Com a proximidade do Natal Imperial, que este ano começa no dia 30 de novembro e será estendido até 20 de janeiro de 2019, a Companhia Petropolitana de Trânsito e Transporte, a CPTrans, já planeja o esquema de trânsito para o período do evento, que deverá receber mais de 330 mil pessoas, assim como no ano passado. Mais uma vez, veículos de turismo terão prioridadee, por isso, as vagas de estacionamento e de embarque e desembarque serão ampliadas. Em 2017, Petrópolis recebeu mais de 800 ônibus de turismo no período e a expectativa é de que este número seja ainda maior nesta edição.

Um dos maiores eventos da cidade exige um planejamento adequado. Como no ano passado, quando o trânsito fluiu bem, a prefeitura quer um trânsito ainda melhorar este ano. O Natal Imperial atrai turistas, lota a cidade e um trânsito fluído torna a experiência na cidade ainda mais completa.

Algumas mudanças para o setor foram apresentadas nesta quarta-feira (17.10), na CPTrans, em reunião entre a companhia e guias de turismo. Entre as medidas planejadas estão a ampliação das vagas em frente ao Museu Imperial e no entorno do Palácio de Cristal; a reserva dos estacionamentos dos dois lados da Avenida Tiradentes, em frente à Catedral São Pedro de Alcântara; nova sinalização e novo regulamento para a Praça 14 Bis, inclusive com a ampliação do horário destinado exclusivamente para ônibus de turismo; área específica para estacionamento no Quitandinha, entre outras.

Segundo o diretor técnico e operacional da CPTrans, Luciano Moreira, a parceria com os guias é fundamental. “Eles nos ajudam a fazer o nosso trabalho da melhor maneira possível. O Natal Imperial é um dos principais eventos da cidade e estamos planejando o esquema de transito para que tanto turistas quanto petropolitanos aproveitem a festa sem qualquer problema”, frisa. “Os guias são a porta de entrada do turista na cidade. Por isso é tão importante que em qualquer planejamento a gente ouça o que eles têm a dizer. A parceria é muito importante para ajustar e melhorar o que for necessário para o setor”, completa o diretor de turismo e eventos da Turispetro, Marcelo Florêncio.

No ano passado, a festa garantiu a injeção de R$ 220 milhões na economia do município e foi um dos principais eventos da cidade, com restaurantes, hotéis e comércio lotados durante todo o mês de dezembro. A estimativa é de que mais de 330 mil pessoas tenham passado pelos 36 dias de festa. Neste ano, serão 52 dias, e, por isso, a expectativa é de que os números sejam ainda maiores. “A expectativa é muito grande. Já estou com todos os fins de semana de dezembro bloqueados para o Natal. E essa parceria dos profissionais que atuam com turismo com os órgãos públicos é fundamental, tem que existir sempre”, explicou a guia Raquel Neves.

Já foi aplicado asfalto em cerca de 650 metros da rua que liga o Centro ao Alto da Serra

Atuação na via dá sequência ao trabalho já feito nas ruas Santos Dumont, Souza Franco, Visconde de Bom Retiro, Aureliano Coutinho e Imperador

Após o serviço de pavimentação do circuito formado pelas ruas Santos Dumont, Souza Franco, Visconde de Bom Retiro, Aureliano Coutinho e Imperador, o programa Mais Asfalto está atuando em mais uma via de grande circulação de veículos: a Rua Dr. Sá Earp. Ela serve de ligação entre o Centro e o Alto da Serra (Morin, Meio da Serra, Vila Felipe, Chácara Flora e Sargento Boening). O serviço vem acontecendo sempre no período noturno, para não impactar o trânsito e permitir um avanço mais rápido do trabalho.

A Rua Dr. Sá Earp terá 1,3 quilômetro pavimentado. O trecho entre a entrada do Morin e da Santos Dumont já começou a receber aplicação do asfalto, com cerca de 400 metros já prontos e mais 250 metros com uma camada de material já colocada.

Uma grande parte do Centro está recebendo nova pavimentação, uma reforma completa de um circuito que recebe um fluxo grande de veículos todos os dias. São 25 linhas de ônibus que saem do Alto da Serra em direção ao Centro, cerca de 800 viagens diariamente, além dos veículos leves e caminhões que trafegam todos os dias. Das ruas já atendidas, são quase cinco quilômetros com pavimentação pronta e que já estão recebendo nova pintura de sinalização. Outras ruas também serão atendidas na sequência do serviço na Dr. Sá Earp.

Ao longo da Dr. Sá Earp, está sendo feita uma raspagem da pista para colocação do asfalto novo para eliminar ondulações e proporcionar um melhor nivelamento da via. Isso também ajuda a fixar melhor o material e melhora a drenagem da água de chuva nas laterais da pista. O serviço mobilizar uma máquina de fresagem (raspagem), uma máquina para espalhar pintura de ligação, uma máquina para aplicar e compactar o asfalto e dois rolos compressores.

O serviço terá continuidade pela Rua Nelson Sá Earp, com cerca de 350 metros e com movimento de 22,5 mil veículos por dia. A via é uma das alternativas para quem vai para Mosela, Bingen, Valparaíso e Quitandinha.

A atuação em vias de grande movimento é apenas um dos braços do programa Mais Asfalto, que também mantém sete equipes para fazer a manutenção viária nos bairros e melhorar os locais que servem de itinerário de linhas de ônibus que atendem as comunidades.

Evento Reinventando a Terceira Idade vai acontecer domingo (21.10), na Fábrica do Saber

Estão abertas as inscrições para o Reinventando a Terceira Idade, evento realizado pela Secretaria de Saúde na busca pela integração dos idosos. Na ação, que acontece no próximo domingo (21.10), no Centro Poliesportivo Fábrica do Saber, vão acontecer apresentações dos trabalhos realizados por órgãos ligados à atenção à Terceira Idade e uma gincana envolvendo idosos e jovens.

A promoção à Saúde do Idoso e a integração desta população é um dos objetivos, desde o início da gestão. A prefeitura tem buscado ampliar o acesso deste público a exames e consultas. Neste ano, o município conseguiu implementar a Caderneta de Saúde da Pessoa Idoso, que permite acompanhar mais de perto o que tem sido feito pela Saúde de cada paciente.

O Reinventando a Terceira Idade está sendo promovido pela Área Técnica da Saúde do Idoso e vai acontecer das 9 às 13h. Ele terá um objetivo principal: conscientizar sobre a importância de integrar o idoso no dia a dia dos lares. Para isso, uma gincana vai premiar as quatro melhores duplas. Serão provas em que a parceria entre um idoso e um jovem será fundamental para o sucesso.

“Estamos elaborando provas que incentivem esta participação e a colaboração entre os membros de cada dupla. Em algumas destas provas, os idosos devem se sair melhor, então os jovens vão precisar do apoio. Em outras, acontece o inverso, com os jovens tendo que auxiliar os idosos. Queremos passar esta ideia, de que todos podem ajudar e precisar ser ajudados, e o melhor: todos saem ganhando”, pontua a geriatra e coordenadora da Área Técnica da Saúde do Idoso, Rita Ravaglia

O evento vai contar, ainda, com palestra da triatleta Leda Bresciani, que, aos 79 anos, esbanja boa forma, participando de competições no Rio de Janeiro. Ela vem passar experiências e orientações sobre como ter uma boa qualidade de vida na terceira idade. Estão confirmadas, também, as equipes da Academia da Saúde e música com o Coral Pró-Tempore e a Seresta Imperial.

“Muito mais que um evento para marcar o Mês do idoso, o Reinventando a Terceira Idade vem para ampliar o conhecimento, trazendo boas experiências, trabalhos desenvolvidos, obras realizadas e a diversão, que não pode deixar de faltar”, completou a secretária de Saúde, Fabiola Heck.

Os cadastros para participação estão sendo feitos nos postos de Saúde, mas quem quiser pode entrar em contato, também, com o Departamento de Atenção Básica, pelo telefone (24) 2233-8862. Um ônibus será disponibilizado para quem quiser participar, com saída do Centro da Cidade, às 8h30, e retorno após o fim do evento. Para a gincana, é obrigatório que o cadastro seja feito em duplas (idoso e jovem).

A CPTrans aproveitou a trégua do tempo chuvoso entre a noite desta terça (16.10) e madrugada de quarta-feira (17) para dar continuidade ao serviço de sinalização horizontal no Centro Histórico. Foram seis faixas pintadas completamente, além de outras cinco que receberam pintura parcial – serviço que será concluído assim que o tempo apresentar condições favoráveis. O serviço ocorre em horário que não prejudica o trânsito, pintando meia pista para garantir a passagem dos veículos na pista ao lado. Os locais contemplados, além da Rua do Imperador foram as intercessões da Marechal Deodoro, General Osório e Alencar Lima.

O serviço vem sendo acompanhado de perto pelo prefeito Bernardo Rossi, que destaca a importância da sinalização adequada para um trânsito mais seguro. Ruas asfaltadas somadas à sinalização horizontal são medidas essenciais para um tráfego de veículos mais fluído, bem como seguro aos pedestres. As equipes estão trabalhando em conjunto, melhorando o asfalto e, após, realizado a pintura das vias.

A CPTrans já realizou a pintura de meia de pista da Rua do Imperador e está realizando as faixas de pedestres. As vias estão sendo pintadas com tinta à base de solvente, que garante melhor adesão ao solo e maior durabilidade. O cronograma da CPTrans inclui, também, a implementação de sinalização horizontal com marcas de canalização para a área em frente ao Rosário, ao lado da Estação Rodoviária Imperatriz Leopoldina.

“Nosso cronograma inicial tem sido alterado com frequência por conta das condições do tempo. A chuva ou o excesso de humidade no asfalto impossibilitam a pintura de maneira adequada. Mas, à medida que haja melhoria no tempo vamos realizando os serviços. O nosso cronograma inclui, além da pintura na Rua do Imperador, a realização da sinalização da Santos Dumont, Rua Visconde de Bom Retiro e Aureliano Coutinho, bem como nas demais ruas beneficiadas pelo ‘Mais Asfalto’”, explica o diretor-presidente da CPTrans, Jairo Cunha.

Contagem da CPTrans aponta que só na Rua do Imperador, 22.800 veículos que passam diariamente, além de 112 linhas de ônibus. O circuito serve de itinerário de 25 linhas de ônibus, que fazem mais de 800 viagens por dia e transportam mais de 20 mil pessoas diariamente.

Prefeitura entregou 979 medalhas e 36 troféus para os representantes das 23 escolas que participaram

Novidade implementada pela gestão do prefeito Bernardo Rossi, a cerimônia de encerramento do Jogos Estudantis Municipais (JEMs) reuniu mais de 400 crianças e adolescentes no Salão de Convenções do Sesc Quitandinha na manhã desta quarta-feira (17.10). Foram entregues 979 medalhas e 36 troféus para os representantes das 23 escolas que participaram dos jogos. Pela quinta vez consecutiva, a Escola Municipal Monsenhor João de Deus Rodrigues, de Pedro do Rio, conquistou o título geral do JEMs.

O objetivo da gestão é fortalecer o esporte estudantil, garantindo que mais alunos estejam praticando esportes. A prefeitura preparou os jogos de uma maneira que envolvesse o maior número de alunos possível de cada escola, mantendo os jovens mais ativos. A criação de uma festa para a premiação tem o objetivo de integrar as escolas e alunos participantes.

O JEMs foi disputado em duas categorias: sub-13 e 15. Os alunos participaram de 157 jogos em oito modalidades: basquete, futebol de campo, futsal, handebol, vôlei, tênis de mesa, xadrez e atletismo. Ferramenta importante para a integração dos alunos da rede municipal, os jogos são uma forma dos alunos mostrarem o seu potencial.

A Superintendência de Esporte e Lazer fez a entrega da premiação para escolas e para os alunos presentes na festa. O objetivo é aumentar o número de escolas e de alunos para o ano que vem.

É preciso inserir os meninos e as meninas nas mais diversas modalidades esportivas, contribuindo com a saúde, bem-estar, além de contribuir no desenvolvimento individual de cada um. Para o ano que vem, a ideia é aumentar o número de escolas participantes, para que mais alunos estejam inseridos no esporte. A presença dos colégios na cerimônia de encerramento é uma comprovação da importância do JEMs para a rede.

Presente na cerimônia, a secretária de Educação, Samea Ázara, destacou os benefícios do esporte para o desenvolvimento pedagógico e social dos alunos. Os treinamentos das equipes são feitos no contra turno da escola, ou seja, são mais atividades para os jovens além da sala de aula. 

“O trabalho integrado da prefeitura, entre a Secretaria de Educação e a Superintendência de Esportes e Lazer, tem o objetivo de aumentar a oferta de atividades físicas nas escolas. É muito importante essa interação entre as escolas e a amizade entre os alunos. O espírito de equipe e a animação dos professores faz toda a diferença, estimulando cada vez mais a participação dos alunos”, afirmou Samea.

Maurício Manzini, treinador de basquete da Escola Municipal Monsenhor João de Deus Rodrigues, comemorou o título geral conquistado pela escola e estava bastante satisfeito com o desempenho dos alunos na modalidade - foram três títulos: sub-13 masculino e no 15 com os meninos e meninas. Ele destacou também que o JEMs insere os estudantes nas mais diversas modalidades.

"O Brasil é o país do futebol, mas pode ser também do basquete, do vôlei e de outras modalidades. Se houver a oferta, existe a procura. Por isso desenvolvemos um trabalho muito forte, que vai muito além do futebol e do futsal. O esporte é uma ferramenta também disciplinar, já que condicionamos a presença dos alunos nos jogos ao comportamento e as notas", conta Maurício.

A Escola Municipal Monsenhor João de Deus Rodrigues fez 170 pontos e ficou em primeiro lugar. A vice-campeã foi a Escola Municipal Fábrica do Saber, com 125. Todas os alunos que participaram do JEMs foram premiados, como forma de incentivar os jovens na prática esportiva.

Cada vez mais as escolas estão aderindo a proposta de inserir os jovens nos jogos estudantis. A prefeitura determinou que a gente aumentasse a oferta de atividades físicas para as crianças e adolescentes da nossa cidade e os jogos são fundamentais neste sentido.

Reuniões fazem parte de um conjunto de ações de prevenção da prefeitura para o período de fortes chuvas

O último encontro setorial para a atualização das matrizes de atividades e responsabilidades e dos planos de contingência que fazem parte do Plano Verão municipal acontece nesta quinta-feira (19.10) na Sala de Cooperação da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias. Participam representantes das secretarias de governo que trabalham na resposta imediata às ocorrências, como a Comdep, CPTrans, Guarda Civil e Assistência Social. O plano determina a função de cada órgão nos atendimentos ocasionados pelas fortes chuvas em cima das principais ameaças desta estação: deslizamento de solo ou rocha, inundações, rolamento de blocos rochosos, vendavais e tempestades de raios.

No último verão, os índices de chuva cresceram 120% e a quantidade de ocorrências registradas subiu 48%. A atualização do Plano Verão municipal é uma resposta da prefeitura a esses números, com o objetivo de atender a população de forma mais rápida e eficaz neste período. As ações de prevenção do governo têm como foco reduzir o risco de desastres no município.

O trabalho organizado e de prevenção é fundamental para a cidade no período de fortes chuvas. Além da atualização do Plano Verão municipal, a cidade tem o programa SOS Chuvas, em parceria com duas universidades da cidade e que busca impedir o avanço das construções irregulares. A prefeitura também inseriu na rede municipal de ensino os temas Defesa Civil e Educação Ambiental, pensando no futuro da cidade. O município está trabalhando em várias frentes para a redução do risco de desastres. 

Também como forma de intensificar o trabalho de prevenção aos desastres de origem natural antes do período de fortes chuvas, a Defesa Civil está preparando um calendário de operações nas praças e nas comunidades com o objetivo de orientar a população e visitar os pontos de apoio existentes no município. Cartilhas ensinando os moradores a agir em caso de ocorrências, como deslizamentos de terra e inundações, também serão entregues aos moradores. Os agentes iniciam as atividades em novembro.

“Nossas ações têm foco nas áreas de maior risco geológico do município e que contam com o sistema de sirenes. Precisamos estar bem próximos dos moradores para que a gente tenha a redução do número de ocorrências. Ao lado da população, vamos estar ainda mais preparados e integrados para enfrentarmos, conjuntamente, as ameaças do verão", garante o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato Vaz.

SOS Chuvas contam com 48 estagiários voluntários cadastrados

O programa SOS Chuvas conta com 48 estagiários voluntários cadastrados este ano. São estudantes de arquitetura e engenharia das universidades Estádio de Sá e UCP que se colocaram à disposição da prefeitura para trabalhar nas áreas de Defesa Civil, Obras e Meio Ambiente. Os interessados em participar devem procurar a coordenação de seus cursos para se inscreverem. O projeto foi criado no ano passado para impedir o avanço das ocupações e construções irregulares na cidade, reduzindo os prejuízos causados pelas chuvas de verão.

  O programa é uma oportunidade para os alunos executarem na prática aquilo que aprendem dentro de sala de aula. Além disso, existe a troca de experiências com os profissionais da prefeitura que trabalham em uma das secretarias que participa do projeto. Segundo o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, o SOS Chuvas é mais uma ação do governo municipal com foco na prevenção aos desastres de origem natural.

“O programa faz parte do eixo operacional, com ações nas comunidades com maiores riscos geológicos. Os benefícios para a cidade são diversos. Para os alunos o desenvolvimento profissional é indiscutível, pois vão trabalhar com profissionais competentes da prefeitura, desde geólogos, engenheiros e arquitetos”, disse Paulo Renato.

O tempo de espera pelos clientes nas lojas de telefonia de Petrópolis foi fiscalizado pelo Procon Petrópolis. Com tempo máximo de 15 minutos de espera, conforme estabelece a legislação municipal 7.677 de 27 de junho de 2018, o órgão de defesa do consumidor esteve em cinco lojas para verificar o cumprimento da lei e constatou que os estabelecimentos já contam com sistema de senha na entrada dos estabelecimentos. O Procon, no entanto, notificou que as lojas de telefonia devem fazer a autenticação eletrônica, já que este serviço está sendo realizado manualmente pelo atendendo no momento do atendimento.

Anteriormente, o município se baseava na Lei 7.620/17, que também estipula tempo em operadoras de telefonia. Em maio, uma empresa que atua no município chegou a ser notificada devido ao tempo de demora dos clientes nas filas de espera. Um relato de um cliente comprovou tempo superior a uma hora aguardando na fila de espera. De acordo com a Lei, as lojas devem fornecer senhas contendo informações como data, ordem, horário de chegada e o tempo do atendimento. Além disso, os estabelecimentos devem divulgar em cartazes visíveis ao público no interior da loja.

Em um primeiro momento a determinação foi para que o Procon realizasse ações de conscientização nas lojas do município. Isso é importante porque, por se tratar de uma legislação nova no município, há necessidade de esclarecimento por parte do órgão que fiscaliza. Então, o órgão de defesa do consumidor passou pelas lojas de telefonia para dar as explicações necessário. No entanto, após essa fase, a orientação é que se faça valer a lei municipal, com as empresas fazendo valer a Lei e o Procon fazendo valer o direito do consumidor.

O Código de Defesa do Consumidor (CDC) que trata do assunto explica em seu artigo 56 que, caso a infração seja constatada, a empresa está sujeita as sanções administrativas como multa de 10 UFPES, que deverá ser dobrado em caso de reincidência.

O coordenador do Procon, Bernardo Sabrá, lembra que as lojas de telefonia estão em primeiro no lugar no ranking de reclamações do órgão. “Embora o maior problema seja relacionado ao serviço prestado, o consumidor também, ocasionalmente, busca o Procon porque encontra dificuldade no atendimento ou respostas da empresa, bem como a espera naquele local. Então, estamos atuando em diversos segmentos para tentar sanar os problemas que ocorrem e evitar problemas futuros nas dificuldades da prestação do serviço”, explica.

Quem quiser tirar alguma dúvida ou denunciar alguma prática abusiva pode contatar o Procon pela página do órgão no Facebook, o Procon Petrópolis; pelo site www.petropolis.rj.gov.br/procon. Há, ainda, o WhatsApp Denúncia, no número 98857-5837 ou os telefones 2246-8469 / 8470 / 8471 / 8472 / 8473 / 8474 / 8475 / 8476 e 8477. Atendimento presencial pode ser realizado na unidade do Centro, que fica na Rua Moreira da Fonseca, nº 33. A unidade de Itaipava localizada no Centro de Cidadania, que fica na Estrada União e Indústria, 11.860. Os telefones da unidade são: 2222-1418, 2222-7448 e 2222-7337.

Evento reuniu 70 pessoas profissionais da Saúde e representantes de CIPAs

A Secretaria de Saúde promoveu, nesta quarta-feira (17.10), o primeiro Seminário de Vigilância em Saúde do Trabalhador, na Universidade Católica de Petrópolis. O evento, realizado pelo Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), reuniu 70 pessoas, entre profissionais da Saúde, representantes de comissões internas de Prevenção de Acidentes (CIPAs) e do Cerest do estado.

O Cerest desenvolve um trabalho muito importante na promoção de atividades que visem a Saúde do Trabalhador e o Seminário é uma oportunidade para reforçar estas ações de prevenção. Faz parte dos cuidados com a saúde da população e a prefeitura está empenhados em incentivar cada vez mais esta atenção.

“Ação como esta é fundamental para que possamos colocar os assuntos em discussão e sair daqui com propostas criadas em conjunto para a promoção da Saúde do Trabalhador no município. Devemos fortalecer esta prática no dia a dia. O Seminário é um evento que há muito tempo desejamos fazer e que agora conseguimos, graças ao empenho da equipe do Cerest”, destacou a secretária de Saúde, Fabiola Heck.

O Seminário de Vigilância em Saúde do Trabalhador foi direcionado para os profissionais da Saúde e para as empresas, que foram representadas por responsáveis pelas CIPAs, que trabalham a prevenção a acidentes de trabalho em cada local. As comissões já realizam trabalhos em parceria com o Cerest durante todo o ano. Só em 2018, foram realizadas 13 visitas a empresas levando Campanhas de Vacinação.

“O Seminário vem para trazer um dia muito produtivo visando a Saúde do Trabalhador, mas, além disso, de muito aprendizado. A participação das CIPAs também é muito importante, pois podemos, juntos, dar ideias e elaborar sugestões para os trabalhos desenvolvidos dentro de cada empresa, promovendo ações em cada local”, frisou o coordenador do Cerest no município, Gustavo Cabral.

O evento contou com a participação, ainda, do presidente do Conselho Municipal de Saúde (COMSAÚDE), Rogério Lima Tosta, da auditora fiscal do Trabalho, Ana Luiza Caldas, do vereador Silmar Fortes e da coordenadora de Saúde do Trabalhador do estado, Eralda Ferreira. Eralda elogiou o trabalho feito pelo Cerest no município e citou a importância de ações efetivas visando a promoção da Saúde do Trabalhador.

“Tenho acompanhado, por meio das notícias veiculadas, o trabalho feito pelo Gustavo e a equipe visando a conscientização e orientação. Esta presença é fundamental para aproximar o trabalho do Cerest à população. Estamos vendo neste Seminário uma integração muito importante entre os setores e este é um ponto muito importante também”, comentou.

O Cerest presta atendimento aos trabalhadores que contraem doenças ou algum tipo de agravo relacionado à suas atividades no trabalho. Promove a proteção dos trabalhadores, investiga as condições do ambiente laboral, fazendo uso de dados epidemiológicos provenientes de atendimentos clínicos e de notificações de acidente do trabalho. O espaço funciona na Rua Dr. Sá Earp, número 433, de segunda a sexta-feira, das 8 às 17h. Os telefones para atendimento são (24) 2244-7081 e (24) 2246-9214.

Foi divulgada nesta quarta-feira (17.10) o formato da programação da festa da cultura Afro, que acontece do dia 17 a 20 de novembro, no Palácio de Cristal.  O evento faz parte da semana da Consciência Negra e do calendário oficial do município. O anuncio foi feito durante a reunião do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial (COMPIR). A festa está sendo elaborada com apoio do Instituto Municipal de Cultura e Esportes e TurisPetro entre outras secretarias.

A festa irá manter o mesmo formato do ano passado, com uma extensa programação temática valorizando a cultura afro. A comemoração terá exposições de artesanatos, trabalhos manuais africanos, entrega de moções, apresentações musicais, performances de danças e teatrais, oficinas, workshops, desfile além de Rodas de Conversas, onde convidados irão discutir temas diversos dentro da cultura afro.

Durante a reunião foi aberto o espaço para o recebimento de propostas para os artistas e artesãos e todos também da sociedade civil envolvidos com o tema, que queiram participar da festa. As propostas devem ser anexadas aos documentos exigidos e enviados para o e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . Para mais detalhes da documentação, através do telefone da Casa dos Conselhos (24) 2246-9077 / 2249-4300 até o dia 23 de outubro.

“Estamos aguardando as propostas dos interessados para que possamos segmentar os participantes do evento. O formato da festa está bem amplo dando espaço para todos que são envolvidos com a cultura afro possam participar”, destacou a presidente do Compir Edna Queiroga.

O objetivo do COMPIR é combater a intolerância étnica, religiosa e de gênero, realizando a integração e reconhecimento da população com promoção da igualdade racial. Os encontros são abertos para a sociedade civil no espaço democrático para se discutir política pública - Casas dos Conselhos, na Avenida Koeler, 260 – Centro. As reuniões do conselho acontecem toda segunda quarta-feira do mês, às 16h.

Quem ainda não conseguiu conferir a mostra de Flores Artesanais tem mais uma oportunidade para admirar as mais de 30 espécies de flores em 115 arranjos, expostas na Galeria Van Dijk, no Centro de Cultura Raul de Leoni. A exposição foi prorrogada e vai até o dia 31 de outubro. Todas as criações são da artesã Sueli Valadares, que usou materiais como cetim, seda, crepe, algodão, entre outros, para reproduzir com riquezas de detalhes orquídeas, rosas, bromélias, hortênsias, margaridas, e diversas outras.  

“As pessoas estão gostando muito, têm me mandado mensagem elogiando. A expectativa é muito boa para que mais pessoas aproveitem esse finalzinho de exposição”, destaca a artista. “A maioria das pessoas gosta de flores, não tem como gostar. Elas são muito bonitas”, completa. A exposição está em cartaz no Centro de Cultura desde o início do mês passado. Com o apoio do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE), a mostra pode ser conferida de segunda-feira a sábado, com entrada gratuita.

Flores naturais que a artesã encontra perto de casa, na vizinhança, ou por onde passa, e até mesmo fotografias na internet servem de modelo para Sueli recriar as espécies. O que começou como hobby, em 1996, hoje já chega a sua 20ª exposição. Cada arranjo demora cerca de três dias para ficar pronto, dependendo do tamanho. Na mostra, os 15 tipos diferentes de orquídeas estão entre os destaques, assim como os girassóis, reproduzidos nos mínimos detalhes. A artesã já levou suas flores artesanais para outras cidades, como Teresópolis e Angra dos Reis. Em Petrópolis, ela já realizou exposições em shoppings, no Palácio de Cristal, entre outros.

A Galeria Van Dijk fica aberta de segunda a sexta-feira, de 10h às 17h. E sábados de 13h às 17h. O Centro de Cultura Raul de Leoni fica na Praça Visconde de Mauá, 305, no Centro.

Iniciativa é do Departamento de Capacitação e Formação Profissional

Os servidores da Secretaria de Educação poderão participar de oficinas culinárias gratuitas nos próximos meses. As aulas ocorrerão na Faetec, em Cascatinha. As inscrições podem ser feitas através do telefone 2246-8679.

O Departamento de Capacitação e Formação Profissional da Secretaria de Educação foi criado na gestão com o objetivo de fomentar cursos e oficinas gratuitos para os servidores. Em mais um ano de sucesso, cerca de 1.500 servidores participaram dos cursos. É uma ótima oportunidade e garantia de adquirir novos conhecimentos de forma gratuita.

No dia 26 de outubro será realizada a oficina de pizzas doces e salgadas. O encontro ocorrerá a partir das 18h. Em novembro ocorrerá a oficina de pães – a data ainda será divulgada e, em dezembro, a oficina com pratos natalinos.

“Estamos sempre analisando os pedidos dos servidores e, graças a essa parceria com a Faetec, oficinas culinárias serão oferecidas agora em outubro, em novembro e também em dezembro. Especialmente para essa época do ano, uma das oficinas será sobre receitas natalinas”, explicou a diretora do Departamento de Capacitação e Formação Profissional, Marcia Chiote.

Ainda segundo Marcia, as vagas são limitadas. “É importante que os interessados façam a inscrição para garantir a sua vaga. A aula é totalmente gratuita e um certificado de participação também será entregue pelo Departamento de Capacitação e Formação Profissional”.

As vagas são destinadas aos servidores da Educação – independente da função que ocupam.

Programação ainda promoveu manutenção viária em Alto da Serra, Itaipava, Quarteirão Brasileiro, Nogueira e Valparaíso

A localidade Pedras Brancas, na Mosela, recebeu ação do Mais Asfalto nesta quarta-feira (17.10). O serviço ocorreu na Rua Mathias Hillen, itinerário das linhas de ônibus 118 e 132, que fazem 53 viagens por dia, além da noturna 127, que passa quatro vezes por lá. O prefeito Bernardo Rossi acompanhou o trabalho no local.

Foram aplicadas cinco toneladas de asfalto na via. Uma equipe de sete funcionários atuou no local, com auxílio de um caminhão e um rolo compressor. Esse trabalho feito agora cobre trechos maiores nas ruas atendidas e não apenas os buracos.

O Mais Asfalto tem as comunidades como um dos focos, exatamente para proporcionar melhoria para o transporte público da cidade. São sete equipes por dia atuando em todo município, promovendo a manutenção viária que vai dar mais conforto aos passageiros, mais segurança aos motoristas e vai diminuir o tempo das viagens.

O local ainda recebeu outros serviços nesta quarta, como remoção de entulho próximo à entrada da Rua Mathias Hillen por parte da Comdep e finalização da manutenção de rede de águas pluviais, com rejunte e calçamento da área onde foram trocadas seis manilhas na semana passada.

Os trabalhos no bairro são destacados pelo morador há mais de 50 anos, José Carlos Teixeira, que ressaltou a importância do Mais Asfalto para quem usa as linhas de ônibus.

“A rua estava realmente ruim, as vezes o ônibus precisava frear mais forte e isso era perigoso, além de balançar muito. Então o serviço aqui vai melhorar bastante a passagem por aqui”, afirmou.

Mais Asfalto em outros bairros

O programa Mais Asfalto também passou por ruas dos bairros Alto da Serra, Itaipava, Quarteirão Brasileiro, Nogueira e Valparaíso.

O prefeito Bernardo Rossi também acompanhou o trabalho nas ruas Padre Feijó e Arnaldo de Azevedo (Alto da Serra). A primeira é rota de 14 linhas de ônibus que fazem 333 viagens por dia, da linha noturna 495 (5 viagens) e da linha 468 (16 viagens), que atua apenas aos domingos. Na Arnaldo de Azevedo, o serviço vai ajudar os moradores que utilizando a via.

“Os buracos estão grande e pioram a cada chuva. Já tentamos ajudar com concreto, mas esse serviço aqui vai ficar melhor para a gente”, acredita o morador há 20 anos no local, José Maria Pereira. Por lá, a previsão é de que o serviço retorne também nesta quinta e sexta.

A Rua Neuza Goulart Brizola (Itaipava), itinerário da linha 723, que faz nove viagens por dia, foi atendida. O Vale do Sossego (conhecido como Buraco do Sapo), em Araras, também teve o trabalho, beneficiando 64 viagens diárias de três linhas. A Rua Professor João de Deus, por onde passam 23 viagens da linha 507, e a Rua Gaspar Gonçalves (Quarteirão Brasileiro) também receberam o serviço. Em Nogueira, a manutenção ocorreu na Estrada do Calembe, por onde passam 56 viagens das linhas 603 e 608 e duas da linha noturna 698. No Valparaíso, o serviço ocorreu nas ruas Visconde de Itaboraí e Gonçalves Dias. São 18 linhas que passam por esses dois locais, com 295 viagens.

Ainda esta semana, serão atendidos pelo Mais Asfalto ruas de Caxambu, Bairro da Glória, Araras, Alto da Serra, Independência, Itaipava, Corrêas e Quitandinha.

Além dos bairros, o Mais Asfalto atua também nas vias de maior circulação da cidade. O programa já pavimentou quase cinco quilômetros entre as ruas Santos Dumont, Souza Franco, Visconde de Bom Retiro, Aureliano Coutinho e Imperador. O serviço terá continuidade pela Rua Nelson Sá Earp, com cerca de 350 metros e com movimento de 22,5 mil veículos por dia. A via é uma das alternativas para quem vai para Mosela, Bingen, Valparaíso e Quitandinha.

Evento da FASE abordará o PNAE – Programa Nacional de Alimentação Escolar

O direito à alimentação equilibrada está previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente e o poder público é responsável por ofertar refeições completas e balanceadas para os alunos da rede municipal de Educação. A forma como o PNAE – Programa Nacional de Alimentação Escolar é usado para garantir uma alimentação adequada será discutido durante uma mesa redonda na próxima sexta-feira (19.10), às 11h, na FASE. O evento, que faz parte da Semana Científica da instituição de ensino, contará com a participação da nutricionista da rede municipal de Educação, Nathalia Thomaz.

Na ocasião, a nutricionista fará a mediação da mesa redonda que discutirá o tema. “Será importante para falarmos sobre as especificações do PNAE que são atendidas pelo município. O Plano recomenda o uso de 30% dos recursos da merenda para aquisição de gêneros da agricultura familiar. Em 2017 o município garantiu a meta e comprou 30% com o uso de R$ 1,2 milhão em produtos e, nesse ano de 2018, a estimativa é que 38% dos recursos sejam utilizados para o mesmo fim, ou seja, aumento de 8% na compra de gêneros da agricultura familiar”, explica a nutricionista.

A compra de itens da agricultura familiar para a composição do cardápio da merenda escolar começou em 2009 e a meta sempre foi a de incentivar esse tipo de compra. Segundo o FNDE – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – em 2014 e 2015 o município não cumpriu a meta de destinar 30% dos recursos do PNAE para a compra de alimentos da agricultura familiar, conforme determina a lei 11.947 de 2009. Em 2014 foram destinados apenas 12% dos recursos e, em 2015, o montante foi de 26%.

“Desde o ano passado estamos avançamos no cumprimento da recomendação do PNAE e a intenção é a de aumentar cada vez mais essa aquisição. São produtos de qualidade e que completam o cardápio e garantem a nutrição das crianças”, afirma a secretária de Educação, Samea Ázara.

Nathália Thomaz é uma das nutricionistas da Gerência de Alimentação Escolar da Secretaria de Educação. O departamento é o responsável pela confecção dos cardápios que são enviados para as escolas e Centros de Educação Infantil – as refeições são sugeridas de acordo com a necessidade nutricional, levando-se em consideração a faixa etária dos alunos. As nutricionistas que atuam no GAE visitam periodicamente as unidades escolares. “Temos o cuidado de visitar as escolas, tirar as dúvidas das diretoras e cozinheiras para garantir que as refeições sejam preparadas respeitando o cardápio elaborado”, explica Nathália.

No cardápio da merenda escolar da rede municipal – que atende a aproximadamente 42 mil crianças - há itens como abacate, abóbora, abobrinha, aipim, espinafre, mel, repolho, beterraba, caqui, cebola, inhame, tangerina, tomate e vagem e hortaliças, além de proteínas – carnes vermelhas, peixe e frango e também frutas como banana, maçã, pera, laranja, maracujá, abacaxi, mamão, melão, melancia e limão.

Também participarão da mesa redonda Claudia Roberta Santos (Unirio), Maria de Lourdes Ferreirinha (Unirio) do Centro Colaborador em Alimentação e Nutrição Escolar (CECANE Unirio) e Camila Paes (UFF).

Notícias por data

« Outubro 2018 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31        

Alvará Online - BANNER

DO

loa 2018

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

cpge

gabinete cidadania.fw

selo acesso informacao.fw

cmv-logo