Município segue determinação do Governo do Estado de continuar com vacinação voltada para grupo de risco

Em Petrópolis a 21ª Campanha de Vacinação contra Influenza será prorrogada até o dia 15 de junho, mantendo a disponibilização para a população que se enquadra no grupo de risco. O município segue a determinação da Secretaria de Saúde do Estado em manter a vacinação restrita ao público prioritário, tendo em vista que os municípios do estado ainda não atingiram a meta de imunização da população mais vulnerável a doença.  A Secretaria de Saúde destacou 40 unidades para a aplicação da vacina, que funcionarão das 7h30 às 17h. Em cinco unidades – Centros de Saúde, do Centro e do Itamarati; as UBSs Retiro, Quitandinha e Mosela – a vacinação ocorre em período estendido, até às 20h.

A extensão foi confirmada nesta sexta-feira (31.05) pelo Governo do Estado, que diferente do que determinou a Ministério da Saúde, manterá a vacina apenas para o grupo de risco. Na última quinta-feira (30.05), o Ministério da Saúde determinou que a vacina fosse disponibilizada para toda a população, o que não ocorrerá nos municípios do estado do Rio de Janeiro por orientação da Secretaria de Estado de Saúde, já que tem 57,6% das pessoas do grupo de risco e não vai liberar a vacina para toda a população. A liberação da vacina pode ocorrer após o dia 15 de junho, do aumento de vacinação entre o público alvo.

Em Petrópolis, pelo último levantamento a Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica, 60.554 pessoas do grupo prioritário foram vacinadas, o que representa 60,4% da meta do município. Em Petrópolis, a estimativa e vacinar 90% das 99.500 pessoas do grupo de risco.

Entre os mais vulneráveis a contrair a doença estão as crianças de 6 meses e menores de 6 anos de idade; trabalhadores da saúde; gestantes; puérperas – mulheres que estejam nos primeiros 45 dias pós-parto; idosos, a partir de 60 anos; professores; e pessoas com comorbidades – doenças crônicas, como respiratória, cardíaca, renal, hepática e neurológica, diabetes, imunossupressão, obesidade grau III, transplantados e portadores de síndromes de nascença, como a de Down, entre outras.

Desse grupo de maior risco, o município conseguiu vacinar 48% das crianças; 70,8% dos idosos; 53,5% das gestantes; 73,2% das puérperas; 56,8% dos pacientes com doenças crônicas; 53,8% dos trabalhadores da saúde; e 70,5% dos professores.

Desde o dia 10 de abril, quando a campanha teve início nacionalmente, a cidade já recebeu 83.300 doses. Para suprir esse período de extensão da vacina, mais uma remessa de 18.300 ampolas será encaminhada para o município nesta sexta-feira (31.05).

A Secretaria de Saúde alerta para a necessidade de as pessoas com idade ou perfil considerados de maior risco, se dirigirem a uma das unidades de saúde para se imunizarem. Em Petrópolis, os pacientes acamados poderão receber a dose da vacina em casa. A população que não puder comparecer a uma das unidades, pode fazer contato com a Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica, através do telefone 2246 -6796, das 8 às 17h, para solicitar e agendar a vacinação no domicílio. 

Unidades de saúde com vacinação contra gripe:

Centro de Saúde Coletiva - Rua Santos Dumond, 100, com horário de funcionamento das 8h às 20h.

PSF Caxambú - Estr. José de Almeida Amado s/n, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF 24 de Maio - Rua 24 de maio, 197 – Centro, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

UBS Morin - Rua Pedro Ivo, n.º 81, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

PSF Vila Felipe - Rua Ermínio Schimidt, s/n, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF São Sebastião - Rua São Sebastião, nº 625, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

PSF Alto Siméria - Rua Manoel Francisco de Paula s/n, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Dr. Thouzet - Rua. Dr. Thouzet, 609 – Quitandinha, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Alto Independência - Rua José Lino s/nº, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

UBS Quitandinha - Rua General Rondon, nº 400 e 490, com horário de funcionamento das 8h às 20h.

PSF Vila Saúde - R. Santa Catarina, Lt 24 - Qd 41, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Santíssima Trindade - Rua Lopes de Castro – Bingen, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Bairro Castrioto - R. Santa Rita de Cássia, 114 – Castrioto, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Comunidade São Jõao Batista – Rua Luís Winter, 560 - Duarte Silveira, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

UBS Mosela - Rua Mosela, 744, com horário de funcionamento das 8h às 20h.

PSF Moinho Preto - Rua João Xavier, 2109 - Moinho Preto, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Pedras Brancas - Rua Pedras Brancas, 1190 – Mosela, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

Ambulatório Escola FMP/FASE - Rua Hivio Naliato, 899, Cascatinha, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

Centro de Saúde Itamarati - Rua Bernardo Proença, n.º 32, com horário de funcionamento das 8h às 20h.

Hospital Alcides Carneiro - Rua Vigário Correa, 1345 – Corrêas, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

UBS Retiro - Av. Barão do Rio Branco, 3027(ao lado da 105ª DP, com horário de funcionamento das 8h às 20h.

PSF Castelo São Manoel - R. Capitão João Amâncio de Souza Coutinho, 436, com horário de funcionamento das 8h às 17h.

PSF Jardim Salvador - Rua juiz Castro e Silva, 33 - Jardim Salvador, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Carangola - Estrada do Carangola, 860 – Carangola, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Fazenda Inglesa - Estr. Fazenda Inglesa, s/n – Mosela, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Vale das Videiras - Estr. Almirante Paulo Martins, 8201, com horário de funcionamento de 7:30 às 15h

PSF Bonfim - Estrada do Bonfim s/n – Bonfim, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Águas Lindas - Estrada do Palmital, 768 – Nogueira, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

UBS Itaipava - Estrada Philúvio Cerqueira Rodrigues, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

PSF Comunidade Primeiro de Maio - Rua Norival Braga da Silva, S/N, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Boa Esperança - Estr. Ministro Salgado Filho s/n – Cuiabá, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

UBS Pedro do Rio - Estr. União Indústria, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

PSF Posse - Estr. União Indústria, n.º 33.530, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

PSF Brejal - Estrada do Brejal, Km 06, com horário de funcionamento das 8h às 15h.

PSF Secretário – Rua Visconde de S. Bernardes, 320 – Secretário, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

Vila Rica - Rua A (Ao lado da Quadra 28) - Vila Rica, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

Meio da Serra - Estrada Velha da Estrela, s/n - Alto da Serra, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

Alto da Serra - Rua Tereza, 2024 - Alto da Serra, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

Carangola - Estrada do Carangola, 860 – Carangola, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

UBS Araras - Estr. Bernardo Coutinho, 3435 – Araras, com horário de funcionamento de 8h às 20h

Avanços nos serviços da rede pública de saúde foram destacados em apresentação na Câmara Municipal

A ampliação dos serviços em diversas áreas da rede pública de saúde foi destacada pela Prefeitura durante a apresentação dos resultados do primeiro quadrimestre do ano, realizada nesta quinta-feira (30.05), na Câmara de Vereadores. Entre os avanços ressaltados estão a aquisição de novos de equipamentos para o Hospital Municipal Nelson de Sá Earp; novas ambulâncias para o Hospital Alcides Carneiro, Unidades de Pronto Atendimento (UPA) – Centro e Cascatinha – e Pronto Socorro Leônidas Sampaio, no Alto da Serra. Foram enfatizadas ainda as reinaugurações dos ambulatórios de saúde mental, bucal e fisioterapia, além de regulamentação de sistema de atendimentos no SAMU; e implantação do Portal da Saúde.

            Todos os avanços apresentados foram custeados com 34,86% da receita do município destinada para a manutenção e ampliação dos serviços oferecidos. O aumento da oferta de consultas também foi enfatizado. De janeiro a abril foram realizadas 11,5 mil consultas a mais nos atendimentos ambulatoriais nas unidades de saúde, centros de especialidades e nos setores de urgência e emergência do município. Ao todo, foram um pouco mais de 200 mil consultas nos primeiros quatro meses desse ano. Nos últimos quatro meses de 2018 houve um total de 188,5 mil atendimentos.

Nos setores de urgência, foram registrados 109 mil atendimentos, dos quais 93% são nas Unidades de Pronto Atendimentos (UPAs) Centro e Cascatinha, realizados por profissionais da clínica médica e enfermeiros. Juntas, as duas unidades realizaram quase 550 mil procedimentos como aferição de pressão, glicemia capilar, nebulizações, suturas, administração de medicamentos, entre outros. Nas duas unidades foram feitos quase 122 mil exames de eletrocardiograma, radiografias e análises laboratoriais.

No Hospital Alcides Carneiro, entre os fatores que resultaram no aumento de consultas, foi a ampliação em 95% da oferta na especialidade de urologia, no ambulatório da unidade, além da retomada dos mutirões de atendimentos. Nos primeiros quatro meses os mutirões ofereceram 228 consultas em ortopedia (81), cirurgia geral (38), neurologia (26), proctologia (44) e oftalmologia (39). Os mutirões têm sido realizados com periodicidade, com oferta de atendimentos geralmente aos sábados, contribuindo para a redução de filas e garantindo atendimento para as pessoas que não conseguem comparecer nos dias de semana.

Ainda no HAC, foi destacada a parceria com a Faculdade de Medicina de Petrópolis/Faculdade Arthur Sá Earp (FMP/FASE) que destina R$ 13 milhões para obras e manutenção do hospital. Também foi ressaltada a aquisição de nova ambulância, adquirida com outras três, para as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) Centro e Cascatinha, que contam com equipamentos avançados para atendimento de pacientes de alta complexidade.

Para o Hospital Municipal Nelson de Sá Earp (HMNSE) foi enfatizada a aquisição de novos aparelhos como densitômetro, cardioversor e bisturi elétrico. 

A ações voltadas na prevenção de doenças e promoção da saúde continuam em destaque entre as ações da rede de atenção básica. O trabalho realizado pelas Academias da Saúde é um dos que representa bem o trabalho. As quatro unidades em funcionamento na cidade em Itaipava (Parque de Exposição), no Quitandinha (Cremerie), no Castelo São Manoel e no Vale do Carangola, registraram um aumento de 25% na procura. Nos primeiros quatro meses do ano, 2393 atendimentos foram realizados, ante os 1915 registrados no último quadrimestre de 2018.

O Serviço de Atendimento Domiciliar atendeu mais de 1500 pacientes em suas residências. O programa conta com profissionais da clínica médica, assistência social, enfermeiros, fisioterapia, fonoaudiologia, nutrição e psicologia prestaram suporte diretamente aos pacientes.

Com abatimento da até 90%, atendimento diferenciado começa nesta segunda

Iniciativa vai até 14 de junho com atendimento exclusivo aos servidores públicos

A Campanha Quita Dívida Servidor foi alterada e agora vai conseguir contemplar de maneira ainda mais efetiva os servidores: equipes da Caixa Econômica Federal farão o atendimento nas quatro agências do banco em um espaço exclusivo para atendimento dos profissionais do município. Com a mudança, os servidores conseguirão efetivar os acordos na hora, garantindo os benefícios compactuados junto ao banco de maneira imediata. Além disso, o servidor poderá ir a qualquer agência da Caixa durante todo o período da campanha, de 3 a 14 de junho, independente da secretaria que esteja atuando.

A iniciativa é uma oportunidade de renegociar as dívidas de servidores que estejam negativados ou com alguma pendência junto à Caixa Econômica. O banco promete descontos de até 90% para pagamentos à vista. As dívidas que poderão ser renegociadas, porém, são de vários tipos, como renovação dos contratos para o aumento de prazo, unificação de dividas diversificadas, dividas de cartões de crédito, cheque-especial e créditos consignados.

Inédita no município, a inciativa que é voltada aos mais de 12 mil servidores públicos, incluindo os aposentados e pensionistas, terá como locais de renegociação as agências Imperial (Rua do Imperador 149/153 – Centro), Petrópolis (Rua do Imperador, 745 – Centro), Alta da Serra (Rua Teresa, 1380 – Centro) e Itaipava (Estrada União e Indústria, 10.040).

“Um dos principais objetivos de aceitar essa parceria com o município na Campanha #Quitadividaservidor, é resgatar o poder de compra dos servidores municipais que possuem dívidas em atraso. A Caixa lançou também nesse mesmo período a Campanha Você no Azul que tem o mesmo objetivo de quitar dívidas de seus clientes com descontos que chegam a 90% da dívida. Regularizando seus débitos os servidores municipais, bem como os demais clientes da Caixa se habilitam para buscar novos créditos, dependendo da modalidade de liquidação. É uma grande oportunidade para as pessoas regularizarem seus débitos”, destacou o gerente geral da Caixa, Petrônio Garcia.

Cursos de especialização podem garantir uma chance no mercado de trabalho

Com 16 CIDs em funcionamento, a prefeitura já contabiliza 892 crianças, jovens e adultos inscritos nos cursos gratuitos que são ofertados nos Centros de Inclusão Digital. Retomados em 2017, nos CIDs são ofertadas aulas de informática básica, pacote office, internet e educação orçamentária – de acordo com a idade dos participantes e alguns cursos são imprescindíveis para quem busca uma oportunidade no mercado de trabalho.

Segundo a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, com um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, fica clara a necessidade de ter conhecimento de informática e, melhor ainda, se tiver a oportunidade de colocar no currículo outras especializações.

De acordo com o Balcão de Empregos da Prefeitura, do total de vagas cadastradas entre dezembro de 2018 e maio de 2019 - 430 vagas - foram considerados 59 requisitos que devem ser levados em consideração para preenchimento das vagas. Dentre os requisitos, mais da metade – 34 – pedem algum tipo de especialização, seja na área de informática ou cursos específicos como inglês. Ainda analisando esse total de vagas, segundo o Balcão, 7% pedem, ainda, Ensino Superior; 67% solicitam Ensino Médio Completo e 26% exigem Ensino Fundamental completo.

Nos CIDs as aulas são totalmente gratuitas e supervisionadas por estagiários da prefeitura. Os CIDs funcionam nas comunidadesOswaldo Cruz, Manoel Torres, Vila São José, Quissamã, Nogueira, Jardim Salvador, Itaipava, Pedro do Rio, Centro, Posse, Quitandinha, Vale do Cuiabá, Quitandinha e na sede da Comdep.

“As inscrições podem ser feitas nos próprios CIDs, ou em caso de dúvidas, as pessoas podem entrar em contato com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico que, de acordo com a necessidade da pessoa, pode direcionar o atendimento para o CID mais próximo de sua residência”, contou Leonardo Sindorf, responsável pela coordenação dos CIDs

Escrita Criativa e Manutenção de computadores no CERT

Além dos cursos oferecidos nos CIDs que estão em funcionamento, o poder público mantém, no Bingen, o CERT – Centro de Excelência e Referência Tecnológica – que além de ser um polo de recolhimento de materiais tecnológicos, oferece cursos gratuitos para comunidade: além de informática básica, pacote office e educação orçamentária, o espaço oferece curso de escrita criativa e manutenção de computadores.

Petrópolis estreita laços com a Espanha para aumentar turismo na cidade

Turistas da Espanha estão em quinto lugar no ranking dos estrangeiros que passam pelos Centros de Informação Turística (CTIs) de Petrópolis. E o município quer estreitar ainda mais os laços com o país para aumentar o fluxo de visitantes na cidade. Nesta sexta-feira (31.05), o prefeito recebeu na prefeitura o cônsul geral da Espanha no Rio de Janeiro, Luis Prados Covarrubias, que também aproveitou para conhecer diversos pontos turísticos da Cidade Imperial e disse ter ficado encantado com tudo o que viu.

“Essa é a primeira vez que venho a Petrópolis e fiquei surpreso com tantas casas bonitas, construções dos séculos 19 e 20. A cidade é muito agradável, com muitas árvores. Gostei muito do que vi. Na Espanha temos muitas cidades bonitas, mas tenho certeza de que os espanhóis e qualquer outra pessoa que vier para cá vai gostar”, frisa o cônsul.

Durante a visita em Petrópolis, o cônsul passou por atrativos como o Palácio Quitandinha, o Museu Casa de Santos Dumont e o Museu Imperial. “A cidade é muito singular e tem essa presença marcante da família real, que é muito interessante”, frisou Covarrubias.

Espaço, mantido pelo Instituto Municipal de Cultura e Esportes, também é um ponto de encontro para os moradores

Construída há 133 anos, a estação de trem de Pedro do Rio hoje dá lugar a um importante espaço para a comunidade da região: o Centro Cultural Celina de Oliveira Barbosa. No coração do distrito, o prédio mantido pelo Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE) oferece dezenas de atividades gratuitas, como cursos, oficinas, informática, palestras, encontros, além de contar com uma das quatro salas de leitura da Biblioteca Central Municipal Gabriela Mistral, com quase 2 mil volumes, e uma sala de artes. O espaço comemora em 2019 10 anos como Centro Cultural.

O prédio que leva o nome da professora e diretora Celina de Oliveira Barbosa atende, atualmente, mais de 300 pessoas por mês, entre crianças e adultos. São aulas de reforço escolar, artesanato, modelagem, corte e costura, crochê e tricô, artes marciais, teatro, informática, entre diversas outras atividades – todas gratuitas e com professores e monitores voluntários, a maioria da comunidade. Qualquer pessoa pode participar.

Durante anos, desde sua inauguração, corria entre as estações de Petrópolis uma linha de trens que passava por Pedro do Rio, que parava em diversas estações intermediárias nas quais os trens que seguiam de Barão de Mauá para Três Rios não paravam. A estação foi fechada em 1964, com a supressão da linha. E há 10 anos ela foi transformado em Centro Cultural. Hoje, o prédio é um importante ponto de encontro para a comunidade.

“É um espaço muito importante para Pedro do Rio. Frequentam muitas crianças, alunos vêm fazer trabalho escolar, senhoras da terceira idade fazem encontros, palestras educativas,exposições, acolhimento de pessoas de serviço comunitário, socioeducativo. O espaço é de muita utilidade para nossa comunidade”, frisa o supervisor do centro de cultura, Joel Vieira.

Para os voluntários o trabalho também é gratificante: “Faço um trabalho com vários materiais de reciclagem, como lata, vidro, madeira. Estou sempre recebendo doações. É uma aula prazerosa, ajuda muitas pessoas que estão com problemas, como depressão, e ajuda também na renda familiar. O Centro Cultural ajuda os adultos e as crianças. E ajuda a tirar os adolescentes da rua. É o que a gente faz aqui, ajuda a todos”, explica a professora de artes,Hercília Reis.

O Centro Cultural Celina de Oliveira Barbosafica na Rua Capitão José Leal, S/N, e funciona de segunda a sexta-feira, de 9h às 17h . Para informações ou dúvidas sobre as atividades oferecidas e os cursos e oficinas disponíveis interessados podem ligar para o telefone: (24) 22469302. Além dos cursos, o local também conta com reuniões do Grupo A.A, além de realizar festas em datas comemorativas, apresentações culturais, palestras, entre diversas outras atividades.

Prefeitura oferece uma programação com debates, exposições, aulas temáticas e atividades de educação ambiental 

Os desafios para o enfrentamento das causas e das consequências das mudanças climáticas serão discutidos na Semana do Meio Ambiente, que será promovida pela prefeitura entre os dias 3 e 8 de junho. A abertura será no auditório da Escola Municipal São Judas Tadeu, na Mosela, com uma roda de conversa entre os alunos e técnicos da Secretaria de Meio Ambiente, de 9h às 11h, na segunda-feira (03.06). A programação conta ainda com debates, exposições, aulas temáticas e atividades de educação ambiental nas escolas da rede municipal. Além disso, uma ação unificada entre a Defesa Civil, o Meio Ambiente e a Saúde vai reforçar a importância do combate ao vetor transmissor da dengue, zika e chikungunya.

A ideia é envolver até 200 estudantes na segunda-feira (03.08), primeiro dia de atividades que vai contar com uma palestra sobre preservação ambiental, além da entrega de cartilhas para os alunos. Participam técnicos da Secretaria de Meio Ambiente, Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

A partir de terça-feira (04.06), uma exposição sobre reciclagem de lixo vai estar disponível na Praça Dom Pedro até sexta. Na quarta-feira, acontece o lançamento da gaiola de coleta seletiva, que vai ficarno mesmo local.

Também como parte da programação, as equipes da Defesa Civil, do Meio Ambiente e da Saúde reforçam a importância do combate ao vetor transmissor da dengue, zika e chikungunyacom uma ação em conjunto quarta-feira (05.06). Serão entregues cartilhas que ensinam meios de prevenir e controlar as doenças, repelentes e panfletos. Além disso, os colégios estão sendo estimulados a apresentarem trabalhos dentro da política pública de Defesa Civil nas Escolas sobre o assunto.

Na quinta-feira, uma mesa redonda no Centro de Cultura Raul de Leoni vai debater as mudanças climáticas, as ameaças de incêndios florestais e estiagem, o consumo sustentável e unidades de conservação. A discussão começa será de 14h às 17h e vai contar com a participação de técnicos da prefeitura. Na sexta, um mutirão de limpeza da cachoeira no Caxambu vai mobilizar os alunos do curso profissionalizante do CEBRAC.

“Estamos elaborando também uma série de atividades nas escolas, buscando conscientizar as crianças e os adolescentes sobre a importância de preservarem a natureza. É um trabalho a longo prazo, que vai apresentar resultados positivos no futuro da cidade”, destacou Anderson Campos, coordenador de educação ambiental da Secretaria de Meio Ambiente.

O encerramento da Semana do Meio Ambiente será com uma caminhada ecológica guiada no Parque Natural, na Av. Ipiranga, no sábado (08.03) às 9h. A atividade é gratuita e podem participar pessoas de todas as idades. O local conta com mais de 16 hectares de Mata Atlântica, em duas trilhas para caminhada de dificuldades baixa e moderada, com extensões de 800m e 830m.

“São ações importantes e que podem contribuir na redução dos casos de crimes ambientais. Precisamos trabalhar a educação ambiental em toda a comunidade, e por isso, estamos proporcionando os passeios ecológicos nas trilhas da cidade. A atividade no Parque Natural é aberta para quem quiser participar”, completa Anderson Campos.

Líder entre as cidades da Região Serrana no ranking de transparência da Controladoria Geral da União (CGU) e sexta entre os 92 municípios do Estado, Petrópolis recebeu uma nova avaliação positiva, desta vez por parte do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ) pelo fortalecimento das ações de controle interno, disponibilização de informações e agilidade na atualização de dados no Portal Transparência da prefeitura. A nova avaliação positiva foi feita com base na coleta de dados para preenchimento dos questionários do Índice de Efetividade da Gestão Municipal (IEGM) 2019 - pesquisa feita nos 92 municípios do estado. 

“O apoio da Controladoria é importante na garantia da qualidade técnica das fontes e atualização de fatos apurados. A participação da equipe da Controladoria do município foi essencial para o alcance do preenchimento do questionário IEGM 2019. Gostaria de ressaltar a importância de sua participação neste processo e os benefícios advindos para a administração pública municipal devido ao potencial fortalecimento do seu sistema de Controle Interno”, destacou o secretário Geral de Planejamento do TCE-RJ, Márcio Jandre Ferreira, em documento enviado ao município.

O IEGM mede a qualidade dos gastos municipais e avalia as políticas e atividades públicas do gestor municipale aponta se os objetivos estratégicos dos municípios estão sendo alcançados de forma efetiva. A avaliação é feita com base na análise de sete índices setoriais, que são consolidados em um único índice por meio de um modelo matemático que, com foco na análise da infraestrutura e dos processos dos entes municipais, busca avaliar a efetividade das políticas e atividades públicas desenvolvidas pelos seus gestores.

Ainda de acordo com o TCE, a proposta do IEGM é avaliar a efetividade da gestão municipal como um todo, sem estimular a exclusiva atenção do gestor público para apenas uma ou algumas das dimensões analisadas. Seu objetivo é demonstrar, naturalmente, as áreas que demandam maior qualidade nos gastos públicos, considerando que a gestão municipal altamente efetiva é aquela que abrange todos os aspectos do bem-estar social.

Serviço vai alcançar servidões e comunidades de Caxambu, Retiro, Quarteirão Brasileiro, Itamarati, Corrêas, Bonfim e Centro nas próximas duas semanas

A prefeitura vai expandir o parque de iluminação pública com mais 40 pontos em servidões e comunidades de sete bairros. O trabalho vai acontecer em Caxambu, Retiro, Quarteirão Brasileiro, Itamarati, Corrêas, Bonfim e Centro. Com isso, Petrópolis terá 41.094 pontos de luz. Além disso, o Departamento de Iluminação Pública vai continuar com a instalação de luminárias de LED na Rua do Imperador, em frente ao Cefet.

Esse trabalho ocorre na sequência do trabalho de manutenção da rede. Desde de fevereiro do ano passado até meados de maio, foram feitos 24.366 reparos. Com o parque acesso, foi possível investir em outros serviços dentro da iluminação pública da cidade.

Esta é a segunda etapa do serviço de instalação de novos pontos. No ano passado, 31 ruas de 18 bairros ganharam 197 pontos novos. Todos os locais atendidos em 2018 e agora foram mapeados pelo Departamento de Iluminação Pública.

Na última semana, já foram colocados 52 novos pontos em Itaipava, Corrêas, Carangola, Cuiabá, Quissamã e Centro. A maior parte são luminárias com lâmpada de 70 watts de potência. O trabalho de instalação é feito pela Vitorialuz, empresa responsável pela manutenção da rede de iluminação pública da cidade. Na segunda-feira (03.06), o serviço está previsto para a Estrada José Almeida Amado, no Caxambu. 

LED na Rua do Imperador 

A instalação de luminárias de LED na Rua do Imperador, em frente ao Cefet (antigo Fórum), terá sequência na próxima semana. O serviço está programado inicialmente para ocorrer na noite de segunda-feira (03.06). Cinco dos 15 pontos de luz já foram substituídos – são os pontos em formato de lampiões, que exigem materiais diferentes do usado nos postes comuns.

A troca dos demais está marcada para 23h de segunda. Mais uma vez, o trecho ficará fechado e os motoristas que vierem pela Rua Washington Luiz vão precisar passar pela General Osório e descer pela Marechal Deodoro para acessar a Rua do Imperador.

As luminárias trocadas usavam lâmpadas com 150 watts de potência e agora são de 80 watts. Os outros 10 pontos passam de 250 watts para 180 watts.

O trabalho que será feito neste local é tem o mesmo objetivo do que foi feito entre agosto e setembro de 2018. No ano passado, o Departamento de Iluminação Pública já havia instalado 340 luminárias de LED em 15 ruas do Centro. Elas iluminam mais e consomem menos energia, além de ter maior durabilidade, o que demanda menos manutenções.

Oferecer acompanhamento social e assistência psicológica é uma das funções do Centro de Referência em Atendimento à Mulher (Cram). Por isso, além dos 257 atendimentos a mulheres vítimas de violência doméstica (moral, verbal, patrimonial, física ou sexual) realizados de janeiro a meados de maio, o órgão vem procurando oferecer outros tipos de atividades que contribuam com a elevação da autoestima e com a conscientização do espaço e dos direitos delas. Nesta semana, um grupo de 15 mulheres fez um passeio pelo Museu Imperial, acompanhadas pela psicóloga do Cram, Liane Diehl.

O passeio não havia sido previamente marcado. A ideia surgiu na quarta-feira (29.05), quando acontecem as reuniões de acolhimento – e mesmo dia em que o Museu abre as portas gratuitamente para os moradores de Petrópolis. A psicóloga do Cram propôs o passeio e elas foram, a pé mesmo, conversando e aproveitando cidade e a tarde ensolarada.

“Algumas pessoas dali jamais haviam ido ao Museu, que faz parte da nossa memória social e histórica, por não terem dinheiro ou não terem ‘permissão’ para saírem, ou até mesmo ‘coragem’ para simplesmente se darem um tempo por pura diversão”, contou Liane.

Para ela, além de dar essa oportunidade, o passeio proporcionou a chance de refletir sobre o que as mulheres passavam nas épocas de exploração e quais são as condições delas próprias hoje em dia – abriu a possibilidade conscientização e de apropriação dos direitos e da identidade que possuem, mas que muitas vezes são deixadas de lado em função da violência que acabam sofrendo.

“Esse passeio toca não só a autoestima da mulher, mas a própria consciência de identidade. Nosso papel com essas mulheres tem a ver com o conceito de ‘sujeito de direitos’. Não adianta a gente saber que existem direitos, se a gente não se apropria deles. É como ter carteira de motorista, mas não saber dirigir. Para isso, é preciso mergulhar na própria história e ir reconhecendo como nos tornamos quem somos. Essa relativização facilita outras reflexões, que vão acontecendo de acordo com o desejo que o grupo manifesta”, explicou.

Este foi o segundo passeio promovido pelo Cram – o primeiro foi no fim do ano passado, como forma de confraternização, quando elas foram ao Palácio de Cristal, quando fizeram uma atividade de dança do ventre (o objetivo foi o contato com o corpo). A intenção é tornar esse tipo de atividade em ação permanente.

O Cram funciona de segunda a sexta, de 8h às 17h, na Rua Santos Dumont, 100 – Centro. É possível entrar em contato pelo telefone 2243-6152 ou, em caso de emergência, pelo número 9 8839-7387. Outras formas de contato para a mulher que sofrer alguma violência é o Disque 180, ou a Polícia Militar pelo 2291-5071 / 2242-8005 / 9 9222-1489 (WhatsApp Emergência), ou ainda a Guarda Civil pelo 153.

Preparar mais 100 pessoas para atuarem no combate aos incêndios florestais durante o período de estiagem em Petrópolis. O treinamento das brigadas operacionais previsto no Plano Inverno municipal será realizado na próxima segunda-feira (03.06) e vai reunir agentes da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias, militares do Exército e da Aeronáutica, além de Bombeiros Civis. A capacitação das equipes será coordenada pelo 15° Grupamento de Bombeiro Militar e acontece no 32° Batalhão de Infantaria Leve/Batalhão Dom Pedro II, na Vila Militar.

Serão realizadas duas etapas de treinamentos: de 8h às 12h a parte teórica e de 14h30 até 16h30 o trabalho prático, onde as equipes terão que apagar até 12 pequenos focos de incêndios florestais em uma trilha, além de uma queimada de grandes proporções no final da atividade. A ideia do governo municipal é preparar as brigadas operacionais para darem suporte ao Corpo de Bombeiros em caso de incêndio de grandes proporções no período de estiagem, já que o 15° GBM abrange também os destacamentos de Itaipava e Três Rios.

O trabalho de antecipação e organização realizado pela prefeitura dentro do Plano Inverno municipal vem contribuindo na redução do número de casos de incêndios florestais: o Corpo de Bombeiros registrou 302 queimadas em 2017, sendo 174 atendidas pelo Destacamento de Itaipava. No ano passado, foram 174 casos ao todo, com 78 desses acontecendo na região do terceiro distrito. 

A capacitação das brigadas faz parte das ações do eixo operacional do Plano Inverno municipal, que conta também com o sobrevoo de drone nas áreas propensas aos incêndios florestais; a Blitz Verde; operações de caráter educativo com a entrega de panfletos sobre os problemas causados pelas queimadas; além do Defesa Civil nas Escolas, que prevê trabalhos sobre educação ambiental.  

A preocupação do governo é com os incêndios florestais prejudicam o solo, eliminando nutrientes fundamentais a qualquer cultura vegetativa, como o potássio e fósforo.  Além disso, a prática é crime, com pena de reclusão, assim como a soltura de balões, também muito comum neste período. 

O telefone da Secretaria de Meio Ambiente para denunciar os casos é o (24) 2233-8180. Ou ainda ligar para o Linha Verde, programa do Disque Denúncia do Rio de Janeiro exclusivo para recebimento de informações sobre crimes ambientais, através dos telefones 0300 253 1177 e (21) 2253-1177.

Eixo humanitário do Plano Inverno municipal

Além do trabalho operacional com foco na redução dos incêndios florestais, o eixo humanitário também será ampliado, com a campanha de agasalho e cobertores, a doação de sangue dos agentes, ação no Dia dos Pais, além da III Festa Julina Solidária.

Iniciativa da Casa da Educação Visconde de Mauá

Os alunos que participam das aulas gratuitas de violão e integram a Orquestra Jovem de Violões Raphael Rabello, na Casa da Educação Visconde de Mauá, participarão, na próxima segunda-feira (03.06) de um bate-papo especial com o músico Guto Menezes. Duas turmas participarão do encontro, uma às 9h e outra às 13h.

A Orquestra Jovem de violões Raphael Rabello, iniciativa da produtora Bem Cultural produções em parceria com a Casa da Educação Visconde de Mauá, tem como objetivo ensinar violão para crianças e jovens, como forma de homenagear Raphael Rabello, petropolitano e um dos maiores violonistas do Brasil de todos os tempos, falecido precocemente aos 32 anos no ano de 1995. Raphael Rabello participou de concertos e gravações com famosos músicos brasileiros, como Tom Jobim, Ney Matogrosso, Zé Ramalho, Jacques Morelenbaum e Paulo Moura, João Bosco e também instrumentistas internacionais, como Paco de Lucia.

“A união entre as iniciativas pública e privada têm sido solução para o sucesso de muitos projetos e a orquestra é um exemplo disso. O encontro com Guto Menezes faz parte de uma rotina do projeto que busca aproximar os estudantes de experiências reais e eficazes da música profissional como caminho de transformação de destinos para os mais jovens”, explica a pedagoga e produtora cultural, Catarina Maul, da Bem Cultural produções.

Guto Menezes é músico profissional e professor de musicalização, cavaquinho e violão. Já participou dos principais teatros e festivais do país atuando como músico, compositor, ator e diretor musical em peças teatrais infantis, junto à Cia Teatro Livro Aberto, fundada pela escritora Sylvia Orthof. Sua carreira resume trabalhos com artistas como Lan Lanh, Letícia Persilles, Paulo Sá, César Nascimento, Renato de Rezende, entre outros e com os grupos Taruíra, Tribo de Gonzaga, Conterrâneos, João Felippe Quarteto, Pé de Gafieira e Trincado Trio. Além da graduação em Licenciatura em Música, sua formação inclui cursos com Hermeto Pascoal (prática de conjunto), Luciana Rabello (cavaquinho), Jayme Vignolli (cavaquinho), Cláudio Daulsberg (harmonia), Zé Menezes (cordas dedilhadas), Maurício Carrilho (harmonia e violão), César Nascimento (percussão maranhense), Bia Paes Leme (percepção e harmonia), Adamo Prince (percepção e solfejo) Mauro Senise (prática de conjunto), José Roberto Leão (violão 7 cordas), João Felippe (cavaquinho e guitarra), entre outros.

“Vale a pena salientar que ainda há vagas para as aulas de violão que são oferecidas na Casa da Educação. A música é um instrumento que fortalece o aprendizado e tem reflexos positivos no rendimento pedagógico dos alunos”, disse a diretora da Casa da Educação, Maria Fernanda Secco.

Os pais que tiverem interesse em matricular os filhos nas aulas de violão na Casa da Educação Visconde de Mauá devem entrar em contato com a direção da casa através do telefone 2246-8661. A Casa da Educação fica na Rua Barão do Rio Branco, 03.

23,466Kg estavam com a validade vencida

Fiscalização realizada nesta quinta-feira (30.05) em mercado de Corrêas encontrou mais 35,013Kg de alimentos impróprios para consumo. O flagrante ocorreu após denúncias sobre a venda de produtos com a data de validade vencida. Na ação, a equipe encontrou 23,466Kg de alimentos com essas características, além de 3,580Kg sem identificação de validade e 7,967Kg conservado de maneira imprópria para manutenção adequada.

Dentre os alimentos vencidos estavam os pacotes de linguiças, potes de margarina, mistura para bola, potes de temperos prontos, pacotes de biscoitos, milho de pipoca, além de azeitonas e champignons. Sem identificação foram descartadas massas folhadas de pastel de forno e queijo minas e, sem a correta conservação haviam pacotes de charque de lagarto e lombo salgado.

O estabelecimento foi autuado e o alimentos foram descartados na presença de funcionários do mercado, conforme preconiza a legislação. Segundo o Código de Defesa do Consumidor (CDC), produtos com prazos de validade vencidos, deteriorados, alterados, adulterados, avariados, falsificados, corrompidos, fraudados, nocivos à vida ou à saúde, perigosos ou, ainda, aqueles em desacordo com as normas regulamentares de fabricação, distribuição ou apresentação, devem ser descartados.

Denúncias sobre irregularidades podem ser feita na unidade do Procon que funciona na Rua Dr. Moreira da Fonseca 33, no Centro, ao lado da Câmara dos Vereadores. Os telefones para contato são o 2246-8469 / 8470/ 8471 / 8472 / 8473 / 8474 / 8475 / 8476 e 8477. Há, ainda, a unidade de Itaipava, que fica na Estrada União e Indústria 11.860, no Centro de Cidadania. Os usuários também têm como opção o WhatsApp Denúncia pelo 92257-5837 e o site www.petropolis.rj.gov.br/procon e o serviço de mensagens da página Procon Petrópolis no Facebook.

 

Mais de 100 produtores se dedicam a produção em Petrópolis

Couve flor, cenoura, banana e feijão foram alguns dos produtos orgânicos dispostos em barracas no Fórum Itaboraí - Política, Ciência e Cultura na Saúde - Palácio Itaboraí - Fiocruz Petrópolis – durante uma programação especial realizada nessa sexta-feira (31.05), chamada: Promoção da alimentação livre de agrotóxico.

Na cidade, mais de 100 produtores se dedicam a produção orgânica. A característica principal desse tipo de produção é a ausência agrotóxicos, por isso, os alimentos orgânicos são os mais procurados por aqueles que buscam uma alimentação mais saudável. “Tenho muitos clientes que estão passando por algum tipo de tratamento de saúde e para eles, é fundamental estar longe dos agrotóxicos. A venda desses produtos é uma herança de família. Há mais de 30 anos estamos nesse ramo e não podemos reclamar. As pessoas estão cada vez mais atentas a necessidade de melhorar a alimentação e é para proporcionar saúde que nos dedicamos ao plantio de orgânicos”, contou Sandra Regina da Ponte, produtora do Brejal.

A programação também contou com feira de produtos agroecológicos, exibição de documentários e visita ao Horto Escola. “Mostramos para os visitantes a importância da identificação das plantas. Aqui temos uma estrutura que processa as plantas. As folhas passam pelo processo de secagem, todo material é analisado pela Fiocruz, embalado e encaminhado para os postos de saúde. Grupos que quiserem conhecer esse processo e as trilhas podem agendar as visitas pelo site da Fiocruz”, explicou o biólogo e coordenador do programa de Biodiversidade e Saúde do Fórum Itaboraí, Sérgio da Silva.

Evento ocorreu durante encontro para elaboração do Programa de Revitalização das Políticas Públicas nas Comunidades Rurais do Município

A importância do saneamento nas comunidades rurais para a garantir a preservação dos recursos hídricos e melhorar as condições de vida das comunidades que sobrevivem das plantações foi ressaltada durante o encontro de elaboração do Programa de Revitalização das Políticas Públicas nas Comunidades Rurais do Município, realizada pela Superintendência Regional do Piabanha - SUPPIB-INEA, nessa sexta-feira (31.05), na sede do INEA em Petrópolis. Uma equipe do Departamento de Agricultura da Secretaria de Desenvolvimento Econômico apresentou um projeto elaborado em parceria com a Emater que prevê a construção de fossas sépticas em duas comunidades rurais da cidade: Bonfim e Caxambu.

A intenção do Departamento de Agricultura é a de que o projeto seja analisado e abraçado pelo INEA, Comitê Piabanha e moradores das comunidades rurais. O projeto visa ainda a conscientização da população sobre o destino correto do lixo e os cuidados com a irrigação – para evitar o desperdício de água. Por critérios técnicos, e com intuito de melhorar a qualidade das águas captadas para o abastecimento rural e urbano, as comunidades escolhidas para iniciar o projeto são Bonfim e Caxambu, onde totalizamos 423 unidades de fossas a serem implantadas. A ideia não é a só a de colocar as fossas nessas casas, mas, também, de capacitar os moradores a usar corretamente esse instrumento que colabora com a preservação do meio ambiente.

 A apresentação do projeto surgiu a partir de um convite da Superintendência Regional do Piabanha- SUPPIB-INEA que está elaborando o Programa de Revitalização das Políticas Públicas nas Comunidades Rurais do Município. “Observamos a necessidade de se promover políticas públicas mais eficientes nas áreas rurais a partir da experiência que consigamos graças aos  projetos que o INEA já vem realizando nesses locais. Queremos fazer parte dos projetos que possam ajudar o município. Todo esse processo envolve secretarias municipais diversas e estamos felizes com essa perspectiva”, disse Edmardo de Oliveira Campbell, superintendente Regional do Piabanha- SUPPIB-INEA.

O projeto de saneamento Rural das comunidades do Bonfim e Caxambu prevê a instalação de um kit básico composto de fossas, filtros, tubos e conexões que perfazem o valor unitário de R$ 1.732,98 - que totaliza para as duas comunidades o valor de R$ 733.050,54.

Vale ressaltar que, segundo o Departamento de Agricultura, com a ajuda do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, foi destinado um TAC (Termo de Ajuste de Conduta) para aquisição de 122 Kit de fossas sépticas, o que vai ajudar a economizar o valor de R$ 156.404,00 no total geral de gastos para a implantação de fossas nas duas comunidades.

A expectativa é de que o projeto, após passar pela análise do INEA, conquiste os subsídios e apoios necessários para a implantação.

A Presidente do Comitê Piabanha, Rafaela Facchetti, ressaltou a importância da parceria. “Muito importante todas as instituições estarem pensando em conjunto uma forma de viabilizar a ação. Certamente é um projeto que terá bons resultados”, disse.

Sérgio Lage, da associação de produtores rurais do Caxambu, aprovou o projeto. “Tudo o que puder feito para melhorar as condições de vida e de produção da nossa região será bem-vinda. Com apoio de todos, tenho certeza que poderá representar uma mudança na realidade da nossa comunidade”.

Cerca de 50 idosos e pensionistas discutiram nesta sexta-feira (31.05) suas relações com a comunidade. O debate foi realizado durante o Café com Sabedoria, iniciativa do INPAS que reúne os servidores para ações de confraternização e conhecimento. Nessa edição, a coordenadora do Programa Petrópolis da Paz, Elsie-Elen Carvalho, abordou o tema “Comportamento Humano em Comunidade”.

O tema tratou sobre as questões comportamentais do indivíduo em comunidade. O destaque foi o modo com que as pessoas da terceira idade se comportam em sociedade, e como são vistas por outras pessoas. A palestrante Elsie-Elen, também falou do Programa Petrópolis da Paz, e a relevância da Câmara Pública para a resolução de conflitos em comunidade.

As palestras que acontecem mensalmente e tem como objetivo de conscientizar e auxiliar os idosos, sobre diversos assuntos. Além das informações oferecidas pelos palestrantes, a reunião é uma oportunidade de confraternização entre eles, é o espaço de reencontrar pessoas que trabalharam juntos por muitos anos.

As equipes interessadas em participar da II Copa Imperial de futsal feminino podem se inscrever até a próxima segunda-feira (03.06) na sede da Superintendência de Esportes e Lazer, que fica no Centro de Cultura Raul de Leoni, no Centro. São 12 vagas para o torneio que será realizado no Centro Esportivo da Escola Municipal Fábrica do Saber, na Estrada da Saudade, no dia 9 de junho. Cada time pode inscrever o número máximo de 12 jogadoras acima de 16 anos, mas será exigida uma autorização assinada pelos responsáveis para as meninas menores de idade.

O congresso técnico que vai definir a tabela e os horários dos jogos será realizado no dia 6 de junho, no Centro de Cultura, às 17h. Os finalistas da II Copa Imperial de futsal feminino recebem medalhas e troféu de premiação. Para outras informações sobre a competição, os interessados podem ligar para o (24) 2233-1218. 

O objetivo da II Copa Imperial é incentivar a prática esportiva entre as mulheres da cidade. Desde o início da gestão, a prefeitura trabalha para que elas conquistem cada vez mais espaço nas mais diversas modalidades. O governo municipal já promoveu dois torneios de futsal e outro de futebol society, além de ter incluído, de maneira inédita, o futebol de campo feminino nos jogos estudantis desde 2017.

Principal mudança é o fechamento da Alfredo Pachá com alteração de mão da Padre Siqueira

A montagem da Bauernfest começa na próxima semana alterando o trânsito no entorno do Palácio de Cristal – principal palco da festa. Até a próxima sexta-feira (07.06), a previsão é que a CPTrans interdite a Alfredo Pachá e faça a inversão de mão na Avenida Padre Siqueira, garantindo a fluidez no trânsito nessa área. Até a desmontagem da festa, que termina no dia 30 de junho, as vias ficarão com essa configuração.

Essas mudanças apresentaram bons resultados nas edições de 2017 e 2018. Para este ano, com a festa com período maior – de 14 a 30 de junho (com exceção do dia 20, feriado de Corpus Christ), e expectativa superior a 350 mil visitantes, a CPTrans realizou um grande planejamento que incluem interdições intermitentes e contempla tanto o trânsito, quanto o transporte – seja público ou privado.

De acordo com a prefeitura, são aguardados mais de 800 ônibus para a festa e grande fluxo de veículos vindo para a cidade em direção a festa e, segundo a CPTrans, alterações poderão ser realizadas no dia a dia da festa, de acordo com a demanda de veículos nas ruas.

Pelo planejamento, a CPTrans irá realizar o fechamento das ruas Walter Bretz, na Piabanha, a Domingos de Souza Bastos, na 13 de Maio, a Almirante Tamandaré na Rua D. Pedro, a Machado de Assis na Monsenhor Bacelar e também a José Bonifácio, liberada apenas para moradores. As alterações incluem a colocação de mão única em um trecho de 200 metros da Montecaseros, entre o Colégio Santa Catarina e o Gehren – os veículos só poderão seguir no sentido bairro nesse trecho. Há, ainda possibilidade de fechamentos intermitentes da Padre Siqueira e do acesso ao Bingen pela 13 de Maio.

Notícias por data

« Maio 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP