Secretaria de Obras reforçou cobrança feita desde 2017 para que as estradas sob domínio do governo do Estado recebam ações de conservação

A prefeitura tornou a demonstrar em reunião com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) nesta quarta-feira (31.07) a urgência com relação à manutenção viária da Estrada Silveira da Motta, na Posse, e da Serra Velha. Ambas as estradas, sob domínio do governo do Estado, estão há anos sem manutenção, o que levou as duas a apresentarem condições precárias, aumentando, assim, o risco de acidentes. A prefeitura já realizou ações nos trechos administrados pelo DER, mas cobra que o órgão assuma a atribuição do departamento.

Só nos últimos dois meses, a Secretaria de Obras protocolou quatro ofícios junto ao DER para solicitar que o órgão retome os serviços na RJ-134 (Silveira da Motta) e RJ-117 (Serra Velha), mas não obteve resposta. Na reunião desta quarta, a diretora de Operação e Conservação Metropolitana, Liliana Machado Cordeiro, reconheceu o estado precário da pista da estrada na Posse, onde ela fez uma vistoria recentemente. No entanto, ela informou que o DER ainda está em fase de elaboração de projeto para licitação de empresa que irá fazer apenas a manutenção viária – o que não será concluído em menos de 90 dias.

A prefeitura vem atuando nessas estradas com o objetivo de reduzir os riscos de acidentes. Mas a obrigação de manutenção dessas estradas é do DER. O distrito da Posse é grande, com uma população de 12 mil pessoas, uma atividade rural muito importante e, por consequência, um fluxo de veículos intenso. O mesmo vale para a Serra Velha, que é uma das rotas em direção ao Rio e também utilizada pela população que trabalha na capital todos os dias. Então a necessidade de conservação é enorme e o DER tem que retomar o quanto antes esses serviços.

Na reunião, o secretário de Obras apresentou um relatório fotográfico mostrando as condições da pista. A Posse recebeu ações de manutenção viária feita pela prefeitura em maio e em junho, mas é necessário ampliar esse serviço e fazer, inclusive, o recapeamento total da via. No ano passado, a prefeitura chegou a executar o trabalho de manutenção viária na Serra Velha em parceria com o DER.

O que o município cobra é que os serviços que são extremamente necessários para os petropolitanos sejam efetivamente executados nas estradas estaduais que passam pelo município, em especial a Silveira da Motta e a Serra Velha, mas também nas outras. Engloba primeiramente de manutenção viária, mas também do recapeamento das pistas, melhorias de drenagem e sinalização.

Comemoração contou com Missa e bolo

Os 48 anos da Escola São Cristóvão foram comemorados com festa nessa quarta-feira (31.07). A unidade, que atende 286 alunos matriculados do 5º período da educação infantil até o 5 º ano do ensino fundamental, passou por reforma no início do ano: novos refeitório e cozinha foram criados, duas salas foram adaptadas para atendimento dos alunos menores e um espaço para leitura foi montado. A comemoração contou ainda com Missa de Ação de Graças, celebrada na Igreja de São Cristóvão, parabéns e bolo para alunos, pais e integrantes da comunidade.

Essa é uma das escolas que receberam melhorias no início desse ano. A prefeitura continua com esse planejamento de proporcionar conforto e qualidade para os alunos da rede municipal. Nos últimos anos, mais de 80 unidades receberam melhorias e o município continuará promovendo reformas nas escolas e Centros de Educação Infantil que atendem mais de 40 mil alunos na rede municipal de Educação.

Além de nova cozinha e refeitório e de duas salas que foram montadas em espaços disponibilizados pela Igreja, a reforma também contou com a reorganização da escola: direção e secretaria mudaram de lugar e um local para armazenamento do gás de cozinha foi construído. Telas de proteção foram colocadas nas escadas que levam para os 2º e 3º andares do prédio e, também graças a paróquia, um pátio para recreação foi disponibilizado para os alunos.

A prefeitura acompanhou de perto as revitalizações nessa escola, que melhoraram e muito o conforto dos alunos e servidores. O compromisso do governo é dar continuidade nos ajustes que são necessários na rede. A prefeitura já caminhou muito, mas a rede é grande e ficou muitos anos sem manutenção, por isso, o município continuará com esse planejamento.

Na ocasião, a defensora pública, Marília Pimenta, agradeceu o empenho do governo. “Graças ao projeto Defensoria vai à Escola estamos visitando os espaços e acompanhando o trabalho que vem sendo realizado na rede municipal de Educação. Apontamos ajustes necessários nessa escola e o poder público realizou um bom trabalho e agradeço em nome dos alunos e funcionários”.

Ainda para marcar os 48 anos da escola, além da missa, que foi celebrada pelo pároco José Celestino Coelho, uma exposição de fotos dos alunos, professores e diretores que já passaram pela unidade, além de depoimentos foi montada nos corredores da escola.

“Eu sou ex-aluna da escola e meus quatro filhos estudam aqui atualmente. É uma alegria imensa ver o quanto a escola está linda, mais arejada e confortável para os alunos. Agradeço a prefeitura e parabenizo a equipe da escola que é maravilhosa”, contou Monique Mendonça.

A diretora da Escola São Cristóvão, Érica de Souza Valente, também agradeceu o apoio do poder público. “Rapidamente a Secretaria de Educação nos deu apoio, nos escutou e estamos hoje comemorando esse novo espaço, que está lindo. As crianças estão muito animadas e isso não tem preço”.

Uma economia de 10% sobre todos os contratos e convênios firmados pelo município. Esta é a estimativa da prefeitura com a reestruturação implementada na Secretaria de Administração, que passa a ter, em um único espaço, os departamentos de compras e licitações da Secretaria de Saúde e o Departamento de Licitações, Compras e Contratos Administrativos da prefeitura, além dos setores responsáveis por registros de preço. Por ano, o município formaliza cerca de 400 contratos e convênios e uma média de 288 atas de registro de preços - em ambos casos, considerando a soma de números da prefeitura e da Secretaria de Saúde, que foram unificados recentemente. Para dar mais agilidade aos trâmites, a Secretaria de Administração também passa a contar com Procuradoria e Controladoria próprias.

São departamentos muito importantes para o município, o coração da prefeitura. A agilidade de funcionamento e a experiência de trabalho destes servidores que lidam com compras e licitações, reflete diretamente nos serviços que a prefeitura presta à população. Significa, por exemplo, que não vai faltar o remédio no posto, que a merenda dos alunos será de qualidade, que toda prefeitura funcione. Por isso é fundamental que esta estrutura seja como uma engrenagem.

A reorganização física do espaço, que passou a funcionar com diferentes setores e departamentos integrados em uma única sala, foi o primeiro passo. O setor terá novos equipamentos e a informatização, com sistemas que irão agilizar os trabalhos. Importante destacar também que dentro do processo de reestruturação, a prioridade foi a de valorizar o funcionário de carreira do município. Ao todo o novo espaço tem 32 funcionários, sendo dois deles procuradores e uma controladora, que trabalham em salas a parte.

Todos são servidores concursados que há anos atuam no serviço público do município. É um novo modelo que está sendo implementando na administração pública e que irá melhorar o fluxo de trabalho, agilizando os trâmites, o que vai resultar em economia para o município. Houve mudança em todo departamento, hoje há um balcão de atendimento, com a presença de um atendente o que permite que o cidadão que chega a secretaria, seja direcionado de forma mais rápida ao departamento que procura.

Atuando há 28 anos na administração pública, a procuradora Simone Bittencourt, destaca a importância de um departamento jurídico dentro da Secretaria. “A Procuradoria permitirá que o trâmite seja mais dinâmico. Dúvidas e intercorrências durante processos de licitação, que antes precisavam ser levadas à Procuradoria Geral do município, agora podem ser avaliadas e sanadas na hora. Editais poderão ser avaliados mais rapidamente, assim como demandas dos próprios servidores referentes a questões de RH, por exemplo”, explica.

Na mesma linha está a também servidora de carreira, Sueli Silva Alvin, que se dedica ao serviço público há 18 anos e está à frente da Controladoria da Secretaria de Administração. “É um novo modelo que dá mais eficiência e celeridade aos nossos trabalhos. Os processos de compras, por exemplo, que antes precisavam ser mandados para a Controladoria Geral, passam a verificados aqui mesmo. É um meio eficaz de trabalho que nos permitirá atingir as metas de economia e legalidade”, destaca.

Diretora do Departamento de Licitações, Compras e Contratos Administrativos, a também servidora concursada, Fátima Regina das Graças Lamas, que trabalha na prefeitura desde 1995, destaca a importância de uma equipe composta apenas por funcionários concursados. “Um departamento montado apenas com servidores de carreira, melhora o andamento dos trabalhos por conta da experiência de cada um e incentiva os servidores, que se sentem valorizados”, diz.  

Academias da Saúde desenvolvem ações que visam o cuidado da saúde e integração dos usuários

É com uma tarde dançante que a Secretaria de Saúde implanta o Programa do Envelhecimento Ativo, desenvolvido no município pelas Academias da Saúde. No próximo domingo (04.08) será realizado o primeiro baile para a terceira idade, na Igreja São João Batista, na Rua 6, no Castelo São Manoel, das 17h às 22h. Este evento marca ainda as comemorações do Dia Nacional da Saúde, comemorado no dia 5 de agosto.

O baile é voltado a todos os usuários da Academia da Saúde do bairro, mas a participação é aberta ao público. Com essa iniciativa, o município lança o programa seguindo as orientações da Organização Mundial da Saúde, que sugere a aplicação de medidas voltadas para a melhoria da qualidade de vida da população na terceira idade. O programa estabelece o desenvolvimento de ações que foquem a saúde associada à atividade esportiva, ao entretenimento e à socialização.

A proposta é oferecer um cuidado de forma mais ativa. Proporcionar aos usuários da terceira idade oportunidades de cuidados que ultrapassam os consultórios médicos. Para isso, o programa tem as Academias da Saúde como base para o desenvolvimento de atividades que seguem os pilares da política do envelhecimento ativo: participação, saúde e segurança. O objetivo é oferecer outras formas de cuidado da saúde do idoso. As Academias da Saúde já vêm atuando nesse sentido.

Esse será o primeiro baile organizado pela Academia da Saúde. Outros serão realizados nas regiões das demais unidades que funcionam no Cremerie, Itaipava e Vale do Carangola. Os bailes serão mais uma das ações desenvolvidas pelas Academias. Na rotina de funcionamento, os usuários já contam com aulas de biopilates, alongamento, yoga, meditação, hidroginástica, terapias alternativas como acupuntura, shiasu, fitoterapia, entre outros. “O programa desenvolve algumas atividades extras, importante para essa população de mais idade, vulnerável à solidão e ao isolamento social, fatores diretamente ligados ao declínio da saúde física e mental”, destaca a coordenadora das Academias da Saúde, Márcia Verônica Ferreira.

Além dos bailes dançantes, o programa ainda estabelece ações interativas para o Dia do Idoso, comemorado no dia 1º de Outubro e para o Dia dos Direitos Humanos, no dia 10 de Dezembro. Para essas ocasiões as Academias da Saúde estarão com serviços de promoção, prevenção e redução de cargas de deficiências, doenças crônicas, desenvolvendo atividades que estimulem a autonomia e integração social.

A Secretaria de Saúde já recebeu gestores dos municípios de Cordeiro, Macaé, Cabo Frio e Casemiro de Abreu interessados pelo modelo de controle dos atendimentos da rede pública

O sistema de Regulação Hospitalar da Secretaria de Saúde foi apresentado nesta quarta-feira (31.07) para o secretário da mesma pasta, atuante no município de Casemiro de Abreu. O serviço implantado em Petrópolis para o controle, autorização e encaminhamento de consultas, exames, cirurgias e internações tem servido de exemplo para a gestão de outros municípios. O modelo adotado e habilitado pelo Ministério da Saúde já foi visto de perto por representantes do poder público de Cordeiro, Macaé e Cabo Frio, este último, está em fase de implantação de sistema com base no que vem funcionando na cidade.

A central de regulação do município foi reestruturada na atual gestão e em dezembro de 2018 conseguiu a habilitação pelo Ministério da Saúde. Desde janeiro o municio foi beneficiado com o repasse de recursos para a manutenção do serviço. O município recebe uma verba de R$ 820.800,00 ao ano para arcar com os custos do sistema que organiza o atendimento da rede pública de saúde, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Uma verba de R$ 68.400 mensal é destinada para a manutenção de toda a estrutura que funciona na Rua D. Pedro.

Desde que foi habilitada, a central de regulação encaminhou aproximadamente de 12 mil pacientes do município para exames e consultas de especialidades; quase seis mil internações; e cerca de três mil cirurgias. Hoje o município conta com um sistema que contribui em muito para o encaminhamento dos pacientes para as unidades de atendimento especializado. A estrutura garante mais organização e agilidade nos atendimentos da rede pública. Parte dos procedimentos encaminhados pela central de regulação são resultados das consultas realizadas nas unidades de saúde, da rede de atenção básica, que são a porta de entrada para os atendimentos.

“Gostei muito do modelo adotado na cidade e vamos nos basear nessa estrutura para organizar o serviço de saúde de Casemiro de Abreu”, destacou o secretário de Saúde de Casemiro de Abreu, Ibison Carvalho Dames Júnior, que veio a Petrópolis acompanhado da coordenadora de controle, avaliação e regulação do município, Márcia Costa. Assim como feito com outros municípios, além de abrir as portas para apresentar o modelo implantado em Petrópolis, a Secretaria de Saúde se disponibilizou a treinar os profissionais que atuarão com o sistema.

O sistema, estruturado na cidade em 2014, organiza o acesso aos serviços oferecidos pela rede pública de saúde.  A partir dele, os pacientes são direcionados para as consultas de especialidades médicas, exames e internações hospitalares respeitando a ordem de encaminhamento e os critérios de classificação de risco.

Por meio da central de Regulação Hospitalar é respeitado o princípio para o atendimento médico estabelecido pelo SUS, que prevê universalidade, integralidade e equidade. O sistema garante que a fila de espera seja ordenada de acordo com a necessidade de cada paciente. Os pacientes são direcionados para consultas e exames na rede própria, contratada ou conveniada e organiza as internações nas unidades hospitalares disponíveis no município.

O repasse da verba pelo Ministério da Saúde foi possível a partir da reestruturação do serviço. Para ser habilitada, a implantação da central teve que seguir critérios técnicos e de infraestrutura. O custeio do Ministério da Saúde cobre os gastos com a manutenção do sistema, dos recursos humanos e da estrutura. O repasse dessa verba do Ministério da Saúde representa uma economia para o município e garante a manutenção desse sistema que organiza o acesso da população aos serviços da rede pública de saúde.

Mantendo o compromisso de manter em dia o pagamento dos servidores do município, a prefeitura depositou nesta quarta-feira (31.07) os vencimentos do mês de julho, além de valores referentes à antecipação de 25% do 13º salário à servidores ativos, aposentados e pensionistas. Também receberam funcionários da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans) e Companhia Municipal de Desenvolvimento de Petrópolis (Comdep). Os vencimentos depositados já contemplam o reajuste de 4,3% nos salários.

Com isso, a prefeitura cumpre mais uma vez o compromisso de manter em dia o pagamento aos servidores. A prefeitura tem trabalhado muito para resgatar direitos dos servidores. A antecipação do 13º, por exemplo, vem somar a outras ações da atual gestão em prol dos servidores, como a liberação de licenças prêmio, quinquênios, regularização de férias, enquadramentos por formação e por tempo de serviço para funcionários da Saúde e Educação, além de aposentadorias e adequação da previdência e abono por permanência.

Além das ações já concretizadas em prol dos servidores, outras já estão em andamento, como a criação do PCCS da Comdep, a promoção automática da Guarda Civil e o pagamento de triênios, além da liberação do FGTS de servidores que está retido na Caixa desde 1986. O município também atua para avançar na criação de um grupo de trabalho para dar andamento aos triênios e de um grupo de estudos para avaliar os impactos do RETH para servidores da Educação.

Desde o início da atual gestão O município já quitou R$ 77,8 milhões, de um total de R$ 119 milhões em dívidas trabalhistas acumuladas em gestões passadas. Outros R$ 63,6 milhões foram gastos com a concessão de benefícios como incorporações de abono para a Guarda Civil, regularização de férias, enquadramentos do PCCS da Educação, progressão funcional aos servidores da Saúde, aposentadorias e adequação da previdência dos servidores, entre outros benefícios.

O reajuste solicitado pelas empresas de ônibus, de 8,3%, que elevaria o valor da tarifa atual de R$ 4,20 para R$ 4,55 foi rejeitado pela prefeitura. Análise feita pela equipe técnica da CPTrans demonstrou que o percentual máximo para reajuste é de 4,9%, ou seja, R$ 4,40 – R$ 0,15 a menos do que solicitado pelas prestadoras. A apresentação da planilha que chegou a esse resultado foi apresentada nesta terça-feira (30.07) aos conselheiros do Comutran.

O processo de solicitação de reajuste da tarifa passou pelos trâmites burocráticos. No último dia 19, o Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários de Petrópolis (Setranspetro) apresentou sua planilha de custo ao Conselho Municipal de Trânsito e Transporte (Comutran). Após 10 dias, em reunião extraordinária nesta terça, os conselheiros foram ouvidos. Vale lembrar que o conselho é consultivo, portanto, não há votação ou deliberação sobre o assunto.

A CPTrans tem cobrado a melhoria no serviço de transporte público desde o ano passado, quando conseguiu a renovação de 32 veículos para a frota. Este ano, a Turb já fez a aquisição de 10 novos veículos, então, o município tem caminhado para ter um serviço melhor. Ao mesmo tempo, há grande esforço da companhia para melhoria no trânsito para garantir mais agilidade nas viagens. No entanto, as equipes da CPTrans analisaram as planilhas apresentadas pelo Setranspetro e chegou a um resultado diferente do deles.

A análise da CPTrans para estabelecer o custo da tarifa é feita com base na planilha Geipot da Empresa Brasileira de Planejamento de Transportes, consolidada e aplicada pelos municípios brasileiros. Na composição da tarifa, o peso maior é o do salário dos rodoviários, que significa que mais de 50% do preço da passagem. Também entram combustíveis, material de rodagem, peças e acessórios, além de custos fixos como seguros, depreciação da frota e IPVA, por exemplo. Os técnicos analisaram que os custos praticamente permaneceram estagnados, mas que a queda de demanda foi a principal responsável pela diferença na tarifa.

Nos encontros realizados no Comutran foi destacada a necessidade de um reajuste para que não haja o colapso no sistema de transporte público, no entanto, foram destacadas a importância de medidas que deverão ser aplicadas para a redução do custo da operação e consequente diminuição de reajuste futuro, como a otimização, por exemplo.

A Guarda Civil entregou nesta quarta-feira (31.07) cerca de 80 kg de alimentos para duas instituições assistências: a ONG Sal Para Terra, que atende crianças e adolescentes em vulnerabilidade social no Retiro, e a Comunidade Terapêutica Mateus 25:35, que oferece tratamento contra o vício em drogas na Fazenda Inglesa. Também foi feita doação para duas famílias carentes de amigos de agentes. Entre os itens doados estão arroz, feijão, açúcar, farinha, leite, entre outros. Os alimentos foram arrecadados durante as comemorações do aniversário de 95 anos da corporação, completados neste mês.

O Grupamento de Proteção Ambiental da Guarda Civil conduziu três homens para 105ª DP, no Retiro, ao serem flagrados com cigarros de maconha no Parque Ipiranga na última terça-feira (30.07). Eles foram abordados pelos agentes e alegaram serem usuários de drogas. Na delegacia, eles prestaram depoimentos e foram liberados em seguida. A corporação tem atuado para coibir o tráfico de drogas em Petrópolis e tem realizado ações em diferentes pontos do Centro. Só neste de julho, com auxílio dos cães de detecção, um homem foi preso por tráfico e cinco foram levados para a delegacia como usuários.

Link está disponível no site da PMP

Os representantes das entidades interessados em ocupar uma cadeira no Conselho Municipal de Educação – COMED – devem ficar atentos: o prazo de inscrição para eleição termina nessa quinta-feira (1º.08) no link: www.petropolis.rj.gov.br/eleicoescomed

A entrega dos documentos dos inscritos também só poderá ser feita até amanhã, na Casa dos Conselho Augusto Ângelo Zanatta, das 9h às 18h – Avenida Koeler, nº 260. A eleição vai ocorrer no dia 13 de agosto, na Casa dos Conselhos, às 14h. A posse dos conselheiros será após o término da assembleia. Entre os dias 2 e 6 de agosto será publicada no site da prefeitura a listagem dos habilitados a participarem da eleição.

Serão eleitos 40 membros – 20 titulares e 20 suplentes. A eleição dos representantes para a nova composição do COMED será feita pelo voto direto e aberto, pelos pares das entidades. O edital está disponível no link da prefeitura. Todos os candidatos deverão apresentar documentação que comprove a legitimidade de sua representação, emitida pela instituição pela qual foram indicados.

A exposição “O que me vem à cabeça quando penso em Petrópolis”, que está em cartaz na galeria Van Dijk e no Espaço Alternativo, do Centro de Cultura Raul de Leoni, foi prorrogada até o dia 31 de agosto. A mostra conta com trabalhos dos alunos das oficinas do curso de pintura Processos Criativos, no Sesc Quitandinha, e têm a Cidade Imperial como tema central. A entrada é gratuita.

O Centro de Cultura está recheado de atividades e as exposições estão entre elas. E essa é mais uma oportunidade para quem não conseguiu conferir essa exposição tão especial, que mostra com tanta criatividade a cidade, visitá-la. O Centro de Cultura está de portas abertas para receber todos os amantes das artes.

 As obras em exposição foram produzidas pelos artistas: Bia Penna, Cal Guimarães, Cristina Lima, Débora Castilho, Isabela Bentes, Lu Santana, Paulo Campinho, Regina Kronemberger, Rose Lima, Shirley Kling e Vera Matheus.

As oficinas do curso aconteceram entre o final de 2018 e o início de 2019, ministrados pelo animador cultural do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE) e artista plástico, Paulo Campinho. Para a execução dos painéis foi sugerida a ideia-motivo Petrópolis, na sua forma mais abrangente possível. À medida em que as ideias foram surgindo elas eram avaliadas e discutidas suas possibilidades expressivas. Ao final, painéis foram criados e estão sendo apresentados na mostra.

O Centro de Cultura Raul de Leoni fica na Praça Visconde de Mauá, 305, e a visitação é de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h, e sábado das 13h às 17h.

Às vésperas do Bunka-Sai, a festa que homenageia a cultura japonesa em Petrópolis (de 08 a 11 de agosto, no Palácio de Cristal), o Parque Municipal, em Itaipava, recebeu a doação de 52 mudas de cerejeiras – árvore símbolo da Terra do Sol Nascente. As novas árvores chegam para completar as 110 mudas que foram plantadas em Petrópolis no ano passado em comemoração aos 110 anos da imigração japonesa no Brasil.

As 52 mudas foram doadas pela Associação de Campismo do Rio de Janeiro, Grupo Amigos do Rio, que já tem a tradição de promover seus encontros anuais no parque. Este ano, o 6º Encontro Nacional de Motorhomes acontece de 14 a 20 de outubro, em comemoração aos 13 anos de fundação do grupo.

“Nós somos um grupo de campismo, a grande maioria de idosos, com média de idade de 60 anos. Nós acampamos sempre ao ar livre, amamos a natureza. E ficamos sabendo sobre o plantio das mudas de cerejeiras no parque e resolvemos fazer essa doação. Porque nada melhor do que a natureza ser preservada com árvores tão lindas quanto as cerejeiras. E o clima aqui realmente pede”, frisa o presidente do grupo, Vicente Alparone.

Nesta quarta-feira (31.07), o presidente da Associação Nikkei de Petrópolis, Kiyoshi Ami, conheceu os locais onde as mudas serão plantadas. Parte será colocada em alguns espaços onde mudas do ano passado não se desenvolveram e outras espalhadas pelo parque.

“As cerejeiras são muito comuns no Japão. Lá, as estações são muito bem definidas, então quando começa a primavera elas florescem todas juntas. É no início de abril que isso acontece. E é muito importante porque também simboliza a renovação, uma vida nova que começa junto com o florescer das cerejeiras”, destaca Ami. “É o período que os estudantes voltam pra escola, as pessoas começam um novo emprego, um novo ciclo. É muito bonito”, completa Michiko Ami, que também faz parte da associação.

No ano passado, as 110 mudas foram doadas pela “Comissão dos 110 anos da Imigração Japonesa no Brasil”. A cerimônia de entrega contou até com a presença do cônsul geral do Japão no Rio de Janeiro, Yoshitaka Hoshino. O Parque Municipal, em Itaipava, recebeu 100 das 110 mudas. As outras 10 foram para o Centro Histórico.

A escolha do município para receber as árvores não foi por acaso. Petrópolis é a cidade que tem a relação mais antiga com o Japão, já que em 1897 foi instalada aqui a primeira delegação do Japão (representação diplomática), comprovando que os dois países mantiveram contato onze anos antes da chegada dos primeiros imigrantes japoneses no Brasil. Na ocasião também foi descerrada a placa que marca o plantio comemorativo dos 110 anos da imigração japonesa no Brasil.

Parcerias como essas só agregam ao município. O Parque Municipal é o maior equipamento da prefeitura nos distritos e é muito importante que esteja sempre em movimento, sempre recebendo essa atenção especial. As cerejeiras, tanto as doadas pelos japoneses, quanto as doadas pela Associação de Campismo, vão embelezar ainda mais o Circuito das Cerejeiras, que encanta turistas e petropolitanos.

Secretaria de Obras, Coordenadoria de Planejamento e Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional iniciaram levantamento sobre a Praça e o Centro Cultural que ficam na região

A prefeitura e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional iniciaram um levantamento sobre a Praça e o Centro Cultural de Cascatinha, para obter informações que ajudem o município a elaborar projeto de revitalização desses equipamentos do bairro. A Secretaria de Obras e a Coordenadoria de Planejamento e Gestão Estratégica estiveram nos dois locais na terça-feira (30.07) para fazer um mapeamento da área ao lado de técnicos do Iphan.

A Praça de Cascatinha recebe manutenção constante, por parte da Comdep, que cuida do chafariz, da jardinagem, dos equipamentos, mas ela não recebe intervenções de grande porte há muito tempo, pelo menos 15 anos. Então a prefeitura está iniciando o processo de estudos e o começo de tudo é ver a realidade dessa área no próprio local, para ter as informações precisas para elaborar um projeto completo.

A área do Conjunto Fabril de Cascatinha é tombada pelo Iphan e, por isso, o órgão é parceiro nesse processo, que está no início. A intenção é que as informações levantadas nessa primeira vistoria realizada no local ajudem o município a elaborar um projeto para valorizar ainda mais a região.

Esse é o primeiro passo. A equipe da prefeitura esteve no local para ver detalhes da infraestrutura da Praça e também fez uma vistoria externa do Centro Cultural, para ver o que é possível fazer para revitalizar, valorizar e proteger ainda mais esses espaços. Por isso que esse contato mais próximo do Iphan é muito importante, a prefeitura tem procurado aumentar a interação com eles e isso é muito importante para o município poder avançar.

Um dos pontos observados na Praça de Cascatinha é a questão do piso, que é todo pavimentado com asfalto. A Secretaria de Obras vai levantar a quantidade de material que será necessário utilizar no projeto de revitalização da área. O projeto também irá englobar melhorias de drenagem, soluções de acessibilidade (como por exemplo, a instalação de piso tátil para orientar pessoas com deficiência visual), além de outros cuidados com o mobiliário que compõe o cenário do local. Já o coreto será reformado à parte – apenas o projeto será elaborado pelo município.

No Centro Cultural de Cascatinha, que abriga exposições, a vistoria constatou a necessidade de pequenas intervenções para solucionar umidade em paredes externas e pintura.

Esse projeto não vai se preocupar apenas com intervenções físicas, mas também em envolver a população local com a questão da conservação do bairro como patrimônio histórico da cidade. Município e Iphan vão criar uma cartilha com orientações para os moradores sobre o que significa o tombamento da área e como cuidar dos imóveis que ficam no entorno da área preservada.

A 3ª Semana Municipal da Juventude está com data marcada para o dia 12 de agosto, quando se comemora o Dia Internacional da Juventude. A abertura do evento acontece na Casa dos Conselhos, com a palestra "A importância da Participação Social e Política dos Jovens", ministrada pelo Cientista Político e Presidente da Fundação Ulysses Guimarães (FUG-RJ), Amaury Cardoso. Durante toda a semana, os jovens participarão gratuitamente de rodas de conversas, debates, oficinas, exposição entre outras atividades. O evento visa promover atividades culturais, educacionais e de saúde, fortalecendo as políticas públicas no município.

A Semana irá oferecer atividades dentro de duas escolas da rede municipal de ensino, com a ação caravana “Bullying Tô Fora”, ministrada por psicólogos, psicanalistas e especialistas da causa. Os alunos poderão debater sobre as questões envolvendo depressão, suicídio, bullying entre outros. A primeira roda de conversa acontece na terça-feira (13.08), durante todo do dia, no Colégio Estadual Princesa Isabel. Já na quarta-feira (14.08), é a vez do Colégio Estadual Rui Barbosa nos dois turnos, manhã e tarde.

A terceira Semana da Juventude é um compromisso da prefeitura, promovendo reflexões sobre assuntos importantes para os jovens da cidade, como o bullying que infelizmente está tão presente na vida dessa geração.

O evento também oferece dois dias de Oficinas de Desenhos, na terça-feira (13.08) e quinta-feira (15.08), das 10h às 12h no Centro de Cultura Raul de Leoni, com o professor Luique. Não precisa fazer inscrição.

Esta programação foi feita junto com a sociedade civil, atendendo a expectativa dos jovens no município. A Coordenadoria de Políticas Públicas da Juventude trabalha em conjunto para que seja uma semana produtiva de muito conhecimento e que possa alcançar a cada ano um número maior de jovens. É necessária a participação do jovem para as políticas públicas.

Encerrando a programação, na sexta-feira (16.08), às 9h, os alunos do Colégio Estadual Princesa Isabel e do Projeto Social Evolução Judô e Jiu Jitsu, farão uma visita ao Projeto Água, em Anápolis, onde participarão de palestras educativas sobre o meio ambiente, preservação, pesquisa e sustentabilidade.

Semana Municipal da Juventude incentiva a arte

Durante toda a semana, de 12 a 16 de agosto, 50 jovens entre 15 a 29 anos, poderão participar de uma “Exposição de Artes”, no Centro de Cultura Raul de Leoni, com o tema “Petrópolis sob o olhar dos jovens”. Para participar basta fazer as inscrições do dia 05 ao 9 de agosto, na Casa dos Conselhos na Av. Koeler, 260 – Centro. Os interessados devem ter um desenho ou pintura em tela de autoria própria sobre assunto da exposição, além dos documentos de identidade e CPF.

Tema foi tratado pelo profissional de educação física e vereador Hingo Hammes

Município oferece atividades esportivas gratuitas a 2,5 mil pessoas em 17 bairros

Envelhecer com saúde. Foi sobre esse tema que o profissional de Educação Física e vereador, Hingo Hammes, foi conversar com mais de 50 idosos e aposentados do Inpas no encontro mensal do programa Café com Sabedoria, realizado nesta quarta-feira (31.07). Se a atividade física é fundamental para uma vida saudável nas crianças e adultos, quando chegada a terceira idade ela é indispensável. No encontro, realizado no auditório do Inpas, que fica na Rua Alencar Lima, 35 – Centro, os aposentados e pensionistas do instituto puderam tirar dúvidas sobre atividades físicas e programas oferecidos pela prefeitura, de maneira gratuita.

“Quanto mais ativo o idoso for, de maneira saudável ele vai envelhecer”, destaca Hingo. Não é à toa que a prefeitura realiza hoje diversos eventos esportivos por toda cidade. Só no Agita Petrópolis, são 2,5 mil pessoas de 17 bairros beneficiadas mensalmente com ginástica e dança para adultos. Há, ainda, as Academias de Saúde no Castelo São Manoel, Itaipava, Cremerie e Vale do Carangola, oferecendo atividades como biopilates, alongamento, yoga, meditação, hidroginástica, terapias alternativas como acupuntura, shiasu, fitoterapia, entre outros – tudo gratuito.

A prefeitura sempre trabalhou com a premissa de que esporte e saúde estão estritamente alinhados. Por isso, está investindo nessa área e busca ampliar as atividades que possam contemplar cada vez mais pessoas. A recuperação das Academias Ao Ar Livre, com um professor de educação física dando suporte para os moradores, também é um dos projetos para ser executado a curto prazo. A prefeitura também conseguiu garantir em Brasília a liberação integração de recursos para o PST (Programa Segundo Tempo), que vai atender até 400 jovens no Caxambu, Moinho Preto, Bingen e Valparaíso.

Resistência, força e flexibilidade são considerados por Hingo como o tripé da autonomia. Segundo ele, exercícios que podem ser feitos em casa podem ajudar no dia a dia. “Quanto mais o idoso se movimentar, melhor. Então levantar da cadeira sem apoiar, esticar o braço para pegar um objeto no alto, caminhar para mudar o canal de TV, são atividades que podemos fazer diariamente que contribuirão para a manutenção da saúde dos idosos e, claro, para o envelhecimento de maneira geral”, destaca.

Quem foi à palestra em busca de informação sobre quais atividades poderia incluir saiu satisfeito. Este é o caso da aposentada Lygia Maria Hannickel Wayand, de 65 anos, há sete aposentada. Ela conta que já faz exercícios de pilates rotineiramente para evitar dores na coluna, mas que tem vontade de fazer mais atividades físicas. “Com a palestra consigo tirar dúvidas, esclarecer algumas questões que tinham antes e isso é muito positivo. Para mim, que mantenho uma rotina ativa, participar das palestras é sempre esclarecedor, por isso que todo fim de mês marco presença”, contou.

A busca por temas como o desta quarta-feira, leva em conta, principalmente, os pedidos dos aposentados e dos pensionistas. São sugestões de assuntos, o qual o Inpas busca parceiros que esclareçam os temas e assim oportunizem essas pessoas que durante anos trabalharam em prol do município, que tenham acesso à informação de qualidade, com pessoas capacitadas. A data também é marcada por um café da manhã oferecido aos participantes da palestra.

Após recolher cerca de 300Kg de lixo eletrônico em Corrêas, a Secretaria do Meio Ambiente volta ao bairro nesta quinta-feira (01.08), das 9h às 17h, para dar continuidade à campanha que acontece em parceria com a Recicla Ambiental – empresa de reciclagem que vai receber o material – além da Comdep e da Secretaria de Desenvolvimento Econômico. No ponto de coleta, as pessoas podem deixar diversos equipamentos eletrônicos, como celulares, computadores, câmeras digitais, notebooks e tablets, que estejam obsoletos ou com algum defeito e que não sejam mais utilizados. A ação tem o objetivo de conscientizar a sociedade sobre a importância da preservação ambiental e o quanto esse material, caso seja descartado de forma incorreta pode prejudicar a natureza. A Campanha faz parte do projeto Inteligência Ambiental (IA) do setor de educação ambiental.

Notícias por data

« Julho 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31        

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo