas e aos que vivem em áreas de risco.

O secretário de Proteção e Defesa Civil, Rafael Simão, e o diretor de operações da pasta, engenheiro Ricardo Branco, fizeram uma apresentação sobre as áreas de risco de Petrópolis. São cerca de cinco mil famílias em áreas de muito alto risco, e outras seis mil em áreas de alto risco. Bomtempo afirmou que a prioridade do governo municipal, em relação à habitação, é com essas famílias.

“É preciso fazer uma escala de prioridades. Existe a Petrópolis ideal, a Petrópolis que existe e como fazemos para chegar lá. E estamos construindo passos importantes para isso”, disse Bomtempo.

Sábado, 22 Novembro 2014 - 11:18

Bomtempo recebe as chaves do CEU da Posse

O prefeito Rubens Bomtempo recebeu na última semana das mãos de representantes da empreiteira responsável pelas obras do Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) da Posse as chaves do espaço. O próximo passo, agora, é ocupar a área. Fundação de Cultura e Turismo, Secretaria de Esportes e Lazer, Secretaria de Trabalho e Assistência Social e Secretaria de Ciência e Tecnologia, entre outras, já deram início aos trabalhos para estruturar o ambiente. A intenção é que a nova Praça do CEU da Posse seja inaugurada ainda este ano.

“Desde janeiro de 2013 estamos trabalhando para tornar este espaço uma realidade para a população do quinto distrito. Ver essa construção de pé nos dá a certeza de que estamos no caminho certo. Agora é correr para estruturar os serviços que serão oferecidos aqui, porque o que dependia de obra está pronto. Tenho certeza de que este será importante passo para garantir lazer e qualidade de vida aos moradores e ainda mais desenvolvimento para esta região”, destacou o prefeito Rubens Bomtempo, lembrando que a ideia é integrar, em um mesmo espaço, programas e ações culturais, práticas esportivas e de lazer, formação e qualificação para o mercado de trabalho, serviços socioassistenciais, políticas de prevenção à violência e inclusão digital, de modo a promover a cidadania.

O CEU da Posse é resultado de um convênio entre a Prefeitura e o Ministério do Turismo. As obras foram paralisadas no governo passado, mas retomadas em 2013 graças ao esforço do atual governo. No complexo de três mil metros quadrados, às margens da Estrada União e Indústria, a população terá acesso a uma infraestrutura completa. O espaço contará com uma unidade de Centro de Referência da Assistência Social (CRAS); anfiteatro (cinema e teatro), telecentro, biblioteca, auditório, quadra de esportes, equipamentos de ginástica e playground, além de pistas para caminhada e manobras de skate. O projeto está orçado em R$ 2,2 milhões e, desses, mais de R$ 800 mil são de contrapartida do município.

O prefeito Rubens Bomtempo se reuniu, nesta segunda-feira (18/5), com cerca de 30 pastores evangélicos na Casa dos Conselhos Augusto Ângelo Zanatta para debater o programa “Crack, É Possível Vencer”. O objetivo do encontro é fortalecer o programa junto às comunidades, por meio da atuação dos pastores, para que o município avance na campanha de conscientização sobre os malefícios sobre o uso do crack.

“Não existe instituição no mundo que tenha mais credibilidade do que as instituições religiosas. Vocês são autoridades no assunto, lideranças comunitárias que influenciam no comportamento da comunidade. Não tenho dúvida de que, para ter sucesso, o programa precisa de vocês. Nós temos que dar capilaridade a esse programa, que está bem estruturado”, disse Bomtempo aos pastores.

O programa “Crack, É Possível Vencer” é federal e executado pelos municípios. Iniciado em 2013 em Petrópolis, o programa prevê ações intersetoriais da Prefeitura, nas áreas de saúde, educação, assistência social e segurança pública, para a conscientização da população sobre os malefícios causados pela droga, para a prevenção do seu uso e para o atendimento e assistência a usuários.

Bomtempo lembrou que a Prefeitura vem se estruturando para o programa, desenvolvendo ações em digerentes frentes, desde a escola. Na última semana, por exemplo, lançou o programa “Escola, Presente!”, de combate à evasão escolar, com profissionais da Prefeitura indo até a família no caso de queda no rendimento do aluno. Além disso, a Prefeitura criou seis leitos de enfermagem para dependentes químicos, capacitou 50 guardas civis, inaugurou o Centro de Referência Especializada para População em Situação de Rua (Centro POP Marcelino da Conceição Garcia) na Rua Floriano Peixoto, entre outras ações.

Os pastores se mostraram comprometidos em participar da campanha. “Esse problema do crack não é só da Prefeitura, mas é de todos nós”, disse o pastor Cláudio Freitas. O pastor Almir Henrique concordou e lembrou o compromisso que os pastores têm com a prevenção do uso de drogas e a influência que têm nas comunidades.

Foi inaugurada na tarde da última quinta-feira (14/03) a Brinquedoteca da Aldeia da Criança, localizada na Estrada do Contorno-Km 81, na comunidade conhecida como Campinho. A iniciativa é da Casa da Amizade Rotariana de Petrópolis, presidida por Vera Taulois, em parceria com as equipes de Nossa Senhora. A inauguração contou a presença da primeira-dama, Luciane Bomtempo, que colocou a Prefeitura de Petrópolis à disposição da instituição para ajudar nos projetos pedagógicos e educacionais, inclusive informando que irá fazer uma revisão no convênio de cessão do imóvel para que mais atividades sejam desenvolvidas. “A Prefeitura hoje apóia o local com a cessão do espaço, mas aqui batem muitos corações que são mais do que paredes e precisamos ajudar estes corações a pulsarem mais, porém com o devido apoio do poder público”, disse Luciane.

A Brinquedoteca conta com diversos livros, brinquedos e demais materiais pedagógicos necessários às atividades com as crianças, que serão atendidas no período que os responsáveis estiverem em aula pelo projeto EJA – Educação de Jovens e Adultos. Todos os materiais foram doados pela Casa da Amizade Rotariana de Petrópolis, através das equipes de Nossa Senhora. A inauguração teve apresentação de dança e voz e violão, feita pelos alunos dos diversos projetos sociais e educacionais desenvolvidos pela Aldeia da Criança.

A Aldeia da Criança Rio é apoiada pela Associação Kinderdof Rio, cuja matriz está sediada na Alemanha, uma instituição filantrópica que desenvolve diversos projetos no Brasil, com a proposta de dar uma chance para o futuro de crianças e adolescentes. Em Petrópolis, desenvolve atividades de dança, música, xadrez, escola para jovens e adultos, dentre outros. Além da primeira-dama, estiveram presentes representantes das equipes de Nossa Senhora, da Casa da Amizade, além de jovens que fazem intercâmbio em Petrópolis e contam com o apoio da equipe de Vera Taulois.

Agentes estenderam prazo e se instarão pelos bairros para convocar a população

Desabrigados das chuvas – famílias que tiveram casas interditadas parcial ou totalmente – tem até o dia 21 de dezembro para se cadastrar a uma unidade habitacional do Minha Casa Minha Vida. A prefeitura está apresentando projetos ao governo federal para garantir mais 1.028 unidades habitacionais.  A partir de segunda-feira (10.12) equipes da prefeitura estarão no calçadão do Cenip e também nos bairros. Funciona ainda o atendimento na sede da Defesa Civil (Rua Buarque de Macedo, 128 – Centro). Equipes da Assistência Social irão percorrer os bairros por onde também começam a circular carros de som reforçando a convocação das famílias.

As 1.028 unidades do Minha Casa Minha Vida previstas para a cidade possuem construção pré-aprovadas pela Caixa Econômica Federal, mas o cadastrado é necessário para avançar com o programa.

“Estamos fazendo um esforço para atualização neste momento porque é necessário localizar estas famílias e preencher os requisitos das novas regras da CEF. Vamos entregar as unidades habitacionais do VicenzoRivetti e da Posse. Além dessas, há mais empreendimentos para a cidade e vamos conseguir entregar mais casas para pessoas que perderam seus imóveis”, destaca o prefeito Bernardo Rossi.

As unidades habitacionais previstas para a cidade serão construídas nas localidades de Benfica, que receberá 120 imóveis; Vale do Cuiabá, 140; Mosela, 48 e Caetitu, com 720 moradias. Outras 920 estão em fase de conclusão, sendo 144 na Posse e 776 no VicenzoRivetti.

Além de percorrer os bairros, na próxima semana, as equipes também farão o chamamento por telefone das pessoas que já possuem cadastro na prefeitura, mas precisam atualizar dados para entrar no programa Minha Casa Minha Vida. “Vamos nos instalar nas regiões por um ou dois dias, a depender da demanda, para fortalecermos os cadastros”, informa a secretária de Assistência Social, Denise Quintela.

As pessoas devem se apresentar portando documentação, Identidade e CPF, comprovante de residência e se possuírem, o laudo da Defesa Civil. O chamamento é direcionado às pessoas que perderam ou tiveram suas casas interditadas e não possuem registro no programa de aluguel social. “As pessoas que recebem o aluguel social já estão no nosso cadastro. O esforço é para as pessoas que ainda não possuem registro, mas perderam suas casas”, destaca a secretária.

Desabrigados das chuvas – famílias que tiveram casas interditadas parcial ou totalmente – tem até o dia 21 de dezembro para se cadastrar a uma unidade habitacional do Minha Casa Minha Vida. A prefeitura está apresentando projetos ao governo federal para garantir mais 1.028 unidades habitacionais.  A partir de segunda-feira (10.12) equipes da prefeitura estarão no calçadão do Cenip e também nos bairros. Funciona ainda o atendimento na sede da Defesa Civil (Rua Buarque de Macedo, 128 – Centro). Equipes da Assistência Social irão percorrer os bairros por onde também começam a circular carros de som reforçando a convocação das famílias.

As 1.028 unidades do Minha Casa Minha Vida previstas para a cidade possuem construção pré-aprovadas pela Caixa Econômica Federal, mas o cadastrado é necessário para avançar com o programa.

As unidades habitacionais previstas para a cidade serão construídas nas localidades de Benfica, que receberá 120 imóveis; Vale do Cuiabá, 140; Mosela, 48 e Caetitu, com 720 moradias. Outras 920 estão em fase de conclusão, sendo 144 na Posse e 776 no VicenzoRivetti.

Além de percorrer os bairros, na próxima semana, as equipes também farão o chamamento por telefone das pessoas que já possuem cadastro na prefeitura, mas precisam atualizar dados para entrar no programa Minha Casa Minha Vida.

As pessoas devem se apresentar portando documentação, Identidade e CPF, comprovante de residência e se possuírem, o laudo da Defesa Civil. O chamamento é direcionado às pessoas que perderam ou tiveram suas casas interditadas e não possuem registro no programa de aluguel social.

 

Pagina 14 de 67

Notícias por data

« Setembro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30            

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo