O prefeito vistoriou nesta quinta-feira (25.07) as obras do Minha Casa Minha Vida no Vicenzo Rivetti. Em reta final de construção, o conjunto habitacional está recebendo serviços, como por exemplo, a construção de muros de proteção em torno dos condomínios que abrigam 776 apartamentos. O maior empreendimento habitacional da história de Petrópolis é voltado para famílias de baixa renda que ficaram desabrigadas por chuvas.

Os apartamentos estão divididos em três condomínios, sendo os dois maiores com 300 unidades e o último com 176, erguidos em 18 blocos. Os condomínios ainda vão contar com áreas de lazer infantil e salão de festas. Das 776 moradias, 3% serão destinadas para famílias que possuem pessoas com deficiência.

E a prefeitura continua para preparar a infraestrutura para os futuros 3 mil moradores.

Além da infraestrutura de entorno, a prefeitura também vai proporcionar um trabalho técnico-social junto às famílias que vão morar no Vicenzo Rivetti, que vai oferecer capacitação profissional para os beneficiários e vai contribuir também com a gestão e conservação dos condomínios.

O deputado federal Vinicius Farah também acompanhou a vistoria e pode conhecer uma das unidades do conjunto habitacional. Os apartamentos possuem 49 m² e contam com dois quartos, sala, cozinha/área de serviço e banheiro.

“Impressionante o tamanho e a qualidade desta obra. A estrutura do local onde está o conjunto habitacional é muito boa. Uma obra com essa qualidade mostra o respeito que o prefeito tem pelas pessoas e sobre tudo a responsabilidade dele com a construção de moradias para que as famílias possam viver com dignidade. A gente vê que, apesar do momento difícil que o país atravessa, o prefeito de Petrópolis consegue entregar serviços que a população esperou por décadas”, avalia o deputado federal Vinicius Farah, destacando a forma moderna como o município é administrado.

“Tenho o compromisso de ser parceiro da cidade, de ser um defensor dos interesses de Petrópolis em Brasília. O prefeito sabe que sou um braço da cidade na capital federal”, afirmou.

O prefeito segue acompanhando de perto as obras de ampliação do Hospital Alcides Carneiro (HAC) e de construção da nova unidade de urgência e emergência de Itaipava. Nesta quinta-feira (25.07) o primeiro ponto de parada foi o HAC, onde estão sendo investidos parte dos R$ 20 milhões destinados para obras e aquisição de equipamentos para o hospital. O prefeito foi acompanhado pelo deputado federal Vinícius Farah, que veio a Petrópolis conhecer de perto alguns investimentos na cidade, entre eles, os da Saúde.

Após ter recebido a comitiva de secretariado de Petrópolis, liderada pelo prefeito, em Brasília, na última semana, o deputado veio conhecer as obras e investimentos anunciados pelo prefeito no Distrito Federal.

No Hospital Alcides Carneiro, foram visitadas as instalações que já oferecem serviço de excelência com a estrutura atual. Com as obras, a maternidade passará a contar com 64 leitos e o hospital fortalecerá a atuação para a realização de partos humanizados. O novo Centro Obstétrico contará com quatro salas de parto (pré-parto, parto e pós-parto), além de 20 leitos de acolhimento e observação. As obras ainda garantirão a criação de mais três leitos de UTI. Atualmente a unidade realiza cerca de 260 partos por mês, nos primeiros seis meses foram 1550. Em 2018, o total foi de 3.120 partos.

As melhorias no hospital visam ampliar os serviços na unidade, que realiza cerca de 600 mil atendimentos por ano. Uma média de 50,3 mil pessoas passam pelo hospital por mês para realizar exames, consultas, cirurgias, partos e atendimentos de emergência.  Em 2019, mais de 44 mil pessoas já passaram pelo ambulatório e emergência. Em todo ano de 2018 esse número foi de 123 mil pacientes.

A gestante Eliane Rocha, de 42 anos, está no nono mês de gestação e estava no hospital para ser internada. “Estou gostando muito. Estou tendo um atendimento de qualidade”, contou. A dona de casa, Maristela Ramos, de 48 anos, mora na Posse e estava acompanhando a nora. “Ela está tendo um atendimento de excelência aqui, não tenho do que reclamar. Estamos tendo toda a assistência necessária”, destaca. A atacadista Luna Carla Kapps de Oliveira, de 32 anos, já tinha entrado em trabalho de parto e estava sendo monitorada. “Os profissionais aqui são ótimos, estão de parabéns”, contou.

"Muito bom ver todo esse trabalho de perto. Em Brasília discutimos sobre as emendas que estão no Ministério da Saúde, com recursos para a cidade. Hoje vim conhecer um pouco dos investimentos aplicados aqui. Tenho um compromisso com o prefeito, sei da responsabilidade dele à frente da prefeitura", frisou o deputado.

A previsão é de que parte das obras sejam entregues até o fim do ano e o restante no primeiro semestre de 2020. O investimento total de R$ 20,8 milhões feitos para o HAC, inclui os R$ 13 milhões que a Faculdade de Medicina está destinando como pagamento pelo uso do espaço como hospital-escola e mais R$ 7,8 milhões que a Prefeitura vai empregar para a compra de material como equipamentos de anestesia, incubadoras, monitores de leitos de UTI, mesas cirúrgicas e desfibriladores entre outros equipamentos destinados à UTI e demais áreas de atendimento da unidade. Os recursos serão contratados junto à Agência de Fomento do Estado do Rio de Janeiro – AgeRio, em uma operação de crédito.

Obras da unidade de urgência e emergência de Itaipava seguem aceleradas

As intervenções no canteiro de obras seguem em ritmo acelerado para que a inauguração ocorra ainda no segundo semestre do ano. O empreendimento vai beneficiar 90 mil pessoas, com atendimento médico 24 horas, para os moradores do 3º ao 5º distrito. A unidade de emergência vai desafogar a demanda da UPAs do Centro, Cascatinha e do Hospital Alcides Carneiro.

Na unidade, atuarão 21 médicos clínicos, 14 pediatras, 36 técnicos de enfermagem, 14 enfermeiros, 4 farmacêuticos, 2 assistentes sociais, além de direção médica, coordenação de enfermagem, profissionais de radiologia e administrativo. A unidade de urgência e emergência contará com uma sala amarela e vermelha, sala infantil, além de uma sala de medicação, nebulização e uma central de material esterilizado (CME).

Cinco empresas de peso acabam de confirmar participação na segunda edição do Feirão Limpa Nome: Santander, Itaú, Bradesco Caixa e, pela primeira vez, Banco do Brasil, marcarão presença no evento oferecendo oportunidades de negociação de dívidas com descontos de até 90%. As instituições financeiras foi a categoria que mais negociou débitos na primeira edição do evento, sendo responsável por 36,7% dos acordos firmados. O Feirão está confirmado para a última semana de agosto, entre os dias 26 e 30, das 9h às 16h. Outras empresas já estão em fase avançada de negociação para participar da ação.

Os cinco bancos se reuniram com o coordenador do órgão, para ajustar os termos de participação do feirão: além de oportunizar descontos exclusivos aos clientes, eles deverão ter pessoal capacidade para resolver a demanda dos consumidores no ato, além de equipe suficiente para atender quem for participar do feirão durante todo o período do evento. A expectativa, com dois dias a mais de Feirão, é que sejam negociados valores superiores aos R$ 944.746,02 que foram negociados na primeira edição.

A expectativa, de maneira geral, é superar o montante acordado entre janeiro e fevereiro. A iniciativa, inédita no município, diminuiu as dívidas de quase 900 pessoas que acumulavam mais R$ 2,5 milhões para, apenas, R$ 390.057,60. Em um dos casos, uma consumidora negociou uma dívida de R$ 10.571 para pagamento de uma única parcela de R$ 104,17. Em um outro caso, o montante devido era de R$ 50 mil para uma operadora de cartão de crédito, em que o cliente conseguiu que a dívida ficasse em R$ 2 mil, valor ainda parcelado.

Nesta edição, os consumidores poderão contar com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) que irá consultar se o consumidor está com o nome negativado junto ao Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e por qual empresa.  Também estão confirmadas a presença da OAB Petrópolis prestando apoio à população para tirar dúvidas e de estagiários do Núcleo de Práticas Jurídicas da UCP, também auxiliando os consumidores.

Refeitório, cozinha, sala de leitura e duas novas salas de aula. Estas são algumas melhorias que foram realizadas na Escola São Cristóvão, na Praça Pasteur. Com 300 alunos – matriculados do 5º período da educação infantil até o 5º ano do ensino fundamental – essa é uma das unidades escolares que passaram por revitalizações nesse ano e, para comemorar, uma missa será realizada na Igreja de São Cristóvão, no dia 31 de julho, às 9h.

Duas novas salas no 3º andar foram cedidas pela paróquia e um espaço para o recreio também foi cedido no 4º andar.

Obras em 81 espaços educacionais nos últimos anos

Em dois anos o poder público já realizou revitalizações em 81 espaços educacionais – entre escolas e CEIs. Com uma rede extensa – com 182 unidades escolares – a prefeitura vem atuando regularmente na manutenção destes espaços que ficaram mais de 4 anos sem reparos: Em 2017 foram realizadas melhorias em 19 espaços e em 2018, outros 32 receberam verbas para adaptações.

No 1º semestre, 30 unidades receberam melhorias que compreendem: reforma nos telhados, pintura, manutenção da rede elétrica e adaptações de banheiros e salas para educação infantil.

Além dessas reformas, o poder público está realizando uma obra de restauração completa na Escola São José do Caetitu – a unidade estava fechada desde 2016 porque o prédio estava em total abandono. A obra compreende troca de telhado, rede elétrica até parte externa como a quadra esportiva. O diferencial desta obra é adaptação do espaço – salas de aula e banheiro, com rampas de acessibilidade para cadeirantes.

Outra obra que estava paralisada desde 2016, a da EM Jandira Bordignon foi retomada. Unidade terá 12 salas de aula e acessibilidade nos três andares, além de biblioteca e quadra poliesportiva.

A primeira etapa da Operação Abafa II entregou 100 notificações preventivas aos incêndios florestais em cinco áreas de Petrópolis nesta quinta-feira (25.07). A ação contou com a participação de 45 representantes de 13 órgãos, municipais, estaduais e federais, e tem como objetivo conscientizar a população visando reduzir os casos nas regiões com maior número de ocorrências de queimadas. A iniciativa é do Ministério Público Federal (MPF) e organizada pelo 15° Grupamento de Bombeiro Militar (GBM).

Nos últimos dois anos, o número de incêndios florestais em Petrópolis caiu 28,4%. A meta dos órgãos é reduzir ainda mais os casos no município, que conta com unidades de conservação federais, estaduais e municipais, além de uma grande extensão de APA (Área de Preservação Ambiental). As notificações entregues têm cunho educativo e orientam os moradores a não usarem às queimadas como forma de limpeza de terreno.

“O trabalho de hoje é educativo, mas também deixa claro que eles terão que assumir a responsabilidade caso se utilizem dessa técnica e aconteça um incêndio florestal de grande proporção”, explicou o procurador da República, Charles Stevan da Mota Pessoa, destacando também que a operação está sendo ampliada neste ano para mais locais. “Serão, pelo menos, 10 regiões atendidas neste ano. O dobro do ano passado”, garantiu.

O trabalho preventivo foi realizado na Provisória, Caxambu, e em três localidades de Corrêas. Novas incursões em áreas críticas serão realizadas pelas equipes até o final do período de estiagem - que começou em junho e vai até o final de setembro. “Com a realização desse trabalho antecipado, caso aconteça uma queimada de grande proporção, o responsável será identificado e punido”, disse o tenente-coronel Gil Kempers, comandante do 15° GBM.

Em julho, o Corpo de Bombeiros já registrou 79 casos de fogo em vegetação na cidade, a maioria deles nos distritos.

Além da Operação Abafa II, outras medidas de prevenção para as ameaças de inverno acontecem em Petrópolis. Dentro do Plano Inverno municipal, serão realizadas a Blitz Verde e o mapeamento de áreas em conjunto com órgãos ambientais.

Para ajudar os órgãos neste trabalho, os moradores podem denunciar os casos de queimadas para a Secretaria de Meio Ambiente, através do 2233-8180 ou para o Linha Verde, programa do Disque Denúncia do Rio de Janeiro exclusivo para recebimento de informações sobre crimes ambientais, nos telefones 0300 253 1177 e (21) 2253-1177.

Participaram da primeira etapa da Operação Abafa II representantes do Corpo de Bombeiros, MPF, Polícia Militar, ICMBio, Inea, Revis Serra da Estrela, Destacamento de Controle do Espaço Aéreo do Pico do Couto, Secretaria de Meio Ambiente, Comdep, Guarda Civil, Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias, Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Parnaso) e Reserva Biológica Estadual de Araras (Rebio Araras).

Dois bares da região do Alto da Serra foram interditados por falta de alvarás em uma operação para coibir irregularidades cometidas nestes estabelecimentos. Também foram feitas cinco notificações por causa de som alto. A ação aconteceu na quarta-feira (25.07) após troca de informações entre Fiscalização de Posturas, Fiscalização Tributária, Vigilância Sanitária, Guarda Civil e Polícia Militar, a partir do recebimento de denúncias para esses órgãos. Esses estabelecimentos ficarão fechados até a regularização dos proprietários junto à Jucerja (Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro), no Centro Administrativo da prefeitura – Av. Barão do Rio Branco, 2.846 – Centro. Os bares notificados por causa de som alto foram notificados a retirar o equipamento de som de forma imediata e, em caso de descumprimento, poderão ser multados em R$ 800. A Vigilância Sanitária também notificou os bares quanto às condições de limpeza e conservação das instalações dos estabelecimentos. As ações de fiscalização nesses casos serão intensificadas por essa força-tarefa composta pelos órgãos envolvidos.

Dicas para ter um currículo bem redigido, comportamento durante uma entrevista de emprego e confiança foram um dos temas abordados durante a palestra motivacional ministrada por Luciano Pereira Rosa, nesta quinta-feira (25.07) na Casa dos Conselhos. Mais de 20 pessoas cadastradas no Balcão de Empregos da prefeitura, participaram da ação, que é uma realização do Departamento de Trabalho e Renda (Detra) da Secretaria de Desenvolvimento Econômico. O objetivo é incentivar os candidatos que estão buscando uma oportunidade no mercado de trabalho.  O Detra emite em média 400 carteiras de trabalho por mês, além de cadastrar os candidatos no Balcão de empregos, onde os mesmos são encaminhados de acordo com a demanda das empresas parceiras. O departamento está em novo endereço Rua Aureliano Coutinho, 203, no Centro – no prédio da antiga delegacia.

Dando continuidade à Jornada Educativa sobre segmento LGBT, na próxima semana será a vez dos profissionais da rede de Saúde, Educação, Assistência Social, CRAM, Petrópolis da Paz, Conselho Tutelar e OAB participarem do evento, que visa combater a violência, e que a rede tenha mais entendimento sobre os direitos e como acolher esta classe com respeito. A próxima palestra está marcada para os dias 30, com a presença da secretária de Assistência Social do Estado do Rio de Janeiro, Fabiana Bentes e no dia 31, ambos às 8h30, na Casa dos Conselhos. A Jornada é uma realização do Gabinete da Cidadania, em parceria com Centro de Cidadania LGBTI – Baixada I – Duque de Caxias, da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos do Rio de Janeiro.

As palestras serão ministradas pela equipe do Centro de Cidadania LGBTI – Baixada I, composta por profissionais como: psicólogo, advogado e assistente social. Serão abordados assuntos como diversidades, gêneros, orientação, sexualidade, respeito à identidade, registros de nomes, conquistas e direitos, casamento homoafetivo, nome social e acolhimento.

Aproximadamente 60 agentes da Guarda Civil, foram os primeiros a receber as orientações de sensibilização e começou nesta semana.

Remédios devem obedecer a planilha da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos

            O Procon notificou duas farmácias que se adequaram imediatamente ao preço máximo permitido pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos. A fiscalização foi realizada nesta quarta-feira (24.07) e verificou o preço de 12 remédios em 12 farmácias do Centro. A divergência foi encontrada na venda do Luftal, que deveria custar até R$ 24,21 e em ambos estabelecimentos que estavam com o preço divergente o valor era de R$ 24,24.

            Na fiscalização, a equipe também verificou a diferença de preço entre os estabelecimentos pesquisados. Losartana Potássica, por exemplo, tem diferença de preço de 145,08%, custando entre R$ 5,99 e R$ 14,68 – o preço máximo autorizado. Diferença grande também foi verificada na venda do Neosoro, com preços variando de R$ 3,95 a R$ 9,20 – 132,92% entre as farmácias mais em conta e as que cobravam mais cara. Com praticamente o mesmo percentual de diferença, o preço da Dipirona foi encontrado entre R$ 6,99 e R$ 16,28.

            “O mais importante, neste caso, é garantir que o cliente não seja lesado. Felizmente os flagrantes foram poucos e as farmácias se adequaram imediatamente após apontarmos as divergências e explicarmos que, em uma nova fiscalização, se o mesmo problema for encontrado, aquele estabelecimento corre risco de ser autuado e multado”, explica o coordenador do Procon Petrópolis, Bernardo Sabrá, lembrando, ainda, que a fiscalização leva em conta as leis de proteção ao consumo.

Denúncias sobre irregularidades podem ser feita na unidade do Procon que funciona na Rua Dr. Moreira da Fonseca 33, no Centro, ao lado da Câmara dos Vereadores. Os telefones para contato são o 2246-8469 / 8470/ 8471 / 8472 / 8473 / 8474 / 8475 / 8476 e 8477. Há, ainda, a unidade de Itaipava, que fica na Estrada União e Indústria 11.860, no Centro de Cidadania. Os usuários também têm como opção o WhatsApp Denúncia pelo 92257-5837 e o site www.petropolis.rj.gov.br/procon e o serviço de mensagens da página Procon Petrópolis no Facebook.

A disputa solidária entre as escolas para a campanha de doação de sangue dos Jogos Estudantis Unificados de Petrópolis (Jeups) continua na segunda fase da competição. A instituição de ensino que levar a maior quantidade de pessoas para a ação ganha pontuação equivalente a uma modalidade esportiva. Até o momento, cinco colégios participaram da campanha e as doações serão aceitas para o Jeups até o dia 30 de setembro.

O Colégio São Tomás de Aquino, por exemplo, organizou um dia D para as doações e 11 pessoas contribuíram com a campanha. Atual tricampeão geral do Jeups, o colégio também quer garantir os pontos da ação solidária. "É uma iniciativa importante, que agrega valor para os nossos jovens. A doação de sangue é um ato voluntário que pode ajuda a salvar muitas vidas”, disse Henrique Zanatta, diretor da instituição.

O objetivo da campanha é abastecer os estoques do banco, que estão abaixo da média esperada. As reservas dos sangues O+, O -, B - e A - estão em níveis mais críticos. O Banco de Sangue atende as duas UPAs da cidade, o CTO, o Hospital Unimed e o próprio Hospital Santa Teresa, que é referência em atendimento de feridos de acidentes de trânsito.

Segundo Vinicius Paulo Neves Pereira, captador de doações, o banco recebe em média 50 doadores por dia e o ideal seriam 70 pessoas voluntárias. “Como as escolas podem conseguir pontos com a doação, a gente acredita que a campanha vai aumentar o número de doações diárias durante a segunda fase, já que é o momento decisivo do Jeups", disse.

Na primeira fase do Jeups, foram realizadas 302 partidas de quatro modalidades esportivas em 190 horas de atividades. São 50 escolas inscritas e cerca de 3 mil alunos participando da competição, números que transformam a edição deste ano como a maior de toda a história dos jogos. Em 2016, apenas 19 instituições de ensino participaram. Em 2017 foram 41 e no ano passado 44.

Ao todo são nove modalidades em disputa nos jogos, sendo cinco coletivas: futebol de campo, futsal, basquete, handebol e vôlei; e quatro individuais: tênis de mesa, xadrez, judô e atletismo. São oito equipes classificadas em cada categoria dos esportes em quadra para a fase final dos Jeups, que começa em agosto. Somente no futsal, na categoria sub-18 masculina, serão 12 times na segunda fase. A tabela com toda a programação das modalidades pode ser encontrada no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Alvará Online - BANNER

Notícias por data

« Julho 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31        

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo