Quarta, 07 Fevereiro 2018 - 18:50

Ações do programa de erradicação do trabalho infantil ganham apoio da promotoria da Infância e Juventude

Ações do programa de erradicação do trabalho infantil ganham apoio da promotoria da Infância e Juventude

A Secretaria de Assistência Social apresentou à promotoria da Infância e Juventude os programas Criança Feliz e AEPETI  (Ações Estratégicas do programa de erradicação do trabalho infantil) a fim de buscar apoio da promotoria nas reuniões dos comitês gestores dos programas do Governo Federal, que serão implantados este semestre no município. A reunião ocorre nesta quarta-feira (07.02).

O Programa Criança Feliz visa promover o desenvolvimento integral das crianças desde a primeira infância, fortalecer os vínculos familiares e garantir a assistência social, promoção da saúde e estímulo escolar. A implantação do programa está prevista para abril.

Já o AEPETI (Ações Estratégicas do programa de erradicação do trabalho infantil) promoverá ações estratégicas para informar, identificar, combater e responsabilizar as situações de trabalho infantil. Ambas às iniciativas serão custeadas pelo Governo Federal com verbas próprias de implantação e manutenção.

O promotor da Infância e Juventude, Odilon Lisboa Medeiros parabenizou a iniciativa do município que vem atuando integrado não só com o Ministério Público, mas como também entre as Secretarias de governo.

“Sozinhos nós não fazemos nada, então com as secretarias e as entidades integradas nós avançamos juntos. Essas ações são muito importantes, pois quando o município investe na criança ele investe no futuro do cidadão. Nós estamos à disposição para auxiliar todo o processo de implantação de ambos os programas”, afirma o promotor Odilon Lisboa Medeiros.

A Secretária de Assistência Social, Denise Quintella, destaca que o Criança Feliz é uma iniciativa do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) e alcançará 700 famílias que tenham crianças de 0 a 3 anos beneficiárias do Bolsa Família e as de até 6 anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC). 

“O programa tem previsão para inicio em abril, já temos a equipe formada. Participamos de um seminário com capacitação do Ministério de Desenvolvimento Social. As equipes atuarão nas oito unidades do Centro de Referência a Assistência Social (Cras) do município. O apoio da promotoria e do Ministério Público é fundamental para fortalecer as nossas ações no município”, avalia Denise Quintella.

Já o AEPETI (Ações Estratégicas do programa de erradicação do trabalho infantil) também vinculado ao Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) reúne um conjunto de ações que têm o objetivo de retirar crianças e adolescentes menores de 16 anos do trabalho precoce, exceto na condição de aprendiz que é a partir de 14 anos. O programa exige a frequência escolar das crianças e adolescentes que passam a receber orientação e acompanhamento pela equipe do programa.   

O promotor da Infância e Juventude, Odilon Lisboa Medeiros explica que, em Petrópolis, não há casos frequentes de exploração infantil, mas reforça a importância da população denunciar junto ao Disque 100 e realizar o relato anonimamente ou procurar a assistência do Conselho Tutelar ou o Ministério Público.

“Nós já atuamos em casos de pessoas que utilizam crianças em semáforos para vender balas entre outros utensílios. Mas não são pessoas do município e sim moradores da baixada fluminense que vem a cidade para pedir dinheiro ou vender alguma coisa. O importante do programa de erradicação do trabalho infantil é conscientizar a população a denunciar e não comprar esses itens” reforça o promotor.

Alvará Online - BANNER

Notícias por data

« Novembro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30  

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo