Muro foi finalizado nesta sexta (10.05) e, na próxima semana, será refeito o calçamento da rua

A obra de recuperação da Av. Piabanha está próxima de ser encerrada. A construção do muro de gabião foi finalizada nesta sexta-feira (10.05) e, na próxima semana, o calçamento da rua será refeito. A previsão é de que o trabalho da empresa Barra Nova Engenharia será concluído até sexta que vem.

O muro de gabião tem 27 metros de extensão e 3,5 metros de altura. O trabalho foi iniciado em meados de abril e, para acelerar o serviço, a empresa contratada atuou aos finais de semana e feriados, quando o fluxo de veículos pelo local era menor e permitia maior movimentação dos 11 funcionários e da retroescavadeira mobilizadas para a obra.

O trecho passa por obras depois da queda de duas árvores naquele trecho. A raiz e o resto do tronco delas foram removidos durante o trabalho nas últimas semanas. Depois, foi erguido o muro. Nos próximos dias, será feito acerto do talude, a recomposição do calçamento e reconstrução do meio-fio.

Unidade, inaugurada nesta sexta, tem mais profissionais e capacidade para mil atendimentos/mês

Com quatro consultórios, salas de curativos, de procedimento e também de vacinas - um investimento de R$ 945 mil - a nova Unidade Básica de Saúde de Araras foi inaugurada nesta sexta-feira (10.05), beneficiando mais de oito mil moradores da região. A UBS Araras funcionará com um médico clínico, um pediatra, um dentista, um enfermeiro, dois técnicos de enfermagem, um auxiliar de consultório dentário e dois agentes de Saúde – um total de nove profissionais de saúde. A unidade estará aberta de segunda a sexta-feira das 8h as 17h.

Localizada próximo ao centro comercial da região, a nova UBS oferece mais acessibilidade com ponto de ônibus na porta e prédio totalmente adaptado para pessoas com deficiência e dificuldade motora.

A unidade recebeu o nome do morador local, Geraldo Fernandes Tavares de Souza, homenageado pelos serviços prestados nos mais de 50 anos que residiu na região.  “Ele ser lembrado justamente no nome da unidade de saúde é um presente, pois ele, mesmo sem ser médico, sempre atuou para ajudar a população a ter acesso a saúde”, lembra a viúva do empresário, Maria Luiza Tavares de Souza.

O projeto da UBS Araras estava parado. A construção da nova unidade foi retomada em 2018. A UBS Araras representa importante incremento para o atendimento da rede pública da saúde na região. Com mais profissionais, a nova UBS Araras terá capacidade para mais de mil atendimentos por mês.

A unidade está no padrão do Ministério da Saúde para o atendimento mais adequado do clínico, do enfermeiro e dentista e possui sala de curativos e a de imunização, e ainda, estrutura de qualidade para os atendimentos de prevenção, como ações de promoção da saúde.

Moradora em Araras há 25 anos, a dona de casa Eva Ferreira, 65 anos, acompanhou a cerimônia de inauguração, mas já havia sido atendida nas novas instalações. “Gostei muito da estrutura. Essa nova UBS facilita muito o atendimento para os moradores daqui”, conta a moradora, que já está agendada para fazer o exame de sangue na unidade.  A aposentada Otília Coelho, 75 anos, mora há 40 anos na região e aprovou a melhoria na acessibilidade da unidade. “Está tudo muito melhor”, disse.

A acessibilidade é fator privilegiado no novo prédio. Todos os acessos contam com rampas e a área interna foi pensada para atender a população com todo tipo de necessidade. Os banheiros e todas as dependências foram adaptados para pessoas com necessidade especiais.

A nova unidade está instalada em uma área de cerca de 20 mil metros quadrados, com vegetação predominante. No local também funciona a quadra esportiva do bairro, que passou por revitalização. Os usuários da unidade serão beneficiados ainda com uma área externa, que contará com uma praça ecológica. Em parceria com a Universidade Católica de Petrópolis um projeto está sendo elaborado, preservando a área verde existente no local.

Licitação para a contratação de empresa veterinária está em andamento

A prefeitura iniciou mais um processo licitatório para a contratação de empresa especializada para a realização do serviço de castração de cães e gatos. A medida visa retomar o serviço de castrações nos moldes do ano passado. Estão previstos para esse ano, inicialmente, 1.200 atendimentos que devem ser realizados em campanhas já programadas para os meses de junho e julho.  Em 2018 foram realizados dois mutirões que somaram 2.500 castrações oferecidas gratuitamente na cidade.

O novo processo de licitação visa a contratação de empresa no serviço de castração em cães e gatos e tem valor estimado de R$ 221.850,00. Os atendimentos ocorrerão em uma unidade móvel que será levada aos bairros com maior demanda na cidade.

Esse ano está prevista campanha na Posse, no Centro de Artes e Esportes Unificado (CEU). A programação dará continuidade ao atendimento nos distritos, abrangendo o serviço para os animais de moradores de Pedro do Rio e Posse.  

Em 2018 foram realizadas duas campanhas, nos meses de julho e novembro, respectivamente nos distritos de Corrêas e Itaipava. Foram atendidos, na primeira etapa, animais de moradores dos bairros do Bonfim, Castelo São Manoel, Caititu, Jardim Salvador, Glória. A segunda etapa estendeu o serviço para os moradores de Nogueira ao Vale do Cuiabá.

Cidade melhor colocada da Região Serrana no ranking do ICMS Verde do ano passado – 8ª no ranking entre as 92 cidades do Estado do Rio de Janeiro –, Petrópolis vive a expectativa de melhorar a posição neste ano através da adoção efetiva de políticas públicas voltadas para o meio ambiente. Uma das ações da prefeitura foi a criação de duas novas Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs) no entorno da Reserva Biológica de Araras: Caminho Real e São Miguel. São mais 24,2 hectares preservados, que devem contribuir no aumento da arrecadação do ICMS – em 2018, o repasse foi de R$ 8,4 milhões para o município.

As reservas particulares são unidades de conservação da natureza, previstas em lei federal, instituídas em áreas privadas com o objetivo de conservar a diversidade biológica existente na região. É uma forma da população contribuir para a proteção dos ecossistemas locais e regionais. Em contrapartida, o proprietário ganha alguns benefícios, como isenção de impostos sobre a terra. Como tem caráter perpétuo, mesmo no caso de venda, a área continua sendo uma unidade de conservação (UC) e deve ser preservada.

Segundo a Secretaria de Meio Ambiente, as reservas podem ocupar todo ou parte de uma propriedade. Parte do terreno pode ser utilizada para visitação, ecoturismo, desenvolvimento sustentável ou educação ambiental. A preservação destas áreas é importante para a conservação de mananciais de água, da vegetação e fauna nativa, permitindo evitar crimes ambientais, como o desmatamento e as queimadas.

Petrópolis contava apenas com uma reserva particular criada pelo município, no bairro Moinho Preto. Na cidade são 12 RPPNs - cinco elaboradas pelo governo federal, quatro pelo Estado e, agora, três municipais. Outras unidades de conservação são o Parque Natural, no Centro, o Monumento Natural da Pedra do Elefante (MONA-PE), no Taquaril, o Parque Nacional da Serra dos Órgãos, a APA Petrópolis, a Reserva Biológica de Araras, a Reserva Biológica do Tinguá e o Refúgio de Vida Silvestre da Serra da Estrela.

Grande parte do ICMS Verde arrecadado no ano passado veio pelas UCs do município. Os interessados em transformar suas propriedades em Reservas Particulares do Patrimônio Natural devem solicitar a criação na Secretaria de Meio Ambiente. Mais informações pelo telefone (24) 2233-8176 ou na internet pelo site: www.petropolis.rj.gov.br/sma.

Só esta semana, 29 estabelecimentos foram fiscalizados e seis deles foram notificados na cidade

Finalizando as fiscalizações da semana nos postos de combustíveis da cidade, as equipes do Procon e a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) notificaram mais três postos que apresentaram irregularidades, em Itaipava e no Centro, entre quarta (08.05) e quinta-feira (09). No total, a ação desta semana fiscalizou 29 estabelecimentos e seis deles foram notificados. As fiscalizações aconteceram nas localidades de Araras, Vale das Videiras, Pedro do Rio e Alto da Serra, Quissamã, Estrada União e Indústria e Bingen.

Em Itaipava, um posto foi notificado por apresentar o diesel com aspecto turvo, e segundo a resolução, o combustível precisa estar límpido e sem aspecto de impureza. Foram coletadas amostras e enviadas para o laboratório para análise. Dependendo do resultado, o estabelecimento poderá ser autuado e multado. Já no centro, mais dois postos foram flagrados sem os equipamentos certificados para aferição, o que é uma obrigação para os estabelecimentos. Nestes casos, o bico, a bomba ou até o tanque do combustível podem ser interditados, e o posto leva multas, podendo, inclusive, ser interditado. A liberação ocorre só após a regularização do problema constatado e verificação de órgão competente.

A ação tem o objetivo também de verificar se o estabelecimento possui alvará de funcionamento, licença do Corpo de Bombeiros e Ambiental, além da pureza da gasolina, etanol e diesel, e a compatibilidade no número de litros apontado pela bomba e o que entra nos veículos.

O consumidor que identificar alguma irregularidade em qualquer estabelecimento pode procurar o Procon para que providências sejam tomadas de acordo com o problema apresentado.

Em caso de dúvidas sobre seus direitos ou estabelecimentos podem e devem entrar em contato com o órgão de defesa do consumidor, que ficam Rua Dr. Moreira da Fonseca 33, no Centro, ao lado da Câmara dos Vereadores, e em Itaipava, na Estrada União e Indústria 11.860, no Centro de Cidadania. Os telefones para contato são o 2246-8469 / 8470 / 8471 / 8472 / 8473 / 8474 / 8475 / 8476 e 8477. Os usuários também têm como opção o WhatsApp Denúncia pelo 92257-5837 e o site www.petropolis.rj.gov.br/procon e o serviço de mensagens da página Procon Petrópolis no Facebook.

Entre os dias 14 e 19 de maio o Museu Casa do Colono realizará uma programação especial para celebrar o Dia Internacional dos Museus (18 de maio). O objetivo é promover, divulgar e valorizar a importância da instituição museológica no circuito cultural petropolitano para a estimular a visitação e criar maior vínculo com a comunidade. Instituições de todo os país comemoram a data com a 17ª Semana Nacional de Museus.

A cada edição da Semana, temporada cultural coordenada pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), instituições culturais são convidados a fomentar discussões e a promover diversas atividades em torno de um tema inspirador. Esse ano o tema é "Museus como Núcleos Culturais: o Futuro das Tradições", propondo assim um debate sobre o papel dos museus como centros emanadores e, igualmente, receptores de práticas, costumes e pensamentos de nossa cultura.  

Segundo dados do IBRAM, neste ano, ao todo serão 3.222 eventos que vão desde mostras e oficinas, a visitas guiadas, exposições, atividades educativas, debates e apresentações musicais, exibição de filmes, palestras, cursos e etc. O Museu Casa do Colono, além de oferecer visitas explicativas, dispõe também de um Programa Educativo, intitulado “Divirtam-se conhecendo o Museu”, que conta com o apoio de parceiros, entre eles está o Projeto de contação de histórias “Minha Cidade tem História para Contar”, de autoria da historiadora Vânia Nicolau, que proporciona ao público uma viagem no tempo de forma lúdica e interativa.

De acordo com a museóloga da prefeitura, Ana Carolina Vieira, muitas vezes, a influência germânica em Petrópolis passa despercebida entre os moradores da Cidade Imperial, mas essa herança dos colonos alemães está presente até hoje no nosso dia-a-dia, como na gastronomia, na arquitetura pela cidade, nos nomes dos bairros, ruas e sobrenomes das famílias, na música e nas danças. “O Museu Casa do Colono preserva todo um patrimônio cultural relacionado à essa memória, através de objetos de uso doméstico e de trabalho, mobiliários e fotografias, do tempo em que os colonos chegaram ao município, complementa a sua função social com o seu Programa Educativo, ressaltando a importância dessa cultura para a cidade. Atividade totalmente gratuita mediante agendamento, público alvo é principalmente de escolas da região”, explica. 

“Ao preservar nosso patrimônio cultural musealizado, os museus devem ser reconhecidos como espaços plurais que propiciam vivências diversas e trocas constantes de conhecimentos e experiências que despertam para a vida em sociedade, a importância das memórias no fortalecimento da cidadania, das noções de pertencimento e identidade, no respeito à diversidade e à valorização da cultura”, completa a museóloga.

O Museu Casa do Colono também participará pelo 2º ano consecutivo da “Museum Week”, ação de marketing cultural que promove instituições culturais nas redes sociais. Este ano a "#Museum Week 2019" será simultaneamente à Semana Nacional de Museus. A #Museum Week 2019 consiste em uma campanha virtual, na qual museus e instituições culturais de todo o mundo têm oportunidade de divulgar bastidores, curiosidades e atividades relacionadas a um tema diferente por dia, através das redes sociais. A iniciativa visa ampliar a comunicação entre as instituições e o público e promover a construção de relacionamentos. A #Museum Week 2019 no Brasil é coordenado pelo Conselho Internacional de Museus/ Icom-BR.

Serviço:

Museu Casa do Colono

End. Rua Cristovão Colombo, 1034, Castelânea 

Horário: de terça a domingo, das 8h30 às 16h.

Tel. (24) 2247-3715

E-mail:  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

https://pt-br.facebook.com/museucasadocolonopetropolis/

@museucasadocolono Instagram

Objetivo é esclarecer deveres e direitos do comércio e dos clientes

O Dia das Mães será comemorado neste domingo (12.05), e é considerado pelo mercado brasileiro a data mais importante para o comércio depois do Natal. Pensando nisso, a equipe do Procon Petrópolis realizou nesta sexta-feira (10.05) uma ação educativa, com foco na data comemorativa, em 16 lojas no Centro Histórico. O órgão flagrou cinco estabelecimentos (de cosméticos e flores) com irregularidades, como a ausência do cartaz informativo do Procon; ausência do livro do Código de Defesa do Consumidor (CDC) e o livro de reclamações em locais aparentes.

O objetivo da ação é verificar se os estabelecimentos cumprem às leis de proteção ao consumidor e se ofertas anunciadas pelos estabelecimentos são cumpridas. A equipe do Procon também orientou os lojistas sobre regras de troca, vales-presente, livro de reclamações, CDC, além de tirar dúvidas de vendedores e empresários sobre as relações de consumo.

A equipe de fiscalização do Procon também orientou os consumidores sobre seus direitos e deveres, principalmente na hora da aquisição de bens para uma terceira pessoa. Os estabelecimentos comerciais devem disponibilizar o direito básico do consumidor, que é de reclamar através do livro de reclamações, o direito de ter acesso ao livro CDC e o cartaz com os dados do Procon para caso o cliente queira já fazer uma reclamação direto ao órgão.

O órgão mantém equipes nas duas unidades, que ficam Rua Dr. Moreira da Fonseca 33, no Centro, ao lado da Câmara dos Vereadores, e em Itaipava, na Estrada União e Indústria 11.860, no Centro de Cidadania. Locais onde a população pode fazer denúncia e tirar dúvidas sobre as relações de consumo. Os telefones para contato são o 2246-8469 / 8470/ 8471 / 8472 / 8473 / 8474 / 8475 / 8476 e 8477. Os usuários também têm como opção o WhatsApp Denúncia pelo 92257-5837 e o site www.petropolis.rj.gov.br/procon e o serviço de mensagens da página Procon Petrópolis no Facebook.

Confira algumas dicas na hora de adquirir produtos ou serviços nesta época do ano:

- Todos os estabelecimentos comerciais de bens e serviços do estado do Rio de Janeiro são obrigados a possuir e disponibilizar o Código de Defesa do Consumidor e o livro de reclamações do Procon, ao consumidor que desejar registrar sua queixa.

- Os estabelecimentos comerciais são obrigados a ter fixado em local visível, e de fácil acesso, um cartaz com informações pertinentes à disponibilidade do CDC, e do livro de reclamações, bem como informações dos contatos do Procon.

- Os preços de produtos e serviços deverão ser informados adequadamente, de modo a garantir ao consumidor a correção, clareza, precisão e legibilidade das informações prestadas.

- Os estabelecimentos comerciais, de acordo com a lei 13.455/2017, ficam autorizados a diferenciar os preços de seus bens e serviços oferecidos em função do prazo, ou do instrumento de pagamento utilizado pelo consumidor.

- O fornecedor deve informar, em local e formato visíveis ao consumidor, eventuais descontos oferecidos em função do prazo ou do instrumento de pagamento utilizado.

- Estabelecimentos comerciais são obrigados a trocar os produtos que apresentem vícios ocultos no momento da compra. Se o estabelecimento assume o compromisso de troca independente de vício no produto, fica obrigado a realizar a troca.

- A garantia legal para bens de consumo não duráveis é de 30 (trinta) dias, e para bens de consumo duráveis de 90 (noventa) dias.

Os agentes da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias entregaram flores no calçadão do Cenip nesta sexta-feira (10.05) em homenagem ao Dia das Mães, que será comemorado no próximo domingo. Foram mais de 200 rosas distribuídas para mulheres de todas as idades que passavam pelo local durante a manhã. A iniciativa é a primeira das ações do eixo humanitário do Plano Inverno municipal, que está sendo atualizado pela Defesa Civil para o período de estiagem.

A distribuição teve como objetivo destacar a importância das mães no vínculo familiar, retribuindo de forma afetiva o carinho dado por elas ao longo da vida. Moradora da Mosela, Ivonete Vieira Gonçalves, de 80 anos, ficou surpresa com a homenagem. "No Dia das Mães a gente lembra de muita coisa que aconteceu ao longo das nossas vidas, inclusive na minha infância. É um momento único, de amor, paz, de lembranças muito positivas. Precisamos fortalecer esse vínculo", disse.

Desde o início da atual gestão, a pasta realiza uma série de ações de ajuda humanitária. Neste ano, estão previstas a campanha do agasalho, Festa Julina Solidária, campanha de doação de sangue e do dia das crianças. O trabalho solidário tem como prioridade atender aos mais necessitados através de campanhas de doação. 

Os cuidados diários e as vacinas necessárias para os animais são apenas algumas das dicas compartilhadas na Cartilha Manual de Bons Tratos, que foi lançada nesta sexta-feira (10.05), na Casa da Educação Visconde de Mauá. Na ocasião, a autora, Catarina Maul, entregou exemplares para representantes de 13 escolas municipais. Os títulos serão usados nas escolas pelos alunos e servirão de base para a realização de atividades diferenciadas sobre a importância do cuidado e respeito com os animais.

A cartilha tem ilustrações de Rodrigo Santana CB e foi editada pela Bem Cultural Editora através de financiamento coletivo realizado no site Benfeitoria.com e com apoio de algumas empresas petropolitanas.

“Esse é um projeto de vida e que se tornou realidade graças ao auxílio de vários colaboradores. Decidimos distribuir nas escolas porque acreditamos que as informações contidas na cartilha serão importantes para os jovens. Tenho 15 animais de estimação, sou apaixonada pela causa e pela educação e sei o quanto a falta de informação pode afetar a vida desses seres”, afirmou Catarina Maul.

A autora destacou ainda que o lançamento terá desdobramento. “Agora, junto com a Cobea, pretendo visitar as escolas, falar sobre a cartilha e palestrar sobre os cuidados que devemos ter com os animais”.

Receberam exemplares as escolas: Alto Independência, Fábrica do Saber, Vereador Marcelo Alencar, Ana Mohamad, Beatriz Zaleski, Abelardo de Lamare, Odete Fonseca, Odette Young, Germano Valente, Municipalizada Moysés Furtado Bravo, Casa da Educação e Municipalizada Santa Terezinha.

No título há, ainda, conteúdo sobre guarda responsável, cuidados, vacinas, primeiros socorros, leis que defendem os direitos dos animais e responsabilidades de cada órgão citado. 

Na ocasião, a veterinária Priscila Mesiano destacou a importância de chamar a atenção para os cuidados principalmente com os animais idosos. “A cartilha destaca muito bem as necessidades dos animais e o quanto eles precisam de ajuda quando estão idosos. Os donos devem ter ainda mais atenção e cuidado. Ter um animal é uma troca maravilhosa, uma experiência incrível, mas, é preciso ter responsabilidade e as crianças podem multiplicar essas informações”, garantiu.

A diretora da Casa da Educação, Maria Fernanda Secco, também agradeceu o recebimento das cartilhas: “É um material muito rico e que vai ser muito bem utilizado com os nossos alunos na Casa da Educação Visconde de Mauá. O título pode se transformar numa corrente do bem, mostrando que todos nós temos que ter responsabilidade com os animais”.

 

Quem quiser mais informações sobre a cartilha pode entrar em contato direto com a editora através do telefone 981391399 ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

Servidores da rede municipal de Educação que atuam na educação infantil ainda podem se inscrever para a formação "O autista e a inclusão: conversação e docência", iniciativa da Secretaria de Educação em parceria com a UFF, através da psicóloga, professora e doutora Maria Angélica de Mello Pisetta. As inscrições deverão ser realizadas por email com o nome do profissional e unidade escolar de lotação: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

A formação será dividida em três encontros: 13 de maio; 20 de agosto e 5 de novembro, e acontecerão no Liceu Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio, que fica na Rua Oscar Weinschenck, nº 150, Centro, das 13h30 às 16h30.

O autismo, ou Transtorno do Espectro do Autismo (como foi tecnicamente denominado pelo DMS-5, o Manual de Diagnóstico e Estatística dos Transtornos Mentais) é um transtorno neurológico caracterizado por comprometimento da interação social, comunicação verbal e não-verbal e comportamento restrito e repetitivo. A rede municipal de Educação atende 212 alunos diagnosticados com autismo. Os estudantes são acompanhados pelo Departamento de Educação Especial da Secretaria de Educação. Oficinas extracurriculares também são oferecidas aos alunos no Centro de Referência em Educação Inclusiva João Pedro de Souza Rosa.

Os dados parciais do Observatório Macroeconômico da cidade, que estão sendo levantado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, foram apresentados para cerca de 30 empresários na última quinta-feira (09.05) no auditório do Sicomércio. Os dados, que estão sendo registrados a partir de levantamentos feitos pela Declan e o Censo 2018 da Emater, contém os dados relativos ao número de empresas e movimentação econômica de setores diferenciados.

Segundo a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, a intenção foi a de mostrar o perfil dos setores que estão apresentando crescimento na cidade. Os dados ainda são parciais, mas, já auxiliam a secretaria nas pesquisas, como por exemplo, no Espaço Empreendedor: Quando uma pessoa tem a intenção de abrir um novo negócio em uma determinada região da cidade, pode solicitar uma pesquisa rápida no observatório, que apresenta quantos estabelecimentos do tipo já estão em funcionamento na localidade.

No observatório há dados sobre os setores: Industria, Comércio e Serviços; Ciência, Tecnologia e Inovação; Trabalho e Renda; Agricultura, Abastecimento e Produção da cidade.

Entre os pontos apresentados no Observatório estão os números crescentes de atendimento no Espaço Empreendedor e a distribuição de empresas por bairro: segundo o Declan, o 1º distrito ainda possui a maioria das empresas registradas na cidade – são 5.722 empresas, o que representa 63,90% do total da cidade. Em segundo lugar está Itaipava – são 1.398 empresas (15,61%). Em terceiro está Cascatinha com 1.245 empresas (13,90%); em quarto está a Posse com 237 estabelecimentos (3,65%); e em quinto lugar, Pedro do Rio – são 262 empresas (2,93%). Ainda de acordo com o levantamento prévio, as atividades econômicas da cidade mais incidentes estão nos setores: comércio varejista, alimentação, confecção de artigos de vestuário e acessórios, agricultura, pecuária e serviços relacionados.

A ações foram realizadas pela CPTrans em parceria com a Secretaria de Educação

Oficinas de plaquinhas de trânsito, sessão de filmes de conscientização, painéis, teatro, música e Cidade do Trânsito foram algumas das atividades da campanha do Maio Amarelo realizadas entre os alunos de 14 escolas da rede municipal de ensino, nesta quinta-feira (09.05), no CEU da Posse. A ação é uma realização da CPTrans, em parceria com a Secretaria de Educação, que mobilizou mais de 500 crianças da Educação Infantil até o 5º ano.

Com a temática “No Trânsito, o sentido é a vida”, a assinatura #MeOuça nas peças da campanha deste ano tem o viés voltado à reflexão dos adultos frente aos conselhos dado pelas crianças. 

A equipe de Educação para o Trânsito da CPTrans organizou atividades lúdicas para o grupo, abordando regras de trânsito e orientações como uso do cinto de segurança, atravessar na faixa de pedestre, além da distribuição de cartilhas educacionais e das oficinas com a artista plástica Luiza Rodrigues Cunha.

Durante a ação, em um momento especial, as crianças fizeram uma homenagem à Carlos Guilherme Neves, que morreu há dois anos, aos 17 anos, em um acidente de motocicleta, na Posse. “Acredito que a campanha possa melhorar o comportamento do condutor no trânsito. Fiquei muito emocionada com a homenagem para o meu filho”, contou a mãe da vítima, Maria Isabel Neves. A moradora da Posse, Renata Ferreira, também perdeu o filho de 16 anos, João Vitor, em um acidente de motocicleta, no ano passado. “A Campanha precisa atingir os jovens e adolescentes que gostam de moto. O trânsito é perigoso e precisamos dirigir para a gente e para os outros que por vezes são imprudentes. O Maio Amarelo irá conscientizar os jovens”, disse Renata.

“A campanha Maio Amarelo acontece no decorrer do mês com o objetivo de que a informação da educação no trânsito fique não só nesse período, mas também o ano inteiro e na vida. O objetivo da ação com as crianças é formar adultos mais responsáveis no trânsito”, contou a chefe de Educação no Trânsito, Márcia Pereira. “As atividades já começam na sala de aula e hoje as crianças estão participando das orientações de forma mais prática”, completou a chefe da gerência de projetos educacionais da Secretaria de Educação, Andresa de Brito Chaves.

Dados, do anuário estatístico de acidentes de trânsito relacionados a 2017 – o mais recente usado para balizar as ações da companhia – dão conta de que 35 pessoas morreram em vias urbanas do município, sendo 17 em ‘cena’ (no local) e 18 pós (horas ou dias depois). O documento mostra que a maioria dos óbitos são de homens com idade entre 21 e 30 anos. Um dado alarmante é que 37% das vítimas fatais foram em decorrência de acidentes com motocicletas – se comparado com a frota desse tipo de veículo (17% do total), pode-se afirmar que este é o tipo de veículo mais perigoso do município. Além das vítimas registradas em vias urbanos, há, ainda, outras sete mortes, considerando os acidentes em rodovias estadual e federal dentro do município.

Nova parceria com Centro Técnico Audiovisual visa lazer e  ampliar oportunidades

Em parceria com o Centro Técnico Audiovisual, no Rio de Janeiro, a Secretaria de Assistência Social busca oferecer novas alternativas para as crianças e adolescentes que vivem em vulnerabilidade social ou cumprem medidas socioeducativas, atendidos nos centros de referência de Assistência Social (CRAS) e Especializados (CREAS) do município. Os jovens terão a oportunidade de participar de exibição de filmes com debates, oficinas e atividades diversas ligadas ao campo do audiovisual. Além de lazer, a iniciativa visa apresentar novas oportunidades de vida para os adolescentes assistidos.

Através do Programa Formação do Olhar, o Centro Técnico Audiovisual além de realizar a exibição de filmes, debates e oficinas, abre um leque de conhecimento na área profissional. O projeto apresenta um pouco do outro lado do mundo cinematográfico para os jovens, que vivenciam o que é e como funciona a produção de filmes. A iniciativa visa abrir as portas para que os jovens ampliem as opções de escolhas para as suas vidas.

Através da parceria, a Secretaria de Assistência Social pretende contemplar os jovens em vulnerabilidade social com o objetivo ampliar conhecimento e motivar escolhas profissionais. A parceria com o Centro Audiovisual vai oferecer mais uma alternativa para o desenvolvimento dos menores acompanhados. 

O CREAS atualmente atende cerca de 80 jovens que cumprem medida socioeducativa, que em Petrópolis, por determinação judicial, são praticadas em meio aberto, sem precisarem se afastar do convívio familiar e social. A Secretaria de Assistência Social conta com a parceria com algumas instituições que abrem campo de atuação para que os jovens, em medida socioeducativa, possam prestar os serviços à comunidade conforme determinação. Além das atividades na sociedade, alguns adolescentes devem cumprir a Liberdade Assistida, com acompanhamento de psicólogos, assistentes sociais, pedagogos e educadores que vão avaliar o desempenho dos assistidos.

A parceria com o Centro Audiovisual será mais um campo, mas esse com o intuito de formação e educação. Os jovens interessados serão encaminhados para oficinas e exibição de filmes com duração de um dia.  O projeto já atendeu mais de 250 alunos de escolas públicas, que visitaram as salas de animação, os estúdios de mixagem e edição, a sala de acervo que conta com 20 mil rolos de película cinematográfica.

Unidades de ensino podem entregar seus trabalhos até o dia 30 de junhoMais de cinco mil alunos da rede municipal já participaram das atividades do Defesa Civil nas Escolas este ano. Até o momento, foram elaboradas 107 atividades por 61 unidades escolares. As escolas que ainda não entregaram os trabalhos têm até o dia 30 de junho para cumprir a lei. Neste semestre, estão sendo trabalhadas as ameaças de inverno: incêndios florestais e estiagem, abordando também a educação ambiental e a temática do bem-estar animal.

A aplicação da lei é um passo importante no desenvolvimento de uma cultura de resiliência na cidade, com a orientação das crianças e dos adolescentes sobre como se comportar em caso de desastres de origem natural. Iniciativa do executivo, o Defesa Civil nas Escolas é uma medida a longo prazo, que tem o objetivo de transformar o futuro da cidade.

Petrópolis é pioneira no país com a lei, que foi sancionada e publicada em Diário Oficial, buscando garantir um futuro mais consciente sobre os riscos de desastres para os petropolitanos. A criação do programa contou com o apoio do Conselho Municipal de Educação (COMED), do Sindicato dos Profissionais de Ensino (SEPE), além de membros das secretarias de Defesa Civil, Educação e Meio Ambiente. 

Em 2018 - primeiro ano da política pública - foram realizadas 170 atividades dentro do Defesa Civil nas Escolas, com a participação de 103 colégios da rede, oito particulares e um estadual. Este ano, o programa foi ampliado para as escolas da rede pública e privada que contam com educação infantil.

Apesar de estar em prática há pouco tempo, o programa já rendeu um prêmio para a prefeitura. O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) vai entregar um pluviômetro semiautomático e um kit educativo para serem usados dentro da política pública.

Programa atua para promover o desenvolvimento de crianças na primeira infância

O Programa Criança Feliz atinge a marca de 10 mil visitas domiciliares em 10 meses de execução do serviço em Petrópolis. Estruturado em janeiro de 2018, o programa é voltado para o desenvolvimento de crianças na primeira infância. As ações nas residências foram iniciadas em julho do mesmo ano e, desde então, os profissionais atuam em conjunto com as famílias, estimulando ações que visam a melhoria da qualidade dos primeiros anos de vida das crianças. Para desenvolver o trabalho, a Secretaria de Assistência Social conta com 19 profissionais, entre os quais, psicólogos, pedagogos e educadores.

A meta é continuar ampliando o território de atuação e, consequentemente, o número de famílias atendidas. A partir de um trabalho em conjunto com as secretarias de Saúde e Educação, os profissionais têm conseguido estender o serviço oferecido. Atualmente, o programa atende aproximadamente 440 famílias, distribuídas em 20 regiões da cidade.

O Criança Feliz atua com famílias em vulnerabilidade social que sejam compostas por crianças menores de 3 anos de idade, gestantes e crianças com algum tipo de deficiência, até os seis anos,  inseridas no Benefício de Prestação Continuada (BPC). O programa consiste no acompanhamento do crescimento das crianças. Quando possível, o trabalho começa desde a gestação. Nas visitas são realizadas atividades diversas que estimulam o crescimento saudável e fortalecem o vínculo socioafetivo entre a família. 

Durante as visitas, é traçado o perfil da família e os responsáveis pelas crianças recebem orientações que podem contribuir para a melhoria da qualidade de vida do menor, assim como para a relação entre pais, mães e filhos. Atividades diversas são propostas. O intuito é estimular o desenvolvimento motor e cognitivo da criança, assim como estreitar os laços afetivos. Pais e mães são incentivados a observar com mais cautela o comportamento e desenvolvimento dos filhos. Instrumentos educativos e lúdicos contribuem para que, através da brincadeira, haja aproximação da família e paralelamente, são trabalhados estímulos que contribuem para o crescimento saudável das crianças.

“O programa faz o trabalho de estimulação do desenvolvimento infantil, de escuta da família. Incentiva o cuidador para a aplicação de atividades lúdicas. Capacita a família a exercitar atividades que fortaleçam o vínculo”, explica a psicóloga e supervisora do programa, Marcia Grotz. Junto com os Postos de Saúde da Família (PSFs) e os Centros de Educação Infantil (CIEs), o Criança Feliz obtém dados de possíveis famílias a serem incluídas no programa. “Também realizamos a busca ativa dessas famílias pelos bairros onde já atuamos. A adesão das famílias é muito boa e temos conseguido resultados significativos para o bom crescimento dessas crianças”, ressalta.

O programa Mais Asfalto atendeu ruas de seis bairros nesta quinta-feira (09.05): Posse, Sargento Boening, Bataillard, Valparaíso, Centro e Araras. O trabalho feito nestes locais beneficia usuários de 33 linhas de ônibus, que fazem 880 viagens todos os dias. Neste ano, já foram mais de 140 ruas atendidas pelo Mais Asfalto em 38 bairros

Na Posse, o trabalho ocorreu na Estrada do Juruá, no bairro Nossa Senhora de Fátima. O ônibus que atende a região faz nove viagens ao longo do dia. A manutenção viária foi realizada com aplicação de 12 toneladas de asfalto, que se somou a outros serviços feitos na região nesta quinta, como capina e manutenção de pontos de iluminação pública.

Outro local atendido foi a Rua Sargento Boening, por onde passam 101 viagens das linhas 419, 452, 433 e 457, além da noturna 495. A Rua José Martins de Barros, no Bataillard, recebe 58 viagens diárias das linhas 106 e 134. Já na Simon Bolívar, Valparaíso, o serviço beneficia 18 viagens da linha 206.

O Mais Asfalto ainda passou pela Rua 13 de Maio, no Centro, uma via com intensa circulação de veículos todos os dias, local por onde passam 24 linhas de ônibus, somando 694 viagens diárias.

A Rua Manoel Marques de Azevedo, em Araras, localidade conhecido como Poços dos Peixes, foi mais uma que recebeu manutenção viária.

Estão abertas as inscrições para a 6ª edição da XC RUN em Petrópolis, trail run que será realizada no dia 20 de julho. A prova para os adultos terá um percurso de 50 quilômetros, que podem ser completados individualmente, em dupla ou em quarteto. Também haverá uma etapa para as crianças, dentro do Parque Municipal em Itaipava. Os interessados em participar podem garantir a vaga no site: www.xcrun.com.br. O evento conta com o apoio da prefeitura, através da Superintendência de Esportes e Lazer, sendo a quinta corrida que conta pontos para o ranking municipal.

A largada da XC Run acontece no Parque Municipal, passando por montanhas e trilhas de Araras, Secretário e Pedro do Rio. O evento terá sete pontos para reabastecimento de água, aproximadamente a cada 6 quilômetros. É obrigatório o uso de sistema de hidratação pelos atletas, que pode ser uma mochila, cinto ou squeeze. A corrida tem um limite de 10 horas para ser completada.

Todos os atletas que cruzarem a linha de chegada dentro do tempo limite – corretamente inscritos e sem o descumprimento do regulamento – recebem medalhas “finisher”. Não serão entregues medalhas aos atletas que não completarem a prova ou chegarem após o tempo divulgado. O valor das inscrições varia de R$ 100 até R$ 330.

Ranking Municipal dos corredores

Além da 6ª edição XC Run, ainda contam pontos para o ranking municipal neste ano: Petrópolis-Itaipava (26 de maio); Love Run (9 de junho); Fire Run (7 de julho); XC Run (20 de julho); Corrida Master (20 de outubro); Petrópolis Night Run (26 de outubro) e WTR Serra do Mar (23 de novembro). A Corrida do Shopping Pedro II, Corrida Contra a Fome e a Corrida do Trabalhador já foram realizadas.

O calendário esportivo completo, com todos os eventos previstos para Petrópolis neste ano, está disponível no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Quinta, 09 Maio 2019 21:03

Prefeitura inaugura nova UBS Araras

A prefeitura inaugura nesta sexta-feira (10.05), às 10h, a nova Unidade Básica de Saúde (UBS) de Araras. A estrutura vai beneficiar cerca de 8 mil moradores da região. A UBS Araras conta com médico, pediatra, enfermeiro, técnico de enfermagem, dentista, auxiliar de odontologia e dois agentes comunitários e tem capacidade para fazer 1 mil atendimentos por mês.

Serviço

Local: Rua Bernardo Coutinho, 2.256 – Araras

Data: 10.05.19

Hora: 10h

O veículo irá atender os consumidores nas comunidades

Os consumidores poderão contar com mais uma ferramenta de atendimento do Procon. Além da assistência oferecida pelo órgão nas sedes do centro da cidade e em Itaipava, a partir do segundo semestre o consumidor poderá contar com o Procon Móvel. O veículo com estrutura de “furgão” será adquirido por meio de licitação, na modalidade de pregão eletrônico e com recursos de multas pagas por estabelecimentos irregulares no município. A unidade itinerante irá atender a toda a população com estrutura e funcionalidades que o órgão possui.

O Procon Móvel é mais um braço que o consumidor ganha para defender os seus direitos, e também o órgão estará presente por todo município, além da realização de ações educativas em grandes praças e locais de grande circulação, tirando as dúvidas da população. Hoje o Procon faz 2.600 atendimentos por mês, e com mais esta ferramenta os serviços prestados aos consumidores tendem a aumentar.

O serviço itinerante contará com associações de moradores e líderes comunitários, no qual juntos com o Procon irão criar um cronograma de atividades semanais para que possa levar a estrutura de atendimento na mesma qualidade e eficácia que a sede.

As especificações do Procon Móvel incluem todo o aparato para que o atendimento seja feito em qualquer lugar da cidade, dependendo apenas de espaço para estacionamento. Ele contará com elevadores para acessibilidade, computadores com internet, banco de espera, TV, entradas USB para carregamento de smartphones, conexão wi-fi, além de toldos e mesas com cadeiras para montar uma segunda estrutura do lado de fora.

Quinta, 09 Maio 2019 21:01

Programa Poupa Tempo RJ em Petrópolis

Acesso a serviços diferenciados em um mesmo espaço

Técnicos da SEDEERI - Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Relações Internacionais - estiveram em Petrópolis nesta quinta-feira (09.05) visitando o estacionamento do Hiper Shopping ABC, no Alto da Serra, para estudar a possibilidade de implantação de um polo do Programa Poupa Tempo RJ na cidade. O assunto foi discutido com os administradores do espaço. No lugar poderão ser oferecidos serviços diferenciados como o Detran - segunda via de habilitação, recursos de multas, agendamentos, entre outros, serviço de atendimento do Procon e demais departamentos vinculados à gestão pública. A expectativa é de que possam ser realizados até mil atendimentos diários, somando todos os serviços ofertados no espaço.

O Estado vai lançar este mês um edital sobre o Programa Poupa Tempo RJ e os espaços interessados em receber o serviço poderão analisar as adequações necessárias para abrigar o programa. O Hiper Shopping já havia sinalizado o interesse em receber o programa em 2017, disponibilizando parte do estacionamento do prédio, sem custo para o poder público, para a implantação dos serviços.

“A ideia é a de que os serviços ofertados pelo Estado sejam descentralizados e fiquem mais próximos das pessoas. Continuaremos visitando as cidades interessadas em receber o serviço para que programa alcance cada vez mais cidadãos”, disse Roberta Moura, superintendente do Programa Poupa Tempo RJ.

Iniciativa é voltada para a rede municipal de ensino

Os profissionais que atuam nas turmas da educação infantil na rede municipal de Educação podem se inscrever para proposta de capacitação "O autista e a inclusão: conversação e docência". A formação é uma iniciativa do Departamento de Educação Infantil da Secretaria de Educação.

Estão sendo oferecidas 100 vagas e os encontros serão ministrados pela professora doutora Maria Angélica de Mello Pisetta. As inscrições deverão ser realizadas por email com o nome do profissional e unidade escolar de lotação: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

A formação será dividida em três encontros: 13 de maio; 20 de agosto e 5 de novembro, e acontecerão no Liceu Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio, que fica na Rua Oscar Weinschenck, nº 150, Centro, das 13h30 às 16h30.

O autismo, ou Transtorno do Espectro do Autismo (como foi tecnicamente denominado pelo DMS-5, o Manual de Diagnóstico e Estatística dos Transtornos Mentais) é um transtorno neurológico caracterizado por comprometimento da interação social, comunicação verbal e não-verbal e comportamento restrito e repetitivo. A rede municipal de Educação atende 212 alunos diagnosticados com autismo. Os estudantes são acompanhados pelo Departamento de Educação Especial da Secretaria de Educação. Oficinas extracurriculares também são oferecidas aos alunos no Centro de Referência em Educação Inclusiva João Pedro de Souza Rosa.

Notícias por data

« Maio 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo