Para fortalecer o aumento da produção agrícola no município, o poder público está estruturando projetos específicos para o setor - considerado uma vertente econômica importante que conta com 768 produtores rurais, segundo o Censo Agro 2018. Banco de Sementes e Banco de Alimentos são alguns deles e os projetos foram apresentados nessa segunda-feira (18.03) para o secretário Estadual de Abastecimento, Pecuária, Pesca e Agricultura, Eduardo Lopes pela equipe da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

O objetivo foi mostrar que Petrópolis está atuando diretamente nesse setor, fomentando projetos que chamam a atenção para a vertente econômica e o impacto positivo da produção agrícola no município, como a implantação de um polo de ensino do Senar, que será consolidado nos próximos meses e a criação de bancos que incentivam a liberação de mudas e aproveitamento dos alimentos.

Um dos assuntos apresentados foi o do Banco de Alimentos que tem como objetivo adquirir equipamentos e utensílios para garantir o acesso à alimentação adequada em ações de educação alimentar e nutricional com famílias carentes. A ideia é que os alimentos que seriam descartados por falta de condições estéticas, sem restrições de caráter sanitários sejam separados, higienizados e processados, embalados, estocados em câmara fria e distribuídos através de agentes comunitárias a entidades filantrópicas como asilos, creches e centros comunitários. Já o Banco Comunitário de Sementes e Mudas visa fomentar o plantio das variedades e recuperar a tradição de plantio de produtos de subsistência para alimentação familiar. Um polo de ensino do Senar também será instalado no Hortomercado Municipal. O local oferecerá cursos para os agricultores.

Outro assunto que foi abordado na reunião e apresentado também para o diretor técnico da Emater-Rio, Benito Igreja Júnior, foi a questão da recuperação das estradas vicinais.O processo para aquisição de máquinas para a produção agrícola está aberto.O convênio com a instituição prevê assistência técnica e extensão rural com ênfase nas estradas de produção, ou seja, um reforço para o município no que diz respeito a manutenção das estradas.

Com 768 produtores rurais – identificados pelo Censo Agro 2018 – Petrópolis tem na produção rural uma vertente econômica importante para o município e o potencial do setor foi um dos assuntos abordados pela equipe da Secretaria de Desenvolvimento Econômico durante uma reunião com o secretário Estadual de Abastecimento, Pecuária, Pesca e Agricultura, Eduardo Lopes, o diretor-presidente da Emater-Rio - o professor Sérgio Lemberck e o presidente da Fiperj (Fundação Instituto de Pesca), Vicenildo Medeiros. O encontro ocorreu na sede da Emater, em Niterói.

Na ocasião, o presidente da Emater garantiu a retomada do convênio da empresa pública com o município, o que vai garantir a assistência técnica de especialistas, para dar assistência aos produtores rurais de Petrópolis. Outra ação será o apoio para o desenvolvimento do turismo rural, para alavancar uma renda extra para os produtores.

Representantes do município tiveram a  primeira aproximação com essa nova direção da Emater para mostrar o cenário agrícola da cidade.  A Emater tem o interesse de realizar outras ações em Petrópolis para fomentar o setor através de pesquisas e incentivo à agricultura com foco na sustentabilidade.

Outro ponto abordado no encontro por Vicenildo Medeiros, da Fiperj, foi a possibilidade de liberação dos especialistas da fundação para a capacitação técnica para desenvolvimento do pescado pelo pequeno produtor. No caso de Petrópolis, para a criação de tilápia e truta. Uma próxima reunião será agendada para discutir a estrutura necessária para a pratica da ação.

 A agricultura está trabalhando para garantir as certificações necessárias para a venda de produtos petropolitanos em feiras fora da cidade.A cidade tem uma mão de obra especializada que produz alimentos de boa qualidade e que podem elevar o nome da agricultura para eventos em outros municípios.

A Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Produção colocou em pauta na última semana, durante reunião do Conselho Municipal de Agricultura e Políticas Agrícolas e Fundiárias (Compaf), as primeiras propostas para elaboração do orçamento 2015. O encontro tem como objetivo definir diretrizes orçamentárias para aplicação de recursos no próximo ano. A reunião também serviu para ajustar os programas e projetos da secretaria, de forma a contemplar as principais demandas dos agricultores, produtores e feirantes da cidade, além de profissionais de outros setores que diretamente ou indiretamente estão envolvidos no segmento.

Entre as ações discutidas durante o encontro está a ampliação do orçamento dos projetos Solo e Agricultura Correta, Árvore da Vida e Minimamente Processados; além de incentivos à infraestrutura da Patrulha Mecanizada e a promoção de eventos agropecuários. Outro ponto discutido foi a aceleração das ações na área de Educação Rural, alocando verbas para realização de estudos e encontros com os jovens rurais na intenção de elaborar programa político pedagógico que atendam as realidades destes jovens e do mercado de trabalho. A secretaria de Agricultura, Abastecimento e Produção está planejando em conjunto com a secretaria de Educação, a Fundação Getúlio Vargas, a Embrapa e a UFRRJ para a impantação da Escola Agroambiental do Brejal.

Apoio para promoção e divulgação das feiras livres bem como ascapacitações; melhorias na estrutura dos pontos de venda do Hortomercado Municipal José Carneiro Dias e o Projeto Venda Direta no terminal de Corrêas, também foram temas da reunião. Participaram do encontro representantes das diversas entidades e associações de produtores, entre elas a Emater-Rio, o Sebrae, a Fiocruz, o Sindicato Rural de Petrópolis, a Fundação de Cultura de Petrópolis, a Cooperativa Cedro, Associação dos Feirantes, a APHERJ, entre outras.

“O objetivo foi aprovar o máximo de demandas para o atendimento aos produtores”, comentou o secretário de Agricultura, Abastecimento e Produção, Leonardo Faver, acrescentando que a finalidade foi fortalecer o abastecimento e a produção, melhorando o desenvolvimento rural e a qualidade da vida de campo.

O secretário de Agricultura, Abastecimento e Produção, Leonardo Faver, e representantes da concessionária Águas do Imperador estiveram na tarde da última segunda-feira (19/10) no Caxambu, realizando uma ação orientativa para os produtores rurais. O objetivo da visita foi sensibilizar os agricultores sobre a importância da economia de água.

Segundo o secretário, o controle de água pode ser feito com medidas como: a troca de equipamentos, como os aspersores – um dispositivo responsável pela irrigação das plantações; a implantação de palhas para reter a umidade no solo; e a alteração dos horários em que os agricultores realizam a irrigação. “Estamos realizando essa visita como forma de sensibilização dos agricultores, a fim de evitar o desperdício de água ao máximo. A revisão do sistema é de suma importância para essa economia da água neste momento de seca. Os agricultores já estão se enquadrando neste sistema para que todos não fiquem prejudicados”, ressaltou.

O agricultor José Carlos, que faz o plantio no local e que acompanhou o secretário e os representantes da Águas do Imperador, declarou estar ciente de que neste momento a racionalização da água é necessária. “Estou irrigando a minha plantação à noite, já coloquei algumas palhas para auxiliar na umidade do solo e pretendo realizar mais alguns ajustes para economizar ao máximo a água. Nós precisamos da água para manejar as nossas plantações, então para isso devemos economizar”.

Mais de 60 mil pessoas aproveitaram o feriado do Dia do Trabalhador para se divertir na 25ª Exposição Agropecuária de Petrópolis, no Parque Municipal, em Itaipava. Por determinação do prefeito Rubens Bomtempo, a entrada gratuita na festa foi garantida durante todo o dia 1 de maio, inclusive para o show do Grupo O Rappa, que se apresentou no palco principal do evento.

“Os trabalhadores merecem o retorno dessa festa em grande estilo. Mantemos a tradição da gratuidade neste feriado e ainda garantimos o preço da passagem de ônibus da R$ 1,40 para que todas as famílias pudessem passar o dia da forma mais proveitosa possível. Esse é um evento importante para a cidade, que impulsiona a economia e valoriza o agronegócio”, destacou o prefeito Rubens Bomtempo.

Para garantir os portões abertos no Dia do Trabalhador (1/5), a Prefeitura, por meio da Fundação de Cultura e Turismo, negociou com a empresa vencedora da licitação para a realização do evento, a Raça, a contratação direta do grupo O Rappa, o que tornou possível o show de graça para o público.

“Foi um show incrível. Eu e minhas amigas nos divertimos muito”, declarou a estudante Lara Gonçalves Vianna. O representante comercial, Adalberto da Silva, parabenizou a Prefeitura pela iniciativa: “Pude estar aqui com os meus três filhos porque a entrada não foi cobrada. Estou me sentindo prestigiado e feliz por poder proporcionar diversão para a minha família”, disse.

Exposição também teve grande movimento pela manhã e tarde - O movimento pela manhã e pela tarde na 25ª Exposição Agropecuária superou as expectativas nesta quinta-feira (1º/5). Milhares de petropolitanos e turistas foram com a família ao Parque Municipal de Petrópolis, em
Itaipava, aproveitando a entrada gratuita e a passagem a R$ 1,40 neste feriado do Dia do Trabalhador, garantidas pelo prefeito Rubens Bomtempo. O dia de sol ajudou, e os frequentadores puderam ir aos brinquedos do parque de diversões, à exposição de animais (bovinos, equinos e cães), à feira de souvenir e vestuário e às barracas de alimentação.

A Prefeitura aproveitou o grande movimento para fazer campanhas de conscientização em várias áreas, como saúde, educação e defesa civil. Quem passou pela tenda da Prefeitura montada no parque pôde obter informações sobre marcação de consultas, vacinação, prevenção de doenças, medidas contra a dengue, a Semana Municipal de Prevenção ao Álcool e Drogas, distribuição de preservativos, entre outras ações. Na tenda, foi realizado um teatro de marionetes para as crianças. O rei, a rainha e as princesas da 25ª Bauernfest estavam na Exposição já divulgando a festa germânica que começa no fim de junho.

A Secretaria de Proteção e Defesa Civil distribuiu panfletos com dicas simples de prevenção de desastres das chuvas. Agentes também entregaram adesivos para a produção de pluviômetros caseiros com garrafas PET e ensinaram as pessoas sobre como montar os equipamentos. A moradora da Cidade Nova, no Vale do Carangola, Francisca Simone, de 56 anos, foi à tarde ao parque. “Gostei muito. Vi que o parque está mais bonito e bem cuidado. Gostei da organização. Visitei a parte dos cavalos, e os espaços do artesanato e dos produtos em couro e logo depois assisti o show gospel. Foi uma tarde muito legal”, disse.

A Semana Santa se aproxima e o consumo de peixes aumenta por ocasião da Quaresma. Pensando nisso, a Prefeitura realiza por meio da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Produção a tradicional Feira do Pescado, que acontece em Petrópolis há cerca de 40 anos. Este ano o evento vai de 16 a 18 de abril, na Rua Souza Franco, trazendo mais uma opção para o consumidor nessa época do ano.

A Feira é tradicionalmente promovida nos dias que antecedem a Páscoa e oferece produtos de qualidade. O local contará com 22 barracas e produtos frescos, que serão trazidos do Ceasa/RJ, vindos diretamente da Região do Lagos. “Além de ser muito esperada, a feira é uma boa opção para compras na Semana Santa, e para isso estamos disponibilizando um espaço de qualidade. Os feirantes estarão uniformizados, e todas as barracas dispõem de toda estrutura para refrigeração e venda dos pescados”, explica o secretário de Agricultura, Abastecimento e Produção, Leonardo Faver.

Confira os horários da feira
Dia 16
Das 12 às 22h
Dia 17
Das 8h às 22h
Dia 18
Das 8h às 13h

Cerca de 30 feirantes participaram na última quarta-feira (17/9) do curso “Qualidade no atendimento”, sobre como lidar com os clientes. A iniciativa da Prefeitura, por meio da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Produção, visa a modernização das feiras livres de Petrópolis. Mais duas turmas farão o curso nas próximas quartas-feiras (24/9 e 1º/10).

O curso foi ministrado por técnico do Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas do Estado do Rio de Janeiro (Sebrae), na sede da Secretaria de Proteção e Defesa Civil, no Centro. “Com o mundo competitivo de hoje, o vendedor tem que ter algo especial, diferente do que o que os outros fazem. E isso os feirantes sabem fazer, sabem cativar os clientes. Esse curso de capacitação é para dar ainda mais ferramentas para os feirantes lidarem com os clientes, para eles saberem o que fazer quando o cliente estiver de mau humor, por exemplo. A ideia do curso é ajudar o feirante a entender o cliente”, disse o secretário de Agricultura, Abastecimento e Produção, Leonardo Faver.

A feirante Juliana Aparecida, que trabalha há 10 anos na feira livre da Rua Visconde de Souza Franco, no Centro, elogiou o curso. “Foi muito bom. É sempre bom nós aprendermos, porque lidamos muito com o público”, disse.

Já Etevilna Rodrigues trabalha há 25 anos na feira do Centro. Ela ficou satisfeita com as dicas. “É importante, porque um erro que nós cometemos já prejudica”, disse.

São 13 feiras livres em Petrópolis: Alto da Serra, Bingen, Cascatinha, Francisco Manoel, Henrique Rafard, Indaiá, Manga Larga, Nogueira, Ponte do Fones, Praça Pasteur, Quitandinha, Visconde de Souza Franco e Visconde do Uruguai (Valparaíso).

“As feiras livres são muito importantes para o município. Na geração de empregos, por exemplo, porque são mais de mil pessoas trabalhando direta e indiretamente nos cerca de 300 pontos de barracas que temos em Petrópolis. É importante também para a economia, para a segurança alimentar, por levar alimentos frescos e saudáveis para a população. Além disso, há também a questão social, porque muitos alimentos são doados a entidades de caridade”, disse Faver.

Praça 14 Bis, Hortomercado Municipal e feiras nos bairros até no final de semana

A venda de legumes, frutas e hortaliças na Praça 14 Bis, no Centro, continua até domingo (03.06) segundo o Departamento de Agricultura da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.  Em poucas horas, todos os produtos estão sendo vendidos e maior procura ocorre por parte dos donos dos restaurantes.

O Hortomercado Municipal funcionará normalmente de quinta-feira (31.05) – feriado de Corpus Christi até domingo. A venda direta na Praça 14 Bis também vai funcionar até domingo e as feiras estão mantidas: quinta-feira no Bingen – Rua Henrique Rafard e na Praça Pasteur; Sexta-feira na Rua Francisco Manoel, no Centro; Sábado na Rua Visconde de Souza Franco e domingo no Alto da Serra e Duarte da Silveira.

“Os produtos estão se esgotando em poucas horas, tanto na Praça 14 Bis quanto no Hortomercado Municipal. A venda direta facilitou a vida das pessoas que estão em busca de legumes e hortaliças e principalmente dos restaurantes que precisam abastecer os seus estoques para atender a clientela. Todas as feiras estão mantidas e acreditamos que, aos poucos, a situação será normalizada”, explicou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.

No Hortomercado Municipal as vendas nessa quarta-feira ocorreram em tempo recorde: cerca de duas horas. Segundo o diretor do Departamento de Agricultura da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, José Maurício Soares, a oferta no local aumentará com a abertura do Horto no feriado. “A venda rápida mostra que as pessoas estão à procura dos produtos da nossa cidade o que ajuda o produtor a escoar a produção que ficou parada durante a semana. O Horto vai funcionar no feriado e até o fim de semana para atender a demanda da população”.

Restaurantes compram direto com produtores

Nessa quarta-feira (30.05) os produtos que chegaram na Praça 14 Bis foram separados e enviados para restaurantes. José Roberto Martins é produtor de hortaliças no Caxambu. Para complementar a venda nas feiras em que participa – Centro e Alto da Serra, José Roberto busca mercadorias em Minas Gerais. Ele trouxe dois caminhões com legumes como couve flor, tomate e pimentão, mas, não chegou a montar a barraca para a venda: todo o carregamento foi comprado por restaurantes.

“Trouxe aproximadamente 600 quilos de produtos e os restaurantes entraram em contato e fizeram os pedidos. Uma parte será separada e ficará a venda na Praça 14 Bis na quinta. Felizmente estamos correndo atrás do prejuízo. Essa semana foi muito complicada. O prejuízo de uma semana sem conseguir escoar a produção é incalculável”, disse José Roberto.

Braulio Azevedo é feirante há 20 anos. No Bonfim, onde ele mora, há  cultivo de hortaliças. Como José Roberto, ele também compra legumes e frutas de terceiros para complementar a venda nas feiras. “Consegui encomendar alguns produtos, como tomate, abóbora e couve flor para garantir a venda nas feiras e não deixar os meus clientes na mão. Ainda estamos encontrando dificuldades para encontrar frutas, como banana, mas acredito que aos poucos a situação vai normalizar. O importante é que os clientes saibam que as feiras vão funcionar normalmente”.

Adelson Figueiredo é proprietário de quatro restaurantes. Ele comprou de José Roberto cerca de 200 quilos de legumes. “Tivemos que adaptar o cardápio e usamos tudo o que tínhamos no estoque, agora, estamos conseguindo comprar com os produtores da cidade uma parte dos produtos. É um respiro e nos ajuda a manter as vendas”, contou.

Demanda faz agricultores do Caxambu venderem produtos em casa

Com a greve dos caminhoneiros, os produtores agrícolas do Caxambu, também foram prejudicados com a falta de combustível nos últimos dias. A grande demanda, junto à necessidade de vender as verduras com rapidez, para que não houvesse mais prejuízo, alguns agricultores começaram a vender os produtos no próprio local de cultivo e até mesmo em suas residências.

 O produtor agrícola José Carlos Farroco Vieira, contou que as pessoas estão indo até o Caxambu para adquirir os produtos. “Estou vendendo aos poucos. Ainda não tenho combustível para sair. Esta semana, já vendi tudo o que eu colhi, para pessoas que vieram até a minha casa. Eu ainda tenho muita coisa para colher e preciso vender ainda essa semana, para não ter prejuízo”, disse o produtor.

O estímulo à economia local tem sido cada vez mais fomentado em Petrópolis. Mais um encontro do Projeto “Da Roça para a Mesa”, uma iniciativa da Prefeitura, por meio da secretaria de Agricultura, Abastecimento e Produção, garante o relacionamento estreito entre produtores rurais, chefs de cozinha e empresários. O evento, que aconteceu na manhã desta quarta-feira (4/11), no Hortomercado Municipal, em Itaipava, faz parte da programação da XV edição do Petrópolis Gourmet, que acontece entre os dias 13 e 29 de novembro e traz como tema Cozinha da Serra.

“Este é um novo canal de comercialização. Nosso objetivo é mostrar para os compradores que temos uma gama de produtos diversificados que são produzidos na cidade. Neste projeto ganha o comprador, com produtos frescos e mais baratos, e o produtor, aproveitando canais mais curtos, driblando os intermediários diários”, explicou o secretário de Agricultura, Abastecimento e Produção, Leonardo Faver.

A organizadora do Petrópolis Gourmet, Márcia de Paula, destacou que a proposta veio a calhar com o tema desta edição do festival, que propõe a utilização de dois ingredientes produzidos na cidade para a elaboração dos menus: “Nossa ideia é sempre prestigiar os produtores e profissionais locais, fomentando assim a economia do município”.

“Com certeza teremos um aumento nas vendas e menos perda na produção. É uma iniciativa maravilhosa, que não só nos aproxima dos restaurantes, mas que também valoriza o nosso trabalho”, avaliou o produtor de hortaliças do Brejal, Alcebíades Teixeira Bastos Filho. “O sucesso das receitas e dos pratos dependem da qualidade dos produtos. É por isso que sempre valorizei a produção regional”, concluiu o chefe Barão.
Participaram do encontro produtores rurais de orgânicos, flores, hortaliças, cogumelos e escargot, além de fabricantes de farinha sem glúten, doces, compotas, mel, própolis e mostarda.

Mais informações sobre o XV Petrópolis Gourmet podem ser obtidas no site www.petropolisgourmet.com.br.

Pagina 12 de 12

Banner INFOS ATUAIS2

Notícias por data

« Agosto 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31            

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo