A prova para o Conselho Tutelar foi realizada neste domingo (09.06) com 30 candidatos – quatro inscritos faltaram. A aplicação aconteceu na UCP (campus Barão do Amazonas). Esta é a etapa eliminatória dentro do processo eleitoral, que está marcado para outubro, quando serão eleitos os 10 integrantes do órgão. O gabarito foi publicado nesta segunda (10.06) e resultado da prova será divulgado no próximo dia 25.

Os candidatos tiveram que responder 50 questões sobre os dispositivos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Quem tiver índice de acerto menor que 50% não poderá participar das próximas fases do processo eleitoral. O gabarito está disponível no site da Fundação Dom Cintra (www.domcintra.org.br).

Esse curso acontecerá no dia 6 de julho. Depois disso, haverá uma reunião entre os candidatos habilitados e a comissão eleitoral para que sejam apresentadas todas as regras da campanha e definição dos números com os quais eles vão concorrer. A campanha para pedir votos terá início em 22 de julho e a eleição está marcada para o dia seis de outubro.

Serão eleitos 10 conselheiros, sendo cinco com atuação no primeiro distrito e os outros nos demais distritos. O mandato será de 2020 a 2024. A eleição é aberta para todos que tiverem com a situação eleitoral regular junto ao Tribunal Regional Eleitoral.

A eleição deste ano é a primeira desde que entrou em vigor a lei federal que alterou a regra de recondução ao cargo. Antes, só era permitido uma reeleição – agora, não há mais essa restrição. A conselheira tutelar Marise Brand, por exemplo, está participando do processo eleitoral por causa dessa modificação. Ela está no último ano do segundo mandato consecutivo dela.

“Acho que a alteração tem um ponto positivo por permitir que, quem já está trabalhando no Conselho Tutelar e tem conhecimento de todas as situações, possa continuar a desenvolver o seu trabalho”, afirma Marise.

Bauernfest, que começa esta semana, está entre os pontos altos do período

Com as temperaturas cada vez mais baixas, Petrópolis já está no seu melhor período para o turismo. O friozinho, que este fim de semana chegou a 6,9ºc, é um dos principais atrativos para os turistas e lota hotéis e pousadas da cidade. De sexta-feira (07.06) a domingo (09), a média da ocupação hoteleira chegou a 78,5% no Centro e arredores. Em todo o município o número foi de 77,6%. E essas taxas devem subir ainda mais no próximo fim de semana, com a abertura da 30ª Bauernfest – ponto alto do período na cidade. Serão 16 dias de festa, com a expectativa de receber mais de 350 mil pessoas até o dia 30 de junho.

Curtir o friozinho da Serra está entre os principais objetivos de quem chega a Petrópolis nesta época. E, além de todos os atrativos turísticos que o município oferece, hotéis e pousadas criam um charme a mais com lareiras e pratos especiais, como fondues.

Os meses de junho e julho são considerados o ápice da alta temporada – e este também é o período da Festa do Colono Alemão, que nesta 30ª edição acontece de 14 a 30 de junho, exceto dia 20, feriado de Corpus Christi. Em meios de hospedagem em toda a cidade restam poucas reservas ainda disponíveis. Este é o caso do Grande Hotel, no Centro Histórico. “Já estamos com 80% de ocupação para este primeiro fim de semana, mas o número deve aumentar com as reservas de última hora e também com os hóspedes que chegam no dia e resolvem ficar na cidade”, explicou o recepcionista Thiago Lacerda.

No ano passado, Hotéis e pousadas do Centro Histórico comemoraram a alta taxa de ocupação, que ultrapassou os 96% nos dois fins de semana da festa. Alguns chegaram a 100% de ocupação.

Já em vigor, legislação fortalece setor que movimenta R$ 355 milhões/ano

Pioneira no Estado, a Lei da Inovação – um avanço na área tecnológica – já está em vigor. A nova legislação, assinada pelo prefeito Bernardo Rossi e publicada no Diário Oficial do município de sexta-feira (07.06), fortalece um setor que tem hoje 480 empresas e registra um faturamento anual de R$ 355 milhões. A lei de autoria do executivo, cria a política pública de incentivo à inovação e a pesquisa tecnológica, ao desenvolvimento sustentável e à consolidação dos ambientes de inovação nos setores produtivos e sociais da cidade, tornado a cidade mais atraente para empresas que querem investir no setor.

A lei da Inovação prevê a criação de instrumentos que fortalecerão o setor, como o Sistema Municipal de Inovação (SMI), o Conselho Municipal de Inovação (CMI), o Fundo Municipal da Inovação (FMI), o Selo de Inovação de Petrópolis e o Plano de Sustentabilidade e de Inovação do Executivo Municipal.

A partir da nova lei o município pode incentivar, por exemplo, a pesquisa e o desenvolvimento de produtos, serviços e processos inovadores, sem fins lucrativos. “Isso pode ser feito mediante a concessão de recursos financeiros, humanos, matérias ou de infraestrutura, destinados a apoiar atividades de pesquisa, desenvolvimento e inovação, para atender as prioridades das políticas de desenvolvimento econômico e de inovação do município”, pontua Rossi.

Entre os estímulos previstos às empresas estão: subvenção econômica, financiamento, participação societária, bônus tecnológico, encomenda tecnológica, incentivos fiscais, concessão de bolsas, uso de poder de compra do município, fundos de investimentos, fundos de participação, títulos financeiros, incentivados ou não e previsão de investimento em pesquisa e desenvolvimento em contratos de concessão de serviços públicos ou em regulações setoriais.

Petrópolis passa a ter um Selo de Inovação

A lei prevê a criação do Selo de Inovação de Petrópolis, chamado de “Petro-Inova” – uma marca que terá como objetivo identificar a participação das entidades integrantes do Sistema Municipal de Inovação credenciados, nas ações de inovação do município e indicar a procedência de serviços e produtos das empresas inovadoras de Petrópolis. A marca poderá ser utilizada pelas empresas credenciadas pelo Conselho Municipal de Inovação em portais, prospectos, projeções, publicações, cartazes, filmes e outros elementos de promoção, divulgação e informações.

O Conselho Municipal de Inovação (CMI)  será responsável por formular, propor, avaliar e fiscalizar as ações e políticas públicas de promoção da inovação para o desenvolvimento do município, promover a democratização do conhecimento, sugerir políticas de captação e alocação de recursos para as finalidades da lei e fiscalizar e avaliar o correto uso dos recursos do Fundo Municipal de Inovação, além de propor o aperfeiçoamento profissional e a introdução de métodos de trabalho e técnicas operacionais, visando à qualificação da esfera pública municipal na prestação de serviços públicos com aplicação de inovação.

A criação do Fundo Municipal de Inovação (FMI) tem como objetivo a promoção de atividades inovadoras, tecnológicas, sociais e sustentáveis do município, sob a forma de programas e projetos. O fundo terá autonomia administrativa e financeira e o apoio será para planos, estudos, projetos, programas, serviços tecnológicos e de engenharia, capacitações, eventos e outras atividades de cunho inovador que resultem em soluções de interesse para o desenvolvimento do município.

Os recursos do fundo serão formados por transferências financeiras eventualmente realizadas pelo Governo Federal e pelo Governo do Estado, dotações orçamentárias, doações, legados, contribuições em espécie, valores, bens móveis e imóveis recebidos de pessoas físicas e jurídicas, entre outros. Tais recursos poderão ser aplicados através de convênios, termos de cooperação, termos de parceria e outros instrumentos legais de contratação que vierem a ser celebrados pelo município com entidades da administração pública direta e indireta, da União, Estado e municípios e entidades privadas.

Em outra frente o Plano de Sustentabilidade e de Inovação do executivo estudará a aquisição de produtos inovadores e contratação de projetos de ciência, tecnologia e inovação para o plano de Sustentabilidade da Política Pública de Inovação.  As unidades organizacionais do executivo deverão desenvolver o Plano de Sustentabilidade de suas atividades, com propostas para uso racional de recursos naturais, ação de responsabilidade social para servidores, ações de eficiência energética, investimentos em tecnologias limpas e ações de compensação ambiental, além da preservação da água, saneamento básico e mudança nos padrões de consumo. Além disso, o município estabelecerá em seus processos de compra os requisitos de sustentabilidade a serem exigidos dos fornecedores, de acordo com Plano de Sustentabilidade elaborado e atualizado anualmente.

A lei também prevê a difusão da promoção da cultura empreendedora e de inovação nas escolas públicas e unidades de educação na cidade, permitindo que a administração pública apoie programas que desenvolvam os conhecimentos, as habilidades e as atitudes de empreender e inovar.

Materiais reaproveitáveis e o óleo de cozinha usados na festa serão recolhidos

Mais uma vez a Comdep vai aproveitar a presença de grande público para tratar de um assunto importante no município: a coleta seletiva e a reciclagem. Durante a 30ª Bauernfest, a Companhia manterá um estande no Palácio de Cristal com exposição de peças de artesanato e outros produtos confeccionados a partir do reaproveitamento de materiais, além da divulgação de informações sobre o trabalho de coleta seletiva no município e a importância da reciclagem para o planeta.

Além disso, a Comdep fará a coleta diária do material reciclável gerado durante a Festa do Colono Alemão. O Palácio de Cristal terá coletoras voltadas especialmente para o depósito de resíduos que podem ser reaproveitados e ainda irá distribuir recipientes para os barraqueiros fazerem o descarte do óleo de cozinha usado durante o evento.

Assim como aconteceu na Expo Petrópolis, a Comdep vai reunir pelo menos cinco artesãos para mostrarem os trabalhos que eles já fazem, como a estilista Juliana Pinto, que transforma o pano de sobrinha em um casaco impermeável, e artesão Oseas Siqueira, usa latinhas de bebidas e de alimentos, tampinhas de garrafa e outras embalagens para fazer brinquedos simples – bonequinhos, animais, vasos de plantas. Os dois estiveram também em outro evento onde o estande funcionou, a Semana de Meio Ambiente na empresa GE Celma, semana passada.

“São pessoas que fazem um trabalho maravilhoso reaproveitando o que normalmente nós jogamos no lixo, e mostram que é possível ter um outro olhar para esses materiais. O trabalho deles poderá ser visto mais uma vez durante a Bauernfest”, conta o diretor técnico-industrial da Comdep, Carlos Alberto Salgueiro. O estande funcionará todos os dias da Bauernfest até às 23h.

A cidade possui três programas de coleta seletiva: “Porta a Porta”, que faz o recolhimento em alguns bairros da cidade de segunda a sexta; “coleta eventual”, que atua no Centro, em Araras e em Corrêas sob demanda; e os ecopontos da Mosela, de Itaipava e do Quitandinha, onde a entrega de materiais recicláveis gera descontos na conta de luz.

Brincadeiras no espaço da leitura, soneca, lanchinho, almoço e banho de sol no pátio com direito a velotrol. Essas foram as atividades realizadas nessa segunda-feira (10.05) com as 130 crianças no CEI Augusto Meschick, no primeiro dia após a inauguração do espaço, ocorrida no último sábado (0810). A creche, localizada na 24 de maio, passou por reformas para atender confortavelmente os novos alunos. O prefeito destacou que essa é apenas uma das creches inauguradas nesse ano pelo governo: até o final do ano, outros espaços serão inaugurados e a expectativa é que sejam criadas 700 novas vagas.

O equipamento público está especialmente preparado para atender crianças de 1 a 3 anos, sendo um reforço para a rede municipal de Educação. São mais 130 vagas para esse público de creche. Até o final do ano, a prefeitura vau inaugurar outras creches no Centro, Independência, Estrada da Saudade e Quissamã. Só em Corrêas, um imóvel será todo adaptado para atender 200 crianças. A expectativa é de que sejam 700 novas vagas nesse ano e, até 2020 serão 1500 criadas exclusivamente para o público das creches.

As crianças do CEI Augusto Meschick estão passando pela fase de adaptação. “Elas estão se acostumando com o ambiente e as professoras. Estão animadas com os brinquedos e brincadeiras e isso é muito gratificante”, contou a diretora do CEI Augusto Meschick, Aline Priori.

O CEI foi instalado no prédio onde funcionava a Escola Estadual Professor Augusto Meschick. O local foi municipalizado nesta gestão e adaptado para receber os alunos. Os banheiros receberam vasos e pias próprios para a idade das crianças, as salas foram pintadas, foi criado um espaço para leitura e o pátio também recebeu nova pintura. O CEI conta com doze salas de aula.

Aumento na oferta de vagas em creches

O CEI Augusto Meschick é apenas um dos imóveis preparados pela atual gestão para atendimento de crianças na faixa etária de creche. Também no Centro, o CEI Primeira Infância, foi ampliado e a capacidade de atendimento vai aumentar de 38 alunos, para 100 crianças. O CEI Boa Vista será inaugurado no 2º semestre: mais 60 vagas para creche. No Jardim Salvador, a EM Monsenhor Cirilo Calaon teve um dos andares adaptados para receber alunos da educação infantil, de 1 a 3 anos. O espaço será reinaugurado no 2º semestre.

Órgão vai realizar fiscalização nos estabelecimentos e ação itinerante na próxima quarta-feira (12.06)

O Procon Petrópolis inicia nesta segunda-feira (10) a Operação Cupido – iniciativa que vai fiscalizar restaurantes e motéis com foco no Dia dos Namorados. A ação tem o objetivo de orientar sobre as normas que tais estabelecimentos devem seguir ao oferecer os serviços aos clientes com foco no Código de Defesa do Consumidor. Na quarta-feira (12.06), uma ação itinerante será realizada na Praça Alcindo Sodré, de 13h às 17h.

Tanto os hotéis quanto os motéis têm a obrigação de prestar esclarecimento quanto à informação de preços praticados. Assim, é importante conferir as possibilidades de acomodação, os respectivos preços, as formas de pagamento e quantas horas compreendem a diária ou o pernoite. Os preços dos itens do frigobar devem ser informados previamente e por escrito. Além disso, os motéis e hotéis lançam promoções para essa data, portando, convém comparar as vantagens oferecidas e, até fazer a reserva antecipadamente.

O Procon orienta aqueles que vão sair para jantar, que façam reservas antecipadamente no local escolhido, uma vez que os restaurantes costumam lotar nesta data. Vale lembrar que os consumidores têm o direito de visitar a cozinha e o restaurante deve informar, por meio de cartazes, se aceita cartão de débito/crédito e quais as bandeiras, antes do consumidor fazer o pedido. A informação referente à taxa de serviço deve ser prestada no cardápio e na nota fiscal de forma clara e precisa, inclusive, discriminado o valor cobrado e a orientação sobre a cobrança ser opcional. Quanto à cobrança de couvert artístico, há permissão para praticá-la quando houver música ao vivo ou outra manifestação artística no local, desde que haja a informação prévia. O horário de início do show também deve ser informado. A cobrança de consumação mínima é ilegal, não podendo ser efetuada. Conforme determina o Código de Defesa do Consumidor, é proibido ao fornecedor impor limites quantitativos de consumo aos clientes. Outra cobrança considerada abusiva é a multa pela perda da comanda.

Outra recomendação importante é para os casais de idosos. Estes têm direito a atendimento preferencial e o estabelecimento comercial deve respeitar esta regra.

No domingo (09.06) em que a seleção brasileira profissional estreava com vitória na Copa do Mundo de futebol feminino, a prefeitura promoveu a II Copa Imperial de futsal feminino no Centro Esportivo da Escola Municipal Fábrica do Saber, na Estrada da Saudade. Participaram 60 atletas em seis times, sendo que cada equipe fez, pelo menos, duas partidas na competição. Foram marcados 27 gols em nove jogos que foram disputados em dois tempos de 15 minutos corridos. A equipe campeã foi a Estrelas, que venceu a final por um a zero contra o Coronel Veiga.

Até a decisão, o Coronel Veiga havia vencido todas as quatro partidas que disputou, sem levar nenhum gol. Apesar do bom momento e do favoritismo, o Estrelas conquistou o troféu, vencendo pelo placar mínimo. Segundo a treinadora do time vencedor, Viviane Turetta, a competição é importante para incentivar o esporte na cidade.

“A nossa equipe, na verdade, é um grupo de amigas. Algumas com mais experiência dentro do futebol, mesclada com outras mais novas. Ficamos muito felizes com o resultado, pois não treinamos para disputar o torneio, apenas nos reunimos para fazer o que gostamos", disse a treinadora.

Desde o início da gestão, a prefeitura trabalha para que as atletas conquistem cada vez mais espaço nas mais diversas modalidades. O governo municipal já promoveu dois torneios de futsal e outro de futebol society, além de ter incluído, de maneira inédita, o futebol de campo feminino na programação dos jogos estudantis desde 2017. Em outubro deste ano, ainda será realizada a terceira edição da Copa Imperial de futsal, no Centro de Iniciação ao Esporte (CIE) no Caxambu.

Resultados:

Primeira fase:

Estrelas 4x0 Guerreiras

Comac 0x2 As Pequenas

Coronel Veiga 1x0 Estrelas

As Pequenas 2x3 Princesas

Guerreiras 0x2 Comac

Princesas 0x3 Coronel Veiga

Semifinais:

Coronel Veiga 5x0 Comac

Estrelas 4x0 As Pequenas

Final:

Estrelas 1x0 Coronel Veiga

Mais de 400 atletas participaram da Love Run que foi realizada no último domingo (10.06). A prova da modalidade trail foi disputada em dois percursos: 6 e 10 quilômetros, passando por asfalto, estrada de chão, paralelo, barro e um pequeno trecho com água. Entre as mulheres, venceram Isis Costa da Silva (6 km) e Letícia Ribeiro (10 km). Já no masculino, melhor para Arthur da Silva (6 km) e Márcio Luiz Casemiro (10 km). A corrida é organizada pela FF Eventos Esportivos e contou com o apoio da prefeitura, sendo a quinta corrida que contou pontos para os participantes no ranking municipal.

A largada para os dois percursos aconteceu no quilômetro 70,5 da BR-040, em um posto de gasolina, às 8h. Os participantes contaram com dois pontos de hidratação até chegarem no Vale do Amor, no Fazenda Inglesa. Foi a terceira edição do evento, que pela primeira vez, contou pontos para a pontuação municipal.

A próxima prova que conta pontos para o ranking municipal é a XC Run, que será realizada no dia 20 de julho no Parque Municipal, em Itaipava, e que está com inscrições abertas no site oficial do evento.

Além da Love Run, ainda contam pontos para o ranking municipal neste ano: XC Run (20 de julho); Fire Run (28 de julho); Corrida Master (20 de outubro); Petrópolis Night Run (26 de outubro) e WTR Serra do Mar (23 de novembro). A Corrida do Shopping Pedro II, Corrida Contra a Fome, a Corrida do Trabalhador e a Petrópolis-Itaipava já foram realizadas. O calendário esportivo completo, com todos os eventos previstos para Petrópolis neste ano, está disponível no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Resultado geral:

Masculino (6 km):

1ª Arthur da Silva - equipe Panthers - 25min e 37 seg

2ª João Fernando Accioly - equipe Panthers - 25min e 59 seg

3ª Valtencir Alexandre - equipe Nativos - 28min e 11 seg

Masculino (10 km):

1ª Márcio Luiz Casemiro - equipe Jotaefe - 41min50s

2ª Marco Cândido - equipe Nativos - 41min58s

3ª Carlos Granja - 43min56s

Feminino (6 km):

1ª Isis da Costa da Silva - equipe Jotaefe - 30 min e 56seg

2ª Adriana Rodrigues - equipe Nativos - 32 min e 57seg

3ª Juliana Chaves - equipe FB assessoria - 35 min e 37seg

Feminino (10 km):

1ª Letícia Ribeiro - equipe LA assessoria - 50 min e 55seg

2ª Elizabete Sabino - equipe Nativos - 54 min e 25seg

3ª Renis Aparecida - equipe Nativos - 54 min e 35seg

Termina na próxima sexta-feira (14.06) o prazo para que servidores negociem os débitos com a Caixa Econômica Federal dentro dos critérios da campanha Quita Dívida Servidor. Na primeira semana, débitos que somavam   R$ R$ 403.042,22 caíram para R$ 98.302,87 com as oportunidades oferecidas. A campanha ocorre nas quatro agências: duas do Centro, no Alto da Serra e também em Itaipava, de 10h às 16h, e conta com espaço exclusivo para atendimento dos servidores.

Nos espaços estão sendo negociados dívidas de servidores negativados ou com alguma pendência junto à Caixa Econômica. O banco está oferecendo descontos para pagamentos à vista. As dívidas que podem ser negociadas, porém, são de vários tipos, como renovação dos contratos para o aumento de prazo, unificação de dividas diversificadas, débitos de cartões de crédito, cheque-especial e créditos consignados, por exemplo.

Uma dívida de CDC de R$ 48.042,37 caiu para R$ 5 mil com pagamento sendo realizado no próximo mês. Um outro de pagamento com cartão de crédito, a dívida de R$ 4.471,23 teve redução de 81,7% caindo para R$ 873,08 com prazo para pagamento. Uma outra dívida de cartão de crédito de R$ 1.413,08 foi reduzida para R$ 389,46. A maior redução registrada até agora, no entanto, foi uma dívida de R$ 28.944,44 caiu para R$ 1.152 – um abatimento de 96,02% no montante acumulado de dívidas de cartão de crédito, cheque especial e empréstimo consignado. Houve, ainda, um débito de R$ 7.832,34 que caiu para R$ 320 – um abatimento de 95,91% referente a um empréstimo de CDC.

O benefício é válido para todos os mais de 12 mil servidores públicos, incluindo os aposentados e pensionistas do INPAS. As agências da Caixa para negociação são: Imperial (Rua do Imperador 149/153 – Centro), Petrópolis (Rua do Imperador, 745 – Centro), Alta da Serra (Rua Teresa, 1380 – Centro) e Itaipava (Estrada União e Indústria, 10.040).

Recursos incluem as obras retomadas pelo município, obras de contenção, pavimentação e outras verbas que já estão garantidas

Com mais R$ 5,5 milhões em obras garantidas esta semana, a prefeitura soma um volume de investimentos na cidade em dois anos e meio que alcança R$ 24,7 milhões. Além disso, Petrópolis já tem garantidos mais R$ 10,8 milhões em convênios já assinados com a Caixa e que serão executados nos próximos meses. Na soma total, desde que assumiu, em 2017, a prefeitura já obteve ou aplicou recursos de R$ 35,5 milhões.

Essas são obras fruto de investimentos que o município conquistou junto ao governo federal, e a prefeitura já está trabalhando em cima de outros projetos de pavimentação, de contenção, de turismo, de saúde. Obras que só serão possíveis graças ao esforço da prefeitura de buscar recursos em outras fontes para aplicar em áreas importantes do município.

O investimento anunciado esta semana garante recursos para ampliação do programa Mais Asfalto, que já fez a manutenção de 167 ruas de 42 bairros em toda cidade e que agora fará a pavimentação de 900 metros entre as ruas Caldas Viana, Floriano Peixoto e Alberto Torres. Também serão aplicados recursos para reforma do Theatro D. Pedro, um dos mais importantes equipamentos culturais do município. Ainda estão garantidas obras em quadras de cinco comunidades: Amazonas (Quitandinha), Vila São José (Bingen), Comunidade Oswaldo Cruz (Valparaíso), Comunidade do Alemão (Retiro) e Vale do Carangola, beneficiando cerca de 15 mil moradores.

Além das obras que já entraram em licitação, outros convênios já estão assinados e estão em fase de elaboração dos projetos executivos, que precisam de análise da Caixa. Na lista estão incluídas a pavimentação de ruas no Carangola, Castelânea e Centro; a revitalização do Lago de Nogueira; reforma do Palácio de Cristal e da Casa Santos Dumont; ampliação do Polo de Capacitação Rural; construção de uma praça em Itaipava; e a reforma de quadras no Vila Rica e na comunidade Chapa 4.

Os investimentos listados se referem apenas a verbas destinadas para obras. Porém, o município ainda captou recursos federais para outras áreas, como Saúde, Educação e Assistência Social. As emendas dos últimos dois anos e meio ultrapassam R$ 20 milhões, sendo praticamente metade (R$ 9,5 milhões) para compra de equipamentos para postos de saúde e hospitais – como mamógrafo no HAC e ultrassom para o Nelson de Sá Earp –, aplicação na rede de Atenção Básica e de Média e Alta Complexidade. Também foram conquistadas verbas para aquisição de ônibus escolares, ampliação de programa esportivos dentro de escolas, promoção de músicas em escolas, aquisição de equipamentos para o Creas, entre outras.

Investimentos desde 2017

Só em obras de contenção, o investimento nos últimos dois anos ultrapassa R$ 2,5 milhões, um valor que aumentará com mais uma obra que entra em licitação em breve para a Rua Primeiro de Maio. Os recursos já aplicados são em obras no Sítio do Pica-Pau (Dr. Thouzet); Presidente Sodré (Siméria); Desembargador Luiz Antônio Severo da Costa (Itaipava); Atílio Marotti (Quarteirão Brasileiro); Catarina Blatt (Duarte da Silveira); Gregório Cruzick (Bela Vista); Aristides Ladeira (Bairro Esperança); Av. Piabanha (Centro); Felipe Camarão (Comunidade do Neylor); Rua Bingen (Bingen); Ladeira do Ventura (Estrada da Saudade); e João Felipe Schmidt (Bingen).

As obras de contenção são extremamente necessárias para salvar vidas e para permitir que os petropolitanos tenham tranquilidade nas comunidades onde moram. Todo o trabalho focado na questão das encostas é feito com base no Plano Municipal de Redução de Riscos (PMRR), um mapeamento completo da cidade que apontou 234 áreas onde são necessárias intervenções, e é em cima que estamos buscando fazer essas obras.

Na malha viária, além das ruas que servem para as linhas de ônibus nas comunidades, o programa Mais Asfalto também investe nas vias de intensa circulação da cidade. Já foi feita pavimentação de cerca de sete quilômetros em ruas do Centro, num circuito que leva ao Alto da Serra e à região do Bingen e Mosela. Pavimentação do trecho Caldas Viana / Floriano Peixoto / Alberto Torres dará melhores condições no caminho para Cascatinha. E ainda estão previstas reforma da Av. Barão de Amazonas, Monsenhor Bacelar e Rocha Cardoso (circuito que vai para Quitandinha e Valparaíso), VicenzoRivetti (que vai ligar o Carangola ao Caetitu), Cardoso Fontes (na Castelânea) e Av. Koeler. Só nestes locais são R$ 7,7 milhões em investimentos.

Trabalho de retomada de obras

Além das novas obras, a prefeitura também trabalhou para destravar R$ 9 milhões em obras feitas diretamente pelo município e que foram paralisadas até 2016. Fazem parte desse trabalho de retomada de obras paradas a construção das UBSs de Araras e Posse - que vão atender 20 mil pessoas no total -, a construção do CEI Boa Vista - dentro do PAC Estrada da Saudade -, a reforma da Escola Municipal Jandira Bordignon, a construção do Centro de Iniciação ao Esporte (CIE) no Caxambu e as reformas das quadras de Pedras Brancas e Morin.

Pagina 7 de 1232

Notícias por data

« Junho 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP