Todo o trabalho que é realizado pela equipe do Procon Petrópolis se tornou referência para órgãos de outras cidades do estado do Rio de Janeiro, e até mesmo de outros lugares do país. Nesta quinta-feira o Procon recebeu a visita da nova gestora do órgão em Magé – RJ, Renata Meirelles. Durante o encontro, ela conheceu a sede da instituição e acompanhou como funciona todo o sistema operacional, assim como todos os canais, ações e operações que o Procon realiza.

Enquanto a coordenadora do Procon Magé esteve na sede do órgão em Petrópolis, ela conheceu detalhes do trabalho realizado no local. Segundo a gestora, o Procon Petrópolis já executa muitas ações que ela quer implementar em Magé, inclusive as ações sociais em prol das pessoas carentes. Outra ação que também será aderida é a ampliação dos canais de contato como facebook e whatsapp que agilizam o atendimento ao consumidor.

“Comecei a pesquisar lugares onde havia Procons municipalizados com programas diferenciados. Foi aí que achei Petrópolis e o site já me impressionou pela quantidade de atividades que encontrei. O que me impressionou é que o órgão é muito ativo, próximo das pessoas e com pensamentos muito parecidos com o que buscamos”, destacou a coordenadora do Procon Magé, Renata Meirelles. O órgão na Baixada Fluminense possui dois núcleos de suporte ao consumidor e já praticamente dobrou o número de atendimentos no mês.

O Procon Petrópolis atua no município com a finalidade de garantir todos os direitos do consumidor. Realiza operações de fiscalização nos estabelecimentos, ações de conscientização, pesquisas de preços, linhas de contato direto com as empresas, o que agiliza o atendimento, além de dicas para o consumidor e vistorias em épocas festivas, como Natal, Páscoa, Dia das Mães, entre outras. No início deste ano, o órgão realizou o Feirão Limpa Nome, em parceria com 19 empresas, onde 892 pessoas negociaram suas dívidas e puderam voltar a consumir sem problemas. O Procon também atua nas escolas com palestras e ações sociais, com a realização de campanhas de arrecadações em prol de crianças carentes e até nas causas de animais abandonados.

Nesta sexta (17.05), o trabalho ocorreu nos distritos da Posse e de Pedro do Rio

O programa Mais Asfalto já atendeu 155 ruas com manutenção viária em 2019. O serviço já passou por 39 bairros de todos os distritos em cinco meses e meio. Nesse período, a prefeitura promoveu 186 ações do serviço. Nesta sexta-feira (17.05), o trabalho ocorreu nos distritos da Posse e de Pedro do Rio.

O trabalho de manutenção viária tem como foco a melhoria de ruas que servem como itinerário das linhas de transporte público da cidade. O serviço já passou tanto por ruas com movimento intenso, como é o caso de ruas como Washington Luiz (Centro), Cardoso Fontes (Castelânea), Padre Feijó (Alto da Serra), entre outras, como locais com menor fluxo de veículos.

Nesta sexta-feira, o trabalho ocorreu na Rua Santo Antônio, na Posse, destino do ônibus 717, que faz 25 viagens por dia. Outro local atendido foi a Estrada do Paiolinho, em Pedro do Rio. Foram usadas cerca de 35 toneladas de asfalto para a manutenção desses locais.

Além desses distritos, o Mais Asfalto já esteve em ruas do Alemão, Alto da Serra, Araras, Bairro Esperança, Bataillard, Bela Vista, Bingen, Carangola, Castelânea, Castelo São Manoel, Castrioto, Caxambu, Centro, Chácara Flora, Corrêas, Duarte da Silveira, Duques, Estrada da Saudade, Independência, Itaipava, Madame Machado, Meio da Serra, Morin, Mosela, Nogueira, Quarteirão Brasileiro, Quitandinha, Retiro, Roseiral, Samambaia, São Sebastião, Santa Mônica, Sargento Boening, Secretário,Siméria, Taquara, Valparaíso e Vila Felipe.

Técnicos da Secretaria de Meio Ambiente estarão nas escolas da rede municipal de ensino realizando ações de educação ambiental na próxima semana. Na segunda-feira (20.05), dentro do programa Defesa Civil nas Escolas, técnicos da pasta realizam uma palestra sobre preservação ambiental na Escola Germano Valente, no Centro. No dia 24, será a vez dos estudantes da Escola Municipal Dr. Paula Buarque, no Vale do Cuiabá, participarem de uma visita de campo no Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Parnaso). O desenvolvimento das tarefas faz parte do programa Inteligência Ambiental, criado pela pasta em 2017 com o objetivo de envolver os jovens no cuidado com a natureza.

Nesta semana, a palestra técnica ocorreu na Escola Municipalizada Hercilia H. Moret. Cerca de 50 estudantes participaram da atividade. Com dois mil alunos da rede municipal de ensino envolvidos neste trabalho no ano passado – com a previsão de dobrar esse número – a Secretaria de Meio Ambiente segue investindo na educação para preservar as áreas verdes do município.

O objetivo da prefeitura é envolver os jovens nas mais diversas questões de educação ambiental, com trabalhos práticos e elaboração de cartazes e a participação em palestras. Além das ações nas escolas, a campanha permanente de recolhimento de lixo eletrônico da Secretaria de Meio Ambiente acontece no próximo dia 31 de maio na Praça Dom Pedro. Com cerca de cinco toneladas de produtos recebidos nas etapas realizadas até o momento, o trabalho será realizado também nos distritos da cidade.

A campanha é mais uma ação do projeto Inteligência Ambiental do setor de educação ambiental, criado pela pasta 2017 com o objetivo de conscientizar a população da importância da preservação ambiental. Também são realizados trabalhos de orientação nos bairros e nas escolas, dentro do Defesa Civil nas Escolas – que engloba também o Meio Ambiente.

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias interditou três imóveis na manhã de hoje (17.05). Dois na Rua Visconde de Itaboraí, no Valparaíso, onde um deslizamento de terra próximo às residências descalçou a servidão de acesso, deixando em risco a passagem dos moradores. O outro fica na Rua Rio de Janeiro, no bairro Quitandinha, atingido por uma barreira. Ninguém ficou ferido. As famílias foram orientadas a permanecer na casa de parentes e os casos estão sendo acompanhados pela Secretaria de Assistência Social.

A presença de um grande e forte sistema de alta pressão atmosférica de origem polar na costa do Sul e do Sudeste do Brasil vem causando as chuvas fortes fora de época. Ontem, a forte chuva que atingiu as regiões do Quitandinha e Centro, elevando o nível dos Rio Quitandinha e Palatinato, provocou alagamentos de vias em diferentes pontos da cidade. O Rio Quitandinha transbordou na altura da Rua Coronel Veiga e na Rua do Imperador. As ruas Prefeito Yedo Fiúza, no Independência, Visconde de Souza Franco e Alencar Lima, no Centro também ficaram alagadas. 

Segundo Giovanni Dolif, coordenador geral de operações de modelagem do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), a instabilidade ganhou força nos últimos dias causou a chuva foi volumosa. “É uma combinação de fatores, mas o principal motivo é o avanço de um sistema de alta pressão que está se deslocando lentamente, acelerando os ventos na costa brasileira. A tendência é no final de semana o tempo melhorar aos poucos, mas ainda com chance de chuva”, disse.

Equipes da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias e da CPTrans permaneceram nas ruas orientando o trânsito em apoio aos motoristas. A Comdep esteve com 60 funcionários mobilizados em diferentes pontos desde a General Rondon até o Centro Histórico. No Quitandinha (Cel. Veiga, Ponte Fones, Olavo Bilac), foi feita a limpeza em cabeceiras de pontes e raspagem de lama, além da lavagem. No Centro só houve necessidade de lavagem. Foram utilizados dois caminhões-pipas, cada um com capacidade de 8 mil litros de água.

O maior índice pluviométrico está registrado no bairro Dr. Thouzet, com 77 milímetros de chuva nas últimas 24h. No São Sebastião, no mesmo período, o acumulado foi de 74 milímetros. Neste momento, a Defesa Civil está em estado de vigilância, por causa da pequena quantidade de chuva na última hora. No entanto, devido a instabilidade do tempo, todo o contingente de 55 agentes permanece de prontidão para atender aos chamados dos moradores.

Em caso de qualquer sinal de instabilidade no imóvel ou terreno, o morador deve ligar para o telefone 199 e pedir uma vistoria preventiva à Defesa Civil. A ligação e o serviço são gratuitos. Os institutos de pesquisa indicam que o tempo deve melhorar a partir da noite de hoje e a chuva diminuir.

Trabalho ocorre em ruas que ficaram alagadas no Quitandinha e no Centro

Um efetivo de 100 funcionários da Comdep está mobilizado fazendo a limpeza da cidade após a chuva de quinta-feira (16.05). Ainda à noite, foram colocadas equipes para fazer a remoção de lama e lavagem desde o Quitandinha até o Centro Histórico. Nesta sexta-feira (17.05), os funcionários dão continuidade à limpeza. Nos dois dias de trabalho, foram usados 120 mil litros de água para limpeza dos locais.

No Quitandinha, o trabalho contou com limpeza de cabeceira de pontes, raspagem da lama e lavagem desde às 18h de quinta em ruas como Cel. Veiga, Ponte Fones e Olavo Bilac. No Centro, foi feita lavagem até 2h de ruas que ficaram alagadas. O trabalho contou com 60 pessoas e dois caminhões-pipa.

Já nesta sexta-feira, o trabalho de lavagem teve com o apoio da Águas do Imperador, o que permitiu que fosse colocado em ação mais um caminhão-pipa. Seis equipes se dividiram em diferentes pontos da Cel. Veiga para raspagem e retirada de lama. Outra turma atuou no trecho entre a Ponte Fones e General Rondon.

No Centro, além da varrição, a Comdep também fez a remoção de mato e resíduos que ficaram presos nas tampas de bueiros, para que os canais de drenagem da água de chuva não ficassem obstruídos.

A chuva da tarde desta quinta-feira atingiu principalmente esses dois bairros, elevando o nível dos Rio Quitandinha e Palatinato, o que causou os alagamentos. Os institutos de pesquisas meteorológicas indicam que a chuva deve diminuir nesta sexta.

A entrega dos kits do Circuito Mulheres acontece neste sábado (18.05) na Rua Alfredo Pachá, 166, no Centro, das 10h às 14h. As atletas de fora da cidade podem buscar no domingo, dia da prova, de 7h às 8h. São 300 pessoas inscritas para um percurso de seis quilômetros, com largada no mesmo local da retirada dos kits. É obrigatório o uso do número de peito e do chip de cronometragem durante a realização de toda a corrida, sendo passíveis de desclassificação as participantes que não cumprirem este aviso. O evento conta com o apoio da prefeitura, através da Superintendência de Esportes e Lazer e da CPTrans.

Para retirar o kit de participação a atleta deverá apresentar documento de identificação e a respectiva confirmação de inscrição. A entrega para terceiros poderá ser feita mediante apresentação de autorização específica para este fim e cópia de documento de identificação do inscrito. O objetivo do circuito feminino é incentivar a presença das mulheres nascorridas de rua realizadas no município.

A premiação com troféu será para as cinco primeiras colocadas no geral e nas três melhores corredoras por categoria. A prática da corrida de rua ajuda na melhora da resistência física, circulação sanguínea, fortalece o sistema imunológico e ajuda a emagrecer, além do aspecto social.

“Quando pensamos nos benefícios para as mulheres, vale destacar o aumento do metabolismo, mais lento se comparado ao dos homens”, disse o responsável pela prova, Alexandre Jerônimo.

Além desta prova, outras 26 corridas de rua serão realizadas no município ao longo deste ano. O calendário esportivo completo, com todos os eventos previstos para o município neste ano, está disponível no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Programa é uma iniciativa da UNICEF e UNDIME

Evento ocorreu na Casa da Educação Visconde de Mauá

As secretarias de Educação, Assistência Social e Saúde já estão registrando resultados positivos graças ao programa Busca Ativa Escolar, iniciativa da UNICEF e UNDIME que tem como objetivo promover a inclusão social e a erradicação da evasão escolar: 300 crianças e jovens que tinham deixado de frequentar escolas voltaram para a rede municipal de Educação neste ano. O dado foi um dos destaques do Seminário Busca Ativa Escolar ocorrido nesta sexta-feira (17.05), na Casa da Educação Visconde de Mauá.

O encontro contou com apresentação especial da Orquestra Cidadania do Espaço Educativo São Charbel e participação dos comitês gestores dos seis municípios do Estado do Rio que fazem parte do Polo 3 do Programa Busca Ativa Escolar: Itaboraí, Belford Roxo, Teresópolis, Petrópolis, Rio das Ostras e São João de Meriti.

O seminário foi ministrado por Julia Ventura, Roberta Costa e Bianca Cambiagi, integrantes do Cidade Escola Aprendiz, responsável pela assessoria do programa em 25 municípios do Estado do Rio de Janeiro. “O encontro serviu para os municípios apresentarem os seus resultados, mostrando como estão trabalhando e quais conquistas já registradas. O Busca Ativa incentiva uma ação intersetorial nas prefeituras nessa meta de evitar a erradicação e a intenção é de que o programa se torne uma política pública permanente. Vale salientar que, tanto o Plano Nacional de Educação quanto os Planos Municipais de Educação já orientam os municípios a manterem um controle dessas questões e é por isso que o Busca Ativaé uma ferramenta que auxilia muito municípios”, explicou Júlia Ventura que é a coordenadora do projeto no Estado do Rio de Janeiro.

O Programa auxilia os governos na identificação, registro, controle e acompanhamento de crianças e adolescentes que estão fora da escola ou em risco de evasão.

“O alerta é dado quando é notado um possível caso de evasão escolar. Quando o aluno começa a faltar, prontamente os agentes envolvidos no processo já buscam informações sobre o caso e começam a investigar as causas do problema e de que forma as secretarias podem ajudar as famílias”, explica Ana Paula Valle, responsável pelo Departamento de Inspeção Escolar da Secretaria de Educação e gestora do Comitê Petrópolis.

Ainda segundo Ana Paula, o trabalho ainda está sendo fortalecido. “Nossa maior dificuldade ainda é encontrar as crianças que nunca frequentaram as escolas, mas, com muita dedicação e força de vontade os agentes envolvidos no processo estão conseguindo os dados. Nosso próximo passo será solicitar ajuda as ONGs e associações de moradores nessa busca. A intersetoriedade tem sido fundamental para o sucesso do programa”, avaliou.

Vale salientar que todo o processo do Busca Ativa Escolar pode ser feito pela internet e a ferramenta pode ser acessada em qualquer dispositivo, como computadores de mesa, computadores portáteis, tablets, celulares (SMS) e smartphones. No Busca Ativa Escolar, cada secretaria ou grupo têm um papel específico, que vai desde a identificação de uma criança ou adolescente fora da escola até a tomada das providências necessárias para a matrícula e a permanência do aluno ou aluna na escola. Os diretores alimentam os dados dos alunos e realizam o monitoramento de frequência regularmente. Decorrido um ano e não tendo sido constatado problema com a criança ou o adolescente (re)matriculado, o caso recebe o estado Concluído. Caso seja verificada a evasão, o caso recebe o estado Fora da escola.

Agora ficou mais fácil empreender em Petrópolis. Todas as informações sobre a cidade e como abrir um negócio estão concentradas em um espaço específico no site da Prefeitura. Informações sobre MEI, alvará on-line, Nota Fiscal Imperial, Incentivos Fiscais e Junta Comercial do Rio de Janeiro – Jucerja – são apenas alguns dos serviços oferecidos no site do Espaço Empreendedor e que já está disponível para consultas: www.petropolis.rj.gov.br/espaco-empreendedor

Segundo a prefeitura, o site é uma forma de facilitar o atendimento ao cidadão e o atendimento presencial continuará, sem necessidade de agendamento prévio e com todos os serviços.

No site também há informações sobre a consulta Processo Fácil e links da Jucerja, Balcão de Empregos e site do Sebrae. A página também mostra informações sobre a cidade: turismo, economia, transporte e segurança e o link para o Balcão de Empregos da prefeitura. “É um serviço bastante procurado e os empresários devem usar esse canal para cadastrar as suas vagas”, afirma o diretor do Departamento de Desenvolvimento Econômico e responsável pelo EE, Eduardo Barbosa.

EE: aumento no número de atendimentos

Desde dezembro de 2017 o EE vem registrando aumento nos atendimentos mensais e em abril deste ano o número foi recorde: 1.453 atendimentos. O número é 58,2% maior em comparação aos registros do mesmo período no ano passado, quando 918 atendimentos foram contabilizados. Só neste ano, desde janeiro, já foram 4.556 atendimentos. E, em todo o ano de 2018, foram mais de 10 mil.

Do total de atendimentos em abril, 1.042 foram referentes aos registros feitos pela Jucerja – Junta Comercial do Rio de Janeiro: informações sobre MEI, registro de empresas, processos e protocolos. Os demais 411 foram referentes a atendimentos de outras secretarias como Departamento de Trabalho e Renda, Solicitação de incentivos fiscais, protocolo geral, solicitação de microcrédito da AGeRio e consultoria empresarial.

 Espaço conta com nove consultórios de clínica geral, ginecologia e odontologia e vai atender 12 mil moradores

Após a inauguração da UBS de Araras, a prefeitura está próxima de entregar mais uma Unidade Básica de Saúde. As obras na Posse estão sendo finalizadas e, no fim da semana que vem, o espaço estará pronto para ser mobiliado. O local vai abrigar três equipes de clínica geral, três de ginecologia e três de odontologia para atender até 12 mil moradores do distrito. Oito funcionários atuam para os arremates de instalações elétricas, pinturas e colocação de bancadas de inox nos nove consultórios.

 Segundo a prefeitura, a UBS de Araras vai atender até 8 mil pessoas e a UBS da Posse mais 12 mil, ou que vai ampliar a rede de atenção básica e levar atendimento para mais perto de 20 mil moradores, facilitando o acesso dessa população a consultas e procedimentos mais simples próximo de casa.

 A UBS da Posse ainda conta com salas de vacinas, de procedimentos e de curativos, banheiros (sendo um deles adaptados para pessoas com deficiência), recepção, além de outros cômodos para os funcionários, como sala de reuniões, cozinha, copa, banheiro para funcionários, arquivo, expurgo e lixeira para resíduo comum e para resíduo hospitalar.

De acordo com a Secretaria de Saúde são três equipes completas, cada uma com clínico geral, enfermeiro, técnico de enfermagem, ginecologista e dentista. A UBS da Posse é fruto de um investimento de R$ 1 milhão pela prefeitura e mais R$ 200 mil do Ministério da Saúde (total de R$ 1,2 milhão). A obra é feita pela empresa RR Fênix.

UBS do Caxambu, obra abandonada em 2016, é retomada

Em paralelo, a Secretaria de Obras já deu ordem de início para a retomada da construção de outra Unidade Básica de Saúde, no Caxambu, obra abandonada na gestão passada, em 2016. O espaço também terá três consultórios (clínica geral, ginecologia e odontologia), sala de vacinas, de procedimentos e de curativos. A obra é de responsabilidade da empresa FCK Construções, no valor de R$ 730 mil, e será retomada nos próximos dias. A empresa a empresa está fazendo a limpeza do terreno e fará instalação do barracão que dará apoio aos funcionários.

Profissionais da unidade também retomarão atendimentos em residências

O Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas - III (CapsAD – III) passa a funcionar aos sábados e feriados. Com aproximadamente 3 mil pacientes ao mês, a extensão dos dias de atendimento visa dar mais cobertura ao serviço e oferecer maior suporte à população que busca atendimento espontâneo. Nos novos dias de funcionamento, os profissionais farão plantões de 9h às 14h. As visitas domiciliares também serão reforçadas pela equipe.

A medida garantirá o acolhimento dos pacientes que necessitarem de suporte da rede. Além de estar aberto para novos atendimentos, os profissionais da unidade desenvolverão atividades com os pacientes já atendidos.

O CapsAD – III é voltado para o atendimento de usuários de álcool e outras drogas. A unidade especializada atende pacientes encaminhados pela rede de atenção básica, Conselho Tutelar, do Hospital Municipal Nelson de Sá Earp, que conta com leito de monitoramento 72 horas, além dos que buscam o serviço espontaneamente. A unidade realiza atendimento direcionado de acordo com o quadro clínico de cada paciente.

A unidade conta com 25 profissionais entre os quais psicólogos, psiquiatras, clínico geral, enfermeiros, técnicos de enfermagem e assistentes sociais. A partir do estudo de cada caso, os pacientes recebem acompanhamento específico e são encaminhados para as oficinas e grupos terapêuticos. As atividades são realizadas diariamente e o CapsAD-III conta com oito leitos de acolhimento, onde os casos de maior gravidade são acompanhados em tempo integral, com internações que podem variar entre 14 e 30 dias.

“Temos uma demanda muito grande de pacientes e manter a unidade aberta aos sábados e feriados contribuirá para o controle dos casos”, destaca a coordenadora do CapsAD-III, Leandra Iglesias, reforçando que o suporte aos pacientes será ainda maior a partir da retomada das visitas aos domicílios. O serviço realizado diretamente nas residências contribuirá no atendimento aos pacientes com dificuldade de mobilidade e evita a evasão dos tratamentos.  “Indo diretamente às residências podemos acompanhar de perto os pacientes e garantir que eles não tenham recaídas”, conta Leandra.

Pagina 6 de 1204

Notícias por data

« Maio 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP