Moradores da Rua 13 de Maio manifestaram nesta quarta-feira (29.05) apoio à medida determinada pela prefeitura de fechamento de bares a meia-noite no local e na Rua Nelson de Sá Earp. O prefeito Bernardo Rossi recebeu o grupo de 20 pessoas representando os moradores e afirmou a eles é precisam encontrar um denominador comum com os estabelecimentos comerciais, mas preservando a segurança e tranquilidade de quem vive no local. A determinação foi uma ação emergencial do poder público para evitar violência e resguardar vidas. 

Para os moradores, essa medida atende o desejo deles. Durante o encontro, eles ressaltaram que já vinham buscando com os estabelecimentos, mas sem uma solução.

“Tentamos conversar, porque entendemos que o comerciante que o lucro, mas nós queremos paz”, afirmou o síndico de um dos prédios da rua, Wilson Martins. “É importante esse fechamento, vai diminuir as ocorrências, também vai diminuir a sujeira. Só podemos apoiar essa medida”, colocou a moradora Kátia Dias.

Cidade Imperial está entre os 30 municípios da Região Sudeste que serão contemplados pelo programa Investe Turismo, do Ministério do Turismo. Programa tem, inicialmente, investimento de R$ 200 milhões

Cidade Imperial, Petrópolis é uma das razões para o Ministério do Turismo ter definido a única rota do estado que vai ser contemplada com o programa Investe Turismo - neste primeiro momento - como “Rio de Janeiro Imperial”. A cidade, única da Região Serrana com classificação A no Mapa do Turismo do Brasil, impulsionou a rota e está entre os cerca de 30 municípios do Sudeste do país que receberão o programa, que tem investimento inicial de R$ 200 milhões. A iniciativa vai levar um pacote de ações de investimentos, incentivos a novos negócios, acesso ao crédito, marketing, inovação e melhoria de serviços voltados pararegiões turísticas.

Em fevereiro deste ano, durante agenda do prefeito para buscar verbas e projetos junto aos ministérios, o secretário executivo da pasta, Daniel Nepomuceno, já havia sinalizado o interesse por Petrópolis.

Petrópolis integra a chamada Serra Verde Imperial. A ideia do programa,  desenvolvido conjuntamente pelo Ministério do Turismo, o Sebrae e a Embratur, é que os projetos a serem implementados aumentem a qualidade da oferta turística na região.

Para o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, a intenção do programa é desenvolver as vocações do turismo nas rotas contempladas, fazendo da indústria de Viagens um impulso econômico para toda a região. “O Sudeste brasileiro contempla oferta turística ampla e diversificada, desde o acesso a patrimônios culturais, como as cidades históricas de Minas Gerais e Rio de Janeiro, a um vasto litoral, belo e bem estruturado, até uma forte concentração em viagens a negócios e eventos internacionais. É hora de converter nosso potencial turístico em negócios, empregos e renda” destaca o ministro.

O programa de Rotas Turísticas prevê a divulgação e aprimoramento de ‘ofertas’ de rotas existentes nas cidades, agrupadas ou não por mais de um município. A rota que beneficia Petrópolis é a “Rio de Janeiro Imperial”, junto com Teresópolis e Nova Friburgo. Destes municípios, no entanto, apenas Petrópolis tem a maior classificação do Ministério do Turismo, sendo categoria “A”.

As rotas servem para fins de planejamento, gestão, atração de investimentos, promoção e comercialização turística.No Sudeste, a meta é unir setor público e iniciativa privada para preparar e promover a competitividade de cinco rotas turísticas estratégicas em toda a macrorregião.

Expectativa é de superar os 880 ônibus e vans de turismo que vieram à festa na edição passada

A chegada dos ônibus de turismo para a 30º edição da Bauernfest vai contar com um esquema diferenciado este ano: equipes da CPTrans estarão nos pórticos do Quitandinha e Bingen fazendo a triagem dos veículos que já entrarão na cidade sabendo onde desembarcar os turistas, estacionar e pontos de embarque para a volta, bem como o local ideal para deixar à cidade. Para o evento, a Companhia Petropolitano de Trânsito e Transportes vai disponibilizar 250 vagas para estacionamento.

A expectativa é receber número superior à última edição da festa, que teve 880 ônibus e vans de turismo vindos de todas as partes do Brasil para o evento, em seus dez dias de festa. Com a ampliação da Bauernfest, que este ano funciona de 14 a 30 de junho – com exceção do dia 20, feriado de Corpus Christ, a prefeitura espera receber ainda mais veículos. E, por isso, o esquema para recebimento dos ônibus e vans foi atualizado para evitar excesso de veículos de turismo em um mesmo local, o que pode atravancar o trânsito.

Um local exclusivo para embarque e desembarque para grupos com pessoas deficientes e de idosos também foi destacado: será na Praça 14 Bis, bem próximo à festa e um dos pontos turísticos da cidade. Esses veículos serão direcionados ainda nos pórticos, durante a triagem.

Já para os demais veículos, foram separados três pontos principais para embarque e desembarque dos ônibus: a Avenida Tiradentes, em frente ao Relógio das Flores, e na Montecaseros. Após o desembarque, os motoristas deverão seguir para o Quitandinha, Bingen, Barão do Rio Branco a partir da Moageira e estacionamentos das operadoras Petroita e Cidade Real. Há um plano de contingência que poderá ser acionado, caso o número de veículos supere o de vagas.

O objetivo do Programa é acelerar o desenvolvimento, aumentar a qualidade, a competitividade e gerar empregos em Rotas Turísticas Estratégicas do Brasil

Petrópolis está no grupo composto por 158 municípios brasileiros que será o primeiro contemplado com um pacote de ações de investimentos, incentivos a novos negócios, acesso ao crédito, marketing, inovação e melhoria de serviços voltados para o setor de Turismo, somando R$ 200 milhões. O investimento para a cidade é consequência da agenda do do poder público em Brasília em fevereiro deste ano, no Ministério do Turismo, junto ao secretário executivo da pasta, Daniel Nepomuceno. 

O programa de Rotas Turísticas prevê a divulgação e aprimoramento de ‘ofertas’ de rotas existentes nas cidades, agrupadas ou não por mais de um município. A rota que beneficia Petrópolis é a chamada “Rio de Janeiro Imperial”, junto com Teresópolis e Nova Friburgo.  Destes municípios, no entanto, apenas Petrópolis tem a maior classificação do Ministério do Turismo.

A iniciativa, desenvolvida conjuntamente pelo Ministério do Turismo, o Sebrae e a Embratur, tem por meta unir setor público e iniciativa privada para preparar e promover a competitividade de 30 rotas turísticas estratégicas em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal.

Petrópolis ocupa o topo do ranking do turismo nacional, com categoria “A” no Mapa do Turismo Brasileiro, do Ministério do Turismo. E é uma das principais cidades indutoras do turismo no estado.

A ideia é que os projetos a serem implementados aumentem a qualidade da oferta turística das rotas selecionadas em todas as regiões brasileiras. Para o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, o Investe Turismo muda a lógica de atuação no setor. “Se sozinhos temos um orçamento enxuto, quando unimos forças temos um mundo de oportunidades. Vamos provocar uma transformação na gestão do turismo nessas rotas estratégicas, ampliando o fluxo de turistas nesses destinos e a geração de negócios, empregos e renda por meio do turismo”, ressalta o ministro.

As rotas turísticas selecionadas receberão um pacote de ações organizadas em quatro linhas de trabalho que vão desde o fortalecimento da governança, por meio de uma agenda estratégica entre setor público e privado; a melhoria dos serviços e atrativos turísticos, com foco especial nas micro e pequenas empresas; marketing e apoio à comercialização, por meio de campanhas, produção de inteligência mercadológica e participação em eventos estratégicos; e a atração de investimentos e o apoio ao acesso a linhas de crédito e fontes de financiamento.

Além disso, o programa também possibilitará a entrega de um Plano Integrado de Posicionamento de Imagem do Brasil, um Plano Nacional de Atração de Investimentos e a implantação de um Mapa do Turismo Inteligente. Prevista no Plano Nacional de Turismo 2018/2022, a primeira ação tem como foco identificar e definir um novo posicionamento do Brasil como destino turístico. Por meio de uma plataforma online, o mapa vai identificar e georreferenciar iniciativas inovadoras de empresas, instituições e órgãos públicos do setor de turismo nas 27 UFs.

Gerar ambiente propício ao surgimento de novos negócios também é um resultado prioritário do programa. Segundo o diretor-presidente do Sebrae Nacional, Carlos Melles, a parceria vai trazer ganhos inéditos para a economia turística: "Estamos trabalhando duro para a retomada do crescimento. Tudo está sendo feito para que o Brasil tenha um terreno fértil, capaz de dar condições para que os pequenos negócios brotem. A parceria Ministério do Turismo, Sebrae e Embratur é prova disso. Vamos apoiar o Governo Federal, focando em setores chave para o desenvolvimento do turismo. Somente assim conseguiremos que os negócios não apenas nasçam, mas também cresçam saudáveis", afirma Melles.

Primeira edição do Pitch Inova Petrópolis reuniu 14 projetos

Uso de novas tecnologias para incentivar o turismo na terceira idade e a otimização na criação de embalagens de produtos foram apenas alguns dos projetos apresentados durante a 1ª edição do projeto Pitch Inova Petrópolis, realizada nessa quarta-feira (29.05) no auditório do Sicomércio. O evento, criado pelo Departamento de Ciência e Tecnologia, teve como objetivo aproximar a produção acadêmica dos empresários e poder público.

No total foram apresentados 14 projetos - 7 da FASE, 4 da UFF e 3 do CEFET. Cada grupo teve seis minutos para apresentar os pontos mais importantes das criações e a banca analisadora – formada por empresários, professores universitários e servidores públicos – também teve seis minutos para fazer perguntas e considerações. Os estudantes apresentaram a descrição do projeto, o problema a ser resolvido, a solução encaminhada, os dados resumidos e coletados, proveniente da solução proposta, as possíveis áreas de aplicação e as questões em aberto.

“Muito importante essa iniciativa que estimula a inovação entre os estudantes. Num mundo cada vez mais conectado, as soluções para problemas em empresas e até nas próprias cidades podem ser encontradas nas ideias dos jovens. Foi uma experiência interessante para os alunos e para a banca, tenho certeza”, contou Marcos Neme, integrante do Programa Start Up Rio - Iniciativa público-privada do Estado do Rio de Janeiro e parceiros para fomentar a cultura de empreendedorismo, transformando o estado em um polo de referência internacional em tecnologia digital.

Os trabalhos apresentados sugerem soluções diferentes, como por exemplo, o uso de uma tecnologia para detecção de possíveis pontos de alagamento; a criação de uma, empresa que democratizará as informações do setor turístico, criação de um local de hospedagem e com prestação de serviços a animais domésticos na cidade, a formação para os cozinheiros responsáveis pela execução das refeições nas escolas municipais, criação de um sistema de informação para roteamento inteligente utilizando transporte público, a criação de centro integrado de atividades físicas para o público acima de 50 anos, o uso de bagaço de malte cervejeiro na elaboração de pães, a criação de uma empresa do setor de moveis voltada para a utilização de pallet e sua customização, novas formas de embalagens, criação de um gerador de energia para uma empresa de médio porte, entre outros.

“Foi um momento interessante para os estudantes porque tiveram a oportunidade de apresentar suas criações e refletir sobre os questionamentos da banca. Os avaliadores chamaram atenção para a necessidade de estudar melhor os campos de atuação e o planejamento dos negócios a longo prazo”, afirmou o diretor do Departamento de Ciência e Tecnologia, Marcelo Simões.

“O Pitch Inova reforça a capacidade produtiva e inovadora de nossos jovens que estão se qualificando para esta nova economia e suas ideias, iniciativas e a construção de novos conhecimentos deve ser destacada. Criar um ambiente de valorização destas propostas e sua respectiva articulação com os demais atores produtivos da sociedade, possibilita nutrir e fomentar a cultura do empreendedorismo intensivo em conhecimento na cidade e ajuda na criação de soluções de alto valor agregado. É o que estamos precisando para manter nossa juventude qualificada na cidade", concluiu Marcio Campos, responsável pelo projeto.

As partidas da primeira fase do futsal dos Jogos Estudantis Unificados de Petrópolis (Jeups) reúnem 43 escolas e cerca de mil alunos no Centro de Iniciação ao Esporte (CIE), no Caxambu. A abertura da modalidade acontece nesta quinta-feira (30.05) com nove jogos na categoria sub-13 masculino e três no feminino. Até o dia 11 de junho, acontecem mais 112 partidas em todas as idades: sub-13, 15 e 18. Os oito melhores colocados por categoria garantem vaga para a segunda fase, que será realizada no segundo semestre. As tabelas com as partidas estão disponíveis no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

O futsal é a última modalidade coletiva em disputa na primeira fase. Já aconteceram os jogos de vôlei, basquete e de handebol. Já os esportes disputados de forma individual - tênis de mesa, xadrez, judô e atletismo – serão realizadas em uma única fase, com previsão para começar em agosto. A competição vai reunir cerca de três mil alunos em mais de 250 horas de atividades esportivas variadas até outubro.

Neste ano o Jeups bateu o recorde de escolas participantes, com a participação de 50 instituições inscritas. As maiores quantidades haviam sido nas edições de 2002 e de 2018, quando participaram 44 colégios.  A principal novidade da edição é uma parceria entre a prefeitura e o Banco de Sangue Santa Teresa, que busca incentivar os colégios a doarem sangue no período em que ocorrem as disputas. Quem conseguir o maior número de pessoas vai ganhar a pontuação equivalente a uma modalidade esportiva.

O regulamento deste ano do Jeups também permite a inscrição de um mesmo atleta para três esportes em equipe nas categorias sub-15 e 18. A mudança atende a um pedido das escolas menores, que contam com menos alunos e ficavam de fora de algumas modalidades.  Além disso, serão formadas seleções com os principais atletas das categorias sub-15 e 18 no basquete, handebol, vôlei e futsal (apenas no feminino, já que no masculino a Liga Petropolitana de Desportos representa a cidade).

A segunda fase do Jeups e as modalidades individuais acontecem no segundo semestre. O evento de encerramento com a premiação dos alunos e das escolas vai acontecer no mês de outubro no Sesc Quitandinha.

Empresas que precisam entregar a retificadora da DECLAN – IPM 2019, ano base 2018, ganharam mais alguns dias de prazo para encaminhar a documentação à Secretaria de Estado de Fazenda, com base em uma portaria da superintendência de Cadastro e Informações Fiscais, que estendeu o prazo para entrega, que espiraria na terça-feira (28.05) para sexta-feira (31.05). Base para calcular o índice de participação dos municípios (IPM) no Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do Estado do Rio de Janeiro, a entrega da DECLAN-IPM 2019 está sendo monitorada por equipes da Secretaria municipal de Fazenda, a exemplo do que foi feito no ano passado e trouxe bons resultados.

É um modelo de operação que os técnicos da prefeitura realizaram em 2018, contribuiu para um aumento de 33,6% no repasse de valores de ICMS para Petrópolis. Em 2018 o município teve arrecadação de R$ 254,5 milhões - um salto R$ 64 milhões sobre os valores contabilizado em 2017, que somaram R$ 190,2 milhões.

O monitoramento feito por técnicos do município possibilita que as empresas sejam notificadas a fazerem a retificadora em caso de divergências significativas nos valores declarados. A entrega da DECLAN dentro dos prazos e com as informações corretas, deixa a empresa com a sua situação fiscal em dia.

A declaração é fundamental para estabelecer a posição da cidade no IPM e deve ser feita pela internet, no site da Secretaria de Estado de Fazenda e Planejamento do Rio de Janeiro.

Em 2018, o trabalho de acompanhamento dos técnicos da Fazenda municipal resultou na notificação de 1.673 contribuintes para retificação dos dados apresentados na DECLAN. Naquele ano a Secretaria de Fazenda identificou 230 declarações que apresentaram grande redução de valor, além de outras 84 declarações entregues zeradas. O levantamento também identificou 44 contribuintes que entregaram a declaração em 2016 e deixaram de fazê-lo em 2017, e ainda 1.315 outros que deixaram de apresentar a declaração tanto em 2016 quanto em 2017. 

O acompanhamento de dados vem contribuindo de forma efetiva para o aumento na arrecadação registrado nos últimos anos. Em 2018 o IPM foi de 2,877% - superior aos anos anteriores – percentual mantido este ano. Em 2017 o IPM foi de 2,342%. Em 2016 e em 2015, o índice foi, respectivamente de 1,904% e de 1,810%.

Cerimônia contou com a participação de alunos de 19 escolas da rede municipal

Paciente, amorosa, forte, acolhedora, carinhosa e humilde. Essas foram algumas das virtudes de Nossa Senhora das Graças exaltadas durante a Coroação realizada nessa quinta-feira (29.05) no Salão da Igreja de Santo Antônio, no Alto da Serra. A celebração, organizada pela Secretaria de Educação, contou com a participação de aproximadamente 100 alunos de 19 escolas da rede municipal.

“As características de Maria encenadas durante a coroação foram trabalhadas juntamente com o projeto Virtudes, que vem sendo desenvolvido em algumas escolas. São atividades que exaltam valores tão necessários para a vivência escolar e na comunidade”, explica Érica Castilho de Oliveira, integrante da Inspeção Escolar da Secretaria de Educação e organizadora da coroação.

Adriana de Souza Penha, mãe da Manoela, de 7 anos, aluna da Escola Nossa Senhora da Glória, ficou emocionada com a apresentação da filha, vestida de Maria. “Ele ficou muito animada em participar da coroação. Ensaiamos em casa e ela me deixou me deixou emocionada, fez tudo direitinho”, disse.

Sargento Boening é a próxima região a organizar representação local

A criação dos Conselhos Locais de Saúde foi pauta da última reunião do Conselho Municipal de Saúde (Comsaúde), nesta terça-feira (28.05). Na ocasião foram apresentadas as duas organizações já formalizadas nas comunidades Primeiro de Maio (Madame Machado), em fevereiro, e Amazonas (Quitandinha), no último dia 18 de maio. Durante a reunião, foi apresentada a resolução que estabelece a comissão que vai acompanhar as organizações nas comunidades e ainda ampliou o número de cadeiras do Conselho, que de 24 e passa a ter 32 lugares para aumentar representação da sociedade no órgão.

Foi anunciada a próxima região a formalizar o Conselho Local de Saúde, que será estabelecido no Sargento Boening. Assim como nas duas primeiras localidades, será organizado um fórum para a votação da comissão de moradores que representarão a entidade. A instituição dos conselhos locais visa promover a melhoria da qualidade de vida nas regiões de abrangência. Apesar de atuar diretamente com a unidade de saúde da região, o conselho atua para o avanço de outros serviços, que afetam diretamente o dia a dia das comunidades.

Os conselhos locais contam com a participação direta da população e terão atuação em parceria com o Conselho Municipal de Saúde (Comsaúde) na busca pela melhoria da oferta dos serviços públicos em cada região de origem. A implantação do Conselho Local de Saúde segue a determinação de lei municipal que autoriza a criação dos órgãos. 

A implantação de cada Conselho Local de Saúde conta com apoio da Fiocruz, que contribui para a elaboração dos diagnósticos das regiões. O objetivo é promover um estudo das questões de maior impacto para a melhoria da qualidade de vida em cada localidade onde a criação do Conselho Local é sugerida. Além de atuar nas comunidades de Primeiro de Maio, Amazonas e Sargento Boening, também estão sendo feitos os diagnósticos das regiões do Batalhard, Boa Esperança, Castelo São Manoel, Vila Rica e Carangola, que futuramente implantarão suas representações locais.

“Os conselhos locais são de fundamental importância para garantir a participação da sociedade civil nas decisões e elaboração da política pública de saúde, principalmente no que diz respeito à prestação de serviço nas comunidades. Aprovamos a resolução, criando de forma permanente a comissão dos conselhos locais, para acompanhar a formação dos próximos conselhos”, frisa o presidente do Comsaúde, Rogério Lima Tosta.

As imagens do Centro Integrado de Operações de Petrópolis (Ciop) estão sendo usadas para a investigação dos responsáveis pelo assalto a uma loja varejista no Centro Histórico no início da tarde desta quarta-feira (29.05). As informações captadas pela central de monitoramento já foram repassadas para a Polícia Militar que faz buscas. .

O monitoramento flagrou o movimento de duas pessoas em moto instantes depois do crime, por volta de 12h30. Dessa forma, a Polícia Militar está trabalhando para identificar a rota percorrida e, assim, prender os acusados e recuperar os produtos roubados.

O Centro Integrado de Operações de Petrópolis tem 56 câmeras espalhados em 46 locais da cidade. De maio do ano passado até abril de 2019, foram registradas 222 imagens sobre crimes ou suspeitas. Nesse período, foram feitas 15 prisões a partir de flagrantes ou após investigações.

“O Reino dos livros Esquecidos” e “Manual de Bons Tratos” são alguns dos livros que serão tema do bate-papo literário que vai ocorrer nessa quinta-feira (30.05) na EM Fábrica do Saber, às 13h30. O objetivo do encontro é o de incentivar o hábito da leitura nos estudantes. O bate-papo contará com a participação da escritora e pedagoga Catarina Maul.

A autora, que lançou recentemente os dois livros, conversará com os alunos sobre o universo da leitura e da escrita, contando sua história de paixão por essa profissão e exaltando a importância do Manual de bons tratos, obra que busca melhorar a qualidade de vida dos animais domésticos ou de rua, tendo sido impressa através de financiamento coletivo.

“Além de conversar e estimular os alunos a se dedicarem mais a leitura, vou deixar para a biblioteca sete títulos, sendo quatro infantojuvenis e três de poesia”, disse a autora.

Catarina Maul teve sua carreira profissional na literatura lançada através de projetos desenvolvidos na Educação. “Os projetos literários desenvolvidos pelas escolas de Petrópolis são sempre consistentes e abraçados com total carinho e responsabilidade pelas unidades que os desenvolvem. Ser porta voz de um segmento cultural tão importante é, sem dúvida, o reconhecimento maior para da minha carreira”, explica a autora.

Unidade de Itaipava reúne pacientes, familiares e chama o público para conhecer o trabalho desenvolvido

A socialização como busca de melhoria de qualidade de vida é o que o Centro de Atenção Psicossocial II – Nubia Helena dos Santos (CAPS-II), em Itaipava, quer transmitir durante o evento da próxima sexta-feira (31.05), das 14h às 17h, no Parque de Exposição, em Itaipava. A ação alusiva ao Dia Mundial da Luta Antimanicomial, que tem data de conscientização no mês de maio, no dia 18, vai reunir pacientes, familiares e é aberto ao público que se interessar em conhecer o trabalho da unidade, voltada para a saúde mental. Mensalmente 400 pacientes são acompanhados pelo CAPS.

A iniciativa visa a não valorização de tratamentos que resultem na reclusão, em instituições fechadas, dos pacientes com transtornos mentais moderados. O objetivo é incentivar alternativas em que os pacientes sejam acompanhados sem perder o convívio familiar e social, conforme desenvolvido na unidade do CAPS II. E durante o evento, os próprios pacientes contarão como o método aplicado tem proporcionado resultados positivos em suas vidas. Serão expostos os trabalhos manuais, entre os quais, cartazes, onde os pacientes transmitem o apelo ao tratamento com liberdade, fora dos manicômios.

A escolha do local para a conscientização da população representa em sua totalidade a mensagem de liberdade que a unidade deseja transmitir. O amplo espaço do Parque de Exposição vai ser explorado. Os pacientes terão atividade na Academia da Saúde e usarão a área para desenvolver atividades que unirão o lazer à conscientização. 

Os familiares e o público em geral poderão conhecer e se envolver com as atividades realizadas pela unidade. No dia a dia, os pacientes recebem o acompanhamento psiquiátrico, psicológico e são inseridos em diversas práticas que contribuem para a evolução do quadro clínico e favorecem a socialização. No CAPS – II os pacientes são atendidos de segunda a sexta-feira, das 9h às 15h30, em acompanhamento dos profissionais.

A terapia ocupacional é uma das aliadas no processo de tratamentos dos pacientes. São oferecidas oficinas de jardinagem, pintura, artesanato, bijuteria, culinária, trabalhos lúdicos e a oficina expressiva, onde os pacientes trocam reações e experiências sobre os temas propostos. “Temos experiência de pacientes que já foram internados em instituições fechadas antes e nos relatam que, aqui no CAPS, resgataram suas vidas. Aqui eles se sentem úteis, ativos, podem produzir algo”, destaca a coordenadora do CAPS – II, Patrícia Leitão Vieira, que há oito anos atua com saúde mental e há três, atua na unidade de Itaipava. “Esse é um trabalho muito gratificantes. Esse é um espaço que possibilitamos que os pacientes, que muitas vezes não têm o entendimento da família, sejam acolhidos e recebam todo o carinho que precisam”, reforça.

Município conta com rede de atendimento psicossocial

Além do CAPS-II, o município também possui outras unidades de atendimento psicossocial, sendo: Centro de Atenção Psicossocial Álcool e outras Drogas (CAPS AD III), um CAPSi Infanto-juvenil e outros dois CAPS Nise, no Centro. A rede possui ainda dois ambulatórios de Especialidades em Saúde Mental, um no Centro e outro em Itaipava.

A Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) do município conta com o serviço de urgência/emergência psiquiátrica durante 24 horas em regime de plantão no Hospital Municipal Nelson de Sá Earp (HMNSE), que dispõe ainda de 10 leitos para internação (leitos 72 horas), para casos em que é necessário um maior tempo de estabilização em pacientes que apresentem quadros psiquiátricos graves.

As unidades que compõem a Rede de Atenção Psicossocial contam com médicos, psicólogos, assistentes sociais e equipe de enfermagem, capacitados para atender pacientes com transtorno depressivo nos graus leve, moderado e grave. Os Postos de Saúde da Família e demais unidades de saúde, realizam atendimentos para a população em geral e no caso de identificação de quadros psiquiátricos com sintomas de depressão, estes são direcionados para os atendimentos especializados.

Cerca de 150 alunos de três instituições de ensino participaram das atividades do Defesa Civil nas Escolas nesta quarta-feira (29.05). As crianças do CEI Sérgio Fadel, em Itaipava, e do CEI Nossa Senhora da Glória, em Corrêas, assistiram a um filme educativo da Turma da Mônica sobre reciclagem de lixo. Já os estudantes do quarto ano da Escola Municipal Paula Buarque, no Vale do Cuiabá, brincaram com o jogo da turma do Pedrinho. Na quinta, os agentes visitam a E.M. Leonardo Boff, no Contorno, e a E.M. Rosemira Cavalcante, no Alcobacinha.

Até o momento, foram elaboradas 202 atividades por 117 unidades escolares. As escolas que ainda não entregaram os trabalhos têm até o dia 30 de junho para cumprir a lei. Neste semestre, estão sendo trabalhadas as ameaças de inverno: incêndios florestais e estiagem, abordando também a educação ambiental e a temática do bem-estar animal.

A aplicação da lei em sal de aula é um passo importante no desenvolvimento de uma cultura de resiliência na cidade, com a orientação das crianças e dos adolescentes sobre como se comportar em caso de desastres de origem natural. Iniciativa do executivo, o Defesa Civil nas Escolas é uma medida a longo prazo, que tem o objetivo de transformar o futuro da cidade.

No ano passado - primeiro ano da política pública - foram realizadas 170 atividades dentro do Defesa Civil nas Escolas, com a participação de 103 colégios da rede, oito particulares e um estadual. Este ano, o programa foi ampliado para as escolas da rede pública e privada que contam com educação infantil. Apesar de estar em prática há pouco tempo, o programa já rendeu um prêmio para a prefeitura. O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) vai entregar um pluviômetro semiautomático e um kit educativo para serem usados dentro da política pública.

Evento faz parte das ações do Maio Amarelo

Discussões ocorreram na Fase durante toda a quarta-feira

Pela ótica da Educação, Assistência e Fiscalização + Informação o seminário sobre acidentes de trânsito discutiu, nesta quarta-feira (29.05), a importância da participação popular para diminuição das estatísticas. O evento ocorreu durante todo o dia na FMP/Fase e trouxe à tona a importância da mudança de comportamento para a alteração da realidade – papel da coletividade.

O seminário serviu, ainda, como consulta pública para o Plano Municipal de Redução de Acidentes de Trânsito (PMTrans). A ação toma como base o Plano Nacional de Redução de Acidentes de Trânsito que, embora seja voltado às rodovias, a CPTrans tem a intenção de adaptar para transformar em lei as medidas que serão importantes mudar o cenário em Petrópolis.

O Seminário começou com a apresentação das atividades da edição do Maio Amarelo em 2019. Ao longo do mês cerca de 4 mil crianças participaram das iniciativas que, este ano, aliás, tem o mote “Me Ouça”, voltado aos conselhos dado aos mais velhos pelo público infantil.

O professor de enfermagem da Fase, Ricardo Patulea, que participou da primeira mesa de debates, que teve a Educação como tema, destacou a importância da intersetorialidade. “Como instituição que tem a maioria dos cursos voltados à saúde é importante trazer esse debate para perto e discutir a realidade dos acidentes de trânsito”, disse.

O seminário contou também com a apresentação dos dados do hospital referência em trauma do município, o Santa Teresa, pelo médico Vinícius Brasil. Dados da unidade de saúde, relativas a 2019, apontam que houve 336 atendimentos as vítimas de acidentes de trânsito até o final de abril. A maioria deles, 176, são causados por acidentes envolvendo motocicletas. No seminário, o depoimento de uma vítima comoveu os participantes.

Fechando o evento, no eixo fiscalização + informação, o diretor técnico e operacional da CPTrans, Luciano Moreira apresentou o capítulo que trata sobre acidentes de trânsito. Ele apresentou os dados estatísticos do anuário de 2016 e 2017, mas destacou a evolução do documento para a consolidação das informações de 2018.

“Daremos um tratamento diferenciado destacando quais medidas podem ser tomadas para atuar em torno daqueles dados, que tipo de alteração uma via que apresentou maior número de acidentes precisar ter, para, a partir dele, ter um plano de ação específico. Também queremos, junto com o Corpo de Bombeiros, fazer a classificação de periculosidade das vias, uma dessas medidas que poderá ser tomada com a consolidação dos dados do novo anuário”, explicou Luciano.

Guarda Civil promove palestra para funcionários da Águas do Imperador

A Guarda Civil promoveu duas palestras de conscientização sobre trânsito seguro para 46 funcionários da concessionária Águas do Imperador na segunda (27.05) e na terça (28.05). O objetivo foi reforçar para os colaboradores a importância da direção defensiva, dentro da perspectiva do lema “perca um minuto no trânsito e ganhe uma vida inteira”.

A palestra foi ministrada pelo chefe do setor de ensino da Guarda, Leandro da Silva, que falou especialmente para condutores de veículos, motos e caminhões que transportam os funcionários, materiais e equipamentos para os locais de serviço da concessionária. Ele abordou temas como uso do cinto de segurança, a proibição de dirigir falando ao telefone e a sinalização da via.

“São temas que eles já estão acostumados a ouvir, mas que é importante sempre relembrar para que eles possam trabalhar em segurança. O Maio Amarelo tem essa proposta de levantar esse assunto e foi muito boa a participação deles”, contou o palestrante.

Leandro da Silva também é o responsável, por exemplo, pelos cursos de atualização do efetivo da Guarda que atua na orientação do trânsito – a última edição do curso ocorreu em março. Hoje, mais de 90% da corporação é capacitada para este serviço. São 30 homens diariamente atuando diariamente em ruas do Centro e distrito.

A assistente administrativa da empresa, Natália Souza Ribeiro, acompanhou a palestra e acredita que os assuntos abordados são os que os funcionários estão habituados a encontrar no dia a dia.

“Foi ótimo, gostamos bastante. Os funcionários puderam tirar dúvidas e foi bastante esclarecedor. Tudo que foi dito são coisas que eles vivem no dia a dia, o cuidado em relação a moto, limite de velocidade. Acho que a palestra chamou a atenção para coisas que eles já vivenciam normalmente”, afirmou.

Estudantes da rede estadual de ensino podem se inscrever na 12ª edição do Parlamento Juvenil até o dia 7 de junho. O programa permite que os jovens vivam a experiência de ser deputado estadual, votando e aprovando projetos no plenário da Casa, com o objetivo de aproximar os jovens da política. Podem participar adolescentes entre 15 e 17 anos que estejam cursando o 1º ou o 2º ano do Ensino Médio. Os interessados podem garantir vaga no https://www.parlamento-juvenil.rj.gov.br/. A iniciativa é da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) e conta com o apoio da prefeitura, através da Coordenadoria de Juventude.

Os eleitos passarão por cursos de treinamento e de capacitação e participam, em novembro, das atividades na sede do Legislativo. O tema do Parlamento Juvenil neste ano, "Onde ideias ganham voz", reforça a necessidade de uma participação popular mais efetiva dentro da política. O programa também é uma oportunidade para a juventude na participação política e no exercício da cidadania.

A Coordenadoria de Juventude vem colaborando na divulgação do programa nas escolas e vai dar todo o suporte necessário para a eleição em Petrópolis. Cada município pode ser representado por um parlamentar juvenil. Ele opera nos mesmos moldes de um parlamento convencional, com direito a escolha da Mesa Diretora, Regimento Interno e votação em plenário.

O projeto foi criado 1998 e, posteriormente, reformulado pelos próprios parlamentares juvenis em 2015. Nas últimas edições houve um crescimento na participação de jovens e a ideia é que os números sejam ainda mais positivos neste ano. O grande destaque dessa edição são as quatros leis aprovadas pela Alerj que tiveram como autores parlamentares juvenis. As leis propostas ficam em um banco de dados disponível aos deputados e podem ser aprovadas no próximo ano.  

Calendário do Parlamento Juvenil:

- Inscrições: até 7 de junho;

- 1º Turno das eleições: 13 de junho;

- 2º Turno das eleições: 4 a 7 de julho;

- Semana do Parlamento Juvenil na Alerj: 24 a 30 de novembro.

Uma nova etapa da operação para verificar se as lojas da cidade estão cumprindo às regras do Código de Defesa do Consumidor foi concluída nesta terça-feira (28.05) no Bingen. Foram 63 lojas fiscalizadas, das quais 24 serão notificadas por não ter o livro de reclamações, 25 não possuíam um exemplar do CDC e foram contempladas com o código e 49 não disponibilizavam, em local visível, o cartaz com os contatos do órgão de defesa do consumidor. A iniciativa, que começou na última semana já passou por 658 lojas em toda a cidade.

E essa ação já demonstra resultados. Desde que a fiscalização começou, 89 lojas que não possuíam o livro de reclamações ou não o tinham registrado no Procon já foram até o órgão de defesa do consumidor fazer a regularização do livro. Segundo a legislação, as reclamações registradas nele devem possuir três vias. Uma delas será enviada ao Procon em, no máximo, 30 dias após seu preenchimento. A 2ª via ficará com o consumidor e a última com o próprio estabelecimento.

Na primeira fase da operação, as equipes estiveram nas Ruas do Imperador, Paulo Barbosa, 16 de Março, Teresa, Irmãos D’Angelo, entre outras. Nesta segunda foi o polo de modas e demais lojas da região do Bingen. A ação continua ao longo das próximas semanas no dos distritos de Cascatinha, Itaipava, Pedro do Rio e Posse.

Encontros mensais ocorrem na Casa dos Conselhos Augusto Ângelo Zanatta

Dicas sobre as tendências do mercado de trabalho, a importância da atualização dos conhecimentos e sobre os processos seletivos promovidos pelas empresas petropolitanas são os principais assuntos abordados durante os encontros promovidos pelo DETRA – Departamento de Trabalho e Renda da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, durante os encontros mensais com as pessoas que estão em busca de uma recolocação no mercado de trabalho. O próximo encontro será no dia 30 de maio, às 14h, na Casa dos Conselhos Augusto Ângelo Zanatta.

As palestras serão realizadas mensalmente: 30 de maio, 26 de junho, 25 de julho, 29 de agosto, 26 de setembro, 31 de outubro e 28 de novembro – sempre de 14h às 17h, na Casa dos Conselhos que fica na Avenida Koeler, nº 260, Centro.

Os interessados em cadastrar os currículos no Balcão de Empregos da Prefeitura devem fazer a inscrição no site www.petropolis.rj.gov.br. Informações podem ser consultadas pelo telefone (24) 2233-8113. O Balcão de Empregos realiza a divulgação das vagas e os encaminhamentos dos candidatos para processo seletivo, sendo assim, fica a cargo do empregador a responsabilidade pelas entrevistas e possíveis contratações. O DETRA fica na Avenida Barão do Rio Branco, nº 2846.

Notícias por data

« Maio 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP