A quinta-feira (05.12) foi animada para os alunos da EM Paulo Freire: eles tiveram a oportunidade de participar de atividades adaptadas no Sesc Nogueira com um auxilio especial das jogadoras da equipe feminina do time de vôlei do Sesc RJ. Os principais passes do vôlei foram algumas das atividades realizadas com as crianças e jovens com deficiência.

A ação foi realizada pelo Sesc, contou com a participação de algumas jogadoras do time e teve como objetivo incentivar a prática de atividades físicas e esportivas entre os jovens. “É aprendizado para a gente também. A inclusão está em tudo, principalmente no esporte. Eles fazem de tudo, se esforçam e mostram que possuem muitas habilidades. Foi um prazer participar desse dia com esses jovens tão dedicados e esforçados”, contou o técnico do time, Bernardinho - um dos destaques da história do voleibol, com mais de 30 títulos importantes dirigindo as seleções brasileiras feminina e masculina.

“Eles ficaram muito animados, adoram participar de atividades diferentes, fora da escola. Para eles não há limitação, eles se empenham e participam de tudo. Muitos ficaram emocionados. Foi um dia inesquecível”, contou a diretora da EM Paulo Freire, Ana Lúcia Rocha.

A EM Paulo Freire atende 146 alunos, grande parte com deficiência, matriculados até o 5º ano do ensino fundamental.

 

Implantado há menos de dois meses, o programa Feliz Visão já reduziu mais da metade a fila de cirurgias de catarata em Petrópolis. O programa municipal vem ofertando os procedimentos em uma parceria da Secretaria de Saúde com o Hospital de Olhos Dr. Tannure e o Governo do Estado. Nesta quinta-feira (05.12), mais 80 pacientes estiveram na unidade hospitalar para fazer os exames pré-operatórios. O prefeito Bernardo Rossi esteve no local e conferiu o atendimento.

A fila, que em outubro tinha cerca 900 pacientes a espera de avaliação, hoje possui pouco mais de 370 pessoas. O programa foi lançado pelo prefeito em 15 de outubro, e encaminha o paciente desde a primeira consulta de avaliação de indicação da cirurgia, passando por exames, pela cirurgia em si e ainda o atendimento pós-operatório.  O Hospital dos Olhos Dr. Tannure é referência em cirurgias oftalmológicas na região.

Além disso, Petrópolis agora é responsável pela Central Estadual de Regulação para pacientes oftalmológicos, regulando os atendimentos de 25 municípios, qualificando o fluxo e se tornando referência em atendimento para toda Região Serrana e Centro Sul.

Serão plantadas 1.600 mudas em um terreno no Vale do Cuiabá no dia 14 de dezembro

O maior plantio coletivo de árvores da Região Serrana. O Desafio Mais Mata Atlântica, promovido pela prefeitura em parceria com o Instituto da Criança, viação Cidade das Hortênsias e o Projeto Água, será realizado no dia 14 de dezembro, das 9h às 13h, na Estrada Nova Esperança, que fica no Vale do Cuiabá. A meta é colocar 1.600 mudas em um espaço de 10 mil metros quadrados. Participam da ação equipes da Secretaria de Meio Ambiente, Comdep, Associação de Moradores da região e mais 80 voluntários. Com essa iniciativa, o governo municipal vai conseguir ultrapassar a marca de dez mil novas árvores plantadas em três anos de gestão.

O terreno reflorestado será um espaço que foi usado para abrigar os sobreviventes da tragédia de 2011. A ação está baseada em um plano de recuperação ambiental criado pelo engenheiro florestal Flávio Bandeira, que integra o corpo técnico da Secretaria de Meio Ambiente. “Vamos respeitar tudo que está escrito nesse plano, como o tipo de árvore que vai ser colocado e o espaçamento necessário entre elas”, explica o responsável pelo setor de educação ambiental, Anderson Campos.

A Secretaria de Meio Ambiente também garantiu que fará o acompanhamento dessas árvores após o plantio, respeitando o que for indicado pelos técnicos da pasta. Neste sentido, o Instituto da Criança e os moradores da região também irão auxiliar.   

Com essa iniciativa, o Meio Ambiente vai conseguir ultrapassar a marca de dez mil novas árvores plantadas em três anos de gestão. Grande parte deste trabalho envolve os alunos da rede municipal. Em parceria com o projeto Água, são 3.400 mudas colocadas com a participação dos estudantes. A pasta também já fez a doação de mudas para associações de moradores que fazem o reflorestamento de áreas afetadas por queimadas, por exemplo. São 560 plantadas com esse objetivo.

O plantio coletivo é mais uma ação do projeto Inteligência Ambiental (IA) do setor de educação ambiental, criado pela Secretaria de Meio Ambiente em 2017 com o objetivo de conscientizar a população da importância da preservação ambiental. Em dois anos, o IA envolveu mais de 3 mil alunos em atividades de educação ambiental variadas, como apresentação de eco filmes informativos, caminhadas ecológicas e palestras.

 

Sexta, 06 Dezembro 2019 13:51

UBS Itaipava já atende no terceiro turno

Dando continuidade à estratégia de ampliação da oferta de consultas e procedimentos na rede municipal, a Unidade Básica de Saúde (UBS) de Itaipava agora também funciona no terceiro turno, oferecendo atendimento até às 20h, de segunda à sexta-feira. Já são oito unidades com horário ampliando, entre Unidades Básicas de Saúde e Postos de Saúde da Família (PSFs), além do Centro de Especialidades Odontológicas de Corrêas. Na noite desta terça-feira (03.12) o prefeito esteve na unidade acompanhando o trabalho.

Ao ampliar o horário de atendimento na rede básica de saúde, a prefeitura vem ofertando mais consultas e procedimentos para a população. Com a reativação do terceiro turno da UBS Itaipava, a capacidade de oferta de consultas e procedimentos aumentou em 50%. A abertura dessas unidades até às 20h também beneficia àqueles que trabalham no horário comercial e que não precisam mais faltar ao serviço para cuidar da saúde.

O pequeno Bernardo, de 7 anos, está fazendo todo o tratamento odontológico na UBS de Itaipava. “Meu filho está fazendo o tratamento dentário aqui e está sendo muito bem atendido. A UBS aqui ajuda muito, pois quem mora na região não precisa ir até o Hospital Alcides Carneiro para ser atendido. E não é só por mim, mas outras pessoas que não podem faltar ao trabalho agora poderão vir à noite”, disse Bárbara Ribeiro.

A UBS Itaipava oferece atendimento com médico clínico, atendimento com equipe de enfermagem, sala de procedimentos para aferição de glicose e pressão, sala para curativos e vacinação (que em breve também estará sendo oferecida no terceiro turno). Além disso, a unidade possui equipe de Serviço de Atendimento Domiciliar (SAD) que vai até a casa dos pacientes acamados para prestar atendimentos.

As unidades que já funcionam das 8h às 20h são a UBS Itaipava; UBS Retiro; UBS Quitandinha; UBS Itamarati; UBS Mosela; UBS Pedro do Rio; Centro de Saúde Coletiva e PSF Alto da Serra (Programa Saúde na Hora, com funcionamento também aos sábados, até às 12h). O Centro de Especialidades Odontológicas de Corrêas, o PSF Amazonas e o do São Sebastião, já oferecem tratamento odontológico no terceiro turno.

Projeto de lei será publicado no Diário Oficial

O prefeito sancionou o projeto de lei que prevê a obrigatoriedade da inclusão de alimentos orgânicos ou de base agroecológica na alimentação escolar. A implantação da lei será feita de forma gradativa, de acordo com o Plano de Introdução Progressiva de Alimentos Orgânicos ou de Base Agroecológica que será organizado pelo poder público com auxílio da sociedade civil. O plano definirá estratégias e metas progressivas até que em todas as unidades escolares sejam fornecidos alimentos orgânicos – o documento deverá ser organizado em até 90 dias e a lei será regulamentada em até 180 dias, a partir da apresentação do plano.

A compra será feita por meio Chamada Pública. Ainda de acordo com o projeto, poderão ser adquiridos alimentos de agricultores familiares em processo de transição agroecológica - processo gradual de mudança de práticas e de manejo - desde que situados em Petrópolis. Também poderão ser adotados preços diferenciados - até 30% a mais em relação ao produto similar convencional.

A implantação da lei será feita de forma gradativa, de acordo com o Plano de Introdução Progressiva de Alimentos Orgânicos ou de Base Agroecológica – o plano deverá organizado em até 90 dias por uma comissão intersetorial composta pelas Secretarias de Educação, Meio Ambiente e Departamento de Agricultura. O plano também será submetido a consulta pública apresentado no Conselho de Alimentação Escolar, Conselho Municipal de Educação, Conselho do Fundeb e ao Conselho Municipal de Meio Ambiente.

Ação do Plano Verão 2020 tem o objetivo de reforçar a importância do sistema de sirenes

Os agentes da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias visitaram os pontos de apoio do Siméria (E.M. Rosalina Nicolay) e da 24 de Maio (E.M. Augusto Meschick) nesta quinta-feira (05.12). Além de verificarem as condições de cada prédio – que servem de abrigo em casos de fortes chuvas – também foram entregues cerca de 200 cartilhas de prevenção aos desastres de origem natural para moradores e comerciantes dessas localidades. Até o dia 18 de dezembro, a Defesa Civil irá vistoriar todos os 15 pontos de apoio existentes no município.

Pela manhã, no Siméria, os agentes verificaram as condições da placa do ponto de apoio e fixaram cartazes do programa SOS Chuvas na escola e no comércio próximo. Na sequência, houve a distribuição das cartilhas de prevenção aos desastres de origem natural. O mesmo trabalho foi realizado à tarde, na Rua 24 de Maio. 

Esse calendário de operações nos bairros da Defesa Civil integra as ações de prevenção do Plano Verão 2020 e reforça a importância do Sistema de Alerta e Alarme. Também é uma maneira de preparar os pontos de apoio para estarem abertos na estação mais crítica do ano. “O mais importante é estarmos alinhados com a Defesa Civil caso seja necessário abrir a escola”, destacou a diretora da E.M. Rosalina Nicolay, Rose Narciso Viana Ferreira.

Petrópolis conta com 20 conjuntos de sirenes do Sistema de Alerta e Alarme em 12 comunidades: Gentio, Buraco do Sapo, 24 de Maio, Alto da Serra, Bingen, Dr. Thouzet, Independência, Quitandinha, São Sebastião, Sargento Boening, Siméria e Vila Felipe. São 15 pontos de apoio, que são locais seguros para os moradores permanecerem caso os índices de chuva estejam alarmantes. O calendário de operações da Defesa Civil será realizado em todos estes locais.

A próxima ação do calendário acontece na terça-feira (10.12), na E.M. Stefan Zweig, no Quitandinha. No mesmo dia, às 14h, será a vez da visita na E.M. Marcelo Alencar, no Espírito Santo.

 

Nesta quinta-feira (05.12) alunos de 4 escolas da rede municipal de ensino, além de profissionais da educação participaram no Palácio de Cristal, da formatura da segunda turma de mediadores escolares de Petrópolis. O evento é uma iniciativa do Programa Municipal de Pacificação Restaurativa Petrópolis da Paz, em parceria com a Secretaria de Educação, desde 2017, após uma iniciativa do prefeito, através da Lei n° 7.532.

Os alunos da rede, docentes, profissionais, responsáveis, representantes das comunidades e voluntários, estiveram durante todo o ano letivo, envolvidos em atividades que promovem a paz social e a inclusão, através do curso de Introdução a Mediação Escolar. Os grupos trabalharam em sala de aula questões como empatia, resiliência, habilidade sócio emocional, desenvolvimento pessoal e relacional, entre outros. Participaram do curso estudantes do 6º ano, com idades entre 12 e 13 anos, das escolas EM Liceu Carlos Chagas, EM Amélia Antunes Rabello e EM Governador Marcelo Alencar e EM Germano Valente.

Segundo o aluno e formando da EM Amélia Antunes, Ruan de Frazão dos Reis, a mediação mudou sua vida. “As atividades mudaram o meu bem-estar, com as pessoas, aprendi a ter mais respeito com o outro, com o jeito, espaço do outro. Em casa mesmo eu já fiz uma mediação com meus familiares e deu super certo. Isso tudo com o que eu aprendi com o Petrópolis da Paz”, frisou o jovem de apenas 12 anos.

“É muito gratificante ver o resultado dentro da sala de aula. Toda a relação de convívio deles diferenciada. Aprenderam a importância da fala e da escuta entre outras coisas. Plantei e quero continuar plantando a sementinha da paz”, contou a professora do CEI Abefi, Ana Claudia Ramos Alves de Mello, que também se formou em mediação escolar.

De acordo com a coordenadora do Petrópolis da Paz, Elsie-Ellen Carvalho, a segunda formação dos mediadores é um marco para o município. “As crianças já entendem a importância do diálogo, empatia e disseminação de paz e vários ambientes. O programa está fazendo a diferença na vida desses jovens”, disse a coordenadora. “A intenção do trabalho é que as pessoas tenham acesso à cultura de paz. Entendemos que a prática ao longo dos anos, irá se espalhar e difundir nos espaços melhorando a qualidade do convívio de todos”, completou a pedagoga e psicóloga e responsável pelo Departamento da Mediação Escolar, Vanessa Siqueira.

O chef petropolitano Dann Mattos foi o vencedor do Prêmio Nacional do Turismo, na categoria Produção Associada ao Turismo, entregue nesta quarta-feira (05.12) em Belo Horizonte - MG.Realizado pelo Ministério do Turismo, Dann foi escolhido pelo trabalho realizado em Secretário, explorando o máximo de sabor dos produtos da região para a criação dos seus pratos e ainda promovendo um passeio turístico para que os clientes conheçam pessoalmente sítios de pequenos produtores locais, um passeio histórico cultural e gastronômico pelo distrito.

            “Estar entre os três finalistas já foi uma vitória e tanto, nosso projeto é recente. Agora, ouvir que estávamos em primeiro? Não consegui segurar a emoção. Mas senti que não estava ali só representando um projeto, eu estava representando duas comunidades que eu amo -Secretário e Sebollas, representando os produtores, representando o Turismo Rural”, destaca o chef, que colhe os frutos da dedicação ao longo de dois anos, desde que inaugurou o restaurante Le Coq Bar & Bistrô.

“Tenho orgulho de poder representar o povo do campo, tenho orgulho de ser do campo, tenho orgulho de poder usar a gastronomia para contribuir para mudar a realidade da comunidade rural”, completa.

Tudo começou quando o chef Dann Mattos criava receitas para o seu restaurante usando produtos locais. Quanto mais explorava a região e conhecia os produtores, mais necessidade sentia de espalhar as qualidades locais. Por isso iniciou um processo para catalogar os produtos e suas origens. Isso o colocou a conhecer caminhos históricos, ruínas e suas narrativas, e o envolvimento trouxe a curiosidade de estudar a história do local, descobrindo um verdadeiro tesouro que poderia ser utilizado em prol do turismo. Entusiasta, Dann criou um passeio turístico para levar os clientes e visitantes a conhecerem sítios de pequenos produtores locais de queijos, geleias e doces, alambique de cachaça e uma vinícola, a primeira do Rio de Janeiro a produzir vinhos finos, além de passear pela Estrada Real.

O prêmio teve por objetivo identificar, reconhecer e premiar iniciativas de destaque do turismo e profissionais que tenham inovado ou trabalhado de forma proativa para o desenvolvimento do turismo no país. A categoria Produção Associada ao Turismo está vinculada a atividades artesanais, industriais, artísticas, gastronômicas ou de agropecuária que detenha atributos naturais e/ou culturais de uma determinada localidade ou região, capazes de agregar valor ao produto turístico. São as riquezas, os valores e os sabores brasileiros. É o design, o estilismo, a tecnologia: o moderno e o tradicional.

Atividades foram desenvolvidas nas escolas e CEIs da rede Municipal

"Existe uma história do povo negro sem o Brasil. Mas, não existe uma história do Brasil sem o povo negro". A frase, de Januário Garcia, estampa um dos cartazes que fazem parte da exposição em homenagem ao Dia da Consciência Negra – celebrado em 20 de novembro – que está disposta no hall de entrada da Secretaria de Educação. A mostra revela alguns trabalhos realizados nas escolas e Centros de Educação Infantil da rede sobre o tema.

A mostra pode ser visitada gratuitamente. A secretaria de Educação funciona de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 18h30 e fica no prédio Frei Memória – Avenida Imperatriz, nº 193.

A Galeria Van Dijk e o Espaço Alternativo do Centro de Cultura Raul de Leoni abrem nesta sexta-feira (06.12) a exposição “Nossos Trabalhos”, que apresenta obras produzidas durante o Curso de Desenho e Pintura e também o Atelier Aberto - dois projetos gratuitos que acontecem no Centro de Cultura Raul de Leoni. Os diversos estilos e técnicas artísticas poderão ser apreciadas pelo público até o dia 31 de dezembro, com entrada  gratuita.

A mostra conta com obras dos artistas: Beth Ferraz, Carlos R. Sardinha, Cineia Wendling, Érica Rattes, Francisco Esteves, Gardênia Lago, Ivana Rowena, Lizette Chauffaille, Margareth Mattos, Munawwar Salim, Paulo Campinho, Pedro Vizzini, Regina Kronemberger, Rose Lima, Shirley Renaut, Silvino Ornellas, Vera Campeão e Léa Simas

A primeira turma do Curso de Desenhos começou em junho e termina este mês, com aulas gratuitas. Uma nova turma será formada para o próximo ano. O objetivo é possibilitar a orientação individualizada de cada aluno, para que cada um possa desenvolver suas potencialidades, sendo acompanhados por um orientador. Já o Atelier Aberto também passou a funcionar no mesmo mês, com um espaço no qual artistas plásticos de todas as tendências estéticas e formações podem usar a Sala Etiènne Demonte para a criação de suas obras.

O Centro de Cultura Raul de Leoni fica na Praça Visconde de Mauá, 305, Centro e a visitação das exposições é de segunda a sexta, das 10h às 17h e sábados, das 13 às 17h.

Serviço:

“Nossos Trabalhos”
De 06 a 31 de dezembro
De segunda a sexta, das 10h às 17 h e sábados, das 13 às 17h.
Entrada Gratuita

 

A equipe que representa o bairro Siméria joga em casa diante do Chapa 4
No primeiro jogo, melhor para o time da região do Valparaíso que venceu por 2 a 1

 A final da categoria sub-9 da Copa das Comunidades acontece no próximo domingo (08.12). A partida será às 10h na quadra do Siméria, que joga em casa diante dos meninos que representam o Chapa 4. No primeiro jogo da decisão, quem levou a melhor foi o time da região do Valparaíso, vencendo por 2 a 1. Para conquistar a competição, a criançada do Siméria precisa conseguir a vitória, caso contrário, o título vai para o Chapa 4.

A Copa das Comunidades conta com o apoio da prefeitura desde o ano passado, através da Superintendência de Esportes e Lazer. Também neste ano, entre os adultos, o título ficou com a equipe do Bairro da Glória. Ao todo, participaram 13 equipes e mais de 150 atletas. 

As próximas categorias em disputa serão o sub-11 e 15, que têm previsão de começarem em janeiro. Os responsáveis pelos projetos sociais interessados em participar podem entrar em contato pelo telefone: (24) 9.7402-7107 e garantir sua vaga. “A ideia é integrar os projetos sociais, além de retirar os jovens das ruas, mantendo nossas crianças e adolescentes longe das drogas e da criminalidade”, explica Fabian.

Mais de 500 jovens envolvidos na Copa das Comunidades no ano passado

Em 2018, mais de 500 jovens participaram da competição nas categorias sub-11, 13 e 15. Foram realizadas 120 partidas em cerca de 100 horas de atividades nos bairros da cidade. No 11, o título ficou com a equipe do Montese. Já no sub-13, o time que representou o Taquara faturou o troféu. No 15, os meninos do Vila Unida levaram a melhor.

Banner INFOS ATUAIS2

Notícias por data

« Dezembro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31          

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo