Imprimir esta página
Segunda, 14 Janeiro 2019 - 18:08

Trilhas da cidade ajudam a movimentar o turismo com os esportes radicais e de aventura

Trilhas da cidade ajudam a movimentar o turismo com os esportes radicais e de aventura

Com 200 quilômetros de trilhas, Petrópolis é cenário ideal para os amantes dos esportes de aventura. Terra do campeão mundial de mountain bike, o petropolitano Henrique Avancini, não são mais apenas os moradores que desfrutam dessas belezas naturais. Cada vez mais amadores, atletas e até equipes profissionais de outros municípios têm procurado a Cidade Imperial para seus treinos. A prática fortalece não só o esporte, como também movimenta o turismo, já que muitos visitantes acabam se hospedando por aqui, consumindo em restaurantes e no comércio.

Prova do potencial da cidade, este ano, Petrópolis recebe uma etapa inédita da Copa Internacional de Mountain Bike (CIMTB), nos dias 9 e 10 março, no Vale do Cuiabá, com a presença de atletas renomados da modalidade de todo o mundo, mas diversos campeonatos acontecem ao longo do ano, como a Copa MXF Rio de Enduro de Regularidade, a XC Run, entre outras, que contam com o apoio da Superintendência de Esportes e Lazer e da Turispetro. Para atender bem tanto o morador quanto o turista, melhorias estão sendo feitas na área pela prefeitura.

O município firmou  uma parceria com o atleta Avancini criando ‘ciclorotas’ em Secretário, Vale do Cuiabá, Vale das Videiras e Vale Florido. Também foi criada a primeira prova da modalidade permanente no calendário esportivo: a Copa Imperial de MTB. Além disso, ainda foi instalando placas de orientação nas trilhas e cachoeiras da cidade.

Coordenador da equipe carioca Tribus Adventure, Bernardo Tillmann conta que os atletas vêm a Petrópolis, no mínimo, duas vezes por mês. “A gente vai quase todos os fins de semana, com grupos de 30 pessoas. É muito bom porque Petrópolis tem condições ideais, com trilhas de todos os tamanhos, e está bem próxima do Rio. Muitas pessoas fazem bate e volta, mas 50% fica na cidade e aproveita o fim de semana nos hotéis”, frisa ele.

Para o coordenador de educação ambiental da Secretaria de Meio Ambiente, Anderson Maverick, o perfil do ecoturismo na cidade vem mudando ao longo dos anos. “Não temos mais apenas o turismo contemplativo, muitas assessorias esportivas têm procurado a cidade para treinar seus atletas. E estamos recebendo aqui provas nacionais importantíssimas. Além das bikes, temos ótimos locais também para caminhadas, escaladas, ou seja, esportes de aventura no geral”, explica.

10 mil turistas nos eventos esportivos

Neste ano, serão realizados mais de 100 eventos esportivos em Petrópolis. São mais de 30 modalidades oferecidas e que contam com o apoio da prefeitura. A ideia é incentivar também novas gerações a se interessarem pelo esporte de uma maneira geral, proporcionando mais saúde e qualidade de vida.

Esportes de aventura crescem pelo grande número de praticantes e de adeptos no território nacional e estão presentes na cidade em eventos realizados em parcerias público-privada. A diversidade de atividades oferecidas também contribui com a economia de uma maneira geral. Em dois anos, cerca de 10 mil turistas estiveram presentes nos eventos esportivos realizados.

Itens relacionados por tópico