Prefeito se reuniu nesta sexta-feira com moradores que ficaram desalojados e também autorizou a doação de kits de chuva, com cama e colchão, armário, geladeira e fogão

Seis famílias vítimas da chuva da última quarta-feira (30.10) no Vila Rica, em Pedro do Rio, serão incluídas no aluguel social. A informação foi prestada pelo prefeito, nesta sexta (01.11), para as 21 pessoas que ficaram desalojadas em virtude do temporal. O chefe do executivo também autorizou a doação de kits de chuva, com cama e colchão, armário, geladeira e fogão para os atingidos que perderam móveis. A entrega será feita pelas equipes da Secretaria de Assistência Social, que permanecem na Escola Municipalizada Santa Terezinha, ponto de apoio da Defesa Civil no bairro, atendendo a população.

Mais uma família está em análise de perfil e critérios que o aluguel social exige e também poderá ser incluída no programa caso seja aprovada. Três casas foram interditadas pelos técnicos da Defesa Civil no local. Os agentes e as assistentes sociais permanecem no ponto de apoio em um plantão de 24h, caso seja necessário mais algum atendimento.

O prefeito também vistoriou as ruas do Vila Rica após o trabalho de limpeza feito pela prefeitura. Foram mais de 60 toneladas de material, como lama, pneus, mato e resto de obras retirados da localidade. Para este serviço foram mobilizados mais de 70 homens da Comdep, Secretaria de Obras e de Segurança e Ordem Pública, além de duas retroescavadeiras e quatro caminhões.

Somente da galeria de águas pluviais foram retiradas mais de 32 toneladas de lixo, como resto de obras, pneus e lama. Foram 10 funcionários da Secretaria de Obras mobilizadas na ação.

Autuado e multado pela prefeitura, o responsável pela movimentação irregular de terra– um dos fatores que causou o entupimento da galeria - está fazendo a remoção do material que está em seu terreno. O proprietário recebeu uma autorização em 2017 para fazer uma obra de drenagem na área, mas o alvará expirou e não foi renovado. A licença não permitia movimentação de terra, ação que ele vinha executando, e por isso foi determinado o embargo.

A prefeitura está buscando junto com o governo do Estado a retomada da obra de enterramento da fiação da Rua do Imperador. O município e a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Obras intermediaram uma reunião entre a empresa responsável pelo serviço, a Engeluz, e a Enel, que vai operar a rede, para resolver detalhes técnicos para permitir que os trabalhos retornem ainda este ano.

Cerca de 90% do cabeamento de baixa e média já foram instalados. Além da fiação subterrânea que falta ser colocada, será feita a instalação das chaves de ligação de energia, transformadores, acionamento da rede e, por fim, a remoção postes e cabos aéreos.

A obra é possível graças a recursos de R$ 6,6 milhões obtidos pelo governo do Estado junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para o Programa de Desenvolvimento de Turismo (Prodetur). Ela é um complemento do que já foi feito do lado par da Rua do Imperador há 10 anos.

Desde o início do governo, a prefeitura tem atuado para que a obra seja realizada. No ano passado, por exemplo, o município fez a desobstrução de alguns dutos que ficaram desobstruídos por causa da paralisação da obra em pelo menos quatro locais: Travessa Prudente Aguiar, em frente à Padaria Petrópolis, próximo ao Obelisco e na altura da Farmácia Brasil.

Oito locais receberam aplicação de asfalto dentro do programa Prefeitura Presente nesta sexta-feira (01.11). O prefeito Bernardo Rossi acompanhou os trabalhos das equipes que atuaram em Corrêas, na Rua Vigário Corrêa (Hospital Alcides Carneiro). Além desse local, o trabalho também foi realizado no Morin, Amazonas, Estrada da Saudade, Caxambu, Alto da Serra, João Xavier e na Vargem dos Marmelos (Itaipava).

Até o momento, já foram realizadas 94 ações com 81 ruas atendidas com serviço de tapa-buraco em 26 bairros. 

"O asfalto é excelente. É uma demanda da população, que a prefeitura está atendendo em toda a cidade", disse a estudante Maria do Carmo Ferreira dos Santos, que mora em Corrêas há mais de 15 anos. "A gente fica satisfeito em saber que estamos sendo ouvidos e atendidos pela prefeitura", completa.

Entre os locais atendidos pelo Prefeitura Presente nesta sexta-feira (01.11) estão a Rua João Xavier (Duarte da Silveira), Vigário Correa (Corrêas), Rua Teresa (Alto da Serra), Vargem dos Marmelos (Itaipava), Estrada José Almeida Amado (Caxambu), Caminho da Ladeira (Est. Saudade), Rua Marciano Magalhães (Morin) e no Amazonas.

Além do tapa-buraco, outros serviços de limpeza, iluminação pública, pintura de meio-fio e sinalização de vias estão sendo reforçados nas comunidades de Petrópolis. A meta é chegar a 150 homens trabalhando nos bairros, somando ao que já é feito diariamente pela Comdep, além das secretarias de Obras e de Serviços e CPTrans.

O trabalho de integração da Polícia Militar com a Guarda Civil e as delegacias foi apontado pelo prefeito como um dos fatores que contribuem para Petrópolis ser a cidade mais segura do Rio de Janeiro. Ele participou de um almoço nesta sexta-feira (01.11) com o comandante do 26º Batalhão da PM, Marcelo Bernardo,e o subcomandante, Márcio Alexandre Fófano, em que agradeceu o serviço que vem sendo desempenhado pelos agentes na cidade, que ajudaram a reduzir alguns dos principais índices de violência no município.

De janeiro a setembro deste ano, o número de furtos e roubos caíram na comparação com o mesmo período em 2018. Os furtos diminuíram 8,8%, enquanto o total de roubos é 4% menor do que um ano atrás. Em nove meses, também houve redução do número de homicídios, que passaram de 27 para 16. Já a atuação para coibir o tráfico de drogas resultou em 44,4% mais apreensões em 2019.

O órgão oferece atividades de resgate da autoestima

O Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRAM) atendeu de janeiro a outubro deste ano, 545 vítimas de algum tipo de violência doméstica. No último mês, foram 28 novos casos assistidos e 40 retornos de mulheres que participam de todo acompanhamento que o Centro oferece. O levantamento é feito pela equipe do Cram – que é subordinado ao Gabinete da Cidadania, mostra a confiança e segurança das mulheres que buscaram ajuda.

O Cram oferece assistência para as vítimas de violência doméstica desde o aspecto psicológico até o jurídico. Na unidade, as mulheres podem contar com orientações, atividades de reinserção no mercado de trabalho, palestras, encontros semanais com psicóloga, eventos de resgate da autoestima, entre outras assistências. Todo o trabalho realizado pela equipe e os resultados que os números apresentam, mostra que essas vítimas se sentem mais confiantes para denunciar e seguras para pedir ajuda ao órgão, neste momento de extrema fragilidade.

Dentro das atividades oferecidas, no mês de outubro, as assistidas participaram de uma aula especial de auto maquiagem, com a maquiadora Marília Beliani, e com uma festa temática de Halloween.

Em 2018, o Cram atendeu 638 mulheres. O órgão trabalha em parceria com toda a rede, além das delegacias de Petrópolis para atender a mulher em situação de violência – seja ela moral, verbal, patrimonial, física ou sexual. A equipe realiza também um trabalho de conscientização com o Projeto Mulher 365, com palestras em escolas da rede municipal e em unidades de saúde dos bairros.

Para denunciar ou solicitar informações, basta ligar para o telefone 2243-6152 ou comparecer à sede do Cram, na Rua Santos Dumont, número 100, no Centro. O funcionamento é de segunda a sexta, de 8h às 17h. Em casos de emergência, a mulher pode ligar em qualquer horário para o número (24) 98839-7387, disponibilizado pelo órgão. Caso se sinta violentada de alguma forma, a mulher deve acionar a Polícia Militar pelos números 2291-5071, 2242-8005 ou ligar para o 180.

Dicas e sugestões em cartilhas estão disponíveis no site do Procon

As equipes de fiscalização do Procon Petrópolis iniciaram nesta sexta-feira (01.11) as ações para terceira Operação Black Friday no município, que este ano acontece no dia 29. Os agentes começaram a fazer um levantamento nas lojas virtuais e físicas, dos preços dos produtos mais vendidos durante a Black Friday. O órgão fará ações de conscientização com cartilhas informativas e visitas nos estabelecimentos,lembrando a importância das regras que regem o Código de Defesa do Consumidor. A fiscalização do órgão estará atenta para impedir cobranças extorsivas e evitar falsas propagandas no comércio da cidade.

O levantamento inicial dos produtos foi realizado em 10 estabelecimentos entre físicos e virtuais,catalogando mercadorias de modelos e marcas diferentes como: celular, televisão, tablete, fogão, geladeira e ventilador. O órgão criou um acervo de fotos e dados dos preços e produtos de cada loja pesquisada, assim facilitará a apuração de denúncias que são decorrentes durante a semana do Black Friday. O Procon fiscaliza o cumprimento da lei 8.078 no artigo 37, que dispõe sobre propaganda enganosa utilizada para induzir o consumidor a erro.

A orientação do Procon é que durante suas compras o consumidor fique alerta quanto a possíveis fraudes. Por gerar grande fluxo de pessoas nas lojas sejam elas físicas ou on-line, a população deve ficar de olho em alguns pontos como a reputação de loja que vai comprar, a forma de pagamento escolhida, monitorar os preços para evitar ser enganado, preços muito inferiores do praticado no mercado, entre outros.

Denúncias sobre irregularidades podem ser feita na unidade do Procon que funciona na Rua Dr. Moreira da Fonseca 33, no Centro, ao lado da Câmara dos Vereadores. Os telefones para contato são o 2246-8469 / 8470/ 8471 / 8472 / 8473 / 8474 / 8475 / 8476 e 8477. Há, ainda, a unidade de Itaipava, que fica na Estrada União e Indústria 11.860, no Centro de Cidadania. Os usuários também têm como opção o WhatsApp Denúncia pelo 92257-5837 e o site www.petropolis.rj.gov.br/procon e o serviço de mensagens da página Procon Petrópolis no Facebook.

A exposição com fotos de seis “Vitoriosas” foi o destaque do encerramento da Campanha do Outubro Rosa do Hospital Alcides Carneiro (HAC), que aconteceu nesta sexta-feira (01.11), na Casa dos Conselhos. O evento é uma realização da Comissão de Humanização do Hospital, que durante todo o mês de outubro ofereceu diversas ações de conscientização sobre o câncer de mama.

O evento contou também com a apresentação do coral Pró-Tempore e um coquetel. As fotos ficaram expostas durante todo o evento, e cada Vitoriosa escolheu o tema de algum filme, como Mulher Maravilha, Diário de uma Princesa, Uma Linda Mulher, entre outros.

“Nós nos sentimos muito valorizadas com as fotos. Tiramos um dia só para gente, fizemos maquiagem, nos arrumamos, foi ótimo”, contou a Vitoriosa Sheila Coelho Gonçalves Pereira. “Nós incorporamos os personagens, ficamos felizes em ser exemplo de força para outras mulheres”, frisou Albertina Josélia Gonçalves da Silva, também Vitoriosa. Participaram na mostra também as Vitoriosas Natalia Paredes Gil Silva e Lucia Helena de Almeida Sombreira.

Entre muitas ações da Campanha do Outubro Rosa, o HAC realizou mutirões de exames, consultas, além do mutirão de cirurgias de reconstrução da mama, onde 18 mulheres foram atendidas. Além das tardes de beleza, que as mulheres puderam fazer as unhas, cabelo, sobrancelha entre outras ações que recuperam e estimulam a autoestima.

“Toda a campanha é humanização e acolhimento, procuramos manter sempre um espaço mais agradável apesar da situação difícil. Estamos preocupados com o atendimento e a satisfação dos pacientes e familiares. Este bom resultado que motiva a equipe. A campanha sensibiliza a população e acolhe quem é diagnosticado com a doença”, contou o diretor Administrativo, Leonardo Aldighiéri.

A organização das ações da Campanha do Outubro Rosa do HAC foi realizada pela Comissão de Humanização composta pela coordenadora da psicologia, Raquel Gonçalves Dias; a coordenadora de atendimento, Francineide Caciano Lima e o gerente de Ambulatório, Rene Giardini. A campanha tem como padrinhos Gisele Goulart, Vinicius Fernandes e Marilda Plácido.

O prefeito participou de um encontro com o General de Divisão Luis Henrique de Andrade, Chefe de Ensino, Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação do Departamento de Ciência e Tecnologia do Exército. Na ocasião, o chefe do executivo, acompanhado pelo vice e pelos juízes Luis Claudio Rocha e Alexandre Teixeira, parabenizou os projetos e pesquisas realizados pelo IME – Instituto Militar de Engenharia e salientou o interesse em formalizar parcerias com a instituição de ensino para a realização de estudos e projetos que envolvem inteligência e pesquisas, como prevenção de catástrofes. O prefeito disse ainda que a cidade está de portas abertas para a instituição e agradeceu o suporte que o Exército Brasileiro tem dado para eventos como a realização do Dia Paralímpico, iniciativa da Secretaria de Educação que envolveu 200 alunos especiais em atividades na sede do 32º Batalhão de Infantaria Motorizado, realizado no dia 25 de outubro. O encontro aconteceu na sede da Chefia de Ensino, Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação, no Rio de Janeiro.

Município mantém 14 feiras semanais

Mais de mil trabalhadores estão envolvidos na venda direta entre consumidor e produtores rurais, nas 14 feiras existentes no município. Para garantir a fidelidade do público, vale de tudo: promoção, maquinas de cartão e até adaptações nas barracas.

Quem visita regularmente as feiras já percebeu que as barracas que vendem carne mudaram: há mais de dois meses os feirantes que vendem carne de porco, linguiça e embutidos passaram a expor os produtos em vitrines – protegidas por vidro e com refrigeração.

“Tudo para garantir a qualidade do alimento e a não exposição ao tempo. As dicas foram dadas pela Vigilância e, prontamente, os feirantes atenderam. Além disso, os freezers e refrigeradores também são usados para guardar as carnes”, explica o diretor do Departamento de Agricultura da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, José Maurício Soares.

José Luiz de Moraes, de 67 anos e que atua na feira desde os 9, fortalecendo a tradição da família, foi um dos vendedores que se fez questão de adaptar a sua barraca com a colocação da vitrine. Os produtos mais procurados na barraca de José Luiz são: bacon, carne suína e linguiça.

“A carne é inspecionada, o que garante a qualidade, n[os que ficamos na venda usamos uniforme e investi na compra da vitrine e freezer e não me arrependi. Os clientes gostaram, parabenizaram e fiquei feliz com o resultado. A feira livre é família, tradição, dedicação, preço diferenciado e a conversa com os compradores é a melhor parte de tudo isso. Temos clientes fiéis e tudo o que tivermos que fazer para agrada-los e conquistar cada vez mais compradores, nós faremos”, explicou José Luiz.

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, além da tradição, ainda vale a pena adquirir os produtos genuinamente petropolitanos. Segundo o Departamento de Agricultura, as maiores feiras são a do Centro, Alto da Serra e Corrêas. As feiras ocorrem das 6h às 13h30. No domingo a venda ocorre no Alto da Serra, São Sebastião, Itamarati, Corrêas, Nogueira e Duarte da Silveira.

Na terça-feira tem a feira do Centro. Já na quinta-feira tem venda direta no Henrique Raffard (Bingen) e Praça Pasteur.Nas sextas, a feira ocorre na Francisco Manoel e General Rondon (Quitandinha). No sábado, no Centro, Valparaíso e Posse.

Filmes fazem parte do Festival de Vídeos da Rede Municipal

"Qualidade de vida na comunidade com sustentabilidade”. Esse foi o tema do Festival de Vídeos da Rede Municipal e que incentivou a criação de curtas por alunos em quatro categorias: Fundamental 1º e 2º segmentos, Educação Especial e Educação de Jovens e Adultos. As melhores criações foram apresentadas durante o Festival de Cinema de Petrópolis, mas duas outras sessões ainda serão realizadas: em Corrêas e no Centro.

As exibições contarão com a participação dos alunos da rede. Ao todo foram criados 33 vídeos, incluindo um material produzido pelos alunos do Liceu Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio – única unidade da rede que atende ensino médio.

“Os alunos tiveram a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre a criação de vídeos, fizeram a produção, pesquisaram sobre o tema e mostraram que o conhecimento pode ser repassado de diversas formas. Estão todos de parabéns pelos trabalhos realizados”, disse a secretária de Educação, Marcia Palma.

Duas sessões foram realizadas na última semana na Praça CEU, na Posse. As próximas serão:

Corrêas - Escola Municipalizada Hercilia Moretti - dia 5 de novembro - 9h às 11h.

Centro - Casa da Educação - 8 de novembro - 8h 30 às10h; 10h15 às 12h e a tarde das 13h30 às 16h e a noite das 18h às 20h.

Os melhores vídeos escolhidos, de acordo com as categorias, foram:

1º lugar – 1º segmento do ensino fundamental – EM Augusto Pugnaloni. Tema: Projeto Sustentabilidade

1º lugar – 2º segmento do ensino fundamental – EM Dr. Theodoro Machado.Tema: A Voz do Vale

1º lugar – Educação de Jovens e Adultos – Escola Municipalizada Moysés Furtado Bravo. Tema: O planeta pede socorro

1º lugar – Educação Especial – EM Paulo Freire. Tema: Cuidar do meio ambiente: uma missão possível

Banner INFOS ATUAIS2

Notícias por data

« Novembro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30  

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo