A Unidade Básica de Saúde (UBS) da Mosela passa a concentrar o atendimento para a vacinação dos usuários do bairro Bingen. A unidade já está abastecida com as 15 vacinas de rotina para crianças, adolescentes e adultos. As solicitações para vacinas especiais podem ser encaminhadas para a unidade a partir de segunda-feira (07.01). A UBS Mosela dá suporte para a sala de vacina da Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica, no Hospital Municipal Nelson Sá Earp, que passa por reforma. Além da unidade da Mosela, as pessoas que buscavam atendimento na sala de vacinas da Coordenadoria da Vigilância Epidemiológica, podem se direcionar a qualquer uma das 14 salas da vacina disponíveis no município.

Com essa mudança, a UBS Mosela amplia o território de atuação, sendo referenciada também para os usuários do Bingen. Desde 2017 a unidade passou a ser referência para os bairros da Fazenda Inglesa, Moinho Preto, Pedras Brancas e Bataillard. A mudança garante melhor estrutura para a realização dos atendimentos, com o acompanhamento de médicos e enfermeiros disponíveis na unidade. A UBS Mosela funciona na Rua Mosela - 744, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. O telefone para contato na unidade é 2249-6909 e na Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica é 2233-2674.

A secretária de Saúde, Fabíola Heck, ressalta que a unidade da Mosela é referência por conta de uma questão territorial - uma vez que é a unidade mais próxima do HMNSE -  “Informamos a unidade de referência, mas todas as salas do município estão preparadas para receber usuários de qualquer região”, explica a secretária.

Além da Mosela, os usuários da rede pública de saúde podem buscar atendimento nas salas de vacina dos Centros de Saúde, no Centro e Itamarati; das UBSs do Quitandinha, Alto Independência, Itaipava, Pedro do Rio, Morin e Retiro; dos Postos de Saúde da Família (PSFs) do São Sebastião, da Posse e Alto da Serra; dos Ambulatórios Escola de Cascatinha e do Hospital Alcides Carneiro. Assim como na sala de vacina da UBS Mosela, em qualquer uma as unidades disponíveis, os usuários podem contar com atendimento complementar, podendo conciliar os dias de consulta médica com a atualização do calendário de vacinas. 

Na UBS da Mosela estão disponíveis as vacinas de rotina de crianças, todas as indicadas por faixa etária; de adolescentes, como a HPV, meningocócica tipo C, antitetânica de reforço, hepatite B, tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola); para adultos podem ser solicitadas na unidade a tríplice viral, a dupla adulto (difteria e tétano) e hepatite B; para as gestantes estão disponíveis a tríplice bacteriana, dupla adulto e hepatite B. A vacina de febre amarela, para todas as faixas etárias, também está disponível.

Os pedidos para vacinas especiais podem ser encaminhados à UBS Mosela a partir de segunda-feira (07.01). Essas vacinas são indicadas para usuários que passam por tratamento de câncer, pacientes transplantados, com asma, HIV positivo, renais, entre outros diagnósticos. A Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica continua recebendo os pedidos e quando aprovados, redireciona as dosagens para a unidade da Mosela. Para receber a dose da vacina especial, o paciente deve apresentar a indicação médica.

A Unidade Básica de Saúde (UBS) da Mosela passa a concentrar o atendimento para a vacinação dos usuários do bairro Bingen. A unidade já está abastecida com as 15 vacinas de rotina para crianças, adolescentes e adultos. As solicitações para vacinas especiais podem ser encaminhadas para a unidade a partir de segunda-feira (07.01). A UBS Mosela dá suporte para a sala de vacina da Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica, no Hospital Municipal Nelson Sá Earp, que passa por reforma. Além da unidade da Mosela, as pessoas que buscavam atendimento na sala de vacinas da Coordenadoria da Vigilância Epidemiológica, podem se direcionar a qualquer uma das 14 salas da vacina disponíveis no município.

            Com essa mudança, a UBS Mosela amplia o território de atuação, sendo referenciada também para os usuários do Bingen. Desde 2017 a unidade passou a ser referência para os bairros da Fazenda Inglesa, Moinho Preto, Pedras Brancas e Bataillard. A mudança garante melhor estrutura para a realização dos atendimentos, com o acompanhamento de médicos e enfermeiros disponíveis na unidade. A UBS Mosela funciona na Rua Mosela - 744, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. O telefone para contato na unidade é 2249-6909 e na Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica é 2233-2674.

            A secretária de Saúde, Fabíola Heck, ressalta que a unidade da Mosela é referência por conta de uma questão territorial - uma vez que é a unidade mais próxima do HMNSE -  “Informamos a unidade de referência, mas todas as salas do município estão preparadas para receber usuários de qualquer região”, explica a secretária.

Além da Mosela, os usuários da rede pública de saúde podem buscar atendimento nas salas de vacina dos Centros de Saúde, no Centro e Itamarati; das UBSs do Quitandinha, Alto Independência, Itaipava, Pedro do Rio, Morin e Retiro; dos Postos de Saúde da Família (PSFs) do São Sebastião, da Posse e Alto da Serra; dos Ambulatórios Escola de Cascatinha e do Hospital Alcides Carneiro. Assim como na sala de vacina da UBS Mosela, em qualquer uma as unidades disponíveis, os usuários podem contar com atendimento complementar, podendo conciliar os dias de consulta médica com a atualização do calendário de vacinas. 

Na UBS da Mosela estão disponíveis as vacinas de rotina de crianças, todas as indicadas por faixa etária; de adolescentes, como a HPV, meningocócica tipo C, antitetânica de reforço, hepatite B, tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola); para adultos podem ser solicitadas na unidade a tríplice viral, a dupla adulto (difteria e tétano) e hepatite B; para as gestantes estão disponíveis a tríplice bacteriana, dupla adulto e hepatite B. A vacina de febre amarela, para todas as faixas etárias, também está disponível.

Os pedidos para vacinas especiais podem ser encaminhados à UBS Mosela a partir de segunda-feira (07.01). Essas vacinas são indicadas para usuários que passam por tratamento de câncer, pacientes transplantados, com asma, HIV positivo, renais, entre outros diagnósticos. A Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica continua recebendo os pedidos e quando aprovados, redireciona as dosagens para a unidade da Mosela. Para receber a dose da vacina especial, o paciente deve apresentar a indicação médica.

Maria Isabel Rangel conta com carinho os últimos detalhes da arrumação do apartamento para onde vai se mudar ainda nesse mês de janeiro: os quartos já receberam piso e na cozinha serão colocados os armários para guardar mantimentos. Tudo está sendo organizado do jeito que sempre sonhou, garante Maria Isabel. Ela é uma das 120 famílias que vão se mudar para o Conjunto Habitacional da Posse nesse ano de 2019.

“Já sonho com tudo no se lugar, do jeito como eu sempre imaginei. Estou colocando o piso que escolhemos com muito carinho e já planejando onde vamos colocar os móveis. Às vezes nem acredito que isso está acontecendo de verdade”, conta Maria Isabel que espera pela casa própria há 12 anos – em 2007 um deslizamento de terra na Vila Rica destruiu a casa de Maria Isabel e de sua filha.

“Perdi minha casa e o pior, minha neta. Desde então sonho com essa casa própria, sair do aluguel e recomeçar. Ter a certeza de que é minha. Estou adorando o lugar e as pessoas são muito legais também. Não vejo a hora de mudar”, completa Maria Isabel.

Luis Francisco da Silva, marido de Maria Isabel, afirma ainda que receber a noticia de que poderiam mudar já em janeiro foi um verdadeiro presente. “O melhor presente. Estou com 73 anos e já não esperava mais uma alegria como essa. Foi uma surpresa boa e agora estou fazendo planos para a minha casa”.

Do total de 120 famílias, 72 receberam as chaves dos apartamentos em dezembro de 2018. As outras receberão a chave neste ano. Cada imóvel tem cerca de 40 m², com dois quartos, sala, banheiro e cozinha/área de serviço.

A prefeitura vai continuar acompanhando todo o processo de mudança para o conjunto. Segundo a política habitacional do município, ainda existem 776 apartamentos na obra do Vicenzo Rivetti, que também estão em fase final de construção e serão construídas ainda mais de 1 mil unidades no Caetitu, na Mosela, em Benfica, no Vale do Cuiabá e na Estrada da Saudade.

O conjunto habitacional da Posse está sendo feito pela prefeitura e governo do Estado. Cada um ficou responsável pela construção de 72 unidades. Os apartamentos do Estado já estão prontos e dos da prefeitura tem dois blocos concluídos e mais dois com 75% de conclusão. Outros dois blocos foram entregues ainda em 2016, com vazamentos e infiltrações e também passam por reformas para que todos possam ter totais condições de morar com dignidade no conjunto habitacional da Posse.

Ana Maria de Azevedo também está ansiosa para a mudança. “Já estamos organizando tudo para mudar o mais rápido possível. É uma alegria indescritível poder chamar o apartamento de meu, morar sem medo. Não tenho palavras para expressar tudo o que eu sinto”, contou.

Valcir de Jesus Oliveira completa Ana Maria: “Parece um sonho. Escolhemos o piso, já queremos ver tudo pronto para limpar e mudar. Agora é só agradecer a Deus por esse presente maravilhoso”, contou. Ana Maria e Valcir perderam a moradia em 2011, no Vale do Cuiabá. “A chuva levou tudo, mas, agora, recuperamos a nossa esperança com esse imóvel novo e tão esperado”, contou Ana Maria.

Para facilitar a vida dos contribuintes, a Secretaria de Fazenda está disponibilizando, via internet, a retirada de boletos para pagamento do Imposto Predial Territorial e Urbano - IPTU -2019. Para ter acesso ao documento, basta que o interessado acesse o site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br), clique  no ícone “IPTU” - à esquerda na tela. Para imprimir o boleto de pagamento, o interessado precisa informar apenas o número de inscrição do imóvel. Quem quitar o imposto em cota única garante descontos. Serão 9% para aqueles que pagarem o tributo em cota única até o dia 21 de janeiro; 7% para quem pagar até 20 de fevereiro e 5% para aqueles que optarem pelo pagamento único até 20 de março

O pagamento do imposto em cota única ajuda a prefeitura a manter serviços importantes para a população, em áreas como saúde, educação, melhorias na infraestrutura, e tantos outros essenciais no dia a dia da população.

Em Petrópolis 116.051 imóveis são cadastrados pela Secretaria de Fazenda, sendo 93.143 áreas construídas e outros 22.908 terrenos. “Estamos trabalhando para que os 93.143 carnês enviados pelos correios cheguem às mãos dos contribuintes antes do dia 20 – véspera do vencimento do primeiro prazo da cota única – 21 de janeiro”, pontua a secretária de Fazenda Elaine Nascimento.

A exemplo do que foi feito nos anos anteriores, para dar mais conforto aos contribuintes que preferem fazer a retirada do boleto pessoalmente, a Secretaria de Fazenda irá montar uma central de atendimento no Centro de Cultura Raul de Leoni. “Sempre existe uma demanda por emissão de segunda via, principalmente de pessoas idosas que preferem retirar a segunda via pessoalmente, por isso é importante disponibilizarmos este posto de atendimento em uma área bem central da cidade, com fácil acesso a todos e uma infraestrutura diferenciada, agilizando o atendimento e facilitando a emissão do boleto”, explica a secretária de Fazenda, Elaine Nascimento.

Em pouco mais de um ano e meio, o serviço já deu destinação correta a mais de 2,5 mil toneladas de entulho

O Disque Entulho já realizou 5.096 atendimentos e recolheu de 2,5 mil toneladas gratuitamente desde que foi reativado, em maio de 2017. Os números comprovam a eficiência do serviço, que ficou quatro anos desativado. A iniciativa garante a destinação correta desse tipo de material e retira das ruas restos de obras, objetos e lixo verde jogado pela população.

Um dos objetivos desde o início do governo para a Comdep era a reativação do Disque Entulho. O trabalho foi interrompido durante quatro anos porque era considerado “custoso”, mas acabou gerando impacto negativo principalmente para as famílias mais pobres, que tinham dificuldade de dar a destinação correta a restos de obras, mato, móveis e eletrodomésticos velhos.

O Disque Entulho atende principalmente quem gera pouco entulho – como por exemplo, quem faz pequenas obras em casa – e que não consegue levar os “resíduos volumosos” para o aterro de Pedro do Rio, que é o local adequado para o descarte. Isso porque um caminhão para transportar esse material pode custar de R$ 250 a R$ 300, o que inviabiliza a destinação correta do entulho.

Para agendar, é só ligar para o telefone 2243-7822, de segunda a sexta, entre 8h30 e 17h. O Disque Entulho conta com rotas fixas, mas pode atender outros locais de acordo com a demanda do serviço.

A coleta é de até 20 sacos com peso de 25 quilos, por uma questão de segurança dos coletores, para evitar lesões dos funcionários. Depois do agendamento marcado, a pessoa pode colocar os sacos na rua no máximo dois dias antes da coleta. E o morador só precisa ficar atento se a rua permite acesso para o caminhão.

Descarte irregular de entulho

Um dos reflexos do Disque Entulho é evitar o depósito irregular de entulho sobre calçadas e ruas, o que é proibido pelo Código de Postura. A legislação do município determina que o gerador do entulho deve dar o destino correto –ou seja, levar para o aterro de Pedro do Rio. No caso de flagrante, o responsável é intimado a fazer a retirada imediata e recebe multa de R$ 800.

O serviço de coleta do entulho é dividido pela Comdep, que faz trabalha com máquinas e funcionários próprios, e a Secretaria de Serviços, Segurança e Ordem Pública (SSOP), que coordena a atuação da Força Ambiental, com equipamentos e funcionários deles. São cerca de cinco mil toneladas de entulho por mês levados para o aterro de Pedro do Rio.

Mas o trabalho de limpeza vai muito além disso. A coleta de lixo, por exemplo, passa por 1.633 ruas ou locais todos os dias ou a cada 48 horas. Para saber quando o caminhão passa, é só ir no site da Comdep (www.comdep.com.br) e conferir a “Hora do Lixo”. São 323 toneladas de lixo recolhidos todos os dias.

Para isso, foram instaladas mais de 350 lixeiras pequenas e feitas mais de 180 coletoras grandes com base de concreto em toda cidade. Mais de 1,3 mil ruas receberam capina e roçada e 26 bairros tem varrição diária. Tudo feita para manter a cidade limpa e conservada.

Rota do Disque Entulho

Segunda-feira: Valparaíso, Centro, Caxambu e Morin

Terça-feira: Retiro, Carangola, Roseiral e Jardim Salvador

Quarta-feira: Bingen, Mosela, Quarteirão Brasileiro, Av. Barão do Rio Branco e Atílio Marotti

Quinta-feira: Quitandinha, Independência, Castelânea e Alto da Serra

Sexta-feira: Itamarati, Provisória, Floresta, Samambaia, Cascatinha e Estrada da Saudade

 

A retomada de dois projetos sociais aumentou a gama de ações desenvolvidas pela Secretaria de Assistência Social no ano passado. Os programas de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) e de Acesso ao Trabalho (Acessuas), começam a ser estruturados e já apresentam resultados. As iniciativas não vinham sendo aplicadas na gestão anterior e tiveram os recursos retidos. Desde 2017, porém, foram retomadas iniciativas para que o orçamento de R$ 300 mil voltasse a ser redirecionado ao município.

O PETI está em fase de estruturação e para a aplicação, os agentes da Assistência Social atuam em conjunto com o Conselho Tutelar, uma das portas de entrada para a identificação de casos em que o trabalho infantil é praticado. O programa recebe o recurso de R$ 200 mil e através dele, os agentes implantam medidas para que menores de idades sejam retirados da situação de risco. O programa Acessuas, além de providenciar a liberação da verba, houve aumento dos recursos. Para esse eram destinados R$ 60 mil, mas com a implantação e a constatação dos resultados, o Governo Federal ampliou o investimento que passou a ser de R$ 100 mil.

Até o mês de novembro, o Acessuas foi responsável pela inserção de 400 usuários ao mercado de trabalho. O programa auxilia na elaboração de currículos, encaminhamento para cursos profissionalizantes e entrevista de emprego. “A expectativa é de que para 2019 esses programas contribuam ainda mais para a obtenção de bons resultados para a cidade”, destaca a secretária de Assistência Social, Denise Quintella.

O diretor do Departamento de Proteção Social Básica, Rodrigo Lopes, conta que esses programas voltaram a ser estruturados em 2017, juntamente com a reformulação de equipes para a execução dos mesmos. “Temos atuado para aprimorar a utilização dos recursos, que passaram a ser utilizados de forma adequada”, frisa.

Para 2019, outros avanços são previstos na área de Assistência Social. Um deles será a reabertura do CRAS Alto Independência, que permitirá a melhoria do acesso dos usuários aos serviços prestados e maior intervenção dos agentes nas demandas sociais da região. Na unidade funcionará o Programa de Atenção Integral à Família (PAIF) e o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) e terá capacidade de atender 5 mil famílias.

O avanço das ações sociais pelas comunidades chegará ao bairro Madame Machado, que será beneficiado com a reabertura da Cozinha Comunitária. O programa funciona como uma extensão do Restaurante Popular para os bairros de maior vulnerabilidade social, oferecendo refeição a preços subsidiados pelo governo.

Restaurante Popular registra aumento de 20% no movimento

Mais de 450 mil refeições foram disponibilizadas no Restaurante Popular no Centro da cidade. Esse número representa um aumento de cerca de 20%, se comparado com 2017, que fechou o ano com um registro de 370 mil. Um importante fator, que contribuiu para esse resultado, foi a inserção do lanche da tarde no serviço. Desde agosto, além do café da manhã e do almoço, o programa passou a oferecer o lanche da tarde. No Centro da cidade, os usuários têm acesso a café da manhã e lanche da tarde pelo valor de R$ 0,50 cada e almoço a R$ 1

Vacinas de rotina já estão disponíveis na Unidade Básica de Saúde

A Unidade Básica de Saúde (UBS) da Mosela passa a concentrar o atendimento para a vacinação dos usuários do bairro Bingen. A unidade já está abastecida com as 15 vacinas de rotina para crianças, adolescentes e adultos. As solicitações para vacinas especiais podem ser encaminhadas para a unidade a partir de segunda-feira (07.01). A UBS Mosela dá suporte para a sala de vacina da Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica, no Hospital Municipal Nelson Sá Earp, que passa por reforma. Além da unidade da Mosela, as pessoas que buscavam atendimento na sala de vacinas da Coordenadoria da Vigilância Epidemiológica, podem se direcionar a qualquer uma das 14 salas da vacina disponíveis no município.

Com essa mudança, a UBS Mosela amplia o território de atuação, sendo referenciada também para os usuários do Bingen. Desde 2017 a unidade passou a ser referência para os bairros da Fazenda Inglesa, Moinho Preto, Pedras Brancas e Bataillard. A mudança garante melhor estrutura para a realização dos atendimentos, com o acompanhamento de médicos e enfermeiros disponíveis na unidade. A UBS Mosela funciona na Rua Mosela - 744, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. O telefone para contato na unidade é 2249-6909 e na Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica é 2233-2674.

A secretária de Saúde, Fabíola Heck, ressalta que a unidade da Mosela é referência por conta de uma questão territorial - uma vez que é a unidade mais próxima do HMNSE - “Informamos a unidade de referência, mas todas as salas do município estão preparadas para receber usuários de qualquer região”, explica a secretária.

Além da Mosela, os usuários da rede pública de saúde podem buscar atendimento nas salas de vacina dos Centros de Saúde, no Centro e Itamarati; das UBSs do Quitandinha, Alto Independência, Itaipava, Pedro do Rio, Morin e Retiro; dos Postos de Saúde da Família (PSFs) do São Sebastião, da Posse e Alto da Serra; dos Ambulatórios Escola de Cascatinha e do Hospital Alcides Carneiro. Assim como na sala de vacina da UBS Mosela, em qualquer uma as unidades disponíveis, os usuários podem contar com atendimento complementar, podendo conciliar os dias de consulta médica com a atualização do calendário de vacinas. 

Na UBS da Mosela estão disponíveis as vacinas de rotina de crianças, todas as indicadas por faixa etária; de adolescentes, como a HPV, meningocócica tipo C, antitetânica de reforço, hepatite B, tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola); para adultos podem ser solicitadas na unidade a tríplice viral, a dupla adulto (difteria e tétano) e hepatite B; para as gestantes estão disponíveis a tríplice bacteriana, dupla adulto e hepatite B. A vacina de febre amarela, para todas as faixas etárias, também está disponível.

Os pedidos para vacinas especiais podem ser encaminhados à UBS Mosela a partir de segunda-feira (07.01). Essas vacinas são indicadas para usuários que passam por tratamento de câncer, pacientes transplantados, com asma, HIV positivo, renais, entre outros diagnósticos. A Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica continua recebendo os pedidos e quando aprovados, redireciona as dosagens para a unidade da Mosela. Para receber a dose da vacina especial, o paciente deve apresentar a indicação médica.

O primeiro fim de semana do ano está bem animado com grandes shows gratuitos e com uma programação extensa do Natal Imperial para todos os gostos. Entre os destaques estão as apresentações do cantor sertanejo Lucas Israel na Praça da Liberdade e o melhor da MPB com Leticia Laranja Trio no Palácio de Cristal, ambos às 20h na sexta-feira (04.01). Todos os espaços da festa, como o Palácio de Cristal – o Doce Natal, a Praça Dom Pedro, Praça da Liberdade – Vila Imperial, a Rua 16 de Março, entre outras, recebem atrações, a maioria gratuita. Este ano, a programação vai até o dia 20 de janeiro.

Animando o sábado da galera, o show da Preta Gil na Praça da Liberdade, promete agitar o público com os seus maiores sucessos. Já no Palácio de Cristal, no espaço Doce Natal, acontece a apresentação da Mariana Trio. Os dois shows estão marcados para às 20h.

Já no domingo (06.01), às 18h, no Palácio de Cristal, acontece a apresentação “Folia dos Três Bois” em lembrança à comemoração da data – Folia de Reis. Mais tarde, encerrando a programação do fim de semana, às 19h na Praça da Liberdade, o espetáculo musical En’Canta Noel - texto de Catarina Maul, traz a história de quatro amigos que relatam as experiências vividas ao lado de Noel Rosa.

A programação completa está disponível na internet, pelo link: https://www.natalimperialpetropolis.com.br/programacao.

 

Cerca de 1.200 alunos são atendidos regularmente nos bairros e a prefeitura vai ampliar esse número em 2019

Com cerca de 1.200 alunos atendidos regularmente em 12 bairros - com a previsão de expandir para mais cinco locais este ano - a Prefeitura trabalha para democratizar o acesso ao esporte em todo o município através do programa Agita Petrópolis. Inaugurado em março de 2018, o Centro de Iniciação ao Esporte de Petrópolis, que fica no bairro Caxambu, é a ferramenta chave para esse objetivo: são 12 modalidades esportivas gratuitas, que ainda contam com vagas abertas para novos alunos. Outra meta da prefeitura é a reestruturação das 38 academias ao ar livre mapeadas pelo município, aumentando a oferta de atividades físicas gratuitas para a população.

O CIE ocupa uma área de 1,6 mil m² ao lado da Escola Municipal Senador Mário Martins no Caxambu. O espaço vem sendo utilizado para fomentar a prática de atividades físicas, sempre com acompanhamento de profissionais de educação física. Para as crianças e os adolescentes, são oferecidas aulas gratuitas de futsal, vôlei, handebol, basquete, basquete 3x3, jiu-jitsu, muay thai, karatê e capoeira, de segunda à sexta-feira, de 10h às 18h. Para os adultos, existem turmas de dança, ginástica e alongamento as segundas, terças, quintas e sextas, a partir das 18h30.

“É importante ressaltar que ainda tem vaga aberta para novos alunos em todas as atividades. Queremos que a comunidade do Caxambu abrace, cada dia mais, o CIE e cuide do equipamento como uma extensão de suas casas, porque a meta é essa: que ele seja usado por todos os moradores, de todas as idades”, disse Hingo Hammes, superintendente de Esportes e Lazer, ressaltando que são mais de 500 pessoas atendidas no local e a previsão é que esse número chegue a dois mil.

O Agita Petrópolis oferece aulas de ginástica, alongamento ou dança no Vila Rica, Bairro da Glória, Caxambu, São Sebastião, Alto da Serra, Retiro, Bataillard, Oswaldo Cruz e Madame Machado. No Meio da Serra, são turmas de futsal feminino e infantil e no Siméria de futebol society. Na Estrada da Saudade, o basquete e o vôlei são oferecidos. Além disso, a prefeitura mantém parcerias com projetos sociais e trabalha de maneira integrada, oferecendo diversas modalidades esportivas nos PSFs, nas Academias da Saúde e nas Escolas Municipais.

“Além dos benefícios para saúde, o esporte é uma importante ferramenta de formação pessoal. Estamos trabalhando em conjunto para oferecermos ainda mais atividades neste ano”, garante Hingo, lembrando que os interessados em participar podem procurar a sede da Superintendência de Esportes e Lazer da cidade, que fica no Centro de Cultura Raul de Leoni, na Praça Visconde de Mauá, no Centro ou fazer contato com a unidade pelo telefone: 2233-1218.

Outra meta da prefeitura para o próximo ano é a reestruturação das 39 academias ao ar livre mapeadas pelo município, aumentando a oferta de atividades físicas gratuitas para a população. O projeto, no entanto, ainda está em fase de estudo para que os locais tenham acompanhamento regular de um professor de educação física.

“Temos o objetivo de manter a população da cidade ativa, praticando as mais diversas modalidades esportivas. Estamos criando uma série de ações que atendam os petropolitanos em todo o município”, completa Hingo.

A Secretaria de Educação publicará na próxima semana no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br) a lista com os nomes dos alunos sorteados para o cadastro de reservas que poderão ingressar no 6º ano do Liceu Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio. Ao todo 90 alunos serão convocados: eles entrarão no lugar daqueles alunos que não fizeram a matricula na unidade escolar de ensino.

Em novembro, a Secretaria de Educação realizou um Sorteio Público onde foram sorteados 190 nomes para ingresso imediato no 6º ano do Liceu Municipal Cordolino Ambrósio, além do sorteio de nomes para cadastro de reserva. No entanto, nem todos os alunos fizeram a matricula, o que vai possibilitar desde já o chamamento do cadastro de reserva.

Os nomes serão disponibilizados após o dia 7 de janeiro e a matricula desses alunos poderá ser feita de 8 a 11 de janeiro, também no próprio Liceu. Para a matrícula é necessário levar a declaração de aprovado no 5º ano do ensino fundamental.

“As matriculas poderão ser feitas no próprio Liceu. Em caso de dúvidas eles poderão procurar o Departamento de Matrícula da Secretaria de Educação”, disse a secretária de Educação, Marcia Palma.

A mudança na forma de ingresso no Liceu – de 2011 até 2017 a Secretaria de Educação realizou provas de admissão e os candidatos conseguiam as vagas de acordo com as notas – recebeu parecer favorável do Conselho Municipal de Educação.

Informações adicionais podem ser obtidas no Departamento de Matriculas da Secretaria de Educação que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h30 – Avenida da Imperatriz, nº 193.

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias não registrou nenhuma ocorrência por conta da chuva da noite de quarta (02.01). Nas últimas 24 horas, o maior índice pluviométrico acumulado foi registrado no Gentio – Vale do Cuiabá, onde choveu 51mm.

A Defesa Civil permanece em estágio de atenção, já que existe a previsão de 15 mm de chuva para esta quinta-feira (03.01) no município. A Secretaria orienta à população a ter atenção em função dos acumulados que deixam o solo encharcado.

“É fundamental que a população que vive em uma área de risco tenha atenção redobrada, já que existe a previsão de chuva para os próximos dias. Os moradores devem ligar para o 199 e informar caso tenham alguma ocorrência”, afirma o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato Vaz.

Em caso de qualquer sinal de instabilidade no imóvel ou terreno, o morador deve ligar para o telefone 199 e pedir uma vistoria preventiva à Defesa Civil. A ligação e o serviço são gratuitos

Notícias por data

« Janeiro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31      

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP