O prefeito Rubens Bomtempo firmou acordo coletivo com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Petrópolis (Sisep), garantindo um reajuste salarial de 8% a todo o funcionalismo público. A medida envolve ativos e inativos, além de outros benefícios para os trabalhadores da Comdep, que terão a cesta básica incorporada ao salário. A reunião com o Sindicato aconteceu no fim da tarde de segunda-feira (8/7) e o documento será encaminhado para avaliação e aprovação na Câmara Municipal.

“É um acordo coletivo histórico e saio satisfeito dessa reunião, pois o servidor é o maior patrimônio do município. Estamos implantando um calendário de reuniões periódicas com o objetivo de garantir o andamento da pauta de negociações”, disse o prefeito. O secretário de Administração, Henrique Manzani, fez um estudo de impacto do reajuste sobre os percentuais de gastos com a folha permitidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal.  “Chegamos a esse limite máximo,  dentro da realidade do município. Vamos manter o diálogo permanente com a classe”, disse.

Para o presidente da Comdep, Helio Dias, a inclusão da cesta básica como benefício garante o atendimento permanente dos funcionários da Companhia. “Antes, havia restrições. Agora, a cesta faz parte do salário do funcionário e não pode ser retirada em momento algum”, disse.

O presidente do Sisep, Oswaldo Magalhães, ficou satisfeito com o resultado da reunião. “Essa foi a primeira vez que um chefe do executivo colocou todos os secretários e Sisep juntos para dar andamento às negociações. É uma demonstração de que existe interesse do Governo para a reestruturação do salário de todos os servidores. O sindicato está fazendo a sua parte e se mantém presente”, disse.

A criação de comissões para analisar o enquadramento dos servidores que atuam na educação e que não foram contemplados pelo Plano de Cargos, Carreira e Salários (PCCS), assim como a implantação de um calendário esportivo oficial para a realização de jogos dos servidores estão incluídas no acordo.

O Acordo Coletivo prevê ainda a realização de estudos preliminares sobre o PCCS da Administração Direta do Município, da Fundação Municipal de Saúde e da Fundação de Cultura de Petrópolis, assim como cursos de qualificação para o aprimoramento dos servidores e estudos para regular a oferta de empréstimos consignados através de instituição financeira.

Os funcionários da GE Celma presenciaram na tarde desta terça-feira (10/6) mais uma importante iniciativa para o crescimento da empresa e o desenvolvimento econômico da cidade: o prefeito Rubens Bomtempo e o diretor-presidente da GE Celma, Júlio Talon, assinaram um novo termo de concessão de incentivos fiscais e estímulos econômicos, que tem o amparo na Lei Municipal 6.018, de 2003. O ato garante a redução gradativa do Imposto Sobre Serviço (ISS) para os próximos 10 anos. Em contrapartida, a empresa precisa manter empregos, salários e ainda aumentar em 20% o volume dos serviços prestados no período.

“Depois de 10 anos estamos aqui novamente para comemorar os acertos do passado, quando concedemos incentivos em 2005 e consolidamos um novo modelo de negócios para a serra. É hora de comemorar este novo momento, este novo acordo. No passado a fase era difícil para a aviação mundial. Precisávamos garantir os empregos das pessoas e o funcionamento da empresa. Hoje apontamos para uma nova fase, para a perspectiva de futuro. Como petropolitano e gestor público da cidade me sinto orgulhoso por mais esta parceria. Acredito muito na capacidade intuitiva, de trabalho, criativa e inovadora de cada um de vocês, que transformaram essa oficina em modelo para o mundo da aviação. Quero dividir essa alegria e também a certeza de que estamos dando mais um passo certeiro para o desenvolvimento econômico de Petrópolis”, disse o prefeito Rubens Bomtempo, ao lembrar que os postos de trabalho na empresa aumentaram de 500, em 2005, para cerca de 1,2 mil em 2015.

Com os incentivos fiscais, a GE Celma será beneficiada com a alíquota regressiva do ISS, iniciando-se no patamar de 4%, a partir do terceiro trimestre do exercício de 2015 até o final de 2016. Nos exercícios de 2017 e 2018 a alíquota cai para 3% e a partir de 2019, para 2%. Como contrapartida, a empresa precisa incrementar em, no mínimo, 20% o volume de serviços prestados, manter o nível mínimo de 1,4 mil empregos e as suas respectivas médias salariais, dar preferência aos contratos de prestação de serviços de empresas e/ou profissionais da cidade, dando preferência a mão de obra do público atendido e cadastrado pela secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac) e ainda apoiar atividades ou eventos culturais e esportivos promovidos pelo município.

O diretor-presidente da GE Celma, Júlio Talon agradeceu a Prefeitura e também a dedicação de todos os funcionários. “Ano que vem vamos comemorar 65 anos com a possibilidade e a expectativa de ainda mais crescimento e movimentação econômica para Petrópolis. A parceria com a Prefeitura deu muito certo. Temos muito a agradecer ao prefeito Rubens Bomtempo por mais essa demonstração de sensibilidade e também pela sua visão empreendedora. É um prefeito que sabe o que é importante e o que faz diferença para a comunidade petropolitana”, destacou ao homenagear o prefeito em reconhecimento ao apoio à GE Celma.

Para garantir a aplicação dos recursos de forma prioritária e transparente, o prefeito Rubens Bomtempo criou por decreto uma comissão para acompanhar a execução orçamentária e financeira do município. Subordinada ao Gabinete do Prefeito, a comissão é composta por quatro membros e também terá como função apresentar propostas e ainda avaliar medidas para a contenção e ajuste das despesas de pessoal e encargos de todas as fontes.

“Estamos em um período de recessão econômica e essa situação também gera dificuldades na arrecadação das receitas públicas. Precisamos priorizar os investimentos e diminuir custos com horas extras, despesas de água, luz, gasolina e ainda enxugar a máquina com cortes de funções gratificadas e cargos comissionados”, explicou Bomtempo, lembrando que o escândalo da Petrobras reflete diretamente no valor das transferências dos recursos dos royalties. “Devemos registrar uma queda de R$ 7 milhões a R$ 8 milhões no ano”, informou o prefeito.

O atual estágio de arrecadação do ICMS, uma das principais receitas do município, também preocupa o prefeito Rubens Bomtempo. O Governo do Estado estima em R$ 2 bilhões a queda na arrecadação dessa receita.

Entre as atribuições da Comissão de Acompanhamento da Execução Orçamentária e Financeira destacam-se a análise dos empenhos e das liquidações das despesas antes das autorizações de pagamento, a instrução dos pedidos de suplementação para abertura de crédito, a análise das despesas de pessoal e encargos de todas as fontes, principalmente nos assuntos relacionados à realização de concursos, aumento do quadro de pessoal, convocação e nomeação para cargos de provimento efetivo, além da concessão de benefícios, promoções de pessoal, gratificações e reestruturação de planos de cargos e salários.

Projeto de lei do prefeito Rubens Bomtempo, concedendo o pagamento de indenização no caso de falecimento de servidor público durante o desempenho de suas funções, foi aprovado por unanimidade pela Câmara Municipal, na tarde da última terça-feira (29/10). De acordo com o documento, a indenização no valor de 1.000 UFPEs – cerca de R$ 90 mil-, será paga aos herdeiros legais do servidor público, tanto da administração direta quanto da indireta.

“O pagamento da indenização não supre a ausência do ente querido, mas é uma forma de ajudar materialmente a família em um momento difícil, principalmente se o servidor é o chefe e provedor da família”, ressaltou o prefeito, relembrando o caso de dois agentes da Defesa Civil que faleceram - Paulo Roberto Filgueiras e Fernando Fernandes – enquanto cumpriam o serviço e ajudavam famílias a deixar áreas de risco durante as chuvas de 17 de março.

O prazo para o pedido é de 90 dias após o óbito e deverá ser feito no Protocolo Geral do município, localizado na Rua da Imperatriz, nº 264, no Centro (ao lado do Hotel Casablanca), ou nos protocolos gerais dos entes da administração indireta.

O prefeito Rubens Bomtempo se reuniu, na noite de quinta-feira (11/9), com os moradores da Rua Pouso Alegre, no Cascatinha, para debater a implantação da rede de água na região. Estão sendo investidos cerca de R$ 3 milhões no Cascatinha, para que o fornecimento da concessionária Águas do Imperador chegue a mais de 10 mil pessoas em todo o bairro. Cerca de 60 moradores participaram do encontro, tirando dúvidas sobre as obras e a prestação do serviço que passará a ser oferecido à comunidade.

Além do prefeito, estavam: o vereador Jorginho Banerge; o presidente da Comdep, Anderson Kaxuxa; a secretária de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac), Fernanda Ferreira; e o gerente comercial da Águas do Imperador, Rubens Castellano. Ao todo, foram marcados cinco encontros, um em cada região do Cascatinha, para debater com a população a implantação da rede de água  – o encontro da Rua Pouso Alegre foi o quarto. O prefeito destacou a atuação do vereador Jorginho Banerge, na mobilização dos moradores para os encontros.

“O Jorginho é quem tem feito contatos, organizado os encontros, para termos esse diálogo aberto. Essas reuniões estão sendo fundamentais para explicarmos aos moradores como será a implantação da rede e também para ouvirmos a população sobre isso. É uma reivindicação antiga da comunidade. Estamos trabalhando para levar água de qualidade e em quantidade para todo o bairro de Cascatinha. A implantação da rede da Águas do Imperador é a garantia da estabilidade no fornecimento de uma água tratada para os moradores”, disse Bomtempo.

“O nosso bairro cresceu muito nos últimos anos, então a questão da água passou ser um problema. A Pouso Alegre sempre foi uma rua à frente dessa busca por uma solução. Agradeço o prefeito Rubens Bomtempo, que vem lutando por isso”, disse Jorginho Banerge.

A secretária Fernanda Ferreira, da Setrac, lembrou que as famílias que recebam um total de até três salários mínimos terão direito à tarifa social da água, com 50% de desconto, caso consumam até 10 mil litros por mês. O presidente da Comdep, Anderson Kaxuxa, afirmou que, por determinação do prefeito Rubens Bomtempo, vem buscando junto com a Águas do Imperador a universalização da rede de água no município – a próxima região a ser atendida é a de Araras.

O gerente comercial da Águas do Imperador, Rubens Castellano, explicou o cronograma de obras na comunidade. “O prefeito vem nos cobrando a implantação da rede no Cascatinha. Como ele definiu que essa é uma prioridade, nós antecipamos todos os nossos investimentos para garantir esse serviço. Estamos agora fazendo a rede em todo o bairro. Aos poucos, vamos fazendo as ligações para cada casa”, disse Castellano.

As equipes da Águas do Imperador e da Setrac estarão durante todo o mês de setembro no salão paroquial da Igreja Matriz de Cascatinha, às terças e quintas-feiras, das 10h às 16h, cadastrando pedidos de novas ligações de água e esclarecendo as dúvidas sobre o Cadastro Único. Para fazer o pedido de ligação à rede é preciso levar carteira de identidade, CPF, comprovante de residência, escritura do imóvel ou Registro Geral de Imóvel (RGI) ou contrato de locação.

O prefeito Rubens Bomtempo se reuniu com representantes do Grupo Pró-Comissão da Verdade (Pró-CMV), para discutir a criação da Comissão Municipal da Verdade em Petrópolis. Agora, o próximo passo será desenvolver uma minuta de decreto municipal.

“É algo emblemático. Garantindo essa memória, estaremos deixando um legado para todos os petropolitanos, principalmente para os estudantes. Acredito que temos o dever de mostrar o papel de Petrópolis durante o período da Ditadura. É fundamental que a Comissão pesquise e resgate este passado sombrio de violações dos direitos humanos à época da ditadura em nossa cidade, para que as atuais e futuras gerações tomem conhecimento e jamais permitam a repetição de regimes governamentais ditatoriais e arbitrários no Brasil”, disse o prefeito Rubens Bomtempo, se referindo ainda à Casa da Morte, localizada na Rua Arthur Barbosa. Para viabilizar a desapropriação do imóvel e criação do Memorial da Verdade, a Prefeitura busca recursos federais por meio de emendas parlamentares de deputados federais.

Desde 2013, o prefeito Rubens Bomtempo tem feito todos os esforços para a obtenção dessas verbas junto ao Governo Federal, com vistas à efetiva desapropriação da Casa da Morte. Segundo o procurador Geral do Município, Marcus São Thiago, além do envio de ofícios e elaboração de projetos, duas audiências já foram realizadas na Secretaria Nacional de Direitos Humanos. “A criação da Comissão Municipal da Verdade é mais uma etapa importante que o Governo Municipal ajuda a concretizar, no sentido do resgate e perpetuação da memória de um período histórico muito triste para o nosso país. Estamos nos colocando à disposição para colaborar no que for possível. A democracia é um patrimônio constitucional de nosso povo e deve ser defendida por todos os que lutam pela convivência democrática harmônica e pela justiça social”, comentou o Procurador.

O resultado do encontro com o prefeito, segundo o coordenador do Grupo Pro-Comissão da Verdade, Eduardo Stotz, foi positivo e é um passo importante para a busca pelos fatos ocorridos na cidade e que precisam ser resgatados.

“Saímos da reunião com uma possibilidade concreta de criação da Comissão Municipal da Verdade. Todo o processo será realizado em conjunto entre nós, da sociedade civil, e o governo municipal. Esse foi o primeiro passo para o restabelecimento da memória, verdade e justiça. Estamos extremamente contentes e já estamos nos mobilizando para dar sequência ao processo”, disse Eduardo Stotz, coordenador do Grupo Pro-Comissão da Verdade.

O prefeito Rubens Bomtempo se reuniu nesta semana com a presidente da Associação da Rua Teresa (Arte), Cláudia Pires, para debater avanços para o polo de moda da região. Foram discutidas intervenções estruturais para a via, incluindo melhorias nas calçadas e na sinalização do trânsito, além da revitalização de lixeiras, postes e bancos, para que o mobiliário urbano acompanhe o conceito do Polo de Modas. A série de melhorias debatidas será formalizada em um documento pela Arte, para que seja entregue ao prefeito ainda em abril, quando será renovado o convênio da associação com a Prefeitura.

A proposta é que Prefeitura e empresários do Polo de Modas invistam juntos na via, buscando também outros parceiros. Também estão na pauta a instalação de filtros d’água ao longo da via, soluções para as vagas de estacionamento para clientes e ônibus de turismo, pórticos nos acessos, participação do polo de modas na divulgação de eventos culturais promovidos pela Prefeitura, entre outros avanços.

“Quando assumimos a Prefeitura, em 2013, encontramos a Rua Teresa como deixamos em 2008. Não houve qualquer avanço entre 2009 e 2012. As últimas melhorias foram as que fizemos no meu mandato anterior, com a aquisição do prédio para funcionar o Centro de Moda, onde antes funcionava uma delegacia. Na época, fizemos uma ampla reforma no espaço, para garantir infraestrutura para o comprador, com banheiros públicos, fraldário, internet gratuita, um Centro de Informações Turísticas, além de um auditório equipado. Agora, temos que dar o passo seguinte, com intervenções para revalorizar a Rua Teresa, que é um Polo de Modas fundamental para o desenvolvimento econômico de Petrópolis”, disse Bomtempo.

Para Cláudia Pires, a parceria entre poder público e empresários é essencial para gerar avanços para o Polo de Modas, com cada um sabendo o seu papel nesse processo. “Saí muito satisfeita da reunião. Quando se junta vários secretários de governo para discutir melhorias para a Rua Teresa, tudo dá certo. Vimos hoje o intuito do prefeito em melhorar a Rua Teresa. Queremos avanços em geral, na infraestrutura e na estética. Tenho certeza de que os empresários vão querer participar desse processo, até porque os benefícios serão para todos”, disse Cláudia.

Também participaram do encontro a presidente da Fundação de Cultura e Turismo, Thais Ferreira; o presidente da CPTrans, Fernando Badia; o secretário de Ciência e Tecnologia, Airton Coelho; o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Econômico e de Obras, Robson Cardinelli; e a diretora da Arte Gisele Goulart.

Depois de ser escolhida pela Ceg Rio para ser a primeira cidade serrana do país a ter o gás natural, Petrópolis volta a sair na frente. Hoje (18/7), em reunião no palácio Sérgio Fadel, o prefeito Rubens Bomtempo firmou mais um compromisso com a concessionária, garantindo que, em seis meses o gás natural chegará a Itaipava. A iniciativa atende uma reivindicação dos moradores e empresários e estimula o desenvolvimento econômico da região. A expectativa é de que 18 quilômetros de rede sejam construídos em três anos.

“Iniciamos esse projeto em 2003, na minha primeira gestão como prefeito, quando muitos não acreditavam que seria possível fazer o gás natural subir a serra. Agora estamos realizando o sonho da população de Itaipava, que há quase dez esperava por essa expansão. A região conta com um condomínio industrial com inúmeras empresas bem sucedidas, além do Grupo Petrópolis e outras atividades importantes. Tenho certeza que estamos cada vez mais próximos de construir um arranjo produtivo local”, destacou o prefeito Rubens Bomtempo.

O compromisso firmado entre a Prefeitura e a Ceg Rio garantirá a construção de uma Estação de Descompressão de GNC (Gás Natural Comprimido) e a criação do serviço de gás canalizado em Itaipava. Pelo sistema de distribuição GNC, o gás natural é transportado por meio de cilindros, em carretas, partindo de uma estação de compressão até uma estação de descompressão. A partir dessa estação, a Ceg Rio irá construir a rede subterrânea de distribuição que viabilizará o abastecimento de gás no terceiro distrito.

A estação de Itaipava ocupará uma área de aproximadamente 1.600 metros quadrados. Para levar gás ao distrito, a Ceg Rio investirá mais de R$ 14 milhões. A empresa espera atender os mercados residencial e comercial, postos com GNV e indústrias. Atualmente, Petrópolis conta com uma rede de 86 quilômetros e atende 3.588 clientes. Desse total, 10 são indústrias e nove são postos de GNV.

“A chegada do gás natural vai contribuir para o desenvolvimento econômico dessa importante região do estado, fomentando o empreendedorismo e atraindo novos negócios. O gás natural é considerado uma energia ecologicamente mais limpa, proporcionando mais qualidade de vida à população”, afirma Bruno Armbrust, presidente da Ceg Rio.

O empresário de Itaipava Marcos Romano comemorou a conquista. “É fácil acreditar num município que tem um prefeito empreendedor. Só nos motiva a continuar investindo na cidade”, destacou.

Também participaram do evento secretários municipais; o presidente da Câmara Municipal, vereador Paulo Igor; e o vereador Maurinho Branco, além de outros representantes da Ceg Rio.

Presidente do CMDCA pede apoio à campanha Tenha Atitude – A presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, Luciane Bomtempo, aproveitou o encontro com a Ceg Rio para pedir o apoio da empresa na campanha de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, realizada pelo CMDCA e pela Prefeitura.

“Foi aprovado um projeto de lei determinando que em toda propaganda da Prefeitura, além das permissionárias e concessionárias de serviços públicos, conste uma mensagem alusiva ao tema. Desta forma, as pessoas vão lembrar todos os dias que esse é um problema real e que deve ser combatido e denunciado. Gostaria de já solicitar que a Ceg também abrace essa campanha”, disse, ao lembrar ainda que, em Petrópolis, todo dia 18 é dia de combater o abuso e a exploração sexual contra crianças e adolescentes. Nesta sexta-feira, a data foi lembrada num baile caipira para a terceira idade realizado pela Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac).

A campanha, deliberada pelo conselho com total apoio do prefeito Rubens Bomtempo, tem o objetivo de despertar, conscientizar e sensibilizar a população para este problema.

Conheça os principais benefícios do gás natural canalizado:

- Praticidade: fornecimento do gás natural é contínuo e ilimitado, sem riscos de interrupção inesperada. Dispensa solicitações de reabastecimento.
- Bem-estar: Com o aquecedor, você pode tomar um banho mais prazeroso, com volume de água e na temperatura desejada, além de contar com a tecnologia de equipamentos modernos que possuem acendimento automático.
- Comodidade: Com o gás natural, você realiza pagamento somente após o consumo, através de uma conta individual. E ainda tem a facilidade de poder optar pelo débito automático.
- Segurança: Por ser mais leve que o ar, o gás natural se dissipa com facilidade. Os locais adaptados para o gás natural são vistoriados seguindo as principais normas de segurança brasileiras para uso do gás canalizado.
- Confiabilidade: Total garantia de qualidade do produto, já que o gás natural é impossível de ser adulterado.
- Ecológico: O gás natural emite menor quantidade de poluentes, causando menos danos ao meio ambiente.
- Ganho de espaço físico: Dispensa o uso de botijões, de qualquer tamanho, possibilitando um maior aproveitamento dos espaços na residência, comércios ou áreas comuns dos condomínios.
- Centrais de Monitoramento e Emergência 24h: toda a rede de distribuição de gás é monitorada remotamente de forma constante. A empresa disponibiliza a todos os clientes um canal de atendimento gratuito (0800 2820205) e uma central de Serviço de Emergência 24 horas (0800 24 01 97). Além disso, os clientes têm acesso a uma série de serviços através do site: www.ceg.com.br.
- Em Petrópolis, a Ceg Rio tem um agência de atendimento na Rua Souza Franco 553, no Centro. Atendimento de segunda a sexta, das 9h às 18h (fechada para almoço das 13h às 14h).
Sobre a Ceg Rio – A Ceg Rio, empresa do grupo Gas Natural Fenosa, foi privatizada em 1997 e atualmente atende mais de 22 municípios do interior do Estado do Rio de Janeiro, totalizando cerca de 42 mil clientes. O grupo Gas Natural Fenosa é líder no setor de gás e eletricidade da Espanha, com mais de 20 milhões de clientes em todo mundo.

Ao lado do ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues, o prefeito Rubens Bomtempo conferiu o andamento das obras de construção da nova subida da serra, na tarde desta segunda-feira (13/4). Depois de visitarem os acessos de um dos maiores túneis rodoviários do Brasil, que terá mais de 5 mil metros de extensão, a comitiva liderada pelo presidente da Concer, Pedro Jonsson, assistiu a uma apresentação detalhada sobre o projeto, que inclui ainda a uma antiga reivindicação dos petropolitanos conquistada por Bomtempo: a ligação Bingen-Quitandinha.

“Precisamos comemorar a inclusão da ligação Bingen-Quitandinha nesse importante projeto, fundamental para o desenvolvimento da cidade e, principalmente, para a região da Duarte da Silveira. Desde a minha segunda gestão como prefeito estamos lutando para que esse sonho saia do papel e hoje vemos que ele já é realidade. Muito obrigada à Concer e ANTT pela parceria e comprometimento com a cidade”, disse o prefeito Rubens Bomtempo, que destacou ainda a sua preocupação com a Estrada Parque. “Soluções sustentáveis e turísticas precisam ser pensadas para a região. Por isso já estamos desenvolvendo projeto de implantação do trem para ligar o Belvedere ao Quitandinha”.

O projeto da construção da nova subida da serra prevê uma pista com aproximadamente 20 quilômetros de extensão que substituirá a atual Rio-Petrópolis, trecho da BR-040 em operação desde 1928 que apresenta um traçado sinuoso, sem acostamento e que não mais comporta o crescente volume de tráfego.  

“Estou encantado com tudo que estou vendo aqui. Jamais esperaria encontrar o que visitamos hoje”, declarou o ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues. Uma vez em operação, a nova pista trará uma série de benefícios sociais, econômicos e ambientais, reduzindo o tempo de viagem e ampliando a segurança viária para milhares de pessoas que dependem da BR-040 no dia a dia de suas atividades.

O diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Jorge Bastos, afirmou que a realização da obra é estratégica tanto para a cidade quanto para o Brasil. “A BR 040 liga duas grandes cidades importantes para o país, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Isso já evidencia a importância desta obra”, disse, lembrando que a concretização do projeto de ligação Bingen-Quitandinha é fundamental para dar outra qualidade ao trânsito de Petrópolis. “A participação do prefeito nesse processo foi fundamental para que essa reivindicação dos moradores fosse atendida”.

Presidente da Concer, Pedro Jonsson lembrou o esforço do prefeito Rubens Bomtempo para tirar o projeto do papel. “O prefeito Rubens Bomtempo é um gestor pró-ativo. Desde 2007, tem trabalhado para melhorar a vida dos petropolitanos. Estivemos várias vezes juntos na ANTT, conversando para que o arranjo do projeto da nova subida da serra também contemplasse a ligação Bingen-Quitandinha. Esse empenho foi muito importante para o município. Com essa obra, o fluxo para o centro da cidade será aliviado e, consequentemente, reduziremos o tempo de deslocamentos”, ressaltou o presidente da Concer, Pedro Jonsson.

O secretário de Estado de Transportes, Carlos Osório, o presidente do Grupo Triunfo (principal acionista da Concer), Carlo Alberto Bottarelli, os secretários municipais de Ciência e Tecnologia e de Governo, Airton Coelho e Juvenil dos Santos, respectivamente, além do presidente da CPTrans, Fernando Badia, também acompanharam a comitiva.

O fomento do turismo, principalmente na região dos distritos, foi a pauta de um encontro entre o prefeito Rubens Bomtempo e o Petrópolis Convention & Visitors Bureau (PC&VB) na tarde de terça-feira (5/6). Durante o encontro, solicitado pelo PC&VB, o prefeito se comprometeu a estudar soluções para garantir uma melhor infraestrutura para a região, principalmente na área do trânsito. Uma nova reunião já está agendada para o dia 21 de maio.

“Esse deve ser um fórum permanente para podermos criar uma ferramenta de monitoramento das nossas ações. Para o turismo ser desenvolvido e estar bem, a cidade precisa também estar com algumas questões em dia, como o trânsito, a limpeza e a infraestrutura no geral. É também preciso que as pessoas percebam que cada vez mais o poder público conta com a população para avançar nas políticas públicas em todas as áreas e por isso contamos com o apoio e a colaboração de todos”, disse Bomtempo.

O prefeito determinou que a CPTrans realize estudo técnico e orçamentário para equipe de apoio ao trânsito em Itaipava em dias e horários de mais movimento e ainda solicitou capacitação e treinamento dos agentes. Além disso, Bomtempo pediu que a Comdep avalie com os empresários da região a necessidade de mudança nos horários e roteiros para melhorar a coleta de lixo e ainda um levantamento da quantidade de lixeiras conteinerizadas que ainda precisam ser instaladas.

“Esse diálogo permanente com a prefeitura é muito benéfico para o setor. Avançamos muito no Centro. Estamos muito satisfeitos com o que o governo vem desenvolvendo na cidade nas áreas do turismo e infraestrutura”, destacou a presidente do PC&VB Camila Thees. O diretor de Hotelaria do PC&VB, Rogério Elmor, também falou sobre a importância de o município intensificar as fiscalizações na região e avaliar a possibilidade de limitar os horários de carga e descarga: “estamos aqui para colaborar com o que for preciso e propor alternativas viáveis para a Prefeitura. Precisamos estar juntos, discutir e tomar as medidas necessárias para melhorar o quadro. Queremos trabalhar juntos”.

Também participaram da reunião a presidente da Fundação de Cultura e Turismo, Thaís Ferreira, o presidente da Comdep, Anderson Cruzick, o presidente da CPTrans, Fernando Badia, o secretário de Planejamento e de Obras, Robson Cardinelli, o Subprefeito Ney Botafogo e a presidente do Conselho Municipal de Turismo, Evany Noel. Pelo PC & VB estiveram presentes o vice-presidente de hotelaria, Carlos Mariz, o conselheiro fiscal e representante da ABIH em Petrópolis, Luiz Felipe Hansen, a gerente executiva, Márcia de Paula e o ex presidente e empresário do setor, Flávio Câmara.

Pagina 6 de 67

Banner INFOS ATUAIS2

Notícias por data

« Abril 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30      

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo