Imprimir esta página
Quinta, 31 Janeiro 2019 - 20:13

Último dia do Feirão Limpa Nome é nesta sexta

Último dia do Feirão Limpa Nome é nesta sexta

O segundo dia do Feirão Limpa Nome registrou mais 277 negociações, chegando  a 477 pessoas que conseguiram se livrar de dívidas e sair do cadastro de negativados do SPC e Serasa. Ao longo do dia, o Procon Petrópolis, responsável pela realização do evento, registrou descontos de até 98% no total da dívida. E, para quem ainda não compareceu, a última chance é nesta sexta-feira (1o.02), de 10h às 16h, na Casa dos Conselhos, que fica em prédio anexo à prefeitura no numero 260 da Avenida Koeler, no Centro.

São 19 empresas dos mais variados segmentos participando da ação.  Entre os bancos, Itaú, Bradesco, Santander e Caixa  No setor de telefonia, a Oi, Vivo, TIM e Claro estão participando. Na área de serviços públicos estão a Águas do Imperador e Enel. Há, também, as varejistas Casas Bahia e Ponto Frio, além das operadoras de TV, Sky, Net e TechCable. Entre as empresas da cidade estão as sapatarias Bico da Bota, Real Modas e Stela Maris, além da loja de roupas Gisele Jeans.

Petrópolis tem cerca de 12% da população com o nome negativado ou alguma pendência financeira. 

O resgate ao crédito é exatamente do que grande parte do público do feirão corre atrás. O pedreiro Luiz Calos Rosário, de 59 anos, por exemplo, destacou a importância de ter o nome limpo: “Saio daqui hojesatisfeito e aliviado. A gente que tem família precisa muito de crédito. Foi uma ótima negociação”, comemorou. Quem também ficou feliz com os descontos do Feirão foi a comerciante Simone Farias, de Corrêas. Ela conseguiu uma das melhores negociações registradas pelo feirão até agora. Os R$ 10.571,00 devidos a um banco foi reduzido a uma única parcela de R$ 104,17: “é uma oportunidade única. Não tenho como estar mais satisfeita”, contou.

Dona Marilda dos Santos, de 61 anos, também era só alegria. Ela é cuidadora de idosos e acabou acumulando R$ 14 mil em dívidas com dois cartões de crédito de uma rede bancária. “Valeu muito a pena vir. O atendimento foi muito bom. Consegui uma ótima negociação. O valor caiu bastante, consegui parcelar e vou quitar tudo ainda este ano. É muito bom começar o ano com o nome limpo”, disse ela que vai pagar 10 parcelas de R$ 180, uma redução de 87.2% no montante da dívida.

Todos os acordos firmados estão passando por homologação do Procon. Na prática, o órgão de defesa do consumidor serve como testemunha e validador do acordo. 

Cada cliente pode negociar com quantas empresas quiser. Mas deve respeitar a fila e pegar uma senha de cada vez. O consumidor deve levar um documento de identificação com foto, CPF, comprovante de residência e os boletos das dívidas. Ao chegar na sede da Prefeitura, ele será direcionado à Casa dos Conselhos. O consumidor recebe uma senha e aguarda sua vez. Após a negociação ser homologada pelo Procon, caso queira negociar com mais uma empresa é só retornar à fila e pegar uma nova senha.

Itens relacionados por tópico