Domingo, 11 Agosto 2019 - 11:14

Município endurece cobrança a grandes devedores

Dívida ativa requisitou mais de R$ 600 mil em penhora de bens de devedores
Prefeitura tem 143 mil processos ajuizados para recuperar R$ 600 milhões

Recuperar parte dos R$ 600 milhões em débitos referentes a tributos municipais que deixaram de ser pagos ao município por contribuintes. Com este objetivo o setor de dívida ativa da prefeitura vem protestando grandes devedores e ajuizando ações para que os valores sejam quitados. Entre os débitos cobrados judicialmente estão casos de grandes devedores de IPTU e ISS. É o caso de uma instituição bancária, que deve ao município R$ R$ 1,1 milhão referente ao não pagamento de ISS. O setor de dívida ativa ingressou com o pedido de execução fiscal e conseguiu o bloqueio de R$ 1 milhão do banco. Em outro caso, o município reivindica a execução de dívidas referentes a um imóvel de alto padrão, que acumula um débito de R$ 1,5 milhão em IPTU.

Um levantamento da Procuradoria e do setor de Dívida Ativa aponta que o município tem hoje 143 mil processos ajuizados para cobrar dívidas - mais de R$ 600 milhões que deveriam ter entrado no caixa do município e deixaram de ser pagos por contribuintes. Estamos endurecendo a cobrança aos devedores, pois são recursos importantes para que possamos ampliar e melhorar a qualidade dos serviços que a prefeitura presta à população.

Do total de R$ 660 milhões, R$ 398 milhões são referentes a processos acumulados entre os anos de 2010 e 2017 e já ajuizados em cartório para execução fiscal. Ações movidas pelo município para penhora de imóveis que acumulam débitos entre 2012 e 2015, buscam reaver R$ 666 mil.

Em outra frente, o setor de Dívida Ativa protesta grandes devedores, para que as dívidas sejam pagas. Desde o início deste ano 109 contribuintes inadimplentes tiveram os débitos protestado, um total de R$ 464 mil, somente referente a tributos não pagos em 2015.

“No caso de protesto, o devedor tem três dias para quitar a dívida no cartório e evitar que seu CPF seja negativado”, explica a procuradora adjunta da Dívida Ativa, Catharina Coutinho dell’Orto. Passado este prazo, o devedor tem ainda a chance de voltar a negociar o débito no setor de Dívida Ativa, que funciona de segunda a sexta-feira no prédio anexo à prefeitura, na Av. Koeler, 260 - Centro.

Alvará Online - BANNER

Notícias por data

« Dezembro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31          

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo