Quarta, 09 Outubro 2019 - 19:10

Destaques no Defesa Civil nas Escolas apresentam trabalhos durante III Colóquio

Destaques no Defesa Civil nas Escolas apresentam trabalhos durante III Colóquio

O III Colóquio de Defesa Civil contou com a apresentação de 24 unidades destaques no Defesa Civil nas Escolas. Os trabalhos foram realizados no primeiro semestre deste ano e abordaram as ameaças de inverno, com foco nos incêndios florestais, estiagem e educação ambiental, incluindo também a temática de bem-estar animal. O eixo do saber comunitário do congresso foi realizado em dois dias: terça (08.10) e quarta-feira (09) no auditório da Universidade Estácio de Sá. Até sexta (10) ainda participam do evento profissionais de Defesa Civil de outras cidades do Estado e de Belo Horizonte (MG) e professores universitários.

No semestre passado, foram mais de 20 mil alunos envolvidos em 631 atividades. Os trabalhos foram desenvolvidos em todas as 180 unidades da rede municipal, além de outras 30 particulares e outras duas estaduais. No mês passado, foi lançado o Defesa Civil Jovem com o objetivo de aumentar a participação da rede estadual no programa.

O Colóquio segue na quinta (10) com o saber científico. Nele participam professores doutores, de 9h às 17h, com palestras voltadas para a Defesa Civil. No último dia, profissionais de Defesa Civil debatem as experiências municipais de prevenção de desastres nas salas de aula no mesmo horário.

Defesa Civil nas Escolas está alinhado à estratégia internacional da ONU

O Defesa Civil nas Escolas está alinhado à estratégia internacional de redução do risco de desastres das Organizações das Nações Unidas (ONU). Quem garantiu foi o promotor da ONU no Brasil, Sidnei Furtado, durante a abertura do congresso na última segunda-feira. "Em Petrópolis nós entendemos que vem sendo feito um trabalho de acordo com o programa Escola Segura, Escola Resiliente da ONU. É muito importante que este trabalho seja levado também para outras regiões do nosso país", ressaltou Sidnei.

A elaboração dos planos municipais de Inverno e Verão e suas matrizes de atividades e responsabilidades, do programa SOS Chuvas e da política pública de Defesa Civil nas Escolas, colocaram Petrópolis como uma das cidades indicadas com potencial para se transformar em modelo mundial para a redução do risco de desastres. A ONU listou 50 municípios nas Américas, sendo apenas sete no Brasil e dois no Rio de Janeiro. Em agosto de 2017, a cidade foi eleita como município resiliente pelo trabalho de prevenção realizado.

Alvará Online - BANNER

Notícias por data

« Novembro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30  

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo