Maior fiscalização e policiamento são discutidos

Prefeitura lista ações desenvolvidas na segurança, mais de R$ 700 mil em monitoramento e equipagem da Guarda Civil

Uma nova reunião, em data a ser definida, a Prefeitura, judiciário empresários e forças policiais vão voltar a discutir a segurança em ruas como a 13 de Maio e Nelson de Sá Earp, palco de episódios de violência que culminaram com a determinação do fechamento dos bares à meia-noite. O fechamento nestas áreas que começou a vigorar sábado por determinação da prefeitura, foi debatido em uma reunião no judiciário nesta terça-feira (28.05). Seis juízes, dois promotores da Infância e Adolescência e dois delegados civis participaram da reunião.  A medida de fechamento dos bares à meia noite foi apoiada pela Vara da Infância e da Juventude.

Na ocasião, o poder público ressaltou que a ação é uma medida preventiva, antes que pudessem ocorrer fatos que deixassem vítimas e ressaltou que é fundamental, a presença mais efetiva da Polícia Militar.

O titular da Vara da Infância, Juventude e Idoso, juiz Alexandre Teixeira, destacou que a medida de fechamento dos bares era uma demanda dele e dos promotores e que outras cidades não apenas no Brasil já adotam um horário limite para funcionamento de estabelecimentos comerciais. Para ele, é necessário que os comerciantes assumam a responsabilidade pelo que acontece no entorno dos bares.

“O Código de Posturas já estabelece que os proprietários dos estabelecimentos são responsáveis por tumultos que acontecem em função do bar. Ele também fala de limpeza, a questão de ruídos está lá. Existe corresponsabilidade dos proprietários. Essa determinação vem por uma situação excepcional, mas cabe vocês se reunirem para definir quais ações serão adotadas”, cobrou.

Durante o encontro, o juiz da 4ª Vara Cível, Jorge Martins, afirmou que é necessário maior rigor no policiamento e na fiscalização para evitar que continuem a ser registradas ocorrências de crimes.

A prefeitura lembrou que do investimento feito para equipar melhor a Guarda, como o reparo de viaturas e renovação de uniformes, além da criação do Centro Integrado de Operações de Petrópolis (Ciop), um investimento de mais de R$ 700 mil desde o início do governo. Com isso, o trabalho entre as forças de segurança tem acontecido de forma cada vez mais integrada, como é possível ver no monitoramento da cidade – com as câmeras sendo usadas para combater a criminalidade – e as operações conjuntas cada vez mais frequentes, como no choque de ordem.

O encontro teve a participação dos juízes Afonso Botelho (2ª Vara Criminal); Marcelo Machado da Costa (2ª Vara Cível); José Cláudio (Vara de Família); André Spielmann (3ª Vara Cível); dos promotores da Infância e Juventude, Odilon Lisboa Medeiros e Vicente de Paula Mauro Junior, de secretários municipais; dos dois delegados, Cláudio Batista e Juliana Ziehe; do comandante do 26º BPM, Marcelo Bernardo; e ainda de representantes dos bombeiros, de comerciantes e moradores da Rua 13 de Maio e da Nelson de Sá Earp.

O objetivo do Programa é acelerar o desenvolvimento, aumentar a qualidade, a competitividade e gerar empregos em Rotas Turísticas Estratégicas do Brasil

Petrópolis está no grupo composto por 158 municípios brasileiros que será o primeiro contemplado com um pacote de ações de investimentos, incentivos a novos negócios, acesso ao crédito, marketing, inovação e melhoria de serviços voltados para o setor de Turismo, somando R$ 200 milhões. O investimento para a cidade é consequência da agenda do do poder público em Brasília em fevereiro deste ano, no Ministério do Turismo, junto ao secretário executivo da pasta, Daniel Nepomuceno. 

O programa de Rotas Turísticas prevê a divulgação e aprimoramento de ‘ofertas’ de rotas existentes nas cidades, agrupadas ou não por mais de um município. A rota que beneficia Petrópolis é a chamada “Rio de Janeiro Imperial”, junto com Teresópolis e Nova Friburgo.  Destes municípios, no entanto, apenas Petrópolis tem a maior classificação do Ministério do Turismo.

A iniciativa, desenvolvida conjuntamente pelo Ministério do Turismo, o Sebrae e a Embratur, tem por meta unir setor público e iniciativa privada para preparar e promover a competitividade de 30 rotas turísticas estratégicas em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal.

Petrópolis ocupa o topo do ranking do turismo nacional, com categoria “A” no Mapa do Turismo Brasileiro, do Ministério do Turismo. E é uma das principais cidades indutoras do turismo no estado.

A ideia é que os projetos a serem implementados aumentem a qualidade da oferta turística das rotas selecionadas em todas as regiões brasileiras. Para o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, o Investe Turismo muda a lógica de atuação no setor. “Se sozinhos temos um orçamento enxuto, quando unimos forças temos um mundo de oportunidades. Vamos provocar uma transformação na gestão do turismo nessas rotas estratégicas, ampliando o fluxo de turistas nesses destinos e a geração de negócios, empregos e renda por meio do turismo”, ressalta o ministro.

As rotas turísticas selecionadas receberão um pacote de ações organizadas em quatro linhas de trabalho que vão desde o fortalecimento da governança, por meio de uma agenda estratégica entre setor público e privado; a melhoria dos serviços e atrativos turísticos, com foco especial nas micro e pequenas empresas; marketing e apoio à comercialização, por meio de campanhas, produção de inteligência mercadológica e participação em eventos estratégicos; e a atração de investimentos e o apoio ao acesso a linhas de crédito e fontes de financiamento.

Além disso, o programa também possibilitará a entrega de um Plano Integrado de Posicionamento de Imagem do Brasil, um Plano Nacional de Atração de Investimentos e a implantação de um Mapa do Turismo Inteligente. Prevista no Plano Nacional de Turismo 2018/2022, a primeira ação tem como foco identificar e definir um novo posicionamento do Brasil como destino turístico. Por meio de uma plataforma online, o mapa vai identificar e georreferenciar iniciativas inovadoras de empresas, instituições e órgãos públicos do setor de turismo nas 27 UFs.

Gerar ambiente propício ao surgimento de novos negócios também é um resultado prioritário do programa. Segundo o diretor-presidente do Sebrae Nacional, Carlos Melles, a parceria vai trazer ganhos inéditos para a economia turística: "Estamos trabalhando duro para a retomada do crescimento. Tudo está sendo feito para que o Brasil tenha um terreno fértil, capaz de dar condições para que os pequenos negócios brotem. A parceria Ministério do Turismo, Sebrae e Embratur é prova disso. Vamos apoiar o Governo Federal, focando em setores chave para o desenvolvimento do turismo. Somente assim conseguiremos que os negócios não apenas nasçam, mas também cresçam saudáveis", afirma Melles.

83 novos aparelhos foram adquiridos por meio de recuperação de emenda parlamentar

O prefeito acompanhou nesta terça-feira (28.05) a entrega de parte dos novos equipamentos que serão destinados para o Hospital Alcides Carneiro. Ao todo são 83 aparelhos que serão destinados aos setores de Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) e demais áreas do hospital. Todo o material foi adquirido a partir da recuperação de emendas parlamentares que estavam estagnadas no Ministério da Saúde, desde a gestão anterior e foram liberadas, destinando um valor de R$ 998 mil para as aquisições.

A primeira parte de equipamentos com os ventiladores pulmonares começou a ser entregue nesta terça-feira. Serão 10 aparelhos desse tipo, usados para terapias intensivas, nas UTIs  neonatais, pediátricas e adultas. O hospital ainda receberá 20 suportes para soro, 1 aparelho para análise laboratorial, 6 detectores fetais,  7 monitores multiparâmetro, 7 oxímetros de pulso, aparelhos de pressão - 8 infantis e 10 adultos, 3 balanças antropométricas, 2 bisturis elétricos e 9 bombas de infusão de seringa.

O suporte destinado ao hospital é fruto de emendas parlamentares que foram resgatadas pela Secretaria de Saúde. Todos os equipamentos garantirão mais suporte para a unidade hospitalar que realiza mensalmente cerca de 2500 atendimentos no setor de urgência e em média, 37 mil exames de imagens; 340 cirurgias; e 300 partos.

Melhorias estruturais seguem em andamento

Os novos equipamentos chegam para somar as melhorias que vêm sendo implantadas na estrutura do hospital. A unidade médica e hospitalar realiza intervenções estruturais que visam melhorar as acomodações dos pacientes e aumentar a capacidade de atendimento. Desde janeiro, várias áreas estão recebendo melhorias que vão da pintura e à estrutura. Uma parceria com a Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FASE) destina recursos de R$ 13 milhões, que viabilizam parte da primeira etapa voltada para a ampliação da maternidade, construção do centro obstétrico e de novos leitos de UTI.

O projeto visa a ampliação de mais 20 leitos obstétricos e quatro salas de parto, do tipo PPP (pré-parto, parto e pós-parto). Com esse acréscimo, a maternidade pública passará a contar com 64 leitos. Nesta etapa das intervenções estão incluídos o centro obstétrico e a ampliação de mais três leitos de UTI.

Outra nova aquisição é no Instituto Médico Legal (IML), onde a prefeitura viabiliza ampliação do prédio para instalação de aparelho de tecnologia avançada, o Flat Scan, para a obtenção de laudos periciais. As instalações do equipamento já estão sendo providenciadas. Essa foi uma aquisição do município viabilizada por meio da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, que obteve o equipamento a partir da verba do Gabinete de Intervenção Federal e escolheu Petrópolis como uma das cidades para a implantação do serviço de análise avançada.

Flagrante feito por fiscais do Procon nesta terça-feira (28.05) encontrou 105,38Kg de alimentos impróprios para consumo em um mercado da Mosela. A fiscalização desencadeada pelo órgão tomou como base denúncias de clientes sobre a venda de alimentos com a data de validade vencida. No estabelecimento as equipes também encontraram produtos deteriorados e sem identificação, com embalagens violadas e, na grande maioria, fora de refrigeração.

Os fiscais encontraram 23,404Kg de alimentos vencidos, alguns desde o início de dezembro de 2018. Entre os produtos encontrados estão embalagens de filé de peixe congelado, pacotes de strogonoff, farinha de milho, canjiquinha, queijo minas, ricota, entre outros. Havia, ainda, cinco caixas deterioradas e sem identificação totalizando 2kg de morango. A equipe também encontrou 862g de pão de queijo e filé de merluza violados.  Mas, o maior problema foram os produtos fora da refrigeração.

Segundo o Procon foram encontrados 81,114Kg de produtos que deveriam estar resfriados fora do ambiente adequado. Entre eles estavam kits de feijoada com carnes misturadas, costelas salgadas, bacalhau, entre outros.

O estabelecimento foi autuado e o alimentos foram descartados na presença de funcionários do mercado, conforme preconiza a legislação. Segundo o Código de Defesa do Consumidor (CDC), o qual baseia às ações do Procon, produtos com prazos de validade vencidos, deteriorados, alterados, adulterados, avariados, falsificados, corrompidos, fraudados, nocivos à vida ou à saúde, perigosos ou, ainda, aqueles em desacordo com as normas regulamentares de fabricação, distribuição ou apresentação, devem ser descartados.

Denúncias sobre irregularidades podem ser feita na unidade do Procon que funciona na Rua Dr. Moreira da Fonseca 33, no Centro, ao lado da Câmara dos Vereadores. Os telefones para contato são o 2246-8469 / 8470/ 8471 / 8472 / 8473 / 8474 / 8475 / 8476 e 8477. Há, ainda, a unidade de Itaipava, que fica na Estrada União e Indústria 11.860, no Centro de Cidadania. Os usuários também têm como opção o WhatsApp Denúncia pelo 92257-5837 e o site www.petropolis.rj.gov.br/procon e o serviço de mensagens da página Procon Petrópolis no Facebook.

Desde a reativação, programa já deu destino correto e gratuito para 3,3 mil toneladas de entulho

O Disque Entulho, programa de coleta gratuita, completou dois anos desde a reativação pela prefeitura com a marca de 6.647 mil coletas realizadas até a última semana. O volume de atendimentos também resulta em grande quantidade material recolhido: são mais de 3,3 mil toneladas que tiveram destinação correta a partir de agendamentos feitos pelos moradores.

O programa foi paralisado por quatro anos com a justificativa de ser uma ação de alto custo. Porém, prejudicou quem mais precisa do serviço, que são as famílias de renda mais baixa que geram pouco entulho em casa e tem mais dificuldade em dar o destino correto. Por isso, a Comdep retomou o trabalho em maio de 2017 e atende 23 rotas fixas de segunda a sexta – e outros bairros, de acordo com a disponibilidade da equipe.

Morador do Alcobacinha, no Itamarati, Rogério Hilário da Silva, que trabalha com confecção, é uma dessas pessoas que utilizou o Disque Entulho. “Já liguei várias vezes e sempre que peço eles vêm fazer a coleta. Um caminhão é muito caro, então é muito importante ter esse serviço, é excelente”, fala.

O administrador de empresa, Emanuel Sérgio Simões, também mora no Alcobacinha e pediu o recolhimento após fazer uma reforma em uma casa que aluga. “Ajuda bastante a gente e é um retorno para o morador. Esse serviço ficou parado um tempão e prejudica principalmente quem não consegue pagar por um caminhão. Vou pedir outras vezes até levar todo entulho”, conta.

Como solicitar atendimento

O Disque Entulho atende rotas fixas ao longo da semana e outros locais de acordo com a disponibilidade da equipe de coleta. O agendamento pode ser feito pelo telefone 2243-7822 de segunda a sexta, entre 8h30 e 17h.

Com o dia marcado, o solicitante deve colocar o entulho na rota que o caminhão vai passar – ruas muito estreitas, por exemplo, atrapalham o acesso do veículo; nesse caso, o material deve ser colocado na rua principal. Isso pode ser feito com até dois dias de antecedência.

Outro cuidado é a quantidade de entulho. A coleta é de 20 sacos de até 25 kg cada – a medida é para preservar a saúde dos funcionários que fazem a coleta. Mais peso necessita de acionamento de um trator.

Trabalho limpeza da cidade

Essa quantidade de entulho recolhido pelo programa ajuda a manter a cidade mais limpa. O trabalho de remoção é feito em duas frente, tanto pela Comdep (com equipamentos e funcionários próprios) quanto pela Secretaria de Serviços (coordenando a atuação da Força Ambiental). De janeiro a meados de maio, 55 mil toneladas de restos de obras, lixo verde, móveis e eletrodomésticos foram recolhidos e receberam a destinação correta, que é o aterro de Pedro do Rio.

O aterro é o local correto para receber o entulho, como determina o Código de Posturas. Quem for flagrado cometendo a irregularidade é intimado a fazer a remoção imediata e pode ser multado em R$ 800. Para denunciar, é possível informar sobre a irregularidade tanto para a Comdep (2292-9500) quanto para a Fiscalização de Posturas (2246-9042).

Rota do Disque Entulho

Segunda-feira: Valparaíso, Centro, Caxambu e Morin

Terça-feira: Retiro, Carangola, Roseiral e Jardim Salvador

Quarta-feira: Bingen, Mosela, Quarteirão Brasileiro, Av. Barão do Rio Branco e Atílio Marotti

Quinta-feira: Quitandinha, Independência, Castelânea e Alto da Serra

Sexta-feira: Itamarati, Provisória, Floresta, Samambaia, Cascatinha e Estrada da Saudade

Ainda com baixo índice de vacinação e aumento de casos de doenças respiratórias, a campanha é estendida por 15 dias

Antes mesmo da chegada do inverno, a Secretaria de Saúde chama a atenção para o aumento do número de casos de doenças respiratórias na cidade. Na contramão, enquanto os setores de urgência enfrentam maior procura para cuidar das doenças típicas do inverno, nas salas de vacina, ainda não foi alcançada a meta de imunização desejada. Com o baixo índice de vacinação, menos de 60% do público prioritário, Petrópolis seguirá o cronograma de prorrogação da campanha contra a gripe anunciado nesta terça-feira (28.05), pelo Ministério da Saúde. Até o momento 56.872 doses foram aplicadas, quando a estimativa é de imunizar 99.500 pessoas que fazem parte do grupo de risco no município.

Acompanhando o baixo índice de imunização, que se espelha em todo o estado, o município vem registrando casos de suspeita de H1N1. Até o momento, foram registrados 29 casos suspeitos de H1N1 em Petrópolis, seis aguardam resultados, 21 foram descartados para o vírus H1N1 e em dois casos - cujos pacientes foram a óbito - foi confirmado H1N1.

O último levantamento da Coordenadoria de Epidemiologia aponta que apenas 46% das crianças foram vacinadas até o momento. O baixo índice de imunização tem contribuído para o surgimento de casos na cidade. Entre os demais grupos de risco, a vacinação também tem sido baixa. Entre as gestantes, 52% foi imunizado; dos pacientes com doenças crônicas, apenas 53%;  o grupo de idosos alcançou 67%. O índice mais alto de vacinação entre os grupos prioritários foi identificado entre as mulheres que estão nos primeiros 45 dias do parto, em que o índice chega a 72%.

 A vacina influenza trivalente imuniza a população contra os dois tipos de influenza A (H1N1 e H3N2) e um tipo de influenza B. O município disponibilizou, desde o dia 10 de abril, 35 unidades para a aplicação da vacina contra a gripe, mas a busca da população pelo tratamento preventivo tem sido baixa

Em contrapartida é registrado um crescimento por atendimento nos setores de urgência médica na rede pública, principalmente na área pediátrica. No Hospital Alcides Carneiro, o setor realiza mensalmente cerca de 1200 atendimentos, nos quais 80% dos casos apresentam os sintomas, sendo predominantemente diagnosticados com bronquiolite. Nas UPAs Centro e Cascatinha houve um aumento de até 60% dos atendimentos pediátricos, a maioria apresentando algum quadro respiratório.

O pediatra e diretor geral do Hospital Alcides Carneiro, Cláudio H. Morgado destaca o elevado risco das doenças e o alto índice de confirmação de diagnóstico de bronquiolite ou doenças relacionadas como asma brônquica, laringite, renite e sinusite. “É comum em Petrópolis ter um aumento dos casos no inverno, mas esse ano estamos vendo o surgimento dos casos já no mês de maio. Sempre acompanhei esse aumento dos diagnósticos a partir do mês de junho”, destaca o médico, reforçando a grande busca da população pelo atendimento de urgência, quando muitas das vezes os casos devem ser tratados, precocemente nos ambulatórios clínicos. “A população tem buscado as urgências para tratar casos que deveriam ser primeiramente avaliados por uma consulta ambulatorial e com isso, as urgências ficam ainda mais cheias, com maior risco de contaminação”, destaca.

Ele destaca que a maior parte das doenças começam com simples gripe, que assim que identificada, principalmente em crianças, deve ser buscado o tratamento clínico em um dos ambulatórios da rede. “Uma simples gripe dura até 5 dias e nesse tempo deve ser buscado o tratamento, antes que o quadro evolua”, explica Morgado, enfatizando que a preocupação maior está entre as crianças. “Maior parte das crianças acima de 6 meses que chega na urgência não foi vacinada contra o H1N1”, reforça o médico que destaca que uma das principais formas de se prevenir o agravamento das doenças respiratórias é a vacina, além do aleitamento materno, que oferece importante contribuição para o fortalecimento da imunidade das crianças. 

Município mantém 35 salas de vacinação abertas para atender a população

Todos os dias as unidades estão abertas por todos os bairros da cidade, das 7h30 e 17h, para a aplicação da dose da vacina. Em cinco unidades – Centros de Saúde, do Centro e do Itamarati; as UBSs Retiro, Quitandinha e Mosela – a vacinação ocorre em período estendido, até às 20h.

O foco é imunizar crianças de 6 meses até 5 anos 11 meses e 29 dias; trabalhadores da saúde; gestantes; puérperas – mulheres que estejam nos primeiros 45 dias pós-parto; idosos, a partir de 60 anos; professores; e pessoas com comorbidades – doenças crônicas, como respiratória, cardíaca, renal, hepática e neurológica, diabetes, imunossupressão, obesidade grau III, transplantados e portadores de síndromes de nascença, como a de Down, entre outras.

Unidades para a vacinação:

Centro de Saúde Coletiva - Rua Santos Dumond, 100, com horário de funcionamento das 8h às 20h.

PSF Caxambú - Estr. José de Almeida Amado s/n, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF 24 de Maio - Rua 24 de maio, 197 – Centro, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

UBS Morin - Rua Pedro Ivo, n.º 81, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

PSF Vila Felipe - Rua Ermínio Schimidt, s/n, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF São Sebastião - Rua São Sebastião, nº 625, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

PSF Alto Siméria - Rua Manoel Francisco de Paula s/n, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Dr. Thouzet - Rua. Dr. Thouzet, 609 – Quitandinha, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Alto Independência - Rua José Lino s/nº, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

UBS Quitandinha - Rua General Rondon, nº 400 e 490, com horário de funcionamento das 8h às 20h.

PSF Vila Saúde - R. Santa Catarina, Lt 24 - Qd 41, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Santíssima Trindade - Rua Lopes de Castro – Bingen, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Amazonas - R. Bahia (Esquina com R. Alagoas), com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Bairro Castrioto - R. Santa Rita de Cássia, 114 – Castrioto, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Comunidade São Jõao Batista – Rua Luís Winter, 560 - Duarte Silveira, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

UBS Mosela - Rua Mosela, 744, com horário de funcionamento das 8h às 20h.

PSF Moinho Preto

PSF Pedras Brancas - Rua Pedras Brancas, 1190 – Mosela, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

Ambulatório Escola FMP/FASE - Rua Hivio Naliato, 899, Cascatinha, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

Centro de Saúde Itamarati - Rua Bernardo Proença, n.º 32, com horário de funcionamento das 8h às 20h.

Hospital Alcides Carneiro - Rua Vigário Correa, 1345 – Corrêas, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

UBS Retiro - Av. Barão do Rio Branco, 3027(ao lado da 105ª DP, com horário de funcionamento das 8h às 20h.

PSF Castelo São Manoel - R. Capitão João Amâncio de Souza Coutinho, 436, com horário de funcionamento das 8h às 17h.

PSF Jardim Salvador - Rua juiz Castro e Silva, 33 - Jardim Salvador, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Carangola - Estrada do Carangola, 860 – Carangola, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Fazenda Inglesa - Estr. Fazenda Inglesa, s/n – Mosela, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Vale das Videiras - Estr. Almirante Paulo Martins, 8201, com horário de funcionamento de 7:30 às 15h

PSF Bonfim - Estrada do Bonfim s/n – Bonfim, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Águas Lindas - Estrada do Palmital, 768 – Nogueira, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

UBS Itaipava - Estrada Philúvio Cerqueira Rodrigues, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

PSF Comunidade Primeiro de Maio - Rua Norival Braga da Silva, S/N, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

PSF Boa Esperança - Estr. Ministro Salgado Filho s/n – Cuiabá, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

UBS Pedro do Rio - Estr. União Indústria, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

PSF Posse - Estr. União Indústria, n.º 33.530, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

PSF Brejal - Estrada do Brejal, Km 06, com horário de funcionamento das 8h às 15h.

Unidade é uma das 5 que passaram a oferecer o integral nesse ano

Reforço em matemática, iniciação científica, artes, dança, dramatização e mídias. Essas são as oficinas oferecidas na EM Magdalena Tagliaferro, no Castelo São Manoel. A unidade passou a oferecer a educação em tempo integral nesse ano.

Na Magdalena Tagliaferro estão sendo atendidos integralmente 156 alunos – do 4º período da educação infantil até o 5º ano do ensino fundamental. Eles entram na escola às 7h30 e saem às 16h.

“O integral mudou a realidade da nossa escola. As crianças ficaram mais animadas e participativas. Todos se adaptaram muito bem. Conseguimos observar uma mudança na disciplina. Eles aprendem e nós também. É uma troca que vale a pena”, disse a diretora da EM Magdalena Tagliaferro, Juliana de Medeiros.

A orientadora da escola, Bianca Martins, destacou a importância do integral para os pais. “Os responsáveis ficam mais seguros porque sabem que os filhos estão na escola e, as mães também podem se dedicar a outras atividades. A mudança foi muito bem aceita na comunidade”, contou.

Integral: atividades diferenciadas e reforço na merenda

Atualmente, 15 escolas da rede municipal estão ofertando o ensino integral. Passando mais tempo na escola as crianças têm acesso a atividades culturais e esportivas e o reforço na merenda.

O atendimento integral segue o - PIAC - Programa Integrado para aprendizagens e conhecimento - que surgiu com o intuito de atender as demandas da Meta 6 do PME (Plano Municipal de Educação) e PNE (Plano Nacional de Educação). Segundo o PNE, até 2025 pelo menos 50% dos alunos da rede precisam estar em escolas de tempo integral.

Passaram a atender de forma integral em 2019 as escolas: EM Johan Noel – 4º período até o 3º ano do fundamental; EM Luiz Carlos Soares (Morin) – 5º período ao 3º ano do ensino fundamental; EM Senador Mário Martins (Caxambu) – do 4° período da educação infantil até o 5° ano do ensino fundamental; EM Monsenhor Cirillo Calaon (Jardim Salvador) – 1° período da educação infantil até o 3° ano do ensino fundamental e EM Magdalena Tagliaferro (Castelo São Manoel) – do 4° período da educação infantil até o 5° ano do ensino fundamental.

Além das cinco novas escolas que passaram a atender de forma integral em 2019, já oferecem esse tipo de atendimento as unidades escolares: Ana Mohammad (Sargento Boening), Soroptimista (Pedras Brancas), Leonardo Boff (Duarte da Silveira / Contorno), Colégio Gunnar Vingren (Valparaíso), Professor Nilton São Thiago (Nogueira), São Francisco de Assis (Moinho Preto), São João Batista (Duarte da Silveira), Dom Pedro de Alcântara (BR-040). Além dessas, duas escolas oferecem atendimento integral a partir de projetos distintos: Escola Santo Antônio do Vale do Cuiabá / Padre Quinha e o Centro Educacional Comunidade São Jorge.

Os pais que quiserem informações sobre o funcionamento das escolas que funcionam integralmente podem procurar o Departamento de Inspeção Escolar na Secretaria de Educação, no prédio Frei Memória – Rua da Imperatriz, nº 193. O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h30. O telefone do setor é o 2246-8675.

A obra de recuperação do Atílio Marotti vai entrar em uma nova etapa – agora será feito o aterro do espaço atrás do muro de contenção construído no local. Com isso, será possível fazer a recomposição da pista e montar o guarda-corpo que dará proteção aos pedestres.

O muro com 20 metros de extensão e cinco metros de altura está pronto. Ao longo dele, já foram instaladas duas linhas com 12 tirantes – estruturas que farão a contenção da rua. Uma terceira linha com mais seis tirantes ainda será instalada na parte mais baixa do muro e outros quatro na parte lateral.

Desde o início do serviço, a empresa responsável pelo trabalho, a MacPort Estrutura, fez toda limpeza da área e remoção dos escombros após o desmoronamento de parte da rua. Um acesso alternativo foi construído para permitir a movimentação de veículos e dos moradores. Os operários fizeram o estacamento para reforçar a fundação do muro, que foi concretado em meados de abril e levou quatro semanas para “cura” (secagem). A área da obra está cercada com tapumes. O trabalho ainda inclui a reconstrução da rede de águas pluviais e da escada de acesso da servidão.

Perder peso e ganhar qualidade de vida são os principais objetivos da turma de 35 mulheres que fazem parte do núcleo do Agita Petrópolis no Contorno. São aulas de ginástica, dança e alongamento que acontecem duas vezes por semana - às terças e quintas-feiras - na sede da Ong Aldeia da Criança Alegre Kinderdorf. Podem participar adolescentes, adultos e idosos. Quem estiver interessado em participar das atividades, pode se cadastrar no local ou na Superintendência de Esportes e Lazer através do telefone: 2233-1218.

No início da aula, as mulheres fazem exercício de aquecimento, fortalecimento de perna, braço e abdômen. Após um pequeno intervalo para hidratação, o grupo entra nos mais variados ritmos de dança, que promovem a melhora na coordenação motora, autoestima, no combate a depressão entre outros. Quem participa das atividades percebe a importância dos exercícios no dia a dia.

"Me sinto mais disposta, mais animada, além de ter mais qualidade de vida no geral, até meu sono melhorou. Às vezes a gente quer fazer uma academia, mas quando faz as contas não tem como. É uma iniciativa importante para a comunidade", contou a aluna Renata Catarina de Assis Rezende, que trabalha com vendas.

"Conseguimos formar um grupo muito bom, uma verdadeira família. Além da saúde, aqui a gente se sente em casa. Somos muito parceiras e ajudamos umas às outras. Para o nosso bairro é importante, é mais saúde e qualidade de vida", garantiu Hadassa de Carvalho Amaral, que também faz parte do grupo.

O programa também atende o bairro com aulas de futebol society para meninos e meninas aos sábados de 13h até 14h30. O projeto infantil é de iniciação esportiva, contando com um professor de educação física responsável e um estagiário nos treinamentos.

O programa foi criado pela atual gestão e oferece de maneira gratuita aulas de ginástica, alongamento ou dança no Contorno, Centro, Cascatinha, Vila Rica, Bairro da Glória, Caxambu, São Sebastião, Alto da Serra, Retiro, Bataillard, Oswaldo Cruz e Madame Machado. No Meio da Serra e no Pedras Brancas, são turmas de futsal e no Siméria e Contorno de futebol society. Na Estrada da Saudade, o basquete e o vôlei acontecem na Fábrica do Saber.

A prefeitura estuda ainda a inclusão de um núcleo em Itaipava com aulas de futebol society no Parque Municipal. Além do programa regular, o governo municipal mantém parcerias com projetos sociais e também oferece diversas modalidades esportivas nos PSFs, nas Academias da Saúde e nas Escolas Municipais. Volta a ser realizado neste ano o Festival das Comunidades - projeto itinerante pelas quadras comunitárias nos bairros da cidade.

Os interessados em participar de qualquer atividade podem procurar a sede da Superintendência de Esportes e Lazer da cidade, que fica no Centro de Cultura Raul de Leoni, na Praça Visconde de Mauá, no Centro.

O prefeito acompanhou nesta terça-feira (28.05) a sequência do trabalho de manutenção viária no Vale Carangola. O programa Mais Asfalto atuou em mais um trecho da Rua Emídio Tavares, localidade conhecida como Rio da Cidade, que liga o bairro até a BR-040. Cerca de 500 metros da via já recebeu o serviço e outros trechos serão atendidos nas próximas semanas. Já foram usadas mais de 90 toneladas de asfalto para melhorar as condições do trecho.

A Rua Emídio Tavares é uma das 164 ruas que já receberam manutenção viária este ano. O trabalho desta terça, que envolveu nove funcionários, ocorreu próximo do local onde fica uma subestação de distribuição de energia elétrica.

Desde janeiro, 42 bairros em todos os distritos já tiveram 205 ações do Mais Asfalto. No Carangola, por exemplo, o trabalho ocorreu em locais como a Rua Nelson Silva, Rua da Conquista, Vicenzo Rivetti, Waldemar Vieira Afonso e Wilson Vasconcelos.

 Parada Positiva ocorre na Washington Luiz, próximo à UPA

Motociclistas que passavam pela Washington Luiz nesta terça-feira (28.05) foram surpreendidos por uma equipe realizando a Parada Positiva – uma iniciativa do Motomundi em parceria com a CPTrans, para conscientizar os motociclistas. Na ação, foram abordados os motociclistas que, além de receber informações sobre a importância de pilotar de maneira segura, também foram contemplados com brindes, como vouchers para troca de óleo.

Na ação, os motociclistas passaram por uma espécie de circuito, com as tendas montadas. Um dos pontos altos foi a demonstração de pontos cegos: o motociclista fez o papel do motorista do carro e motocicletas foram dispostas em locais cuja visibilidade do motorista do carro fosse comprometida. A ideia é mostrar aos motociclistas que, às vezes, eles não estão sendo vistos pelos motoristas dos veículos e que isso pode acarretar em acidentes de trânsito.

A motociclista Marta de Oliveira, que é enfermeira disse ter gostado da ação. “Acho muito importante para a população de Petrópolis, porque os carros não conseguem ter uma consciência de que tem um motoqueiro atrás e o motoqueiro também não tem essa consciência, então explicando isso melhor fica uma coisa bem legal tanto pro motoqueiro, quanto pro motorista. Isso é muito produtivo”, explica.

A iniciativa focada nos motociclistas toma como base os dados do anuário estatísticos de acidentes de trânsito mais recente, que consolida os acidentes de 2017. Os dados do documento apontam o crescimento superior a 105% da frota de motociclista em um período de 10 anos. Enquanto em 2007 eram 11.998, em 2017 esse número atingiu 24.583. Além disso, o documento aponta que das 1.589 vítimas de acidentes de trânsito registrados em 2017, 49%, ou seja, 779, eram motociclistas.

O empresário Ricardo Lyra Leal Ferreira, da Motomundi, explica como funciona a ação. “A ação que nós estamos desenvolvendo aqui é o famoso veja e seja visto. Nós estamos mostrando os pontos cegos de visão do motorista que o automóvel tem em relação à moto, alertando para que o motociclista mude o posicionamento dele. No momento que você olha o rosto do motorista do carro no espelho retrovisor significa que ele está te vendo também. Então estamos doando uma troca de óleo em função daqueles que participarem do evento. Os motociclistas se conscientizam que eles têm que mudar a forma de andar na rua e com isso acho que vamos ter um maior nível de segurança”, frisa.

Quem nasceu antes da década de 1990 provavelmente se divertia com brinquedos feitos artesanalmente. E a próxima exposição em cartaz no Centro de Cultura Raul de Leoni vai mexer com essa lembrança. A partir do dia 07 de junho, a Galeria Van Dijk recebe a mostra “Patinando pela História”, do artista Antônio Caetano, que traz de volta o encanto dos brinquedos feitos à mão, inspirados nas décadas de 1940, 1950 e 1960. A entrada é gratuita e a mostra fica até o dia 30 de junho.

A exposição apresentará cerca de trinta brinquedos feitos dos mais variados materiais: madeira, latas, cordas e caixas diversas. Segundo o artista, a expectativa é de que o público goste de reviver essas lembranças. “Minha preocupação é em mostrar os brinquedos para as pessoas, mas espero que gostem. É a primeira que vez vou expor no Centro de Cultura”, frisa.

 “Patinando pela História” está entre as exposições selecionadas no Edital de Ocupação de Galerias 01/2019 do Centro de Cultura Raul de Leoni, visando a ocupação dos espaços destinados às Artes Visuais, no período de 05 de abril a 27 de julho de 2019.

Em julho, será a vez da Exposição “O que vem na cabeça quando penso em Petrópolis”, que é uma coletiva proveniente de uma seleção criteriosa do curso de pintura Processos Criativos no SESC Quitandinha no qual a execução dos painéis foi sugerida a idéia-motivo Petrópolis, na sua forma mais abrangentes possível. Participam da mostras os artistas Ana Luiza Schmitt, Bia Penna, Cal Guimarães, Célio Vieira, Cristina Lima, Débora Castilho, Lu Santana, Regina Kronemberger, Rose Lima, Shirley Kling e Vera Matheus.

A entrada é franca e a Galeria Van Dijk fica aberta de segunda a sexta-feira, de 10h as 17h, e sábado de 13h as 17h. Censura Livre. O Centro de Cultura Raul de Leoni fica na Praça Visconde de Mauá no. 305 – Centro.

Solenidade será realizada no dia 29 de maio

Dezenove escolas já confirmaram participação na tradicional Coroação de Nossa Senhora, realizada todos os anos pela Secretaria de Educação em parceria com a Mitra Diocesana. A celebração, que será realizada no dia 29 de maio, às 14h, no Salão Paroquial da Igreja de Santo Antonio, contará com a participação de mais de cem alunos de Centros de Educação Infantil e escolas da rede municipal de Educação.

Neste ano, na coroação serão ressaltadas as virtudes de Maria durante as apresentações: bondade, paciência, coragem e generosidade, dentre outras.

“Essas características foram trabalhadas juntamente com o projeto Virtudes, que vem sendo desenvolvido em algumas escolas. São atividades que exaltam valores tão necessários para a vivência escolar e na comunidade”, explica Érica Castilho de Oliveira, integrante da Inspeção Escolar da Secretaria de Educação e organizadora da coroação.

Na ocasião, será coroada a imagem de Nossa Senhora das Graças. “Uma pequena lembrança e homenagem especial ao Monsenhor Paulo Daher, que era devoto da santa e que faleceu em março deste ano. O sacerdote realizava um incansável trabalho de evangelização nas escolas”, completou Érica.

Preenchimento de 3.854 vagas na educação infantil e ensino fundamental

As organizações da sociedade civil interessadas em firmar com a administração municipal Termo de Colaboração para o atendimento de alunos da rede Pública Municipal têm até o dia 28 de junho para entregar as propostas e planos de trabalho à Comissão de Chamamento Público, na Secretaria de Educação. O objetivo é o de formalizar parceria para o preenchimento de 3.854 vagas – sendo 1.366 na educação infantil e 2.488 no ensino fundamental.

Podem participar do chamamento instituições e/ou mantenedoras de instituições educacionais privadas que sejam comunitárias, filantrópicas ou confessionais, sem fins lucrativos, regularmente constituídas, localizadas ou com sede no município.

O Chamamento Público nº 04/19 obedece à Lei federal 13.019 de 2014, bem como o decreto municipal 064/17, que estabelece as novas regras para a efetivação de parcerias. A lei entrou em vigor no dia 1º de janeiro de 2017 e foi regulada pelo decreto municipal, determinando a obrigatoriedade de se realizar chamamento público para selecionar as entidades que desejam firmar parcerias educativas com o poder público. Para participar, as entidades terão que cumprir as determinações, como por exemplo, comprovar que já possuem experiência prévia para objetivação da parceria.

O edital completo do Chamamento Público estará disponível no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br) – Portal da Transparência – link “Licitações” a partir do dia 29 de maio. Mais informações podem ser obtidas no DELCA – Departamento de Licitações, Compras e Contratos Administrativos – Avenida Barão do Rio Branco, nº 2.846, 3º andar, Centro, no horário das 12h às 18h, de segunda a sexta-feira.

Os envelopes (nº 1 e nº 2) contendo o Plano de Trabalho e a documentação de habilitação, respectivamente, deverão ser entregues a Comissão de Chamamento Público na Secretaria de Educação – Rua da Imperatriz, nº 193, Centro, até o dia 28 de junho, às 14h. O envelope nº 1 será aberto em sessão pública no mesmo dia (28.06) às 14h, na Secretaria de Educação.

Técnicos da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias realizaram 12 vistorias preventivas na Comunidade do Alemão na manhã desta terça-feira (28.05). Os moradores foram orientados sobre medidas simples que podem salvar vidas, como a instalação de calhas para recolhimento da água da chuva, a importância do descarte correto de lixo, a poda regular de árvores e a preservação das fontes d'água. O mutirão de atendimentos faz parte do programa Defesa Civil na Sua Casa e acontece durante todo o período de estiagem, de maio a outubro, com o objetivo de reduzir o número de ocorrências causadas pelas chuvas fortes do verão.

As vistorias da Defesa Civil foram realizadas na Servidão Júlio Dias dos Santos, próximo ao ponto final da linha de ônibus do Alto Comunidade do Alemão, ao longo da Rua Hans Bistrischans e na Servidão Valéria dos Santos. Um relatório com todos os atendimentos será feito pelos técnicos, que irão realizar os encaminhamentos necessários. O objetivo principal é reduzir as ocorrências causadas pela chuva, trabalhando de maneira organizada e preventiva.

Morador da Comunidade do Alemão há mais de 30 anos, Geraldo dos Santos conta que a ação pode trazer mais segurança para a população que vive no local. Próximo à casa dele, na Rua Hans Bistrischans, já houve um deslizamento de terra. "Às vezes é uma atitude simples que pode evitar um problema grande. Eu fico muito satisfeito em ver uma equipe técnica aqui na comunidade, orientando sobre o que podemos fazer pela gente e por todo o bairro", comentou.

No dia 6 de junho, será a vez dos técnicos visitarem a Comunidade do Neylor para realizarem as vistorias preventivas. Um calendário está sendo elaborado pela pasta para atender os bairros do município.

Alunos participam de bate-papo sobre profissões

Escolher a profissão pode não ser uma decisão fácil, ainda mais se essa escolha tiver que ser feita nos últimos anos de escolaridade e foi pensando nisso que a direção da EM Professora Maria Campos lançou o projeto "Sensibilização Vocacional e Profissional”. O objetivo é o realizar rodas de conversas entre os alunos do 9º ano do ensino fundamental, com pessoas que atuam em profissões diferentes. O primeiro encontro ocorreu nessa terça-feira (28.05).

“A nossa intenção foi a ajudar os nossos educandos a tomar a decisão sobre a escolha profissional que, muitas das vezes é vivida com dúvidas e angústias e deixada para ser decidida no último minuto do ensino médio. Queremos mostrar os prós e contras das mais diversas profissões, mostrando que a escolha deve ser feita de forma cautelosa e que eles devem estar atentos as suas preferências”, explicou a diretora da EM Professora Maria Campos, Raquel Cunha.

Na EM Professora Maria Campos estudam 960 alunos – matriculados do 1º ao 9º ano do ensino fundamental, nos três turnos (a unidade também é polo da EJA – Educação de Jovens e Adultos). Desse total, 93 alunos estão matriculados no 9º ano.

“Eles ainda têm todo o ensino médio para avaliar as suas escolhas, mas queremos mostrar que eles podem e devem fazer uma especialização após o ensino médio. Todos têm potencial, eles precisam estar sempre confiantes e não podem desistir nunca. Também foi uma ótima oportunidade para tirar dúvidas sobre formas de ingresso nas universidades”, complementou Raquel Cunha.

No bate-papo, profissionais distintos falaram sobre as suas escolhas, como é a rotina de trabalho de acordo com a profissão: advocacia, medicina, veterinária, jornalismo, engenharia, enfermagem e educação física.

“Achei muito interessante a iniciativa da escola. É uma oportunidade de chamar a atenção deles para sua própria identidade, valores, preferências e planejar o futuro. O Ensino médio passa muito rápido, são muitas coisas acontecendo ao mesmo tempo e, ter a oportunidade de dividir a minha experiência com esses jovens foi sensacional”, contou a advogada Luma Cabral.

A cardiologista pediátrica Renata Labronice também participou do encontro. “Na minha profissão o melhor é poder ajudar as outras pessoas. Não é fácil, são muitos anos de estudo, tem que correr atrás, estudar, focar no objetivo e seguir em frente. É gratificante e é possível, basta querer”, afirmou durante o encontro.

Os alunos aprovaram o projeto. “Achei muito legal poder conhecer um pouco mais sobre tantas profissões. Eu quero ser militar, mas também penso em engenharia, por não ter certeza do que pretendo fazer, ter oportunidade de conversar com essas pessoas é muito importante”, disse Leandro Klippel, aluno do 9º ano.

Lara Bittencourt, prestou atenção em cada detalhe durante as apresentações. “Nos ajudou a pensar na carreira futura de uma outra forma, conhecendo um pouco sobre a rotina de cada profissão. Achei muito interessante”.

Evento acontece na FMP/Fase a partir das 9h

Encontro vai debater o Plano Municipal de Redução de Acidentes de Trânsito

Marcado para esta quarta-feira (29.05), o seminário para discussão dos acidentes de trânsito será realizado a partir das 9h, na FMP/Fase. O evento, que vai contar com palestras e mesas de debates, também será a oportunidade para discutir o Plano Municipal de Redução de Acidentes de Trânsito (PMTrans). O evento vai até às 17h30 abordando o tema sobre as perspectivas da Educação, Assistência e de Fiscalização e Informação.

A partir das 9h, uma equipe da CPTrans começa apresentando o relatório de ações realizadas ao longo do mês, no Maio Amarelo, dentro do eixo Educação. O segundo eixo, de Assistência, terá palestra às 13h, com o dr. Vinícius Brasil sobre o Atendimento de Trauma do Hospital Santa Teresa, segudi do depoimento de vítima de trânsito. No eixo Fiscalização e Informação, a discussão será após a apresentação do Plano de Mobilidade Urbana, especificamente a parte de trata sobre acidentes de trânsito.

As mesas de debates terão representantes da CPTrans, Guarda Civil, Secretarias de Educação e Saúde (Epidemiologia), SAMU, FMP/Fase, Corpo de Bombeiros, Hospital Santa Teresa, Universidade Católica de Petrópolis (UCP), Polícia Militar e Detran/RJ.

Serviço

Seminário: Prevenção de acidentes de trânsito e Plano Municipal para Redução de Acidentes de Trânsito (PMTrans)

Local: FMP/Fase – Avenida Barão do Rio Branco, 1003

Horário: 9h às 17h30

Programação:

9h às 9h30 – Apresentação das atividades do Maio Amarelo 2019

9h30 às 11h – Mesa de debate sobre Educação

11h às 13h – Intervalo

13h às 15h30 – Palestra sobre Atendimentos de Trauma do Hospital Santa Teresa; depoimento de vítima de acidente de trânsito, seguida de mesa de debate voltado à Assistência

15h30 às 16h – Intervalo

16h às 17h30 – Apresentação do capítulo sobre acidentes de trânsito do Plano de Mobilidade Urbana e palestra sobre Mortandade em Petrópolis

A prova para o processo seletivo para eleição dos novos membros dos Conselhos Tutelares de Petrópolis está marcada para o dia 9 de junho de 10h às 13h, na Universidade Católica de Petrópolis, campus Barão do Amazonas. O local da prova foi divulgado nesta segunda-feira (27.05) durante reunião do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), na Casa dos Conselhos.

Os 34 candidatos aprovados nas primeiras etapas, farão a prova com 50 questões de múltipla escolha. Os aprovados nesta prova, farão um curso de capacitação no dia 06 de julho promovido pelo CMDCA.  A última etapa do processo de escolha, é a reunião onde a comissão eleitoral irá apresentar aos candidatos habilitados todas as regras eleitorais para a campanha, assim como, o nome e o número dos candidatos que concorrerão as vagas, também serão publicadas no Diário Oficial (DO). A Campanha começa no dia 22 de julho e a votação acontece no dia 06 de outubro.

Serão 10 Conselheiros titulares eleitos, sendo 5 para o primeiro distrito – Petrópolis, e os outros 5 para os demais distritos (Cascatinha, Itaipava, Pedro do Rio e Posse) para o quadriênio 2020-2024. Todo processo da eleição é fiscalizado pelo Ministério Público (MP). A votação - que este ano será com urnas eletrônicas, é aberta para todos os cidadãos, e acontece no dia 06 de outubro.

Vale lembrar que todo cidadão pode participar votando, basta ter título de eleitor.  Todas as informações estão disponíveis no Diário Oficial do dia 27 de fevereiro.

Notícias por data

« Maio 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP