Quarta, 29 Agosto 2018 - 19:27

Petrópolis, com 305 mil habitantes, se prepara para desafio do crescimento populacional e envelhecimento da população

  Petrópolis, com 305 mil habitantes, se prepara para desafio do crescimento populacional e envelhecimento da população

Petrópolis precisa estar preparada para o crescimento populacional e uma população mais velha. Os esforços em planejamento e ainda controle de contas públicas que a prefeitura está desprendendo vão ao encontro da nova realidade, para que a cidade cresça de forma ordenada e com justiça social. Essa é a análise da prefeitura sobre a revisão populacional divulgada pelo IBGE nesta quarta-feira (29.08), em que Petrópolis já conta com 305 mil habitantes.

A taxa de crescimento de 0,82% em relação a 2017 pode significar aumento ou redução de recursos. Apesar de a taxa populacional influenciar o coeficiente do Fundo de Participação dos Municípios e o cálculo do ICMS, uma coisa é certa: o aumento da população significa que mais recursos devem ser aplicados para mais habitantes e habitantes cada vez mais idosos.

Petrópolis é o município de toda Região Serrana com o maior número de idosos. São aproximadamente 44 mil pessoas acima dos 60 anos e a prefeitura está criando estratégias para ampliar o acesso à saúde desta população. A prefeitura lista ainda maior migração de pessoas atendidas pelo SUS como fator de preocupação das autoridades municipais. Há ainda a crise financeira que influencia diretamente no acesso à saúde pública. Então, são vários fatores que precisam ser levados em conta e orquestrados projetando em como a gestão deve agir para garantir a qualidade de vida de todos.

As estimativas populacionais municipais são um dos parâmetros usados pelo Tribunal de Contas da União (TCU) no cálculo do Fundo de Participação de Estados e Municípios e são referência para vários indicadores sociais, econômicos e demográficos. O município aguarda que Estado e TCU avaliem os dados e apresentem o coeficiente, que pode ser inclusive menor, pontando para redução de recursos.

“Hoje, o planejamento foca não apenas na questão financeira e ordenamento das contas públicas, mas em traçar as linhas de crescimento da cidade com a revisão de Lei de Uso e Planejamento do Solo, revisão de código de obras de posturas e uma série de ferramentas que vão pavimentar a construção do futuro”, aponta o coordenador de Planejamento e Gestão Estratégica, Roberto Rizzo.

IBGE divulgou estimativa

O IBGE conta, de 10 em 10 anos, sempre a partir do ano “0”, a população dos municípios em todo país. Do ano “1” ao “9” o instituto divulga uma estimativa, chamada de Projeção de População, baseada na taxa de crescimento verificado no Censo anterior – neste caso o de 2010 - e também no acompanhamento através dos cartórios, que disponibilizam mensalmente o número de nascimentos e óbitos no município. “Então, todos os anos, o IBGE divulga essa estimativa. Os números implicam, por exemplo, no repasse de verbas para as cidades”, explica Sebastião Carvalho, coordenador do IBGE em Petrópolis.

No final de julho, o IBGE havia divulgado a estimativa para o Brasil e estados, além de fazer a projeção de crescimento populacional até 2060.

Banner INFOS ATUAIS2

Notícias por data

« Abril 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30      

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo