Área de 13 mil m² está em processo de doação

Associação de Moradores e secretarias municipais administrarão o espaço

O prefeito visitou nessa segunda-feira (09.09) um terreno no Vale do Carangola que está em processo de doação para a prefeitura. A área, de 13 mil m², pertencente à família de João Carlos de Almeida Braga, benfeitor da comunidade, possui quadras de esportes, galpão e duas construções. A expectativa é de que um complexo funcione no local, com a garantia do uso das quadras de esportes. O poder público também estuda a construção de mais um Centro de Educação Infantil na área.

A ideia é de que o complexo – que receberá o nome de João Carlos de Almeida Braga – seja administrado pelo poder público com o auxílio da Associação de Moradores do Vale do Carangola. O processo está em fase de desapropriação para formalização da doação do espaço.

Durante a visita no terreno, o prefeito agradeceu à família de João Carlos Almeida Braga. O próximo passo será o encontro entre secretários municipais e a associação de moradores para estudar as melhorias que devem ser feitas no local.

Paulo Roberto Esteves de Lima, representante da família de João Carlos Almeida Braga, explicou que a vontade da família é que o local continue sendo usado para o bem da comunidade. “Queremos ver uma nova creche, as quadras sendo utilizada e o acompanhamento do poder público para garantir o bom funcionamento do local, queremos o bem da comunidade”.

No terreno há uma construção onde crianças do bairro recebem aulas de reforço. O prefeito também garantiu a continuidade do serviço. 

A presidente da Associação de Moradores do Vale do Carangola, Ângela Maria Rosa, recebeu com otimismo a notícia da doação do terreno. “É maravilhoso. Garantia que a comunidade continuará utilizando esse espaço. Só tenho a agradecer. João Carlos de Almeida Braga sempre foi um pai para todos nos. Continua sendo”.

Sexta edição do evento levará atendimentos essenciais para a população

A Secretaria de Assistência Social organiza mais uma Ação Social para o próximo sábado (14.09). A sexta edição do evento será realizada no bairro Espírito Santo, entre 9h e 14h, levando vários serviços para a comunidade. Os atendimentos acontecerão na Escola Municipal Governador Marcello Alencar, na Avenida Amaral Peixoto, s/n, onde profissionais de diferentes áreas do poder público vão estar à disposição para a orientação da população. Ao longo desse ano, aproximadamente 1,8 mil pessoas foram atendidas nas ações que atraem em média, cerca de 300 pessoas cada.

Em todas as edições, o evento conta com a colaboração de diferentes setores do poder público, que se juntam para levar os atendimentos para as comunidades.

Para esta Ação Social, os profissionais da Assistência vão estar em atendimento para realizar o registro da população no Cadastro Único (CadÚnico) para a inclusão em programas sociais do governo federal, como o Bolsa Família e Programa Criança Feliz. Haverá ainda orientações jurídica e nutricional; emissão para 1ª via do documento de identidade; informações sobre o balcão de emprego e oferta de microcrédito; os profissionais da Defesa Civil e do Centro de Referência para o Atendimento à Mulher também participarão com esclarecimento ao público.

Na área da saúde haverá atendimento para aferição de pressão arterial, glicose teste rápido para a verificação de doenças sexualmente transmissíveis. O tradicional corte de cabelo também será um dos serviços do dia.

Em 2018 foram realizadas 16 Ações Sociais por vários bairros da cidade. Ao todo, 10 mil pessoas foram atendidas pelos diferentes serviços oferecidos durante os eventos. Esse ano, o evento já percorreu os bairros Pedro do Rio, Caxambu, Comunidade do Alemão, Oswaldo Cruz, Independência e ainda esse mês, também será levado para a região de Duques.

Expectativa é receber muitos visitantes para a Serra Serata

Mesmo na baixa temporada, Petrópolis tem conseguido manter boas taxas no setor de turismo. No último fim de semana, por exemplo, a ocupação hoteleira no Centro Histórico chegou a quase 70%, de sexta-feira (06.09) a domingo (08). Os dias de céu azul, sem chuva, e os eventos promovidos na cidade ajudaram a atrair os visitantes. A expectativa agora é pela Serra Serata, a Festa Italiana de Petrópolis que acontece de 18 a 22 de setembro no Palácio de Cristal e também deve atrair milhares de turistas.

Neste fim de semana, que contou com o feriado de 7 de setembro no sábado, Petrópolis teve eventos como o festival Dançar por Dançar no Palácio de Cristal e outros espaços, o Festival do Café no Palácio Rio Negro, a Noite Alemã no Castelo Imperial, o Circuito Cervejeiro de Corrida na Bohemia, entre outros. Dados do Disque Turismo apontaram que, de sexta a domingo, a cidade registrou uma taxa média de ocupação hoteleira de 64,18%; sendo 67,3% no Centro e arredores e 61,09% nos distritos.

A Serra Serata vai homenagear os mais de 115 mil descendentes de imigrantes de italianos que vivem hoje na Cidade Imperial. A festa promete continuar o sucesso dos grandes eventos no município, com muita música, dança folclórica, atividades para as crianças, além, claro, das delícias da culinária típica, que é uma das principais características da cultura italiana, famosa em todo o mundo. O evento é promovido pela prefeitura, através da Turispetro e do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE), em parceria com a Casa D’Italia Anita Garibaldi.

Profissionais de saúde alertaram sobre os danos do consumo de bebida alcoólica na gestação

Esta segunda-feira (09.09) foi dia de alertar sobre os riscos do consumo de bebida alcoólica durante a gestação. Profissionais da Coordenadoria Municipal de Políticas sobre Drogas aproveitaram para sensibilizar sobre o Dia Mundial de Prevenção da SAF (Síndrome Alcoólica Fetal) para abordar a população e difundir o tema, que apesar de grave, ainda pouco conhecido. Panfletagem, orientações e testes para avaliação do grau de dependência ao álcool foram realizados. O Centro de Referência de Atendimento à Mulher participou com informações sobre a prevenção aos abusos contra as mulheres.

 No município o tema foi inserido no Programa da Saúde da Mulher, onde as pacientes acompanhadas durante o pré-natal nas unidades da rede de saúde, recebem as informações sobre as restrições da bebida alcoólica durante a gestação.

O assunto foi novidade para algumas pessoas que passaram pela praça nesta segunda. “Acho essa alerta de fundamental importância. As pessoas demoram a se sensibilizar sobre o mal que a bebida faz. Isso é muito grave e as consequências chegam depois”, destaca a advogada Jéssica Miguez, de 28 anos. A estudante Maria Eduarda Vieira, de 21 anos, nunca tinha ouvido falar da SAF e destacou a importância do alerta. “O uso de bebida durante a gravidez pode trazer grandes problemas para a saúde da criança”, ressalta.

Na cidade, o tema volta a ser destacado no mês de novembro, quando é realizada a Semana Municipal de Prevenção da SAF. “Esse é um alerta necessário para a nossa população, tendo em vista os danos que o consumo de bebida alcoólica pode trazer para a vida das crianças. No Brasil, a cada hora, nascem 4 crianças com os diagnósticos característicos de SAF. Isso é muito grave”, frisa a psicóloga, Marta Lyrio. 

A SAF causa má formação congênita neurológica, cardíaca e renal, podendo gerar danos no desenvolvimento dos órgãos, distúrbios comportamentais, dificuldade de aprendizagem, agressividade, irritabilidade, entre outros. Os índices epidemiológicos apontam que 30 mil crianças no Brasil nascem com a síndrome anualmente. A incidência é de 10 casos para cada mil nascidos vivos. No município, esta estimativa é de 450 crianças por ano.

CEI Casa da Paz recebeu novo telhado e CEI Lulu Monteiro ganhará muro para proteção

Alimentação balanceada, atividades pedagógicas e muita diversão. A rotina dos alunos dos CEIs Casa da Paz e Lulu Monteiro, localizados no Carangola garantem atendimento de excelência para 128 crianças – 58 no CEI Casa da Paz e outro 70 no CEI Lulu Monteiro. O prefeito fez questão de conferir o atendimento nas duas instituições durante uma visita no bairro Carangola nessa segunda-feira (09.09).

O CEI Casa da Paz - que atende crianças do 3º ao 5º período da educação infantil - começou a funcionar em 2017, após uma obra de revitalização no telhado. Um biodigestor que ficava no terreno da creche também foi retirado.

A diretora do CEI, Luiza Helena Ramos, agradeceu o apoio da prefeitura. “Não tenho o que reclamar. Somos sempre muito bem atendidos. As crianças são felizes nesse CEI, fazemos de tudo por elas”, garantiu.

O prefeito também visitou o CEI Lulu Monteiro, que atende crianças do berçário até o 3º período. Na ocasião, o prefeito anunciou a construção de um muro nos fundos da creche, além da pintura do parquinho. “É uma reivindicação da comunidade que atenderemos para garantir a segurança do local e alegria dos pequenos”, disse.

Jésus da Silva Vicente, da direção da Associação de Moradores, agradeceu o auxílio da prefeitura na comunidade. “Os CEIs estão funcionando muito bem. Agradeço a prefeitura que é parceira e vem atendendo os pedidos da comunidade. A Secretaria de Educação está realizando um estudo na localidade para garantir o aumento no número de vagas e isso será muito bom para todos”, disse.

Duas mil vagas serão criadas até 2020

O poder público está aumentando o número de vagas em creches. E, para alcançar o planejamento de abertura de 2 mil novas vagas até o fim de 2020, a Secretaria de Educação vai inaugurar novos espaços. Só nesse ano, serão quatro novas creches.

De acordo com o planejamento do poder público, até novembro, serão inaugurados quatro CEIs que irão oferecer 800 novas vagas. Além dessas, ainda serão ofertadas em espaços que já estão em funcionamento no Bingen, Centro e Jardim Salvador, novas vagas. Até o fim de 2020 serão inaugurados espaços na Estrada da Saudade, Independência, Cascatinha, Itaipava, Castelo São Manoel, Carangola e Alto da Serra, concluindo a meta da Secretaria de Educação.

Site da prefeitura é a ferramenta para os candidatos cadastrarem seus currículos

O Balcão de Empregos da Prefeitura, administrado pelo Departamento de Trabalho e Renda (Detra) da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, tem 14 vagas disponíveis nessa semana. Os candidatos devem cadastrar os seus currículos na prefeitura no site www.petropolis.rj.gov.br. Outras informações pelo telefone (24) 2233-8113.

O balcão de empregos realiza a divulgação das vagas e os encaminhamentos dos candidatos para processo seletivo, sendo assim, fica a cargo do empregador a responsabilidade pelas entrevistas e possíveis contratações. O Detra fica na Rua Aureliano Coutinho, 203, no Centro. Confira as oportunidades:

Eletricista de manutenção - 2 vagas - ambos os sexos - Desejável ensino superior, experiência em montagens e manutenção preventiva e corretiva em máquinas e equipamentos

Gerente de supermercado -1 vaga - ambos os sexos - Ensino médio e experiência

Mecânico de manutenção predial - 2 vagas - ambos os sexos - Possuir CNH categoria B, disponibilidade para viajar e experiência na realização de manutenção preventiva e corretiva de máquinas, equipamentos, válvulas, sistemas de refrigeração e dispositivos

Mecânico diesel - 1 vaga - ambos os sexos - Experiência em mecânica de ônibus

Moleiro - 1 vaga - ambos os sexos - Experiência comprovada

Motorista de caminhão - 2 vagas - sexo masculino - Ensino médio, CNH categoria D e experiência

Motorista de van - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino médio e experiência comprovada em transporte de passageiros na rota Petrópolis X Rio de Janeiro, CNH categoria D

Operador de retroescavadeira - 1 vaga - sexo masculino - Experiência e CNH

Promotor de vendas - 2 vagas - sexo feminino - Ensino médio e experiência

Serralheiro - 1 vaga - ambos os sexos - Experiência

Servidores da prefeitura podem aproveitar mais uma edição do Vestibular dos servidores 2019. Dessa vez, as provas serão realizadas no Centro Administrativo da prefeitura nos dias 11 e 13 de setembro, de 10h às 16h. A inscrição será realizada na hora. Entre os benefícios do vestibular estão: isenção de taxa de vestibular, 50% de desconto durante todo o curso para os aprovados em quaisquer cursos e modalidades ofertadas na unidade Petrópolis e 100% de desconto no primeiro semestre (2019) para o primeiro colocado. O Centro Administrativo fica na Avenida Barão do Rio Branco, nº 2.846.

Atividade com mais de 200 alunos teve caráter preventivo às drogas

A Guarda Civil promoveu uma atividade na manhã desta segunda-feira (09.09) com os cães de detecção para alertar mais de 200 alunos da Escola Paroquial do Loteamento Samambaia a ficarem distantes das drogas. Os agentes fizeram uma demonstração do trabalho dos animais para combater o tráfico na cidade e conversaram com eles sobre os riscos que os entorpecentes podem trazer para vida deles. O objetivo da corporação é tornar essas ações frequentes nas escolas do município, unindo o Grupamento de Operações com Cães e a Ronda Escolar.

Os alunos do 6º ao 9º anos puderam participar de uma simulação do treinamento feito pelos cães, escondendo objetos para serem procurados pela cadela Scolt, pastora holandesa utilizada em ações de rotina feitas pela Guarda no Centro e em apoio em operações conjuntas com a PM e as delegacias. Também houve uma conversa dos agentes da Ronda Escolar diretamente com os alunos. Professores e funcionários da unidade também acompanharam a atividade.

“Os cães têm desenvolvido um trabalho muito importante no combate ao tráfico de drogas no município, com mais de 50 operações feitas ao longo deste ano, mas também é preciso atuar na prevenção, sobretudo com as crianças. Esse é o nosso objetivo a partir de agora, levar os cães para as escolas para mostrar o trabalho que é feito por eles e, dessa forma, chamar a atenção dos estudantes sobre se manter longe das drogas”, ressalta a coordenadora da Ronda Escolar e subcomandante da Guarda Civil, Cláudia da Conceição.

“Esse vai ser um trabalho frequente nos colégios municipais daqui a frente e quando formos convidados para outras escolas também. É uma linha de atuação focada na prevenção às drogas, mostrando o que passamos no dia a dia no combate às drogas e falando para as crianças estarem longe até do pensamento nas drogas”, afirma o coordenador técnico do canil da Guarda, Leandro Lopes.

Além da Scolt, outro pastor holandês também faz o trabalho de detecção de drogas e, juntos, já localizaram mais de 40 mil pinos de cocaína desde abril de 2017, quando foi inaugurado o canil. Os animais também encontraram mais de 15 kg de maconha só este ano.

Os agentes que atuam junto ao canil também falaram sobre os outros trabalhos feitos pelo Grupamento de Operações com Cães, de proteção de grandes públicos e cinoterapia.

O programa Defesa Civil na Sua Casa leva técnicos da prefeitura para vistorias preventivas no Alcobacinha nesta terça-feira (10.09), às 10h. A iniciativa tem a finalidade de reduzir o risco de desastres, diminuindo as ocorrências causadas pelas fortes chuvas de verão. Iniciado em maio, o mutirão de atendimentos da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias está sendo realizado por toda a cidade durante o período de estiagem, que segue até outubro.

Após as vistorias, os técnicos elaboram um relatório com todos os encaminhamentos necessários - que podem ser para as concessionárias ou outros setores da prefeitura. Os agentes da Defesa Civil também fazem uma ação de orientação aos moradores sobre as causas desastres de origem natural, como as construções irregulares, entre outros. Essa é mais uma ação da Defesa Civil dentro do Plano Inverno municipal.

O Defesa Civil na Sua Casa já levou técnicos para as comunidades do Alemão e do Neylor, Siméria, Duarte da Silveira, Vila Operária em Cascatinha, João Xavier, Nogueira (Águas Lindas e Calembe), Bairro da Glória e Nova Cascatinha. São cerca de 100 atendimentos previamente realizados somando esses locais.

Um calendário está sendo elaborado pela Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias para atender as comunidades do município. Os interessados em receber o programa no seu bairro podem ligar para o (24) 2246-9291 e agendar o atendimento dos técnicos da Defesa Civil.

Um grupo de 35 pessoas esteve na caminhada ecológica guiada oferecida pela prefeitura na Pedra do Retiro no último domingo (08.09). O passeio pela trilha durou cerca de três horas em pouco mais de seis quilômetros de percurso, entre subida e descida. A iniciativa da Secretaria de Meio Ambiente tem o objetivo de conscientizar os participantes sobre a importância da preservação da natureza, além de promover a saúde e a qualidade de vida.

Essa caminhada seria realizada no dia 25 de agosto, mas por causa do mau tempo, a atividade precisou mudar de data. Após o encontro na Praça Dom Pedro, um ônibus do Cidade das Hortênsias levou os participantes do Centro até o início da trilha no Moinho Preto, na localidade conhecida como Toca do Coelho. O veículo esperou o retorno do grupo.

Além do passeio, uma equipe da Secretaria de Meio Ambiente fez uma palestra sobre os impactos causados por queima de lixo e suas consequências para o meio ambiente.

As caminhadas ecológicas são usadas como atividade de educação ambiental em diversas cidades do país. A prefeitura estuda criar mais uma etapa para o último domingo deste mês.

Com as caminhadas, a prefeitura quer aproveitar as belezas naturais de Petrópolis e reforçar a importância da preservação ambiental. “Essa também é uma forma de trabalhar educação ambiental no âmbito da comunidade", explica Anderson Campos, coordenador de educação ambiental da Secretaria de Meio Ambiente.

O circuito de caminhadas conta ainda com o apoio técnico da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias, Cruz Vermelha, Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Programação para esta segunda-feira conta com mais 22 pontos em cinco ruas

A prefeitura já fez a instalação de 123 luminárias de LED em oito ruas nas últimas duas semanas. O trabalho vai tornar a rede de iluminação pública mais eficiente, já que a tecnologia utilizada agora permite alcançar um iluminamento maior com menos gasto de energia, além de demandar menos manutenções. O serviço está programado para continuar nesta segunda-feira (09.09) com a instalação de 22 pontos em cinco locais.

Na última sexta (06.09), foi concluído o serviço nas ruas Paulo Barbosa, Dr. Porciúncula e Caldas Viana. Antes, já tinham sido colocados pontos de LED nas ruas Washington Luiz (trecho entre Duas Pontos e UPA Centro), General Osório, Marechal Deodoro, Aureliano Coutinho e Visconde do Bom Retiro.

O trabalho consiste na substituição de lâmpadas de vapor de sódio e é executado pela empresa Vitorialuz, que também faz a manutenção da rede de iluminação pública. O serviço acontece sempre no período noturno – por causa da menor movimentação de veículos –, utiliza um caminhão-cesto e mobiliza dois funcionários entre 22h e 6h30. 

Para esta segunda, o trabalho está previsto para a Travessa Prudente Aguiar, Oscar Weinschenck, Irmãos D’Ângelo, Dr. Moreira da Fonseca e entorno da Praça Visconde de Mauá. O cronograma pode ser alterado em caso de chuva. Na Oscar Weinschenck, serão trocados pontos com lâmpadas de 150 watts de potência por luminárias com 104 watts. Em todas as outras, serão feitas substituições de lâmpadas de 250 watts por luminárias de 180 watts.

O cronograma de instalação de LED inclui 661 luminárias em 24 ruas total. Ele dá continuidade ao trabalho que foi iniciado ano passado com a colocação de 340 pontos em 15 ruas e mais 15 pontos na Rua do Imperador (em frente ao Cefet), em junho.

Mais de cinco mil estudantes estão envolvidos nas competições estudantis realizadas em Petrópolis neste ano. São cerca de 800 horas de atividades físicas variadas para alunos de 12 até 18 anos. No primeiro semestre, a 4ª edição do Jeds – Jogos Estudantis dos Distritos – movimentou as instituições localizadas nos distritos em sete modalidades. O mesmo número de esportes foi disputado nos Jogos Estudantis Municipais (Jems), que reuniu equipes de 30 colégios. Dentro dos Jogos Estudantis Unificados de Petrópolis (Jeups), o número de escolas bateu o recorde do torneio: são 50 inscritas, envolvendo até outubro mais de 3 mil estudantes das redes municipal, estadual, federal e particular.

As ações da prefeitura voltadas para o esporte estudantil visam estimular a prática na escola. Segundo estudo da Organização Mundial da Saúde, esse tipo de atividade é fundamental para o desenvolvimento das crianças e adolescentes, principalmente na era digital, onde a tendência é que se passe mais tempo na frente de computadores ou com celulares na mão. Com os jogos, a prefeitura quer combater o sedentarismo e democratizar o acesso a prática de atividades físicas.

Quase 150 jogos marcaram o Jeds, competição realizada entre maio e junho deste ano. Os jogos ocorreram nas próprias escolas localizadas nos distritos e contaram com as modalidades: futsal, handebol, voleibol, basquete, futebol de campo, tênis de mesa e queimada. “Esses alunos também receberam medalhas. Mostraram, durante as competições, que o esporte é para todos e funciona como grande incentivador para os jovens”, disse a secretária de Educação, Marcia Palma.

Já o Jems envolveu mais de 1000 alunos em sete modalidades esportivas neste ano. A competição estudantil reuniu 30 escolas da rede municipal em cerca de 100 horas de atividades esportivas, realizadas no Centro Esportivo da Escola Municipal Fábrica do Saber e no Sesc de Nogueira. A entrega da premiação para os estudantes acontece no dia 16 de outubro no Teatro Mecanizado do Palácio Quitandinha.

“Estamos trabalhando para que os números dos jogos estudantis cresçam ainda mais no ano que vem. É um objetivo inserir os estudantes nas mais diversas modalidades esportivas. Desde o início da gestão, o município registra aumento na participação dos jovens no esporte e estamos conseguindo cumprir esse objetivo”, garantiu Leandro.

O Jeups segue sendo realizado até setembro. Até agora, foram realizados todos os esportes coletivos de quadra, no Centro de Iniciação ao Esporte do Caxambu. Ainda serão disputados o futebol de campo, judô, xadrez, atletismo e tênis de mesa. Este ano marcou o número recorde de escolas participantes na competição, com 50 escolas inscritas. "Os jogos estudantis também são uma importante ferramenta de socialização para os alunos", reforça Leandro.

Também conta pontos no Jeups a campanha de doação ao Banco de Sangue Santa Teresa. As instituições de ensino que levarem o maior número de pessoas para a mobilização ganharão pontos equivalentes aos esportes em disputa. Serão aceitas doações até o dia 30 de setembro. A premiação do torneio será no dia 17 de outubro, também no Teatro Mecanizado.

Outra novidade é o projeto Selecionados Jeups. Serão formadas seleções com os principais atletas das categorias sub-15 e 18 no basquete, handebol, vôlei e futsal (apenas no feminino, já que no masculino a Liga Petropolitana de Desportos representa a cidade). "Na próxima semana, vamos anunciar a seleção de, pelo menos, uma das modalidades que já se encerraram", garante o superintendente.

Além da gastronomia típica – ponto alto da festa -, a Serra Serata vai contar com quase 40 atrações que prometem fazer o público mergulhar na cultura italiana durante os cinco dias de evento – que acontece de 18 a 22 de setembro, no Palácio de Cristal. A decoração nas cores da bandeira do país europeu vai completar ainda mais o clima e transformar um dos atrativos mais movimentados de Petrópolis em uma verdadeira piazza italiana. Na programação estão atrações como dança folclórica, performance de violinos, shows, contação de histórias para as crianças, entre outras, todas gratuitas.

A festa será aberta na quarta-feira (18), às 19h. No mesmo horário acontece uma performance de violinos com o  Quarteto Pop Music e, às 20h, tem apresentação com os Três Tenores Brasileiros. Durante toda a noite, um gondoleiro estará com sua gôndula nos jardins do Palácio para tirar fotos e divertir o público, assim como o casal em pernas de pau vestidos à caráter.

 “Preparamos uma programação especial e temos certeza de que o público vai sentir um pouquinho do clima da Itália, com muita música, dança, gastronomia e atividades para toda a família”, completa o diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE), Marcelo Florencio.

Na quinta-feira (19), a festa também acontece durante a noite. Na programação estão danças folclóricas e perfomance de violinos a partir de 20h. Na sexta-feira (20), entrando no fim de semana, tem stand de figurino de 16h às 20h; Performance Comédia Dell’arte das 17h às 21h; danças folclóricas às 19h; performance de violinos às 19h30; e encerrando com um Tributo a Renato Russo, com a banda Concreto Humano às 21h.

Já no sábado (21) e no domingo (22) a festa começa cedo, a partir de 11h, com o infantil Contos de Ítalo Calvino nos dois dias. Das 13h às 19h tem stand de figurino; e das 14h às 18h tem Performance Comédia Dell’arte, também durante todo o fim de semana. No sábado, às 15h tem Banda 1º de Setembro; às 17h Florisbella conta Pinócchio e as 3 Irmãs; às 17h Oficina de Pintura de Máscaras; às 18h Performance de Violinos; às 19h danças folclóricas; e, no mesmo horário, tem Tributo a Eros Ramazzotti com A Rebelião. Já no domingo, a partir das 15h tem teatro com O Reino Comédia Dell’arte”; às 17h danças folclóricas; às 18h performance de violinos; e às 19h Tributo a Laura Pausini com Cristiano Gavioli.

“As atrações vão ajudar a atrair ainda mais petropolitanos e turistas para a festa. A expectativa é muito boa para mais uma Serra Serata na cidade. Temos trabalhado para melhorar cada vez mais a qualidade dos eventos e o sucesso de cada um demonstra que estamos no caminho certo”, destaca o secretário da Turispetro, Marcelo Valente.

A Serra Serata surgiu da Festa Italiana, que teve suas quatro primeiras edições em Cascatinha, distrito onde muitos imigrantes se estabeleceram para trabalhar na Companhia Petropolitana de Tecidos. Além do apelo turístico que a festa ganhou, o evento tem grande importância pela participação de imigrantes italianos no desenvolvimento de Petrópolis. Atualmente, mais de 115 mil descendentes de imigrantes de italianos que vivem hoje na Cidade Imperial.

4.320 jovens visitaram a feira nessa semana
Iniciativa da Secretaria de Educação

“Ler é ganhar asas para o mundo”.

Não existe conhecimento sem leitura e, para despertar a atenção dos jovens alunos da rede municipal de Educação, o poder público viabilizou a visita de 4.320 estudantes da rede municipal de Educação na XIX Bienal do Livro, que ocorreu nessa semana no Rio Centro. Com transporte e um cartão bienal, os estudantes visitam os stands, descobriram novos autores e garantiram uma experiência inesquecível. O passeio já rendeu frutos: na EM Abelardo de Lamare, um projeto criado pelos alunos permitirá que todos possam ler os exemplares adquiridos durante a visita na Bienal.

“Gostei muito. É sempre interessante participar de atividades diferentes. Nunca vou esquecer”, disse a estudante Maria Oliveira, de 13 anos, aluna da EM João Kopke.

Os alunos são de 48 escolas da rede municipal e visitaram a Bienal entre os dias 30 de agosto e 8 de setembro. Cada aluno recebeu um cartão bienal com valor R$ 11 que pôde ser trocado por um livro no evento. As escolas fizeram concursos internos para a seleção dos alunos que participaram da visita nesse ano – matriculados no segundo segmento do ensino fundamental.

Maria Fernanda Oliveira, também aluna da EM João Kopke, salientou a experiência fora do ambiente escolar. “Acho legal conhecer outros lugares, ficamos animadas”.

A professora de Língua Portuguesa e Inglês, Catarina Meirinho, salientou as novas descobertas. “Eles são jovens, se interessam por muitas coisas e a visita a Bienal é um estimulo, não só a leitura, mas, ao conhecimento. O contato com o livro nos permite explorar novos mundos”.

Deu certo: do passeio a criação da “Ciranda de Livros”

Para a diretora da EM Abelardo de Lamare, Jaqueline Fraguas, só a ida ao Rio com os alunos já foi algo de televisão: “Como eles falam”, conta Jaqueline, acrescentando que poucos já tiveram, antes da Bienal, a oportunidade de participar de um evento fora da cidade.

“Ao chegar na Bienal, a primeira coisa que os encantou foi receber um cartão para comprar livros. Já no primeiro pavilhão na entrada os olhos brilhavam, alguns choraram de emoção. Como educadora, acredito que o mais importante dessa experiência tenha sido o final do passeio. Quando aguardávamos o ônibus para ir embora, cada um mostrando ao outro o livro que comprou, ali iniciou o processo de formação de cidadãos leitores. Já estavam até combinando a troca de livros, no estilo, quando acabar de ler, me empresta!”, contou Jaqueline.

E foi a partir dessa experiência que os alunos da EM Abelardo de Lamare criaram a “Ciranda de Livros”.

“Uma aluna teve a ideia. Os alunos vão ler os seus livros e emprestar para os amigos, até que todos tenham a oportunidade de ler todos os livros adquiridos na Bienal. Tem algo mais importante que isso? Estou emocionada! Estamos encantados, os pais também. Agradeço a Secretaria de Educação pelo incentivo à leitura. Todos saíram de lá encantados. Momento único”, completou a diretora. Ao todo, 68 alunos matriculados do 6º ao 9º ano da EM Abelardo de Lamare, visitam a Bienal.

“Nossos alunos precisam participar de eventos assim, pois somos o resultado do que vemos, do que vivemos. Enquanto unidade escolar, seremos eternamente gratos pela oportunidade concedida de levarmos nossos alunos, pois acreditamos, que por meio da leitura, podemos mudar realidades, mudar vidas. Eles estão mais motivados e isso contribuirá para uma melhor aprendizagem”, explicou a diretora da EM Luiz Carlos Soares, Derminda de Souza Barbosa.

Bienal:

 A Bienal do Livro Rio é o maior evento literário do país. Durante dez dias, o Riocentro sediou a festa da cultura, da literatura e da educação. Nos espaços dedicados às atrações, o público pôde participar de debates, bate-papos com personalidades e escritores, além das atividades culturais que promovem a leitura. Em sua última edição, reuniu mais de 640 mil pessoas e 300 autores.

Guarda Civil, Polícia Militar e a Fiscalização de Posturas registraram 10 ocorrências de trânsito durante o choque de ordem realizado na Rua 13 de Maio na noite de sexta (06.09) e início de madrugada deste sábado (07.09). Os carros foram multados por estacionamento irregular em locais proibidos, como ponto de ônibus, e tráfego na contramão.

Foram 12 agentes da Guarda Civil mobilizados no trabalho, seis policiais militares e mais um da Fiscalização de Posturas, além do gerente de Ordem Pública, Charles Nazareno. No total, foram destacadas sete viaturas para o serviço. A Rua 13 de Maio teve grade colocada em um dos lados para evitar que os pedestres ficassem na rua.

“Tanto a Guarda quanto a PM e a Fiscalização de Posturas seguem com a rotina de trabalho em ruas do Centro aos fins de semana, como na Rua 13 de Maio. O Choque de Ordem existe para garantir que a diversão de quem procura seu momento de lazer nos bares não cause transtornos para as demais pessoas e todo mundo possa conviver em tranquilidade e segurança”, diz o comandante da Guarda, Jeferson Calomeni.

Seis veículos e duas motos foram multados estavam parados de forma irregular em ponto de ônibus. Dois carros foram flagrados trafegando na contramão.

As ações de “Choque de Ordem” foram implementadas pela Secretaria de Segurança e Ordem Pública em 2017. No primeiro ano foram registradas 150 ocorrências em seis edições.  No ano passado, em cinco edições foram contabilizadas 173 ocorrências – número que considera todos os pontos por onde o Choque de Ordem passou (Centro e bairros). Esse ano, em 13 edições foram registradas 171 ocorrências. O objetivo é coibir estacionamento irregular, som alto, venda de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos, além de reprimir o tráfico de drogas.

Alvará Online - BANNER

Notícias por data

« Setembro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30            

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo