As cores azul e amarelo já estão tomando conta da fachada da EM Jandira Bordignon, no Quitandinha. A obra, que foi abandonada em 2016, pela antiga gestão, foi retomada em março de 2018 e está a todo vapor. A expectativa é de que o prédio pronto, com acessibilidade, quadra poliesportiva e 12 salas de aula, seja entregue até novembro. No novo prédio poderão ser atendidos até 700 alunos – matriculados da educação infantil até o 9º ano do ensino fundamental.

A obra está na etapa de pintura dos espaços e finalização da quadra poliesportiva e telhado.

No novo prédio a capacidade de atendimento aumentará: passará de 400 para 700 alunos - matriculados desde a educação infantil até o 9º ano do ensino fundamental.

Vale lembrar que a precariedade do prédio ocasionou, em 2015, a transferência de todos os alunos para duas casas alugadas nas redondezas. A unidade, com infiltrações, goteiras, mofo e vazamentos, passou anos sem manutenção até que teve o prédio desativado. A Secretaria de Educação transferiu o atendimento dos alunos matriculados do 4º período da educação infantil até o 5º ano para o Ciep Santos Dumont, no Independência. Os alunos do 6º ao 9º ano estão sendo atendidos em um imóvel na Rua São Paulo.

O prefeito lembra ainda que, além da Jandira Bordignon, o poder público retomou a obra na Escola São José do Caetitu e já fez reformas em mais de 80 unidades escolares.

O Posto de Saúde da Família (PSF) Frei Leão, do Alto da Serra passa por reestruturação e vai aumentar os atendimentos para a população da região. Em visita à unidade na manhã desta segunda-feira (12.08), o prefeito foi verificar as melhorias já realizadas e acompanhar a implantação do projeto que amplia os serviços, a partir da extensão do horário de funcionamento e acréscimo de mais uma equipe de profissionais de saúde. A unidade que tem capacidade para 10.500 pessoas poderá atender até 14 mil usuários.  Ao todo, os usuários passarão a contar com 24 profissionais de saúde, sendo 4 médicos clínicos, 4 dentistas, 4 enfermeiros, 4 auxiliares de enfermagem, 4 técnicos e 4 auxiliares de saúde bucal. A partir da implantação do Programa Saúde na Hora, do Ministério da Saúde, a unidade passará a funcionar de segunda a sexta, de 7h30 às 20h e aos sábados, de 8h às 12h.

O PSF da Possi é a próxima unidade a ser habilitada com o Programa Saúde na Hora e funcionará nos mesmo moldes, com mais equipes e em horário estendido.

As alterações no funcionamento do PSF do Alto da Serra estão previstas para o próximo mês. A Secretaria de Saúde habilitou a unidade a funcionar com o programa Saúde na Hora, que garante a cobertura para o atendimento durante todo do dia. Até o momento, o PSF do Alto da Serra vinha funcionando de 7h30 às 16h30, somente de segunda a sexta-feira.

O morador Jorge Gomes, de 58 anos é atendido com frequência pela unidade. “Atendimento aqui é perfeito, aqui nunca falta remédio, sempre consigo meus medicamentos aqui”, destaca. A aposentada Julia Maria Cochem, de 78 anos faz o acompanhamento médico para o controle da diabete na unidade. “Não tenho do que reclamar, sou diabética e consigo todo o meu atendimento de rotina. Agora, funcionando por mais tempo, vai ajudar muito as pessoas”, conta. A moradora Vanda de Oliveira Afonso, de 55 anos, também elogiou o atendimento e considera que a extensão do horário de funcionamento vai contribuir. “O aumento do horário de funcionamento vai ajudar as pessoas que trabalham”, considera.

O PSF do Alto da Serra tem capacidade de atender atualmente, com as três equipes de saúde, 10.500 pessoas. A partir de setembro, mais uma equipe será acrescida, o que ampliará os atendimentos para 14 mil pessoas da região. Ao todo, os usuários passarão a contar com 24 profissionais. Atualmente a unidade conta ainda com 16 Agentes Comunitários de Saúde, que levam os serviços para a as comunidades. Com a reestruturação, esse número pode chegar a 20.

Com o aumento de profissionais, possível com a implantação da quarta equipe de saúde, a unidade amplia o território de cobertura. A partir da reestruturação o PSF será referência da rede de atenção básica para toda região do Alto da Serra, estendendo os serviços para os moradores da Rua Teresa e fazendo divisa com as unidades de saúde do Meio da Serra (Lopes Trovão), Morin e 24 de Maio.

Toda a população local terá a oferta dos serviços de saúde por tempo prolongado.

Programa Saúde na Hora aumenta carga horária das unidades

A partir da adesão ao programa do Ministério da Saúde as unidades que funcionam com carga horária de 40 horas semanais, passam a oferecer atendimentos por 60 horas. Para manter essa extensão no funcionamento, a Secretaria de Saúde recebe um incremento repassado pelo Governo Federal. Atualmente, o município recebe R$ 25.850 mil e sendo habilitado para funcionar por mais tempo, o custeio passa a ser de R$ 57.616 mil mensais. Há um acréscimo de 122% da verba repassada ao município.

A prefeitura fará uma nova notificação para que a empresa responsável pela construção da pista skate street no Parque Municipal de Itaipava retome a obra. Nesta segunda-feira (12.08), durante uma vistoria realizada pelo prefeito, nenhum funcionário ou equipamento foi encontrado na área onde ficará a pista. A empresa deverá ter movimento de obra até o fim da semana, caso contrário, o município vai convocar a segunda colocada na licitação para assumir o trabalho.

A construção da pista de skate é de responsabilidade da empresa RR Fênix. No ano passado, a obra precisou ser paralisada por causa de restrições impostas pela legislação eleitoral para o repasse de verbas pela Caixa. Por causa disso, foi solicitada extensão do prazo de conclusão da obra. A empresa já havia sido notificada pela prefeitura em maio para que desse andamento aos trabalhos, que tem apenas 6% conclusão – que corresponde o serviço de sondagem das condições do terreno.

No início deste mês, funcionários da empresa estiveram no local e a promessa é que mais operários seriam integrados ao trabalho. No entanto, nesta segunda-feira, ninguém foi encontrado na área onde a pista será implantada. Cercada por tapumes metálicos, o espaço tem apenas mato.

A pista de skate que do Parque Municipal será a primeira construída em Petrópolis para a modalidade “street”, que simula um ambiente urbano comum, na qual os atletas saltam e fazem manobras em rampas, muretas, bancos, corrimãos e outros obstáculos. O município tem outros dois locais para a prática do skate. As outras duas pistas, na Praça Duque de Caxias, no Centro, e no CEU (Centro de Esportes Unificados) da Posse são voltadas para a modalidade “vertical”, aquela que tem formato de “U”.

O equipamento esportivo terá nove obstáculos de concreto e ferro, além de bancos para o público e paisagismo. A obra representa um investimento de R$ 247 mil e os recursos são fruto de um convênio assinado com o Ministério do Esporte.

Prefeito vistoria local onde será feita pista de Pump Track

O prefeito também aproveitou para vistoriar o local onde ficará a pista de Pump Track, um circuito que pode ter rampas arredondadas, paredes em curvas, que podem proporcionar pequenos saltos. Essa pista ficará próximo da área da pista de skate e das quadras esportivas abertas, será feita com asfalto e poderá ser usada não apenas por ciclistas, mas também por praticantes de modalidades como patins, skate e patinete.

Ela é fruto de uma parceria entre a prefeitura e o atleta petropolitano campeão mundial de mountain bike cross-country, Henrique Avancini, com a Red Bull, patrocinadora do atleta, e com a LanceTracks, empresa especializada em construções deste tipo.

A Secretaria de Obras já dará início ao levantamento topográfico da área para começar a execução do projeto.

Os dias de céu azul, sem chuva, serviram para compor ainda mais o cenário de uma das festas considerada entre as mais bonitas de Petrópolis. O Bunka-Sai, que terminou neste domingo (11.08) com sucesso de público, homenageou – durante quatro dias – a cultura japonesa e suas tradições, com mais de 50 atrações no Palácio de Cristal. A 11ª edição do evento, já tradicional no município, atraiu milhares de visitantes, principalmente de cidades vizinhas, como Rio de Janeiro e Duque de Caxias.

Um dos atrativos mais visitados da Cidade Imperial se transformou em um pedacinho do Japão.

Nos quatro dias de evento, além de decoração especial inspirada na arquitetura e nas cores do Japão, e ainda barracas com gastronomia típica e artesanato, o público pôde contar com uma série de atividades que ajudaram moradores e turistas a conhecerem um pouco mais sobre as tradições orientais. Entre os pontos altos da programação estiveram as demonstrações de artes marciais, as oficinas gratuitas, as apresentações de Taiko (tambores), exposições, entre outras.

Quem veio de longe para conferir as riquezas das tradições orientais não se arrependeu. É o caso de duas visitantes de Duque de Caxias: “É uma cidade que a gente não conhecia ainda, estivemos aqui na Bauernfest, mas não conseguimos conhecer. Então a gente veio pra passear e estou achando muito legal. Vamos conhecer tudo”, explica a secretária Tatiane Silva. “Estou gostando muito. A comida parece que está muito boa”, completa a promotora de vendas Monique do Espírito Santo.

No domingo, último dia de festa, muitas famílias aproveitaram para comemorar o Dia dos Pais em ritmo japonês, como a estudante Hanne Schiffer, do Rio de Janeiro. “Estou gostando bastante da festa, acho que é uma das festas mais bonitas de Petrópolis. A comida é muito boa. A cor da festa é linda, bem colorida”, frisa ela, que estava acompanhada dos pais.

Em mais uma edição de sucesso do evento, moradores e visitantes mergulharam nas tradições da cultura do país que teve sua primeira delegação diplomática em Petrópolis em 1897. Este ano, as comemorações marcam também os 111 anos da imigração japonesa no Brasil. “A festa foi maravilhosa”, frisa o presidente da Associação Nikkei de Petrópolis, Kiyoshi Ami.

A Unidade Básica de Saúde (UBS) do Independência agora funciona com o trabalho de apoio dos profissionais de psicologia e fisioterapia. A unidade, que é referência da rede de atenção básica na região, acrescentou os dois serviços que funcionam de forma complementar ao tratamento dos pacientes acompanhados na região. Os profissionais organizam atendimentos em grupo com os pacientes encaminhados pelos profissionais que atuam no local.

A unidade é a primeira a contar com o tipo de atendimento especializado, que visa dar um suporte maior à população.

A UBS Independência realiza aproximadamente 460 atendimentos ao mês. Além dos novos profissionais de psicologia e fisioterapia, a unidade conta com médico, dentista, enfermeiro, auxiliares de enfermagem e de saúde bucal, além de equipe administrativa. A partir dos atendimentos realizados com a equipe de saúde, ao ser identificada a necessidade, os pacientes são direcionados para os atendimentos especializados feitos em grupo.

A partir dos trabalhos de grupo, os pacientes são analisados e havendo necessidade, são encaminhados para o atendimento da rede especializada.

Nos atendimentos de fisioterapia são desenvolvidos trabalho similar ao realizado nas Academias da Saúde. São feitas atividades em grupo com exercícios apropriados para cada paciente. Em psicologia, são formados grupos de conversa que abordam os assuntos diversos. “Aqui atendemos a necessidade de uma parcela da população de maior risco social. Esse contato tem sido muito importante para o maior acolhimento desses pacientes”, destaca o psicólogo Rafael Rabelho.

Educadores que atuam em Centros de Educação Infantil participaram do 3º grupo de formação “Aprendizagem que parece diversão - prática dinâmica e adaptável”, promovido pelo Departamento de Educação Infantil da Secretaria de Educação, nessa segunda-feira (12.08). O objetivo foi o de destacar a importância das atividades físicas nos primeiros anos da escolaridade. A formação ocorreu na Universidade Estácio de Sá.

Vinte e sete educadores participaram do curso que é dividido em três temáticas: “Apresentação e Contextualização Desenvolvimento e Aprendizagem Motora”, “Desempenho Motor na Infância - Atividades Práticas” e “Medidas e Avaliação Psicomotora e de Desempenho Motor”. Os encontros foram ministrados pelo professor e mestre em Educação, Luiz Michelotti.

A segunda fase dos Jogos Estudantis Unificados de Petrópolis (JEUPs), começou nesta segunda-feira (12.08), com partidas de futsal sub13, no Centro de Iniciação ao Esporte (CIE), no Caxambu. Nesta nova etapa, serão 212 jogos em cinco modalidades, com a participação de 247 equipes – cerca de 2 mil alunos. Este ano a competição bateu recorde com 50 escolas inscritas. Todos os jogos da fase final estão marcados para acontecer aos sábados a partir das 9h no CIE. A tabela com toda a programação das modalidades pode ser encontrada no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Em agosto, serão disputadas as competições das modalidades: futsal, basquete e vôlei. Já em setembro serão os jogos de handball, futebol de campo, judô, xadrez, atletismo e tênis de mesa. Os atletas são das categorias sub 13, sub 15 e sub 18, masculino e feminino.

Segundo o professor de Educação Física da Escola Municipal Odete Fonseca, Fernando Patolea, a participação dos alunos no Jeups é uma oportunidade muito importante. “Nos Jogos eles competem em uma quadra nova, socializam com alunos de outras escolas e vibram com a prática do futsal, já que muitos têm o sonho de ser jogador profissional. O esporte só traz benefícios para eles, desde dedicação em sala de aula com boas notas até disciplina no dia-a-dia”, contou o professor.

A 3ª Semana Municipal da Juventude começou nesta segunda-feira (12.08), com a palestra sobre "A importância da Participação Social e Política dos Jovens", ministrada pelo cientista político e presidente da Fundação Ulysses Guimarães (FUG-RJ), Amaury Cardoso. A abertura aconteceu na Casa dos Conselhos, e contou com a participação de mais de 100 alunos de quatro escolas da rede municipal, além de uma apresentação do grupo de rap, Subversão.

Durante a palestra, foi abordado a importância do jovem cidadão na política, atividades sociais e participação até em locais onde residem. Também foi ressaltado as questões históricas do desenvolvimento da política, e quais transformações mais impactaram a sociedade. O palestrante destacou a posição da mulher no mercado de trabalho, e frisou a transformação do comportamento social pós Revolução Industrial. “Que os jovens busquem os debates, as questões de interesse da juventude. Mas para isso, é preciso ter conhecimento e informação”, disse Cientista Político e Presidente da Fundação Ulysses Guimarães (FUG-RJ), Amaury Cardoso.

Segundo o presidente do Grêmio que faz parte de três escolas da rede municipal, Everton Dias, a Semana da Juventude possibilita um maior envolvimento dos jovens. “As atividades oferecidas irão despertar o interesse dos jovens que terão acesso ao assunto política, além de agregar conhecimento e dar voz ao jovem petropolitano”, finalizou.

Programação:

 13/8 - Caravana "Bullying Tô Fora", no Colégio Estadual Princesa Isabel (10h no turno da manhã e as 13h turno da tarde).

"Oficina de Desenho", de 10h às 12h no Centro de Cultura Raul de leoni.

14/8 - Caravana "Bullying Tô Fora", no Colégio Estadual Rui Barbosa (10h no turno da manhã e as 13h turno da tarde).

15/8 - "Oficina de Desenho" (10h às 12h no Centro de Cultura Raul de Leoni)

16/8 – 9h - Visita de campo e pesquisa sobre educação ambiental no "Projeto Água", com alunos do Colégio Estadual Princesa Isabel e Projeto Social Evolução Judô e Jiu Jitsu.

18h – Roda da Liberdade – Shows e programação Cultural na Praça da Liberdade

O Balcão de Empregos da Prefeitura, administrado pelo Departamento de Trabalho e Renda (Detra), da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, tem 8 vagas disponíveis nessa semana. Os candidatos devem cadastrar os seus currículos na prefeitura no site www.petropolis.rj.gov.br. Mais informações podem ser consultadas pelo telefone (24) 2233-8113.

O balcão de empregos realiza a divulgação das vagas e os encaminhamentos dos candidatos para processo seletivo, sendo assim, fica a cargo do empregador a responsabilidade pelas entrevistas e possíveis contratações. O Detra fica na Rua Aureliano Coutinho, 203, no Centro. Confira a oportunidade:

Eletricista de manutenção - 3 vagas - ambos os sexos - Desejável ensino superior, experiência em montagens e manutenção preventiva e corretiva em máquinas e equipamentos.

Mecânico de manutenção predial - 3 vagas - ambos os sexos - Possuir CNH categoria B, disponibilidade para viajar e experiência na realização de manutenção preventiva e corretiva de máquinas.

Recepcionista de hotel - 1 vaga - sexo masculino - Experiência comprovada da função, inglês básico, CNH categoria B.

Serralheiro - 1 vaga - ambos os sexos – Experiência.

O Dia do Patrimônio Cultural será celebrado no próximo sábado, dia 17 de agosto, e para comemorar a data, o Museu Casa do Colono vai promover ações de educação patrimonial com escolas municipais. Nesta quarta-feira (14), a instituição recebe a visita da Escola Municipal Osvaldo Costa Frias, da Posse, e da Escola Municipal General Heitor Borges, do Bingen, como parte das atividades do Programa Educativo "Divirtam-se conhecendo o Museu Casa do Colono", Projeto de Contação de Histórias "Minha Cidade tem Histórias para Contar".

O projeto é de autoria da historiadora Vânia Nicolau e parceria da Secretaria Municipal de Educação, e inclui atividades lúdicas sobre temas relativos à imigração germânica na cidade, usando estímulos sensoriais como ilustrações por meio de cenários e da contação de histórias.

O Dia do Patrimônio Cultural foi criado em homenagem ao nascimento do primeiro presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan): Rodrigo Melo Franco de Andrade.

Já o Programa Educativo busca ampliar e diversificar o acesso aos bens culturais. Além disso, é também uma ação de difusão cultural e de mobilização de público, que, ao incentivar a aprendizagem de forma divertida, busca fortalecer as instituições museológicas como espaço de lazer, conhecimento e interação social, atraindo, cada vez mais, diversos tipos de públicos.

“O Museu Casa do Colono cumpre, assim, sua missão educativa de preservar e difundir a história da cultura germânica e sua importância para a formação e o desenvolvimento da cidade de Petrópolis na figura de seus trabalhadores – os colonos”, explica a museóloga Ana Carolina Vieira.

O Museu Casa do Colono fica na Rua Cristovão Colombo, 1.034, na Castelânea. O atrativo fica aberto de terça a domingo, das 8h30 às 16h. O telefone de contato é: (24) 2247-3715 e o e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

Pagina 6 de 1294

Notícias por data

« Agosto 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31  

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP