Falta pouco para a Cidade Imperial se transformar em um mundo mágico de Natal com uma das festas mais aguardadas de Petrópolis. Além de toda a iluminação e decoração que invadem o Centro Histórico e todos os distritos com o Natal Imperial 2019, o público vai poder contar também com uma extensa programação cultural que vai desde atrações musicais e de teatro a desfiles temáticos em plena Rua do Imperador. O principal palco das apresentações será o Palácio de Cristal, que também se transforma na Casa do Papai Noel, com atividades para toda a família.

São 60 dias de festa, com abertura já na próxima semana, quinta-feira, dia 14 de novembro, às 19h, com concerto no Palácio e acendimento das luzes. E toda a programação dura até 12 de janeiro. Outro destaque acontece no feriado de Proclamação da República, no dia seguinte (15), com o show do padre Fábio de Melo no Parque Municipal, em Itaipava. A entrada é gratuita. Ao longo de todo o evento, serão apresentações de corais, bandas marciais, grupos e artistas como Tribo de Gonzaga, Trio Dubrá, Carol Coutas, além recreação infantil, contação de história, entre outras atividades.

Na abertura, o público vai poder contar com apresentações do Coral de Sinos e o Coral Jovem do IPAE, o Vocal Somos Um e a orquestra Compasso Jazz Band. A entrada é gratuita no Palácio não só na abertura, como durante toda a festa. Os jardins vão receber a Casa do Papai Noel e barracas de gastronomia e no interior do atrativo acontecem os shows. As apresentações também serão realizadas na Praça da Liberdade, que no período se transforma na Vila Imperial.

Vale lembrar que a Casa do Papai Noel vai funcionar de segunda a sexta-feira, das 17h às 20h, e sábados e domingos das 11h às 14h e das 17 às 20h. Nos dias 23,24 e 25 de dezembro o funcionamento será com horário de fim de semana. Já as barracas de gastronomia funcionam de segunda à quinta-feira, das 14h às 22h, sexta das 14h à meia noite e sábados e domingos das 11h à meia noite (a partir do dia 1º de dezembro até o fim do mês).

As Paradas Iluminadas acontecem nos dias 08, 15 e 22 de dezembro, na Rua do Imperador, às 20h.

Desde o início do programa Prefeitura Presente, em meados de outubro, já foram realizadas 129 ações para melhorar as condições de 98 ruas em 29 bairros de Petrópolis. Nesta sexta-feira (08.11), o programa atuou com aplicação de asfalto em ruas de Nogueira, Morin, Corrêas e Itamarati.

O serviço ocorreu nesta sexta em Águas Lindas e Promenade (Nogueira), Rua Bela Vista e Eugenia Muniz Constâncio (Morin), Carvalho Junior (Corrêas), João de Farias e João Barcellos (Itamarati).

Além do tapa-buraco, outros serviços de limpeza, iluminação pública, pintura de meio-fio e sinalização de vias serão reforçados nas comunidades de Petrópolis. A meta é chegar a 150 homens trabalhando nos bairros, somando ao que já é feito diariamente pela Comdep, além das secretarias de Obras e de Serviços e CPTrans.

A Comdep fez remoção de entulho em ruas de Castelânea, Sargento Boening, Chácara Flora, Vila Felipe, Meio da Serra, Valparaíso, Bingen, Duarte da Silveira, Capela, Centro, Gentil e Vila Rica.

A capina ocorreu em Sargento Boening, Quarteirão Brasileiro, Quarteirão Ingelheim, Morin, Bingen, Valparaíso, Quitandinha, São Sebastião, Nogueira, Mosela, Retiro, Floresta, Cascatinha e Centro.

A manutenção de iluminação pública ocorreu em Valparaíso, Centro, Quissamã, Bingen e Mosela.

Quatro turmas do 6º ao 9º ano da Escola Paroquial Nossa Senhora da Glória, no Morin, apresentaram as atividades desenvolvidas para o programa Defesa Civil nas Escolas nesta sexta-feira (08.11) para os agentes da secretaria. Os estudantes fizeram cartazes com dicas de prevenção das principais ameaças de verão e uma exibição musical. Dois alunos, eleitos pelos colegas "agentes da Defesa Civil" no colégio, apresentaram um estudo sobre as causas dos deslizamentos de terra. A unidade escolar realizou no primeiro semestre 14 atividades para o programa, com a participação de todos os 480 alunos.

 O desmatamento de encostas e as ocupações irregulares são considerados fatores de grande risco para as quedas de barreiras, como explicou o trabalho da aluna Alana Escossia Castilho de Souza, do sexto ano. "Os professores sempre conversam com a gente dentro da sala de aula sobre esses assuntos. Acho importante aprender sobre isso, já que são coisas que sempre acontecem na nossa cidade", disse.

Professora da escola, Solange Medeiros, destacou a mudança de atitude dos alunos com relação ao lixo na unidade. "Em pouco de tempo de trabalho, notamos que o pátio está ficando mais limpo no recreio, assim como o restante da escola. Em mais de 40 anos de magistério eu nunca havia visto um trabalho como esse, efetivo, que vai trazer resultados no futuro", afirmou.

Neste semestre, 105 escolas já produziram 254 atividades relacionadas às ameaças de verão.  As escolas têm prazo de até 30 de novembro para apresentarem suas atividades deste semestre. Nos primeiros cinco meses letivos do ano, foram mais de 20 mil alunos envolvidos em 631 atividades. Os trabalhos foram desenvolvidos em todas as 180 unidades da rede municipal, além de outras 30 particulares e outras duas estaduais.

Outra novidade é o Defesa Civil Jovem, que foi lançado no mês passado, como forma de entrar nas salas de aula do ensino médio através dos jovens. Pioneiro no país e referência no Estado do Rio de Janeiro em política pública de prevenção a desastres, o programa está alinhado à estratégia internacional de redução do risco de desastres das Organizações das Nações Unidas (ONU).

O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) vai entregar um pluviômetro semiautomático e um kit educativo para serem usados dentro da política pública.

Nova sede do Centro de Referência em Educação Inclusiva possui quadra poliesportiva

Atividade será incluída no atendimento do CREI

A prefeitura implementou mais uma novidade para os alunos da rede municipal que são atendidos no contraturno escolar no Centro de Referência em Educação Inclusiva João Pedro de Souza Rosa: aulas de tênis. A primeira aula experimental ocorreu na última quinta-feira (07.11) já na nova sede do CREI, na Rua Buenos Aires.

A aula de tênis foi realizada na quadra poliesportiva. Neste primeiro dia, participaram oito alunos. A intenção é de que as aulas continuem sendo realizadas durante as quintas-feiras. “A atividade está de acordo com a proposta do CREI que visa o desenvolvimento integral do aluno estimulando a autonomia e emancipação. Eles ficaram muito felizes, foi uma experiência maravilhosa”, afirmou a diretora do CREI, Claudia Mussel.

Vale salientar que na nova sede do CRE há, além da quadra poliesportiva, salas preparadas para o atendimento de todas as oficinas que são oferecidas para os alunos incluídos na modalidade de educação especial: braille, orientação e mobilidade, técnicas de baixa visão, psicomotricidade, apoio pedagógico, informática, música, teatro, capoeira, musicalização, oficina da palavra, estimulação precoce e ludicidade, cozinha laboral e horta e vida diária.

Atualmente, 191 alunos da rede municipal estão sendo atendidos no CREI, todos incluídos na modalidade de atendimento especial: são alunos com déficit de atenção, síndrome de down, autistas, cegos e etc.

A comunidade do Contorno, no Bairro Fazenda Inglesa, recebe neste sábado (09.11) uma Ação Social promovida pela Prefeitura de Petrópolis. Serão oferecidos gratuitamente vários serviços, como assistência jurídica, avaliação nutricional, emissão de documentos, cortes de cabelo, entre outros. A ação reúne diferentes secretarias municipais e parceiros.

Como forma de facilitar o acesso da população aos diversos serviços, a Prefeitura de Petrópolis vem realizando, ao longo do ano, ações sociais em diferentes bairros. Cada secretaria, ou parceiro participante, leva serviços aos moradores da região. A Secretaria de Assistência Social, por exemplo, vai explicar como aderir ao Cadastro Único (CadÚnico), porta de entrada para ter acesso a programas socioassistenciais. Já a Secretaria de Saúde, vai oferecer aos participantes medição de glicemia e aferição de pressão. O Detran, parceiro da ação, vai promover a emissão de documentos. Além dos serviços já citados, haverá espaço kids para a criançada.

A Ação Social será realizada das 9h às 14h na Aldeia da Criança, que fica na Rua Jorge José Joaquim e é voltada para toda a família.

Alunos da creche São José das Irmãs Oblatas de Nazaré visitaram, nesta sexta-feira (08.11), o Museu Casa Santos Dumont. O passeio é uma parceria do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), com a Turispetro e a Secretaria de Educação. Durante toda a semana, 533 crianças de sete instituições associadas ao CMDCA tiveram a oportunidade de conhecer vários pontos turísticos da cidade.

As crianças tiveram uma semana bem diferente, com uma programação cultural proporcionada por esta parceria. Os alunos visitaram além do Museu Casa Santos Dumont, os salões do Quitandinha; as pesquisas da Fiocruz, no Palácio Itaboraí; os jardins do Parque Cremerie e do Parque Municipal em Itaipava; e a Câmara dos Vereadores.

Entre as instituições participantes estão: Associação Filantrópica de Petrópolis; Comac; Associação Amigos da Mata; Aldeia da Criança Alegre Kinderdorf Rio; Casa São José Oblatas de Nazaré; Associação Espaço Educativo São Charbel e Associação da Creche São Francisco Assis.

“Nós fizemos um trabalho com os alunos em sala de aula antes do passeio aqui no Museu da Casa de Santos Dumont. Eles assistiram vídeos e participaram das atividades. A visitação é um crescimento, é rico culturalmente. Esta iniciativa do CMDCA foi muito importante para que os alunos trabalhassem o tema em aula e tivessem a prática aqui dentro do museu”, finalizou a diretora da Casa São José Oblatas de Nazaré, irmã Graziele da Silva.

SmartFree’s vai auxiliar o município no fortalecimento do conceito de Smart City

O destaque de Petrópolis no levantamento “Melhores cidades para se fazer negócios”, realizado pela empresa de consultoria Urban Systems, que identificou Petrópolis entre as 100 melhores cidades para se fazer negócios – colocação 91ª – única cidade da Região Serrana a aparecer no ranking final, além da colocação da cidade no Ranking ConnectedSmartCities que formalizou Petrópolis no 3º lugar no estado no conceito de cidade mais conectada, são alguns dos pontos que destacam o ecossistema de Inovação do município e, para fortalecer o conceito de Smart City, a cidade contará, futuramente, com a colaboração da SmartFree’s uma consultoria especializada em Cidades Inteligentes que prevê soluções tecnológicas para os municípios.

As ações do município para o fortalecimento do ecossistema de Inovação foram abordadas durante uma entrevista do secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini, para o apresentador e CEO da SmartFree’s e vice-presidente da Rede Brasileira de Cidades Inteligentes e Humanas, Carlos Frees, na última quinta-feira (07.11) em Brasília.

As ações de Petrópolis chamaram atenção da SmartFrees, que é formada por vários técnicos na área da tecnologia, que analisam os projetos e a funcionalidade de municípios com relação ao conceito de Smart City.

“Fiquei admirado com o Petrópolis, que vem reunindo uma série de condições parta fortalecer o sistema de cidade inteligente. O município tem uma vocação muito ampla, o que reúne uma condição desafiadora, mas deve se tornar uma cidade cada vez mais inteligente e sustentável ao longo dos processos, porque está investindo em várias ações importantes. Acredito que a cidade será referência e excelência nesse quesito. Nossa ideia é ajudar Petrópolis nesse processo. Vamos visitar a cidade e apresentar nossas ideias para evolução do conceito”, afirmou Carlos Frees.

Ainda de acordo com Carlos, Petrópolis está em alto nível de conhecimento com relação ao conceito de Inovação: “Nossa função é integrar as cidades e trabalhar com mais eficiência nesses processos. Estamos entrevistando várias pessoas e os dados das cidades que estão se destacando nesse conceito de Smart City. Todos os dados serão transformados em um livro com as ações para tornar as cidades inteligentes”.

Além das posições nos rankings “Melhores cidades para se fazer negócios” e “ConnectedSmartCities”, o município conquistou o 2º lugar no game Cidades Empreendedoras, do Sebrae que incentiva a implantação de políticas públicas voltadas para a melhora no ambiente empresarial.

Projetos de estimulo a cultura e conhecimento

Valorizar a vida e promover o desenvolvimento humano em prol da construção de uma cultura de paz. Este é o objetivo da Associação Brasil SGI (BSGI), responsável por promover exposições, intercâmbios com universidades e museus nas áreas da educação e cultura em todo o planeta. E, pensando justamente em trazer alguns dos projetos para Petrópolis, representantes da associação visitaram a cidade nesta sexta-feira (08.11) e apresentaram alguns programas praticados pela associação para o Instituto Municipal de Cultura e Esporte e para a Secretaria de Educação.

A história da Associação começou em 1930, quando o educador japonês, Tsunesaburo Makiguchi, fundou a Soka Kyoiku Gakkai – Sociedade Educacional para a Criação de Valores. Desde então, a associação vem realizando projetos gratuitos em várias cidades.Os encontros em Petrópolis foram intermediados pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

No IMCE, os representantes da BSGI apresentaram  a exposição “Sementes da Esperança: visões de sustentabilidade, passos rumo às mudanças”, que é formada por 39 painéis que retratam a conscientização sobre a importância da relação entre os seres humanos e a comunidade da vida, na superação de conflitos decorrentes de discriminações e de diferenças inter-raciais, visando uma sociedade global de “desenvolvimento sustentável”.

“Fomos muito bem recebidos e nosso intuito é o de trazer a exposição para o Centro de Cultura no próximo ano. Fortalecer a cultura da paz e mostrar as boas iniciativas é um objetivo nosso e queremos que Petrópolis receba essa exposição”, comentou Pedro Paulo Amaral, integrante do Conselho Consultivo da Associação.

Na Secretaria de Educação a Associação apresentou projetos gratuitos de estimulo ao conhecimento e leitura e a ideia é que, após apreciação da secretaria, esses projetos possam beneficiar alunos da rede. “A Associação já realiza ações em várias escolas e universidades e temos projetos interessantes como o projeto de Alfabetização em 40 horas para adultos”, completou Pedro Paulo.

Associação Brasil SGI

Valorizar cada vida de forma a promover o desenvolvimento humano em prol da construção de uma cultura de paz. Este é o objetivo primordial da Associação Brasil SGI (BSGI), desde a sua fundação. Para tanto, busca contribuir com ações conscientes que promovam o potencial humano, proporcionando a plenitude de cada indivíduo e abolindo qualquer tipo de discriminação.

Constituída em 1960 por Daisaku Ikeda, a entidade é a representante da organização não governamental SokaGakkai Internacional – SGI, em terras brasileiras. Com base em sua missão vêm promovendo exposições, intercâmbios com universidades e museus entre outras atividades nas áreas da educação e cultura.

Dedicação para representar bem a cidade e conquistar uma medalha para o município. A rotina de treinamentos do atleta petropolitano de bocha adaptada Roberto Saul Wigoda, o Betinho, está intensificada para a disputa do Campeonato Brasileiro da modalidade na categoria BC2, que será realizado entre os dias 13 e 17 de novembro em São Paulo. Ele conquistou uma vaga na principal competição do país após o atleta que ficou em terceiro lugar no torneio Regional Leste ter desistido de participar por problemas pessoais.

A equipe de Petrópolis de bocha adaptada realiza os treinamentos no Centro de Cultura Raul de Leoni todas as terças e quintas-feiras entre 14h e 17h, graças a parceira da Superintendência de Esportes e Lazer com a Associação Petropolitana dos Deficientes Físicos (APDEF). O trabalho de preparação está sendo intensificado por causa da participação do atleta no Campeonato Brasileiro. Betinho foi o primeiro atleta da modalidade em todo o país.

"O nosso trabalho está sendo desenvolvido para que o Betinho tenha as condições de disputar de igual para igual com os outros atletas. É uma oportunidade muito bacana, que fortalece o trabalho realizado pela Associação em Petrópolis", explica Marcelo Corrêa, treinador e coordenador técnico do time de Petrópolis, garantindo que a parceria com o governo municipal é fundamental para o desenvolvimento da modalidade em Petrópolis.

“A rotina de treinamentos faz toda a diferença na hora de disputar as principais competições do país. Foi o que aconteceu com o Felipinho, nosso atleta que no ano passado participou do Campeonato Brasileiro de bocha adaptada. Trabalhamos pelo desenvolvimento da modalidade e também para representar bem o nosso município”, disse Marcelo.

Desde o início da gestão, a prefeitura vem oferecendo mais espaços para os atletas com deficiência. No ano passado, aconteceu de maneira inédita a I Copa Imperial de futsal para surdos - em parceria com a Associação Petropolitana de Surdos (APES) - e o campeonato municipal de futsal para surdos.

Além disso, já foi realizada a capacitação gratuita para estudantes e professores de educação física que desejam trabalhar com pessoas com deficiência intelectual e um treinamento, também de graça, para árbitros de futebol e futsal. 

No calendário esportivo deste ano, estão previstos, mais uma vez, as competições de futsal e o Dia de Convivência, dentro da programação dos jogos estudantis.

Sobre a bocha adaptada

A bocha adaptada é um esporte que consiste no lançamento de bolas coloridas e vence o jogador que alcançar o maior número de bolas próximas à bola branca, que funciona como uma referência. São quatro categorias: BC1, BC2, BC3 e BC4, que são divididas de acordo com a limitação de cada atleta. A categoria de Betinho não permite nenhum auxiliar, apenas um suporte para as bolas.

Profissionais como psicólogos, assistentes sociais, médicos legistas e residentes em enfermagem obstétrica participaram nesta quinta-feira (07.11) da capacitação para atuarem na nova Sala Lilás, que está em fase de construção final, ao lado do Instituto Médico Legal (IML), no Hospital Alcides Carneiro.  Petrópolis terá em novembro a primeira Sala Lilás do interior do Rio de Janeiro e a terceira do país.

O objetivo treinamento é preparara equipe de profissionais oferecendo o atendimento de acolhimento de forma adequada as vítimas, e principalmente com uma escuta sensível e disponibilizando toda a rede de apoio que trabalha de forma integrada no município. A capacitação foi ministrada pela técnica da Gerência de Saúde da Mulher, da secretaria de Saúde da cidade do Rio de Janeiro, Márcia Soares Vieira, com a enfermeira Kelly Curitiba.

Durante o encontro, foram discutidos os tipos de violência, as linhas de cuidados que a equipe terá que ter no cotidiano com as vítimas, os procedimentos de atendimentos, metodologia e reflexão dos casos, entre outros. “A metodologia foi criada por nós, e é muito gratificante poder capacitar e ampliar o projeto. Um município que se estrutura para ter uma Sala Lilás mostra que tem um grande envolvimento com a temática e com o enfrentamento da violência”, frisou a técnica da Gerência de Saúde da Mulher da secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro, Márcia Soares Vieira.

“Ter uma Sala Lilás é muito importante para a cidade. Ter um lugar específico de atendimento, acolhimento dessa vítima funcionando 24 horas todos os dias. Esta pessoa não ficará desamparada, pois o espaço terá profissionais que farão as orientações e encaminharão para a rede de forma adequada”, contou a coordenadora do Programa da Saúde da Mulher, Luana Mello.

Segundo a enfermeira que participou da capacitação, Lorena Sabbadin, o curso foi muito produtivo. “É primordial que o local tenha uma equipe capacitada e preparada para este tipo de atendimento que é tão delicado. Precisamos ter sensibilidade na escuta e saber orientar para a rede de assistência”, contou.

Banner INFOS ATUAIS2

Notícias por data

« Novembro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30  

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo