Parte do trabalho é feito pela concessionária e outra pela construtora responsável pela Minha Casa Minha Vida, ligando o condomínio à ETE Corrêas

A Águas do Imperador já iniciou as obras de construção da rede de coleta de esgoto para atender os futuros moradores do conjunto do Minha Casa Minha Vida do Vicenzo Rivetti. O trabalho será feito em conjunto pela concessionária e pela construtora responsável pelo MCMV Vicenzo Rivetti, a AB Construtora. O projeto prevê a implantação de cerca de 1 km de rede e uma elevatória entre a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Corrêas, onde será feito o tratamento do esgoto gerado pelos futuros moradores, e a região do Caetitu, que será feito pela concessionária. Já a construtora vai fazer 1,5 km de rede e uma elevatória. Os próximos passos da obra foram tema de reunião com integrantes do Movimento do Aluguel Social e Moradia de Petrópolis nesta terça-feira (27.03) na prefeitura.

O esgotamento sanitário será concluído em três meses. Todo trabalho está sendo feito não só para entregar os 776 apartamentos, como para proporcionar infraestrutura para os quase 3 mil futuros moradores. Por isso, está sendo feito pavimentação do entorno, sistema de drenagem e serão implantados ainda uma creche e unidade básica de saúde. Eles também receberam trabalho técnico-social, que vai ajudar na capacitação profissional dessas pessoas e também a organizar a gestão dos condomínios.

“O compromisso é uma obra de qualidade como a concessionária executa em toda a cidade. Já foi iniciado a obras com a rede subindo a Estrada do Caetitu e dali até o conjunto habitacional, a obra é com a AB. Tivemos uma reunião na semana passada em que apresentamos para eles o modelo de elevatória que será utilizada”, disse o superintendente da Águas do Imperador, Márcio Salles.

A líder do Movimento do Aluguel Social e Moradia de Petrópolis, Cláudia Renata Ramos, acredita que a reunião foi positiva por esclarecer, para pessoas que recebem o aluguel social, o andamento da construção do MCMV.

“Foi uma reunião muito boa. A gente achava que essa questão do esgoto cabia apenas à Águas do Imperador e aqui soubemos que não, que a construtora também tem responsabilidade nisso. O que a gente queria era um prazo, e agora a Águas do Imperador nos falou que a obra deles vai durar até três meses”, afirmou.

Cerca de 30 pessoas ligadas ao Movimento participaram da reunião, assim como a Federação de Associações de Moradores de Petrópolis (Famp) que  também esteve presente.

Um dos maiores ícones da música eletrônica, Alok é uma das atrações da 30ª Expo Agropecuária de Petrópolis, que acontece entre os dias 1º e 5 de maio, no Parque Municipal, em Itaipava. O show do DJ está marcado para o terceiro dia de festa, sexta-feira (03.05). A apresentação, assim como as demais, é custeada e organizada pela empresa vencedora da licitação. À Prefeitura caberão as despesas com apresentação gospel do dia 1º de Maio, conforme definido em lei, e ainda um show em comemoração ao Dia do Trabalhador, com artista custeado pelo poder público, programações que estão sendo definidas.

A venda de ingressos para os shows da Expo Petrópolis começa ainda esta semana e poderá ser feita pela Internet, no site www.guicheweb.com.br e em estande montado no calçadão do Cenip. Os valores variam de acordo com os locais (pistas) oferecidas pela empresa.

Com mais de 10 milhões de seguidores no instagram, e 8 milhões de ouvintes por mês na plataforma Spotify, Alok já foi eleito por duas vezes o Melhor DJ do Brasil, ficou em 13º Top DJ do mundo para a revista britânica “DJ Mag” e foi o único brasileiro a alcançar mais de 320 milhões de plays no Spotify. O DJ também marcou presença no TOP 100 Global com os sucessos ‘Hear Me Now’, ‘NeverLet Me Go’, ‘Big Jet Plane’, ‘Ocean’, ‘United’, ‘Favela’ e o recém lançado ‘Innocent’.Em 2018 Alok participou de vários festivais de música eletrônica nos Estados Unidos, México e Ásia.

Ainda estão previstos shows nos dias 01, 02, 04 e 05 de maio, atrações que serão divulgadas nos próximos dias.

Conselho Consultivo discutirá assuntos relacionados aos 22 municípios integrantes da Região Metropolitana

Petrópolis fará parte do Conselho Consultivo do Fórum Permanente da Região Metropolitana, sendo suplente de Itaboraí na categoria Poder Público. A escolha foi definida durante uma reunião com representantes dos 22 municípios integrantes da Região Metropolitana realizada nessa quarta-feira (27.03) no Palácio Guanabara. O objetivo do Conselho será o de discutir as ações necessárias para desenvolvimento econômico e social das cidades que integram a Região Metropolitana, estabelecendo políticas públicas eficientes.

Foram eleitos 47 conselheiros e as reuniões do Conselho serão semestrais. Vale salientar que Petrópolis foi incluída da Região Metropolitana do Rio de Janeiro a partir da Lei Complementar nº 184 de 27 de dezembro de 2018.

A secretaria de Desenvolvimento Econômico representará Petrópolis no Conselho. Para auxiliar o desenvolvimento da Região Metropolitana, o governo do Estado criou um Fundo Metropolitano que poderá ajudar os municípios a colocar em pratica seus projetos que incluem melhorias nos eixos que são trabalhados pelo Grupo Executivo de Gestão Metropolitana.

A região metropolitana é composta por 22 municípios: Rio de Janeiro, Belford Roxo, Cachoeiras de Macacu, Duque de Caxias, Guapimirim, Itaboraí, Itaguaí, Japeri, Magé, Maricá, Mesquita, Nilópolis, Niterói, Nova Iguaçu, Paracambi, Petrópolis, Queimados, Rio Bonito, São Gonçalo, São João de Meriti, Seropédica e Tanguá.

Os estudos e projetos referentes a Região Metropolitana também envolverão temas como o enfrentamento aos efeitos adversos das mudanças climáticas, os serviços de comunicação digital e questões sobre moradia, com o objetivo de elaborar políticas públicas voltadas aos temas que envolvam mais de um município.

Um problema enfrentado durante anos no Terminal Centro está prestes a chegar ao fim: a CPTrans está concluindo a obra de construção de novas descidas de águas pluviais. A medida resolve o problema de acumulo de águas das chuvas, que, consequentemente, causavam infiltrações no teto da Estação Rodoviária Imperatriz Leopoldina – espaço de onde partem cerca de 1.640 viagens de ônibus diariamente.  Para a reforma mais ampla prevendo mais intervenções a CPTrans está abrindo uma licitação para revitalização do prédio.

A intervenção no telhado é uma das fases mais importantes para a melhoria do espaço. Pelo Terminal Centro passam cerca de 40 mil pessoas por dia e a CPTrans deu início às obras do local pela parte superior, cessando futuras infiltrações que acabam acarretando em goteiras, por exemplo. Foram instaladas 13 novas descidas próximo às pilastras do Terminal. O espaço também receberá uma série de melhorias, que vão do chão ao teto, revitalizando todo o local.

As melhorias incluem a recuperação e polimento do piso e pintura de todo Terminal. O projeto também contará adequações de acessibilidade com piso tátil e rampas de acesso, para melhorar a qualidade do espaço para pessoas com alguma dificuldade de mobilidade. São melhorias essenciais, que o Terminal precisa e que ficará mais bonito para os usuários, além de facilitar a manutenção diária.

 As intervenções do Terminal também incluem o gradeamento do seu entorno para fechamento noturno. Ao ser concluído, o Terminal Centro passará a ficar fechado à noite, a partir da saída do último ônibus, e voltará a ser aberto para a saída do primeiro veículo. A medida impede atuação de vandalismo, ao mesmo tempo que melhora o serviço de limpeza diária, feita com o local fechado. Os ‘corujões’, farão suas paradas na parte externa do terminal.

No ano passado, os banheiros femininos foram totalmente reformados. As intervenções contemplaram desde a tubulação à troca da louça, passando pela melhoria na ventilação e aplicação das regras de acessibilidade. Ambos os banheiros receberam novos pisos, lâmpadas, azulejos, pinturas, entre outras melhoras, que incluíram toda a troca de tubulação e melhorias estruturais.

Parceria entre a prefeitura e o Banco de Sangue vai beneficiar 150 doadores

Um ato de solidariedade vai garantir a inscrição de 150 atletas na Corrida do Trabalhador. A partir da próxima segunda-feira (01.04), os corredores que doarem no Banco de Sangue Santa Teresa estarão confirmados na prova, que será realizada no dia 1º de maio. A ação tem como objetivo ajudar a abastecer os estoques do banco, que atende as duas UPAs da cidade, o CTO, o Hospital Unimed e o próprio Hospital Santa Teresa, que é referência em atendimento de feridos de acidentes de trânsito.

Além de garantirem a vaga, os primeiros 50 atletas que doarem também ganham uma camisa exclusiva de corrida do Banco de Sangue. Os corredores garantem o kit da prova, com a numeração, chip de cronometragem, mochila saco e garrafa. Ao todo, serão mil vagas gratuitas para a Corrida do Trabalhador – a data de abertura das inscrições presenciais e pela internet ainda será divulgada em breve.

Podem doar todas as pessoas entre 18 e 60 anos, em bom estado de saúde e que pesem mais de 50 quilos. Jovens de 16 a 17 anos também podem doar acompanhados dos responsáveis. Não é necessário fazer jejum, mas é importante não ingerir alimentos gordurosos três horas antes da doação. Também não se deve consumir bebidas alcoólicas 12 horas antes.

As únicas restrições são a diabéticos e pessoas que fizeram tatuagem ou colocaram piercing há menos de um ano. Pessoas que fizeram algum procedimento, como endoscopia só podem doar após seis meses da realização da intervenção. O banco de sangue funciona todos os dias, de 7h às 18h, na Rua Paulino Afonso, 477 – Bingen – Ao lado do HST.

A parceria entre a Superintendência de Esportes e Lazer e o Banco de Sangue também acontece dentro da programação dos jogos estudantis. As escolas que levarem o maior número de pessoas para a mobilização ganharão pontos equivalentes a uma modalidade esportiva.

Durante reunião ordinária foram apresentados os planejamentos para o próximo ano

A Programação Anual de Saúde (PAS) para 2020 foi aprovada pelo Conselho Municipal de Saúde (Comsaúde) em reunião nesta terça-feira (26.03). Elaborado pela Superintendência de Planejamento e Apoio à Gestão, o documento define serviços e ações que serão realizados no próximo ano e que constarão no orçamento da Secretaria de Saúde. Para o próximo ano estão previstas, entre outras coisas, a reforma da Escola Municipal de Águas Lindas, onde passará a funcionar a UBS de Águas Lindas e a implantação das UBSs Bingen e Corrêas.    

As ações mapeadas para a Programação Anual de Saúde atendem as metas definidas pelo Plano Municipal de Saúde, com vigência de 2018 a 2021. A medida visa programar as ações prioritárias em saúde ou implantação de serviços no intervalo de quatro anos. A Secretaria de Saúde está cumprindo as ações mapeadas, como por exemplo, para 2018 foram concretizadas a implantação do Programa de Saúde do homem; das 10 salas de curativos nas UBS; criação do Polo Assistência Farmacêutica de Corrêas; do aplicativo SUS Petrópolis; habilitação do Centro de Atendimento Psicossocial de Itaipava (Caps), para receber recursos do Ministério da Saúde; e implementação do serviço castração de felinos e caninos;

Para a Secretaria de Saúde o resultado da reunião foi positivo no sentido de mostrar que o setor está seguindo pelo caminho certo na realização de ações que promovam a saúde e previnam doenças.  A aprovação da PAS contribui para o desenvolvimento de ações de forma planejada e estratégica. A Saude mantém metas pontuais, para serem concretizadas em 2020 e ações que são previstas para serem realizadas ao longo dos quatro anos de planejamento.

Instituição mantém parceria com a prefeitura no atendimento de 160 alunos de 1 a 4 anos

Uma festa com direito a bolo comemorou os 79 anos da Creche São José do Itamarati. A unidade educacional mantém parceria com a Secretaria de Educação e atende 160 crianças na educação infantil – de 1 até 4 anos. Uma missa, celebrada pelo bispo diocesano Dom Gregório Paixão também fez parte da programação especial.

A unidade recebeu do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente uma placa em agradecimento a instituição.

O bispo Dom Gregório Paixão também agradeceu o apoio da equipe responsável pela instituição. “Celebramos 79 anos de história dessa creche cujo trabalho atende com maestria ensinamentos importantes, como amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo. O amor não envelhece e a creche é um exemplo disso. Quantas pessoas que hoje já são avós passaram por esse lugar e hoje tem o prazer em ver que o trabalho tem continuidade. É uma comemoração. Devemos dar graças por um trabalho tão bonito”, afirmou.

A creche mantém parceria com a prefeitura e atende integralmente 160 crianças. O imóvel onde o atendimento ocorre passou por uma reforma nesse ano, com o apoio de empresários e da comunidade, além de pintura e novos móveis, o lugar ganhou uma biblioteca.

“Estamos realizando um trabalho muito gratificante com os alunos e comunidade escolar, implantamos novas diretrizes pedagógicas, ouvindo os profissionais, as crianças e os pais. É um trabalho que está rendendo bons frutos e temos orgulho disso”, afirma a coordenadora geral da Creche, Deise D’ávila.

Uma placa comemorativa também foi colocada na entrada da instituição. “É uma forma de mostrar o quanto somos gratos pelo trabalho realizado nesse lugar”, contou na ocasião, Denise Canal, diretora executiva da Congregação de Santa Catarina.

A prefeitura realiza o recadastramento dos beneficiários do Aluguel Social concedido pelo Governo do Estado. A atualização dos cadastros das 716 famílias inseridas no programa será feita entre os dias 1 e 16 de abril, com atendimentos divididos por áreas, em duas etapas. Na primeira etapa, os agentes da Secretaria de Assistência Social atenderão os moradores de Itaipava e arredores e na segunda, os do 1º e 2º distritos. Os usuários do benefício que não efetuarem o recadastramento terão o repasse do recurso para o pagamento do aluguel suspensos.

Entre os dias 1 e 5 de abril, os moradores de Itaipava e arredores devem comparecer no Cento de Cidadania de Itaipava, na Estrada União e Indústria – 1846 para atualizar os dados e continuar recebendo o benefício. Essa primeira etapa abrangerá os registros dos moradores da Posse, Pedro do Rio, Araras, Secretário e arredores. A segunda etapa será para os moradores dos 1º e 2º distritos, entre os dias 8 e 16 de abril, na Secretaria de Assistência Social, localizada no Centro Administrativo da Prefeitura, na Estrada União e Indústria, 2846. Os atendimentos nos dois postos ocorrerão das 9h às 16h.

O programa do Aluguel Social do Estado é voltado para pessoas perderam ou tiveram suas casas interditadas por conta de desastres com as chuvas nos anos de 2011 e 2013. Para realizar o recadastramento devem ser apresentados os documentos originais e cópias, do titular do benefício, cônjuge e dos dependentes que residem no imóvel. Serão necessários Identidade, CPF, NIS, certidões de nascimento ou casamento, carteira de trabalho, contracheque ou comprovante de renda, laudo de interdição do imóvel, comprovante de residência ou contrato de locação do imóvel, com firma reconhecida, em nome do titular ou do companheiro.

Os dados atualizados serão encaminhados no dia 30 de abril para o Governo do Estado, que realiza o recadastramento dos beneficiários anualmente. Os dados são passarão por avaliação, que atestará a necessidade de continuidade de repasse do recurso. Mensalmente os moradores cadastrados recebem o valor de R$ 500 como auxílio no pagamento do aluguel do imóvel onde residem.

O programa Mais Asfalto realizou a manutenção viária em ruas da Mosela, Duarte da Silveira e Nogueira nesta quarta-feira (27.03). Foram usadas cerca de 25 toneladas de asfalto nesses bairros. O serviço melhora o itinerário usado por nove linhas de ônibus que atendem os moradores desses locais, totalizando 178 viagens diariamente.

Na Mosela, o Bataillard recebeu manutenção viária, melhorando as condições para as linhas 106 e 134, com 59 viagens por dia. Também foi feita manutenção viária na Alberto de Oliveira e ainda na Rua Stephan Zweig, no Duarte da Silveira, que recebem quatro linhas de ônibus e 61 viagens diárias.

Em Nogueira, o trabalho ocorreu na Rua Rodolpho Bruno, por onde passam os ônibus das linhas 603 e 604, além da noturna 698. Elas somam 58 viagens por dia.

Desde o início do ano, já foram atendidas com manutenção viária ruas de Alto da Serra, Araras, Bairro Esperança (Provisória), Bingen, Carangola, Castelânea, Caxambu, Centro, Chácara Flora, Corrêas, Duarte da Silveira, Estrada da Saudade, Independência, Itaipava, Meio da Serra, Morin, Mosela, Nogueira, Quarteirão Brasileiro, Quitandinha, Retiro, Samambaia, Santa Mônica, Sargento Boening, Siméria, Valparaíso e Vila Felipe.

A programação dos próximos dias prevê o serviço para Moinho Preto, Bela Vista, Nogueira, Corrêas, Siméria e Castelânea.

Mais de 300 pessoas já passaram pela mostra

“Eu comecei a pintar quando minha esposa adoeceu. Parei de trabalhar para cuidar dela e por incentivo da minha filha entrei para os mundos dos pincéis sem nunca ter feito nada artesanal na vida”, conta o artista plástico Eugênio Fernandes, que está com a exposição “Visões”, na Galeria Peter Brian Medawar, no Parque Municipal, em Itaipava. Mais de 300 pessoas já passaram pela galeria e a mostra vai até domingo (31.03). A entrada é gratuita.

Dos 19 quadros que compõem a exposição, 12 pinturas já foram premiadas, além de mais de 10 medalhas, sendo uma de prata no 3º Salão de Artes Plásticas da Associação Brasileira de Desenho e Artes Visuais com o quadro “O Palhaço”.  As obras são feitas com a técnica de acrílico sobre tela, que mostram paisagens e a forma como o autor enxerga o mundo.

Segundo o artista, um dos destaques da exposição, é o quadro feito em três dimensões com a imagem de uma sentinela engatinhando. “Fiquei muito feliz com a minha exposição aqui na galeria. Muitos visitantes passaram por aqui e pessoas interessadas em arte mesmo. Hoje eu vivo da venda dos meus quadros e ter a oportunidade de mostra-los aqui é muito bom para mim”, contou Eugênio, que é autodidata.

A mostra fica até o dia 31 de março na Galeria Peter Brian Medawar, que fica na Estrada União e Indústria, 10.000. O horário de visitação é de segunda-feira a domingo, das 9h às 17h.

Programa pioneiro em Petrópolis acontece nas salas de aulas das redes municipal, estadual e particular

Inédito no país e premiado nacionalmente, o Defesa Civil nas Escolas será apresentado no Encontro Regional de Defesa Civil Serrana, que será realizado nesta quinta-feira (28.03) em Teresópolis. Representantes de 20 municípios – todos que fazem parte da Coordenadoria Regional de Defesa Civil da Região – trocam experiências e apresentam ferramentas de apoio que ajudam os gestores das cidades nos momentos de crise ou de grandes ocorrências. A prática pioneira em Petrópolis com os estudantes será um dos destaques do encontro entre os profissionais.

A programação do encontro oferece o debate sobre a importância da articulação entre os municípios; apresentam as boas práticas efetuadas pelas cidades; pontos de observação ou melhorias implementadas no município; indicações sobre o que pode ser feito para fortalecer o Sistema de Proteção e Defesa Civil. O programa genuinamente petropolitano é a principal aposta do governo municipal na prevenção dos desastres de origem natural.

A política pública insere os temas Defesa Civil e Educação Ambiental no ambiente escolar, oferecendo a oportunidade das crianças e adolescentes desenvolverem a cultura de prevenção aos desastres de origem natural e de percepção de riscos. No ano passado – primeiro ano da política pública - foram realizadas 170 atividades dentro do Defesa Civil nas Escolas, com a participação de 103 colégios da rede, oito particulares e um estadual.

Neste ano, o Defesa Civil nas Escolas foi ampliado para as escolas da rede pública e privada que contam com educação infantil. Outra novidade é a inclusão do bem-estar animal como tema de discussão em sala de aula. Apesar de estar em prática há pouco tempo, o programa já rendeu um prêmio para a prefeitura. O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) vai entregar um pluviômetro semiautomático e um kit educativo para serem usados dentro da política pública.

O trabalho de prevenção desenvolvido pela Defesa Civil será o tema da palestra ministrada este mês para os idosos e pensionistas do Instituto de Previdência e Assistência Social do Servidor Público de Petrópolis (Inpas). O encontro está marcado para às 10h da próxima sexta-feira (29.03), no auditório do Inpas, localizado no Edifício Cinda. O palestrante é o secretário de Defesa Civil e ações voluntárias, o coronel Paulo Renato Vaz.

O foco da palestra será o Defesa Civil nas Escolas. Inédito no país, o programa atende toda rede municipal de ensino, além de escolas particulares e estaduais que desejam aderir a proposta de maneira voluntária. Para os inativos do Inpas, será a oportunidade de conhecer como o programa funciona efetivamente, reforçando a iniciativa para seus familiares.

Com 234 áreas de risco alto ou muito alto, a política pública é mais uma ação da prefeitura de prevenção aos desastres de origem natural. A iniciativa reforça todas as ações que trabalham a importância da percepção de riscos não só no ambiente escolar, mas também na comunidade. A expectativa é que cerca de 50 pessoas entre aposentados e pensionistas estejam presentes na palestra.

Notícias por data

« Março 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP