Quinta, 11 Abril 2019 - 18:57

III Conferência Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa acontece em maio

Com o tema “Os Desafios de Envelhecer no Século XXI e o Papel das Políticas Públicas”, a III Conferência Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa acontece no dia 11 de maio, na Universidade Estácio de Sá, no Bingen. O objetivo é construir propostas voltadas para a proteção e direitos da pessoa idosa nas políticas públicas, fortalecendo ações embasadas na Política Nacional do Idoso e Estatuto do Idoso, para serem apresentadas na Conferência Estadual em julho. O credenciamento será no dia, uma hora antes do início do evento, com apresentação de um documento com foto.

O evento terá uma abertura solene, com a participação especial do coral Pró Tempore – que faz parte de um projeto do Instituto Municipal de Cultura e Esportes. Em seguida, será apresentado o tema da conferência, e a leitura e aprovação do regimento interno, com a presença dos membros do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa (CMDDPI).

“A Conferência Municipal é o espaço onde novas possibilidades de melhorias aparecem e onde são construídas as propostas de forma democrática que serão levadas para a Conferência Estadual. Estamos focados em ações de fortalecimento em prol dos direitos dos idosos sempre zelando com muito respeito por esta classe que precisa muito de todos nós", frisou a presidente do CMDDPI, Tânia Maltez.

São quatro assuntos que serão analisados por grupos (divididos no dia), com a finalidade de elaborar as propostas que serão aprovadas pela plenária e encaminhadas para a Conferência Estadual. Os eixos debatidos são: Direitos Fundamentais na Construção/Efetivação das Políticas Públicas (Saúde, Assistência Social, Previdência, Moradia, Transporte, Cultura e Lazer); Educação: assegurando direitos de emancipação humana; enfrentamento da violação dos direitos humanos da pessoa idosa e Os Conselhos de Direitos: Seu papel na efetivação do controle social na geração e implementação das políticas públicas.  Também será eleito um delegado para representar o município da Conferência Estadual.

“Na Conferência você tem oportunidade de formar propostas de políticas públicas para o município voltada para o direito do idoso. Esta proposta é levada para Conferência Estadual, podemos ir para Conferência Nacional. É o espaço que a sociedade civil e o poder público têm para propor, discutir e organizar as ações dentro do tema definido”, destacou a Coordenadora da Casa dos Conselhos e Comissões, Maria da Penha Rodrigues de Veras.

Notícias por data

« Abril 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30          

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP