Acordos chegaram a 99% de abatimento

Feirão continua até a próxima sexta-feira, das 9h às 16h

O Feirão Limpa Nome já negociou mais de R$ 1,2 milhão do público que buscou regularizar seus débitos nesta segunda-feira (26.08), primeiro dia do mutirão. Com registro de descontos de até 99%, o feirão continua até sexta-feira, das 9h às 16h. São 24 empresas participando desta edição, com ofertas de descontos e parcelamentos exclusivos. As negociações são realizadas na Casa dos Conselhos – prédio anexo à Prefeitura, no número 260 da Avenida Koeler.

As empresas de diversos segmentos estão disponibilizando acordos com altos descontos. Maria Genilce Pinto, que trabalha em supermercado por exemplo, tinha uma dívida de R$ 32.291,40 e conseguiu abater sua dívida para uma única parcela de R$ 298,88. “Foi o cartão de crédito, um empréstimo que fiz para uma amiga, depois acabei ficando desempregada, a amiga não me pagou e virou uma bola de neve. Agora consegui quitar e estou muito feliz”, disse.

Como ela, Silvane Plantz Garcia Vieira saiu comemorando. Ela conseguiu negociar sua dívida com desconto de 87,74% - um acumulado de R$ 8.127,52 que será quitado por R$ 1.014,23. “É uma sensação de alívio, um peso que sai dos ombros. Saio daqui hoje feliz por ter honrado esse compromisso. Ter o nome limpo dá essa sensação de alívio”, contou.

As empresas que estão participando são Santander, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú, Banco do Brasil, Oi, Claro, Tim, Vivo, Sky, Net, Tech Cable, Enel, Águas do Imperador, Casas Bahia, Ponto Frio, Bico da Bota, Stella Maris, Real Modas, Pirulito, Gisele Jeans, Ótica Obelisco, Universidade Católica de Petrópolis e Servir – empresa de cartões de crédito do Grupo Mil.

As negociações estão sendo homologadas pelo Procon, que atesta, como testemunha, os acordos realizados entre empresas e clientes. Uma forma de ter um controle e de fazer a empresa honrar o acordo proposto ao cliente. Além disso, a ação diminui o número de pessoas com o nome negativado na cidade e restitui na população o poder de compra.

Para quem está com o nome negativado e não sabe por qual empresa, nesta edição do feirão, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) está à disposição para consultar se o nome está no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e por qual empresa.

Equipe mobilizou transferência emergencial para hospital de especialidade no Rio de Janeiro

O prefeito esteve na manhã desta segunda-feira (26.08) no Hospital Alcides Carneiro para parabenizar a equipe da pediatria pelo atendimento feito a um bebê nascido na última quinta-feira. A criança que nasceu com complicação cardíaca congênita grave precisou ser removida com urgência para unidade especializada, o Instituto Nacional de Cardiologia, no Rio de Janeiro. A agilidade na intervenção da equipe médica garantiu a estabilidade do quadro clínico da criança que nasceu de parto normal.

Com o tempo gestacional de 39 semanas, o bebê nasceu com 3,2 kg e apresentou complicações cardíacas que o fizeram ser levado para a UTI Neonatal. Na unidade de tratamento intensivo, a criança teve o estado de saúde estabilizado. Tendo em vista a necessidade de intervenções especializadas, a equipe médica acionou a Secretaria de Saúde do Estado para que a transferência fosse efetuada o mais rapidamente possível. O que foi realizado no sábado com o apoio do Corpo de Bombeiros, que realizou a remoção por helicóptero.

No mesmo dia em que foi transferida, a criança passou por intervenções que precedem procedimentos cirúrgicos necessários devido ao seu quadro clínico. “Tivemos a notícia de que criança está bem e o mérito é de toda a equipe, que agiu com rapidez. Não é a primeira vez que isso acontece, mas é muito bom ter o trabalho da equipe reconhecido”, destaca o diretor geral do HAC, Cláudio Morgado.

A diretora da UTI Neonatal, Nathalia Veiga destaca o trabalho da equipe de pediatra. “Foram feitos todos os procedimentos para a estabilização do quadro clínico. A criança nasceu com alteração no coração que dependia de procedimento cardíaco o mais breve possível. Como feito de rotina, acionamos o Estado e no dia seguinte conseguimos uma vaga. Não posso deixar de citar todo o empenho da equipe para que conseguisse transferir a criança. Temos toda gratidão ao Corpo de Bombeiros que fez a transferência. O nosso papel na UTI Neonatal é conseguir devolver essas crianças saudáveis às suas famílias. Quando a gente cumpre o esse papel, é maravilhoso”, ressalta.

Setor conta com estrutura ampla e de fácil acesso para a distribuição dos medicamentos para a rede

Com uma remessa de mais 74,6 mil unidades de medicamentos, a nova sede do Núcleo de Assistência Farmacêutica (NAF) foi inaugurada nesta segunda-feira (26.08). O setor que funcionava no Hospital Alcides Carneiro foi transferido para o condomínio de galpões, no Quissamã, em um espaço ainda mais adequado. O local climatizado é melhor estruturado para oferecer mais agilidade na distribuição de medicações para rede. O NAF é responsável pela administração de 1100 remédios de diferentes classes terapêuticas.

O setor cuida da aquisição, armazenamento e distribuição dos medicamentos que abastecem todas as unidades de saúde.

O NAF faz o abastecimento das farmácias ambulatoriais do Hospital Alcides Carneiro (HAC) e Centro de Saúde; para os Polos de Assistência Farmacêutica (PAF) do Centro e de Corrêas; para o Hospital Municipal Nelson de Sá Earp e Pronto Socorro Leônidas Sampaio (PSLS), do Alto da Serra; para a unidade de saúde mental CAPS AD; para o setor de Infecções Sexualmente Transmissíveis/Aids (IST/Aids) e para o programa de tuberculose. O núcleo também é responsável pelo abastecimento dos dispensários de medicamentos de todas as unidades básicas de saúde.

O depósito passa a funcionar em área de 280 metros2, com segurança e monitoramento 24 horas. No local ficarão armazenados medicamentos para patologias diversas. São anti-inflamatórios, analgésicos, antibióticos, antifúngicos, soros, insulina, anti-hipertensivo, anti-depressivo e outros. O setor conta agora com veículo próprio para a distribuição dos materiais.

Menor custo, agilidade e adequação para a execução do serviço estão entre os principais fatores que motivaram a mudança da sede do NAF. “Aqui nós recebemos, fazemos a compra e a seleção de medicamentos para toda a rede. A gora temos mais agilidade em atender as necessidades das unidades de saúde que dispensam os medicamentos para os pacientes”, destaca a coordenadora do NAF, Debora Fontes.

O NAF concentra os medicamentos fornecidos aos usuários da rede pública de saúde. Além das medicações básicas, para o suporte ao tratamento dos pacientes atendidos nas unidades de saúde, o setor conta com estoque de medicações de média e alta complexidade, que precisam ser solicitados por processos administrativos ou judicializados.

A cidade de Petrópolis foi destaque durante os quatro dias do Salão Estadual de Turismo, que aconteceu no Pier Mauá, na Zona Portuária, do Rio de Janeiro. Além do stand para informações sobre a cidade, e a participação de artesãos locais, a apresentação do Coral das Meninas dos Canarinhos de Petrópolis mobilizou um grande público, e contou com a presença do governador do Estado, Wilson Witzel (PSC).  A participação do coral foi uma realização da Prefeitura de Petrópolis através da Secretaria de Turismo, como mais uma divulgação cultural da cidade.

As equipes distribuíram mais de 4 mil folhetos para divulgar os atrativos da cidade durante o evento, apresentando em detalhes todos os setores de Petrópolis, como gastronomia, pontos turísticos, passeios ecológicos e culturais. No stand, os visitantes puderam conhecer mais sobre a cidade, também com a presença dos artesãos.

O evento reuniu 75 municípios do estado e serviu como uma “amostra” de tudo que o interior do Rio tem de melhor. O objetivo do Salão é ampliar as ofertas turísticas fluminenses como mais uma alternativa para o público. Foram várias atividades oferecidas durante todo o fim de semana, entre elas shows, oficinas e desfile e a participação especial do coral das Meninas dos Canarinhos de Petrópolis.

Petrópolis já tem festas que são conhecidas internacionalmente como a Bauernfest, que este ano recebeu 450 mil pessoas e movimentou R$ 55 milhões na economia. Além, dos registros do crescimento dos números de visitantes nos museus administrados pela prefeitura.

Órgão nacional está atualizando portarias que tratam das regras de tombamento com apoio de diversas secretarias

Os estudos da prefeitura dentro do processo de rerratificação das portarias de tombamento do Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) estão avançando. Nesta segunda-feira (26.08), o corpo técnico de diversas secretarias se reuniu para apresentar sugestões e continuar as discussões sobre o tema. A intenção desse grupo de trabalho é apresentar as sugestões do município com relação à legislação que trata das áreas preservadas em Petrópolis.

A linha principal das propostas do município é reforçar os valores culturais e paisagísticos previstos no Plano Koeler, o primeiro desenho urbanístico da história do município. Para isso, o grupo de trabalho propõe que as áreas de entorno de bens tombados possam convergir e criem parâmetros em concordância entre município, Estado e União.

A portaria 213, editada pelo Iphan em 1996, estabelece 12 conjuntos arquitetônicos protegidos por tombamento em Petrópolis. Ela foi atualizada pela portaria 455 há dois anos. Em junho desse ano, as secretarias de Obras e de Meio Ambiente fizeram uma instrução normativa para reforçar esses dispositivos, ao estabelecer que alvarás para qualquer construção, reforma ou demolição só serão expedidos após autorização dos órgãos de proteção de patrimônio histórico (Iphan e Inepac).

Com esse processo de rerratificação das portarias do Iphan, um dos objetivos é ressaltar a importância cultural de cada bem e áreas tombadas. A intenção é entregar as contribuições da prefeitura para análise do Iphan no fim de setembro. Em seguida, o órgão vai abrir diálogo com a sociedade civil, até dezembro, para debater problemas a serem enfrentados e alternativas de soluções. A última etapa é a formulação do plano de ação, com diretrizes, critérios e parâmetros para ações necessárias para a preservação de áreas protegidas. Esse trabalho deve ser concluído até março do ano que vem.

“É importante a contribuição de cada secretaria municipal. Se a gente está tendo a oportunidade de ter um diálogo com Iphan e de expor tudo aquilo que município pensa, essa é a hora trazer todas as informações que cada pasta tem. Vamos fazer um documento com recomendações em cima das portarias 213/1996 e 455/2017, que é a nossa base de estudos”, afirma a subsecretária de Obras, Raquel Motta.

Eventos de diferentes modalidades esportivas proporcionaram mais de 45 horas de atividades durante o fim de semana em Petrópolis. No sábado (24.08) aconteceram os jogos da final do basquete nos Jogos Estudantis Unificados de Petrópolis (Jeups) no Centro de Iniciação ao Esporte (CIE), no bairro Caxambu. Já no domingo (25) foram disputadas as partidas do Campeonato Municipal de handebol e de futebol de campo. No mesmo dia, o Circuito Imperial de Lazer agitou a Rua do Imperador no Centro, além do “treinão” da GE Celma e a caminhada da Alfa Laval. A etapa inédita do XTerra Brasil Tour, festival de esportes off-road, também movimentou o Vale do Cuiabá.

A variedade de atividades e o incentivo a prática de atividades físicas são uma marca do atual governo. A criação de um calendário esportivo municipal, ainda no primeiro ano da gestão, além da reforma de quadras comunitárias e a construções de equipamentos, comprovam que o esporte ganhou mais espaço e vive um novo momento na cidade.

Até o fim do ano estão previstos mais 30 eventos esportivos para Petrópolis - até o momento, já foram realizados 42. Além disso, o governo municipal ainda mantém parcerias com projetos sociais e também oferece diversas modalidades esportivas nos Postos de Saúde da Família, nas Academias da Saúde e nas Escolas Municipais. Só dentro do Agita Petrópolis, são 2,5 mil pessoas atendidas em 17 bairros.

Também voltou a ser realizado neste ano o Festival das Comunidades - projeto itinerante pelas quadras comunitárias nos bairros da cidade.

A partir de setembro, duas novas oficinas serão oferecidas para alunos da rede municipal na Casa da Educação Visconde de Mauá: Jogos Matemáticos e Letramento Lúdico. As atividades serão dirigidas aos estudantes do ensino fundamental I – 1º ao 5º ano e as inscrições poderão ser feitas já nessa semana, na secretaria da Casa: Avenida Barão do Rio Branco, nº 03. O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h.

As turmas vão funcionar em dois dias, terças e quartas. As aulas ocorrerão no turno da manhã: das 8h às 9h40 – 1º ao 3º ano e das 9h50 às 11h30 – 4º e 5º anos. Na parte da tarde as aulas serão das 13h às 14h40 para 4º e 5º anos e das 14h40 às 16h20 para os alunos do 1º ao 3º ano.

Para os alunos que já frequentam a Casa, os pais ou responsáveis só precisam realizar a inclusão da oficina. Para os alunos novos é necessário entregar uma foto 3x4, declaração da escola, xérox do documento da criança e do responsável e xérox comprovante de residência.

“Será um prazer receber novos alunos. As aulas serão lúdicas, preparadas para ajudar os alunos, um reforço que, certamente, terá bons resultados”, contou a diretora da Casa da Educação, Maria Fernanda Secco.

Além dessas oficinas, a Casa da Educação também oferece aulas de alemão, Informática, Musicalização Infantil, Teatro, Ballet e violão, entre outras.

O programa Defesa Civil na Sua Casa leva técnicos da prefeitura para vistorias preventivas na comunidade Águas Lindas, em Nogueira, às 10h nesta terça-feira (26.08). A iniciativa tem a finalidade de diminuir as ocorrências causadas pelas fortes chuvas de verão. Iniciado em maio, o mutirão de atendimentos está sendo realizado por toda a cidade durante o período de estiagem, que segue até outubro.

Após o atendimento das vistorias, os técnicos elaboram um relatório com todos os encaminhamentos necessários - que podem ser para as concessionárias ou outros setores da prefeitura. Os agentes da Defesa Civil também fazem uma ação de orientação aos moradores sobre o que causa riscos de deslizamentos, como as construções irregulares, entre outros.

O Defesa Civil na Sua Casa já levou técnicos para a Comunidade do Alemão, Neylor, Siméria, Duarte da Silveira, Vila Operária em Cascatinha, João Xavier e no Bairro da Glória. São mais de 60 atendimentos previamente realizados somando esses locais.

Na atual gestão, a prefeitura criou planos de contingencia para as ameaças de inverno e de verão, além de realizar treinamentos com os moradores periodicamente. Um calendário está sendo elaborado pela Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias para atender as comunidades do município. Os interessados em receber o programa no seu bairro podem ligar para o (24) 2246-9291 e agendar o atendimento dos técnicos da Defesa Civil.

Site da prefeitura é a ferramenta para os candidatos cadastrarem seus currículos

O Balcão de Empregos da Prefeitura, administrado pelo Departamento de Trabalho e Renda (Detra), da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, tem 24 vagas disponíveis nessa semana. Os candidatos devem cadastrar os seus currículos na prefeitura no site www.petropolis.rj.gov.br. Outras informações pelo telefone (24) 2233-8113.

O balcão de empregos realiza a divulgação das vagas e os encaminhamentos dos candidatos para processo seletivo, sendo assim, fica a cargo do empregador a responsabilidade pelas entrevistas e possíveis contratações. O Detra fica na Avenida Barão do Rio Branco, nº 2846. Confira as oportunidades:

Auxiliar de cozinha - 1 vaga - ambos os sexos - Experiência

Encarregado de perecíveis - 1 vaga - ambos os sexos - Experiência

Estagiário de engenharia - 1 vaga - ambos os sexos - Cursando engenharia mecânica ou mecatrônica e inglês avançado

Inspetor de tráfego - 3 vagas - sexo masculino - Ensino médio e CNH categoria B ou D

Motorista de van - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino médio e experiência em transporte de passageiros na rota Petrópolis X Rio de Janeiro, CNH categoria D

Operador de guincho pesado - 3 vagas - sexo masculino - Ensino médio completo e CNH categoria E

Passadeira - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino fundamental e experiência

Pizzaiolo - 1 vaga - ambos os sexos - Experiência

Serralheiro - 1 vaga - ambos os sexos - Experiência

Tesoureiro - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino médio e experiência

Torneiro mecânico - 1 vaga - sexo masculino - Experiência

Vendedor externo - 5 vagas - ambos os sexos - Ensino médio e experiência

Além dessas foram cadastradas 4 vagas para portadores de necessidades especiais, para ambos os sexos. As oportunidades são para empacotador. Para concorrer é necessário ter ensino fundamental completo e laudo médico atualizado.

Tema: “O Plano Municipal de Economia Popular Solidária de Petrópolis”

As inscrições para a II Conferência Municipal de Economia Popular e Solidária - COMESOL, - começam no dia 1º de setembro e poderão ser feitas até o dia 20 do mesmo mês. A conferência está marcada para o dia 7 de outubro, e terá como tema: “O Plano Municipal de Economia Popular Solidária de Petrópolis”.

As inscrições para delegados deverão ser feitas na sede da Casa dos Conselhos e Comissões Augusto Ângelo Zanatta, na Avenida Koeller, nº 260, Centro, no período de 1º de setembro ao dia 20 do mesmo mês, das 09h às 16h em dias úteis.

Serão sete eleitos para as cadeiras da sociedade civil: um representante de Empreendimento Econômico Solidário da área de Cooperativas de Catadores; três representantes de Empreendimento Econômico Solidário das áreas de Produtos e Serviços; um representante de Empreendimento Econômico Solidário da área da Cultura e dois representantes de Entidades de Apoio e Fomento à Economia Popular Solidária. Os conselheiros da gestão pública, serão indicados pelo poder público. A eleição dos representantes da sociedade civil para a composição do CESP será realizada no dia da conferência, a partir das 13h.

“É importante a participação da sociedade nessa conferência que mostrará os caminhos da economia solidária, possibilidades de geração de renda, tendências e a necessidade de valorização desse segmento que se destaca no desenvolvimento econômico”, afirma o presidente do conselho, Gil Magno.

Cada entidade poderá inscrever um representante titular, com o respectivo suplente sendo da mesma instituição e devendo apresentar no ato da inscrição os documentos: cópia da Ata de Constituição da entidade; cópia da Ata da última eleição da entidade; cópia do estatuto social da entidade; declaração de empreendimento econômico solidário; oficio dirigido a Comissão de Organização da Conferência solicitando inscrição e indicando o titular e o suplente, além da cópia do RG, CPG e comprovante de residência da instituição e seus indicados.

Poderão se inscrever para participar da II COMESOL, pessoas ou instituições que trabalhem no Fomento, aperfeiçoamento e implementação da Política de Economia Popular Solidária de Petrópolis na condição de: delegados - desde que devidamente credenciados, com direito a voz e voto; representantes governamentais; representantes da sociedade civil organizada e usuários da Política Pública de Economia Popular Solidária; Participantes e convidados terão direito a voz, desde que devidamente credenciados. Pessoas interessadas nas questões afetas a Economia Popular Solidária; representantes das universidades, Poder legislativo Federal, Estadual e Municipal, Poder Judiciário, Ministério Público, Conselhos de Políticas Públicas e de Defesa de Direitos.

Conferência será no dia 7 de outubro

A Conferência tem como objetivo avaliar a política de Economia Popular Solidária e apresentação do Plano Municipal de Economia Popular Solidária de Petrópolis. Na ocasião, também será realizada a eleição de conselheiros da Sociedade Civil. A conferência contará com abertura, apresentação do tema; intervenções culturais; entrega de moções e eleição dos Conselheiros da Sociedade Civil.

O Feirão Limpa Nome já registra nas primeiras horas de funcionamento acordos que beneficiam quem quer acertar a vida financeira – com descontos de até 90% já formalizados. Os atendimentos começaram na manhã desta segunda-feira (26.08). Às 9h foram abertas as portas para negociação com as 24 empresas que estão participando desta edição. Desde às 5h10, algumas pessoas já se concentravam na porta da Casa dos Conselhos para regularizar suas pendências financeiras e, durante todo o período da manhã o movimento foi intenso. O feirão continua até sexta-feira (30), todos os dias das 9h às 16h na Casa dos Conselhos – prédio anexo à Prefeitura de Petrópolis, que fica na Avenida Koeler, 260, no Centro.

Quem chegou cedo diz que valeu a pena. Esse é o caso do morador do Sargento Boening, Carlos Manoel da Silveira, que negociou uma dívida com um dos bancos com abatimento de 90%. Sua dívida de R$ 1.550 será paga em duas prestações de R$ 80. “Estou muito feliz. Com essa dívida não conseguia crédito na praça e isso é fundamental para conseguir adquirir as coisas para dentro de casa”, contou.

A aposentada Marilza de Figueiredo também comemorou o acordo. Ela tinha um débito com uma rede bancária no valor de R$ 1.600, e conseguiu negociar o pagamento em uma única parcela de R$ 150,. “Confesso que vim meio desconfiada. Achava que a minha dívida era até maior e que não conseguiria fazer a negociação, mas, agora saio feliz por ter conseguido resolver essa pendência”, comemorou.

Negociando, estão empresas de diversos segmentos: os bancos Santander, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú e Banco do Brasil; as empresas de telefonia, internet e TV a cabo Oi, Claro, Tim, Vivo, Sky, Net e Tech Cable; as concessionárias Enel e Águas do Imperador; as varejistas Casas Bahia e Ponto Frio; as sapatarias Bico da Bota, Stella Maris e Real Modas; as lojas de vestuário Pirulito e Gisele Jeans; a Ótica Obeslico; a Universidade Católica de Petrópolis negociando dívidas de alunos e ex-alunos e a Servir – empresa de cartões de crédito do Grupo Mil.

E o Feirão tem essa característica, tranquilizar os moradores. Esse é o caso da primeira a chegar na fila, às 5h10, Carmen Lúcia de Oliveira. Ela conta que não conseguia dormir por conta de uma dívida de cartão de crédito com uma empresa varejista. Para surpresa de Carmen, no entanto, não havia qualquer negativação em seu nome. “Eu não estava conseguindo dormir e fiquei muito feliz em saber que não há dívida. Para mim isso é muito importante”, disse Carmen.

Para negociar

Para a negociação, o usuário deve levar um documento de identificação com foto e os boletos das dívidas, caso tenha. Ao chegar na sede da Prefeitura, o interessado é direcionado à Casa dos Conselhos onde as empresas estão dispostas em estandes. O consumidor recebe uma senha – de acordo com a empresa para a qual quer a negociação – e aguarda sua vez de atendimento. Após a negociação o usuário tem o acordo homologado pelo Procon. Caso ele queira negociar com mais uma empresa, pode após o primeiro acordo firmado, solicitar uma nova senha. O Feirão Limpa Nome conta com o apoio da CDL verificando se há negativação dos nomes; e da UCP e Estácio auxiliando com os estudantes de Direito.

Alvará Online - BANNER

Notícias por data

« Agosto 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31  

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo