Segunda, 17 Junho 2019 - 20:02

Programa Criança Feliz completa ciclo de atendimento com primeira família inserida

Programa Criança Feliz completa ciclo de atendimento com primeira família inserida

Ação contribuiu para o desenvolvimento de criança na primeira infância que agora tem possibilidades de melhores resultados na educação infantil

O Programa Criança Feliz, voltado para o desenvolvimento da criança na primeira infância, concluiu o atendimento à primeira família cadastrada no município. A criança, que completa três anos de idade, passou por acompanhamento semanal realizado pelas equipes da Secretaria de Assistência Social. Após um ano sendo observada e estimulada, a filha da dona de casa Ingrid Fernandes Ferreira, de 23 anos, já está preparada para seguir para nova fase, o ingresso na educação infantil.

A família foi a primeira inserida ao Programa Criança Feliz no município, em junho de 2018. O trabalho é realizado com crianças de 0 a 3 anos de idade. O programa é desenvolvido e custeado pelo Governo Federal e é voltado para as famílias em vulnerabilidade social, que sejam cadastradas no Bolsa Família.

Atualmente o programa conta com uma equipe formada por 23 profissionais que realizam visitas semanais a 500 crianças de famílias cadastradas. Desde que foi implantado, o programa já realizou mais de 10 mil visitas a famílias para acompanhar o desenvolvimento das crianças. O trabalho também é oferecido a famílias com crianças com deficiência, inseridas no Benefício de Prestação Continuada (BPC). Nesses casos, o acompanhamento se estende até a criança completar seis anos de idade.

O programa consiste no acompanhamento do crescimento das crianças. Quando possível, o trabalho começa desde a gestação. Semanalmente são realizadas cerca de 30 visitas, quando são realizadas atividades diversas que estimulam o crescimento saudável e fortalecem o vínculo socioafetivo entre a família.

Desde que foi implantado em Petrópolis, outras 200 crianças já passaram pelo acompanhamento. Completado o tempo máximo de trabalhos com as crianças e famílias, as equipes da Assistência Social cuidam para que  as famílias continuem sendo orientadas por uma das unidades do Centro de Referência e Assistência Social. Assim como a família visitada nesta segunda-feira (17.06), que está sendo auxiliada para a inserção da criança a uma instituição de ensino da cidade. “Hoje ela está muito mais preparada para iniciar a educação infantil em uma instituição. Ela fala melhor, reconhece cores e até algumas letras e números. Com certeza o trabalho feito vai dar resultados no desempenho dela na escola”, destaca a mãe Ingrid Fernandes Ferreira, de 23 anos.

Programa atua no desenvolvimento das crianças e estimula o vínculo familiar

Durante as visitas, é traçado o perfil da família e os responsáveis pelas crianças recebem orientações que podem contribuir para a melhoria da qualidade de vida do menor, assim como para a relação entre pais, mães e filhos. Atividades diversas são propostas. O intuito é estimular o desenvolvimento motor e cognitivo da criança, assim como estreitar os laços afetivos.

Pais, mães e cuidadores são incentivados a observar com mais cautela o comportamento e desenvolvimento dos filhos. Instrumentos educativos e lúdicos contribuem para que, através da brincadeira, haja aproximação da família e paralelamente, são trabalhados estímulos que contribuem para o crescimento saudável das crianças. “Sempre demos continuidade aos exercícios feitos pelas assistentes e assim vamos continuar. A partir desse trabalho, entendemos que o aprendizado se dá através da brincadeira’, destaca a avó da criança, Eliete Jussara dos Santos, de 45 anos.

As atividades são propostas a partir de elementos e objetos encontrados dentro das próprias residências. Muitas vezes, um objeto que seria descartado, se transforma em instrumento que contribui para o aprendizado das crianças. As visitadoras criam brinquedos, jogos e objetos educativos a partir de caixa de leite, garrafa pet, rolo de papel higiênico, entre outros. “Sempre sugerimos o uso de instrumentos que não gerem custo para as famílias e a partir desses objetos, criamos dinâmicas de desenvolvam a fala, o movimento, a identificação e memorização de cores, letras e números”, destaca a assistente social, Thais Carvalho.

Notícias por data

« Julho 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31        

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP