O cantor Suel encerrou, na noite deste domingo (05.05), a 30ª Expo Agropecuária de Petrópolis. Em cinco dias de festa, mais de 200 mil pessoas passaram pelo Parque Municipal, em Itaipava, que contou com dois palcos, Galpão do Produtor Rural, exposições e campeonatos de cavalos, fazendinha, parque de diversões, entre outras atrações. A estimativa é de que o evento tenha movimentado mais R$ 3 milhões na economia da cidade. Apesar de ser uma festa voltada para os petropolitanos, o setor de turismo também faturou. Neste fim de semana, por exemplo, hotéis e pousadas do segundo ao quinto distrito – entre Corrêas e Posse – registraram quase 70% de ocupação.

Esta edição da Expo Agropecuária, já tradicional no município, contou com mais adesão das comunidades rurais da cidade, com cerca de 30 produtores de cinco comunidades rurais: Caxambú, Bonfim, Brejal, Taquaril e Jacó. Foram cinco dias de exposições e venda de mudas e plantas, hortaliças, frutas, legumes, licores e geleias artesanais, entre outros produtos frescos, além de um Café da Roça, com café, bolos e lanchinhos feitos com produtos da gastronomia rural. Na parte agropecuária, 5ª Expo Pampa e a Expo Campolina Itaipava 2019 levaram para o parque cerca de 200 animais.

O parque de diversões Play City também foi um dos responsáveis por lotar o Parque Municipal. Com mais de 20 atrações, crianças de todas as idades aproveitaram desde o carrossel aos brinquedos mais radicais, como o Crazy Dane e o Kamikaze – dois dos mais disputados. O espaço também contava com barraquinhas de pipoca, churros, algodão doce, entre outros. O parque participa da Expo em Petrópolis há 24 anos.

A aposentada Ana Maria Ferreira, por exemplo, aproveitou o último dia da Agropecuária para curtir com a neta e a bisneta. “Elas estão gostando muito. Eu não costumo vir muito pra cá, mas o evento me fez vir e estou gostando”, explica ela. O Parque também se despediu neste domingo de Petrópolis.

Shows levaram multidão para o Parque

Durante os cinco dias de evento, um time de peso passou pelo palco principal da 30ª Expo Agropecuária: Ferrugem, Thiaguinho, Alok, Felipe Araújo e Suel arrastaram uma multidão para o Parque Municipal. Com quatro dos cinco dias de shows abertos ao público, os dias mais movimentados foram a quarta-feira (1º.05), feriado pelo Dia do Trabalhador, o sábado (04) e o domingo (05).

O pagodeiro Suel encerrou a festa na noite deste domingo e disse ter ficado honrado com o convite para cantar em Petrópolis. “É uma grande honra, uma responsabilidade muito grande fazer o primeiro show aqui em carreira solo. Espero que seja o primeiro de muitos. Por aqui passaram super artistas muito renomados no país e é uma honra pra mim estar encerrando essa festa”, disse o pagodeiro, ex-vocalista do grupo ImaginaSamba, que lançou sua carreira solo neste ano.

“Adorei o show, vim com meus amigos e nos divertimos muito. Achei ele muito animado”, disse a estudante Thais Abreu.

Mas a festa também teve muito espaço para artistas locais. No palco que este ano foi chamado de “Talentos de Petrópolis” passaram artistas e bandas petropolitanos de diversos estilos, como Lucas Israel, Gabriel Silva, Plataforma 16, Concreto Humano, André Campaña, entre diversos outros.

O evento ainda contou com muita gastronomia, artesanato, recreação infantil, fazendinha com pôneis e filhotes, e brincadeiras.

Os alimentos arrecadados durante os cinco dias da XXX Expo Petrópolis 2019 foram entregues hoje para a Congregação das Irmãs Franciscanas Nossa Senhora do Amparo. Cerca de duas toneladas de alimentos não perecíveis serão destinadas para as cestas básicas fornecidas às famílias das alunas da Escola Doméstica Nossa Senhora do Amparo, mantida pela entidade. A Secretaria de Assistência Social providenciou a entrega das doações na manhã desta segunda-feira (06.05) e atuará juntamente no atendimento das famílias atendidas pela congregação.

A escola é voltada para a educação de meninas da educação infantil ao 5º período e é destinada a famílias que vivem em alto nível de vulnerabilidade. Cerca de 200 crianças, de diferentes bairros do município, estudam na instituição de ensino com sede na Av. Roberto Silveira, no Centro. As famílias que apresentam situação de maior risco social recebem cestas básicas e auxílio moradia.

A Congregação mantém o Projeto Habitação Digna, que começou dando assistência para a melhoria de moradias das famílias das estudantes da instituição de ensino.  Desde 2016, a iniciativa visa oferecer mais qualidade de vida para as famílias atendidas, garantindo lares mais adequados para a habitação. Com o apoio da sociedade, já foram construídas e reformadas residências.  A Secretaria de Assistência Social atuará em conjunto com a congregação para realizar a inclusão das famílias aos programas sociais disponíveis no município.

Além das famílias das alunas, o projeto tem se expandido para as comunidades atendidas. Além do cuidado com a moradia, as famílias são acompanhadas e recebem auxílios e orientações. As cestas básicas são destinas aos que apresentam maior necessidade. “Essas doações vieram em boa hora, meu estoque das cestas básicas estava esgotado. Agora posso planejar as doações ao longo do ano”, destaca a diretora da instituição, a irmã Teresa Cristina de Brito Barbosa.

A escola funciona com carga horária de período integral para as alunas do ensino infantil ao quarto período. As estudantes do quinto período ficam nos turnos da manhã. Após o horário regulamentar de aula, as alunas participam de várias atividades e oficinas, de acordo com a faixa etária, que complementam a educação. São oferecidas, no contra turno, aulas de dança, música, pintura, costura, bordado, artesanato, culinária e outras. O incentivo à leitura também é um dos focos da instituição. Com uma biblioteca com aproximadamente 4300 títulos, adquirido em maior parte através de doações, as alunas são motivas a leitura, ao teatro e demais atividades relacionadas à literatura.

Os primeiros 324 estudantes da educação infantil ao ensino fundamental 2 recebem, nesta terça-feira (07.05), as atividades do Maio Amarelo – mês voltado à conscientização para o trânsito. A primeira ação do tipo acontece de 9h às 17h na Escola Municipal Celina Schechner. Com uma programação focada no público mais jovem, as ações da CPTrans irão contemplar 1.315 estudantes da rede pública e particular de ensino, levando palestras, jogos e muita informação para o tema de maneira direcionada.

Durante a ação, a equipe de Educação para o Trânsito da CPTrans vai abordar, de maneira lúdica para as crianças da educação infantil e ensino fundamental 1, as regras de trânsito. Orientação sobre não atravessar fora da faixa de pedestres, usar o cinto de segurança, como se comportar ao passear com o animal de estimação, não se distrair com o celular ou jogos no meio da rua, além de incluir vídeos e músicas, farão parte da abordagem do tema.

Já para os estudantes mais velhos, do segundo segmento do ensino fundamental – a partir de 11 anos – e do ensino médio, o foco será diferente: "A ideia é levar uma abordagem mais direcionada a questão da legislação de trânsito, os acidentes causados por imperícia e imprudência. Vamos abordar as estatísticas, os óbitos e as questões ligadas à saúde que estão diretamente relacionadas aos acidentes de trânsito”, explica a responsável pelo Departamento de Educação para o Trânsito da CPTrans, Marcia Pereira.

Com o mote “No Trânsito, o sentido é a vida”, a assinatura #MeOuça nas peças da campanha deste ano tem o viés voltado à reflexão dos adultos frente aos conselhos dado pelas crianças. Destaque na programação, a reunião de 14 escolas no CEU da Posse para um dia inteirinho de atividades acontece nesta quinta-feira (09.05), de 9h às 17h. Serão 455 crianças de escolas que vão desde à educação infantil ao ensino médio: E.M Oswaldo da Costa Frias, Moyses Furtado Bravo, Beatriz Zaleski, M. Taquaril, Avelino de Carvalho, Escola M. Arnaldo Dyckerhoff, Antônio José de Lima, Félix Wan Erven de Barros,Hildebrando de Carvalho, Centro de Educação Infantil José Gonçalves da Motta, Angela Maria da Conceição, Ciep  Gabriela Mistral e colégios Astro e Crescer Sabendo Ser.

A próxima semana começa com a programação para 140 estudantes do ensino fundamental 1 da Escola Magdalena Tagliaferro, do Castelo São Manoel, na segunda-feira (13.05). Nos dias 15 e 16, os alunos do Colégio Aplicação, no Centro, irão receber a equipe da CPTrans: no primeiro dia, de 9h às 12h, e no segundo, de 9h às 17h. Serão 196 alunos da escola.

Já nos dias 23 e 24 de maio será a vez de 70 estudantes da educação infantil e 130 do fundamental 1 do Colégio Nossa Senhora de Lourdes, na Montecaseros. E, encerrando a programação de palestras, 115 alunos do fundamental 1 e 147 do fundamental 2 da Geraldo Ventura Dias, no Meio da Serra, irão receber, de 9h às 17h, a equipe da CPTrans para falar sobre o tema.

Dados, do anuário estatístico de acidentes de trânsito relacionados a 2017 – o mais recente usado para balizar as ações da companhia – dão conta de que 35 pessoas morreram em vias urbanas do município, sendo 17 em ‘cena’ (no local) e 18 pós (horas ou dias depois). O documento mostra que a maioria dos óbitos são de homens com idade entre 21 e 30 anos. Um dado alarmante é que 37% das vítimas fatais foram em decorrência de acidentes com motocicletas – se comparado com a frota desse tipo de veículo (17% do total), pode-se afirmar que este é o tipo de veículo mais perigoso do município. Além das vítimas registradas em vias urbanos, há, ainda, outras sete mortes, considerando os acidentes em rodovias estadual e federal dentro do município.

A 21ª Campanha de Vacinação contra a Influenza continua em 35 unidades de saúde do município até o dia 31 de maio. Até o momento, 31.261 doses foram aplicadas, o que representa 31,7% da meta que o município precisa alcançar para imunizar aproximadamente 99 mil pessoas incluídas no grupo prioritário na cidade. No sábado (04.05) a vacinação foi intensificada com a realização do Dia D. De 8h às 17h, postos da rede pública de saúde aplicaram as doses em 7.778 pessoas A campanha teve início no município, juntamente com o calendário nacional, no dia 10 de abril e a meta é vacinar 90% da população do grupo prioritário.

O foco neste momento é imunizar crianças a partir de 6 meses a menores de seis anos; trabalhadores da saúde; gestantes; puérperas – mulheres que estejam nos primeiros 45 dias do pós-parto; idosos, a partir de 60 anos; professores; e pessoas com doenças crônicas, como respiratória, cardíaca, renal, hepática e neurológica, diabetes, imunossupressão, obesidade grau III, transplantados e portadores de síndromes de nascença, como a de Down, entre outras. A dose da vacina aos pacientes com alguma dessas doenças é aplicada mediante apresentação de recomendação médica.

Do grupo prioritário, já foram vacinadas 27,7% das crianças; 32,6% de gestantes; 36% de puérperas; 38% de idosos; 34,5% de professores; e 21,5% de profissionais da saúde. Está sendo aplicada na população a vacina influenza trivalente, que imuniza contra os dois tipos de influenza A (H1N1 e H3N2) e um tipo de influenza B.

As pessoas acamadas que não podem comparecer a uma unidade de saúde para receber a dose, podem solicitar a dose da vacina em suas residências. A Secretaria de Saúde oferece o serviço de atendimento domiciliar, designando um profissional às residências. Quem não puder se dirigir a uma das unidades pode fazer contato com a Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica, através do telefone 2246 -6796, das 8 às 17h, para solicitar e agendar a vacinação.

Unidades de saúde com vacinação durante todo o período da campanha, até dia 31 de maio:

Centro de Saúde Coletiva - Rua Santos Dumond, 100, com horário de funcionamento das 8h às 20h.

PSF Caxambú - Estr. José de Almeida Amado s/n, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF 24 de Maio - Rua 24 de maio, 197 – Centro, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

UBS Morin - Rua Pedro Ivo, n.º 81, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

PSF Vila Felipe - Rua Ermínio Schimidt, s/n, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF São Sebastião - Rua São Sebastião, nº 625, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

PSF Alto Siméria - Rua Manoel Francisco de Paula s/n, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Dr. Thouzet - Rua. Dr. Thouzet, 609 – Quitandinha, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Alto Independência - Rua José Lino s/nº, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

UBS Quitandinha - Rua General Rondon, nº 400 e 490, com horário de funcionamento das 8h às 20h.

PSF Vila Saúde - R. Santa Catarina, Lt 24 - Qd 41, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Santíssima Trindade - Rua Lopes de Castro – Bingen, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Amazonas - R. Bahia (Esquina com R. Alagoas), com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Bairro Castrioto - R. Santa Rita de Cássia, 114 – Castrioto, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Comunidade São Jõao Batista – Rua Luís Winter, 560 - Duarte Silveira, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

UBS Mosela - Rua Mosela, 744, com horário de funcionamento das 8h às 20h.

PSF Moinho Preto

PSF Pedras Brancas - Rua Pedras Brancas, 1190 – Mosela, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

Ambulatório Escola FMP/FASE - Rua Hivio Naliato, 899, Cascatinha, com horário de funcionamento das 8h às 16h.Centro de Saúde Itamarati - Rua Bernardo Proença, n.º 32, com horário de funcionamento das 8h às 20h.

Hospital Alcides Carneiro - Rua Vigário Correa, 1345 – Corrêas, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

UBS Retiro - Av. Barão do Rio Branco, 3027(ao lado da 105ª DP, com horário de funcionamento das 8h às 20h.

PSF Castelo São Manoel - R. Capitão João Amâncio de Souza Coutinho, 436, com horário de funcionamento das 8h às 17h.

PSF Jardim Salvador - Rua juiz Castro e Silva, 33 - Jardim Salvador, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Carangola - Estrada do Carangola, 860 – Carangola, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Fazenda Inglesa - Estr. Fazenda Inglesa, s/n – Mosela, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Vale das Videiras - Estr. Almirante Paulo Martins, 8201, com horário de funcionamento de 7:30 às 15h

PSF Bonfim - Estrada do Bonfim s/n – Bonfim, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Águas Lindas - Estrada do Palmital, 768 – Nogueira, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

UBS Itaipava - Estrada Philúvio Cerqueira Rodrigues, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

PSF Comunidade Primeiro de Maio - Rua Norival Braga da Silva, S/N, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Boa Esperança - Estr. Ministro Salgado Filho s/n – Cuiabá, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

UBS Pedro do Rio - Estr. União Indústria, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

PSF Posse - Estr. União Indústria, n.º 33.530, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

PSF Brejal - Estrada do Brejal, Km 06, com horário de funcionamento das 8h às 15h.

A temporada de montanhismo em Petrópolis foi aberta oficialmente neste fim de semana. O evento que marcou o início do período aconteceu no Palácio Rio Negro e contou com palestras, workshops, muro de escalada infantil, exposição de equipamentos e uma caminhada ecológica. Organizado pela Secretaria de Meio Ambiente com o apoio de outros setores da prefeitura, o lançamento também teve apoio do Centro Excursionista de Petrópolis (CEP), Instituto Estadual do Ambiente (Inea), Rede de Operações de Emergência de Radioamadores (Roer) e do Exército. O objetivo da ação é conscientizar os petropolitanos e turistas que frequentam esses espaços sobre a importância de proteger o patrimônio histórico-natural da cidade.

Com mais de 200 trilhas, Petrópolis recebe cerca de 150 mil pessoas por ano entre maio e setembro, que vêm em busca exclusivamente desse contato com as montanhas e as belezas naturais do município. A ideia é incentivar as atividades para que mais turistas visitem a cidade neste período. Durante o evento, a Secretaria de Meio Ambiente lançou o Calendário de Caminhadas Ecológicas da Secretaria de Meio Ambiente.

O evento teve como objetivo comemorar e sensibilizar toda população de Petrópolis e os visitantes sobre a importância deste importante Patrimônio Natural que é de pertencimento de todos. "A abertura aconteceu justamente no melhor período para a prática de atividades nas montanhas. É importante cuidar desses espaços, que encantam todos os visitantes", frisou Letícia Leal, presidente do CEP.

A iniciativa, promovida pelo setor de Educação Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente, vai contribuir para a preservação ambiental em todo o município. Petrópolis possui cerca de 84% do seu território protegido por UCs - Unidades de Conservação. "A intenção é sensibilizar as pessoas para que tenham responsabilidade socioambiental. Estamos entrando em um período em que ocorrem queimadas e incêndios florestais, e precisamos trabalhar para diminuir o número de ocorrências”, contou o coordenador de Educação Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente, Anderson Campos.

Anualmente, milhares de montanhistas curtem as trilhas e os caminhos de montanhas de Petrópolis, para a prática de Trekking, Camping, Travessias, Caminhadas Ecológicas, Mountain Bike, Trail Run, cada um com o seu desafio e destino de Turismo Ecológico. A cidade também está se preparando para receber grandes eventos no período. Chegando em sua 6ª edição, a XC RUN, será realizada no dia 20 de julho no Parque Municipal, em Itaipava. Já em agosto, o município recebe nos dias 24 e 25, uma etapa do Xterra em Itaipava.

O prazo para inscrição no Conselho Municipal de Trânsito e Transporte (Comutran) termina na próxima sexta-feira (10.05). Interessados devem acessar o site www.petropolis.rj.gov.br/cptrans até às 23h59 e clicar no banner indicativo ou ir à sede da companhia na Rua Alberto Torres 155, Centro, de 9h às 17h. As inscrições validadas até agora são aquelas feitas a partir do dia 15 de abril – quem se inscreveu antes desse prazo devem realizar a inscrição novamente.

A votação para eleição dos conselheiros acontece no próximo dia 18, durante a Conferência Municipal de Trânsito e Transportes, que começa às 9h. A CMTT 2019 tem início no dia anterior, dia 17, às 19h. Os dois dias de evento ocorrem na Universidade Católica de Petrópolis, no Campus Barão do Amazonas. O tema desta edição é Mobilidade Urbana e a equipe da CPTrans também irá apresentar o Plano de Mobilidade à população.

Durante a CMTT 2019 serão eleitos 11 representantes da sociedade civil que irão compor o conselho ao longo de 2019, além de 11 vagas para suplentes que também serão definidos durante a conferência. Podem participar da conferência com direito à voz e voto, entidades com sede e Petrópolis e todos os cidadãos residentes no município, que já tenham completado 18 anos.

A 30ª edição da Expo Petrópolis terminou sem nenhum registro de ocorrências pela Guarda Civil no Parque Municipal de Itaipava. Nos cinco dias do evento, não houve relatos de brigas, roubos ou furtos, repetindo o resultado dos últimos dois anos.

Durante todo evento, a Guarda mobilizou até 35 homens, entre agentes da 2ª Inspetoria (que fica baseada no Parque Municipal de Itaipava) e de outros serviços escalados para atuação na Expo. Também foi mobilizado o canil, com animais que fazem detecção de drogas e fazem contenção de brigas ou confusões. O Ciop foi utilizado novamente, com câmeras em três pontos entre o Trevo de Bonsucesso, Parque Municipal e Terminal Itaipava.

A Fiscalização de Posturas também atuou para coibir a presença de ambulantes irregulares – não houve autorização para nenhum vendedor em calçadas desde a delegacia de Itaipava até a altura do Shopping Estação. Foram mais de 30 ambulantes que foram intimados saírem do espaço. Houve apreensão de bebidas alcoólicas e maços de cigarros vendidos de forma irregular.

Para quem perdeu algum pertence em algum dia de show, a recomendação é procurar a administração do Parque Municipal ou a Guarda Civil e verificar se o objeto foi levado para o “Achados e perdidos” do local.

Gestores acompanharam a visita do presidente do Instituto Estadual do Ambiente, Cláudio Barcelos Dutra, à sede da Águas do Imperador nesta segunda-feira (06.05). O encontro serviu para a nova diretoria do Inea – que assumiu em janeiro deste ano – conhecer os investimentos já realizados pela empresa em Petrópolis e os futuros. A concessionária também apresentou o Centro de Controle Operacional (CCO), onde ocorre a gestão em tempo real dos mananciais, tratamentos de água e esgoto, distribuição e abastecimento, níveis dos reservatórios, acionamento e desligamento de bombas de todo o sistema.

Petrópolis é a 2ª cidade no estado do Rio de Janeiro e a 27ª no Brasil com melhores índices de saneamento.

Em 2018, a cidade ganhou 20,2 km em extensão ou substituição de rede de água e 5,6 km de rede de esgoto, um investimento de cerca de R$ 15 milhões em 23 bairros. Neste ano, o planejamento prevê a expansão de 15 km de rede de água e 5 km de rede de esgoto e um investimento de investimento de R$ 17,4 milhões por parte da concessionária. Também foi apresentado o projeto de ampliação das ETES (Estação de Tratamento de Esgoto).

Segundo a Águas do Imperador, cerca de 61,8 milhões de litros de água são tratados diariamente e distribuídos para população. O presidente do Inea destacou os resultados obtidos no município nos últimos anos, elogiando os resultados do trabalho realizado pela empresa. “O sistema de gestão da concessionária é bastante interessante, reunindo informações que são importantes para a empresa e também para o poder público. A visita foi bastante proveitosa e esperamos trabalhar, cada vez mais, de forma integrada”, comentou Cláudio.

Por meio das telas do Centro de Controle Operacional (CCO), o superintendente da empresa, Márcio Salles, mostrou como é feita a gestão em tempo real dos mananciais, tratamentos de água e esgoto, distribuição e abastecimento, níveis dos reservatórios, acionamento e desligamento de bombas de todo o sistema. Todas as instalações são monitoradas por câmeras e o Centro de Controle utiliza os softwares SiGO (Controle da Qualidade) e EPANET (gestão do sistema de distribuição de água).

“Para nós é uma boa oportunidade de mostrar com transparência e exatidão os avanços em Petrópolis. Tivemos a chance de apresentar indicadores, projetos em andamento e futuros para garantir rios mais limpos, e universalização do saneamento no município. Sabemos que esse trabalho é fundamental e imprescindível para a saúde e bem-estar de toda a população”, comentou Marcio Salles.

O Balcão de Empregos da Prefeitura, administrado pelo – Departamento de Trabalho e Renda (Detra), da Secretaria de Desenvolvimento Econômico - tem 18 vagas disponíveis nessa semana. Os candidatos devem cadastrar os seus currículos na prefeitura pelo site www.petropolis.rj.gov.br. Mais informações podem ser consultadas pelo telefone (24) 2233-8113.

O balcão de empregos realiza a divulgação das vagas e os encaminhamentos dos candidatos para processo seletivo, sendo assim, fica a cargo do empregador a responsabilidade pelas entrevistas e possíveis contratações. O Detra fica na Avenida Barão do Rio Branco, nº 2846. Confira as oportunidades:

Açougueiro - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino médio e experiência

Ajudante de cozinha - 1 vaga - sexo masculino - Ensino médio e experiência

Auxiliar administrativo - 2 vagas - ambos os sexos - Ensino médio e conhecimento em informática

Inspetor de qualidade - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino médio e experiência

Masseiro - 2 vagas - sexo masculino - Ensino médio e experiência

Motorista de ônibus rodoviário - 3 vagas - sexo masculino - Ensino fundamental, CNH categoria D ou E e experiência

Representante comercial - 1 vaga - sexo masculino - Experiência comprovada, CNH categoria AB e possuir veículo

Vendedor - 3 vagas - ambos os sexos - Ensino médio e experiência

Vendedor externo - 3 vagas - ambos os sexos - Ensino médio e experiência

Vendedor externo de Aço Plano - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino superior ou cursando e experiência

Começa na próxima quarta-feira (08.05) a disputa do Jogos Estudantis Unificados de Petrópolis (Jeups) com o vôlei no Centro de Iniciação ao Esporte (CIE) no Caxambu. Neste ano, os jogos bateram o recorde de escolas inscritas: 50. As oito melhores equipes no masculino e feminino em cada categoria – sub-13, 15 e 18 – garantem vaga para a segunda fase, que será realizada no segundo semestre.

O basquete, o futsal e o handebol também acontecem em duas fases. Já as modalidades individuais - tênis de mesa, xadrez, judô e atletismo – serão realizadas em uma única fase, com previsão para começar em agosto. Os jogos devem bater o recorde de alunos inscritos, com a estimativa de 2.500 participantes.

Novidade para esse ano, uma parceria entre a prefeitura e o Banco de Sangue Santa Teresa busca incentivar os colégios a doarem sangue no período em que ocorrem as disputas. As instituições de ensino que levarem o maior número de pessoas para a mobilização ganharão pontos equivalentes a uma modalidade esportiva.

O regulamento deste ano prevê que as escolas podem inscrever um mesmo atleta para três esportes em equipe nas categorias sub-15 e 18. A mudança atende a um pedido dos colégios menores, que contam com menos alunos.

Outra novidade é a criação do projeto Selecionados Jeups. Serão formadas seleções com os principais atletas das categorias sub-15 e 18 no basquete, handebol, vôlei e futsal (apenas no feminino, já que no masculino a Liga Petropolitana de Desportos representa a cidade).

O projeto Música no Lago, do Sesc Quitandinha, recebeu uma atração de peso na manhã deste domingo (05.05). Uma parceria entre o governo do estado e a Prefeitura de Petrópolis trouxe a apresentação do grupo mexicano de jazz “DantorQuartet”, que encantou o público no lago do Quitandinha. O local chega a receber por dia, nos fins de semana, mais de 2 mil pessoas. O evento contou com a participação do secretário de estado de Cultura, Ruan Lira.

O município vem tentando estreitar laços com o governo estadual para que a cidade cada vez mais seja contemplada com eventos culturais.

Juntos no projeto desde 2014, os integrantes do Dantor Quartet já participaram de vários festivais nacionais e internacionais, como Latin-AmericanGuitar Festival em Chicago; Casa delMendrugo em Puebla - México e Jazz Club, também na cidade do México, entre outros. Eles arrancaram animação e muitos elogios do público. “Esse grupo parece ser excelente, a gente precisa disso”, explica o engenheiro Luiz Guimarães.

Segundo Rua Lira, o governo estadual vai apoiar os eventos culturais no município ainda mais. “Junto com a prefeitura de Petrópolis a gente está podendo entregar mais uma atividade pro dia-a-dia dessa população tão apaixonada por cultura. Espero que cada vez mais sejamos parceiros para realizar outros festivais aqui. Petrópolis já é um polo cultural por natureza, desde sua história, sua essência, um local de importância não só na época do Império, mas também nessa República, e tem seus grandes festivais, como a Expo Agropecuária, a Bauernfest, o festival japonês, entre outros. A nossa ideia é que cada vez mais a gente possa estar atraindo mais turistas aqui e criar um corredor cultural entre a Região Metropolitana e Região Serrana, que Petrópolis possa ser um pólo muito atrativo tanto pro turista nacional, quanto o estrangeiro”, disse Lira.

No entorno do Lago do Quitandinha as atividades promovidas pelo Sesc acontecem todos os fins de semana. Quinzenalmente uma atração musical se apresenta nos domingos, às 11h, revezando com uma atração de artes cênicas. O espaço também conta com recreação infantil. A programação é gratuita.

“Hoje nós fomos brindados com um presente, apresentando a banda Dantor Quarteto, que é mexicana e tem como objetivo difundir a cultura do México, que está em itinerância no estado do Rio e em outros. Então tivemos esse presente hoje (domingo) e agradecemos a parceria com a secretaria de estado e a prefeitura”, frisou o gerente do Sesc Quitandinha, Anderson Bravo.

Agentes da Guarda Civil apreenderam um cavalo que estava solto na Rua Oliveira Bulhões, no Roseiral, no domingo (05.05). O animal foi levado para o curral de apreensões, onde será avaliado pelo veterinário da Coordenadoria de Bem-estar Animal (Cobea). O caso foi registrado na delegacia como maus-tratos a animais e um homem, que no momento em que os guardas recolhiam o cavalo se apresentou como pai do proprietário do animal, foi identificado e será chamado para prestar esclarecimentos. A Lei de Crimes Ambientais prevê pena de detenção de até um ano e multa para o responsável pelo cavalo.

Os agentes foram chamados por volta das 15h e encontraram o cavalo amarrado em um poste e sem espaço para movimento, sem água e comida, além de ferimentos. A carretinha encaminhou o animal para a delegacia – para que pudesse ser feito o RO – e, na sequência, foi levado para o curral de apreensões. Ainda no domingo, o cavalo recebeu atendimento e as primeiras medicações.

A Polícia Civil identificou o homem que apareceu na hora da apreensão pela placa da moto em que estava e agora será investigado e vai responder por maus-tratos. Elisabete Amorim, coordenadora do Bem-estar Animal da prefeitura, explica que o cavalo ainda passará por exames obrigatórios para saber o estado de saúde.

“Primeiro o cavalo passa por exames de Anemia Infecciosa Equina (AIE) e de Mormo. O resultado sendo negativo, acontece a microchipagem desse animal, dando entrada oficial no curral. No futuro, quando forem adotados, podemos acionar o dono caso aconteça novamente o abandono”, explica Elisabete.

Para evitar que casos assim aconteçam, a Cobea realiza campanha nas escolas municipais e nos bairros sobre adoção responsável e organiza evento permanente em parceria aos protetores de animais no Centro e em Itaipava. Neste ano o trabalho ganhou reforço dentro da política pública de Defesa Civil nas Escolas, que também vai tratar do bem-estar animal em sala de aula.

“As medidas permitem que os alunos de toda a rede municipal fortaleçam a compaixão e o respeito pelos animais. A criança tem o poder de levar a informação para a casa, conversando com os pais e parentes. Buscamos incentivar a adoção responsável através de campanhas e na orientação da população”, completa Elisabete.

Orientadores que atuam nas unidades educacionais da rede municipal de ensino já podem se inscrever para o ciclo de formação "Cartas entre orientadores das infâncias: compartilhando desafios da prática". A iniciativa é do Departamento de Educação Infantil da Secretaria de Educação. Serão doze encontros realizados durante o ano.

As inscrições deverão ser feitas até o dia 9 de maio através do email O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 O objetivo é promover a troca de experiências e conhecimento, o que fortalece a pratica pedagógica nas escolas e centros de Educação Infantil da rede municipal de ensino.

As formações acontecerão no auditório da Casa da Educação Visconde de Mauá, que fica na Rua Barão do Rio Branco, nº 03 - Centro, no horário das 8h às 11h. Serão realizados 12 encontros – entre maio e novembro de 2019. O primeiro ocorrerá no dia 13 de maio.

Formação sobre pratica dinâmica e adaptável

Vale salientar que, em abril, os educadores que atuam nos Centros de Educação Infantil iniciaram o ciclo de formação “Aprendizagem que parece diversão - prática dinâmica e adaptável”, outra iniciativa do Departamento de Educação Infantil. Mais dois encontros serão realizados com o público ao longo do ano. O objetivo do ciclo é o de destacar a importância das atividades físicas nos primeiros anos da escolaridade. Durante o primeiro encontro os educadores receberam informações sobre reeducação motora na infância e como a avaliação motora pode fornecer dados para intervenção em múltiplas áreas da educação infantil. Nos demais encontros serão abordados temas como avaliação psicomotora e de desempenho motor.

“A ideia é a de dar continuidade as formações ao longo do ano, para todos os servidores. Sempre pensando em realizar a troca de informações e experiências entre os profissionais envolvidos nos processos educacionais do município”, explicou a diretora do Departamento de Educação Infantil da Secretaria de Educação, Simone Malheiros.

Evacuação das escolas em situações e emergência e o uso correto de extintores de incêndio serão temas de capacitações que serão promovidos pela Defesa Civil para servidores da rede municipal. Os encontros serão direcionados aos gestores das escolas e Centros de Educação Infantil e as aulas começam nesse mês de maio, na sede da Defesa Civil.

As inscrições devem ser feitas através do e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . As dúvidas podem ser esclarecidas através do telefone 2246-8678.

Segundo a Defesa Civil, as capacitações contarão com treinamento teórico e noções básicas de primeiros socorros para atender a Lei nº 13.722 de 4 de outubro de 2018 - Lei Lucas - que torna obrigatória a capacitação em noções básicas de primeiros socorros de professores e funcionários de estabelecimentos de ensino público e privados e educação básica e de estabelecimento de recreação infantil (treinamento prático).

As capacitações terão carga horária de 4 horas de treinamento teórico e 4 horas de treinamento prático.

A capacitação teórica será feita no 1º semestre e no segundo, os agentes da Defesa Civil darão início à segunda fase do programa.

A capacitação de treinamento de evacuação das escolas e uso de extintores de incêndio terá até 50 inscrições por turma e a capacitação de noções básicas de primeiros socorros terá até 20 inscrições por turma. As capacitações terão início no dia 7 de maio e seguirão até o dia 30.

Atividades voltadas ao Dia das Mães, que será comemorado no próximo domingo, dia 12 de maio, serão realizadas pelo Procon ao longo desta semana. Nesta segunda-feira (06.05), o órgão de defesa do consumido disponibiliza uma cartilha no site www.petropolis.rj.gov.br/procon com dicas e instruções sobre as compras nesta data.

O foco das ações são floricultura, perfumaria e lojas de chocolate. As atividades culminam na sexta-feira (10.05) com uma ação itinerante na Praça Alcindo Sodré, entre 13h30 e 17h. O objetivo é explicar às pessoas quais sãos seus direitos e deveres na hora da compra, troca e devolução dos produtos comprados para presente.

O órgão continua com equipes nas duas unidades, que ficam Rua Dr. Moreira da Fonseca 33, no Centro, ao lado da Câmara dos Vereadores, e em Itaipava, na Estrada União e Indústria 11.860, no Centro de Cidadania. Os telefones para contato são o 2246-8469 / 8470/ 8471 / 8472 / 8473 / 8474 / 8475 / 8476 e 8477. Os usuários também têm como opção o WhatsApp Denúncia pelo 92257-5837 e o site www.petropolis.rj.gov.br/procon e o serviço de mensagens da página Procon Petrópolis no Facebook.

Dentro da programação da Campanha Mulher 365 dias, a equipe do Centro de Referência de Atendimento à Mulher (Cram), subordinado ao Gabinete da Cidadania, realizou no sábado (04.05), uma palestra no Liceu Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio, no Centro. A ação fez parte da festa em homenagem ao Dia das Mães.

A palestra, ministrada pela coordenadora do Cram, Cléo de Marco e pela psicóloga Liane Diehl, abordou a questão da violência contra mulher, Lei Maria da Penha, comportamento, direitos da mulher, entre outros temas. O grupo de aproximadamente 50 pessoas, pode tirar dúvidas e conhecer o trabalho de acolhimento do órgão, que possui uma equipe multidisciplinar e oferece gratuitamente assistência social, jurídica e psicológica para mulheres que sofreram qualquer tipo de agressão.

“Estamos com a Campanha Mulher 365 dias para conscientizar as pessoas sobre a violência contra a mulher. Nossa equipe tem percorrido várias escolas realizando palestras e estamos obtendo um bom resultado. As pessoas precisam conhecer o trabalho do Cram e saber que estamos sempre prontos para acolher esta vítima”, contou a coordenadora do Cram, Cléo de Marco.

Segundo a psicóloga, Liane Diehl é muito importante que as mulheres denunciem os agressores. “Muitas mulheres não sabem os tipos de violência que existem. Às vezes já estão vivendo uma relação abusiva e nem sabem. As palestras nas escolas são muito importantes para esta formação. A escola é o local para essa formação”, destacou a psicóloga.

Além da palestra, durante a festa do Dia das Mães, a escola ofereceu atividades como alongamento, dança do ventre, vôlei interativo e dança de salão, além de sorteios de brindes e café da manhã. “Muitas mulheres não conhecem o trabalho no Cram. O encontro foi bom para que elas tivessem acesso à todas essas informações sobre violência doméstica. Tentamos trazer hoje, atividades diversificadas para que elas tivessem um dia diferente”, contou a diretora do Liceu, Márcia Chiote.

Segunda, 06 Maio 2019 15:09

Alteração viária – Rua Vassouras

Cinco linhas de ônibus estão tendo seus itinerários alterados na tarde desta segunda-feira (06.05) por conta da interdição na Rua Vassouras, no Quitandinha. As linhas 404 e 412 utilizarão um trecho da rua Ferreira da Cunha, e farão transferência entre veículos. Já as linhas 465, 466 e 469 farão uso de rotas alternativas como a Rua Bahia e Rua Amaral Peixoto. O itinerário normal das linhas será retomado, após a liberação da via. Os veículos de passeio também poderão utilizar esse itinerário.

Prefeito acompanhou atividades neste domingo 

Aprovado pelos petropolitanos, o Circuito Imperial de Lazer na Rua do Imperador contou com aula de iniciação ao tênis para o público infantil neste domingo (05.05). Graças a uma parceria da prefeitura com o projeto Turma de Tênis, um professor da modalidade comandou as atividades com os pequenos. Disponibilizado para a prática de atividades físicas e de lazer de 9h às 14h, o trecho entre a Praça Dom Pedro e o início da Rua Marechal Deodoro também teve brincadeiras e estafetas, oferecidas pelo Sesc Rio.

Importante para o desenvolvimento motor, cognitivo, físico e social dos jovens, o esporte ganha cada vez mais espaço em todos os bairros da cidade. Entre os programas criados estão o Agita Petrópolis e o Festival das Comunidades. O prefeito Bernardo Rossi acompanhou as atividades deste domingo e destacou que a prefeitura vem aumentando a oferta para crianças e adolescentes, em variadas modalidades.

Professor responsável pela Turma de Tênis, Rafael Viteritti realiza o mesmo trabalho em cinco outras cidades do Estado. O projeto foi criado para aproximar as crianças da modalidade. "O tênis ainda é considerado um esporte só para quem tem um poder aquisitivo alto, mas a gente sabe que não é bem assim", garante o professor, ressaltando os benefícios da modalidade para a saúde.

"É um esporte de resistência, técnica e preparo mental. Por isso, sua  prática também representa um importante meio de auxiliar no desenvolvimento cognitivo das crianças. Coordenação motora, equilíbrio, concentração são alguns dos pontos positivamente afetados", disse Rafael.

Os pais e crianças adoraram a novidade. Ana Carolina Montes levou o pequeno Artur, de sete anos, para o Circuito e ficou surpresa com a aula de tênis. "Costumo trazer ele para brincar um pouquinho aos domingos e sempre tem alguma atividade. Ele adorou o tênis, ficou encantando. É uma iniciativa bacana, que apresenta várias atividades para as crianças, ajudando a tirar eles do celular e da internet", disse.

Sucesso de público, o Circuito Imperial de Lazer foi lançado no aniversário da cidade com o objetivo de fomentar o esporte, proporcionando uma série de atividades para todas as idades. A programação da Rua do Imperador é permanente e conta com o apoio do Sesc Rio, Unopar e da Universidade Cruzeiro do Sul.

Além das atividades na Rua do Imperador, o novo percurso do Circuito Imperial de Lazer da Av. Barão do Rio Branco - começando na Av. Ipiranga, continua funcionando de 7h às 14h. Além destas opções, tem o Parque Municipal, em Itaipava, e o Parque Natural, no Centro, que são outras opções para quem gosta de correr, andar de bicicleta ou de andar de skate.

Serão três dias de palestras, debates e conscientização 

Com a tradição de ser palco de acontecimentos importantes desde a época do Império no Brasil, o Palácio de Cristal recebe nos próximos dias 10, 11 e 13 de maio – data em que é lembrada a abolição da escravatura, o evento “131 anos de Abolição Inacabada”. Serão três dias de muita reflexão com palestras, debates, teatro, capoeira e música. A celebração é uma realização da Prefeitura de Petrópolis, através da Coordenadoria da Promoção da Igualdade Racial (Copir). Toda programação é gratuita.

A abertura do evento na sexta-feira (10.05), está marcada para às 17h, com cânticos temáticos. Em seguida, começa a palestra com o tema “Abolição da Escravatura, na Visão de um Africano”, aberto ao público, que poderá fazer perguntas. Às 19h terá Cine Debate e fechando a noite, apresentação de capoeira e maculelê com o Grupo Raiz em Liberdade ao Mestre Pingão.

O segundo dia da celebração, no sábado (11.05), começa às 17h com a palestra “Abolição da Escravatura - 131 anos de Abolição Inacabada”. Às 18h o público conta com mais uma palestra sobre “Empoderamento da Mulher Negra do Século 21”, e 18h50 o tema abordado será “Racismo, Discriminação Racial e acesso à Justiça, como denunciar?”. Às 19h, acontece a conversa com religiosos sobre Intolerância. A última palestra da noite acontece às 20h40 com o tema “O Negro no Espaço do Poder”. Encerrando o dia, as apresentações de capoeira, puxada de rede e Samba de Roda com grupo Raiz Universal.

“Petrópolis é uma cidade histórica. O último senso apontou que o município tem 110 mil negros, quase a metade da população. A celebração é um momento de apresentar para as pessoas todo o processo da abolição. Muitos negros não sabem dos seus direitos. Vamos debater vários assuntos e fazer com que as pessoas tenham contato com suas raízes”, destacou o coordenador do Copir, Marco Antônio Cezar.

Encerrando a programação, no dia em que é lembrado a assinatura da lei Áurea feita pela princesa Isabel, a segunda-feira (13.04) está cheia de atrações. Às 17h, o evento oferece uma apresentação de cânticos temáticos. Em seguida, a palestra “O Negro na Política” faz as pessoas refletirem sobre a data. Mais tarde, às 18h30, o público poderá participar da palestra “Efeitos das Drogas e suas Consequências Negativas e Efeitos Colaterais para a População Negra”. O Coral Cante Vox, também estará presente com uma apresentação a partir das 19h15. Às 20h20, a peça Contos Africanos lembra a cultura do povo afro. E celebrando o dia tão importante, o grupo de Abada Capoeira e Jongo, encerra a programação.

Intervenções alcançam R$ 540 mil em investimento com recursos próprios do município
Outra obra será licitada para a Rua 1º de Maio, na Castelânea, fruto de uma emenda de quase R$ 1 milhão 

A prefeitura está investindo R$ 540 mil de recursos próprios em obras de contenção em cinco obras. Esse valor ainda vai crescer com mais um serviço que será licitado em breve – uma obra de maior porte na Rua 1° de Maio, na Castelânea, fruto de uma emenda de quase R$ 1 milhão, também abrirá concorrência pública nas próximas semanas.

Nos dois últimos anos, a prefeitura investiu cerca de R$ 2 milhões de recursos municipais ou emendas em sete obras desse tipo. Dessas, quatro já estão finalizadas. São intervenções que protegem os moradores, dão segurança às comunidades e permitem retomem a rotina.

O município tem 234 áreas de risco alto e muito alto, como mostra o Plano Municipal de Redução de Riscos (PMRR). Isso torna as obras de convenções fundamentais para salvar vidas e permitir que a população tenha tranquilidade. Por isso que a prefeitura busca verbas federais para obras de grande porte, mas também investe recursos próprios.

Das obras providenciadas nos últimos dois meses, uma delas já teve início, na Av. Piabanha (Centro). Por lá, a construção de um muro de gabião servirá de contenção e reconstrução da rua, danificada pela queda de uma árvore. A empresa Barra Nova Engenharia já começou o trabalho, fazendo primeiro a retirada dos restos de tronco e da raiz, com auxílio de uma retroescavadeira, trabalho que levou cerca de 20 dias. Essa semana, já começaram a ser trazidos os materiais para montagem das caixas de gabião. Seis funcionários atuam no local. A obra também prevê o aterro do espaço, calçamento e meio-fio. 

Próximas obras

Nas próximas semanas, serão dadas as ordens de início dos trabalhos na Rua Felipe Camarão (Comunidade do Neylor), Rua Bingen (Bingen), Ladeira do Ventura (Estrada da Saudade) e Rua João Felipe Schmidt (Bingen).

Na Rua Felipe Camarão, será feito um reforço de um muro existente, com a colocação de tirantes (estruturas de contenção).

O trabalho na Rua Bingen prevê a recomposição de uma servidão com estabilização de talude com concreto sobre tela de aço, uma passarela também em concreto e meio-fio.

Para a Ladeira do Ventura, o trabalho inclui a execução de um muro de alvenaria em concreto armado.

A Rua João Felipe Schmidt terá um muro de gabião, com recomposição da calçada em concreto, guarda-corpo, calçamento e meio-fio.

Essas cinco obras já estão definidas e começam em breve. Além delas, a prefeitura já está próxima de abrir mais processo de licitação, na Rua 1º de Maio, um local bastante íngreme e adensado, onde a obra vai garantir a estabilização da encosta e do maciço rochoso e um sistema de drenagem de águas pluviais. 

Três obras de contenção finalizadas em dois meses

Só este ano, já foram finalizadas três obras de contenção, entre fevereiro e março.

Na Rua Catarina Blatt, no Duarte da Silveira, foi construído um muro de 30 metros de extensão e quatro de altura. A contenção na margem do Rio Piabanha era necessária desde um deslizamento em 2011, mas só saiu do papel agora.

Já na Rua Gregório Cruzick, no Bela Vista, foi feito um muro de gabião com 10 metros de extensão e cinco metros de altura. Ao longo da estrutura, foram instalados 10 tirantes para fazer a contenção da rua. Um trecho da via deslizou com a chuva de março do ano passado.

A obra de contenção finalizada mais recentemente foi a da Rua Aristides Ladeira, no Bairro Esperança. O muro de gabião implantado na localidade tem oito metros de extensão e três metros de altura. Foram instalados quatro tirantes para fazer a contenção da rua. Além disso, houve concretagem de todo trecho, que fica em uma curva na subida da comunidade. 

Também fazem parte do investimento da prefeitura obras prontas, em andamento ou já licitadas na localidade Sítio do Pica-Pau (Dr. Thouzet); Rua Presidente Sodré (Siméria); Rua Desembargador Luiz Antônio Severo da Costa (Itaipava); e Rua Atílio Marotti (Quarteirão Brasileiro). 

Decreto para desapropriação foi publicado pela prefeitura em janeiro 

Com a chancela do Ministério Público Federal e apoio do município, será feita - por meio de financiamento coletivo - a captação de recursos que irão custear a desapropriação do imóvel conhecido como “Casa da Morte” - apontado como equipamento usado durante o regime militar para tortura e morte de presos políticos em Petrópolis. A arrecadação será feita por meio de uma conta bancária aberta pelo Centro de Defesa dos Direitos Humanos (CDDH) -  especificamente para este fim - e cujos valores serão repassados ao proprietário do imóvel ao fim da arrecadação. O objetivo com a desapropriação, é que o imóvel que fica na Rua Arthur Barbosa, 50 -  Caxambu, seja transformado em um Centro de Memória, Verdade e Justiça. 

O decreto municipal de utilidade pública para fins de desapropriação, foi assinado pelo prefeito Bernardo Rossi e publicado no Diário Oficial do Município em janeiro, após o tombamento municipal do imóvel, publicado em dezembro do ano passado. Em 2012, o município já havia manifestado a intenção de desapropriar a “Casa da Morte”, porém por falta de recursos próprios, a desapropriação não se concretizou. A possibilidade de captação coletiva de recursos. 

A abertura da conta para captação de doações arrecadas pela sociedade civil, por meio de financiamento coletivo foi feita após três reuniões realizadas, na sede do Ministério Público Federal, que há anos acompanha o caso da Casa da Morte e este ano instaurou um procedimento especifico para acompanhar os tramites para a desapropriação do imóvel e posterior transformação do mesmo no Centro de Memória, Verdade e Justiça. 

Como resultado das reuniões no MPF, em março foi criado o Grupo Pró Memorial da Casa da Morte e aberta, pela entidade Centro de Defesa dos Direitos Humanos, no Banco do Brasil, agência: 2885-1, a conta: 32019-6 (C MEM CASA DA MORTE). O CNPJ é 27.219.757/001-27. 

“O poder público tem sido parceiro, demostrado todo interesse nesta causa e trabalhado para a desapropriação, mas sabemos que hoje o município não dispõe de recursos para custear a desapropriação, por isso decidimos fazer esta campanha, arrecadando recursos por meio da sociedade civil, com o financiamento coletivo”, explica a representante do CDDH, Carla Carvalho. 

 As reuniões realizadas pelas procuradoras da República, Vanessa Seguezzi e Monique Cheker, tiveram a presença de representantes da Comissão da Verdade, do Centro de Defesa dos Direitos Humanos (CDDH) e do Grupo Inês Etiene Romeu. O atual proprietário do imóvel também foi ouvido pelas procuradoras federais. 

“Ressalte-se que o saldo dessa conta bancária, ao final da campanha, será transferido diretamente ao atual proprietário do bem, no âmbito do processo de desapropriação a ser efetivada pelo município de Petrópolis, observando o valor da indenização a ser estipulado em avaliação no curso do referido processo”, pontua, em documento do MPF, a procuradora da República Vanessa Seguezzi. 

O município retomou os tramites para a desapropriação após o tombamento do imóvel, no ano passado. A decisão pelo tombamento foi tomada após ampla discussão do assunto dentro do Conselho Municipal de Tombamento, que acompanhou o assunto desde outubro de 2017. O processo de tombamento foi instaurado a partir de um requerimento da Procuradoria Geral do Município que deu entrada no processo administrativo requerendo o tombamento do imóvel. O tombamento está alinhado a uma reivindicação antiga da Comissão Municipal da Verdade. 

No parecer da Comissão da Verdade de Petrópolis, encaminhado ao CMTHAC consta que o imóvel foi utilizado pelo regime militar para torturar e executar presos políticos de todo país na década de 1970, mais especificamente entre 1971 e 1974.  O relatório sobre o processo de tombamento aponta ainda considerações do Ministério Público Federal, enfatizando que o imóvel foi identificado e reconhecido através de sentença transitada em julgado. 

Cancelamentos em cima da hora, oferta de serviços inferior ao contrato são alguns dos problemas relatados pelos clientes 

O Procon Petrópolis acaba de prestar notícia-crime contra a proprietária das empresas Casarão Eventos, Alto Stilo Festas e Gajona Festa Pronta por crime de estelionato. Recorrentes denúncias no órgão de defesa do consumidor dão conta de que eventos contratados previamente não são realizados de maneira ou, sequer, são feitas. O problema é que a responsável além de não promover o que foi acordado também devolve o dinheiro, gerando prejuízos, conforme prevê o artigo 171 do Código Penal.

Foi assim com a cabelereira Amanda Loureiro de Melo, que viu o sonho da festa de um ano do filho virar uma verdadeira dor de cabeça. Ela fechou o contrato em novembro do ano passado e a festa deveria acontecer no dia 27 de janeiro, o que não ocorreu. Amanda conta que vinha mantendo contato constantemente para saber como estava indo os preparativos para a festa, mas só quatro dias antes do aniversário do pequeno Antony, a responsável pelo evento disse que o horário previamente combinado estava disponibilizado para outra pessoa.

“Combinados a data via WhatsApp e ela disse que estava tudo ok, mas faltando quatro dias para a festa ela disse que tudo o que foi combinado pelo aplicativo não era válido. O que aconteceu depois disso foi ainda mais estressante: meu filho ficou sem a festa e eu precisei desconvidar 75 pessoas que já estavam se programando para ir à festa. Por conta de toda a dor de cabeça não consegui nem fazer um bolinho em casa para o meu filho. Uma situação lamentável que só piorou com o passar do tempo”, conta Amanda.

A consumidora relata que ao pedir o ressarcimento dos quase R$ 2 ml pagos pela festa chegou a ser ameaçada. “Ela disse que eu não sabia com quem estava lidando, que não devolveria o dinheiro. A situação chegou a um ponto que precisei prestar queixa na delegacia por conta das ameaçadas dela. É muito triste ver um momento que deveria ser de alegria ser transformado num problema dessa magnitude”, lamenta.

A denúncia encaminhada à 105ª Delegacia de Polícia, pelo coordenador do Procon, Bernardo Sabrá, toma como base o artigo 171 do Código Penal, por crime de estelionato, que tem como punição reclusão de cinco anos e multa. No documento entregue à polícia, o órgão esclarece que apesar das tentativas de resolução, a denunciada se recusou a prestar esclarecimento aos reclamantes e à equipe do órgão, além de tratar com desrespeito as pessoas que solicitaram informações sobre os casos.

O Código de Defesa do Consumidor prevê que se o combinado não for feito, o consumidor poderá exigir o cumprimento forçado da obrigação, nos termos do contratado; aceitar outro produto ou prestação de serviço equivalente ou rescindir o contrato, com direito à restituição da quantia paga, monetariamente atualizada. Sabrá, explica que os casos de reclamações no órgão e as tentativas frustrados em buscar a solução dentro do âmbito do Código de Defesa do Consumidor acabaram elevando o problema a um caso de polícia.

“É obrigação da empresa, caso o serviço contratado apresente problemas de qualidade, que a empresa reexecute os serviços, sem custo adicional e quando cabível ou restituía de forma imediata a quantia paga. Caso o contrário, o contratante pode entrar até com dano moral e material”, destaca Sabrá, solicitando que se outras tiverem sido lesadas pelo órgão, que busquem o Procon para denunciar.

Quem quiser denunciar pode contatar o Procon pela página do órgão no Facebook, o Procon Petrópolis; pelo site www.petropolis.rj.gov.br/procon. Há, ainda, o WhatsApp Denúncia, no número 98857-5837 ou os telefones 2246-8469 / 8470 / 8471 / 8472 / 8473 / 8474 / 8475 / 8476 e 8477. Atendimento presencial pode ser realizado na unidade do Centro, que fica na Rua Moreira da Fonseca, nº 33. A unidade de Itaipava localizada no Centro de Cidadania, que fica na Estrada União e Indústria, 11.860. Os telefones da unidade são: 2222-1418, 2222-7448 e 2222-7337.

Para despertar a atenção sobre a necessidade do diagnóstico precoce das doenças inflamatórias intestinais foi realizada neste sábado a 8ª edição da caminhada do Maio Roxo. Mais de 300 pessoas percorreram as ruas do Centro Histórico com camisas temáticas.  A iniciativa antecede a data oficial de alerta internacional, dia 19 de maio, quando há intensificação de informações sobre os danos causados pelas doenças. 

Os participantes caminharam pela Av Koeler, as ruas Imperatriz, 16 de Março, Dr. Nelson Sá Earp e teve seu encerramento no mesmo ponto de partida, na Praça da Liberdade. Secretários municipais marcaram presença no evento: Fabíola Heck – Saúde; Márcia Palma – Educação; Denise Quintella – Assistência Social e Elaine Nascimento – Fazenda. 

A caminhada contou ainda com apresentação musical com o coral Pró-Tempore e sorteio de brindes diversos, além da distribuição de material informativo sobre as doenças inflamatórias intestinais. 

Essa é uma campanha muito importante para conscientizar a população para essa doença que pode ser controlada se diagnosticada precocemente. O município oferece assistência especializada para o tratamento no ambulatório do HAC, com profissionais capacitados e toda a estrutura necessária para o cuidado dos pacientes com as doenças inflamatórias intestinais. 

Petrópolis acompanha o índice mundial de incidência das doenças inflamatórias intestinais. De acordo com o organizador do movimento na cidade, o médico gastroenterologista, José Francisco da Silva Vieira, a estimativa é de que uma proporção entre 0,5 a 10 pessoas a cada 100 mil habitantes, por ano, desenvolvam uma das doenças inflamatórias intestinais - retocolite ou crohn.  

O médico é o responsável pelo ambulatório da especialidade que funciona no Hospital Alcides Carneiro. Na unidade, ele atende mensalmente cerca de 80 pacientes com uma das doenças relacionadas e precisam de acompanhamento periódico na rede pública de saúde. Na rede privada, ele atende cerca de 200 pacientes apresentando os sintomas das doenças inflamatórias intestinais. A doença pode se manifestar em pessoas na faixa etária entre 14 e 40 anos e após os 60 anos. 

“A intenção da caminhada foi despertar a atenção das pessoas para as doenças que atrapalham suas vidas tanto na parte social, quanto na psíquica porque muitos pacientes deixam de frequentar alguns ambientes como universidades, por exemplo, por vergonha da condição. Em alguns casos, a pessoa entra em um quadro de depressão. São doenças sem cura mas que, com o devido acompanhamento, permitem que o paciente mantenha a qualidade de vida", explicou o médico. 

A Semana do Maio Roxo está prevista em uma lei municipal. Como não há prevenção para a doença, o intuito da campanha é alertar para o diagnóstico precoce. No material informativo distribuído durante a campanha, são destacados alguns dos sintomas que devem servir de alerta para que a população busque um especialista: dor abdominal, diarreia crônica, aftas orais, dores articulares, manifestações oftalmológicas e dermatológicas são alguns dois sintomas das doenças inflamatórias intestinais.  

Sandra Maria Duarte faz tratamento há 12 anos, quando recebeu o diagnostico da doença de crohn. Para ela, a caminhada é uma forma de chamar a atenção para o auxilio que os pacientes precisam. “Muitas pessoas não conhecem a doença e quem recebe o diagnóstico precisa de acompanhamento. A aceitação é essencial. Felizmente com o acompanhamento médico é possível manter a qualidade de vida e a rotina. O importante é nunca desanimar", disse.

Secretaria de Saúde alerta que população se imunize até o dia 31 de maio

Com 13 mil pessoas vacinadas até o momento, a Secretaria de Saúde estima maior adesão a 21ª Campanha de Vacinação contra a Influenza a partir do Dia D, realizado neste sábado (04.05) para intensificar a cobertura vacinal do município. Ao todo, 47 unidades atuaram neste sábado para o atendimento da população. O município tem como meta imunizar 90% de uma população de 99.500 pessoas que fazem parte do grupo prioritário para receber a dose.

É importante que as pessoas se conscientizem da importância da vacina, é um cuidado preventivo com a saúde. Todas as  unidades estão voltadas para essa campanha. Está sendo aplicada na população a vacina influenza trivalente, que imuniza contra os dois tipos de influenza A (H1N1 e H3N2) e um tipo de influenza B.

Após este sábado, a campanha continua até o dia 31 de maio com 35 unidades de saúde abertas para a vacinação. De segunda a sexta-feira, as unidades funcionam em horário normal, de 8h às 17h. Alguns locais, onde há atendimento em horário estendido, a dose da vacina é aplicada até as 20h. A secretária de Saúde alerta para que a população se imunize o quanto antes, tendo em vista que o inverno se aproxima e a incidência de casos de gripe pode aumentar. Após aplicada, há um período de 10 até que a vacian crie o anticorpo que garante a imunização.  

A vacina está disponível para todo o grupo prioritário desde o começo da campanha. O foco é imunizar crianças a partir de 6 meses a menores de seis anos; trabalhadores da saúde; gestantes; puérperas – mulheres que estejam nos primeiros 45 dias do pós parto; idosos, a partir de 60 anos; professores; e pessoas com doenças crônicas, como respiratória, cardíaca, renal, hepática e neurológica, diabetes, imunossupressão, obesidade grau III, transplantados e portadores de síndromes de nascença, como a de Down, entre outras. A dose da vacina aos pacientes com alguma dessas doenças será aplicada mediante apresentação de recomendação médica.

A mãe de Milena, de apenas 7 meses, Sueydy Fernandes, 34 anos, foi logo pela manhã levar a filha para vacinar no Centro de Saúde. “É muito importante que as pessoas compareçam e vacinem suas crianças. Com as unidades funcionando no sábado fica ainda mais fácil comparecer e se proteger. Em uma cidade como Petrópolis, é muito importante que as pessoas estejam vacinadas para se proteger nesse período do frio”, destaca a mãe. Pela manhã a população acima de 60 anos também deu bom exemplo de cuidado com a saúde. Maria Luiza da Silva, de 81 anos, compareceu a unidade como faz todos os anos. “Temos que nos vacinar sim, é uma forma de evitar que fiquemos doentes”, destaca.

As pessoas acamadas, que estiverem dentro do grupo de risco, não vão deixar de ser vacinadas. A Secretaria de Saúde oferece o serviço de atendimento domiciliar, designando um profissional às residências. Quem não puder se dirigir a uma das unidades pode fazer contato com a Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica, através do telefone 2246 -6796, das 8 as 17h, para solicitar e agendar a vacinação. 

Unidades de saúde com vacinação durante todo o período da campanha, até dia 31 de maio:

Centro de Saúde Coletiva - Rua Santos Dumond, 100, com horário de funcionamento das 8h às 20h.

PSF Caxambú - Estr. José de Almeida Amado s/n, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF 24 de Maio - Rua 24 de maio, 197 – Centro, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

UBS Morin - Rua Pedro Ivo, n.º 81, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

PSF Vila Felipe - Rua Ermínio Schimidt, s/n, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF São Sebastião - Rua São Sebastião, nº 625, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

PSF Alto Siméria - Rua Manoel Francisco de Paula s/n, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Dr. Thouzet - Rua. Dr. Thouzet, 609 – Quitandinha, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Alto Independência - Rua José Lino s/nº, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

UBS Quitandinha - Rua General Rondon, nº 400 e 490, com horário de funcionamento das 8h às 20h.

PSF Vila Saúde - R. Santa Catarina, Lt 24 - Qd 41, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Santíssima Trindade - Rua Lopes de Castro – Bingen, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Amazonas - R. Bahia (Esquina com R. Alagoas), com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Bairro Castrioto - R. Santa Rita de Cássia, 114 – Castrioto, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Comunidade São Jõao Batista – Rua Luís Winter, 560 - Duarte Silveira, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

UBS Mosela - Rua Mosela, 744, com horário de funcionamento das 8h às 20h.

PSF Moinho Preto

PSF Pedras Brancas - Rua Pedras Brancas, 1190 – Mosela, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

Ambulatório Escola FMP/FASE - Rua Hivio Naliato, 899, Cascatinha, com horário de funcionamento das 8h às 16h.Centro de Saúde Itamarati - Rua Bernardo Proença, n.º 32, com horário de funcionamento das 8h às 20h.

Hospital Alcides Carneiro - Rua Vigário Correa, 1345 – Corrêas, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

UBS Retiro - Av. Barão do Rio Branco, 3027(ao lado da 105ª DP, com horário de funcionamento das 8h às 20h.

PSF Castelo São Manoel - R. Capitão João Amâncio de Souza Coutinho, 436, com horário de funcionamento das 8h às 17h.

PSF Jardim Salvador - Rua juiz Castro e Silva, 33 - Jardim Salvador, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Carangola - Estrada do Carangola, 860 – Carangola, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Fazenda Inglesa - Estr. Fazenda Inglesa, s/n – Mosela, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Vale das Videiras - Estr. Almirante Paulo Martins, 8201, com horário de funcionamento de 7:30 às 15h

PSF Bonfim - Estrada do Bonfim s/n – Bonfim, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Águas Lindas - Estrada do Palmital, 768 – Nogueira, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

UBS Itaipava - Estrada Philúvio Cerqueira Rodrigues, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

PSF Comunidade Primeiro de Maio - Rua Norival Braga da Silva, S/N, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Boa Esperança - Estr. Ministro Salgado Filho s/n – Cuiabá, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

UBS Pedro do Rio - Estr. União Indústria, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

PSF Posse - Estr. União Indústria, n.º 33.530, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

PSF Brejal - Estrada do Brejal, Km 06, com horário de funcionamento das 8h às 15h.

Dois mutirões ofereceram exames e consultas médicas em sete especialidades médicas diferentes

Os dois mutirões de consultas e exames realizados neste sábado (04.05) movimentaram o Centro de Saúde e o Ambulatório do Hospital Alcides Carneiro. Para as duas unidades foram agendadas 380 pacientes que conseguiram antecipar seus atendimentos. Realizados sempre aos sábados, os mutirões visam acelerar a realização das consultas, exames e procedimentos, além facilitar o acesso da população aos serviços da rede pública de saúde. Foram chamados 270 pessoas para o atendimento de sete diferentes especialidades médicas e outros 110 realizaram exames de ultrassonografia e eletrocardiograma nas duas unidades.

A dona de casa Maria Estela Pimenta Pires, 67 anos, mora na Posse e foi ao ambulatório do HAC realizar a consulta com a endocrinologista. “Estava aguardando pelo atendimento e essa semana fui chamada. Sou diabética e faço acompanhamento de rotina no posto e estava precisando da consulta com o especialista. O mutirão me ajudou muito, vou conseguir dar continuidade ao tratamento”, destaca a aposentada que vai seguir com a realização de exames pela rede pública.

A paciente oncológica, Virgínia da Conceição Ferreira, 61 anos, também conseguiu o atendimento com a especialista neste sábado. “Esses mutirões são muito bons para a população, ”, destaca a paciente, que assim como a comerciária Tatiana Araújo, 27 anos, tem conseguido todos os atendimentos que precisa pela rede pública. “Estou com problemas na tireóide e precisava de um especialista e deu tudo certo, logo consegui essa consulta para seguir com o tratamento”, conta Tatiana.

A Secretaria de Saúde estima realizar um mutirão por mês, ampliando o atendimento para as unidades de especialidade e da rede de Atenção Básica. Os mutirões aos sábados contribuem muito para o comparecimento das pessoas que têm dificuldades durante a semana, que por muitas vezes, por conta do horário de trabalho, deixam de realizar as consultas. E com a oferta de consultas em mais unidades, podemos expandir os atendimentos. Esse foi o segundo mutirão realizado neste ano e o primeiro a ser feito simultaneamente em duas unidades de saúde aos sábados. 

No ambulatório do HAC foram agendadas 250 consultas, sendo 40 de pré-operatório e cirurgia geral; 40 de vascular; 30 de neurologia; 30 de endocrinologia; 40 de oftalmologia; e 70 de ortopedia. No Centro de Saúde foram agendados 20 pacientes para consultas de nutrição; 50 para exames de ultrassonografia e 60 para eletrocardiograma. A consultora Deise Correa, de 36 anos, mora no Bairro Esperança e foi chamada para fazer o exame de eletrocardiograma no Centro de Saúde. “Fui chamada muito rápido para fazer o exame. Esses mutirões agilizam muito”, conta a paciente.

Notícias por data

« Maio 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP