Projeto de lei está sendo enviado para votação da Câmara de Vereadores e vai permitir captação de recursos voltados para equipar a Guarda Civil

Prefeitura também decretou a criação de uma comissão independente para avaliar o trabalho prestado pelos agentes

A prefeitura anunciou nesta quinta-feira (06.06) que está enviando para a Câmara de Vereadores a proposta de lei que cria o Fundo Municipal de Segurança Pública. Este fundo permitirá que o município faça a captação direta de recursos junto ao governo federal por meio do SUSP (Sistema Único de Segurança Pública) para a aquisição de equipamentos, capacitação e desenvolvimento de projetos da Guarda Civil.

O anúncio foi feito durante um café da manhã com os agentes na sede da Guarda, evento que faz parte da programação de comemoração do aniversário da corporação – que completa 95 anos dia 12 de julho. No evento, o prefeito também assinou o decreto que criou uma comissão independente que será responsável por avaliar o trabalho prestado pelos agentes.

A criação desse Fundo é mais uma forma de fortalecimento e vai dar independência para Guarda. Se eu um dia ela não for mais valorizada como é agora, a própria Guarda terá como se fortalecer.

O Fundo Municipal de Segurança Pública será o mecanismo para que o município consiga captar recursos do SUSP, que teve verbas de aproximadamente R$ 800 milhões só no ano passado. Será possível apresentar projetos para aquisição de uniformes, viaturas, equipamentos de proteção individual (como capacetes para os agentes que se deslocam de moto), de comunicação (como rádios), entre outros tipos.

A Guarda possui projetos, por exemplo, para reestruturação do Parque Natural Padre Quinha (cuidado pelo Grupamento Ambiental da GC) e criação do Sistema de Guarda Comunitária Móvel, que pretende apresentar ao governo federal e poder desenvolvê-los.

Os recursos que vierem pelo SUSP (e por outros meios) vão direto para esse fundo para aplicação em segurança pública e será acompanhado tanto pelo município quanto pelo Conselho Municipal de Segurança Pública.

“Hoje a Guarda assume um compromisso e uma responsabilidade muito grande com a cidade, porque esse fundo vai permitir que a Guarda possa melhorar ainda mais o serviço que é feito por cada agente, através da aquisição de equipamentos e da capacitação da corporação”, afirmou o comandante da Guarda, Jeferson Calomeni.

A Guarda vem avançando nos últimos dois anos, com viaturas, novos uniformes, setores funcionando de forma muito importante para a cidade, como a Ronda Escolar, o canil, o grupamento de trânsito e tantos outros. A corporação só pode agradecer pelo apoio que tem sido dado e tem a certeza de que a Guarda continuará a ser fortalecida com o Fundo Municipal de Segurança Pública.

Outra medida decretada nesta quinta foi a criação de uma comissão que irá avaliar, de forma permanente e independente, o trabalho prestado pelos agentes. Essa comissão vai verificar o comportamento dos guardas e adotar as providências cabíveis em caso de má conduta. O decreto atende regimento interno da Guarda, que prevê uma comissão com essa atribuição.

Vão participar dessa comissão o chefe da Corregedoria, Vinícius Silva; o chefe da seção de Recursos Humanos, Ciro Machado; o chefe da Ouvidoria, Edgar Theobald; o inspetor João Manoel Febronio; o subinspetor Alan Ricardo Gomes; e os guardas Adriana Vital e Fábio Martins.

Para o aniversário da Guarda, a corporação está preparando uma série de eventos comemorativos, como uma ação no Parque Natural, campanha de doação de alimentos e de sangue, uma solenidade no dia 12 de julho e uma apresentação do canil na Praça da Liberdade. Na data em que completa 95 anos, está prevista o decreto que altera o regimento interno da corporação, adequando ao Estatuto Geral das Guardas, ampliando a participação efetiva na segurança pública do município. Com isso, os agentes vão passar por novos processos de capacitação para atender ainda mais a população.


Petrópolis está prestes a se transformar em um verdadeiro burgo alemão e a cidade vai contar com uma intensa programação durante a 30ª Bauernfest, que acontece este ano entre os dias 14 e 30 de junho (com exceção do dia 20, feriado de Corpus Christi). Entre as atrações estão 13 grupos de dança folclórica – locais e convidados, os tradicionais bailões com a Banda Germânica, desfiles, oficinas e atividades para crianças, concursos de chope a metro e chapéu mais enfeitado, jogos germânicos, teatro, entre outras. As apresentações acontecem nos palcos que serão montados no Palácio de Cristal – núcleo da festa – e na Praça da Liberdade. O evento ainda vai contar com programação cultural na Praça Visconde de Mauá (Praça da Águia), com o Biergarten.

Na abertura do evento, que acontece no Palácio de Cristal, o público já vai poder contar com a apresentação da Associação dos Grupos Folclóricos Alemães de Petrópolis (AGFAP), às 20h, no Palco Koblenz, e, em seguida, com o grupo convidado de Blumenau-SC, Grupo Folclórico Teutônia, além dos grupos da cidade BlumenbergVolkstanz e Bauerngruppe Danças Folclóricas Alemãs de Petrópolis. Às 20h também acontece, dentro do atrativo, o bailão com a Banda Germânica. Já a Praça da Liberdade recebe a Banda Uhul no Palco Koeler. A entrada é gratuita.

A Bauernfest é um importante evento para o turismo da cidade, que movimenta toda a economia da cidade. É uma das maiores festas da região. Mas, além disso, ela é fundamental para manter viva a cultura dos colonos. Para preservar as heranças que eles deixaram na gastronomia, nas danças, na alegria.

Durante os 16 dias de festa, o público vai poder contar com uma programação cultural intensa. O Palácio de Cristal vai receber atrações exclusivamente focadas na cultura germânica. Já a Praça da Liberdade recebe também outros estilos musicais, com artistas petropolitanos, como Tati Cirelli, Letícia Laranja Trio, Anna Hannickel, entre outros. Nos fins de semana, a programação acontece durante todo o dia, já durante a semana será entre tarde e noite. 

No primeiro e no último domingo da festa acontecem os desfiles folclóricos com as famílias de descendentes, pela manhã. E no primeiro e no último sábado são realizados os Desfiles das Lanternas durante à noite. O concurso de chope a metro acontece todos os dias, exceto na abertura da festa. O evento também promove os Jogos Germânicos, na Praça da Liberdade, para adultos e crianças.

O município montou uma programação intensa para valorizar a cultura germânica na cidade, com a maior parte da programação feita por artistas petropolitanos. São diversas atividades ao longo desses 16 dias. A prefeitura está trabalhando para transformar desta uma das melhores festas dos últimos anos. O evento foi expandido, sem perder a qualidade das atrações.

A festa abre no dia 14 às 18h. Nas sextas, sábados e domingos ela funciona a partir de 10h e durante a semana a partir de 11h30.

O programa Defesa Civil na Sua Casa levou técnicos da prefeitura para realizarem vistorias preventivas na Comunidade do Neylor na manhã desta quinta-feira (06.06). Participaram da ação representantes das secretarias de Defesa Civil, Obras, Assistência Social, Segurança e Ordem Pública e da Comdep. O mutirão de atendimentos acontece durante todo o período de estiagem, de maio a outubro, com o objetivo de reduzir o número de ocorrências causadas pelas chuvas fortes do verão. 

Foram realizadas dez vistorias preventivas por toda a comunidade. Um relatório com todos os atendimentos será feito pelos técnicos, que irão realizar os encaminhamentos necessários. Além disso, os moradores foram orientados pelas equipes sobre medidas simples que podem salvar vidas, como a instalação de calhas para recolhimento da água da chuva, a importância do descarte correto de lixo, a poda regular de árvores e a preservação das fontes d'água. 

A prevenção é prioridade e a prefeitura cada vez mais está investindo em ações que possam reduzir o risco de ocorrências nas áreas de maior risco da cidade. O município criou planos de contingencia para as ameaças de inverno e também de verão. 

O presidente da Associação de Moradores da Comunidade do Neylor, Isaías Maciel, ressaltou que a iniciativa é importante para o período mais chuvoso. “No verão existe uma grande preocupação de todos com os deslizamentos. Dessa forma, com a presença da prefeitura nas comunidades, podemos trabalhar preventivamente, com o apoio técnico”, disse. 

Cada vez mais a Defesa Civil está próxima da população, presente nos bairros da cidade, ouvindo a demanda dos moradores. No desastre socorrendo, e na prevenção, articulando os órgãos e mobilizando os recursos para evitar que as ocorrências aconteçam. 

Na próxima terça-feira (11.06) o Defesa Civil na Sua Casa será realizado no Siméria, com a presença dos técnicos no trabalho de prevenção aos desastres de origem natural. Um calendário está sendo elaborado pela pasta para atender os bairros do município. É preciso trabalhar no inverno os riscos de verão, para que a gente tenha menos ocorrências no momento das chuvas fortes. Até o final de setembro, a Defesa Civil está visitando as comunidades e ouvindo os moradores. 

Cinco gotinhas de sangue que podem ajudar a identificar e prevenir doenças graves logo nos primeiros dias de vida de um bebê. É o que possibilita o tradicional teste do pezinho que teve a sua importância enfatizada no Centro de Saúde Coletiva, nesta quinta-feira (06.06). Com decoração e profissionais voltados para o tema, a unidade de saúde comemorou o Dia Nacional do Teste do Pezinho. O trabalho de orientação para os cuidados preventivos com a saúde continua nesta sexta-feira (07.06). Haverá abordagem sobre a importância de se manter o calendário de vacinação em dia. Entre as 10h e 14h, a ONG Abraços que Curam fará apresentação teatral com fantoches com a temática.

Apesar de toda tensão que causa, o exame não oferece dor ou sofrimento para os bebês, que levam uma pequena picada para a extração do sangue pelo calcanhar. A mãe da pequena Maria, a dona de casa Bruna Vieira Silva, 29, foi uma das que compareceu ao Centro de Saúde nesta quinta-feira, para fazer o teste na filha nascida há nove dias. “O exame é muito importante, é para uma boa causa. Através dele temos a certeza que nosso bebê está bem e não corre risco de doenças”, conta Bruna, que tem mais um filho de dois anos, com quem teve o mesmo cuidado e fez o exame logo nos primeiros dias de vida.

No mesmo dia do teste do pezinho, a pequena Maria, também recebeu a primeira dose da BCG, imunização importante contra tuberculose. No Centro de Saúde, as duas medidas preventivas para a saúde do bebê são feitas juntas. A criança que vai fazer o teste do pezinho, já recebe a dose da vacina. “É importante seguir o calendário de vacina das nossas crianças, assim evita problemas no futuro”, destaca Bruna.

O teste do pezinho é considerado um dos exames mais importantes e deve ser realizado entre o terceiro e quinto dia de vida do recém-nascido. Através da análise, é possível se detectar possíveis problemas de saúde que, se diagnosticado com antecedência, há maior eficácia dos tratamentos indicados. Entre as doenças que se detectam com o teste do pezinho, estão algumas que podem afetar o sistema nervoso e alterações hormonais que podem prejudicar o desenvolvimento. O exame foi introduzido no Brasil na década de 70 e se tornou obrigatório em 2001.

O Centro de Saúde realizou nos primeiros quatro meses do ano, 866 testes do pezinho em bebês nascidos no período. Em 2017, foram realizados 1036 testes de janeiro a abril. É um dia de uma importante conscientização para a população. A rede de saúde tem uma forte atuação em medidas preventivas, o teste do pezinho é uma delas.

Na manhã desta quinta-feira (06.06) foram realizados 5 testes. No local todos os dias são feitos de 10 a 20 exames durante todo o horário de funcionamento. “O número de atendimentos varia bastante. É muito importante que as mães se conscientizem da importância de fazer o exame logo nos primeiros dias de vida”, destaca a diretora do Centro de Saúde, Elida Marta Santos. Os profissionais aproveitam a ocasião para alertar também para o Dia da Imunização, comemorado no próximo dia 9 de junho.

Toda a unidade está voltada para a temática da imunização e teste do pezinho. Na sala de vacinas na manhã dessa quinta, estava a dona de casa Débora Odone de Souza, de 20 anos, que foi levar a filha de um ano, a Hyllari, para receber a dose da vacina da gripe e completar a caderneta vacinal. “São muitas vacinas, mas temos que ficar atentas e seguir todo o calendário. É uma medida que visa o bem-estar de nossos filhos”, destaca Débora. Da mesma forma, pensa Ignes Machado, de 42 anos, que estava na unidade para vacinar o Enzo, o filho caçula de dois meses. “Tenho outros dois filhos maiores e com eles sempre fiz todo o calendário de vacinas. É muito importante para a saúde deles”, reforça.

Objetivo é que moradores da cidade que não tenham a festa como destino utilizem outros trechos 

Com previsão de mais de 350 mil visitantes entre os dias 14 e 30 de junho, período da Bauernfest, a CPTrans está orientando aos moradores da cidade que não quiserem acessar o entorno da festa a utilizar caminhos alternativos. As interdições para a montagem do evento já começaram e a Alfreda Pachá está fechada desta terça-feira (04.06) para a montagem do evento. A previsão, no entanto, é que haja, ainda, outras interdições, desta vez em áreas residenciais evitando a parada de veículos em portas de garagem, que atrapalham a rotina de moradores, por exemplo.

A CPTrans também disponibiliza um mapa com essas rotas alternativas: caminhos que ligam Itaipava ao Bingen, Bingen ao Quitandinha, Itamarati ao Quitandinha e acesso ao Valparaíso pelo por exemplo, constam nessa arte. Há, ainda, a opção de passagem pela Vila Militar, que terá as ruas Duque de Caxias e 29 de Junho abertas até a meia-noite para a passagem de veículos.

São opções de trajetos que os petropolitanos, geralmente, já conhecem e que podem ser usados nessa época de cidade cheia. São esperados, só de veículos de turismos, mais de 880 – que foi o número registrado na última edição da Bauernfest. Então, apesar de haver um planejamento, o número de pessoas vindo à cidade, aliado a frota existente que já é grande, é possível encontrar retenções principalmente após o início do evento. Por isso, a CPTrans está sugerindo os caminhos alternativos.

Para acessar a área do Bingen, por exemplo, saindo de Itaipava, a indicação é seguir pela União e Indústria até a Avenida Barão do Rio Branco, utilizar a Rua Professor Stroeler (Quarteirão Brasileiro) até a Rua Mosela, de onde pode seguir ao Campo do Serrano para o Quarteirão Ingelheim e acessar a Rua Bingen. A via, por ser mão dupla em praticamente todo o trecho, pode ser utilizada para quem fazer o caminho inverso.

Do Bingen ao Quitandinha a dica é usar o Vila Militar, passando pelo Valparaíso. Outra opção de passagem para o Valparaíso é a utilização da Comunidade Oswaldo Cruz – que dá acesso ao Cemitério Municipal. Já a partir do Itamarati, a opção é utilizar o Alto da Serra. A dica é usar as Ruas Silva Jardim, Santos Dumont, Albino Siqueira até a Praça Pasteur para onde pode seguir tanto para o Alto da Serra, quanto para o Quitandinha.

Todas as alterações viárias já foram passadas pela equipe da CPTrans ao aplicativo de celular Waze, que poderá ser um grande aliado dos motoristas petropolitanos para os dias da festa. O App está disponível em todas as plataformas na loja on-line de cada sistema operacional.

erviço tem contribuído para a redução do número de internações entre os pacientes acompanhados

Implantado há dois anos pela Secretaria de Saúde, o programa Melhor em Casa, mantido pelo Serviço de Atenção Domiciliar (SAD), realizou cerca de 1600 atendimentos no primeiro quadrimestre do ano. O trabalho, desenvolvido por 27 profissionais de saúde, tem promovido a melhoria da qualidade de vida de pacientes que precisam de cuidados em suas residências. Por um período de curto, médio ou longo prazo são ofertados cuidados e orientação para a recuperação dos pacientes, minimizando a necessidade de internações na rede pública de saúde.      

Através do programa, os serviços ofertados pela rede de atenção básica do município, são levados até as residências dos pacientes que não conseguem se deslocar até as unidades de saúde. Atualmente, 90 pacientes recebem o auxílio. O suporte domiciliar é oferecido com equipe formada por médico clínico, enfermeiro, fisioterapeuta, técnico de enfermagem, nutricionista, fonoaudiólogo, assistente social e psicólogo. Os profissionais se revezam no acompanhamento dos pacientes de acordo com a necessidade de cada um.

Esse é um trabalho de excelência, que leva os serviços da saúde para as pessoas que não podem se deslocar. Os profissionais do programa realizam visitas uma vez por semana. O acompanhamento é ofertado a pacientes, de todas as idades, com quadro clínico agudo. O atendimento é mantido até que o quadro de saúde se estabilize. Neste caso, o paciente é encaminhado para as unidades básicas de saúde mais próxima ou para a estratégia de saúde da família que conta com profissionais para dar continuidade aos cuidados.

O programa é de fundamental importância para a manutenção da saúde dos pacientes em suas residências, evitando a necessidade de internação. Isso muitas das vezes contribui para a agilidade da recuperação do paciente, que consegue se cuidar ao lado de seus familiares, em seu ambiente de conforto.  

Durante os atendimentos domiciliares é feito todo o acompanhamento da saúde do paciente. São realizados procedimentos padrões de aferição de pressão arterial, glicose, entre outros. A coleta de material para análise laboratorial também é realizada pela equipe. O cuidado de lesões é um dos trabalhos que tem gerado bons resultados. De acordo com a enfermeira, coordenadora do programa, Eliane Shirato, a equipe dispõe de insumos de alta qualidade para realizar os curativos nos mesmos padrões oferecidos pelas unidades de saúde.

“Temos tido bons resultados na recuperação de casos de feridas. Além de insumos, contamos com equipe capacitada”, destaca a coordenadora, ressaltando que, quando necessário, a equipe também realiza o controle de medicações dos pacientes. A prevenção de doenças e promoção de saúde é o foco do trabalho da equipe do Melhor em Casa, que minimizando a necessidade de internações, além de desafogar a demanda da rede pública, gera mais qualidade de vida.

O Caxambu receberá mais 10 novos pontos de iluminação pública nesta sexta-feira (07.06). O serviço foi programado pelo Departamento de Iluminação Pública para atender a Rua José Almeida Amado em mais um trecho. Na última segunda (03.06), já haviam sido colocados quatro novos pontos de luz na localidade conhecida como “Servidão do Fumaça”.

O trabalho vem sendo feito para atender servidões e comunidades de sete bairros que não tinham pontos de luz. Até o fim da semana que vem, o parque de iluminação pública vai alcançar 41.094 pontos em toda cidade.

Iluminação pública significa mais segurança e maior conforto para os moradores. O município está conseguindo estender a rede porque colocou a manutenção em dia e quase todo parque de iluminação acesso.

Nesta semana, também foram atendidos Retiro e Quarteirão Brasileiro. A programação do Departamento de Iluminação Pública inclui ainda Corrêas, Bonfim, Itamarati e Corrêas. Na semana passada, o serviço ocorreu em Itaipava, Corrêas, Carangola, Cuiabá, Quissamã e Centro. Todos esses pontos foram mapeados pelo Departamento e possuem rede elétrica, necessitando apenas da colocação das luminárias. 

Instalação de LED na Rua do Imperador é concluído

Em paralelo com o serviço de extensão de rede, o Departamento está fazendo a substituição de alguns pontos por luminárias de LED. O serviço na Rua do Imperador, no trecho em frente ao Cefet (antigo Fórum), foi concluído na madrugada desta quinta. O local agora conta com 15 pontos de LED, que iluminam mais e economizam energia.

Agora o Departamento de Iluminação vai continuar fazendo as medições para verificar o quanto aumentou a iluminação no local e, assim, poder continuar esse serviço por toda a Rua do Imperador e outros locais.

Apresentação dos alunos que participam de cursos e oficinas

Junho chegou e com ele foi aberta a programação das festas juninas nas escolas da rede municipal de Educação. No próximo domingo (09.06) será a vez da Festa Junina da Casa da Educação Visconde de Mauá. A programação, aberta ao público, começará às 14h. A Casa da Educação fica na Avenida Barão do Rio Branco, nº 03.

A festa contará com apresentações dos alunos que participam dos cursos e oficinas na Casa. Será um momento especial, de interação entre os alunos e as famílias e uma oportunidade de mostrar tudo o que eles aprenderam nesse primeiro semestre nos cursos e oficinas gratuitas da Casa.

Segundo a diretora da Casa da Educação, Maria Fernanda Secco, além das barraquinhas típicas, com a venda de cachorro quente, salsichão, canjica, tortas, pasteis e refrigerante, a festa contará com barracas de brincadeiras.

“Tudo será montado com o apoio da equipe que trabalha na Casa da Educação Visconde de Mauá, com comidas e brincadeiras para todos os gostos. Para animar ainda mais o ambiente, nossos alunos apresentarão músicas e danças, mas, também teremos espaço para apresentação dos alunos da capoeira, judô e karatê”, disse.

Confira a programação das apresentações:

14h30 - apresentação de ballet

15h - Judo

15h30 - Karatê

16h - Canto coral, flauta e violino

16h40 ballet

17h - Coral dos Anjos e Violino

17h40 - Capoeira

18h - ballet

18h20 - Orquestra de violões

18h40 - Teatro

Iniciativa da Secretaria de Educação

Profissionais da educação, saúde e estudantes de psicologia e pedagogia podem se inscrever para a mesa redonda "A escola como protagonista na prevenção e promoção da Saúde Mental", que será promovida no dia 10 de junho, às 9h, na UCP, campus BC. A programação é uma iniciativa do Departamento de Educação Especial e Assessoria em Psicologia Escolar.

As inscrições podem ser feitas através do telefone 2246-8912. O objetivo é o de promover um diálogo acerca da prevenção e promoção da saúde mental no ambiente escolar, relacionado ao cenário da contemporaneidade onde as competências e habilidades socioemocionais desempenham papel fundamental nas relações humanas.

Será uma troca valiosa de conhecimento. A escola é um ponto de referência para os alunos e para garantir um bom convívio e desempenho pedagógico socioemocional, é necessário que toda equipe escolar esteja atenta. A iniciativa do Departamento de Educação Especial fomenta a atualização dos conhecimentos dos servidores da rede municipal de Educação. 

Confira a programação:

8h30 - Abertura

9h - Saúde Mental no ambiente escolar

Psicólogo Rui Carlos Stockinger

9h30 - Processos Psicossociais em Saúde com ênfase nos estudos sobre violência escolar e bullying

Psicóloga Dra. Luciana Xavier Senra

10h - Mediação Escolar

Assistente social Ensie - Elen Carvalho

10h30 - Abertura para conversa

12h - encerramento


O Centro de Cultura Raul de Leoni abre, nesta sexta-feira (07.06), a partir de 19h, a exposição “Patinando pela História”, do artista Antônio Caetano, que traz de volta o encanto dos brinquedos feitos à mão, inspirados nas décadas de 1940, 1950 e 1960. São cerca de trinta brinquedos criados a partir dos mais variados materiais, como madeira, latas, cordas e caixas diversas. A mostra, que tem entrada gratuita, fica na Galeria Van Dijk até o dia 30 de junho.

“Patinando pela História” tem como objetivo mexer com a lembrança daqueles que brincaram com bonecas, carrinhos, entre outros, feitos artesanalmente, e também mostrar para as crianças um outro tipo de brinquedo. A exposição está entre as mostras selecionadas no Edital de Ocupação de Galerias 01/2019 do Centro de Cultura Raul de Leoni, visando a ocupação dos espaços destinados às Artes Visuais, no período de 05 de abril a 27 de julho de 2019.

A exposição está linda, vale a pena conferir e reviver os encantos dos brinquedos feitos a mão. Isso faz parte da história de muita gente. E até o fim do ano ainda terá outras excelentes exposições, que ajudam a movimentar o Centro de Cultura.

Quem acompanha de perto o trabalho do artista é filha dele, Bianca Caetano, e diz que vivencia diariamente o incrível processo de criação dos brinquedos. “Acompanhar o processo de produção do meu pai é sempre uma experiência ímpar, pois ele é de uma sensibilidade e inteligência invejáveis. Adicionado a essa experiência valiosa, presenciar a reação emocionada dos amigos e familiares, crianças e adultos que entravam na ‘oficina’ só reiterou a necessidade de exibir tal trabalho e, com isso, poder contagiar e encantar mais crianças e adultos”, disse Bianca.

A entrada é franca e a Galeria Van Dijk fica aberta de segunda a sexta-feira, de 10h as 17h, e sábado de 13h as 17h. Censura Livre. O Centro de Cultura Raul de Leoni fica na Praça Visconde de Mauá no. 305 – Centro.

Estão abertas as inscrições para as aulas de capoeira do Agita Petrópolis nos bairros Amazonas e Oswaldo Cruz. As turmas são para alunos a partir dos oito anos e atendem homens e mulheres. Os interessados em participar podem procurar a sede da Superintendência de Esportes e Lazer, que fica no Centro de Cultura Raul de Leoni, na Praça Visconde de Mauá, no Centro, ou ligar para o 2233.1218 para mais informações. 

As aulas na Oswaldo Cruz acontecem na Associação de Moradores nas segundas, de 18 às 19h30, e nas quintas-feiras, de 17h30 às 19h. Já no Amazonas, a atividade é oferecida as sextas-feiras, de 15h50 às 16h30, também na sede da Associação. Com a inclusão da capoeira, o governo municipal segue ampliando o programa com mais uma modalidade. O Agita Petrópolis vai continuar crescendo e até o final do ano vai atender ainda mais os moradores dos bairros e distritos. 

A capoeira ajuda os jovens a exercitarem o corpo e a mente. Ao estimular a percepção da criança, a modalidade trabalha suas habilidades e capacidades de interpretação e organização das informações. "Mesmo os menorzinhos conseguem iniciar os exercícios, desde que adaptados, fazendo uma imitação dos movimentos originais gerenciada pelo professor", explica Evandro Hilário da Silva, responsável pela atividade nos locais. 

O Agita Petrópolis foi criado pela atual gestão com o objetivo de promover o esporte nos bairros da cidade. Mais de 2,5 mil pessoas atendidas regularmente com atividades físicas gratuitas. O programa está presente em 16 bairros proporcionando mais saúde e qualidade de vida da população. A Superintendência e Esporte e Lazer vai aumentar a oferta nas comunidades ao longo deste ano, garantindo que mais pessoas tenham acesso as mais diversas modalidades de maneira gratuita. 

São oferecidas, de forma gratuita, aulas de ginástica, alongamento ou dança no Contorno, Centro, Cascatinha, Vila Rica, Bairro da Glória, Caxambu, São Sebastião, Alto da Serra, Retiro, Bataillard, Oswaldo Cruz e Madame Machado. No Meio da Serra e no Pedras Brancas, são turmas de futsal e no Contorno de futebol society. Na Estrada da Saudade, o basquete e o vôlei acontecem na Fábrica do Saber. 

A prefeitura também mantém parcerias com projetos sociais e também oferece diversas modalidades esportivas nos PSFs, nas Academias da Saúde e nas Escolas Municipais. Também voltou a ser realizado neste ano o Festival das Comunidades - projeto itinerante pelas quadras comunitárias nos bairros da cidade.

Mudança ocorrerá apenas para os alunos da educação infantil e ensino fundamental I, por conta de situação de imóvel

As aulas dos alunos da educação infantil e ensino fundamental I da EM Jandira Bordignon serão transferidas provisoriamente para o Ciep Santos Dumont – unidade mais próxima, que fica a 10 minutos de distância. A mudança tem caráter preventivo e o transporte dos alunos está garantido pela Secretaria de Educação no trecho entre o Quitandinha e o Quarteirão Italiano. No horário da saída das crianças, os ônibus retornarão com os alunos para o Quitandinha. A mudança ocorre por conta das fortes chuvas ocorridas no fim de semana, quando foram constatadas infiltrações nas salas do imóvel onde as crianças estavam sendo atendidas, no Quitandinha, alugada pela antiga estão em 2016.

Nesta quinta-feira (06.06), os responsáveis pelos estudantes foram informados sobre a mudança em reunião na Jandira Bordignon. No encontro, a secretária de Educação, Marcia Palma, explicou que as aulas na nova unidade estão previstas para ter início até o próximo dia 17. Até lá o CIEP está sendo preparado para atender confortavelmente os estudantes.

Os alunos da educação infantil e do ensino fundamental I da unidade escolar estavam sendo atendidos nessa casa - que foi afetada pela chuva - desde 2016. O imóvel foi alugado pela gestão passada. Na época, os alunos da educação infantil e ensino fundamental I foram realocados nesse imóvel alugado e os alunos do ensino fundamental II foram direcionados para outra casa, também alugada. Também nesse caso, a mudança dos alunos ocorreu devido às péssimas condições do prédio onde funcionava a escola.

A antiga gestão da prefeitura chegou a dar início a uma obra no imóvel da EM Jandira Bordignon sem concluí-la. As intervenções foram, então, retomadas por determinação do prefeito Bernardo Rossi para garantir a volta dos estudantes à uma unidade de educação nova e confortável.

As aulas na unidade escolar foram suspensas nessa semana. Um calendário de reposição será elaborado. “Precisamos desses dias para organizar o espaço e fazer a mudança dos móveis da EM Jandira Bordignon para o CIEP. Um calendário de reposição será programado para garantir que os alunos não tenham prejuízo”, explicou Marcia Palma.

Uma comissão de pais de alunos da escola foi montada e, com o acompanhamento da Secretaria de Educação, realizará visitas na obra do prédio da EM Jandira Bordignon, para acompanhar o andamento da revitalização do espaço.

Obra da Jandira ficará pronta até o final do 2º semestre

A obra na EM Jandira Bordignon está na fase de embolso da parte externa e finalização da rampa de acessibilidade. A expectativa é de que o novo prédio fique pronto no segundo semestre. A reforma completa do espaço foi retomada em 2018, pela atual gestão, e compreende 12 salas de aula, acessibilidade nos três andares e quadra poliesportiva. No novo prédio, a capacidade de atendimento na unidade escolar vai aumentar de 400 para 700 alunos. Já o Ciep Santos Dumont, localizado no Independência, foi municipalizado e será adaptado para receber alunos na educação infantil.

CPTrans vai reforçar operação com agentes de trânsito a partir desta quinta-feira 

A CPTrans vai intensificar a operação para garantir a fluidez no trânsito após às 16h e durante todo o horário de pico a partir desta quinta-feira (06.06) nas ruas em torno do Palácio de Cristal. Na quarta (05.06), um acidente por volta das 18h na Rua Bingen interditou totalmente a via no sentido bairro, ao mesmo tempo em que foi necessário alterar o sentido da outra pista para a chegada do socorro pelo Corpo de Bombeiros. O acidente, no horário rush, comprometeu a operação planejada para a tarde na Alfredo Pachá e Padre Siqueira, que será intensificada pela companhia.

Outra medida que irá melhorar o fluxo de veículos nos próximos dias é a liberação da Avenida Piabanha. Com a via totalmente livre será possível e retomada dos ônibus e veículos pesados que utilizam o trecho para chegar ao Centro ou seguir para os distritos. A medida será essencial para desafogar ruas como Montecaseros, Roberto Silveira, Koeler e Imperatriz, por exemplo.

“Tivemos um acidente que acabou comprometendo o fluxo de veículos na cidade. Ao mesmo tempo, a Piabanha sem a possibilidade de receber veículos pesados como ônibus e caminhões, por exemplo, prejudica a operação. Outra questão que é ligada ao aumento de carros nas ruas são as condições climáticas. As chuvas dos últimos dias influência diretamente no excedente de veículos nas ruas”, explica o diretor técnico e operacional da CPTrans, Luciano Moreira.

Na última terça-feira (04.05), a Alfredo Pachá foi fechada para o início da montagem da Bauernfest. A mudançapara a montagem da Bauernfest, permanece até a desmontagem da festa, evento que termina no próximo dia 30 de junho. Com o fechamento, a Padre Siqueira teve a mão invertida para o sentido Roberto Silveira. A partir do dia 14, quanto tem início a Festa do Colono Alemão, outras mudanças também serão implementadas em ruas do entorno da festa.

“Estamos com todo o nosso efetivo trabalhando nas ruas na busca de garantir um trânsito mais tranquilo, mas a nossa prioridade continuará sendo salvaguardar a vida das pessoas. Vamos intensificar a ação, que terá o reforço da Guarda Civil também. Tivemos êxito nos anos de 2017 e 2018 com as mudanças propostas para a festa e esse ano queremos ter um resultado ainda melhor”, concluiu Luciano.

Notícias por data

« Junho 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP