Sexta, 28 Setembro 2018 - 19:35

Alunos matriculados na Educação de Jovens e Adultos aprendem técnicas de informática

Alunos matriculados na Educação de Jovens e Adultos aprendem técnicas de informática

Aulas ocorrem na Casa da Educação Visconde de Mauá

Para ajudar a família, Helena Freitas teve que interromper os estudos na antiga 3ª série. Trabalhou, casou, criou os filhos e, agora, com 74 anos, decidiu voltar a estudar e realizar um sonho: aprender a mexer no computador. Matriculada na Educação de Jovens e Adultos da Escola São Pedro de Alcântara, Helena é um dos 45 alunos que participam das aulas de informática promovidas pelo Núcleo de Tecnologia do Município, no laboratório da Casa da Educação Visconde de Mauá.

Ainda tímida na frente da máquina, Helena está perdendo a vergonha e tirando as dúvidas com a professora. “Quero muito aprender a fazer pesquisas na internet. Eu vejo minha neta usando o computador e percebo que ela se diverte. Quero ver coisas novas e poder, um dia, ensinar para ela também o que eu descobrir”, afirma Helena.

Maria Vitória Muniz, de 75 anos, também ficou empolgada na aula de informática. Ela diz que já teve oportunidade de aprender, mas, não insistiu e acabou esquecendo tudo. Agora, segundo ela, será para valer. “Não consegui terminar os estudos. A vida sempre nos surpreende e a cada novo desafio, acabava desistindo e deixando a escola de lado. Por isso, nunca consegui meus comprovantes de estudo. Agora, resolvi me dar esse presente. Fiz a minha matrícula na escola, voltei a estudar e estou empolgada porque poderei aprender informática. Sempre quis aprender a escrever textos, ler nas telas e fazer pesquisas. Desejo conhecer o mundo através do computador. Quero muito estudar filosofia e história e eu acho que a informática vai me ajudar muito nisso”, contou.

Durante as aulas, os alunos da EJA aprendem informática básica: digitação, formatação de documentos e pesquisas na internet. “O aprendizado abre os horizontes deles. É possível perceber o encantamento a cada nova descoberta. A professora responsável pelas aulas, Patricia, auxilia, tira as dúvidas e está sempre atenta às dificuldades. A partir de sugestões da própria escola, as aulas também poderão abordar conteúdos que auxiliam no reforço pedagógico, o que também é muito importante”, explicou Ângela Motta, responsável pelo Núcleo de Tecnologia.

Para a secretária de Educação, Samea Ázara, as aulas representam também a importância da inclusão tecnológica. “No mundo de hoje onde a tecnologia está presente em todos os setores é importante que os alunos tenham acesso a esse tipo de conhecimento. Sabemos que aqueles que participam da EJA muitas vezes não têm tempo para se matricular em cursos específicos porque a maioria realiza outros afazeres durante o dia, então, aliar o ensino da informática com o pedagógico representa além de um reforço no ensino, a preparação desses alunos para os desafios fora da escola”.

Banner INFOS ATUAIS2

Notícias por data

« Agosto 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31            

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo