Imprimir esta página
Sexta, 31 Maio 2019 - 18:37

Petrópolis tem reconhecimento do TCE por ações em prol da transparência

Líder entre as cidades da Região Serrana no ranking de transparência da Controladoria Geral da União (CGU) e sexta entre os 92 municípios do Estado, Petrópolis recebeu uma nova avaliação positiva, desta vez por parte do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ) pelo fortalecimento das ações de controle interno, disponibilização de informações e agilidade na atualização de dados no Portal Transparência da prefeitura. A nova avaliação positiva foi feita com base na coleta de dados para preenchimento dos questionários do Índice de Efetividade da Gestão Municipal (IEGM) 2019 - pesquisa feita nos 92 municípios do estado. 

“O apoio da Controladoria é importante na garantia da qualidade técnica das fontes e atualização de fatos apurados. A participação da equipe da Controladoria do município foi essencial para o alcance do preenchimento do questionário IEGM 2019. Gostaria de ressaltar a importância de sua participação neste processo e os benefícios advindos para a administração pública municipal devido ao potencial fortalecimento do seu sistema de Controle Interno”, destacou o secretário Geral de Planejamento do TCE-RJ, Márcio Jandre Ferreira, em documento enviado ao município.

O IEGM mede a qualidade dos gastos municipais e avalia as políticas e atividades públicas do gestor municipale aponta se os objetivos estratégicos dos municípios estão sendo alcançados de forma efetiva. A avaliação é feita com base na análise de sete índices setoriais, que são consolidados em um único índice por meio de um modelo matemático que, com foco na análise da infraestrutura e dos processos dos entes municipais, busca avaliar a efetividade das políticas e atividades públicas desenvolvidas pelos seus gestores.

Ainda de acordo com o TCE, a proposta do IEGM é avaliar a efetividade da gestão municipal como um todo, sem estimular a exclusiva atenção do gestor público para apenas uma ou algumas das dimensões analisadas. Seu objetivo é demonstrar, naturalmente, as áreas que demandam maior qualidade nos gastos públicos, considerando que a gestão municipal altamente efetiva é aquela que abrange todos os aspectos do bem-estar social.

Itens relacionados por tópico