Com o objetivo de incrementar a divulgação do maior shopping a céu aberto da região, Prefeitura, Associação da Rua Teresa (Arte) e guias de turismo do município acabam de firmar uma importante parceria. A partir de agora, os profissionais da classe usarão camisas que, além de os identificarem como guias, farão referência ao turismo de compras na Rua Teresa.
 
Na tarde desta segunda-feira, em encontro realizado no Centro de Moda da Rua Teresa, o prefeito Rubens Bomtempo, junto com a presidente da Arte, Cláudia Pires, entregou aos guias de turismo kits contendo uma camisa, caneta e um bloco de notas. “Com essa medida, estamos consolidando ainda mais essa importante parceria com os guias. Esta união de esforços é essencial para toda a cidade”, destacou Bomtempo.

A presidente da Arte, Cláudia Pires, também destacou a importância da parceria. “Estamos satisfeitos com essa parceria e nosso intuito é que ela cresça e se fortaleça cada vez mais. Por dia, a cidade recebe uma média diária de 20 ônibus para o turismo histórico e, agora, os guias serão mais um meio para atrair os visitantes também para o turismo de compra”, disse.

Segundo o guia de turismo André Luis Amaral, que representou a Associação dos Guias de Turismo de Petrópolis, atualmente a cidade conta com 110 profissionais. “Eles atuam em diferentes frentes, incluindo o ecoturismo e o turismo gastronômico. Essa parceria irá permitir uma integração maior em todas essas ramificações”, lembrou. 

O prefeito Rubens Bomtempo foi reconduzido ao cargo de vice-presidente temático de MPE e Empreendedorismo Individual pela Frente Nacional dos Prefeitos. Marcio Lacerda, prefeito de Belo Horizonte (MG) é o novo presidente da FNP. Os prefeitos de São Paulo, Fernando Haddad e de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela, respectivamente, são o 1º e 2º vice-presidente Nacional da entidade para o biênio 2015/2016. A nominata da chapa de Bomtempo, eleita por consenso, é composta por mais de 30 prefeitos de todo o país. A votação aconteceu durante a 67ª Reunião Geral da entidade, na noite de quarta-feira (8/04), dentro da série de eventos do III Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável, de 7 a 9 de abril em Brasília.

A posse aconteceu nesta quinta-feira (9/04), às 11 horas, no auditório do III EMDS, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. “É significativo para Petrópolis ter assento na maior entidade municipalista do país. É aqui que se pode discutir e debater, em conjunto, os principais problemas que afligem nossas cidades”, afirmou Bomtempo.

O novo presidente eleito acredita que esta é uma responsabilidade muito grande. “É um trabalho de equipe, um assunto muito vasto, de alta complexidade, mas com a diretoria que temos, especializada em seus temas, será mais fácil. Recebo hoje uma herança boa, que é uma entidade consolidada”, disse Lacerda.

Agora ex-presidente da FNP, o prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, assume a vice-presidência de Relações Institucionais. “A FNP é composta dessa sinergia maravilhosa que temos nos municípios brasileiros. À medida que mais prefeitos se engajam para lutar pelo municipalismo, todos nós saímos mais fortalecidos. Quero aproveitar para me congratular com todos os oito mil participantes do III EMDS, um evento que vai marcar a história do municipalismo brasileiro”, finalizou.

A pauta de discussões sobre a data base dos servidores públicos municipais e outros benefícios para a classe teve avanços no segundo encontro entre o prefeito Rubens Bomtempo e representantes do Sindicato dos Servidores Públicos de Petrópolis (Sisep) na manhã desta terça-feira (24/6). Para a próxima reunião, agendada para sexta-feira (27/6), o município irá apresentar a simulação do impacto do reajuste na folha de pagamento baseado nos índices da inflação e também na proposta do Sisep. “Estamos numa negociação madura e responsável. É disso que precisamos para continuarmos avançando na pauta. Não podemos chegar no limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal e é justamente por conta disso que iremos fazer todas as simulações possíveis para chegarmos ao melhor índice possível”, explicou o prefeito Rubens Bomtempo.

Seguindo a pauta de reivindicações, o prefeito solicitou ainda que o Sisep faça um levantamento para sugerir uma grade de cursos de capacitação e qualificação profissional voltada para os servidores. Além disso, também está em pauta o estudo de viabilidade de implantação de uma creche para atender os filhos, de 0 a 6 anos, dos servidores.

Outros benefícios para os servidores também estão em discussão, como a possibilidade de criação de programas habitacionais, de assistência à saúde bucal e à atenção básica: “Estamos colocando para o município as nossas propostas e discutindo a possibilidade de implementação, item por item, com o prefeito e com os secretários”, comentou o presidente do Sisep, Oswaldo Magalhães, ao também parabenizar a iniciativa do município ao criar o Código de Ética e Conduta para a Comdep.

O prefeito Rubens Bomtempo se reuniu com representantes do Sindicato dos Servidores Públicos de Petrópolis (Sisep) para iniciar as discussões sobre a data base dos servidores públicos municipais. Durante o encontro, na manhã desta terça-feira (17/6), Bomtempo falou sobre a importância do diálogo com a classe e estipulou um calendário para definir o percentual de aumento para 2014. A próxima reunião está agendada para a próxima terça-feira (24/6).

“Esperamos avançar nessa pauta e chegar ao final de junho com o aumento definido. Gosto de conversar com o Sisep porque é um grupo legítimo, com ampla representatividade, que conhece as nossas dificuldades e estará nessa discussão ao lado do poder público, com responsabilidade e transparência para a construção do que é possível”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

O limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal também foi assunto da reunião. “Estamos com 47,08% dos nossos recursos comprometidos com a folha de pagamento e o limite é 51%. Não podemos ignorar esses números. Por isso estamos trabalhando para melhorar a arrecadação e diminuir a dívida ativa. Tenho o compromisso de deixar um município mais viável do que eu encontrei”, ressaltou Bomtempo.

O presidente do Sisep, Osvaldo Magalhães, agradeceu os avanços conquistados no ano passado e está otimista com a nova pauta. “Conhecemos a realidade da prefeitura e queremos atuar em parceria com o governo. Desta forma, quem sai ganhando é o servidor”.

Bomtempo também falou sobre os avanços em um ano e meio de governo: “A cidade começa agora a dar sinais de recuperação. Encontramos uma cidade tomada pelo lixo, com serviços básicos funcionando de forma precária, frota sucateada, hospitais desabastecidos e o servidor desmotivado. Hoje a cidade vive uma nova perspectiva. Reconquistamos o respeito do servidor e esta é a prova de que estamos no caminho certo”, finalizou.

O prefeito Rubens Bomtempo comemorou no último sábado (11/7) com os moradores do Boa Vista, o senador Romário de Souza e outras autoridades a reforma do centro comunitário local, que foi entregue à comunidade totalmente revitalizado. O investimento no espaço de convivência estimula a integração social entre os moradores em festas, eventos e outras atividades sociais. O Boa Vista está inserido nos projetos do PAC Estrada da Saudade, maior conjunto de obras da história de Petrópolis.

“Esse trabalho que estamos realizando é a continuidade do que começamos há quinze anos, quando a comunidade não tinha água nem posto de saúde e a quadra era precária. Com o esforço coletivo nós conseguimos atender essas demandas, além de trazermos ônibus e asfalto. Hoje estamos dando mais um passo, como temos feito nas comunidades do Alto Siméria, Alto Quitandinha, Alto Independência, Madame Machado e Oswaldo Cruz. Esperamos em breve entregar a creche tão aguardada pelos moradores”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

O senador Romário, calorosamente recebido pela comunidade, afirmou que o evento representou uma oportunidade de vir a Petrópolis, após sua eleição. “O povo quer ver trabalho e aqui temos um exemplo positivo do trabalho realizado não só no Boa Vista, mas em toda a cidade. Tem sido uma escola para mim, nesses meus cinco anos de carreira política, conviver com um prefeito que faz mais do que fala e que é sensível às necessidades da população”, afirmou.

A reforma do centro comunitário e sede da associação de moradores, antes abandonado, incluiu a instalação de novo piso, pintura externa e interna, troca de vidros, reforma dos banheiros e portão, troca de telhas, iluminação e limpeza geral. “Apesar de estarmos passando por um momento de muitas dificuldades econômicas no Brasil, com os investimentos caindo, vemos que é possível continuar fazendo melhorias para a sociedade”, disse o deputado federal Hugo Leal. “O centro comunitário resgata a dignidade dos moradores e é uma etapa do muito que o prefeito Rubens Bomtempo tem feito em toda a cidade”.

A Comdep também realizou o plantio de grama na encosta ao lado da quadra esportiva, cuja cobertura já está pronta. A comunidade do Boa Vista faz parte do grande pacote de obras do PAC Estrada da Saudade, cujo convênio foi resgatado em 2013 pelo prefeito Rubens Bomtempo e atende a reivindicações da população no programa Orçamento Participativo, do seu primeiro mandado, e também do Plano Municipal de Redução de Riscos. Também participaram do evento os vereadores Luizinho Sorriso e Vadinho, secretários de governo e lideranças comunitárias locais.

O prefeito Rubens Bomtempo e o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Petrópolis (Sisep) definiram reajuste salarial de 8% para os funcionários públicos ativos e inativos. A decisão aconteceu durante reunião na manhã desta sexta-feira (4/7) com o sindicato. O projeto de lei que define o aumento será encaminhado para aprovação na Câmara Municipal.

“É preciso destacar que pelos nossos estudos o correto era dar um aumento de 7% porque estamos muito próximos do limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal, que é de 51%. O sindicato queria 9% e chegamos a um acordo para garantir os 8% para manter o ganho real do ano passado. Queríamos um aumento maior, o servidor também queria, mas infelizmente temos um impedimento legal. Agora vamos fazer um grande sacrifício para buscar receita que possibilite a abertura de outras pautas com os servidores”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Com os 8% de aumento o município passa imediatamente de 47,08% para 47,65% dos recursos comprometidos com a folha de pagamento. A projeção desse reajuste para os próximos 12 meses é de atingir 49,99% da folha. “Os números são preocupantes porque estamos a menos de 2% para chegar ao limite da LRF. Se não houver uma discussão ampla a respeito da revisão dessa legislação correremos um sério risco de terceirização, judicialização das relações e precarização dos serviços”, ressaltou o prefeito ao afirmar que essa é uma dificuldade da maioria dos municípios do Brasil, que hoje apresentam uma média de gasto de 50% de suas receitas com a folha de pagamento.

O presidente do Sisep, Oswaldo Magalhães ficou satisfeito com o resultado da reunião: “O governo foi mais uma vez transparente e garantiu o diálogo franco com a categoria nessa política da atual administração de valorização do servidor. Agora vamos criar um grupo de trabalho e manter as discussões para a garantia de outros benefícios”.

O prefeito Rubens Bomtempo empossou, nesta sexta-feira (1º/4), a Comissão Municipal da Verdade (CMV). O grupo terá a missão de apurar violações aos direitos humanos praticadas durante a ditadura, colaborando com o trabalho realizado pelas Comissões Estadual e Nacional da Verdade. Durante o evento, o prefeito se colocou à disposição para colaborar com o grupo e entregou um exemplar do livro “Estação Petrópolis”, com as memórias de seu pai, Rubens de Castro Bomtempo – que teve seu mandato cassado pelo Ato Institucional nº 2, em 1965.

 “Estamos acolhendo a Comissão Municipal da Verdade, oferecendo estrutura para o trabalho de pesquisa e esclarecimentos, inclusive junto às escolas e às universidades. Temos que valorizar esse momento para propagar os valores da democracia, da verdade e da justiça. Podem contar sempre comigo para isso”, disse o prefeito Bomtempo, que também colocou à disposição da CMV uma sala na Casa dos Conselhos Augusto Ângelo Zanatta, para que eles possam realizar o trabalho de pesquisa.

Presidente da Comissão, o professor Eduardo Stotz relembrou a sequência dos fatos que deram origem ao período da ditadura. “Temos que resgatar a memória das violências contra a democracia e contra os direitos humanos praticadas neste período, para que ele não se repita em nosso país”, defendeu o professor, destacando o apoio do poder público para a instalação da CMV.

Para Geraldo Cândido, que integrou a Comissão Estadual da Verdade, a abertura de uma comissão no município é muito positiva. “Ao mesmo tempo em que sediou uma das principais casas de terror da época, que foi a Casa da Morte, Petrópolis é uma cidade que em que o movimento operário teve um papel muito importante contra o regime autoritário”, destacou, lembrando que o trabalho da Comissão Estadual gerou um relatório com mais de três mil páginas.

A Comissão Municipal da Verdade é composta por Eduardo Stotz, João Fabre dos Reis, Maria Helena Arrochelas, Rafane Valoura Paixão e Roberto Schiffler Neto. Também participaram da cerimônia o procurador-geral do município, Marcus São Thiago, os vereadores Luizinho Sorriso, Vadinho e Silmar Fortes; e representantes da Secretaria de Ação Social e Direitos Humanos do Estado do Rio de Janeiro.

Semana da Memória, Verdade e Justiça

Para marcar a memória do período, a CMV está organizando a primeira Semana da Memória, Verdade e Justiça, que terá, nesta semana, uma série de eventos. Confira a programação:

2 de abril (sábado)

16h – “A Cultura Urbana Contra a Ditadura Militar” com a banda Gotam CRU e os Curingas (Praça dos Expedicionários)

20h – Apresentação da peça “O trombone e o fuzil” (Theatro Dom Pedro)

3 de abril (domingo)

11h – Ato Religioso em Memória dos Atingidos pela Ditadura (Palácio de Cristal)

4 de abril (segunda-feira)

Manhã e/ou tarde – Atividades nas escolas

À tarde – Exposição “A tortura no regime militar: denúncia e profetismo de Alceu Amoroso Lima” (Centro Alceu Amoroso Lima para a Liberdade, na Mosela)

À tarde – Exposição “Petrópolis: Ditadura e Resistência” (Centro de Cultura Raul de Leoni)

19h – Lançamento do livro “Um homem torturado: nos passos de Frei Tito de Alencar”, com a participação de Ivo Lesbaupin, do ISER (Cefet-Petrópolis)

5 de abril (terça-feira)

Manhã e/ou tarde – Atividades nas escolas

À tarde – Exposição “A tortura no regime militar: denúncia e profetismo de Alceu Amoroso Lima” (Centro Alceu Amoroso Lima para a Liberdade, na Mosela)

À tarde – Exposição “Petrópolis: Ditadura e Resistência” (Centro de Cultura Raul de Leoni)

16h – Revogação do projeto de cassação dos vereadores do PSB de 3 de maiode 1964 (Câmara Municipal)

19h – Exibição do filme “O dia que durou 21 anos”. Em seguida, debate com: Maurício Vicente, da UCP; Ricardo Figueiredo de Castro, da UFRJ; e Eduardo Stotz, presidente da Comissão Municipal Petrópolis. (Museu Imperial)

6 de abril (quarta-feira)

Manhã e/ou tarde – Atividades nas escolas

À tarde – Exposição “A tortura no regime militar: denúncia e profetismo de Alceu Amoroso Lima” (Centro Alceu Amoroso Lima para a Liberdade, na Mosela)

À tarde – Exposição “Petrópolis: Ditadura e Resistência” (Centro de Cultura Raul de Leoni)

18h – Quarta Cultural no Palácio Itaboraí: depoimentos dos familiares das vítimas da Ditadura. Convidado: Procurador Geral do Município, Marcus Vinícius de São Thiago

7 de abril (quinta-feira)

Manhã e/ou tarde – Atividades nas escolas

À tarde – Exposição “A tortura no regime militar: denúncia e profetismo de Alceu Amoroso Lima” (Centro Alceu Amoroso Lima para a Liberdade, na Mosela)

À tarde – Exposição “Petrópolis: Ditadura e Resistência” (Centro de Cultura Raul de Leoni)

17h – Encerramento da Semana pela Memória, Verdade e Justiça em Petrópolis: Coral  Nheengarecoporanga (CDDH); reapresentação da peça “O trombone e o fuzil”; grupo musical com músicas que marcaram a Ditadura – História de Samba; e leitura de carta aberta dos promotores da Semana solicitando à Secretaria de Direitos Humanos da Presidência o processo de desapropriação da Casa daMorte. (Praça da Liberdade).

Sexta, 05 Julho 2013 - 17:27

Bomtempo empossa procuradores jurídicos

O prefeito Rubens Bomtempo empossou nesta semana os procuradores Jurídicos do Município aprovados no concurso realizado em 2011. Francisco de Souza Brasil, Bruno dos Santos Freitas e Rafael Esteves Cardoso foram alguns dos 842 profissionais que foram convocados pelo atual governo desde janeiro para suprir a carência do serviço público.

“Com a posse dos novos procuradores iniciamos um novo momento para a Procuradoria. Vamos oferecer à cidade um serviço mais dinâmico, eficiente e ágil, qualificando a gestão pública”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

A valorização da carreira foi destacada pelo procurador Francisco de Souza Brasil: “O cargo de procurador Jurídico está começando agora nos quadros da Prefeitura. Poderemos prestar um excelente serviço para o município”, afirmou.

Às vésperas do Dia do Servidor, o prefeito Rubens Bomtempo deu mais um passo em favor da classe com o enquadramento de mais 112 funcionários públicos no Plano de Cargos, Carreiras e Salários da Educação. Desde setembro, um total de 197 trabalhadores que estavam com processos abertos por progressão funcional, entre fevereiro e abril de 2012, já foram beneficiados com a medida.

A portaria nº776, com os nomes dos 112 funcionários enquadrados, foi publicada no último dia 23 de outubro. “Estamos cumprindo a determinação do prefeito e, dessa forma, trabalhando no andamento do processo para podermos, o mais breve possível, fazermos os enquadramentos. Com certeza, nesse mês de outubro, estamos avançando ainda mais nesse sentido”, disse o secretário de Administração Henrique Manzani.

De acordo com o secretário, ao assumir o governo municipal, em janeiro deste ano, o prefeito Rubens Bomtempo determinou a criação de uma comissão para cuidar dos processos que estavam parados. “O número de processos parados era enorme e com a criação da comissão, as avaliações foram retomadas e os casos começaram a ser solucionados com responsabilidade”, completa Manzani.

Para a secretária de Educação Mônica Freitas, o enquadramento mostra o interesse do governo em valorizar a formação dos profissionais da educação, investindo e incentivando a classe. “O PCCS estava congelado desde maio de 2012, e logo nos primeiros meses de governo, o prefeito Rubens Bomtempo retomou o processo, mostrando o comprometimento com a classe”, salienta Mônica.

Entre os 112 servidores enquadrados, está a professora Edinéia Valle de Mello. “Esse novo enquadramento é mais uma vitória para a classe. Estamos sendo reconhecidos e valorizados. O PCCS é importante para os profissionais da educação”, afirma a servidora.

Mais 166 servidores municipais da Educação foram enquadrados no Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) do setor. Eles já receberam o salário referente a fevereiro com reajuste e a gratificação de férias também foi calculada sobre o novo vencimento. Desde setembro de 2013, a Prefeitura já garantiu o enquadramento de 689 profissionais da área.

A portaria 1.014 foi publicada no Diário Oficial do dia 27 de fevereiro, com os nomes dos 166 servidores enquadrados por progressão funcional no PCCS.“O enquadramento, que foi congelado pela antiga administração, faz parte de uma série de ações de valorização dos profissionais da Educação, setor prioritário para o governo de Rubens Bomtempo”, destacou a secretária de Educação, Mônica Freitas.

Em setembro do ano passado, a secretaria de Administração e de Recursos Humanos deu início ao recadastramento dos servidores que solicitavam ser enquadrados no PCCS. Desde então, 897 processos foram analisados. Destes, 689 foram deferidos.O secretário de Administração e de Recursos Humanos, Henrique Manzani, afirmou que a meta é analisar mais 560 processos até abril. Assim, o município chegará a mais de 1,3 mil processos encerrados em oito meses.

Pagina 7 de 67

Banner INFOS ATUAIS2

Notícias por data

« Abril 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30      

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo