Segunda, 18 Março 2019 - 18:55

Defesa Civil faz atividade para 100 crianças em Araras

Defesa Civil faz atividade para 100 crianças em Araras

Cerca de 100 crianças da Escola Paroquial Santa Bernardete, em Araras, participaram das atividades do Defesa Civil nas Escolas nesta segunda-feira (18.03). Os alunos do terceiro ao quinto ano da instituição de ensino brincaram com o jogo da turma do Pedrinho – que ensina de forma lúdica as medidas adotadas em casos de emergência. Até o final do semestre cada turma vai desenvolver em sala de aula trabalhos com as ameaças de inverno: incêndios florestais, estiagem e educação ambiental, que abrange o bem-estar animal. Até o fim desta semana, os agentes realizam o mesmo trabalho em outras cinco escolas.

Coberta por extensas áreas de Mata Atlântica, a região de Araras possui relevo bastante montanhoso e coberta de verde. Durante o inverno, o local sofre com as queimadas, que causam um impacto bastante negativo na natureza. A elemento focal da Escola Paroquial Santa Bernardete, Thamires Larentes, conta que um incêndio florestal próximo da instituição no ano passado prejudicou as aulas por conta da fumaça.

“Também é comum a soltura de balões, então a gente sempre ressalta os problemas causados por essas práticas para os nossos alunos. É importante que a gente faça esse trabalho, ao lado da Defesa Civil, para que no futuro as crianças tenham a consciência de que a queimada é uma coisa muito ruim, que prejudica o planeta”, disse Thamires.

O calendário prevê ainda ações na Escola Municipal Duque de Caxias, no Quissamã, nesta terça-feira; no Colégio Santa Catarina e na Creche São José do Itamarati, na Montecaseiros, na quarta; na Escola Municipalizada Pedro Amado, na Serra Velha, na quinta; e encerrando a programação da semana na Escola Sesi, no Bingen, na sexta. Segundo o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato Vaz, a expectativa é superar a quantidade desenvolvidos em comparação com o ano passado, quando foram 170 atividades entregues.

Paralelo à presença dos agentes, as escolas seguem elaborando seus próprios trabalhos. Assim como no ano passado, a E.M Paulo Freire foi a primeira a entregar as atividades deste semestre, que abordam as ameaças do inverno.

Os alunos devem elaborar, ao menos, uma atividade até o fim deste período com os temas educação ambiental, estiagem ou incêndios florestais. O prazo máximo de entrega dos trabalhos é o dia 30 de junho.

Neste ano, o programa foi ampliado para as escolas da rede pública e privada que contam com educação infantil. Outra novidade é a inclusão do bem-estar animal como tema de discussão em sala de aula. Apesar de estar em prática apenas desde o ano passado, o programa já rendeu um prêmio para a prefeitura. O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) vai entregar um pluviômetro semiautomático e um kit educativo para serem usados dentro da política pública.

Notícias por data

« Julho 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31        

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP