A CPTrans está convocando à população para discutir a questão dos acidentes de trânsito dentro da programação do Maio Amarelo. Um seminário está programado para o próximo quarta-feira, (29.05), a partir das 9h, na FMP/Fase, na Avenida Barão do Rio Branco – 1003. Serão três eixos principais debatidos: o da Educação, o da Assistência e o da Fiscalização e Informação. O evento contará com palestras e mesas de debate durante todo o dia. O encontro também será uma oportunidade para discutir o Plano Municipal de Redução de Acidentes de Trânsito (PMTrans).  

O evento começa às 9h com a apresentação do relatório das ações educativas realizadas na programação do Maio Amarelo. Às 13h, o dr. Vinicius Brasil vai falar sobre o Atendimento de Trauma do Hospital Santa Teresa, seguido do depoimento de uma vítima de trânsito. Às 15h30 haverá a apresentação de capítulo do Plano de Mobilidade Urbana que trata sobre acidentes de trânsito e, logo em seguida, informações sobre Morbidade no município.

Serviço

Seminário: Prevenção de acidentes de trânsito e Plano Municipal para Redução de Acidentes de Trânsito (PMTrans)

Local: FMP/Fase – Avenida Barão do Rio Branco, 1003

Horário: 9h às 17h30

Programação:

9h às 9h30 – Apresentação das atividades do Maio Amarelo 2019

9h30 às 11h – Mesa de debate sobre Educação

11h às 13h – Intervalo

13h às 15h30 – Palestra sobre Atendimentos de Trauma do Hospital Santa Teresa; depoimento de vítima de acidente de trânsito, seguida de mesa de debate voltado à Assistência

15h30 às 16h – Intervalo

16h às 17h30 – Apresentação do capítulo sobre acidentes de trânsito do Plano de Mobilidade Urbana e palestra sobre Mortandade em Petrópolis

A inserção das Práticas Integrativas Complementares em Saúde no município foi o foco das discussões do primeiro Encontro sobre PICS realizado pelos profissionais da rede pública de saúde, nesta quarta-feira (22.05). A iniciativa segue as comemorações nacionais pelos 10 anos de criação da política pública, que em Petrópolis, ocorreu de forma antecipada à regulamentação do Ministério da Saúde.  Os benefícios das PICS, associados ao tratamento dos usuários da rede de saúde, são valorizados no município, que no último ano, passou a contar com quatro Academias da Saúde, além de oferecer os serviços em outras 17 unidades da atenção Básica.  

Tratamentos como acupuntura, auriculoterapia, homeopatia, florais, reiki, meditação, fitoterapia, yoga, meditação entre outros métodos são oferecidos na rede pública.

Em Petrópolis, os usuários contam com os serviços nas unidades da atenção básica e nas Academias da Saúde, que hoje são referência na prática. No mês em que se comemora a regulamentação das PICS, somente nas Academias da Saúde, foi registrado aumento de 27% nos atendimentos. As unidades do Castelo São Manoel, no Cremerie, em Itaipava e no Vale do Carangola realizam cerca de 400 atendimentos por mês.

A criação do setor dedicado especificamente para a oferta das PICS se deu para impulsionar a adesão pelos tratamentos alternativos.

A implementação das práticas alternativas na rede pública em Petrópolis conta com parcerias do Instituto Roberto Costa, com a inserção da homeopatia; da Fundação Oswaldo Cruz, com as plantas medicinais e com a Associação Petropolitana de Práticas Alternativas Complementares, oferecem as práticas de acupuntura, shiatsu, yoga, shantala, fitoterapia e florais nas Academias. “Hoje a rede conta com essas práticas integradas ao olhar do profissional. Trabalhamos com a ótica de que esse serviço tem que estar onde a comunidade está”, destaca psicóloga, responsável pelo Núcleo de Gestão, Educação e Saúde, Maria Zenith N. Carvalho, idealizadora da Academia da Saúde.

PICS fazem parte dos atendimentos nas unidades de Atenção Básica e Centro de Saúde 

A manutenção das PICS nas unidades de saúde da Atenção Básica garante que o serviço seja disseminado pelos territórios de atuação da rede pública. A implementação conta ainda com a dedicação dos profissionais da rede que agregam as PICS aos serviços oferecidos nas comunidades. A agente comunitária da região do Brejal, Maria Tereza Januário, há mais de 20 anos pratica o shiatsu com os moradores locais. “Identifiquei no shiatsu uma forma de ajudar as pessoas da região. Não tem nada que pague ver a melhoria da qualidade de vida das pessoas.

O treinamento das brigadas operacionais que dão suporte ao 15° Grupamento de Bombeiro Militar de Petrópolis nos incêndios florestais foi um dos temas discutidos no encontro setorial entre os 58 órgãos que fazem parte do Plano Inverno municipal nesta quarta-feira (22.05).  A meta é preparar até 100 pessoas, entre agentes da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias, militares do Exército e da Aeronáutica, além de Bombeiros Civis, para atuarem no combate ao fogo durante o período de estiagem. A capacitação das equipes será coordenada pelo Corpo Bombeiros e está marcada para o dia 3 de junho no 32° Batalhão de Infantaria Leve/Batalhão Dom Pedro II, na Vila Militar.

Serão realizadas duas etapas de treinamentos: pela manhã a parte teórica e a tarde o trabalho prático. As equipes terão que apagar até 12 pequenos focos de incêndios florestais em uma trilha, além de uma queimada de grandes proporções no final da atividade.

A capacitação faz parte das ações do eixo operacional do Plano Inverno municipal, que vai contar também com o sobrevoo de drone nas áreas propensas aos incêndios florestais; a Blitz Verde; operações de caráter educativo distribuindo panfletos sobre os problemas causados pelas queimadas; além da elaboração de trabalhos sobre educação ambiental dentro do Defesa Civil nas Escolas estão previstas na programação.

Metodologia pioneira no país com relação as ameaças de inverno, o Plano Inverno municipal vem contribuindo na redução do número de casos de incêndios florestais: o 15° Grupamento de Bombeiro Militar (GBM) de Petrópolis registrou 302 queimadas em 2017, sendo 174 atendidas pelo Destacamento de Itaipava. No ano passado, foram 174 casos ao todo, com 78 desses acontecendo na região do terceiro distrito.

O telefone da Secretaria de Meio Ambiente para denunciar os casos é o (24) 2233-8180. Ou ainda ligar para o Linha Verde, programa do Disque Denúncia do Rio de Janeiro exclusivo para recebimento de informações sobre crimes ambientais, através dos telefones 0300 253 1177 e (21) 2253-1177.

Petropolitanos e turistas terão a oportunidade de acompanhar mais um concerto de órgão da série de 2019 de Concertos da Catedral São Pedro de Alcântara. A igreja receberá no próximo domingo (26.05), às 15h, o mestre de capela e organista da Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro, Benedito Rosa, para uma apresentação com entrada gratuita. O renomado organista é bacharel em órgão, com medalha de ouro, e mestre em Música pela Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Possui ainda formação em cravo, piano, canto e regência coral.

Neste ano, a série recebe o apoio da prefeitura através da Turispetro e do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE). Os concertos acontecem sempre às 15h, geralmente, no último domingo do mês. Os próximos eventos acontecerão nos dias 23 de junho, 28 de julho, 25 de agosto, 29 de setembro e 27 de outubro.

Com 2.227 tubos (que variam de 29 centímetros a 7 metros de altura), 33 registros, três teclados manuais e 1 pedal, o instrumento construído e instalado pelo organeiro Guilherme Berner foi inaugurado no dia 31 de janeiro de 1937.

“Neste ano já tivemos uma edição da série com o organista Marco Aurélio Lischt e, até o final do ano, teremos outros concertos. Muitas pessoas vêm para assistir aos nossos concertos”, frisa o Pároco da Catedral, Padre Adenilson Silva Ferreira.

Construção em estilo neogótico francês, a Catedral também abriga, no seu interior, o Mausoléu onde estão os restos mortais da Família Imperial (Dom Pedro II, Dona Teresa Cristina, Princesa Isabel e Conde D’Eu) e também podem ser apreciadas as esculturas de Jean Magrou, Bertozzi, vitrais e pinturas de Carlos Oswald.

A Catedral São Pedro de Alcântara fica na Rua São Pedro de Alcântara, 60, Centro. Informações podem ser obtidas pelo Disque Turismo (0800-0241516) e na secretaria paroquial: 24 2242-4300.

Estão abertas as inscrições para turmas de jiu-jitsu do Agita Petrópolis no Centro. Poderão participar adolescentes de 12 até os 16 anos, desde que comprovem que estão estudando - independente da rede de ensino (municipal, estadual e particular). As aulas irão acontecer às quintas-feiras, de 15h às 17h, no Centro de Cultura. Os interessados em matricular seus filhos podem procurar a sede da Superintendência de Esportes e Lazer, na Praça Visconde de Mauá, no Centro ou ligar para o telefone (24) 2233-1218.

O núcleo do Agita Petrópolis no Centro atende cerca de 50 pessoas com aulas de ginástica e dança, de 8h às 10h. Com a ampliação, a prefeitura quer aumentar para 100 alunos atendidos regularmente pelo programa no local.

As aulas de jiu-jitsu para os jovens têm por objetivo melhorar a concentração, aumentar a autoestima, disciplina e saúde com segurança, acompanhados por um profissional. “Muito mais do que apenas golpes e posições marciais, nesta modalidade busca fortalecer a relação de amizade entre pais e filhos, formar o caráter e possibilitar que a criança atinja a adolescência com seus princípios morais já formados”, explicou Ricardo Rumayor, professor de educação física responsável pela atividade.  

O Agita Petrópolis oferece de maneira gratuita aulas de ginástica, alongamento ou dança no Contorno, Centro, Cascatinha, Vila Rica, Bairro da Glória, Caxambu, São Sebastião, Alto da Serra, Retiro, Bataillard, Oswaldo Cruz e Madame Machado. No Meio da Serra e no Pedras Brancas, são turmas de futsal e no Siméria e Contorno de futebol society. Na Estrada da Saudade, o basquete e o vôlei acontecem na Fábrica do Saber.

A prefeitura também estuda a inclusão de um núcleo em Itaipava, no Parque Municipal, com aulas de futebol society.

Além do programa regular, o governo municipal também mantém parcerias com projetos sociais e trabalha de maneira integrada entre as pastas, oferecendo diversas modalidades esportivas nos PSFs, nas Academias da Saúde e nas Escolas Municipais. A prefeitura também volta a realizar neste ano o Festival das Comunidades – programa itinerante pelas quadras comunitárias nos bairros da cidade.

A prefeitura está lançando licitação para contratar empresa responsável pelas barracas e outras estruturas, inclusive cenográficas, que serão usadas na Bauernfest e no Bunka-Sai deste ano. A vencedora ficará com o trabalho de confecção, reforma, pintura, transportes, montagem, desmontagem e guarda de toda a estrutura e acabamentos decorativos para os dois eventos. São mais de 100 elementos entre barracas, pórticos, liftas e estação do trenzinho.  O edital estará disponível no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).    A 30ª Bauernfest acontece entre os dias 14 e 30 de junho (exceto dia 20 – feriado de Corpus Christ) e o Bunka-Sai vai de 08 a 11 de agosto

O município já garantiu R$ 259 mil arrecadados com a venda dos espaços de 12 barracas de alimentos tipicamente alemães que ficarão na Rua Alfredo Pachá e na Praça da Liberdade. No dia 03 de junho, a prefeitura também vai licitar o espaço do restaurante da festa.  Esta verba reverte para custear o evento da Bauernfest, como a montagem das estruturas.

A empresa vencedora será contratada para o período de quatro meses e ficará responsável por 60 barracas da Festa do Colono Alemão (de comida, artesanato, cerveja artesanal, etc), além das estações do trenzinho, liftas de programação do evento, pórticos, cerca em formato típico germânico, entre outros artigos cenográficos que fazem parte da festa. Para o Bunka-Sai são 11 barracas cenográficas, além de liftas, pórtico, pallets para as estruturas, 40 metros de cercas vermelhas para composição cênica do espaço, etc. As duas festas terão barracas diferentes, de diversos tamanhos, produzidas com a temática de cada uma, com arquitetura no estilo alemão e no estilo japonês, respectivamente. 

As barracas precisam ser funcionais para abrigar estoques e preparo de comida, artesanato, entre outros artigos, e também os funcionários. Além disso, precisam estar de acordo com a cenografia da festa. No caso da Bauernfest, há ainda a barraca do restaurante, na Casa Visconde de Mauá, com estrutura diferenciada.

O pregão tem valor estimado em R$ 356.654,93, ou seja, esse é o teto, o valor máximo que poderá ser pago pelo serviço. Ganha a empresa que oferecer o menor valor. O certame acontece no dia 04 de junho, às 14h, no Centro Administrativo da Prefeitura.

O trabalho de limpeza da cidade segue em ritmo intenso: desde janeiro, foram removidos 55 mil toneladas de entulho em todo município. Ao mesmo tempo, a Comdep segue com os esforços para coibir e conscientizar a população sobre a prática irregular. Uma das medidas é a instalação de placas indicando a proibição do despejo de restos de obras, mato, móveis e eletrodomésticos sobre ruas e calçadas. Locais como Secretário, Nogueira, Roseiral, Centro e Quitandinha receberam o equipamento com as informações nas últimas semanas.

As placas indicam a proibição do despejo, como estabelecido pelo Código de Posturas. Nelas estão indicadas a multa que o infrator pode receber em caso de flagrante (R$ 800). Também é disponibilizado o contato da Comdep (2292-9500), um dos canais onde é possível fazer denúncias sobre a prática irregular. Só neste ano, houve instalação de placas no Floresta, em Itaipava, em Madame Machado, no Centro, em Nogueira, no Vila Felipe e na Estrada da Saudade. Nos últimos dias, a localidade Cachoeira da Rocinha (Secretário), a Estrada do Palmital (Nogueira) e as ruas Oliveira Bulhões (Roseiral), Dr. Sá Earp (Centro) e Getúlio Vargas (Quitandinha).

As peças são feitas pela própria Comdep em chapa de alumínio e presas em uma estaca de madeira, que são fixadas no chão. Na placa também está indicado um dos caminhos para fazer o descarte correto, o Disque Entulho, que faz o recolhimento gratuito a partir de agendamentos pelo telefone 2243-7822.

O entulho deve ser levado para o aterro de Pedro do Rio, mas para quem tem dificuldade de fazer o descarte correto, há o serviço gratuito oferecido pela Comdep. É só ligar e marcar o recolhimento em casa de até 20 sacos com 25 kg. Dessa forma, todas as pessoas podem fazer o descarte como determina o Código de Posturas e está contribuindo para a limpeza da cidade. O Disque Entulho possui rotas fixas de segunda a sexta, mas moradores de outros bairros também podem ser atendidos de acordo com a disponibilidade.

Além das placas de proibição do descarte de entulho, outras medidas já adotadas pela Comdep para coibir a prática irregular foi a instalação de canteiros de jardins e a colocação de telas em áreas com descarte frequente.

O trabalho de coleta de entulho foi feito em seis bairros nesta quarta-feira (22.05): Duarte da Silveira, Bingen, Quarteirão Ingelheim, Alto da Serra, Castelo São Manoel e Águas Lindas.

Petrópolis vai receber no próximo mês mais um importante evento de cavalos no Parque Municipal, em Itaipava. Entre os dias 19 e 22, acontece a 34ª Exposição Estadual do Cavalo Mangalarga Marchador, com haras e criadores vindos dos quatro cantos do país. O evento, que vai reunir cerca de 300 animais, conta ainda com leilão transmitido ao vivo, exposição de carros antigos, feira de artesanato (Trama Design) e “Bailão do Peão”. A entrada é gratuita.

Os eventos de equinos no parque – assim como aconteceu durante a 30ª Expo Agropecuária, com eventos do cavalo Campolina e do Pampa – movimentam a região e aquecem a economia da cidade.

As parcerias com a iniciativa privada vão continuar sendo feitas para trazer ainda mais exposições como essas durante todo o ano.

“As pessoas que vêm para o evento também aproveitam para conhecer a cidade e, principalmente, os polos gastronômicos. O público costuma gostar bastante de conhecer os restaurantes da região, além disso também movimentam os hotéis da região”, destaca o presidente da Associação de Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador do Rio de Janeiro, Romulo Terra.

A 34ª Exposição Estadual do Cavalo Mangalarga Marchador é a última exposição no Rio de Janeiro classificatória para a nacional. O evento terá julgamentos de marcha e morfologia e R$ 50 mil em premiação. São esperados criadores vindos de São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, entre outros estados. Haverá transmissão on-line com o alcance previsto de mais de 120 mil pessoas. A programação também conta com o Leilão Estadual Mangalarga Marchador, no dia 21 de junho, às 20h, com 40 animais. E ainda o “Bailão do Peão”, no dia 20; além de da feira de artesanato e exposição de carros todos os dias.

Após o acidente entre dois ônibus na Rua do Imperador, próximo ao Obelisco, na manhã desta quarta-feira (22.05), a Comdep já está avaliando os materiais necessários para fazer a recuperação do canteiro que foi danificado no local. A Companhia também mobilizou uma equipe de varrição logo por volta de 11h para fazer a limpeza da área onde ocorreu o acidente, removendo estilhaços e detritos dos veículos da pista, para liberação do trânsito por volta de 11h30.

Logo após o acidente, agentes da CPTrans e da Guarda Civil estiveram no local para fazer orientação e desvio do fluxo de veículos. O Samu prestou atendimento a cinco pessoas que sofreram ferimentos leves – duas delas foram levadas para a UPA Centro e liberadas, enquanto as demais foram encaminhadas para o Hospital Santa Teresa.

O poste atingido pelo veículo não tem risco de queda. O ponto de luz não foi danificado com o impacto do ônibus no poste, mas a empresa responsável pela manutenção, a Vitorialuz, voltará a vistoriar o ponto a noite desta quarta e, caso necessário, vai providenciar os reparos.

A manutenção viária na Rua Emídio Tavares, localidade conhecida como Rio da Cidade, no Vale do Carangola, teve sequência nesta quarta-feira (22.05). O trabalho realizado no local do programa Mais Asfalto é importante porque a rua serve como alternativa entre o bairro e a BR-040, com acesso no quilômetro 66 da rodovia, o que ajuda a dar fluidez ao trânsito até Corrêas.

A localidade Rio da Cidade também é a região onde fica uma subestação de distribuição de energia elétrica. Até aqui, o serviço já utilizou cerca de 80 toneladas de asfalto. Outros trechos ainda receberão manutenção viária nas próximas semanas.

“Nós só temos a agradecer por estar recebendo esse serviço. Todo mundo que passar vai poder ver o ótimo trabalho feito por aqui”, disse o representante da Associação de Moradores do Vale do Carangola, Jesus Vicente.

Desde o início do ano, 162 ruas de 42 bairros já receberam o trabalho de manutenção viária. Além do Rio da Cidade, o Mais Asfalto ainda esteve em outras quatro ruas nesta quarta-feira, como a Estrada da Pedreira (Itaipava) e Rua Domingos de Andrade Bastos (Centro).

Na região do Chácara Flora e Vila Felipe, o trabalho de manutenção viária ocorreu nas ruas Alfredo Schilick e Jacinto Rabelo. O trabalho beneficia os usuários de 11 linhas de ônibus que fazem 215 viagens por dia.

O Balcão de Empregos da Prefeitura, administrado pelo – Departamento de Trabalho e Renda (Detra), da Secretaria de Desenvolvimento Econômico - tem 16 vagas disponíveis nesta semana. Os candidatos devem cadastrar os seus currículos na prefeitura pelo site www.petropolis.rj.gov.br. Mais informações podem ser consultadas pelo telefone (24) 2233-8113.

O balcão de empregos realiza a divulgação das vagas e os encaminhamentos dos candidatos para processo seletivo, sendo assim, fica a cargo do empregador a responsabilidade pelas entrevistas e possíveis contratações. O Detra fica na Avenida Barão do Rio Branco, nº 2846.

Auxiliar administrativo - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino médio completo, domínio do pacote office e experiência

Auxiliar Operacional - 4 vagas - sexo feminino - Ensino médio e experiência

Estagiário técnico em automação - 2 vagas - ambos os sexos - Cursando técnico em automação/ eletrotécnica

Estagiário técnico em mecânica (área da qualidade) - 2 vagas - ambos os sexos - Cursando técnico em mecânica

Estagiário técnico em mecânica - 2 vagas - ambos os sexos - Cursando técnico em mecânico

Supervisor de vendas - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino superior completo ou cursando

Além dessas, foram cadastradas 4 vagas para portadores de necessidades especiais:

Auxiliar de limpeza - 1 vaga - ambos os sexos - Possuir laudo com que permita a realização das atividades com segurança

Auxiliar de produção - 2 vagas - sexo masculino - Ensino médio completo e laudo médico

Inspetor de alunos - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino médio completo e laudo atualizado

Ampliar oportunidade de negócios e despertar a atenção de novos investidores para as vocações econômicas de Petrópolis. Essa é o objetivo da feira de negócios 2º CTRL+Café com consultores, que será realizado no dia 25 de maio, das 9h às 14h, no Centro Cultural da Cervejaria Bohemia. O encontro contará com paineis onde serão discutidos temas relacionados às vocações de Petrópolis. O evento tem apoio da prefeitura através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

Segundo a organização do evento, a feira vai ampliar oportunidades de negócios, visando contribuir para o desenvolvimento sustentável da cidade, considerando suas vocações. Entre os assuntos que serão debatidos no encontro estão as vocações do passado e do presente, o que se espera do futuro e os parâmetros que devem ser considerados para uma atuação empresarial ambientalmente sustentável segundo os objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU (Organização das Nações Unidas).

"A expectativa é de que 150 pessoas participem do evento. O encontro vai gerar novos negócios na região serrana, a partir de discussões sobre soluções sustentáveis em áreas importantes da economia como turismo, hotelaria e cervejaria. Tecnologia e moda também serão abordados no evento e, acredito que a participação da Claudia Claudia Pfeiffer, fundadora da Sócio Sustentável, empresa especializada no desenvolvimento profissional e gerencial em projetos socioambientais, será um destaque. Ela vai falar sobre os objetivos da ONU no quesito desenvolvimento sustentável e esse assunto será muito importante para todos aqueles que querem empreender e crescer, de acordo com as metas da ONU. A Claudia é signatária do Pacto Global da ONU”, afirmou Sérgio Taldo, organizador do evento.

Ainda segundo Sérgio Taldo, no final do evento será realizada uma feira de negócios. “Oportunidade para as pessoas trocarem informações e fazerem negócios. Acredito que todo cidadão empreendedor pode e deve participar do evento. Vamos falar sobre soluções sustentáveis e vale a pena salientar que todo o evento foi construído de forma coletiva, seguindo os anseios do empresariado”, destacou.

Quem tiver interesse em participar do evento deve: entrar em contato com a organização do evento, até o dia 25 de maio, no site oficial do evento, no Sympla (https://www.sympla.com.br/2-ctrlcafe-com-consultores---petropolis__498737) ou diretamente pelo e-mail   O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. e pelo WhatsApp: (24) 98159-1965.

As competências administrativas e as orientações pedagógicas referentes a educação infantil, ensino fundamental e ensino médio, além dos programas federais que auxiliam na gestão escolar foram alguns dos temas norteadores do 2º módulo do curso de gestão escolar, promovido pela Secretaria de Educação para os diretores das escolas da rede municipal de Educação. O curso foi promovido nessa quarta-feira (22.05) na UCP.

O segundo módulo do curso pontuou as questões relacionadas a educação, ensino fundamental e médio. Na ocasião, as competências dos diretores foram destacadas, mas, também, a importância dos Projetos Políticos Pedagógicos de cada unidade escolar. “O diretor é o responsável por coordenar administrativamente as atividades internas das escolas, mas também tem papel fundamental de liderança e apoio da equipe. Todos os projetos em andamento nas escolas estão sendo documentados pelo Departamento de Ensino Fundamental e também orientamos as direções a deixar em destaque na unidade escolar, para que toda comunidade possa conferir o Projeto Político Pedagógico da escola”, explicou Glória Vargas, responsável pelo Departamento de Ensino Fundamental.

A participação ativa do Conselho Escolar, o acompanhamento dos pais nas atividades escolares e o funcionamento dos programas Novo Mais Educação, Mais Alfabetização e Escola Conectada também foram destacados no encontro.

“Entre os desafios de todos os envolvidos na condução da escola estão a compreensão do contexto social da comunidade e a construção de um plano amplo e dinâmico que engloba os demais processos que envolvem a escola. Mas todos os desafios podem ser ultrapassados através do trabalho em equipe e atualização permanente de conhecimentos. Temos que nos atualizar o tempo todo, reconhecer as concepções do processo de ensino aprendizagem”, salientou a diretora do Departamento de Educação Infantil, Simone Malheiros.

Durante o encontro também foram abordadas questões referentes a educação integral no município – atualmente, 15 escolas oferecem esse tipo de atendimento. “É sempre positivo poder ter acesso as orientações da secretaria e as tirar dúvidas sobre a gestão”, afirmou a diretora do Liceu Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio, Marcia Chiote.

Esse foi o segundo encontro do curso de gestão escolar. O primeiro, realizado em abril, abordou temas relacionados aos departamentos Jurídico, Financeiro e PGDREM (Programa de Gestão Descentralizada de Recursos da Educação Municipal).

Ao longo do ano outros serão realizados outros encontros.

Certidões de tributos, ISS e imóveis emitidas em até duas semanas

Certidões que antes levavam até seis meses para serem emitidas pela Secretaria de Fazenda agora chegam às mãos do contribuinte em no máximo 15 dias, com o sistema de emissão online implementado pelo município.  Para solicitar o documento agora basta acessar o site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br). O novo sistema permite a emissão de certidões positivas, negativas ou positivas com efeito de negativas (casos em que haja débitos parcelados).

Pelo site o contribuinte pode solicitar de onde estiver a certidão negativa de IPTU, ISS, Nota Fiscal de Serviços, taxas, contribuições, enfim todos os tributos municipais. Empresas também pode solicitar certidões negativas de ISS. O sistema também disponibiliza a retirada de certidão positiva imobiliária, bastando neste caso informar o número de inscrição do imóvel.   

Segundo a prefeitura, disponibilizar a retirada das certidões online é mais um passo dentro da nossa política de modernização do serviço público. Na Secretaria de Fazenda, assim como em outras secretarias, a prefeitura está buscando todas as formas de desburocratizar os processos para que haja mais agilidade nos trâmites e o atendimento ao cidadão.

Além de agilizar o tramite e liberação das certidões, que em alguns casos chegavam a demorar até 6 meses e pelo novo sistema são disponibilizadas em menos de duas semanas, o processo eletrônico facilita a vida do contribuinte, que consegue acompanhar o andamento do processo e retirar a certidão de casa, do escritório, enfim, de onde estiver.

Antes para retirar uma certidão, o contribuinte precisava ir pessoalmente à Secretaria de Fazenda e fazer o protocolo de entrada. A partir daí o processo tramitava nos departamentos e posteriormente, quando da emissão do documento, o contribuinte precisava retornar à secretaria para buscar a certidão negativa. Agora tudo é feito via internet.

A Secretaria de Fazenda frisa que intenção é torna o processo cada vez mais rápido e eficiente - equipes trabalham para que a emissão seja feita em no máximo uma semana.

Além de facilitar a vida dos contribuintes, a redução no fluxo de processos físicos dentro dos departamentos agiliza os trâmites para a liberação dos documentos. “Com o sistema eletrônico, até mesmos aqueles casos de certidão negativa, que exigem mais tempo para que se faça o levantamento de débitos, passam a ser mais ágeis. Pelo novo sistema, mesmo nos casos de certidão negativa, a Secretaria irá emitir o documento apontado as exigências a serem cumpridas”, afirma diretor de Receitas da Secretaria de Fazenda Paulo José Santana.

Certidão Imobiliária referente a débitos de IPTU também online

A Secretaria de Fazenda também está disponibilizando - via internet -  a retirada de certidão imobiliária referente aos débitos de IPTU.  Com isso o contribuinte pode acessar o site da PMP e emitir online sua certidão negativa de débitos de IPTU.

“A certidão negativa sairá automaticamente quando o contribuinte estiver em dia com o IPTU. Caso o contribuinte tenha débitos parcelados mas com as parcelas em dia, o sistema também emitirá à certidão positiva com efeito de negativa para o imóvel”, explica o diretor de receita.

No site o contribuinte pode consultar débitos anteriores a 2018 e emitir a certidão referente a todos os exercícios anteriores. Vale salientar que a certidão negativa é emitida mesmo que o contribuinte tenha optado em pagar o exercício de 2019 em parcelas, desde que esteja em dia.

Unidade foi reconhecida pelo Ministério da Saúde pelo trabalho desenvolvido no território

O Posto de Saúde da Família (PSF) do Vila Felipe recebeu a certificação Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil, concedido pelo Ministério da Saúde. O título é direcionado às unidades que atuam de forma intensificada para a conscientização da importância em se priorizar o aleitamento materno exclusivo, até os seis meses do bebê e promover a iniciação de uma alimentação complementar saudável nos primeiros anos de vida da criança. A unidade realiza o acompanhamento das pacientes desde a gestação e após o parto, em consulta na unidade ou em visitas residenciais.

A unidade realiza o trabalho de conscientização da amamentação desde 2005 e antes de receber o título concedido pelo Governo Federal, o PSF já havia tido o reconhecimento do governo do estado como uma Iniciativa Unidade Básica Amiga da Amamentação (IUBAAM).

A atuação da unidade foi destacada pelo Ministério da Saúde por, entre outras iniciativas, cumprirem a Norma Brasileira de Comercialização de Alimentos para Lactentes (NBCAL) que visa a promoção do aleitamento materno. Sendo referência para o atendimento de 4200 pessoas, desenvolvem as práticas de valorização do aleitamento materno desde os primeiros atendimentos às gestantes.

Os profissionais da unidade atuam para esclarecer sobre os ganhos em promover o aleitamento exclusivo nos bebês. “A prática traz benefícios para o bebê, para mãe e toda a família, além dos ganhos para a saúde, é mais econômico. A criança que se amamenta tem menos riscos de contrair infecções, passa por menos intercorrências que venham exigir atendimento em urgências. A amamentação materna diminui gastos com a compra acessórios e fórmulas complementares e principalmente, diminui a mortalidade”, destaca o médico, Roberto Biasi Filho, que no município é tutor da Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil.

O médico acrescenta que o aleitamento materno promove um cuidado preventivo da saúde, inclusive para a mãe. “A amamentação promove a melhoria da qualidade de vida de toda a família”, destaca o médico que já prepara o PSF do Alto da Serra para atuar nos mesmo moldes e obter as certificações. Outras três unidades do município já seguem pelos mesmo caminhos, obtendo as certificações do Estado como IUBAAM, entre elas os postos de saúde da Vila Saúde e Cascatinha.

As ações desenvolvidas extrapolam as unidades, sendo levadas para toda as comunidades do entorno através do Agentes Comunitários de Saúde (ACS) que realizam visitas nos domicílios. Na primeira semana do nascimento dos bebês, as mães recebem as visitas dos agentes acompanhados por enfermeira, médico ou de pessoa da equipe técnica para dar as orientações necessárias que garantam o aleitamento. Após passarem por toda a experiência com os profissionais da unidade, as próprias mães viram apoiadoras do aleitamento. “Esse processo faz com que as mães se tornem promotoras do aleitamento o que contribui para disseminar a prática nas comunidades”, destaca o médico.

Em 20 dias de trabalho, já foram instalados 300 metros de tubulação

A obra, um investimento de R$ 2 milhões, vai beneficiar 56 mil pessoas de 11 bairros da cidade

A obra de construção da nova rede de abastecimento de água na região do Quissamã está avançando. Em cerca de 20 dias, 300 metros da tubulação já foram instaladas, entre a altura das ruas Aníbal Lobo e Francisco Scali. O trabalho vai beneficiar 56 mil pessoas de 11 bairros, de acordo com a Águas do Imperador, responsável pelo serviço. O investimento feito pela concessionária é de R$ 2 milhões e tem previsão de conclusão para setembro.

A concessionária vai implantar 3,8 km de rede e uma adutora, que vão proporcionar um reforço do abastecimento de água em uma das regiões mais populosas de Petrópolis, o trecho entre os bairros Quissamã, Cascatinha e Itamarati, além de fazer a total integração dos sistemas de tratamento e distribuição Montevideo (que fica no Caxambu) e Bonfim, interligando Centro ao Carangola.

Também serão beneficiados com a obra bairros como Estrada da Saudade, Bairro Esperança, Humberto Rovigatti, Retiro, Comunidade da Cocada, Comunidade do Neylor, Comunidade do Alemão, Vale dos Esquilos e Chácara das Rosas. A tubulação que será utilizado é alta densidade, o que garante resistência a impactos e tem maior vida útil.

“Com isso, nos períodos de estiagem, nunca mais terá falta de água. O investimento que estamos fazendo decorre de planejamento, muito esforço para levar qualidade de vida, levar água e saneamento para a população”, explica o superintendente da Águas do Imperador, Márcio Salles.

Oito funcionários fazem a instalação da rede no lado par da Rua Quissamã. O trabalho ocorre de 8h às 16h e o trânsito na região está sendo em esquema de pare e siga. O motorista tem como alternativas para evitar retenções as vias da região da Estrada da Saudade. As linhas que passam pelo trecho em obras são: 300, 326, 327, 330, 340, 360, 370, 500, 523 e 511 – caso seja necessário, o itinerário delas pode ser alterado, o que será divulgado com antecedência.

É o caso da linha 500 (Terminal Corrêas via Estrada da Saudade). Por causa da obra, a Rua Hermogênio Silva opera em apenas um sentido desde segunda-feira (20.05): a via só pode ser usada para acessar a Estrada União e Indústria. Quem deseja ir para Cascatinha deve seguir até a Ponte Branca – não é permitido a conversão na entrada do Carangola. A linha 500 agora passa pela Estrada José Carneiro Dias, seguindo pela Hyvio Naliato, pegando a Bernardo Vasconcelos, Paulo Rudi passando pela Estrada da Saudade.

Quem frequenta a região destaca que, apesar do impacto no trânsito, a obra trará imenso benefício para os moradores. É o caso de Fernanda Troca, que esteve na região para levar o cão em clínica veterinária e pode acompanhar parte do serviço.

“Todo investimento para levar água para a casa dos moradores é sempre importante. Às vezes as pessoas podem passar por aqui e achar que está trânsito, mas essa obra é necessária para todos os moradores. É muito bom para quem já enfrentou falta de água”, disse a dona de casa Fernanda Troca, que utilizou os serviços de uma clínica veterinária

Voltado à saúde dos taxistas um evento do Maio Amarelo nesta terça-feira (21.05) levou profissionais que atuam na cidade à Praça Princesa Isabel, em frente à Catedral, para ter acesso a uma série de serviços. No local, grupos do Sest Senat e da CPTrans estavam dando orientações com nutricionistas, dentistas, psicólogos e fisioterapeutas. Com mais de 1000 profissionais habilitados na cidade, o foco na prevenção da saúde visa proporcionar mais qualidade de vida à categoria ao mesmo tempo que garante maior segurança aos usuários deste tipo de transporte.

Primeiro a chegar na ação, logo após o início das atividades, às 9h, Jorge Ronaldo Seabra, de 79 anos, destacou a importância desse tipo de iniciativa. “Principalmente para a gente que tem mais idade, as ações de prevenção são fundamentais. Recebi as orientações e isso será muito bom para o dia a dia do meu trabalho, proporcionando maior qualidade de vida e uma mudança de postura que vai beneficiar minha saúde como um todo”, disse ele, que é taxista há 33 anos.

Dividido em estandes, a ação também serviu para que a Serviço Social de Transporte (Sest) e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat) realizasse uma pesquisa que será enviada à Brasília onde se unirá a outras várias que têm os taxistas como público. Os dados, então, serão consolidados para que seja possível fazer um perfil do profissional no país e, a partir dele, quais serviços podem ser oferecidos para beneficiar a categoria.

A dirigente do Sest Senat Três Rios, Maristela Costa explica, explica que a ação quer trazer à Petrópolis os serviços oferecidos aos taxistas. “O Sest Senat atua na formação e na qualificação do profissional para o mercado de trabalho. A instituição prepara os profissionais para a execução das atividades com eficiência, reflexão crítica e segurança. Então hoje buscamos mostrar como podemos ser parceiros dessa categoria tão importante para a cidade”, explica.

Ao todo, foram oito estantes montados no espaço. Além dos quatro destinados à saúde, houve, ainda, um voltado ao cadastro, outro à explicação sobre os cursos e benefícios oferecidos pelo Sest Senat, mais um voltado à orientação e informações sobre o trânsito com a equipe da CPTrans e um último no meio da praça voltado ao Maio Amarelo.

Quatro reuniões setoriais definem as atualizações das matrizes de atividades e responsabilidades do Plano Inverno municipal nesta quarta-feira (22.05) na Sala de Cooperação da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias. Representantes dos 58 órgãos que integram o plano estão convidados para participar do encontro, que vai definir a responsabilidade de cada instituição no momento em que ocorre o desastre. O trabalho integrado tem a meta de reduzir ainda mais os casos de fogo em vegetação na cidade neste ano: em 2017 foram registrados 302 e no ano passado 174.

Além das matrizes, a Defesa Civil também está preparando um calendário de ações de prevenção. O sobrevoo de drone nas áreas propensas aos incêndios florestais, operações de caráter educativo distribuindo panfletos sobre os problemas causados pelas queimadas e a elaboração de trabalhos sobre educação ambiental dentro do Defesa Civil nas Escolas estão previstas na programação.  

Também acontece o treinamento das brigadas de incêndios florestais complementares, simulados e o direcionamento de atuação de cada órgão. A Blitz Verde, iniciativa da Defesa Civil em parceria com a Polícia Militar na entrega de material educativo sobre as queimadas, será ampliada neste ano com a meta de entregar mais de 10 mil cartilhas. 

Metodologia pioneira no país com relação as ameaças de inverno, o Plano Inverno municipal vem contribuindo na redução do número de casos de incêndios florestais: o 15° Grupamento de Bombeiro Militar (GBM) de Petrópolis registrou 302 queimadas em 2017, sendo 174 atendidas pelo Destacamento de Itaipava. No ano passado, foram 174 casos ao todo, com 78 desses acontecendo na região do terceiro distrito.

O fogo prejudica o solo, visto que elimina nutrientes fundamentais a qualquer cultura vegetativa, como o potássio e fósforo.

O telefone da pasta para denunciar os casos é o (24) 2233-8180. Ou ainda ligar para o Linha Verde, programa do Disque Denúncia do Rio de Janeiro exclusivo para recebimento de informações sobre crimes ambientais, através dos telefones 0300 253 1177 e (21) 2253-1177.

Avaliação será realizada no dia 29 de maio

Comunicação direta e impactante. Essa foi uma das dicas repassadas pelo professor Paulo César Andrade para estudantes que participarão do projeto “Pitch Inova Petrópolis”. No treinamento preparatório, que ocorreu nessa terça-feira (21.05), estudantes da UFF, Fase e Cefet tiveram a oportunidade de tirar dúvidas e apresentar os pontos positivos dos projetos criados nas universidades petropolitanas.

Quatorze projetos foram inscritos no Pitch Inova: 7 da FASE, 4 da UFF e 3 do CEFET e as criações serão apresentadas para uma banca de especialistas, investidores, gestores do poder público e privado no dia 29 de maio, às 9h, no Espaço Empreendedor.

 Durante o encontro, o professor Paulo César, que atua junto a Coordenação do Programa Startup Rio, uma iniciativa do Governo Estadual - SECTI e FAPERJ para o fomento de negócios inovadores dentro da economia digital, deu as dicas necessárias para que as apresentações dos estudantes chamem a atenção da banca avaliadora.

“Tudo o que a gente cria é sempre pensando em uma solução para alguma questão e é por isso que os estudantes devem ter atenção na hora da apresentação. Respeitar o limite do tempo previsto e mostrar o melhor de cada criação. Para isso é necessário falar claramente, passar a mensagem correta, com calma, clareza e de forma objetiva. Porque se conseguirem chamar a atenção dessa banca, conseguirão fazer bons contatos e o resultado será muito positivo”, afirmou Paulo César.

Professor da Fase, Rodrigo Lopes, aprovou a iniciativa. “O treinamento é muito importante e o Pitch Inova é uma iniciativa única, porque aproxima o conhecimento dos estudantes do poder público e empresariado. A ideia é ótima e coloca os estudantes atentos às novas tecnologias, novos modelos de negócios”.

Keyla Carvalho, estudante do 5º período de engenharia de produção da UFF gostou do treinamento. “Foi muito interessante. Conheci novos projetos, de cursos diferentes e as dicas para o Pitch farão toda diferença no dia da banda, tenho certeza”, disse.

Os projetos inscritos sugerem soluções diferentes, como por exemplo o uso de uma tecnologia para detecção de possíveis pontos de alagamento; a criação de uma, empresa que democratizará as informações do setor turístico, criação de um local de Hospedagem e com prestação de serviços a animais domésticos na cidade, a formação para os cozinheiros responsáveis pela execução das refeições nas escolas municipais, criação de um sistema de informação para roteamento inteligente utilizando transporte público, a criação de Centro integrado de atividades físicas para o público acima de 50 anos, o uso de bagaço de malte cervejeiro na elaboração de pães, a criação de uma empresa do setor de moveis voltada para a utilização de pallet e sua customização, novas formas de embalagens, criação de um gerador de energia para uma empresa de médio porte, entre outros.

“Queremos conhecer os projetos e conectar os jovens aos empresários. Os projetos inscritos deverão apresentar a descrição, o problema a ser resolvido, a solução encaminhada, os dados resumidos e coletados, proveniente da solução proposta, as possíveis áreas de aplicação e as questões em aberto. A banca de consultores terá 4 minutos para análise, questionamentos e orientações”, explicou Marcio Campos, organizador do Pitch Inova.

O programa Mais Asfalto promoveu manutenção viária nos bairros Chácara Flora e Vila Felipe nesta semana. As ruas Carmem Ponte Marcolino, Permínio Schmidt e Jacinto Rabelo receberam cerca de 25 toneladas de asfalto em dois dias de serviço, o que oferece melhores condições para os veículos que passam pela região. Só o transporte público tem sete linhas que passam por essas vias, totalizando 149 viagens por dia.

Em menos de cinco meses deste ano, o programa já passou 159 ruas de todos os distritos da cidade.

Nesta terça-feira (21.05), o trabalho também ocorreu na localidade Vale Florido (Fazenda Inglesa) e na Estrada da Pedreira (Itaipava). A Rua Pedro Ivo (Morin) voltou a ser atendida, serviço que melhora a passagem de 65 viagens diárias. Outra rua com manutenção viária foi a Floriano Peixoto, que recebe um fluxo de 15 ônibus em momentos de menor movimento e até 70 coletivos em horários de pico.

O Mais Asfalto já esteve em ruas do Alemão, Alto da Serra, Araras, Bairro Esperança, Bataillard, Bela Vista, Bingen, Carangola, Castelânea, Castelo São Manoel, Castrioto, Caxambu, Centro, Chácara Flora, Corrêas, Duarte da Silveira, Duques, Estrada da Saudade, Fazenda Inglesa, Independência, Itaipava, Madame Machado, Meio da Serra, Morin, Mosela, Nogueira, Quarteirão Brasileiro, Quitandinha, Retiro, Roseiral, Samambaia, São Sebastião, Santa Mônica, Sargento Boening, Secretário,Siméria, Taquara, Valparaíso e Vila Felipe.

Dando continuidade à programação das palestras sobre violência doméstica, que estão sendo realizadas pelo Gabinete da Cidadania, em parceria com a Secretaria de Educação e 106ª Delegacia de Polícia, a escola Municipalizada Santa Terezinha, em Vila Rica reuniu nesta terça-feira (21.05), mais de 50 alunos para o evento. A palestra foi ministrada pela delegada da 106ª DP, Juliana Zieh, com o objetivo de conscientizar e prevenir entre os jovens a violência contra a mulher.

Desde o mês de março, o Gabinete de Cidadania iniciou o ciclo de palestras na rede de ensino municipal, com o intuito de mostrar aos jovens todo os malefícios da violência doméstica, as consequências para a vítima e para família. Durante a palestra, a delegada apresenta todos os dados e as questões jurídicas envolvendo a agressão contra mulher, além de explicar o funcionamento da Lei Maria da Penha.

Segundo a delegada, Juliana Ziehe, que estava acompanhada dos inspetores da Polícia Civil, Lisboa e Rodolfo, é muito gratificante representar a Polícia Civil nas palestras. “Realizar as palestras nas escolas do município e ainda abordar o tema de violência doméstica falando junto com os adolescentes sobre a prevenção é muito gratificante. É importante que os adolescentes tenham participação na segurança cidadã, onde eles possam fazer denúncias diante de um crime de violência doméstica ou de um abuso sexual. Esse contato com a escola ele é de suma importância para o nosso município, para que eles se visualizem como integrantes da segurança pública”, frisou a delegada, que ainda ressaltou que o encontro estreita o laço do jovem com a polícia civil que estará à disposição para ajudar qualquer criança e adolescente vítima de violência doméstica.

Durante o encontro, os alunos do oitavo e nono ano, também conheceram toda assistência que a rede municipal oferece às vítimas, como o Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRAM) – com assistência social, psicológica e jurídica; Sala Lilás no IML, onde as mulheres recebem atendimento separadamente dos agressores e Sala Violeta onde agiliza o processo de medida protetiva para a vítima entre outros procedimentos jurídicos.

“A delegada conduziu com muito carinho a palestra que foi de muita importância para as nossas meninas. Elas ficaram sabendo que têm um lugar de apoio, alguém que possa ouvi-las em um momento de risco, de perigo e tão frágil. Acho que isso precisa ser espalho por todas as escolas e mostrar a voz da mulher e o espaço que ela tem na sociedade”, finalizou a diretora da Escola Municipalizada Santa Terezinha, Maria Aurea Albuquerque.

Equipe do Procon vistoria o comércio para verificar a presença do CDC, livro de reclamações e cartaz com o contato do Procon

O Código de Defesa do Consumidor deve estar disponível aos clientes de qualquer estabelecimento, assim como o livro de reclamações e o cartaz com os números do Procon. E é exatamente para verificar se os estabelecimentos de Petrópolis estão adequados à legislação é que a equipe do órgão de defesa do consumidor saiu às ruas em regime de força-tarefa para orientar os estabelecimentos sobre essas regras. Nesta terça-feira (21.05) a equipe passou pelas lojas da Rua do Imperador.

Além de prestar os esclarecimentos, a equipe possui exemplares do Código de Defesa do Consumidor (CDC) e cópias dos cartazes com os contatos do Procon. Os estabelecimentos estão sendo orientados a adquirir o livro de reclamações, caso não possuam. A ação tem caráter educativo. Nesta segunda (20), primeiro dia de ação, os comerciantes da 16 de Março receberam o grupo do Procon

Ao longo da semana, a expectativa é concluir a Rua do Imperador, dando início à Rua Teresa. Após essa fase, os comércios dos distritos receberão as equipes do órgão.

Ação recebeu o nome “UFF na Praça”

Para mostrar aos petropolitanos as atividades que são realizadas no polo da Universidade Federal Fluminense em Petrópolis, a universidade vai realizar no dia 23 de maio, uma ação diferenciada: alunos e professores apresentarão, na Praça Dom Pedro, os estudos, atividades e os impactos positivos das pesquisas universitárias realizadas pelos estudantes para a comunidade. O evento, que vai ocorrer das 9h às 16h, tem apoio da prefeitura de Petrópolis através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

A intenção, segundo a universidade, é a de criar uma ampla corrente de manifestação de solidariedade que envolve a comunidade interna, a sociedade em geral e entidades civis, que destaque as pesquisas realizadas nas universidades. “Neste dia, será a hora de mostrar para a sociedade o impacto e o valor das atividades desenvolvidas nas universidades públicas, especialmente da UFF em Petrópolis”, afirmou Carmen Guizze, coordenadora do Curso de Engenharia de Produção.

A UFF atende 350 alunos, todos no curso de engenharia de produção. Os projetos criados pelos alunos são diferenciados, segundo a universidade. “Os projetos de articulação são inúmeros, porque praticamente todos têm articulação com a cidade, o que varia é com relação ao público, às vezes tem relação com as empresas locais, ONGs, instituições sociais, turismo, população carente e o trote dos alunos é direcionado para doação de sangue para Petrópolis”, acrescentou Carmen.

O atleta petropolitano de bocha adaptada Roberto Saul Wigoda, o Betinho, vai participar da seletiva para o torneio Regional Leste que acontece no próximo domingo (26.05) no Rio de Janeiro. Ele busca uma vaga na categoria BC2 da competição que oferece vaga para o Campeonato Brasileiro da modalidade. Nesta semana, Betinho entrou na fase final de preparação para a disputa – os treinamentos acontecem no Centro de Cultura Raul de Leoni todas as terças e quintas-feiras, entre 14 e 17h, graças a uma parceria da prefeitura com a Associação Petropolitana dos Deficientes Físicos (APDEF).

Luiz Felipe da Cruz Silva, também atleta da ADDEF, está garantindo no torneio Regional Leste, por ter conquistado o quarto lugar na classe BC4 no ano passado. A ideia é que os dois possam disputar juntos a competição que será realizada entre os dias 14 e 16 de junho na Arena Carioca, no Rio de Janeiro.

“Com dois atletas no Regional, aumentamos a possibilidade de ter um petropolitano no brasileiro da modalidade”, explica Marcelo Corrêa, treinador e coordenador técnico do time de Petrópolis, garantindo que a parceria com o governo municipal é fundamental para o desenvolvimento da modalidade em Petrópolis.

“A rotina de treinamentos faz toda a diferença na hora de disputar as competições. Foi o que aconteceu com o Felipinho, que no ano passado participou do Campeonato Brasileiro de bocha adaptada. Trabalhamos pelo desenvolvimento da modalidade e também para representar bem o nosso município”, disse Marcelo.

A superintendência de Esportes e Lazer destaca que a prefeitura vem oferecendo mais espaços para os atletas com deficiência. No ano passado, aconteceu de maneira inédita a I Copa Imperial de futsal para surdos - em parceria com a Associação Petropolitana de Surdos (APES) - e o campeonato municipal de futsal para surdos.

Além disso, já foi realizada a capacitação gratuita para estudantes e professores de educação física que desejam trabalhar com pessoas com deficiência intelectual e um treinamento, também de graça, para árbitros de futebol e futsal. No calendário esportivo deste ano, estão previstos, mais uma vez, as competições de futsal e o Dia de Convivência, dentro da programação dos jogos estudantis.

O simulado para socorro às vítimas de acidentes de trânsito está marcado para esta quinta-feira (23.05) às 10h aos pés do Obelisco, na Rua do Imperador – um dos pontos de maior visibilidade da cidade. No local, um veículo de um acidente real já é possível ser visto. Ele será usado para a cena de um atropelamento que deverá envolver, ainda, uma motocicleta. A ação faz parte do Maio Amarelo e é realizada numa parceria da CPTrans com o Corpo de Bombeiros, Samu, Polícia e Guarda Civil. Serão cerca de 30 pessoas envolvidas na atividade.

A simulação promete chamar atenção de quem passa pelo local. Ela também servirá para avaliação do tempo de resposta para socorro de vítimas de acidentes na cidade. O objetivo é mostrar às pessoas sobre as consequências que um acidente pode ter no dia a dia das famílias através de uma simulação bem próxima à realidade vivida por tantas pessoas.

Dados dos Anuários Estatísticos de Acidentes de Trânsito mais recentes desenvolvidos pela CPTrans, apontam que anos de 2016 e 2017, houve queda no número de vítimas fatais ‘em cena’, ou seja, no local do acidente. De acordo com o estudo de 2016 apontam foram 18 óbitos e do ano seguinte, 2017, aponta que foram 17 mortes. A companhia também contabilizou o número de mortes pós-cena, ou seja, aquelas pessoas que sofreram um acidente e não morrem no local do sinistro: os dados levantados apontam que, nessas condições, foram 20 óbitos registrados em 2017 (primeiro ano em que esse número passou a ser contabilizado).

Notícias por data

« Maio 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo