Equipes das Secretarias de Defesa Civil, Assistência Social, Saúde, Obras, Serviços, Meio Ambiente e Comdep estão mobilizadas

Equipes da Comdep e das secretarias de Serviços, Obras, Assistência Social, Saúde, Meio Ambiente e Defesa Civil – num total de mais de 200 pessoas – atuam desde as primeiras horas da manhã desta sexta-feira (03.01) dando continuidade às ações de resposta às chuvas que atingiram a cidade na tarde de quinta-feira (02.01). O trabalho de limpeza de vias começou imediatamente após as chuvas cessarem. Equipes da Defesa Civil e da Assistência Social também iniciaram o atendimento às famílias atingidas ainda na quinta. A Secretaria de Defesa Civil registrou 61 ocorrências entre a tarde de quinta e a manhã desta sexta por conta da chuva – todas sem gravidade ou vítimas.  Oito imóveis foram interditados e as famílias estão sendo cadastradas pela Secretaria de Assistência Social.

Equipes de todas as secretarias estão atuando desde que a chuva cessou na noite de quinta-feira para que a normalidade seja retomada o quanto antes. O volume de chuvas foi muito grande – quase 200 milímetros em quatro horas. As equipes começaram a atuar na quinta à noite e hoje o serviço segue sendo realizado nas áreas atingidas no Centro e nos distritos. Toda prefeitura está mobilizada.

Na quinta-feira, seis apartamentos na Rua Vereador Carlos Canedo, em Pedro do Rio, foram interditados pela Secretaria de Defesa Civil, em virtude do rompimento de uma galeria de águas pluviais nos fundos da construção. Quatro famílias foram cadastradas pela Secretaria de Assistência Social (SAS). Um dono de imóvel está viajando e outro ainda não foi localizado. Na manhã desta sexta, outros dois imóveis foram interditados pela equipe técnica da Defesa Civil: na Ladeira João Ventura, na Estrada da Saudade, e outro na Rua Lopes Trovão, no Alto da Serra.

Equipes da Secretaria de Assistência Social também estão mobilizadas para estes locais, assim como para a comunidade de Olaria, em Corrêas, onde foram registrados alagamentos nas casas. Uma equipe da Secretaria de Saúde atua na comunidade esta manhã e um ponto de apoio está sendo montado no CRAS de Corrêas para oferecer vacinas e medicamentos à população que teve contato com a água da chuva.

Na quinta-feira os pluviômetros da Defesa Civil marcaram quase 200 milímetros de chuva em quatro horas – o volume é quase sete vezes o previsto para a quinta-feira (03.01). As sirenes da Rua 24 de Maio (Rua Nova e Morro do Estado) foram acionadas às 17h05 e o ponto de apoio do bairro, que fica na E.M. Augusto Meschick, permaneceu aberto por toda a madrugada para receber os moradores.

Neste momento, a Defesa Civil está em estado de atenção por conta da previsão de mais chuva até este sábado (04.01). Para hoje, os institutos de meteorologia indicam previsão de 50 milímetros. A Secretaria de Assistência Social está atendendo às famílias que tiveram perdas materiais com a doação de cestas básicas e com kits compostos de cama, colchão, fogão, geladeira e armário. As famílias estão alojadas em casa de parentes e serão acompanhadas pela SAS até se restabelecerem.

O contingente da Defesa Civil permanece de plantão, em função da previsão de mais chuva até sábado (04.01).

Caso seja necessário, os moradores devem ligar para o 199. O contingente permanece de plantão 24h para realizar os atendimentos à população.

Proteínas, frutas e legumes para crianças e jovens de todas as idades

Cardápios adaptados de acordo com a idade das crianças e jovens e a alimentação balanceada garantem a composição nutricional necessária para os alunos da rede municipal de Educação – aproximadamente 42 mil distribuídos em Centros de Educação Infantil e escolas. Só em 2019, o investimento em merenda foi de cerca de R$ 12 milhões, através das licitações por registro de preço. E, para garantir a diversidade no cardápio, em 2019, novos itens foram acrescentados: feijão carioca, manjericão, coentro e manga.

A merenda é essencial para as crianças, por isso, a preocupação do governo é a de garantir o melhor atendimento possível com cardápios específicos de acordo com a idade e acompanhamento de uma equipe de nutricionistas. 

Mensalmente, a Gerência de Alimentação Escolar da Secretaria de Educação distribui nas 183 unidades educacionais da rede municipal de Educação, aproximadamente 220 toneladas de produtos não perecíveis e perecíveis como proteínas, frutas e legumes. Nas escolas que oferecem a educação em tempo integral, a alimentação é reforçada. 

Entre os itens que compõem a parte dos não perecíveis estão: arroz, café, feijão preto, feijão carioquinha, estrato de tomate, flocos de milho, biscoitos, doce de leite, goiabada, óleo, sal, formula infantil para bebês, leite em pó, achocolatado, entre outros. A cada mês são consumidos, nas escolas e CEIs, cerca de 60 toneladas de gêneros não perecíveis, 112 toneladas de hortifrúti e 48 toneladas de proteínas.

Vale salientar que no depósito da merenda, apenas os alimentos não perecíveis ficam armazenados – enquanto não são encaminhados para as escolas. As proteínas e produtos hortifrutigranjeiros são entregues semanalmente nas unidades da rede, para garantir a qualidade dos alimentos.

Na alimentação escolar são programadas três refeições para alunos em período parcial e cinco refeições para alunos em período integral. As refeições são compostas por porções diárias de leite, proteínas (ovos e carnes), frutas, legumes e verduras, além do tradicional arroz com feijão. Vale salientar que a quantidade oferecida de cada alimento tem como parâmetro a resolução do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) que estabelece a quantidade de calorias, macro e micronutrientes que devem ser oferecidos para cada aluno, como por exemplo, a vitamina A e o Ferro. Para alunos em período parcial, o objetivo é atender a 30% das necessidades nutricionais, já os alunos em período integral, 70%.

No cardápio da merenda há, também, itens como abacate, abóbora, abobrinha, aipim, espinafre, mel, repolho, beterraba, caqui, cebola, inhame, tangerina, tomate e vagem e hortaliças, além de proteínas – carnes vermelhas, peixe e frango e também frutas como banana, maçã, pêra, laranja, maracujá, abacaxi, mamão, melão, melancia e limão.

Entre os itens que entraram no cardápio a partir de 2017 estão: azeite, cereal de arroz, doce de leite, farinha de mandioca, fubá, vinagre e peixes.

Teatro, inglês, informática, ballet e canto-coral são apenas alguns dos cursos oferecidos gratuitamente para alunos da rede municipal de Educação. Em 2019, mais de mil crianças e jovens participaram dos cursos e oficinas oferecidos pela Casa da Educação Visconde de Mauá e também no Centro de Ensino Darcy Ribeiro.

Na Casa da Educação Visconde de Mauá no ano passado, 923 alunos foram atendidos nas oficinas: viola, violino, violão, flauta, desenho, fotografia, coral, banda, capoeira, ballet, judô, karatê, inglês, alemão, jogos matemáticos, letramento, Educação Patrimonial e reforço em matemática. A Casa também está abrigando uma turma da EJA – Educação de Jovens e Adultos – da 5ª fase. Além da grade curricular da EJA, os alunos têm a oportunidade de participar de oficinas oferecidas na Casa da Educação Visconde de Mauá.

A participação nos cursos no contraturno escolar têm resultados positivos no rendimento pedagógicos dessas crianças e jovens na escola. As equipes são capacitadas e oferecem o melhor atendimento para esse público.

Outro ponto de referência no oferecimento de cursos e oficinas no contraturno escolar é o Centro de Ensino Darcy Ribeiro. Para os estudantes da rede matriculados no ensino fundamental II – 6º ao 9º ano – o local oferece vagas para os cursos de Espanhol, música, graffiti, dança, teatro, desenho técnico, automaquiagem, judô, acompanhamento pedagógico, artesanato, informática, capoeira e cozinha experimental.

No ano passado, 260 estudantes participaram das oficinas e cursos e as matriculas para o próximo ano já podem ser feitas: Estrada Machado Fagundes, nº 326, Cascatinha. É necessário levar os documentos: cópia da certidão de nascimento ou RG do (a) aluno(a); declaração da escola de origem; 2 fotos 3x4 e comprovante de residência. Mais informações podem ser obtidas através do telefone 2246-2392. O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, das 9h às 15h.

 

Equipes da Secretaria de Assistência Social (SAS) visitaram durante a manhã de hoje (03.01) 44 casas atingidas por um alagamento ocasionado pelo transbordamento do Rio Piabanha na comunidade de Olaria, em Corrêas. Nenhum morador ficou ferido ou desabrigado. A SAS fez a entrega de cestas básicas e kits de limpeza, além do cadastramento para a doação de kits de móveis e eletrodomésticos para famílias carentes que tiveram perdas materiais. Na manhã deste sábado (04.01) uma equipe da Secretaria de Saúde ficará lotada no CRAS Corrêas para oferecer vacinas antitetânicas e prestar orientações sobre doenças.

Durante todo o dia, cerca de 30 agentes do SSOP ajudaram na limpeza das casas de Olaria e retiraram a lama e entulho das ruas com a ajuda de uma retroescavadeira e um caminhão.

A equipe da Secretaria de Saúde, formada por 15 profissionais, ficará lotada no CRAS Corrêas para fazer vacinação antitetânica para quem ainda não está imunizado e orientar sobre doenças transmissíveis pela lama e água suja. O atendimento será das 8h às 13h.

Entre as pessoas que perderam móveis na comunidade Olaria está Ilma Soares da Silva, de 67 anos, moradora da casa 34. A água estragou alguns móveis da residência e a senhora foi cadastrada pela SAS e está recebendo toda a assistência necessária. Na casa de Alex Back, a água também chegou com muita lama e foram perdidos cama e colchão. Logo pela manhã, uma equipe da SAS esteve na moradia para prestar assistência.

Outras equipes da SAS percorreram demais pontos onde foram registradas as ocorrências para prestar a assistência.

Ao todo, 20 técnicos nossos atuam no atendimento desde o fim da tarde de quinta-feira (02.01) quando foram registradas interdições de seis apartamentos na Rua Vereador Carlos Canedo, em Pedro do Rio. As equipes da SAS e da Saúde continuam em plantão para o caso de novas ocorrências provocadas pelas chuvas.

A prefeitura mobilizou mais de 110 funcionários da Comdep, Secretaria de Serviços, de Obras e de Meio Ambiente para os trabalhos de limpeza e manutenção viária nesta sexta-feira (03.01), um dia após a forte chuva que atingiu a cidade. O serviço deu sequência à atuação iniciada ainda na noite desta quinta (02.01), quando foi registrado chuva quase sete vezes acima do esperado – 200 milímetros em quatro horas.

A Comdep fez raspagem de lama na Cel. Veiga, Souza Franco, Rua Teresa (Centro), Vidal de Negreiros, Felipe Camarão, Hermogênio Silva (Retiro), Cardoso Fontes e Sargento Fontes (Castelânea), Pedro Ivo (Morin), Quissamã, Estrada da Saudade, Corrêas e Nogueira.

Outro serviço realizado foi a limpeza da boca do túnel extravasor na Rua Souza Franco. A chuva de quinta arrastou galhos de árvore e folhagem que atrapalham o escoamento normal da água e pode causar transbordamentos. Quatro pessoas foram mobilizadas para o serviço de retirada manual do material que entupiu a entrada do sistema de drenagem.

Uma equipe que faz esse serviço de limpeza manual de rios e periodicamente limpa a entrada do túnel extravasor. 

Os serviços começaram ainda na noite de quinta-feira (03.01), com 80 funcionários da Comdep mobilizados para fazer retirada de lixo, raspagem de lama e lavagem em locais como a Cel. Veiga, Washington Luiz, Aureliano Coutinho, Nelson de Sá Earp, Rua Teresa, Rua do Imperador, Silva Jardim, Praça da Inconfidência, Prudente Aguiar e Paulo Barbosa. Houve remoção de barreiras no Chácara Flora, Vila Felipe e Morin.

A Secretaria de Obras deslocou uma equipe para retirar pedaços de asfalto que se desprenderam com a forte chuva nas ruas Monsenhor Bacelar e Fonseca Ramos. Esses locais receberão aplicação de asfalto novamente. Também houve serviços nas ruas Amaral Peixoto, Travessa Niterói e Napoleão Esteves para serviços de manutenção viária.

Outro local que foi atendido foi a subida do Castelinho, que dá acesso às torres de telefonia, provedores de internet, emissoras de rádio e TV e outras empresas. A chuva prejudicou as condições do trecho, atrapalhando a passagem de veículos, e, por isso, uma retroescavadeira está fazendo a manutenção no local – o serviço usa ainda brita corrida para nivelar a pista e eliminar buracos.

A Secretaria de Meio Ambiente atuou em locais como Centro, Retiro, Corrêas e Nogueira fazendo vistorias técnicas em árvores desses bairros para verificar a necessidade de remoção ou poda e para atestar a segurança delas nas áreas mais atingidas pela chuva.

Ônibus que atendem 11 ruas da cidade tiveram os itinerários alterados nesta sexta-feira (03.01) em consequência das chuvas. A prefeitura trabalha na limpeza e manutenção desses locais para retomar a normalidade e circulação das linhas do transporte público do município.

As linhas 129 e 139, que atendem o Moinho Preto (Mosela), estão fazendo ponto final no início da rua. O mesmo acontece com a linha 135, que atende a Rua Eliza Mussel (Caxambu), estão parando no início da rua.

As linhas 303 e 325, que passam pela Rua Timóteo Caldara (Bela Vista), tiveram itinerário desviados para a Rua Gregório Cruzick. O itinerário da linha 330, Rua Pedro Elmer (Cascatinha) foi alterado para a Rua Bernardo Proença e não atende o trecho entre as ruas Luís Paulistano e Paulo Rudge.

A linha 510 foi desviada da Rua Felipe Camarão (Retiro) e está passando pela Rua Fernandes Vieira. Na Ladeira João Ventura Torres (Estrada da Saudade), a linha 517 teve o itinerário alterado pela Rua Silvino Rodrigues dos Santos. Já a linha 526, que passa pela Rua Modesto Guimarães (Carangola), está fazendo ponto final em frente à Aalborg. A linha 528, que atende a Rua Hans Bristischan (Comunidade do Alemão), está fazendo o mesmo ponto final da linha 513.

A linha 723 não está atendendo a localidade Sítio do Moinho em Santa Mônica (Itaipava). As ruas Francisco Scalli (Quissamã) e Rodolfo Alberto Pires (Cascatinha) não estão sendo atendidas.

Central de atendimento para emissão de segunda via irá funcionar no sábado

Contribuintes que quiserem aproveitar o desconto de 9% no Imposto Predial Territorial e Urbano (IPTU – 2020) devem efetuar o pagamento da cota única até segunda-feira (06.01). Para facilitar a vida daqueles que precisarem emitir a segunda via do boleto, a Secretaria de Fazenda abrirá excepcionalmente neste sábado (04.01), das 9h às 14h, a Central de Atendimento aos Contribuintes, montada em um espaço no térreo do Centro de Cultura Raul de Leoni. O espaço, que conta com seis guichês para atendimento e equipe treinada, abriu as portas nesta quinta-feira (02.01).

A Central de Atendimento abriu as portas nesta quinta-feira (02.01) e funcionará de segunda a sexta até o dia 6 de março, das 9h às 17h – exceto neste sábado (04.01) quando o atendimento será encerrado às 14h. 

Visando garantir o atendimento rápido e eficiente, contribuintes encontram no espaço uma estrutura com seis baias de atendimento, espaço para 30 pessoas aguardarem sentadas, recepção com orientação, distribuição de senhas, computadores e impressoras. Além de retirar o boleto para pagamento em cota única, o contribuinte também pode fazer a atualização de endereço.

Além do desconto de 9% para pagamentos no primeiro vencimento da cota única - dia 6, o município oferece ainda opções de 7% de desconto para quem quitar a cota única até 6 de fevereiro, e 5% de desconto para aqueles que optarem pelo último vencimento, em 6 de março.

A retirada do boleto também pode ser feita via internet no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br). Para imprimir o boleto de pagamento, o interessado precisa informar apenas o número de inscrição do imóvel. 

Notícias por data

« Janeiro 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo