Prefeito agradece e homenageia apoiadores da campanha Fique em Dia

Contribuintes que têm débitos de IPTU, ISS e taxas vencidos até dezembro de 2018 têm até o dia 20 de dezembro para negociar as dívidas aproveitando as condições especiais do programa de regularização tributária Fique em Dia. O programa oferece a possibilidade de isenção de juros e multas, nos casos de pagamentos à vista, além da possibilidade de parcelamento dos débitos em até 48 meses, com descontos entre 80% e 50% para os casos de parcelamento entre 4 e 12 vezes. Para fazer a negociação o contribuinte deve procurar o setor de dívida ativa – prédio anexo à prefeitura, na Av. Koeler, 260 – Centro. O atendimento no local é feito por oito atendentes, de segunda a sexta-feira, sempre das 10h às 17h.

É mais uma oportunidade que a prefeitura está dando para que o contribuinte que não teve tempo de aproveitar o período da campanha no clube Petropolitanos, busque uma negociação e encontre a melhor forma de regularizar seus débitos, ficando com a sua situação tributária regular e ao mesmo tempo ajudando o município a manter a qualidade e ampliar serviços para as pessoas. Os recursos do Fique em Dia são direcionados a áreas importantes como Educação, Saúde, entre outros serviços.

Em reunião na sede da prefeitura, na manhã desta quinta-feira (31.10), a  prefeitura reafirmou a importância do apoio do Judiciário para a sucesso do Fique em Dia e agradeceu a representantes de entidades e empresas que apoiaram a campanha, realizada de 2 de setembro a 3 de outubro no Clube Petropolitano.

A presença do judiciário - com total dedicação e empenho dos juízes Jorge Luiz Martins e Alexandre Teixeira – mais uma vez foi fundamental para o sucesso do Fique em Dia. Desde o início da campanha foram R$ 52,4 milhões negociados e R$ 9,6 milhões que já entraram no caixa da prefeitura – um reforço importante, que ajuda a manter em dia as contas e a qualidade dos serviços prestados à população. A prefeitura também agradece o apoio de entidade e empresas que contribuíram para que o município oferecesse uma infraestrutura com atendimento diferenciado aos contribuintes.

Foram homenageados com uma réplica da caneta da Princesa Isabel, em formato de pena os representantes da OAB-Petrópolis, da Defensoria Geral, do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar, da Unimed, do Clube Petropolitano e das empresas Única/Fácil e Terê Frutas. Secretários de governo também participaram da reunião.

Contribuintes podem solicitar isenção ou redução de custas judiciais

Levantamento feito pela Procuradoria Geral do Município antes do início do programa apontou que havia no município 25 mil imóveis com débitos de IPTU e 3.858 empresas com pendências de ISS. Levantamento feito no setor de dívida ativa do município apontou ainda que somados os débitos, o município deixou de arrecadar R$ 660 milhões em tributos. Deste total, R$ 398 milhões são referentes a processos acumulados entre os anos de 2008 e 2017 e já ajuizados em cartório para execução fiscal.

Contribuintes que têm débitos já ajuizados continuam podendo também solicitar a isenção ou redução de custas judiciais, bastando, no entanto, se dirigir à Defensoria Pública. As despesas judiciais custam em média R$ 360 - em cada um dos processos de cobrança.

“Para requerer a isenção total ou parcial das custas, o contribuinte deve vir até o setor de dívida ativa e fazer o levantamento do valor do débito. Com estes dados em mãos a pessoa deve se dirigir à Defensoria Pública levando toda a documentação necessária – declaração de hipossufiência econômica,comprovante de renda e documentos pessoais”, explica a procuradora adjunta do setor de Dívida Ativa, Catharina dell’Orto.

Além da isenção de 100% de juros e multas, o programa de regularização tributária Fique em Dia prevê opções de parcelamentos em quatro vezes, com redução de 80% de juros e multas; seis parcelas, como 70% de desconto; oito vezes, com redução de 60%, e ainda 50% de desconto de juros e multas em caso de débito em até 12 parcelas. Em todos os casos é aplicada a atualização monetária sobre o débito originário. Os acordos podem ter parcelas mínimas de R$ 50, nos casos de pessoas físicas e R$ 100, nos casos de pessoas jurídicas.

As obras de melhorias que estão sendo realizadas no Palácio de Cristal continuam. O atrativo – que é um dos principais pontos turísticos de Petrópolis – vai ganhar novos banheiros e iluminação nos jardins, além de acessibilidade. Com 2 milhões de visitantes por ano, principais equipamentos turísticos do município têm ganhado reforço na sua preservação graças à garantia de verbas federais que vêm através de emendas parlamentares. O Theatro D. Pedro também está em reforma e o Museu Casa de Santos Dumont já teve o projeto executivo licitado.

É a garantia de preservação do patrimônio histórico. O município está trabalhando para recuperar, reformar e restaurar os principais equipamentos turísticos e culturais. É importante se mantenham esses prédios históricos preservados, tanto pela história que carregam quanto por estarem entre os pontos mais visitados pelos turistas, que é um setor que move a economia da cidade.

E o Palácio de Cristal é, ainda, o principal palco da Bauernfest e local também de outras importantes festas, como o Natal Imperial, Serra Serata e Bunka-Sai. Só em 2018 foram 189 dias de eventos promovidos pela prefeitura e também pela iniciativa privada no local.

Pelo atrativo, que completou 135 anos em 2019, passam milhares de pessoas por mês, chegando a 450 mil durante a Bauernfest, por exemplo. As obras de melhorias vão custar R$ 1.144.768,83, com maior parte do recurso proveniente de emenda parlamentar. Operários da empresa responsável pelo serviço, a Ponta do Céu Urbanização Construções e Paisagismo, já trabalham na área dos banheiros, que ficará totalmente nova. Banheiros químicos foram instalados no local para atender os visitantes que passam pelo ponto turístico já que, mesmo durante as obras, o Palácio funciona normalmente.

O Palácio é o equipamento turístico administrado pela prefeitura mais visitado da cidade. É muito importante que os petropolitanos e turistas cheguem e se sintam bem recebidos, em um ambiente estruturado para recebê-los. E essa reforma, tão esperada há anos, vai ajudar nisso.

Instalado na antiga Praça da Confluência, chamada pelos colonos alemães de Praça Koblenz, esse patrimônio do município, cuja estrutura pré moldada veio da França, inspirado no  Palácio de Cristal de Londres, completou 135 anos em fevereiro. Foi encomendado pelo Conde d’Eu, marido da Princesa Isabel, para receber exposições de flores, hortícolas e de pássaros.

Theatro D. Pedro também passa por reforma

O canteiro de obras tanto do Palácio de Cristal quanto do Theatro D. Pedro – que também passa por reforma – começou a ser montado na última semana. Juntas, as duas obras vão custar mais de R$ 2,8 milhões, sendo a maior parte do recurso proveniente de emendas parlamentares.  No Theatro D. Pedro, a responsável pelo serviço é a Studio G. No projeto está prevista a revitalização da infraestrutura do prédio histórico, como a revisão das instalações elétricas, recuperação do sistema de ar condicionado, adequação para acessibilidade, conserto de infiltrações, entre outras melhorias. Além disso, a obra contempla a implantação do sistema de prevenção e combate a incêndio e pânico.

Levantamento é feito pela empresa de consultoria Urban Systems

Infraestrutura. Esse foi o quesito destaque de Petrópolis no levantamento “Melhores cidades para se fazer negócios”, realizado pela empresa de consultoria Urban Systems e divulgado nesta quinta-feira (31.10). Na análise geral de 317 municípios, Petrópolis ficou na colocação 91ª, única cidade da Região Serrana a aparecer no ranking final. Essa é a primeira vez em que a cidade é citada no ranking, que foi realizado a partir da analise de dados sobre os eixos: desenvolvimento econômico, desenvolvimento social, capital humano e infraestrutura.

A prefeitura fez desburocratização dos serviços, implantação de leis de incentivo e acolhimento aos novos empreendedores. Estar nesse ranking é uma ótima notícia que mostra que o município está no caminho certo. Petrópolis tem destaque em vários setores produtivos e vem mostrando aumento no número de empresas principalmente no comércio e serviços. Agora, a cidade continuar incentivando os novos negócios para mostrar que Petrópolis tem o ambiente favorável para quem deseja empreender.

O estudo é feito para a revista Exame, especializada em economia, negócios, política e tecnologia e tem como base sete indicadores. No quesito infraestrutura, Petrópolis ficou na 72ª posição.

Esse é mais um resultado positivo para a cidade. Em setembro, Petrópolis se destacou também no Ranking ConnectedSmartCities -  que analisa 70 indicadores em todas as cidades com mais de 50 mil habitantes, em 11 eixos temáticos, identificando as cidades mais inteligentes.

Nesse ranking, de conectividade, Petrópolis ficou em 3º lugar no estado, ficando atrás apenas de Niterói e da capital. Entre as 100 cidades avaliadas, Petrópolis ficou na 35ª colocação.

O resultado do ranking “Melhores cidades para se fazer negócios” reforça o positivismo no setor econômico. Apesar de todos os problemas financeiros enfrentados pelo Estado, Petrópolis vem mostrando uma expectativa positiva com relação aos novos negócios. Prova disso é a quantidade de atendimentos no Espaço Empreendedor, que recebe as pessoas que desejam aumentar os seus negócios ou, até mesmo, abrir uma empresa. Desde janeiro, 11.263 atendimentos já foram realizados no EE.

Desde o início da atual gestão a Secretaria de Fazenda vem investindo em modernização - seja na implementação ou na atualização de sistemas - para dar mais agilidade aos serviços e facilitar a vida de quem quer empreender na cidade. A prefeitura implementou ainda no primeiro ano de governo o sistema de Alvará online e este ano avançou para o sistema de alvará eletrônico automatizado, que dá ainda mais agilidade a legalização de um negócio, pois em muitos casos permite que no mesmo dia o empresário esteja com o alvará em mãos.

Vale salientar que as ações de desburocratização também renderam a Petrópolis o 2º lugar no game Cidades Empreendedoras, do Sebrae.

O ranking

A pesquisa pioneira se originou de um estudo inovador realizado pela Urban Systems e também publicado pela Revista Exame, em 2011, que apontou as principais microrregiões que seriam os novos vetores de desenvolvimento do Brasil.

O programa Prefeitura Presente realizou aplicação de asfalto nesta quinta-feira (31.10) em ruas dos bairros Duarte da Silveira, Itaipava, Caxambu, Quitandinha, Corrêas, Sargento Boening e Alto da Serra. Até aqui, já foram realizadas 87 ações com 78 ruas atendidas com serviço de tapa-buraco em 26 bairros.

Entre os locais atendidos nesta quinta-feira (31.10) estão a Rua João Xavier (Duarte da Silveira), Vigário Correa (Corrêas), Rua Sargento Boening (Sargento Boening), Oswero Vilaça (Alto da Serra), Vargem dos Marmelos (Itaipava), Estrada José Almeida Amado (Caxambu) e Alagoas - Rua C (Quitandinha).

“Nós estamos gostando de ver esse trabalho, a rua está ficando boa. A rua estava com buracos, mas estão fazendo um trabalho excelente. Queremos que faça até mais, porque estamos felizes com esse trabalho nos bairros”, afirmou o morador da Rua C, Marcelo Basílio.

Além do tapa-buraco, outros serviços de limpeza, iluminação pública, pintura de meio-fio e sinalização de vias estão sendo reforçados nas comunidades de Petrópolis. A meta é chegar a 150 homens trabalhando nos bairros, somando ao que já é feito diariamente pela Comdep, além das secretarias de Obras e de Serviços e CPTrans.

Também nesta quinta, a Comdep promoveu remoção de entulho em ruas dos bairros Quarteirão Brasileiro, Samambaia, Cascatinha, Itaipava e Gentil.

O serviço de capina e roçada ocorreu em ruas de Quarteirão Ingelheim, Caxambu, Estrada da Saudade, Dr. Thouzet, Quitandinha, Alto da Serra, Bingen, Valparaíso, Nogueira e Centro.

Também houve limpeza do Rio Quitandinha em diferentes pontos da Rua General Rondon. As equipes de obras da Comdep estão fazendo um muro no Duchas, iniciaram a instalação de coletora no Caxambu, deram sequência à pintura em Corrêas, e fizeram montagem de brinquedos em parquinho do Duques. Já o setor de jardinagem promoveu corte de grama e manutenção de canteiros no Bingen e no Centro.

A manutenção de iluminação pública aconteceu em Itaipava, Bingen e Dr. Thouzet.

Pelo menos 80 agricultores tiveram perdas na produção

A região do Brejal foi uma das mais afetadas por conta da chuva de granizo ocorrida no último fim de semana (26.11). As pedras destruíram plantações de verduras e legumes, o forte da região. Aproximadamente 80 produtores registraram perda de 40% a 100% nas produções, o que pode representar um prejuízo de cerca de R$ 500 mil. Para ajudar na retomada das atividades, uma comissão foi formada para registrar as perdas de cada produtor e buscar auxilio nas esferas estadual e federal. A comissão será formada por representantes do poder público, Departamento de Agricultura, Sindicato Rural de Petrópolis, Emater e Federação da Agricultura do Rio de Janeiro, além da Associação de Produtores do Brejal. O assunto norteou um encontro realizado nesta quinta-feira (31.10) com os produtores da região.

A reunião foi convocada pelo Sindicato Rural e contou com a participação da presidente da EmaterRio, Stella Romano, do presidente da Federação de Agricultura do Rio de Janeiro, Rodolfo Tavares, do presidente do Sindicato Rural, Henrique Mesquita, além dos representantes da prefeitura, o secretário de Meio Ambiente Fred Procópio e o diretor do Departamento de Agricultura, José Maurício Soares.

Esse levantamento vai mostrar exatamente o estrago causado pela chuva na região, uma das mais conhecidas pela qualidade da produção e referência nos alimentos orgânicos. A prefeitura vai acompanhar todo o processo e auxiliar no que foi necessário. Um trabalho de recuperação da estrada vicinal foi realizado antes da chuva, agora, o importante é ajudar na recuperação dos produtores.

Um levantamento prévio feito na reunião mostrou que 80 agricultores tiveram perdas na produção, entre 40% e 100% no total de tudo o que foi produzido.

O auxilio será necessário para que esses produtores recuperem a capacidade produtiva. Nesse primeiro momento, a prefeitura vai estudar, a partir do levantamento que será feito pela comissão, a possibilidade de parcerias e a conversão de multas ambientais, através de TAC para a compra de materiais como insumos para as plantações. Essa é uma ideia que será analisada. O importante é que a resposta seja rápida. O município já conseguiu destinar aproximadamente R$ 52 mil de multas para auxilio nas estradas vicinais e agora vai se empenhar para ajudar nessa recuperação.

Na ocasião, a presidente da Emater Rio, Stella também disse que a instituição vai utilizar o levantamento de prejuízos para tentar ajudar os agricultores: “Os técnicos visitarão as propriedades para entender e fazer um relatório das perdas e necessidades. Uma das possibilidades que também vamos estudar será a de conseguir a linha crédito especifica para agricultores, o que auxiliará cada um de acordo com a sua necessidade. Mas, também vamos tentar arrumar máquinas para ajudar a trazer insumos para região”.

Rodolfo Tavares, presidente da Federação da Agricultura, Pecuária e Pesca do Estado do Rio de Janeiro, destacou que o estudo poderá auxiliar a federação e a Emater a estudar formas de prevenção. “Vamos analisar linhas de crédito disponíveis e também as técnicas que podem ser utilizadas para amenizar os problemas. Tudo será analisado e a comissão já deve apresentar resultados na próxima reunião da Associação de Produtores”, disse.

Paulo Aguinaga, da associação de produtores, destacou as necessidades imediatas. “Seria interessante que esses produtores conseguissem insumos, ajuda na preparação da terra, tudo o que possa apressar o recomeço dos trabalhos”.

Henrique Mesquita, presidente do Sindicato Rural, destacou que o sindicato vai acompanhar a atuação da comissão: “Importante esse encontro para fortalecermos os laços e conseguir ajuda para levantar o total de prejuízos”.

O diretor do Departamento de Agricultura, José Maurício Soares, afirmou que o essencial, nesse momento, é que os agricultores tenham suporte de máquinas para recuperação do solo. “Eles precisam fazer todo o trabalho de preparação do solo novamente para garantir que a nova colheita seja feita em tempo recorde. Já estamos estudando de que forma esse auxilio pode ser feito”.

Em dois dias, a prefeitura concluiu o trabalho de limpeza das ruas, casas e da galeria de águas pluviais no Vila Rica, em Itaipava. Foram mais de 60 toneladas de material, como lama, pneus, mato e resto de obras retirados da localidade. Para este serviço foram mobilizados mais de 70 homens da Companhia Municipal de Desenvolvimento de Petrópolis (Comdep), Secretaria de Obras e de Segurança e Ordem Pública, além de duas retroescavadeiras e quatro caminhões.
A limpeza das ruas e das casas mobilizou 50 funcionários da Comdep, que retiraram cerca de 30 toneladas de material. As equipes estiveram concentradas na Rua A, que foi a mais afetada pela lama. Este serviço contou também com o apoio de homens da Secretaria de Segurança e Ordem Pública (SSOP) e de maquinários da Águas do Imperador.
Foi nessa mesma via em que três casas foram interditadas pelos técnicos da Defesa Civil, que permanecem na localidade em um plantão de 24h. São 19 pessoas que estão em residências de vizinhos ou de parentes. Todas as famílias serão incluídas no Aluguel Social até que possam retornar para suas casas, além de kits de higiene e auxílio cesta básica.
Da galeria de águas pluviais foram retiradas mais de 32 toneladas de lixo, como resto de obras, pneus e lama. Foram 10 funcionários da Secretaria de Obras mobilizadas na ação.
Autuado e multado pela prefeitura, o responsável pela movimentação irregular de terra– um dos fatores que causou o entupimento da galeria - está fazendo a remoção do material que está em seu terreno.O proprietário recebeu uma autorização em 2017 para fazer uma obra de drenagem na área, mas o alvará expirou e não foi renovado. A licença não permitia movimentação de terra, ação que ele vinha executando, e por isso foi determinado o embargo.

Secretaria de Assistência Social garante concessão do aluguel social de cinco famílias
Até esta quinta-feira (31.10), os agentes da Secretária de Assistência Social prestaram atendimento para sete famílias atingidas pela chuva no Vila Rica. A equipe realizou cadastros emergenciais que serão avaliados e encaminhados para os serviços da rede de assistência. A secretaria efetuou a inclusão no programa do aluguel social de cinco famílias e duas estão em análise de perfil e critérios que o programa exige. Cerca de 10 agentes estão trabalhando no caso acompanhando as vistorias junto com os técnicos da Defesa Civil.

O evento faz parte do projeto Café com Sabedoria

Os aposentados e pensionistas do Instituto de Previdência e Assistência Social do Servidor Público do Município de Petrópolis (INPAS) participaram, nesta quinta-feira (31.10), da homenagem pelo Dia do Servidor Público, no Palácio de Cristal. Doze servidores aposentados foram agraciados com placas de homenagem e flores. A atividade faz parte do Projeto Conviver – Café com Sabedoria.

Durante o evento, foram homenageados: Maria de Fátima Santana Bandeira; Osmany Rodrigues de Lima; Elvino José de Souza; Floriano Achão; Octacílio Rodrigues da Costa; Altamiro Antonio Mauricio; Maria de Aguiar Bello; Amelia Rosa do Amaral; Orandi Ribeiro; e em memória Sonia Cristina Pereira Grazinoli Lobato, Paulo Affonso dos Santos e Geraldo Magalhães Gomes.

O INPAS possui 3.325 beneficiados, sendo 2.642 aposentados e 683 pensionistas. Este mês, o município realizou o pagamento do enquadramento de 198 aposentados, atualizando a folha de pagamento.

Segundo a professora aposentada Vanda Regina Carvalho, o evento valoriza os servidores que estão aposentados, mas ainda estão muito ativos na vida. “Os encontros sempre me deixam mais feliz, reencontro os amigos que eu trabalhei durante anos. É o nosso momento e me sinto muito valorizada. Não é porque estou aposentada que estou inativa. Gosto muito das atividades que são oferecidas”, contou.

O Café com Sabedoria acontece mensalmente com o objetivo de oferecer um momento de descontração entre os aposentados e pensionistas, sempre oferecendo uma palestra de conscientização sobre temas variados.

Com a meta de atender até 200 pessoas, o Festival das Comunidades será realizado na Vila São José (23) e no Bataillard (30) no mês de novembro. Na quadra comunitária de cada bairro serão promovidas partidas de futebol society para crianças e adolescentes, de 8 até 13 anos, e uma aula de ritmos para adultos. As atividades são gratuitas e começam às 9h. O programa foi criado no ano passado pela Superintendência de Esportes e Lazer com o objetivo de estimular a prática esportiva nas comunidades.

O esporte tem papel fundamental na prevenção e no tratamento da saúde. A gestão fez pelo esporte em pouco mais de dois anos aquilo que não foi feito nos últimos 20 anos, com a criação de programas regulares e investimento no esporte estudantil, reformas de quadras esportivas comunitárias e o Centro de Iniciação ao Esporte, no Caxambu.

O Festival das Comunidades faz parte de um conjunto de ações criadas pela atual gestão buscando o fomento ao esporte. O Agita Petrópolis, por exemplo, atende a cerca de 2,5 mil pessoas mensalmente. O Festival das Comunidades será realizado nos locais que ainda não há núcleos oficiais do Agita. É um programa criado no ano passado, quando envolveu cerca de 500 pessoas, e que a Superintendência de Esporte e Lazer está.

No ano passado, o programa foi realizado no Comunidade do Alemão, Neylor, São Sebastião, João de Deus, Oswaldo Cruz, Chácara Flora, Gaspar Gonçalves, Boa Vista, Alberto de Oliveira e Caxambu. Foram mais de 500 pessoas atendidas nestes locais. A meta da prefeitura é conseguir ampliar esses números até o fim do próximo ano.

A população de Petrópolis está cada vez mais ativa. Através do Festival, é possível incentivar as crianças no esporte, além de abrir mais uma oportunidade para elas demonstrarem seu potencial. No dia 7 de dezembro o programa acontece na João Xavier.

Além do festival, o governo municipal também mantém parcerias com projetos sociais e trabalha de maneira integrada entre as pastas, oferecendo diversas modalidades esportivas nos PSFs, nas Academias da Saúde e nas Escolas Municipais.

Os interessados em participar podem procurar a sede da Superintendência de Esportes e Lazer da cidade, que fica no Centro de Cultura Raul de Leoni, na Praça Visconde de Mauá, no Centro ou fazer contato com a unidade pelo telefone: 2233-1218.

12 agentes de Petrópolis, Areal e Mangaratiba, além do 26ª Batalhão da PM, participam da formação para o trabalho de segurança com animais

A Guarda Civil está promovendo mais um curso para formação de condutores de cães de polícia. Estão participando 12 agentes das corporações de Petrópolis, Areal e Mangaratiba, além de homens do 26º Batalhão da Polícia Militar. O objetivo é passar noções básicas sobre o trabalho que é feito com animais na área de segurança, seja detecção de drogas e armas, proteção de público, entre outras ações.

O curso é o quarto deste tipo que Grupamento de Operações com Cães da Guarda Civil realiza. Ele será encerrado nesta sexta-feira (01.11), após terem sido realizadas atividades no próprio canil da corporação, que fica na sede da Guarda, quanto na rua. Nesta quinta (31.10), os agentes realizaram dois tipos de trabalhos: a condução de cães no trecho entre as ruas Santos Dumont, Dr. Sá Earp e Souza Franco – simulando serviço em meio a público; e no Parque Ipiranga – de detecção de odores como o de entorpecentes.

“Os participantes estão bem dedicados, isso porque o nosso canil se tornou uma referência no trabalho de segurança. Eles se mostram dispostos a entender o nosso perfil de atuação para absorver o máximo dos trabalhos que a gente faz por aqui, desenvolver técnicas e levar esse conhecimento para as cidades deles”, explica o coordenador técnico do canil da Guarda, Leandro Lopes.

Durante as aulas, os participantes puderam apreender cuidados básicos com os cães, noções de legislações específicas do trabalho com animais na área da segurança, prática de condução de cães, técnicas básicas de abordagem e condução de suspeitos com a utilização de cães, saúde dos animais e atendimento de primeiros socorros em caso de acidentes.

"Quero agradecer a excelente oportunidade de estar aqui com a Guarda Civil de Petrópolis, que é referência no trabalho com o canil, tem uma equipe de qualidade. Viemos para nos capacitar e, no futuro, criar o canil na nossa cidade, que ainda não tem. O curso está sendo de ótimo referência para gente", disse o guarda civil de Mangaratiba Wanderson Firmino.

O Grupamento de Operações com Cães da Guarda Civil existe há dois anos e meio com 10 cães, sendo usados para o trabalho de proteção e contenção de confusões e brigas, detecção de drogas, armas e explosivos, resgate em escombros e cinoterapia. O canil fica na sede da Guarda e é cuidado por 11 agentes.

“Da nossa Guarda, temos quatro agentes que estão participando do curso para que futuramente eles possam reforçar o Grupamento. Eles representam um trabalho muito importante para toda cidade, tanto na questão da segurança quanto no local social, com a cinoterapia. Esse curso serve para dividir todo conhecimento com outras corporações e para que esses agentes futuramente possam continuar a se especializar no serviço com cães”, diz o comandante da Guarda, Jeferson Calomeni.

Quinta, 31 Outubro 2019 18:21

Educação promove palestra sobre autismo

A Secretaria de Educação vai promover mais um encontro sobre o autismo. Dessa vez, os profissionais da rede municipal terão a oportunidade de conferir a palestra: “Autismo e relação professor-aluno: Avaliação e registro de experiência", que faz parte da proposta de capacitação: O autista e a inclusão: conversação e docência.

As inscrições podem ser feitas até o dia 31 de outubro através do email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

O tema será ministrado pela professora doutora Maria Angélica Augusto de Mello Pisetta. A formação ocorrerá no dia 5 de novembro das 13h30 às 16h30 no Auditório da Universidade Católica de Petrópolis - campus BC.

Além de psicanalista, Maria Angélica é mestre e doutora em psicologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Possui especialização em Psicologia clinico-institucional, modalidade residência pela UERJ.

Alvará Online - BANNER

Notícias por data

« Outubro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31      

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo