Sexta, 24 Maio 2019 - 17:51

Em um mês de funcionamento, o ecoponto já recebeu três toneladas de materiais recicláveis

Em um mês de funcionamento, o ecoponto já recebeu três toneladas de materiais recicláveis
Morador do Independência zera conta de luz no ecoponto do Quitandinha

O ecoponto de coleta seletiva no Quitandinha completou um mês neste sábado e já apresenta resultados expressivos. Desde a inauguração, no dia 25 de abril, foram levadas três toneladas de recicláveis, gerando R$ 1.371,89 de descontos na conta de luz. Mesmo com pouco tempo de funcionamento, o ecoponto já beneficia diretamente 156 pessoas cadastradas no programa só no Quitandinha, pessoas como o Sérgio Luiz Martins Silva, que conseguiu zerar a conta de luz apenas levando materiais recicláveis para lá.

Sérgio, 54 anos, mora no Cremerie e levou 115,92 kg de materiais como papel e papelão em sete oportunidades nesse período. É que não há limite de quantidade de vezes ou de material a ser levado para ecoponto. É possível levar o material até mesmo mais de uma vez no mesmo dia, como ele mesmo chegou a fazer neste mês.

Com isso, Sérgio conseguiu um desconto de R$ 23,72. O valor parece pequeno, mas faz uma enorme diferença para ele, que está desempregado.

“Ter o ecoponto é legal porque a vida está difícil. O pouco que uma pessoa trouxer já colabora e ajuda com o desconto da conta de luz. Acho que é muito importante, para mim foi muito bom, porque já tinha muito material em casa e não sabia para onde vender, é um sacrifício para alguém ir buscar”, conta ele.

“É material que vai para o lixo, mas que a gente pega e recicla e ainda ajuda pessoas como eu, que ganho muito pouco. Isso faz muita diferença para mim”,continua.

Sérgio soube do ecoponto do Quitandinha ainda na fase de instalação do contêiner onde os materiais são pesados e o cálculo do desconto é feito. Depois da inauguração, ele foi até o local para se informar e fez o cadastro com uma conta de luz - é que pela fatura é possível descobrir o número do cliente, única informação necessária para ganhar o cartão do programa e começar a participar. Sempre que levar os materiais recicláveis para o ecoponto, é só levar o cartão junto. Os descontos são registrados nele e aparecem na próxima conta de luz que o morador receber.

Na casa dele, quase não são usados eletrodomésticos. O que mais consome energia são o chuveiro e a geladeira. Ele até tem uma televisão, mas não liga muito; a cafeteira ele encontrou no lixo e consertou, e também usa pouco; o ventilador, então, fica encostado – é que para quem viveu até adolescência em Duque de Caxias, onde nasceu, o calor de Petrópolis não é tão forte a ponto de precisar desse refresco.Ainda assim, ele quer reduzir ainda mais o consumo de energia: ele quer ligar no fogão a lenha, a água que usa para tomar banho, e ainda deseja trocar a geladeira por uma mais moderna e que consome menos.

Apesar de não ter conseguido avançar com os estudos quando criança, Sérgio aprendeu com a experiência de vida a importância de preservar o meio ambiente. Ele diz com orgulho que “garrafa pet, papel e papelão eu pego porque assim eu estou colaborando com o planeta” e sabe o porquê disso.

“Evita de ir garrafa pet ou papelque entope o ralo. As pessoas não têm muito consciência, jogam lixo em qualquer lugar. Eu, por exemplo, evito. Quando estou na rua, carrego uma sacolinha plástica para poder colocar o lixo e levo de para casa, eu coloco no local adequado, não jogo em qualquer lugar. E as pessoas precisam ter essa consciência”, ressalta.

Cidade tem outros dois ecopontos e já planeja mais um

O ecoponto do Quitandinha é um dos três que são mantidos em parceria pela prefeitura com a Enel Distribuição Rio. O trabalho feito por lá se repete na Mosela e no Parque Municipal de Itaipava. O objetivo é expandir o programa com mais um local para receber os materiais recicláveis, no Bingen.

No caso do Quitandinha, o Ecoponto contribuiu para que moradores de diversas comunidades próximas possam participar do programa, como Dr. Thouzet, Independência, São Sebastião, Siméria, Castelânea, Amazonas, entre outros.

A concessionária de energia fornece os equipamentos para a pesagem e cálculo do desconto e a Comdep mantém funcionários para recepcionar os materiais recicláveis. Papel, papelão, embalagens plásticas, garrafas pet e latinhas de alumínio são os materiais que geram descontos na conta de luz. Outros materiais também podem ser levados, mas entram como doação para Comdep.

O ecoponto da Mosela fica no Centro de Educação Ambiental (Rua Mosela, sem número – em frente à Cruz Vermelha) e funciona de segunda a sexta de 8h às 16h; o de Itaipava fica no Parque Municipal (Estrada União e Indústria, 10.000), diariamente de 8h às 17h; e o Quitandinha na praça em frente à Comdep (Rua General Rondon, sem número), de segunda a sexta, de 8h às 17h.

Notícias por data

« Julho 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31        

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP