R$ 12 milhões são investidos para 184 unidades da rede

Produtos não perecíveis, frutas, legumes e proteínas garantem a qualidade da merenda que é oferecida para mais de 42 mil alunos matriculados nos Centros de Educação Infantil e escolas da rede municipal de Educação. Através dos mapas da merenda, elaborados pelas equipes das escolas e CEIs, o Núcleo de Alimentação Escolar – NAE - da Secretaria de Educação programa o envio dos produtos periodicamente para as instituições escolares e, nessa segunda-feira (27.05), o prefeito fez questão de conferir o estoque de merenda da Secretaria de Educação: no local estão armazenados 90 mil quilos de alimentos.

Até o final da semana, mais 51 mil quilos de alimentos serão recebidos - serão mais de 140 mil quilos de alimentos não perecíveis no depósito. Vle salientar que esse quantitativo não fica parado no depósito, porque, regularmente são feitas as entregas nas unidades escolares e equipe do NAE confere tudo o que é recebido para o posterior envio para as escolas. A Educação mantém, além do cronograma de entrega, nutricionistas que visitam as unidades escolares para verificar o fornecimento e cumprimento do cardápio.

No depósito há itens como milho em conserva, arroz, feijão, macarrão, óleo, biscoito doce e salgado, leite em pó, cereal infantil, achocolatado em pó, aveia em flocos, fubá, goiabada, flocos de milho, sal e até formula infantil para bebês. As carnes, frangos e peixes são entregues semanalmente bem como as frutas e legumes, para garantir a qualidade dos produtos perecíveis.

Mensalmente, o Núcleo de Alimentação realiza a entrega de aproximadamente 55 mil quilos de alimentos na rede.

Cardápio variado: frutas, legumes e proteínas

Na alimentação escolar são programadas três refeições para alunos em período parcial e cinco refeições para alunos em período integral. As refeições são compostas por porções diárias de leite, proteínas (ovos e carnes), frutas, legumes e verduras, além do tradicional arroz com feijão. Vale salientar que a quantidade oferecida de cada alimento tem como parâmetro a resolução do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) que estabelece a quantidade de calorias, macro e micronutrientes que devem ser oferecidos para cada aluno, como por exemplo, a vitamina A e o Ferro. Para alunos em período parcial, o objetivo é atender a 30% das necessidades nutricionais, já os alunos em período integral, 70%.

No cardápio da merenda há itens como abacate, abóbora, abobrinha, aipim, espinafre, mel, repolho, beterraba, caqui, cebola, inhame, tangerina, tomate e vagem e hortaliças, além de proteínas – carnes vermelhas, peixe e frango e também frutas como banana, maçã, pêra, laranja, maracujá, abacaxi, mamão, melão, melancia e limão.

Entre os itens que entraram no cardápio a partir de 2017 estão: azeite, cereal de arroz, doce de leite, farinha de mandioca, fubá, vinagre e peixes.

Vale salientar que o investimento em merenda feito pelo poder público nos últimos anos tem garantido o cumprimento das especificações do Plano Nacional de Alimentação Escolar – PNAE - que recomenda o uso de 30% dos recursos da merenda para aquisição de gêneros da agricultura familiar.

Capela Nossa Senhora Aparecida volta a estar aberta todos os dias, com celebrações às quintas-feiras, às 15h

Uma missa marcou a reabertura nesta segunda-feira, (27.05) da capela do HAC. A celebração, às 9h, foi feita pelo bispo D. Gregório Paixão e o pároco de Corrêas, o monsenhor Geraldo Policarpo de Carvalho.

As missas da capela serão retomadas. A previsão é de que sejam realizadas celebrações semanais.  A próxima já está marcada para esta quinta-feira (30.05), às 15h, e a capela volta a estar aberta todos os dias para o os fiéis, em sua maioria, familiares de pacientes internados no Hospital Alcides Carneiro..

As reformas começaram setembro do ano passado e com pintura e telhados novos, a capela voltou e expor as imagens religiosas no altar.

Durante a celebração, o bispo Dom Gregório Paixão lembrou um pouco da história de Corrêas. Destacou o fato de a região ser privilegiada para o cuidado da saúde, por conta do clima menos frio, o que ao longo da história atraiu a instalação de alguns centros médicos, entre os quais, o Hospital Alcides Carneiro. E a construção da capela acompanhou essa história, a partir do final da década de 40. “Ao lado de todo hospital existe uma capela, para que haja um momento para rezarmos e quando houver falta de força física, esse seja um local para se elevar os pedidos. Esse espaço é fundamental”, destacou o bispo durante a cerimônia.

O monsenhor Geraldo lembrou de quando reassumiu a paróquia, há três anos e meio e a capela estava em más condições. “Hoje uma alegria imensa invade o meu coração ao ver essa capela do jeito que está”, destaca o pároco. A cerimônia contou com a presença de representantes da pastoral da saúde, que voltam a ter o local de grande importância para o exercício de suas tarefas. “Voltar a ter a capela aberta e reformada é uma benção. É aqui que sempre nos preparamos para começar as visitas aos pacientes no hospital”, destaca a ministra da pastoral, Márcia Dias.

Um dos principais equipamentos culturais de Petrópolis, o Theatro D. Pedro está prestes a receber as obras de restauração e reforma do prédio e seu anexo. A prefeitura lançou licitação para a contratação da empresa que ficará responsável pelo trabalho. A obra custará, no total, R$ 2,2 milhões – maioria do recurso proveniente de emendar parlamentar destinada à recuperação do Theatro. Preservando o estilo art déco e com elementos que o fizeram uma referência cultural e artística para o país, o teatro não passava por grande reforma desde 2003.

No projeto está previsto a revitalização de sua infraestrutura, como a revisão das instalações elétricas, recuperação do sistema de ar condicionado, adequação para acessibilidade, conserto de infiltrações, entre outras melhorias. Além disso, a obra contempla a implantação do sistema de prevenção e combate a incêndio e pânico.

A licitação que vai definir a empresa responsável pela obra acontece no dia 12 de junho, às 14h, no Centro Administrativo da prefeitura. A expectativa é de que, definida a empresa, as obras comecem nos próximos meses. O edital estará disponível no site da prefeitura a partir desta segunda-feira (27.05).

Inaugurado em 2 de janeiro de 1933 pela família D'Ângelo, atualmente, o teatro conta com 500 lugares divididos em platéia, balcão e camarotes. O teatro foi construído unindo estilos arquitetônicos e decorativos de art-nouveau e art-decó. A decoração interna reúne estilos geométrico, mitológico e futurista, como flores com corolas viradas para baixo. O espaço passou por pequenas intervenções também entre os anos de 2009 e 2011.

“Uma cidade como Petrópolis não pode prescindir de um teatro como o nosso Theatro D Pedro, ondenomes como Tônia Carrero, Paulo Autran e Paulo Gracindo já se apresentaram. A reforma e o restauro são de suma importância para mantermos viva a história e o prédio, que como qualquer prédio necessita de manutenção e restauro. Além disso, é uma referência cultural e artística para Petrópolis e para o Brasil, sendo muito importante para o segmento de cultura local e também para toda a população. Essa iniciativa do prefeito só demonstra seu comprometimento com a cidade, com a cultura, com a história, e com a população desta Cidade Imperial”, destaca a gerente do teatro, Débora Lattouf.

O calendário de caminhadas ecológicas guiadas oferecido pela prefeitura foi aberto no último domingo (26.05) pela trilha do Alto da Ventania, no Caxambu. Um grupo de 45 pessoas participou da atividade, que durou cerca de três horas e meia e contou com a presença de técnicos da Secretaria de Meio Ambiente, agentes da Defesa Civil e socorristas da Cruz Vermelha. Um ônibus fez o transporte dos inscritos da Praça Dom Pedro até o início do percurso, no ponto final da linha Santa Isabel, retornando com os presentes até o Centro após o encerramento da caminhada. O projeto é gratuito e ainda vai percorrer outros quatros locais, sempre no último domingo de cada mês, até setembro.

O sol entre nuvens e a temperatura amena contribuíram ainda mais para o sucesso da caminhada. Os participantes aprenderam sobre o bioma local e puderam visualizar os picos do Cobiçado, Vândalos, Diabo, Tridente, até chegarem no topo do Alto da Ventania. O objetivo da Secretaria de Meio Ambiente é sensibilizar os petropolitanos sobre a importância de preservar a natureza, incentivando a presença de quem está começando a praticar a atividade.

Até mesmo quem está acostumado com as trilhas da cidade apoiou a iniciativa da prefeitura. "Nem sempre consigo reunir um grupo com cinco ou seis pessoas. A caminhada foi bastante segura, com um grupo grande, além do guia garantir que a gente não se perca no caminho. É um projeto superbacana, que divulga também esse tipo de atividade aqui na cidade", disse William Schmidt, que costuma fazer esse tipo de passeio no período de estiagem.

"É uma atividade diferente, que faz a gente fugir um pouco da rotina. Aproveitei e vim com um grupo, o que torna o passeio ainda mais agradável. Sem contar a segurança em que a gente fez o trajeto, contando com o apoio das equipes", disse João Paulo dos Santos, que trouxe familiares e amigos para a atividade.

As caminhadas ecológicas são usadas como atividade de educação ambiental em diversas cidades do país. O calendário criado pela prefeitura é uma oportunidade para a população conhecer e aprender a cuidar desses locais. A Secretaria de Meio Ambiente estuda a possibilidade de oferecer mais um passeio na programação, devido à grande procura dos petropolitanos.

Além do calendário guiado, a pasta investe em outras ações de conscientização, especialmente, nas escolas da rede municipal.

“São ações importantes e que podem contribuir na redução dos casos de crimes ambientais. Precisamos trabalhar a educação ambiental em toda a comunidade, e por isso, estamos proporcionando os passeios ecológicos nas trilhas da cidade.  destacou Anderson Campos, coordenador de educação ambiental da Secretaria de Meio Ambiente.

O projeto também será realizado no Caminho do Ouro no Meio Serra (30 de junho), Pedra do Cortiço (28 de julho), Castelinho (25 de agosto) e Pedra do Retiro (29 de setembro). As caminhadas ecológicas guiadas contam com o apoio da empresa Transalvini, Cruz Vermelha, Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Mais de 300 atletas participaram da Petrópolis-Itaipava que foi realizada no último domingo (26.05). A corrida teve percurso de 15 quilômetros com largada no Palácio de Cristal e chegada no Parque Municipal. Entre os homens, o vencedor foi Fábio dos Santos Sanches, da Pé de Vento, com o tempo de 50 minutos e 25 segundos. No feminino, quem levou a melhor foi Isis da Costa Silva, da Jotaefe, que completou o percurso em 1 hora, 4 minutos e 31 segundos. A prova foi uma realização da Papa-Léguas Sports e contou com o apoio da prefeitura, sendo a quarta a contar pontos para o ranking municipal dos corredores de rua.

O início da Petrópolis-Itaipava foi na Rua Padre Siqueira - nos fundos do Palácio de Cristal - passando pela Avenida Barão do Rio Branco, Rua Hermogênio Silva e Estrada União e Indústria, até o Parque Municipal, em Itaipava. A corrida fez parte do calendário esportivo do município nas décadas de 80 e 90 e voltou a ser realizada em 2016, acontecendo pelo quarto ano consecutivo.

O primeiro lugar da prova, Fábio Sanches, comemorou mais um resultado positivo. "Eu já havia conquistado a vitória na Corrida do Trabalhador e consegui mais um primeiro lugar. Estou muito feliz com meu desempenho. Agora é me preparar ainda mais para as próximas provas", contou.

Vencedora do ranking municipal no ano passado, Letícia Jochem terminou em terceiro lugar e ficou satisfeita com seu desempenho. "Melhorei três minutos em comparação ao meu tempo do ano passado na mesma prova. A ideia é sempre me superar, ir melhor do que eu já fui", disse.

Além da Petrópolis-Itaipava, ainda contam pontos para o ranking municipal neste ano: Love Run (9 de junho); Fire Run (7 de julho); XC Run (20 de julho); Corrida Master (20 de outubro); Petrópolis Night Run (26 de outubro) e WTR Serra do Mar (23 de novembro). A Corrida do Shopping Pedro II, Corrida Contra a Fome e a Corrida do Trabalhador já foram realizadas.

A Love Run e a XC Run estão com inscrições abertas nos sites oficiais dos eventos. O calendário esportivo completo, com todos os eventos previstos para Petrópolis neste ano, está disponível no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Resultado geral:

Masculino:

1ª Fábio do Santos Sanches - equipe Pé de Vento - 50min25s

2ª José Gutembergue - equipe Pé de Vento - 50min36s

3ª Douglas de Oliveira - equipe Phanters - 53min14s

Feminino:

1ª Isis da Costa da Silva - equipe Jotaefe - 1 hora4min31seg

2ª Priscila Mantovani - equipe Phanters - 1 hora5min04seg

3ª Letícia Ribeiro - equipe LA assessoria - 1 hora5min50seg

Serão trocados 15 pontos de luz em frente ao Cefet (antigo Fórum)

Interdição acontece a partir de 23h desta terça-feira 

A instalação de 15 luminárias de led na Rua do Imperador está programada para esta terça-feira (28.05). O trabalho vai ter feito em frente ao Cefet (antigo Fórum), e o trecho ficará fechado para veículos a partir de 23h até 4h ou até a finalização do serviço. Os motoristas que vierem da Rua Washington Luiz vão precisar subir a Rua General Osório e seguir pela Marechal Deodoro para, então, acessar a Rua do Imperador.

O serviço vai envolver duas equipes da empresa Vitorialuz (responsável pela manutenção da rede de iluminação pública na cidade) para instalação das luminárias e após a conclusão será feita a primeira medição para verificar o iluminamento tanto na calçada quanto na pista e o benefício tanto para o pedestre quanto para os motoristas. O resultado vai ajudar nos estudos para expandir o trabalho para outros pontos de luz que ficam ao longo da principal via do Centro Histórico.

Serão trocadas cinco luminárias em formato de lampião, passando de 150 watts de potência para 80 watts. Também serão substituídas 10 luminárias em postes comuns, indo 250 watts para 180 watts.

O trabalho que será feito neste local é tem o mesmo objetivo do que foi feito entre agosto e setembro de 2018. No ano passado, o Departamento de Iluminação Pública já havia instalado 340 luminárias de LED em 15 ruas do Centro. Elas iluminam mais e consomem menos energia, além de ter maior durabilidade, o que demanda menos manutenções.

A medida de fechamento de bares e estabelecimentos comerciais à meia-noite foi cumprida mais uma vez neste domingo (26.05). Guardas civis realizaram rondas pela Rua 13 de Maio e o Centro Integrado de Operações de Petrópolis (Ciop) também foi usado para monitorar se os bares respeitaram o horário estabelecido. Este foi o segundo dia após a instrução normativa determinada pela prefeitura entrar em vigor.

No sábado (25.05), a Guarda Civil fez mais uma edição da operação Choque de Ordem ao lado da Polícia Militar e da Fiscalização de Posturas. O trabalho teve início às 22h para orientar todos os bares sobre o horário de fechamento e o que determina a instrução normativa e se estender até 1h para garantir que todos os estabelecimentos iriam cumprir a norma.

Segundo o poder público, a medida foi necessária por causa dos casos recentes de brigas registradas na Rua 13 de Maio, que colocam em risco a segurança e até mesmo a vida das pessoas que frequentam ruas como a 13 de Maio e a Nelson de Sá Earp.

A instrução normativa conjunta entre as secretarias de Serviços, Segurança e Ordem Pública e de Fazenda proíbe o funcionamento de bares entre meia-noite e 7h, sob pena suspensão do alvará de funcionamento em caso de descumprimento. A medida foi tomada por questão de segurança, após uma briga generalizada na Rua 13 de Maio a partir de um atropelamento causado por um homem sem habilitação.

Ela também vale para a Rua Nelson de Sá Earp. A determinação poderá ser aplicada ainda para outros locais se for constatado o registro de ocorrências em outras áreas.

Prefeitura apresentou principais projetos do município. Foco é a mobilidade urbana

Petrópolis poderá conquistar mais R$ 5 milhões em verbas federais para projetos nas áreas de saúde, educação, infraestrutura e, principalmente, mobilidade urbana.O deputado federal Daniel Silveira esteve na prefeitura nesta segunda-feira (27.08), na prefeitura, para alinhar projetos e ações que podem contar com recursos destinados pelo parlamentar, que é petropolitano.

“Alguns recursos ministeriais vão ser liberados em caráter de urgência. Então, vamos costurar para que Petrópolis execute essa verba. E levamos em consideração que a prefeitura esta em nível A, preparada para integralizar a verba, está fora do Cauc, com recolhimentos em dia”, aponta o deputado Daniel Silveira.

Segurança também é um setor que pode ser evidenciado para o recebimento de emendas. Segundo a prefeitura, a intenção é a de manter o titulo de cidade mais segura do Estado. Durante a reunião, foi entregue ao deputado o banco de projetos do município, com todos os projetos das secretarias para que o deputado também ajude na liberação das verbas.

O Procon deu início nesta segunda-feira (27.05) às notificações aos meios de hospedagens do Centro Histórico para garantir que não haja cobrança abusiva durante a alta temporada e a Bauernfest. A ação toma como base o artigo 39 do Código de Defesa do Consumidor, que considerava irregular a elevação de preços de produtos ou serviços sem justa causa, bem como a existência de vantagem excessiva.

A notificação é para que os 31 meios de hospedagens do Centro – hotéis, pousadas e hostels -  informem suas tabelas de preços praticados nos meses de março, abril e maio e a que está sendo praticada para junho, além da tabela de tarifa cheia. A intenção é verificar se o aumento praticado, comum com a alta temporada, esteja acima da regularidade, sendo considerado abusivo.

O Procon solicita que a população denuncie qualquer irregularidade encontrada na hora de realizar as reservas. O endereço é a Rua Dr. Moreira da Fonseca 33, no Centro, ao lado da Câmara dos Vereadores. Os telefones para contato são o 2246-8469 / 8470/ 8471 / 8472 / 8473 / 8474 / 8475 / 8476 e 8477. Há, ainda, a unidade de Itaipava, que fica na Estrada União e Indústria, 11.860, no Centro de Cidadania. Os usuários também têm como opção o WhatsApp denúncia pelo (24) 92257-5837 e o site www.petropolis.rj.gov.br/procon e o serviço de mensagens da página Procon Petrópolis no Facebook.

Alunos do 4º e 5º ano da EM Senador Mário Martins visitaram, nessa segunda-feira (27.05), o CIOP - Centro Integrado de Operações de Petrópolis e a sede da Defesa Civil. No Ciop os estudantes tiveram oportunidade de conhecer o trabalho de monitoramento que é realizado em toda cidade e, na Defesa Civil, tiraram as dúvidas sobre o monitoramento das chuvas e o sistema de trabalho das equipes. “Os alunos ficaram muito surpresos em saber que nossa cidade é monitorada por diversas câmeras que garantem a nossa segurança. Os passeios escolares são importantíssimos, pois consolidam o aprendizado da sala de aula. São momentos não só para diversão, mas sim valiosas oportunidades de promover o aprendizado além dos muros da escola”, garantiu a orientadora da EM Senador Mário Martins, Monique Lima.

O domingo (26.05) foi animado para os petropolitanos que lotaram as atividades do Circuito Imperial de Lazer na Rua do Imperador. As aulas de boxe, Karatê e capoeira foram os destaques do dia. O trecho entre a Praça Dom Pedro e o início da Rua Marechal Deodoro contou também com aula de ginástica, jump, dança, grupo de patins e recreação para as crianças. O Circuito que já caiu no gosto dos petropolitanos, contou com o auxílio dos professores e estagiários do curso de Educação Física.

Uma parceria com a prefeitura e o grupo Abadá Capoeira, ministrado pelo instrutor Ricardo Amaral, conhecido como Kako, ofereceu um aulão de capoeira para adultos e crianças. Foram realizadas demonstrações dos principais movimentos, principalmente os infantis como caranguejo, beija-flor, Au, todos com ginga e ao som do atabaque e berimbau. Já nas aulas de artes marciais, os participantes puderam conhecer os principais golpes do Karatê com a aula que foi ministrada pelo professor Leonardo Fones. Em seguida, foi a vez do boxe, com o professor conhecido como Zero Hora.

“Com as aulas de capoeira, fazemos uma integração entre as crianças da capoeira e as crianças que estão no circuito A ideia é agregar e mostrar a diversidade da capoeira, com seus principais movimentos”, contou o instrutor Kako, representante do Grupo Abadá, que hoje conta com mais de 500 integrantes na capoeira.

O circuito contou também com o encontro do Grupo de Patins Petrópolis, que estão aproveitando o espaço para voltar a praticar o esporte na cidade. “Eu vim andar aqui e achei uma maravilha o espaço, então sugeri que o grupo viesse conhecer o espaço. Aqui é melhor para andar de patins, para as manobras, tem comércio e transporte perto e aqui conseguimos andar juntos”, disse o professor de patins, Rodrigo Bahiense. 

“Estou achando o circuito ótimo. É a primeira vez que venho com o meu filho e ele está adorando. Já participou da capoeira e das gincanas, agora ele nem quer mais ir embora. É mais uma opção que tenho para trazer ele no domingo”, contou a professora Francine Araujo. 

O Circuito Imperial de Lazer na Rua do Imperador conta com o apoio do Sesc Rio, Unopar, Universidade Cruzeiro do Sul e Estácio de Sá.

Evento contou com a participação de mais de 200 servidores

Trabalhar as concepções da educação integral exaltando a qualidade do atendimento ofertado para os alunos da rede municipal de Educação. Esse foi um dos objetivos da I Imersão Pedagógica das Escolas de Tempo Integral realizada na última semana pela Secretaria de Educação, na EM Professor Nilton São Thiago, em Nogueira. Mais de 200 servidores participaram do encontro que contou com apresentação cultural da Camerata São Charbel, grupos de discussão e atividade em conjunto: os servidores desenharam em pedaços de pano imagens representativas sobre a educação em tempo integral e depois costuraram uma colcha.

Atualmente, a rede municipal conta com 15 escolas que oferecem atendimento integral. São mais de 1.600 alunos matriculados nessas escolas. Duas delas oferecem atendimento integral a partir de projetos distintos: Escola Santo Antônio do Vale do Cuiabá / Padre Quinha e o Centro Educacional Comunidade São Jorge. E, durante o encontro, essas duas escolas dividiram, através de profissionais que atuam nos dois espaços, as suas experiências. As discussões foram divididas em temáticas: Múltiplas Formas; Gestão Democrática, Ampliação do Tempo e Ambiência, Habilidades Sócio-emocionais, e, por fim, roda de conversa.

“O encontro foi Importante porque as escolas puderam repartir experiências e realidades diferentes. A concepção do integral deve levar em consideração o trabalho com diferentes aprendizagens e em territórios diferentes, sempre articulados e comprometidos com a qualidade da educação. A imersão também teve como objetivo alinhar a proposta do município à concepção da educação integral e o fortalecimento de cada grupo para essa prática. Contamos também com a participação do pessoal de apoio e foi uma experiência muito gratificante ver todos trabalhando e dividindo as suas experiências”, contou Gloria Vargas, responsável pelo Departamento de Ensino Fundamental da Secretaria de Educação.

Ainda segundo Glória, outros encontros serão realizados ao longo do ano. “A nossa concepção é a de fortalecer a educação integral de forma conjunta. As crianças matriculadas nessas escolas fizeram cartazes onde desenharam o que eles entendiam como educação integral e os profissionais também tiveram essa oportunidade. Um grupo entendendo o outro. Foi inesquecível”, garantiu Gloria.

A orientadora da EM Senador Mário Martins – que iniciou o atendimento integral nesse ano – participou do evento com a equipe da escola. Segundo ela, foi uma experiência enriquecedora.

“O dia foi leve, de muito aprendizado e troca de informações. Saímos de lá com a certeza de que nossa escola está no caminho certo e que podemos ser uma referência para o município. A equipe toda, professores, monitores e apoio saiu cheia de ideias para enriquecer ainda mais nosso trabalho com os alunos”, disse, Monique Lima.

15 escolas oferecem atendimento integral na rede municipal

O atendimento integral segue o Programa Integrado para aprendizagens e conhecimento- PIAC - que surgiu com o intuito de atender as demandas da Meta 6 do PME (Plano Municipal de Educação) e PNE (Plano Nacional de Educação). Segundo o PNE, até 2025 pelo menos 50% dos alunos da rede precisam estar em escolas de tempo integral.

Passaram a atender de forma integral em 2019 as escolas: EM Johan Noel – 4º p até o 3º ano do fundamental; EM Luiz Carlos Soares (Morin) – 5º período ao 3º ano do ensino fundamental; EM Senador Mário Martins (Caxambu) – do 4° período da educação infantil até o 5° ano do ensino fundamental; EM Monsenhor CirilloCalaon (Jardim Salvador) – 1° período da educação infantil até o 3° ano do ensino fundamental e EM Magdalena Tagliaferro (Castelo São Manoel) – do 4° período de educação infantil até o 5° ano do ensino fundamental.

Além das cinco novas escolas que passaram a atender de forma integral em 2019, já oferecem esse tipo de atendimento as unidades escolares: Ana Mohammad (Sargento Boening), Soroptimista (Pedras Brancas), Leonardo Boff (Duarte da Silveira / Contorno), Colégio Gunnar Vingren (Valparaíso), Professor Nilton São Thiago (Nogueira), São Francisco de Assis (Moinho Preto), São João Batista (Duarte da Silveira), Dom Pedro de Alcântara (BR-040) e, atendimento integral a partir de projetos distintos: Escola Santo Antônio do Vale do Cuiabá / Padre Quinha e o Centro Educacional Comunidade São Jorge.

Os pais que quiserem informações sobre o funcionamento das escolas que funcionam integralmente podem procurar o Departamento de Inspeção Escolar na Secretaria de Educação, no prédio Frei Memória – Rua da Imperatriz, nº 193. O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h30. O telefone do setor é o 2246-8675.

Atrativos, circuitos turísticos e principais festas de Petrópolis foram divulgados, neste fim de semana – entre os dias 24 e 25 de maio, na BNT Mercosul, uma importante feira de turismo realizada em Itajaí, em Santa Catarina. A feira reuniu profissionais de turismo para a realização de negócios entre fornecedores e compradores não só do Brasil como de diversos países da América do Sul. A participação em feiras e eventos de turismo está entre as principais ações da Turispetro para divulgar a cidade e atrair mais turistas.

Por ano, Petrópolis recebe cerca de 2 milhões de visitantes e o município quer aumentar esse número ainda mais, já que o turismo é um dos pilares da economia da cidade. Principais museus e atrativos, circuitos como cervejeiro, de compras, religioso, ecorual, histórico-cultural, entre outros foram apresentados na feira, por uma equipe da Turispetro, além dos eventos, como a Bauernfest – uma das principais festas da cidade.

Na BNT Mercosul, a feira cria um cenário para quem pretende divulgar destinos, fechar negócios e fazer contatos comerciais. São mais de 5 mil profissionais de turismo envolvidos. Além desta, no início do mês, a Turispetro participou ainda do Dia do Guia Jonosake 2019, em Itaguaí, que também apresentou novas oportunidades de negócios, capacitação com palestras e apresentação de novos destinos.

O Balcão de Empregos da Prefeitura, administrado pelo – Departamento de Trabalho e Renda (Detra), da Secretaria de Desenvolvimento Econômico - tem 37 vagas disponíveis nesta semana. Os candidatos devem cadastrar os seus currículos na prefeitura pelo site www.petropolis.rj.gov.br. Mais informações podem ser consultadas pelo telefone (24) 2233-8113.

O balcão de empregos realiza a divulgação das vagas e os encaminhamentos dos candidatos para processo seletivo, sendo assim, fica a cargo do empregador a responsabilidade pelas entrevistas e possíveis contratações. O Detra fica na Avenida Barão do Rio Branco, nº 2846.

Ajudante de armazém - 1 vaga - sexo masculino - Ensino fundamental completo e experiência comprovada em organização de depósito do ramo de cervejaria

Auxiliar administrativo - 1 vaga - sexo feminino - Ensino médio completo, domínio pacote office e experiência

Consultor de vendas - 10 vagas - ambos os sexos - Ensino médio completo e experiência comercial porta a porta de produtos e serviços

Estagiário técnico em automação - 2 vagas - ambos os sexos - Cursando técnico em automação / eletrotécnica, capacidade de desenvolver atividades envolvendo programação de PLC, IHM's e supervisórios

Estagiário técnico em mecânica (área de qualidade) - 2 vagas - ambos os sexos - Cursando técnico em mecânica.

Estagiário técnico em mecânica - 2 vagas - ambos os sexos - Cursando técnico em mecânica, capacidade de elaborar desenhos técnicos utilizando CAD / Inventor 2D / 3D

Estoquista - 2 vagas - sexo masculino - Ensino médio e experiência

Fiscal de loja - 2 vagas - sexo masculino - Ensino médio e experiência

Gerente de loja - 1 vaga - sexo feminino - Ensino superior completo e experiência

Operador de caixa - 4 vagas - sexo feminino - Ensino médio completo e experiência

Subgerente de loja - 1 vaga - sexo feminino - Ensino médio e experiência

Supervisor de vendas - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino superior ou cursando e experiência

Vendedor - 4 vagas - sexo feminino - Ensino médio completo e experiência

Além dessas foram cadastradas 4 vagas para portadores de necessidades especiais. Confira:

Auxiliar de limpeza - 1 vaga - ambos os sexos - Possuir laudo médico atualizado

Auxiliar de produção - 2 vagas - sexo masculino - Ensino médio e laudo atualizado

Inspetor de alunos - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino médio completo e laudo atualizado

De forma lúdica, 350 estudantes de sete instituições de ensino vão participar de uma ação voltada à educação para o trânsito na próxima sexta-feira (31.05). Crianças até 12 anos de idade, da educação infantil até o 5º ano, participarão de um circuito composto por uma mini cidade, onde precisarão atuar como pedestres e veículos automotores.  O evento, que faz parte das ações do Maio Amarelo, acontece de 9 às 16h na quadra da Comac, na Rua Doutor Sá Earp, 88.

O primeiro turno de brincadeiras educativas vai de 9 às 12h e contará com os alunos dos CEIs Comac e Tina Grazinoli, e da EM Carlos Canedo. À tarde, de 13 às 16h, serão os estudantes das EM Germano Valente, EM Paulo Freire, EM Clemente Fernandes e EM Abelardo de Lamare. Além da mini cidade, haverá, também, oficina de placas de trânsito, oficina de desenho sobre o cuidado com os animais no trânsito (em parceria com a Cobea), apresentação de vídeos educativa e jogo da memória.

Este ano, o Maio Amarelo tem foco nas crianças. Com o mote “No Trânsito, o sentido é a vida”, a assinatura #MeOuça nas peças da campanha tem o viés voltado à reflexão dos adultos frente aos conselhos dado pelas crianças. O tema escolhido propõe o envolvimento direto da sociedade nas ações e uma reflexão sobre uma nova forma de encarar a mobilidade. Trata-se de um estímulo a todos os condutores, seja de caminhões, ônibus, vans, automóveis, motocicletas ou bicicletas, e aos pedestres e passageiros, a optarem por um trânsito mais seguro.

O atleta petropolitano de bocha adaptada Roberto Saul Wigoda, o Betinho, conquistou a seletiva neste domingo (26.05) e garantiu vaga no torneio Regional Leste da modalidade que será disputado em junho. Ele venceu cinco partidas no fim de semana na BC2, categoria para jogadores com paralisia cerebral e que não é permitido o apoio de membros da comissão técnica aos deficientes. Betinho faz parte do time da Associação Petropolitana dos Deficientes Físicos (APDEF), que conta com o apoio do governo municipal desde o início da atual gestão.

Outro atleta da ADDEF, Luiz Felipe da Cruz Silva, também está garantindo no torneio Regional Leste, por ter conquistado o quarto lugar na classe BC4 no ano passado. A preparação dos atletas vai acontecer no Centro de Cultura Raul de Leoni todas as terças e quintas-feiras, entre 14 e 17h. O espaço está disponível para o treinamento do grupo desde 2017, graças a uma parceria da associação com a prefeitura.

“Com dois atletas no Regional Leste, aumentamos a possibilidade de ter um petropolitano no brasileiro da modalidade”, explica Marcelo Corrêa, treinador e coordenador da APDEF, elogiando o desempenho do Betinho na seletiva. "Grande desempenho. Estava muito concentrado e preparado. Acredito que ele possa ir bem também no regional e conquistar uma vaga no brasileiro", disse.

Além da parceria com a APDEF no time de bocha adaptada, a prefeitura também realiza outras ações esportivas para os deficientes. No ano passado, aconteceu de maneira inédita a I Copa Imperial de futsal para surdos - em parceria com a Associação Petropolitana de Surdos (APES) - e o campeonato municipal de futsal para surdos. O Dia de Convivência, dentro da programação dos jogos estudantis, também foi implementado pela atual gestão.

Além disso, já foi realizada a capacitação gratuita para estudantes e professores de educação física que desejam trabalhar com pessoas com deficiência intelectual e um treinamento, também de graça, para árbitros de futebol e futsal.

No calendário esportivo deste ano, estão previstos, mais uma vez, as competições de futsal e o Dia de Convivência, dentro da programação dos jogos estudantis.

A edição do “Café com Sabedoria”, realizado especialmente para os aposentados e pensionistas do INPAS, deste mês traz a palestra com o tema: “Eu e a Comunidade”, ministrado pela coordenadora do Programa Petrópolis da Paz, Elsie-Elen Carvalho. O encontro acontece nesta sexta-feira (31.05) às 10h na sede do INPAS, na Rua Alencar Lima, 35 – 1º andar – Centro.

O tema deste mês irá abordar as questões comportamentais do indivíduo em comunidade. Será destaque, o modo com que as pessoas da terceira idade se comportam em sociedade, e como são vistas por outras pessoas. A palestrante Elsie-Elen, também irá apresentar o Programa Petrópolis da Paz, e a relevância da Câmara Pública para a resolução de conflitos também em comunidade.

“Comentarei sobre o Indivíduo e suas crenças, a família como primeira comunidade, que é formadora da personalidade e finalmente a sociedade como um todo. Como nos comportamos em relação à terceira idade e a valorização da experiência adquirida ao longo da vida”, destacou a palestrante, destacando que está muito feliz com o convite. “É uma oportunidade de trocar ideias e apresentar a Câmara Pública, onde as pessoas têm a oportunidade de solucionar seus conflitos. Queremos implementar a cultura de paz”, contou.

As palestras que acontecem mensalmente, tem o objetivo de conscientizar e auxiliar os idosos, sobre diversos assuntos. Além das informações oferecidas pelos palestrantes, a reunião é uma oportunidade de confraternização entre eles, é o espaço de reencontrar pessoas que trabalharam juntos por muitos anos.

 

O fechamento de bares à meia-noite foi garantido em mais ação de Choque Ordem realizada pela Guarda Civil, Fiscalização de Posturas e Polícia Militar entre a noite deste sábado (25) e madrugada de domingo (26). A ação visa assegurar o cumprimento da determinação da prefeitura sobre o limite de encerramento  dos estabelecimentos em ruas como a 13 de Maio. Foram mobilizados 26 agentes, com apoio de 12 viaturas.

O trabalho teve início às 22h e se estendeu até 01h. Primeiro, os agentes da Guarda Civil e os fiscais de Posturas foram em todos os bares e estabelecimentos comerciais sobre a instrução normativa das secretarias de Serviços, Segurança e Ordem Pública (SSOP) e de Fazenda. O mesmo foi feito na Rua Nelson de Sá Earp, com tempo suficiente para todos procederem com o fechamento do funcionamento.

O fechamento dos bares é uma medida necessária diante dos episódios de brigas e confusões, que colocam em risco a vida de quem frequenta esses locais, algo que não podemos admitir.

Durante o Choque de Ordem, foram aplicadas quatro multas por estacionamento irregular sobre ponto de ônibus. Alguns estabelecimentos também foram notificados antes do horário de fechamento por som em volume alto, que foi acatada imediatamente.

A medida foi tomada após novo episódio de confusões na Rua 13 de Maio, na madrugada de sábado (25.05). Na ocasião, por volta de 4h15 um homem embriagado e sem habilitação atropelou uma pessoa, o que desencadeou uma briga generalizada naquele momento. Ele foi levado para a 105ª DP e o caso está sendo investigado, inclusive com imagens do Centro Integrado de Operações de Petrópolis.

A Prefeitura também está pedindo à PM intensificação do policiamento após horário de fechamento dos bares quando grupos se mantém nas ruas consumindo bebidas alcoólicas e promovendo desordem.

A medida iniciada neste sábado também vale para os estabelecimentos da Rua Nelson de Sá Earp. Os agentes foram ao local e orientaram os donos dos bares sobre o fechamento.

Funcionário de um desses bares, Felipe Costa atribui as confusões a pessoas que não consomem nesses estabelecimentos. Para ele, essa situação atrapalha o comércio local e, por isso, entende que a medida adotada agora é uma forma de estabelecer um limite e garantir a ordem pública.

“Esses problemas são fruto de uma baderna que vem de fora, e não de quem está nos bares. Isso atrapalha todo mundo, porque o cliente vê essa situação na calçada e não vem para o bar. Então eu concordo que essa medida tem que ser tomada mesmo. Eu fico triste por ter que fechar essa hora, é o meu trabalho e isso me prejudica, mas infelizmente algumas pessoas não respeitam. Tem que estabelecer um limite para depois ver como fica”, diz ele.

 

Segunda, 27 Maio 2019 12:59

Eleita a Realeza da 30ª Bauernfest

Rainha e Princesas vão representar a festa e ajudar a divulgar a história da colonização alemã para petropolitanos e turistas

A Realeza da 30ª Bauernfest já está definida. O concurso do evento, realizado na noite deste sábado (25.05), no Palácio de Cristal, elegeu a Rainha, Sabrina de Carvalho Pereira, a 1ª Princesa, Mariana Tesch Lins, e a 2ª Princesa, Nathalia Bello Kling. Elas vão representar a festa e ajudar a divulgar a história da colonização alemã na Cidade Imperial para petropolitanos e turistas. O concurso também é uma forma de homenagear os colonos através de seus descendentes. Este ano, a Bauernfest acontece entre os dias 14 e 30 de junho, exceto o dia 20 - feriado de Corpus Christ, no Palácio de Cristal e arredores.

Seis candidatas participaram do concurso. Elas contaram as histórias de suas famílias e o porquê de estarem disputando as faixas de realeza para representar os colonos na festa. No final, uma comissão de jurados escolhidos pelo Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE) e o Clube 29 de Junho definiu o resultado.

A Rainha, Primeira Princesa e Segunda Princesa receberão um prêmio em dinheiro no valor de R$ 4 mil, R$ 3 mil e R$ 2 mil (valor bruto), respectivamente. O mandato das vencedoras se estenderá da data da coroação até a realização do concurso da próxima edição da festa. Além de participarem do evento, elas também ajudarão a divulgar a Bauernfest durante todo o ano.

A Rainha eleita representa a família Schwarz. “Eu sempre quis homenagear a minha família. Sou apaixonada pela cultura alemã. Desde que sou pequenininha tenho a lembrança da minha irmã dançando, e também sempre participava dos desfiles aos domingos. E é uma emoção muito grande, é muito bom saber que vou poder levar a festa comigo e estar aqui representando ela todo dia”, destacou Sabrina, que tem 20 anos.

No concurso, as candidatas se apresentaram com um traje tradicional, típico germânico. Elas foram julgadas nos seguintes quesitos: apresentação, beleza, simpatia, elegância, desembaraço, traje e conhecimentos culturais.

Com expectativa de receber mais de 350 mil pessoas nos dias de festa, serão feitas mudanças pontuais para garantir a fluidez no trânsito

Sinônimo de cidade cheia, a Bauernfest chega a sua 30ª edição com a expectativa de receber mais de 350 mil visitantes entre os dias 14 e 30 de junho - com exceção do dia 20, feriado de Corpus Christ. Para minimizar o impacto causado pelo alto número de veículos nas ruas, seja de visitantes ou petropolitanos, a CPTrans prepara um esquema de trânsito especial com alterações de ruas, fechamentos intermitentes, ampliação da área para estacionamento e direcionamento dos mais de 800 ônibus de turismo esperado para o evento.

Apesar de a festa começar no dia 14, as primeiras mudanças estão previstas para ocorrer até 10 dias antes: a partir do dia 4, quando a festa deve começar a ser montada, a Alfredo Pachá, em frente ao Palácio de Cristal, principal palco do evento, poderá ser fechada para a passagem de veículos. Bem próximo ali, a Padre Siqueira terá a mão invertida – mudança aplicada nas duas últimas edições que apresentou bons resultados para fluidez no trânsito. Essa alteração muda o trajeto principalmente de quem segue dos distritos e tem como destino a área do Bingen, por exemplo. Haverá, ainda, o fechamento das ruas Walter Bretz, na Piabanha, e a Domingos de Souza Bastos, na 13 de Maio, e a José Bonifácio, liberada apenas para moradores.

Uma festa com as proporções da Bauern precisa ser pensada em seus detalhes e é isso que companhia está fazendo. Não é à toa que houve resultado com recorde de visitantes no ano passado e este ano nossa expectativa é ainda maior, com a ampliação da festa. Uma mudança significativa que foi observada nos últimos dois anos foi o fluxo de trânsito, que funcionou muito bem e que será mantido este ano, com algumas melhorias planejadas pela equipe da CPTrans.

As alterações incluem a colocação de mão única em um trecho de 200 metros da Montecaseros, entre o Colégio Santa Catarina e o Gehren – os veículos só poderão seguir no sentido bairro nesse trecho. Há, ainda possibilidade de fechamentos intermitentes da Padre Siqueira e do acesso ao Bingen pela 13 de Maio. Essas mudanças serão aplicadas de acordo com o fluxo de veículos nas vias, conforme avaliação das equipes escaladas para o trabalho.

É importante destacar que existem vários fatores que podem, no dia a dia, fazer com que as equipes façam mudanças inesperadas. É uma parte operacional que só pode ser mensurada no decorrer da festa, como uma possível interdição de via em alguns momentos, por exemplo. As equipes têm a experiência para fazer com que o trânsito seja de excelência, conforme verificamos nos últimos dois anos.

Frota de ônibus reforçada durante todo o dia e também de madrugada

A CPTrans solicitou às empresas de ônibus que atuam em áreas próximas à festa com reforço na frota. Serão, pelo menos, 15% de veículos a mais que estarão identificados com “via Bauernfest” e que passarão nas proximidades do burgo alemão, no Palácio de Cristal. A companhia também vai monitorar a demanda e pedir, caso necessário, reforço na operação aumentando a quantidade de veículos com destino à festa para a Expresso e Turb. Os veículos sairão, principalmente, do Terminal Rodoviário Leonel Brizola, no Bingen.

A CPTrans também quer garantir reforço nos horários da madrugada. Os “corujões” irão aumentar a oferta de veículos nos dias de festa, principalmente aos fins de semana. A intenção é atender, principalmente, o petropolitano que trabalha na festa, facilitando sua chegada em casa após o serviço. A companhia também orienta que o público faça o download do aplicativo Vá de Ônibus, disponível para Android e iOS. Pela plataforma é possível saber o ponto de ônibus mais próximo e onde está a linha que o usuário precisa. O serviço gratuito também pode ser consultado pelo www.vadeonibus.com.br.

Mais de 250 vagas para ônibus de turismo

Já para quem vem de fora da cidade, a CPTrans também tem um esquema especial para a recepção dos visitantes. Equipes estarão dispostas nos pórticos do Quitandinha e Bingen e todos os ônibus serão parados para uma espécie de triagem ainda nas entradas da cidade. Eles serão adesivados com informações sobre o local de embarque e desembarque, vaga de estacionamento e melhor opção de saída da cidade, após a festa. Esse controle visa diminuir o número excessivo de veículos de turismo em um mesmo local, além de melhor distribuição das mais de 250 vagas destacadas para esses ônibus – o município teve pico de 220 ônibus durante um mesmo dia em evento do Natal Imperial.

Para esta edição da festa serão três os pontos principais para embarque e desembarque dos ônibus: a Avenida Tiradentes, em frente ao Relógio das Flores, e na Montecaseros. Após o desembarque, os motoristas deverão seguir para o Quitandinha, Bingen, Barão do Rio Branco a partir da Moageira e estacionamentos das operadoras Petroita e Cidade Real.

Para garantir a acessibilidade, uma área de estacionamento na Praça 14 Bis será destinada exclusivamente para veículos com pessoas deficientes e idosos. Eles serão direcionados ainda nos pórticos, durante a triagem, e ficarão em uma área mais próxima aos principais pontos da festa.

Mais vagas aos carros particulares e combate à atuação de flanelinhas

Com o acumulo de carros nas ruas do Centro, a CPTrans e a Guarda Civil já estão articulando um cronograma para evitar a atuação de flanelinhas durante a festa – o que, além de onerar os motoristas, também atrapalha o trânsito com a orientação de locais proibidos para estacionamento como vagas. Entre as medidas, está a ampliação do horário de cobrança do estacionamento regulamentado rotativo, que funcionará até às 22h de quarta-feira a domingo em ruas próximas à festa. As tarifas também serão mantidas: R$ 2,50 nas áreas brancas e R$ 3,50 nas áreas azuis.

Ao mesmo tempo em que amplia as vagas de rotativo, a CPTrans também está aumentando as possibilidades de estacionamento no período da festa: a Avenida Koeler, Rua da Imperatriz e Avenida Barão do Rio Branco – até a altura do Corpo de Bombeiros, serão transformadas em estacionamento rotativo nas sextas de 18h às 22h e, aos sábados, domingos e feriados, de 8h às 22. Um serviço de valet também será oferecido pela Sinal Vida, na Avenida Koeler, nº 260, pátio da Prefeitura, nas sextas a partir das 18h e nos sábados, domingos e feriados, a partir das 9h, por R$ 35.

As ruas que terão o horário estendido são para às 22h de quarta a domingo são: lado par da Rua Imperatriz, lado ímpar da Avenida Tiradentes, Rua Raul de Leoni, Rua São Pedro de Alcântara, Praça Princesa Isabel, Rua Dr. Nelson de Sá Earp, Rua Engenheiro Miguel Detsi, Rua Roberto Silveira, Rua Barão do Amazonas, Rua 7 de Abril, Rua Montecaseros, Rua Padre Siqueira, lado ímpar da Avenida Koeler, Avenida Presidente Kennedy, Rua Frei Rogério, Rua 13 de Maio e Praça da Liberdade.

Durante os dias de festa, serão disponibilizados pontos fixos para pagamento do rotativo nas duas extremidades da Rua Alfredo Pachá, na Praça da Liberdade e na Praça Visconde de Mauá (Praça da Águia). Além disso, o usuário pode falar com qualquer controlador (identificados com camisas amarelas da SinalVida) independentemente do local onde o veículo estiver estacionado e utilizar, também, o aplicativo DigiPare disponível para celulares com iOS, Android e Windows Phone. o site www.estarpetropolis.com.br; por SMS pelo número 27317, por ligação 0800-941-3444, em qualquer um dos parquímetros disponíveis - sendo que esses equipamentos aceitam pagamentos em moeda e cartão de crédito e débito; no comércio local

A CPTrans também fez um levantamento dos estacionamentos privados no Centro da cidade. São 39 no entorno da festa e a solicitação da companhia é que esses locais ampliem seu horário de abertura para atender a demanda de usuários durante a festa.

Vias alternativas são opção para quem não tem a festa como destino

Com o número elevado de gente na cidade nos dias festa, a CPTrans também está orientando quem não tem a Festa do Colono Alemão como destino, a utilização de rotas alternativas, diminuindo o impacto sobre as ruas do Centro Histórico, aumentando a fluidez para quem não tiver a festa como objetivo e melhorando a mobilidade no trânsito. Todas as alterações viárias já foram passadas ao aplicativo de celular Waze, que poderá ser um grande aliado dos motoristas petropolitanos ou turistas para os dias da festa. O App está disponível em todas as plataformas na loja on-line de cada sistema operacional.

Uma dessas alternativas se dá no trecho entre Itaipava e o Bingen, que além da BR-040, tem a opção de passagem subindo o Quarteirão Brasileiro, saindo na Mosela. A opção se dá também para quem precisa fazer o caminho contrário. Alternativa entre o Bingen e o Quitandinha, evitando o Centro, é a passagem pelo Vila Militar, chegando no Valparaíso. Outra opção de passagem para o Valparaíso é a utilização da Comunidade Oswaldo Cruz – que dá acesso ao Cemitério Municipal. Entre o Itamarati e o Quitandinha, a rota alternativa é o Alto da Serra, pela Rua Santos Dumont. As ruas Duque de Caxias e 29 de Junho, no Vila Militar, ficarão abertas até a meia-noite.

Utilização de táxi é incentivada

Uma das alternativas para a chegada e saída da festa é a utilização dos táxis do município. A cidade conta com uma frota de 541 veículos, inclusive com carros adaptados. Próximo ao Palácio de Cristal, os principais pontos de táxi ficam no Alfredo Pachá, no início da via, na Piabanha e Montecaseros.

Lar Nossa Senhora das Graças recebe a oficina por meio de parceira com o CRAS Corrêas

O lazer e a prática de esporte como instrumentos para a formação e ressocialização das crianças do Lar Nossa Senhora das Graças, localizado em Corrêas. Isso é o que propõe a Secretaria de Assistência social com aulas de capoeira oferecidas através da parceria entre a instituição de o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), que funciona no mesmo bairro. Há um mês sendo aplicada, a atividade já virou rotina na vida das crianças afastadas temporária ou definitivamente das famílias biológicas. A permanência dos menores no Lar segue determinação da Vara da Infância, Juventude e Idoso, por considerar que os menores passam por situação de risco ou vulnerabilidade social.

A oficina de capoeira é mais uma alternativa de atividade oferecida pelas unidades do CRAS que identificam em suas regiões a melhor forma de levar os serviços para as comunidades onde atuam. Em Corrêas, a atividade foi oferecida para a instituição para suprir uma defasagem de atividade física, mas os benefícios na vida dos menores, vão além de uma simples práticas de exercício. Nas 16 crianças entre 4 e 12 anos, que participam da aulas, é possível se observar uma mudança de comportamento e maior interação entre o grupo e com os profissionais atuantes no Lar.

Em cada CRAS são oferecidas atividades diversas, de acordo com a demanda de cada localidade. As ações se voltam para público de todas as idades. Na unidade de Corrêas é desenvolvido, entre outras ações, o serviço de convivência em grupos de crianças de 6 a 12 anos. O objetivo é o fortalecimento de vínculos com atividades como artesanato e pintura, sempre voltadas para o resgate de vínculos.

As equipes muitas vezes lidam com crianças em vulnerabilidade social. As ações oferecidas são pensadas para reduzir os impactos que esses menores sofrem em suas vidas. As 25 crianças atendidas no Lar são assistidas até que seja possível a reinserção familiar ou, por decisão da Vara da Infância, sejam encaminhadas para a adoção. No período que permanecem na instituição as crianças e suas famílias biológicas passam acompanhamento feito com psicóloga e assistente social, sempre na busca da reintegração com os pais ou familiares.

Todo o trabalho conta com o apoio da rede de serviços oferecidos pelo poder público nas áreas de habitação, educação, saúde e assistência social. “Contamos com toda essa rede para ajudar as famílias se reintegrarem e temos sucesso na maioria das vezes”, destaca a gerente administrativa do Lar, Luciana Márcia da Conceição, reforçando que atividades como a capoeira contribuem em muito no resultado do trabalho desenvolvido pela equipe técnica do Lar. “Nesse período em que a oficina é oferecida já é possível notar maior integração entre as crianças e os educadores. A prática de esporte é muito importante para o bom desenvolvimento deles”, frisa Luciana e é o que também confirma o professo de capoeira, André Luis da Silva.

Há 23 anos praticando capoeira, André reforça que qualquer prática esportiva já é educativa e a capoeira oferece uma série de benefícios. Para ter a atenção das crianças, que nunca tiveram contato com a prática anteriormente, o professor conta que busca iniciar as técnicas de forma lúdica, como sendo uma verdadeira brincadeira. Mas em cada atividade proposta, são ensinados os movimentos e as técnicas da capoeira. “Procuro trabalhar com eles como se fosse uma grande brincadeira, mais aos poucos vou trabalhando as técnicas que contribuem, entre outras coisas, com o desenvolvimento e a coordenação motora deles”, destaca o professor que já carrega experiência de trabalhos em comunidades carentes.

Economia fatura mais de R$ 150 milhões no período

Município já entrou na melhor época para o setor e, junto com a queda nas temperaturas, começa a sentir o aumento de visitantes

Com dias de céu azul, mas temperaturas baixas típicas da Serra – a mais baixa este mês chegou a 10ºc -, Petrópolis entrou na sua alta temporada, a melhor fase para o turismo. A expectativa é de que a Cidade Imperial receba, entre maio e agosto, cerca de 1 milhão de visitantes, ou seja, metade da média registrada por ano. O aumento de turistas já começou a ser sentido nos atrativos e, principalmente, nos hotéis e restaurantes, que esperam um aumento de 40% no movimento. No último fim de semana, por exemplo, a taxa da ocupação hoteleira em toda cidade chegou a 76,3%. Os meses de junho e julho são considerados o ápice da temporada – e este também é o período da Bauernfest, uma das principais festas do calendário turístico da cidade, que deve receber mais de 350 mil pessoas.  Em quatro meses, a alta temporada de turismo vai movimentar mais de R$ 150 milhões na economia da cidade.

No Centro Histórico, em uma rápida passada pelos principais pontos turísticos já é possível observar o grande número de visitantes vindos de outras cidades, inclusive com a Rua da Imperatriz sempre lotada de ônibus de excursão, principalmente durante os fins de semana. A expectativa é de que sejam gerados mais de 500 empregos entre os meses de maio e agosto no setor de turismo, serviços e comércio em função do aumento no número de visitantes que o município recebe.

A expectativa é de que a alta temporada seja ainda melhor do que a registrada no ano passado. Em 2018 houve crescimento no setor na cidade e agora o município quer que os números continuem subindo. O turismo é fundamental para o município, movimenta a economia não só de hotéis e atrativos, como de toda a cidade. Garante mais de 30 mil empregos e chega lá na ponta, beneficia a produção local.

Neste período, a temperatura está entre os atrativos preferidos dos visitantes, até daqueles que moram nas cidades próximas. O turista Leonardo Paulino, por exemplo, que veio de Três Rios para visitar Petrópolis disse que a temperatura dá um charme a mais. “Eu gosto muito do clima da cidade, das casas históricas, da cultura, e do povo, que é muito acolhedor e recepciona bem a gente. Adoro esse friozinho para passear, tomar aquele café gostoso com a família. Esse clima é bem acolhedor, bem gostoso. Onde eu moro é bem quente, então quando eu venho para cá aproveito bastante”, frisa.

 “Sou apaixonada pelo frio, amo muito. Moro em Friburgo, que também é frio, mas aqui a cidade é muito charmosa”, completou Jaqueline Medeiros, que também aproveitava a alta temporada na Cidade Imperial com uma amiga.

Com 26 instituições museológicas e 118 meios de hospedagem para todos os bolsos e gostos, Petrópolis ainda conta com pólos gastronômicos que também têm na alta temporada sua melhor fase. Bares e restaurantes já percebem o aumento no movimento e dos pedidos de bebidas quentes e pratos típicos das estações mais frias, como caldos e massas.

“A expectativa é a melhor possível. Nós adaptamos o cardápio a cada estação e a estação mais procurada realmente é quando temos as baixas temperaturas. A cada ano temos registrado a procura cada vez maior por Petrópolis. Não só pelo clima, mas por conta dos diversos festivais que temos nesse período, como de caldos, de vinhos, de fondue”, destaca o sócio proprietário do Duetto’s Café e Bistrô, Francisco Roberto Müller, que fica dentro do complexo do Museu Imperial, o mais visitado do país.

“Esse período tem um aumento muito significativo no movimento, em torno de 40%, em função da estação e da degustação do que é oferecido”, completa o empresário, lembrando que o estabelecimento ainda oferece atrativos a mais para turistas e Petropolitanos, como o Chá da Princesa e o Jantar do Imperador, com cardápios inspirados no período Imperial e de acordo com a estação do ano.

Outros polos também estão apostando em cardápios especiais. No Valparaíso, por exemplo, os fãs da gastronomia podem comemorar com a 2ª edição do Festival Sabores de Outono, que acontece até 09 de junho. Os restaurantes apresentam menus especiais a preços fixos, incluindo uma cerveja artesanal, em horário diferenciado. “A expectativa é boa pela chegada da alta estação. Com a chegada da alta temporada, o Valparaíso Gourmet realiza vários festivais para receber os turistas e moradores: além do Sabores de Outono, terá o Bauernfest Gourmet de 14 a 30 de junho e o Festival Sabores de Inverno no mês de julho, oferecendo pratos elaborados especialmente pelos chefs dos restaurantes de culinária diversificada”, explica Evany Noel, gestora do Valparaíso Gourmet.

Bauernfest e férias escolares no ápice da alta temporada

A alta temporada em Petrópolis terá seu ápice em junho e julho. No primeiro mês, acontece a Bauernfest, de 14 a 30 de junho, com exceção do dia 20, feriado de Corpus Christ. Serão 16 dias de festa homenageando a cultura alemã em Petrópolis, no Palácio de Cristal e arredores. Com diversas atrações culturais, gastronomia típica e muito chope, a cidade recebe mais de 350 mil visitantes e chega a movimentar R$ 43 milhões na economia.

Já em julho, a alta temporada é somada às férias escolares. Termômetro do turismo, o Museu Casa de Santos Dumont é um dos exemplos do aumento de visitantes nesse período. Em 2018, passaram pelo atrativo em julho 24.225 mil visitantes, e em toda alta temporada foram quase 60 mil pessoas. 

Turismo é uma das principais fontes de renda da cidade

Com a alta temporada, Petrópolis também colhe os frutos do crescimento no movimento na economia da cidade. Com hotéis e restaurantes lotados, aumenta a procura por mão de obra. A expectativa é de que sejam contratados mais de 500 funcionários temporários nos setores de turismo e serviços. Só a Bauernfest deve empregar pelo menos 350 pessoas.

Redução de gastos continua para quitar dívida das gestões anteriores

Um modelo de gestão com modernização de sistemas, convênios para cruzamento de informações e técnicos da Secretaria de Fazenda monitorando todo tempo documentações de empresas, autônomos e demais contribuintes, vêm trazendo resultados positivos para a arrecadação do município, que em três anos registra um aumento de 48,75% - considerando a arrecadação de janeiro a abril referente aos quatro principais tributos (IPTU, ITBI, ISS e ICMS).  Em 2016, a arrecadação foi de R$ 121 milhões e, este ano,  alcançou R$ 181 milhões.

O aumento significativo na arrecadação, no entanto, não significa uma situação econômica mais confortável para o município, que mantém a política de redução de gastos, frente a uma dívida deixada por antigos gestores, que ao fim de 2016 alcançava R$ 766 milhões, dos quais R$ 155,8 milhões foram quitados em dois anos e quatro meses da atual gestão.

Estes recursos a mais têm sido fundamentais para a prefeitura manter a qualidade dos serviços prestados à população ao mesmo tempo em que trabalha para quitar as dívidas. A política de austeridade continua uma vez que apesar dos abatimentos e negociações para parcelamento, a dívida acumulada por antigos gestores ainda é de R$ 610 milhões – mais da metade do orçamento do município, que está em R$ 1,1 bilhão. 

O tributo que mais cresceu no primeiro quadrimestre deste ano, em comparação com o mesmo período de 2016 foi o ICMS, que registra um aumento de 74,43%, passando de R$ 53,1 milhões em 2016 para R$ 92,7 milhões no mesmo período deste ano. No ISS a alta foi de 29,75%, passando de R$ 24,1 milhões em 2016 para R$ 31,4 milhões este ano.

Para obter estes resultados a Secretaria de Fazenda adota um sistema de trabalho mais austero, fiscalizando e fechando o cerco principalmente aos grandes contribuintes.

O município trabalha  com maior rigor no acompanhamento dos dados e é isso que tem feito com que a arrecadação aumente gradualmente nos últimos anos. Agora, por exemplo, os técnicos estão fazendo o monitoramento das Declans que foram entregues pelas empresas até o dia 21, para notificar e pedir a retificadora em caso de grandes divergências de valores declarados. Outro instrumento importante é o sistema de alvará online, que hoje é emitido via Regin, o que impede por exemplo que a empresa tenha um CNPJ sem ter o alvará do município.

Paralelamente a secretaria atua em outras frentes como, por exemplo, uma fiscalização mais efetiva sobre as empresas e no recadastramento de MEIS de autônomos nos últimos cinco anos. É um trabalho de formiguinha, contínuo, feito por nossos técnicos e que com o auxílio dos novos sistemas irá funcionar cada vez melhor.

Tabela 1

Tabela 2

São 50 escolas inscritas e cerca de três mil alunos participando dos Jogos Estudantis Unificados de Petrópolis (Jeups) desse ano. Os números da edição de número 55 da competição são destaques no cenário esportivo da cidade: a prefeitura prevê mais de 250 horas de atividades esportivas variadas nas categorias sub-13, 15 e 18. São nove modalidades em disputa, sendo cinco coletivas: basquete, futebol de campo, futsal, handebol e vôlei; e quatro individuais como o tênis de mesa, xadrez, judô e atletismo. Além delas, o apoio ao Banco de Sangue Santa Teresa é a novidade para 2019. As instituições de ensino que levarem o maior número de pessoas para a mobilização ganharão pontos equivalentes aos esportes em disputa.

A adesão das escolas ao Jeups aumentou desde o início da atual gestão. Em 2016, apenas 19 participaram. Em 2017 foram 41, no ano passado 44 e neste ano, com 50, os jogos chegaram ao maior número de instituições inscritas na história. O governo municipal entende que os jovens devem ser influenciados à prática esportiva o mais cedo possível, pois isso irá auxiliar na qualidade de vida deles. Especialistas dizem que, quanto mais cedo as crianças adotarem o hábito do esporte, menos propensos estarão a doenças. 

Fora a prevenção, a prática esportiva traz benefícios físicos e fisiológicos diretos na formação corporal, como o estímulo do sistema cardiorrespiratório. Benefícios emocionais também são assegurados e os pequenos podem testar suas capacidades motoras e sociais, se deparando com comportamentos imprescindíveis na convivência social. “O esporte abre portas para a sociabilidade e contribui fortemente para a educação e a disciplina. Esses aspectos serão úteis para o resto da vida. A inteligência interpessoal é estimulada e o aluno também aprende a lidar com o próximo”, explica Henrique Zanatta, diretor do Colégio São Tomás de Aquino.

Segundo estudo coordenado pela Organização Mundial da Saúde(OMS), o Brasil terá 11,3 milhões de crianças acima do peso em 2025. Nas últimas quatro décadas, o índice de obesidade entre meninos saltou de 0,93% para 12,7%. Entre as meninas, o crescimento foi menor, mas ainda assim elevado:passou de 1,01% em 1975 para 9,37% em 2016. Na contramão desse caminho, os jogos estudantis acontecem na fase da vida mais importante para se estabelecer hábitos saudáveis. “O nosso trabalho é incentivar que mais alunos da escola participem dos treinamentos. É uma meta nossa ter a maioria dos estudantes ativos, praticando algum esporte”, disse Ana Carolina Ferreira, professora de educação física do Colégio Alaor.

O regulamento deste ano do Jeups permitiu a inscrição de um mesmo atleta para três esportes em equipe nas categorias sub-15 e 18. A mudança atende a um pedido das escolas menores, que contam com menos alunos e ficavam de fora de algumas modalidades. “Esse é um detalhe importante, que faz toda a diferença para a nossa escola. Como temos poucos alunos, a maioria deles jogam todas as modalidades coletivas”, conta Uilian Rolim Barcellos, professor de educação física da Escola João de Barro, que participa pela primeira vez dos jogos.

“O sentimento é o melhor possível. Nossos alunos estão muito animados com a participação no Jeups. A interação com outros alunos é algo muito importante para eles, já que a escola é de Itaipava, um pouco mais distante. Além disso, eu sinto também o friozinho na barriga de quem também já jogou o Jeups”, disse Uilian.

 Outra novidade deste ano é a criação do projeto Selecionados Jeups. Serão formadas seleções com os principais atletas das categorias sub-15 e 18 no basquete, handebol, vôlei e futsal (apenas no feminino, já que no masculino a Liga Petropolitana de Desportos representa a cidade)."A ideia é que essas equipes disputem competições regionais e estaduais levando o nome de Petrópolis, como forma de incentivar a participação de mais jovens no Jeups. Acreditamos no potencial dos nossos estudantes para representar a nossa cidade", assegura Leandro Kronemberger, superintendente de Esportes e Lazer.

Até o momento, já aconteceram os jogos da fase inicial do vôlei, basquete e handebol. A segunda fase e as modalidades individuais acontecem no segundo semestre. O evento de encerramento com a premiação dos alunos e das escolas vai acontecer no mês de outubro no Sesc Quitandinha. As tabelas com as partidas da primeira fase dos esportes coletivos estão disponíveis no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

“Os números demonstram a preocupação da prefeitura em proporcionar mais saúde e qualidade de vida para os estudantes da cidade, abrindo mais espaço para que os jovens mostrem seus talentos.Ferramenta na prevenção de doenças, o esporte também é uma forma de transformar a realidade das crianças e dos adolescentes”, completa Leandro.

A prefeitura está determinando o fechamento de bares até a meia-noite nas ruas 13 de Maio e Nelson de Sá Earp. O descumprimento da norma pode gerar a suspensão da licença de funcionamento destes estabelecimentos. Sucessivos choque de ordem estão sendo empreendidos no local pelas forças de segurança capitaneadas pela Prefeitura, porém, há registros de confusões após as operações, como o caso da madrugada deste sábado (25.05) quando às 04h15 chegou a haver atropelamento e brigas.

A prefeitura pode estender a determinação do horário a outras ruas no entorno.  O compromisso é com a segurança das pessoas. A norma já vale para este sábado e que o choque de orem vai ser intensificado.

A determinação, uma instrução normativa das Secretarias de Serviços, Segurança e Ordem Pública (SSOP) e Fazenda está sendo informada aos proprietários dos bares.  Equipes da Fazenda, SSOP e Guarda Civil vão acompanhar o cumprimento da ordem nestes locais. Choques de ordem serão feitos para coibir consumo de bebidas alcoólicas por menores.

A Prefeitura está solicitando à PM intensificação do policiamento nestes áreas durante o funcionamento dos bares e após o fechamento dos estabelecimentos.  E também à Vara da Infância apoio para coibir menores nas ruas desacompanhados de responsáveis e em situações de risco como consumo de bebidas alcoólicas.

A meta é coibir, após o fechamento dos bares, que pessoas, em grupos, com veículos estacionados e som alto, continuem com consumo de bebidas e promovam desordem como tem sido registrado.

Tumulto foi registrado às 04h15

O choque de ordem realizado na madrugada deste sábado começou a 00h30 com 10 guardas civis, 6 viaturas, cão farejador e equipe da posturas. Foram multados 16 veículos. Não foram registradas apreensões de drogas ou outras irregularidades.  A fiscalização se estendeu até às 3 hs, após o fechamento dos bares.

O tumulto na 13 de Maio foi registrado por volta das 04h15. Um carro atingiu pessoas e invadiu a calçada. Houve brigas e as pessoas atropeladas foram atendidas pelos Bombeiros e Samu. Uma mulher foi liberada no local após atendimento e um homem levado ao Hospital Nelson de Sá Earp.

O condutor do veiculo estava embriagado e sem habilitação, foi detido e encaminhado a 105ª Delegacia de Polícia. Imagens captadas pelo Centro de Integrado de Operações (CIOP) estão sendo enviadas à Polícia para identificação dos demais envolvidos.

Notícias por data

« Maio 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP