Imprimir esta página
Sexta, 20 Outubro 2017 - 18:04

Prefeitura e Festival Imperial de Cinema entregam 112 óculos de grau para crianças em sessão de cinema neste sábado (21)

Ação social terá continuidade ao longo do semestre com previsão de entrega de 500 óculos

Acontece neste sábado (21.10) a entrega de 112 óculos de grau das crianças do 1º ano do ensino fundamental contempladas na ação social do II Festival Imperial de Cinema de Petrópolis. A primeira fase do projeto realizado em parceria com a prefeitura será encerrada com uma sessão de cinema no auditório da Universidade Católica de Petrópolis (UCP), no campus Benjamin Constant, com a exibição do filme “As Aventuras de Colombo”.

O município trabalha para zerar a demanda por óculos de grau entre os alunos da rede pública de ensino. Em parceira com a Carl Zeiss e a Óticas da Carol na doação das lentes e armações e da Secretaria de Saúde viabilizando as consultas oftalmológicas gradativamente na Clínica Santa Júlia, conveniada ao SUS, a expectativa é que 500 crianças sejam contempladas na nova fase do projeto “Visão do Futuro” já no próximo semestre.

Inicialmente o projeto do Festival Imperial de Cinema contemplava 200 crianças, mas das 1.720 avaliadas nas escolas, apenas 112 precisaram dos óculos de grau. Bernardo Rossi relembra que durante o processo 60 professores da rede pública foram capacitados para realizar o exame de acuidade visual e 261 consultas oftalmológicas foram disponibilizadas – 115 na Clínica Santa Júlia e 146 na Oftalmo Clínica de Petrópolis.

 Será feito um trabalho integrado entre a Assistência Social, Saúde e Educação para um processo de conscientização junto aos pais sobre a importância do uso dos óculos. Nesta edição 82 crianças selecionadas não compareceram às consultas, então será feito contato com esses pais para saber o que aconteceu para reagendar essas crianças. Vale destacar a parceria dessas empresas junto ao município que é de extrema importância, pois vai ajudar a iniciar um processo para acabarmos com a demanda por óculos para as crianças.

 Após essa primeira fase, o município começa a se estruturar para as próximas etapas. O Programa Saúde na Escola (PSE) irá realizar um levantamento sobre o número de estudantes, dentro dos 10 mil que serão assistidos pelo programa, que têm dificuldades para enxergar. A meta é que esses alunos sejam encaminhados gradativamente até a Clínica Santa Julia, conveniada ao SUS, para realizar as consultas e exames oftalmológicos ao longo dos meses.

A oftalmologista Ana Luisa Quintella Aleixo, responsável pelo projeto Visão do Futuro explica que a segunda fase do trabalho será gradativamente construída junto ao município.

“Esperamos que as crianças atendidas nessa etapa possam usufruir de uma visão melhor, usando e cuidando dos óculos que ganharão. E que eles possam ser instrumento para um melhor desempenho escolar e qualidade de vida. A expectativa é que esse seja o pontapé inicial de um projeto mais abrangente. Que consigamos uma maior conscientização sobre a importância do exame oftalmológico e do uso dos óculos em parceria com a gestão do município”, avalia Ana Luisa Quintella Aleixo.

 Sobre o PSE: O Programa Saúde na Escola é uma estratégia de integração da saúde e educação para o desenvolvimento da cidadania e da qualificação das políticas públicas. As secretarias de Saúde e Educação se uniram para garantir que os estudantes estejam em dia com o calendário vacinal, recebam ações de prevenção à obesidade, cuidados com a saúde bucal, auditiva e ocular, aprendam a combater o mosquito Aedes aegypti, e tenham o incentivo à atividade física, além de prevenção ao uso de álcool, tabaco e drogas.

Itens relacionados por tópico