“Aprendo muita coisa nas atividades do CRAS, me sinto muito bem lá. Aprendi a fazer crochê, enfeites de Natal entre outros artesanatos. As meninas me acolhem, são muito simpáticas. Sem falar nas amizades que a gente faz durante os encontros. Conversamos muito. Para mim foi ótimo para espairecer minha cabeça e sair um pouco de casa”, relatou Sandra Gonçalves que frequenta o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), no Centro, duas vezes por semana. Sandra é uma das expositoras da mostra “Mulheres do CRAS” que foi inaugurada nesta quarta-feira (13.03), na Sala das Comissões, da Câmara Municipal. A visitação é aberta ao público, até sexta-feira (15.03) das 9h às 17h.

A exposição é uma realização da Secretaria de Assistência Social em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Cerca de 200 mulheres assistidas pelos oito CRAS, estão expondo seus trabalhos artesanais feitos durante o trabalho do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos. Só no primeiro dia, mais de 70 pessoas visitaram a exposição, entre elas, as mulheres assistidas do Retiro e do Centro da cidade.

O Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos é uma iniciativa voltada para as mulheres que estejam em risco social e procuram por orientações. A finalidade é integrar socialmente essas mulheres que estão passando por situação de depressão, ou tenham sofrido algum tipo de violência e não estejam conseguindo se reintegrar.

As atividades realizadas pelo CRAS são desenvolvidas de acordo com a demanda de cada grupo assistido. Com a finalidade da inclusão social, são oferecidas oficinas, bate-papo, dança, artesanato, pintura entre outras. Toda mulher de qualquer idade pode participar. Os Centros atendem também à idosos e crianças.

“Muitas mulheres estão em casa com depressão, desanimadas, sem vitalidade. As atividades do CRAS são uma motivação para que elas saem de casa, se sintam prestativas e acolhidas, além da troca de experiências que elas trocam entre elas durante os encontros. O resultado sempre é muito positivo e elas conseguem sair desse ambiente e retomam a vida com mais alegria”, finalizou a pedagoga do CRAS Corrêas, Bétissa Vianna.

Já está em cartaz, no Centro Cultural Estação Nogueira, a exposição “Mulheres <> Diferentes”, que retrata, por meio da arte, a força e o poder da integração feminina. No mês do Dia Internacional da Mulher, seis mulheres com diferentes técnicas, estilos, traços e cores comprovam que das diferenças surgem a beleza, o inusitado, o impacto e o original. São 18 telas no total, representando que a união faz a força feminina. A mostra, que tem entrada gratuita, fica até o dia 29 de março.

A exposição reúne seis artistas: Jade Becker, Carmem Teresa Elias, Ruth Assunção, Aline Mazzini, Luciana Santos e Márcia Loretti. Cada uma com três telas.

“São técnicas bem diversificadas, usando acrílica. No meu caso, é bem abstrato, mas também tem técnica mista, surreal. A ideia é essa força da mulher. Embora a gente tenha as nossas diferenças, não só pessoais, mas também na arte, cada uma tem um olhar sobre a vida, sobre as coisas. Mas a gente está junto. A mensagem é essa da diferença, de poder compartilhar. As diferenças, na verdade, aproximam quando a gente sabe se aproveitar disso”, destaca Márcia Loretti, uma das artistas.

Os símbolos escolhidos para o título da exposição são os de maior e menor, “< >”, que é uma representação digital para o símbolo da diferença, segundos as artistas. “Nem maior, nem menor do que, mulheres e diferenças que se aproximam rumo à plena vivência e aceitação”, explica.

A exposição pode ser visitada até 29 de março. O Centro Cultural Estação Nogueira, que é mantido pelo Instituto Municipal de Cultura e Esportes, fica na Av. Leopoldina, nº 317 (Praça de Nogueira). A visitação pode ser feita de 9h às 17h, de segunda à sexta-feira, e de 9h às 14h aos sábados. Em feriados e pontos facultativos o local abre de 9h às 14h.

Bombeiros Civis e representantes dos Nudecs estão se capacitando no curso oferecido pela Roer

Grupos de Bombeiros Civis e membros dos Núcleos Comunitários de Defesa Civil (Nudecs) estão participando do curso de formação em radioamadorismo oferecido pela Rede de Operações de Emergência de Radioamadores de Petrópolis (Roer). São 48 inscritos nas aulas que acontecem até sexta-feira (15.03) na Sala de Cooperação da Defesa Civil, das 19h até às 22. Após o término da atividade, os participantes podem fazer a prova da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para estarem licenciadas para a atividade.

Desde o início da gestão, a prefeitura está trabalhando de forma integrada com diversos órgãos de reposta, como o Corpo de Bombeiros, a Defesa Civil e a CPTrans, dentro dos planos de contingência do município. A Roer funciona em uma sala dentro da Defesa Civil, participa dos treinamentos simulados, sendo um grupo importante no atendimento a grandes ocorrências.

O curso disponibiliza os conceitos sobre técnica, ética operacional e legislação de telecomunicações, temas que fazem parte da prova da Anatel. As aulas também incentivam novos radioamadores na sociedade civil, buscando ampliar a atuação em situações de emergência e a comunicação nas ocorrências. Segundo Leandro Enter, Bombeiro Civil que participa da capacitação, a ideia é estar preparado para ajudar a população.

"Pretendo estar preparado caso tenha a necessidade, pois moramos em uma cidade sujeita a desastres naturais como o que aconteceu em 2008 e também em 2011 na região do Vale do Cuiabá. Estou fazendo o curso devido à importância do radioamadorismo, pois é o meio de comunicação mais seguro caso todos os outros venha a falhar, como a internet, telefonia móvel e fixa", disse Leandro.

No ano passado, a Roer formou 23 pessoas para exercer a atividade. Desde então, o grupo conta com 41 integrantes que se reúnem na Sala de Cooperação da Defesa Civil para treinamento e atualizações. Em Petrópolis, ao todo, são 126 licenciados. Cristina Rosário de Oliveira, coordenadora do Nudec do Vale do Cuiabá, também faz parte da turma.

"Todo aprendizado é importante na prevenção. A gente trabalha em conjunto com a Defesa Civil há bastante tempo, com ações de prevenção na nossa região e também nas escolas. A gente espera estar ainda mais preparado no momento das chuvas fortes”, garantiu Cristina.

Os radioamadores atuam no momento em que todas as outras formas de comunicação param de funcionar, como ocorreu na cidade em 2011, no Vale do Cuiabá, e em 2013, na Vila São Joaquim, no Quitandinha. A atuação em conjunto dos radioamadores com a Defesa Civil é prevista na lei que institui a Política Nacional de Proteção e Defesa Civil (PNPDEC).

A comunicação é peça chave quando acontece uma ocorrência de grande proporção. Em uma cidade como Petrópolis, a integração com os radioamadores é fundamental para a uma resposta mais eficaz.

“O curso prepara para a prova da Anatel. Nossa ideia é que mais pessoas estejam aptas caso seja necessário no momento de uma grande ocorrência, abrindo mais espaço para novos radioamadores. A gente espera ajudar ainda mais os órgãos de resposta da cidade", explica Fábio Hoelz, Coordenador de Educação da Roer.

A parceria da Roer com a Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias rendeu uma nova sede para o grupo 2017: uma sala dentro da sede da Defesa Civil. Além disso, o grupo participou do Exercício Conjunto de Apoio à Defesa Civil (Ecadec), assim como esteve presente na elaboração dos planos de contingência de Inverno e de Verão de Petrópolis e nos testes das sirenes do Sistema de Alerta e Alarme. 

Termo de cooperação será assinado ainda este mês

Inédito em um município do Rio de Janeiro, além da capital, o Procon assina ainda em março, quando é comemorado o Mês do Consumidor, um termo de cooperação para que seja implementado na cidade um Expressinho da Claro. Com a novidade, petropolistanos que tiverem problemas com a operadora de telefonia fixa ou móvel ou com a Net, seja internet ou TV à cabo, poderá resolver suas demandas de maneira rápida e simplificada. A medida ocorre como solução para resolver os problemas nas relações de consumo junto aos clientes da empresa.

É que a Claro e Net tiveram, no ano passado, 235 reclamações no Procon Petrópolis - são queixas ligadas a cobranças irregularidades, queda no sinal da operadora, falhas na internet e TV fora do ar, por exemplo. Só este ano, nos meses de janeiro e fevereiro, o órgão de defesa do consumidor recebeu 46 queixas de clientes insatisfeitos com algum problema gerado, sendo a quinta no ranking geral do município e a segunda do segmento.

Petrópolis está sendo pioneira com um Expressinho da operadora. O Procon está sempre em busca de parcerias para melhorar a qualidade do atendimento ao público. E, assim, espera resultados positivos nas tratativas com o consumidor. É um presente para o petropolitano.

O Expressinho vai funcionar assim: os usuários que chegarem ao Procon com alguma demanda relativa à Claro ou Net receberão um documento encaminhando-o ao Expressinho. E o local definido é perto ao Procon, a 350m de distância a pé, uma caminhada de menos de cinco minutos. Vai funcionar em uma loja da própria Claro, que fica na Rua do Imperador nº 567, no Centro.

De acordo com o termo de cooperação, a empresa deverá ter pessoal capacitado para atender o cliente, dando suporte técnico, inclusive. Também deve se comprometer a atender as demandas do consumidor, de acordo com a legislação, dentro outras ações. A expectativa é que a taxa de efetividade com a implementação do Expressinho seja superior a 90%. Ele irá funcionar, efetivamente, ainda no mês do consumidor.

Dentro da programação das comemorações ao Dia da Mulher, o Festival “Mulher, Cinema e Debates”, oferece ainda três dias do mês de março (14, 21 e 27) de sessões de filmes que serão discutidos por convidadas. O encontro é uma realização Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (Comdim), em parceira com Museu Imperial, Cineclube Raul Lopes e Ginja Filmes que acontece às 19h, no Museu Imperial. O evento é gratuito.

Na quinta-feira (14.03) o filme apresentado será “Noites Cabíria”, uma história de 1957 que fala sobre a vida, é uma jovem romântica e ingênua que se prostitui para sobreviver. Mesmo enfrentando muitas dificuldades, ela demonstra uma confiança impressionante e sonha com o verdadeiro amor enquanto sofre constantes desilusões amorosas. Após a exibição do filme, a roda de debate será composta pela presidente do COMDIM, Anna Maria Rattes; a professora Eliana Rocha e a psiquiatra Vera Antoun.

O objetivo da mostra é fazer uma reflexão sobre os temas abordados nos filmes, oferecer entretenimento para celebrar do mês da mulher, como também disponibilizar acesso à informação para as mulheres e ao público em geral sobre direitos, cuidados e combate à violência contra mulher.

Já na outra quinta-feira (21.03), será exibido o filme nacional “Jogo de Cena”, com elenco Marilia Pêra, Andréa Beltrão e Fernanda Torres, o longa conta a história real de 23 mulheres que foram selecionadas em um anúncio de jornal, para contar sua história de vida. Durante as cenas, uma linha tênue separa a realidade da ficção. Para o pós filme, o debate conta com a presença da professora Nara Santana e da cineasta Elizabete Formaggini.

Encerrando a programação, na última quarta-feira (27.03) do mês, o filme “Benzinho” será exibido na Concha Acústica do Museu Imperial, com a presença de convidados. O longa, que teve cenas gravadas em Petrópolis, conta um drama familiar, onde a mãe tenta lidar com a partida do filho que vai para Alemanha tentar a vida como jogador de handball. O filme participou de vários festivais de cinema internacionais e foi destaque na crítica mundial.

A coordenadora do Gabinete da Cidadania, Ana Maria Rattes e do Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRAM), Cléo de Marco, receberam, nesta terça-feira (12.02), o prêmio Dra. Zilda Arns, por conta do trabalho realizado no município pela proteção à mulher. A premiação faz parte das comemorações pelo Dia da Mulher (08.03), agraciando mulheres com destaque e mérito por ações e atividades realizadas em Petrópolis.


Ação faz parte do mês do consumidor municipal; ANP fiscaliza postos em todo país

Um bico de gás foi interditado em um posto do Quitandinha por estar com pressão máxima acima do permitido

Um posto de combustível teve uma bomba de gás natural veicular interditada por apresentar pressão máxima superior aos 220Kgc/cm² permitidos na hora do abastecimento. A ação aconteceu nesta terça-feira (12.03), no Quitandinha, durante fiscalização conjunta realizada pela equipe do Procon Petrópolis e a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Outros dois postos foram vistoriados, um na Coronel Veiga e outro no Quitandinha. Nesses dois postos, que não trabalham com gás natural, os testes apontaram precisão tanto em quantidade quanto na qualidade dos produtos, mas, devido a denúncias, foram coletadas amostras para exames laboratoriais.

Na ação, foram verificadas a pureza da gasolina, etanol e diesel, a compatibilidade no número de litros apontado pela bomba e que o que entra nos veículos, além do alvará de funcionamento, licença do Corpo de Bombeiros e Ambiental. Todos os testes demonstraram regularidade, com exceção do de gás. É que, de acordo com a ANP, abastecer com pressão superior à estabelecida pode colocar em risco tanto a integridade do consumidor, quanto do próprio veículo que está recebendo o GNV. A determinação é que o posto providencie a adequação e, após isso, informe ao Procon que foi regularizado. A equipe do órgão de defesa do consumidor, então, vai ao estabelecimento e se constatar que os ajustes foram efetuados, libera a sua utilização.

Essa operação conjunta tem foco na qualidade do produto ofertado aos clientes. É a segunda vez que esse tipo de ação com parcerias acontece e a equipe do Procon recebeu o treinamento complementar nesta terça-feira. O Procon está adquirindo o equipamento para que esse tipo de fiscalização ocorra independente de outras instituições, dando maior autonomia e capacidade de fiscalização ao órgão.A rotina de fiscalização será intensa após a chegada do material adquirido pelo Procon.

A iniciativa ocorre dentro do Mês do Consumidor, em que o Procon Petrópolis realiza uma série de ações voltadas à fiscalização e educação para o consumo. Já a ANP, tem um cronograma que inclui postos de combustíveis de todo o país ao longo dessa semana - a medida da agência também tem foco no Dia do Consumidor, comemorado na próxima sexta-feira (15.04).

Na ação desta terça, os fiscais verificaram, por exemplo, a limpidez, coloração e pureza na gasolina, etanol e diesel. A verificação toma por base os critérios da ANP e constata a pureza do combustível vendido ao consumidor final. Em casos em que são constatadas irregularidades, o bico, a bomba ou até o tanque do combustível pode ser interditado, e o posto leva multas pesadas, podendo, inclusive, ser interditado. A liberação ocorre só após regularização do problema constatado e verificação de órgão competente.

O especialista em regulação, o fiscal federal Márcio Alexandre, responsável pela ação junto à ANP em Petrópolis, destaca que cada combustível recebe um teste específico, de acordo com as suas características. No teste de gasolina, por exemplo, o combustível é misturado à água e, com a reação, é possível saber se está adulterado.

“Verificamos a quantidade de etanol anidro na gasolina comum, porque tem que obedecer ao critério de 27% no máximo. Colocamos 50 ml de água, 50 ml do combustível, e agitamos. O que der de diferença acima se multiplica por dois. Aí tem que chegar a esse percentual de 27, no máximo, 28% de etanol anidro na gasolina”, explica o fiscal.

Vale lembrar, que os testes nos combustíveis podem ser solicitados por qualquer consumidor. Os postos têm que possuir os equipamentos para fazê-lo. E, em caso de alguma irregularidade, o cliente pode e deve informar aos órgãos competentes, como o Procon, por exemplo, para que tome as providências cabíveis.

Serviço custeado pelo Governo Federal realizou mais de 3 mil ações no primeiro ano de implantação

O Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica (NASF) completa um ano de implantação no município e reúne bons resultados nos territórios de cobertura. Ao longo do primeiro ano de funcionamento, pelas quatro regiões do município - 2º, 3º, 4º e 5º distritos – o serviço desenvolveu cerca de 3 mil ações em complemento aos atendimentos realizados em 16 unidades de saúde dos distritos. O programa, criado pelo Ministério da Saúde, é mantido na cidade com verba do Governo Federal que mantém o trabalho de duas equipes formadas por 12 profissionais interdisciplinares.

O trabalho visa a qualificação e ampliação do acesso aos serviços oferecidos pela rede pública de saúde. Esse é um trabalho de grande importância para o município, a saúde vem avançando na cidade. Com todo o suporte oferecido, a rede pública está conseguindo absorver a maior demanda de pacientes que migraram de planos de saúde e vindos de outros municípios. O NASF é mais um exemplo de trabalho de alta qualidade oferecido para a população. Uma das unidades onde o NASF atua no município é na UBS Itaipava.

Nesta terça-feira (12.03), os usuários da rede participaram de encontro para pratica de meditação e relaxamento, e conheceram os benefícios da terapia auricular. O NASF é composto por profissionais de diferentes especialidades, entre as quais fisioterapeuta, psicólogo, assistente social, nutricionista, farmacêutico e educador físico, que associam, ente outras coisas, as Práticas Integrativas Complementares (PICs) às ações realizadas.          

As equipes fazem um trabalho complementar às atividades da Estratégia da Saúde da Família nas UBS, com equipes multiprofissionais, oferecendo um atendimento diversificado na comunidade. As equipes atuam de forma complementar as Unidades Básicas de Saúde por todos os distritos, abrangendo comunidades do Itamarati a Posse.

As atividades são realizadas dentro das unidades de saúde e diretamente nas comunidades. Os profissionais seguem uma rotina de acompanhamento dos pacientes em suas residências, no sentido de garantir o maior suporte aos usuários. O NASF realiza atendimento individualizado e coletivo, que promovem trocas de experiência entre os participantes. Entre os trabalhos estão os grupos de convivência e de planejamento familiar. “O serviço tem sido muito bem avaliado, Petrópolis têm sido modelo para outras cidades pela forma como implantou o NASF e tem obtido bons resultados”, destaca a assistente social e terapeuta auricular do NASF, Fernanda Gioia Araújo.

As Práticas Integrativas Complementares (PICs) que oferecem tratamentos alternativos aos usuários da rede pública de saúde, como yoga, acupuntura, shiatsu, atividades físicas, fitoterapia, entre outras terapias estão entre os métodos aplicados pelos profissionais do NASF. Nesta terça-feira (12.03) os usuários conheceram a terapia auricular. A manicure, Ana Cristina do Nascimento, 47 anos, teve o primeiro contato com o método na busca por um tratamento complementar ao que já faz periodicamente na unidade de saúde de Itaipava. “Eu nunca tinha ouvido falar desse tratamento e gostei muito, esse vai ser um tratamento complementar ao que já faço”, conta a paciente.

Petrópolis celebra seus 176 anos no próximo sábado, 16 de março, e a prefeitura vai realizar uma série de solenidades para comemorar a data, incluindo os parabéns com direito a bolo para a população, na Praça Dom Pedro, no Centro Histórico. As comemorações também vão contar com uma missa, celebrada pelo Bispo Diocesano de Petrópolis, Dom Gregório Paixão, e com um culto solene, celebrado pelo Comempe, com mensagem do Bispo Anderson Caleb. O aniversário ainda terá atividades para as crianças.

As solenidades começam às 9h30, com a missa, na Catedral São Pedro de Alcântara. Logo em seguida, às 10h30, haverá a homenagem ao major Júlio Frederico Koeler, que projetou o município, na Praça Princesa Isabel, e, em seguida, às 11h, o homenageado será o imperador D. Pedro II, que sonhou em transformar a Fazenda do Córrego Seco em cidade. O evento acontece na Praça Dom Pedro, onde também será distribuído o bolo de aniversário. Mais tarde, às 19h, haverá o culto solene no Palácio de Cristal.

Ainda para comemorar o aniversário da Cidade Imperial, o atrativo também vai contar com uma programação voltada para as crianças, com recreação infantil pela manhã e a tarde, com entrada gratuita.

Na lista estão: Jorge & Mateus, Zé Neto e Cristiano, Gustavo Lima, Simone & Simaria, Felipe Araújo, Alok, Ivete Sangalo, Léo Santana, Suel e Thiaguinho

A empresa que vencer a licitação para realizar a 30ª Expo Agropecuária, que acontece entre os dias 1º e 05 de maio, no Parque Municipal, em Itaipava, terá que contratar, pelo menos, quatro das 10 atrações indicadas pela prefeitura no edital. Apesar de ficar responsável pelo planejamento, produção e promoção da festa, a empresa precisará seguir os parâmetros definidos pela prefeitura através da Turispetro e do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE). Todas as despesas relativas à realização da Expo, com exceção da contratação dos shows do feriado de 1º de maio, Dia do Trabalhador, são de responsabilidade da empresa.  

O edital de licitação, que foi disponibilizado nesta terça-feira (12.03) no site da prefeitura, prevê a contração de no mínimo quatros dos seguintes indicados: Jorge & Mateus, Zé Neto e Cristiano, Gustavo Lima, Simone & Simaria, Felipe Araújo, Alok, Ivete Sangalo, Léo Santana, Suel e Thiaguinho. No ano passado, o evento, que também contou com grandes nomes do cenário nacional, atraiu mais de 100 mil pessoas, entre turistas e petropolitanos, com maior público registrado nos shows de sertanejo.

As despesas com os shows, estrutura, cachês, entre outras, são de responsabilidade da empresa que será contratada através de licitação. Até mesmo no dia 1º de maio, quando a prefeitura contrata os shows – de acordo com o que determina um decreto municipal – a empresa é responsável por toda a estrutura. A prefeitura estará fiscalizando a empresa vencedora para ter a melhor de todas as agropecuárias.

Despesas com os espaços de comercialização e áreas do produtor rural, de exposição de animais, de shows, de circulação de pessoas, além de taxas, cachês, hospedagens, transporte e alimentação dos artistas que irão se apresentar, bilheteria, equipe de segurança, publicidade, estrutura, entre outros, serão de responsabilidade da empresa contratada. O valor mínimo que a empresa vencedora deverá pagar à prefeitura é de R$ 62 mil, ou seja, a empresa que oferecer o maior valor pelo trabalho de organização e execução do evento vence a concorrência.  O pregão presencial acontece no dia 25 de março, às 14h, no Centro Administrativo da prefeitura.

Em 2018, a estimativa é de que o evento tenha movimentado mais de R$ 3 milhões na economia da cidade e gerado cerca de 700 empregos diretos, com os shows, praças de alimentação, parque de diversões e feiras. Comércio e hotelaria em Itaipava e região também comemoram. No último fim de semana da festa, por exemplo, do 2º ao 5º distrito da cidade, entre Cascatinha e Posse, a cidade registrou quase 70% de ocupação hoteleira.

Pagina 9 de 1145

Notícias por data

« Março 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP